Você está na página 1de 25

Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.

º Duarte Pacheco

ormas de Funcionamento das Bibliotecas


“O Mundo num só Lugar”
“Biblioteca EB1 Mãe Soberana”
“Biblioteca EB1/JI Horta de Stº António”

Capítulo I – Princípios Gerais

Artigo 1º
(Objecto)

As presentes normas definem os princípios que devem ser conhecidos e respeitados


por todos os utilizadores da Biblioteca da Escola EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco – sede do
Agrupamento Vertical de Escolas, Biblioteca Escolar EB1Mãe Soberana e Biblioteca Escolar
EB1/JI Horta de Stº António

Artigo 2º
(Âmbito de aplicação)

1. As presentes normas aplicam-se a todos os utilizadores que, para efeitos de


utilização dos recursos da BE, passam a ser identificados por categorias de
leitores:
a. Aluno: alunos com matrícula válida;
b. Docente: professores em exercício de funções neste Agrupamento;
c. Funcionário: funcionários em exercício de funções neste Agrupamento;
d. Externo: encarregado de educação e comunidade em geral.
2. São utilizadores destas bibliotecas todos os alunos, corpo docente e não docente,
pais e encarregados de educação do Agrupamento Vertical de Escolas Engenheiro
Duarte Pacheco, Loulé ( EB 2/3 Eng.º Duarte Pacheco, E.B1 Mãe Soberana, Jardim
de Infância Mira Serra, EB1/Jardim de Infância Horta de Santo António, EB1 da
Estação e EB1/Jardim de Infância de Gilvrasino) e comunidade em geral.
3. As crianças do Jardim-de-infância deverão vir acompanhados de alguém
responsável, que os possa ajudar e auxiliar nas actividades.

Artigo 3º
(Definição)

1. A Biblioteca Escolar constitui um centro de formação, de informação, de cultura e de


dinamização da Escola, bem como um recurso pedagógico fundamental para o
desenvolvimento de actividades curriculares e de complemento curricular.
2. A Biblioteca EB1 Mãe Soberana integra a Rede de Bibliotecas Escolares desde de 1999,
a Biblioteca da Escola sede integra a Rede de Bibliotecas Escolares desde Setembro de
2003 e a Biblioteca EB1/JI Horta de Stº António desde 2007.

Normas de Funcionamento das Bibliotecas


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

Artigo 4º
(Objectivos)

1. Objectivos Gerais da Biblioteca:


a) Respeitar os princípios consagrados no Manifesto da UNESCO para a leitura.
b) Tornar possível a plena utilização de recursos pedagógicos existentes e dotar a
escola de um fundo documental adequado às necessidades das diferentes
disciplinas e projectos de trabalho.
c) Permitir a integração dos materiais impressos, audiovisuais e informáticos e
favorecer a constituição de conjuntos documentais, organizados em função de
diferentes temas.
d) Proporcionar aos utilizadores um espaço educativo de estímulos variados.
e) Desenvolver nos alunos competências e hábitos de trabalho baseados na consulta,
tratamento e produção de informação.
f) Proporcionar a auto - descoberta de interesses e necessidades informativas e
culturais, incentivando os alunos na construção do seu próprio conhecimento.
g) Promover o gosto pela leitura, o interesse pela escrita e por outras formas de
expressão, bem como pelas culturas nacional e universal.
h) Estimular a criatividade, a curiosidade intelectual e o sentido crítico dos alunos,
contribuindo para a sua educação, informação e prazer.
i) Estimular e mobilizar, sobretudo os alunos, para a concretização de projectos e
actividades, individualmente ou em grupo.
j) Motivar os estudantes para que, à saída da escolaridade básica, recorram
regularmente às Bibliotecas, como meio de informação e de formação contínua.
k) Divulgar informação proveniente de diferentes fontes.

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 1


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

Capítulo I I – Organização
Artigo 5º
(Áreas funcionais)

1. O espaço nuclear é organizado em zonas funcionais que se inter – relacionam:

BIBLIOTECA DA ESCOLA SEDE –


1.1. Zona de Acolhimento
1.2. Zona de leitura informal
1.3. Zona de leitura de material impresso e produção gráfica/trabalho em grupo
1.4. Zona de leitura áudio e vídeo
1.5. Zona de informática
1.6. Gabinete de Trabalho
1.7. Arquivo

BIBLIOTECA EB1 MÃE SOBERANA –


1.1. Zona de Acolhimento
1.2.Zona de leitura informal
1.3. Zona de consulta e produção de documentação
1.4.Zona de Áudio e vídeo
1.5. Zona de Consulta e produção multimédia

BIBLIOTECA EB1/JI HORTA DE STº ANTÓNIO –


1.1. Zona de Acolhimento
1.2. Zona de leitura informal
1.3. Zona de consulta e produção de documentação
1.4.Zona de Áudio e vídeo
1.5. Zona de Consulta e produção multimédia

2.As funções inerentes às zonas funcionais são:

BIBLIOTECA DA ESCOLA SEDE – ANEXO – 1

BIBLIOTECA DA EB1 MÃE SOBERANA – ANEXO – 2

BIBLIOTECA DA EB1/JI HORTA DE STº ANTÓNIO – ANEXO - 3

3. As zonas indicadas no ponto 1 deste artigo possuem o seguinte equipamento:

BIBLIOTECA DA ESCOLA SEDE – ANEXO 4

BIBLIOTECA DA EB1 MÃE SOBERANA – ANEXO 5

BIBLIOTECA DA EB1/JI HORTA DE STº ANTÓNIO – ANEXO - 6

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 2


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

Artigo 6º
(Acesso à documentação)

1. Toda a documentação está organizada de acordo com grupos genéricos de suporte da


informação funcionando em sistema de livre acesso pelo utilizador.
2 – Na sessão de consulta de material impresso, os utilizadores podem consultar qualquer
obra nela existente. As requisições para as aulas ou para a leitura domiciliária estão sujeitas
a normas especificas, conforme o exposto no artigo 16º.
3- A documentação está arrumada por assuntos, segundo a classificação numérica da
tabela CDU e identificada pelo seguinte código de cores.

BIBLIOTECA DA ESCOLA SEDE – ANEXO 7

BIBLIOTECA DA EB1 MÃE SOBERANA – ANEXO 8

BIBLIOTECA DA EB1/JI HORTA DE STº ANTÓNIO – ANEXO - 9

4- Os documentos não – livro são apresentados em local específico, estando arrumados


pelos mesmos princípios do ponto três deste artigo.

Artigo 7º
(Gestão da Biblioteca)

1. Tarefa da responsabilidade dos Professores Bibliotecários das BEs do Agrupamento


conjuntamente com a equipa da BE da escola sede e respectivos funcionários
tal como estipulado no regulamento interno do Agrupamento.
2. Os impressos e documentos internos destinados à organização das bibliotecas bem
como a definição dos processos de trabalho fazem parte do documento “Manual de
Procedimentos da biblioteca”

Artigo 8º
(Equipa da Biblioteca)

A equipa da biblioteca é constituída de acordo, como definido no regulamento


interno, por :
1. Professor Bibliotecário da biblioteca da escola sede;
1.2. Professor Bibliotecário das outras BE do Agrupamento.
2. Um grupo de 4 professores (excluindo o PB), no mínimo, de diferentes áreas
curriculares;
3. Eventualmente uma equipa de apoio constituída por docentes de acordo com a
distribuição de serviço da escola;
4. Auxiliares de acção educativa ;
5. Animadores, monitores e colaboradores eventuais (quando houver).

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 3


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

Artigo 9º
(Pessoal não - docente)
1. A acção dos técnicos, funcionários e demais pessoal não – docente é supervisionada
pelos Professores Bibliotecários e centra-se no atendimento ao público completado
com tarefas de gestão da biblioteca;
2.Acresce às competências resultantes de ser membro da equipa de BE:
2.1.Garantir a ordem e funcionamento geral da Biblioteca de acordo com as presentes
ordens de funcionamento
2.2.Efectuar a arrumação dos documentos e limpeza da biblioteca
2.3.Apoiar os utilizadores
2.4.Zelar pela preservação dos documentos e procedimentos de requisição e devolução
de documentos;
2.5.Aplicar o “Manual de Procedimentos da BE” no decurso das várias tarefas
2.6.Garantir a aplicação das normas de segurança;
2.7. Efectuar catalogação do fundo documental.

Capítulo I I I – Utilização

Secção I – Utilizadores

Artigo 10º
(Direitos e deveres)

1.Os utilizadores referidos no artigo 2º têm o direito de:

a) Utilizar todos os serviços de livre acesso colocados à sua disposição.


b) Circular livremente em todo o espaço público da biblioteca, respeitando sempre os
outros utilizadores
c) Retirar das estantes os documentos que pretendam consultar, ler, ouvir, visionar ou
requisitar para empréstimo domiciliário.
d) Após utilização deixar o material sobre o carrinho/mesa para o efeito. Nunca o deve
arrumar nas prateleiras.
e) Apresentar críticas, sugestões e propostas relativamente ao funcionamento da
BE/CRE.
f) Dar sugestões para o Plano de Actividades da Biblioteca.
g) Requisitar, para consulta domiciliária, todo o fundo documental destinado para o
efeito.
h) Participar nas actividades promovidas pela Biblioteca
i) Dispor de um ambiente agradável e propicio à leitura e ao estudo
j) Durante a interrupção lectiva a Biblioteca EB1 Mãe Soberana só pode ser utilizada
por um número de alunos não deverá exceder os 18, sendo necessária inscrição
prévia. O tempo de permanência de cada criança na Biblioteca não deverá exceder 1
hora diária;
k) Durante a interrupção lectiva a Biblioteca EB1/JI Horta de Stº António só pode ser
utilizada por um número de alunos não deverá exceder os 20, sendo necessária
inscrição prévia. O tempo de permanência de cada criança na Biblioteca não deverá
exceder 1 hora diária;

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 4


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

2. Os Utilizadores da biblioteca têm o dever de :

a) Cumprir as normas estabelecidas para a utilização da Biblioteca.


b) Deixar, obrigatoriamente, as mochilas, sacos, chapéus-de-chuva, bonés, etc., à
entrada da Biblioteca no espaço reservado para o efeito, entrando apenas com o
material mínimo necessário à consulta ou ao trabalho a realizar.
c) Manter em estado de conservação as espécies documentais que lhe são facultadas.
d) Preencher os impressos necessários à utilização do acervo documental.
e) Cumprir o prazo estipulado para a devolução dos documentos requisitados para
leitura/consulta domiciliária.
f) Indemnizar a Biblioteca pelos danos ou perdas que forem, comprovadamente, da
sua responsabilidade.
g) Contribuir para a manutenção de um bom ambiente nas várias áreas da biblioteca,
não perturbando o bom funcionamento do serviço.
h) Acatar as indicações que lhe forem transmitidas pelos professores ou funcionárias de
serviço.
i) Não fazer das instalações espaço de convívio e de conversa perturbadora do bom
funcionamento da Biblioteca
j) Evitar permanecer de pé na Zona Multimédia/Internet ou na área de estudo, excepto
quando pretendam ter acesso às estantes dos livros

1. Regras de utilização do espaço:

a) A biblioteca deve proporcionar um ambiente acolhedor e de silêncio, favoráveis ao


estudo e à leitura pelo que devem ser evitadas conversas em voz alta;
b) A biblioteca, não deixando de constituir um espaço lúdico e cultural de ocupação de
tempos livres, não tem a função de uma sala de convívio e/ou de jogos, pelo que não
devem ser levados para a biblioteca bolas, jogos electrónicos, jogos de cartas ou
outros;
c) Não é permitido o uso de telemóvel na BE;
d) Não é permitido o uso de headphones pessoais e leitores MP3
e) O uso de boné e óculos de sol;
f) Não é permitido comer, beber ou fumar nos espaços afectos à BE;
g) Não é permitido alterar a colocação dos móveis ou equipamentos;
h) Não é permitido riscar, escrever ou sublinhar nos livros e demais documentos;
i) O utilizador é o único responsável pelo documento e/ou software/hardware que lhe é
pessoalmente confiado, não lhe sendo permitido o empréstimo a terceiros;
j) Em caso de extravio ou deterioração irremediável, cabe ao utilizador responsável
indemnizar a escola, comprando um novo exemplar, ou fazendo a entrega em
numerário do valor actualizado da obra/equipamento;
k) Considera-se deterioração irremediável: cortar, rasgar, arrancar folhas, gráficos,
quadros, fotografias, tornar ilegíveis os caracteres ou inutilizar, de qualquer forma e
com qualquer agente, suportes magnéticos e/ou suporte físicos;
l) A fim de que os fundos se mantenham devidamente organizados, os utilizadores não
deverão repor nas prateleiras os livros ou documentos, devendo deixá-los sobre o
carrinho para o efeito quando terminar a consulta ou leitura. A sua reposição nas
prateleiras é da exclusiva competência do(a) professor(a) ou funcionária de serviço.
m) O acesso à zona de Arquivo e ao Gabinete de Trabalho encontra-se reservado ao
pessoal afecto à BE;
Normas de Funcionamento das Bibliotecas 5
Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

n) Qualquer atitude de desvio aos princípios enunciados nas alíneas anteriores será
analisada em conformidade com as regras de actuação que constem no presente
Regulamento, podendo o utilizador ser convidado a abandonar as instalações em
caso de se verificar comportamento perturbador.
o) Enquanto todo o acervo da Biblioteca não estiver tratado e informatizado, o utilizador
poderá orientar a sua pesquisa pela indicação do assunto nas prateleiras, que estará
devidamente, registado em livro próprio;
p) Enquanto estiver a decorrer o registo do acervo de uma determinada área temática,
não se efectuarão empréstimos da mesma;
q) Sempre que possível, na sala de leitura permanecerá sempre uma funcionária de
serviço ou professor (a), que procurará auxiliar, esclarecer e encaminhar o utilizador.
r) Não é permitido a abertura de sites inadequados

Secção I I – Zonas Funcionais

Artigo 11º
(Acolhimento)

1. Local de serviço de apoio à biblioteca é prestado pelos funcionários/ professores que


encaminham os utilizadores para a utilização pretendida, prestam informações sobre
a utilização dos serviços e elaboram o registo de utilizadores e sistema de
empréstimos
2. O acesso e utilização dos equipamentos são reservados à equipa da biblioteca
3. Levantamento e devolução de documentos em todos os suportes;
4. Emissão de cartões de leitor para os utilizadores da BE;
5. Realização de tratamento documental pelos funcionários afectos à BE.

Artigo 12º
(Leitura informal)

1. Local de utilização descontraída e onde será permitido um ruído moderado;


2.Depois da consulta, os periódicos devem ser arrumados nos expositores respectivos.

Artigo 13º
(Áudio /vídeo)
a. Os utilizadores devem requisitar os equipamentos e documentos junto da
funcionária, (entregando-lhe, durante o período de utilização, o seu cartão de
estudante ou de leitor. Após a utilização, serão devolvidos aos utentes os seus
documentos, devendo declarar por escrito, na ficha de requisição, eventuais
ocorrências durante a utilização – na Biblioteca da escola sede);
b. É exigido o total respeito pelo cumprimento das instruções de utilização e
funcionamento;
c. Só é permitido utilizar suportes áudio e vídeo do acervo da própria biblioteca. A
utilização de outro material só será permitida em situações especiais e após
autorização da Coordenação de BE;

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 6


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

d. A visualização da TV e a utilização de equipamento áudio deverá ser feita com


recurso a auscultadores;
e. Qualquer anomalia detectada deve ser de imediato comunicada à funcionária de
serviço que tomará as providências julgadas oportunas.

Artigo 14º
(Consulta e produção Multimédia)
a) Os utilizadores devem requisitar os equipamentos e/ou software educativo junto da
funcionária, (entregando-lhe, durante o período de utilização, o seu cartão de
estudante ou de leitor. Após a utilização serão devolvidos aos utentes, os seus
documentos – na escola sede);
b) É exigido o total respeito pelo cumprimento das instruções de utilização e
funcionamento;
c) Só é permitida a presença de dois utilizadores por computador. Não é permitido a
permanência de utilizadores em pé e em volta dos computadores;
d) São interditas alterações nas configurações de qualquer programa e/ou a instalação
de outros programas por alunos;
e) A deterioração resultante da utilização indevida ou negligente é da responsabilidade
do utente;
f) A BE não assume qualquer responsabilidade relativamente à conservação da
informação que os utilizadores gravem no disco rígido dos computadores,
reservando-se o direito de, sem aviso prévio, eliminar ficheiros, para manutenção
dos equipamentos informáticos;
g) Só é permitido utilizar suportes software do acervo da própria biblioteca;
h) Os utilizadores só poderão utilizar disquetes adquiridas na própria biblioteca, onde as
poderão deixar depositadas, devidamente identificadas, até à conclusão dos
trabalhos;
i) Os utentes da BE que queiram efectuar impressões de trabalhos terão que pagar
0.30 euros por cada unidade;
j) A impressão de trabalhos é feita pelos elementos da equipa da BE na área de
acolhimento;
k) Os utentes da BE que queiram efectuar fotocópias de terão que pagar 0.05 euros por
cada unidade;
l) Cada aluno só poderá utilizar a Internet por um período máximo de 30 minutos;
m) Na Internet a pesquisa para trabalhos é prioritária;
n) Caso não existam utilizadores em lista de espera, é possível a renovação da
requisição por um novo período de 30 minutos;
o) Têm prioridade os alunos que pretendam fazer pesquisa para elaboração de
trabalhos escolares.
p) A utilização lúdica não permite a consulta e produção de documentos, páginas ou
sites não recomendáveis num ambiente escolar ou que infrinjam as orientações do
projecto educativo e respectivo regulamento do Agrupamento.

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 7


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

Artigo 15º
(Consulta e produção de documentação)

a) Os documentos são retirados das estantes pelos utilizadores, devendo os


funcionários/professores ou monitores acompanhar essa tarefa para o caso dos
utilizadores mais novos;
b) Consultas várias, em que o utilizador pode tirar notas ou pedir para fotocopiar algum artigo
que deseje ou requisitar a monografia
c) Após a utilização os documentos são entregues na zona de acolhimento, em local
indicado para futura arrumação;
d) Na produção de documentos será permitido um ruído moderado;
e) Devem ser respeitadas as normas de limpeza e arrumação dos materiais depois da
sua utilização;

Secção I I I – Documentos
Artigo 16º
(Circulação e empréstimo)

1. Todas as obras da Biblioteca poderão ser requisitadas para leitura domiciliária,


exceptuando-se: obras de referência (enciclopédias e dicionários), periódicos, material
multimédia, vídeos, CDs musicais e jogos manipuláveis devido ao reduzido número de
existências.
2. Todos os documentos que o utilizador pretenda consultar fora da sala da biblioteca terão
de ser requisitados independentemente do local ou tempo estimado de utilização.
3. O registo de circulação, empréstimos e devolução de documentos será efectuado no
programa informático de gestão do fundo documental.
4. O período de duração do empréstimo é de:
- 5 dias úteis para livros ;
2. Para os professores, o tempo de duração do empréstimo pode atingir o dobro do
indicado no ponto anterior.
3. Cada utilizador pode requisitar, em cada momento, um máximo de três documentos
4. (Biblioteca escola sede) e um documento (Biblioteca EB1 Mãe Soberana e Biblioteca
EB1/JI Horta de Stº António).
5. Sempre que um utilizador pretenda o empréstimo de uma obra que esteja requisitada em
regime de leitura domiciliária, pode inscrever-se numa lista de espera.
6. Cada utente pode renovar a requisição de um documento, caso não exista nenhum
interessado em lista de espera, até um máximo de duas renovações.
7. Caso uma obra seja muito procurada, os Serviços da BE reservam-se a possibilidade de
encurtar o prazo de requisição ou suspendê-la temporariamente.
8. Se o utilizador não respeitar o prazo de entrega indicado anteriormente, ficará impedido
de proceder a nova requisição por um período a determinar pelo Professor Bibliotecário.
9. Após este período será apresentada uma participação ao Director de Turma do aluno em
falta ou ao órgão de gestão no caso de se tratar de um utilizador que não seja aluno, que
envidarão todos os esforços para resolver a situação.

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 8


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

10. Os livros e documentos requisitados no dia de aulas imediatamente anterior às férias de


Natal, Carnaval e Páscoa, devem ser devolvidos no primeiro dia de recomeço das aulas.
11. Todos os empréstimos cessam uma semana antes do final do ano lectivo (duas
semanas na Biblioteca EB1 Mãe Soberana e EB1/JI Horta de Stº António).
12. Os professores podem efectuar requisição de documentos e de materiais didácticos para
utilização na sala de aula, com 24 horas de antecedência, mediante o preenchimento de
requisição junto da funcionária da BE. A devolução deve ser feita pelo professor ou por
um funcionário da Escola, no final da aula.
13. O leitor é responsável pela reposição ou pagamento de novo exemplar dos livros não
restituídos ou deteriorados devido a uso anormal.
14. O presente regulamento prevê também o empréstimo inter - bibliotecário nas escolas do
concelho.

Capítulo I V – Actividades e Divulgação

Artigo 17º
(Actividades)

1. Com vista à consecução dos objectivos definidos no artigo 4º, a BE desenvolverá


diversas actividades, tais como:
a) A utilização e manutenção dos recursos pedagógicos existentes de forma a
possibilitar a sua plena utilização.
b) A aquisição de documentos adequados às necessidades das diferentes áreas
curriculares e de projectos de trabalho variados, visando um pleno apoio pedagógico.
c) A integração de materiais impressos, audiovisuais e informáticos.
d) A constituição de fundos documentais diversificados e temáticos.
e) O apoio aos alunos, individualmente ou em pequenos grupos, ao nível da consulta,
pesquisa, organização, tratamento e produção da informação.
f) Promoção de actividades que estimulem o prazer de ler, de escrever e o interesse
pelas culturas nacional e universal.
g) Promoção de actividades que associem a leitura, os livros e a frequência da
biblioteca à ocupação de tempos livres.
h) Cooperação com os professores dos diferentes Departamentos Curriculares no que
respeita à organização e planificação de actividades de ensino conducentes à
diversificação de estratégias de aprendizagem.
i) Colaboração de pais / encarregados de educação, comunidade local,
autarquia, etc. no sentido de enriquecer e actualizar a Biblioteca Escolar.

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 9


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

Artigo 18º
(Exposições)

1. As exposições devem respeitar o normal funcionamento da biblioteca, procurando


sempre valorizar a sua utilização
2. Os cartazes a afixar serão colocados pela equipa da biblioteca respeitando os locais
predefinidos para o efeito

Artigo 19º
(Prémios)
1. As actividades promovidas pela Biblioteca podem envolver o reconhecimento do mérito
dos participantes através de prémios;
2. Os prémios a atribuir devem favorecer a consecução dos objectivos das Bibliotecas;

Artigo 20º
(Divulgação)

1. A divulgação das actividades da BE serão efectuadas através de:


a) Boletins e Jornais impressos;
b) Painéis informativos da escola
c) Blog da Biblioteca e página web do agrupamento
d) Conselho Pedagógico e Departamentos Curriculares
2. A divulgação das actividades da BE deve garantir os direitos à privacidade de dados e de
imagem dos utilizadores.

Capítulo V – Disposições Gerais

Artigo 21º
(Horário e funcionamento)
1. O horário da Biblioteca será estabelecido no início de cada ano lectivo, de acordo
com a disponibilidade de funcionamento, bem como com os recursos humanos da
Escola, procurando sempre ir ao encontro das necessidades dos utilizadores. Uma
vez definido, será afixado à entrada da Biblioteca, em local visível. ( ANEXO 10 ,11 e
12 )
2. O espaço da Biblioteca deve ser exclusivamente utilizado para fins relacionados com
o livro/leitura/escrita, actividades ligadas aos suportes e equipamentos multimédia e
actividades de dinamização e animação cultural. A Biblioteca não poderá ser
utilizada para outro tipo de actividades que não estejam de acordo com os seus
objectivos e as suas funções.
3. A Biblioteca EB1 Mãe Soberana tem uma área de cerca de 70m2 pelo que
recomenda – se um máximo de 18 utilizadores.
4. A Biblioteca da Escola sede tem uma área de 145m2 pelo que recomenda – se um
máximo de 25 utilizadores.
5. A Biblioteca EB1/JI Horta de Stº António tem uma área de cerca 89m2 de pelo que
recomenda – se um máximo 24 de utilizadores.
6. Na escola sede a passagem pela Biblioteca para o bloco B, fica reservada,
exclusivamente, a utentes com deficiências motoras e a utentes da Biblioteca.
7. As Professoras Bibliotecárias do agrupamento reunirão, semanalmente, para
preparação das actividades a desenvolver.

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 10


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

Artigo 22º
(Penas a aplicar)
1. O desrespeito pelas normas da BE, deverá, obrigatoriamente, ser comunicado ao
Professor Bibliotecário
a) De acordo com a gravidade será dado conhecimento ao Director que
determinará a(s) medida(s) a adoptar

2. O atraso na entrega de documentos requisitados está sujeito a penalizações:


a) Utilizadores internos – restrição de empréstimos por tempo predeterminado
b) Utilizadores externos – restrição de empréstimos por tempo predeterminado e
penalização pecuniária por dia de atraso

3. A utilização indevida dos computadores ou equipamento audiovisual implicará a


limitação na sua utilização por tempo a determinar pelo professor bibliotecário;
a) A reincidência será motivo de análise posterior pelo Director.

4. O requisitante dos documentos e material perdido ou danificado fica obrigado à sua


reposição ou restituição do seu valor actual:
a) Caso o documento já não esteja à venda será efectuado uma estimativa de custo
para o documento semelhante ou equiparado

5. A aplicação de penalizações pecuniárias por danos ou perdas de documentos


constitui fonte de receitas para a BE:
a) As verbas obtidas revertem para aquisição de fundo documental da BE de
acordo com o definido no documento “ Politica de desenvolvimento da
colecção” da BE;

6. O acesso ao espaço e recursos da BE pode ser revogado temporariamente a


qualquer utilizador, por incumprimento destas normas:
a) A decisão será tomada, a título provisório, por um membro da equipa da BE;
b) Uma decisão definitiva deverá ter a anuidade do director, após comunicação
do professor bibliotecário.

Artigo 23º
(Casos omissos)

1. Qualquer situação omissa nas presentes Normas será resolvida pela equipa da BE.
2. As presentes Normas constituem um documento flexível, sujeito a alterações e a
reformulações sempre que se julgue necessário, com conhecimento prévio ao Conselho
Pedagógico.

Artigo 24º
(Aprovação e Divulgação)

Este documento será aprovado pelo Conselho Pedagógico, ficando disponível


para consulta em dossier próprio na BE bem como no site do Agrupamento.

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 11


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

A Professora Bibliotecária
“O Mundo num só lugar “ O Presidente do Conselho Executivo
do Agrupamento
_______________________ _____________________

A Professora Bibliotecária

“EB1 Mãe Soberana”


“EB1/JI Horta de Stº António

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 12


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO -1
2.1. Zona de Acolhimento – Local onde estão centralizadas as actividades de apoio aos
utilizadores que serão prestados por funcionários
2.2. Zona de leitura informal – Local para leitura informal de revistas, jornais, álbuns ou
outros materiais de carácter lúdico
2.3.Zona de leitura de material impresso e produção gráfica/trabalho em grupo – Esta
zona destina-se a consulta de documentos
escritos e ao trabalho de grupo ou individual
2.4. Zona de leitura áudio e vídeo – Esta zona destina-se à audição de documentos em
suporte áudio e visualização de filmes para fins de informação e/ou entretenimento.
2.5. Zonas de informática/multimédia – Destinada a consulta e produção de trabalhos em
forma electrónica, pela utilização de computadores, acesso a Internet e consulta de
documentação em suportes digitais multimédia
2.6. Gabinete de Trabalho – Destinado ao tratamento do fundo documental (registo,
catalogação ) e demais trabalho e formação da equipa.
2.7. Arquivo – Área destinada à acomodação do fundo documental em reserva.

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 13


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO 2
2.1. Zona de Acolhimento – Local onde estão centralizadas as actividades de apoio aos
utilizadores que serão prestados por funcionários
2.2. Zona de leitura informal – Local para leitura informal de revistas, jornais, álbuns ou
outros materiais de carácter lúdico bem como a leitura colectiva de textos ou o
conto e reconto de histórias, num ambiente mais descontraído
2.3. Zona de consulta e produção de documentação – Destinada a consulta de
documentação e a trabalho de grupo ou individual
2.4. Zona de Áudio e vídeo – Esta zona destina-se para visualização de filmes com
finalidades educativas e/ou lúdicas e à audição de documentos em suporte áudio, para
fins de informação e/ou entretenimento.
2.5.Zona de Consulta e produção multimédia – Destinada a consulta e produção de
trabalhos em forma electrónica, pela utilização de computadores, acesso a Internet e
consulta de documentação em suportes digitais multimédia

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 14


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO 3
2.1. Zona de Acolhimento – Local onde estão centralizadas as actividades de apoio aos
utilizadores que serão prestados por funcionários
2.2. Zona de leitura informal – Local para leitura informal de revistas, jornais, álbuns ou
outros materiais de carácter lúdico bem como a leitura colectiva de textos ou o
conto e reconto de histórias, num ambiente mais descontraído
2.3. Zona de consulta e produção de documentação – Destinada a consulta de
documentação e a trabalho de grupo ou individual
2.4. Zona de Áudio e vídeo – Esta zona destina-se para visualização de filmes com
finalidades educativas e/ou lúdicas e à audição de documentos em suporte áudio, para
fins de informação e/ou entretenimento.
2.5.Zona de Consulta e produção multimédia – Destinada a consulta e produção de
trabalhos em forma electrónica, pela utilização de computadores, acesso a Internet e
consulta de documentação em suportes digitais multimédia

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 15


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO – 4
3.1. Zona de Acolhimento
• 1 secretária de canto com modulo de 3 gavetas
• 1 cadeira rotativa
• 1 mesa individual para expor folhetos informativos
• 1 carinho com 3 prateleiras
3.2. Zona de leitura informal
• 1 expositor com 4 prateleiras para revistas
• 1 expositor com 2 prateleiras e 6 arquivos para jornais
• 4 sofás individuais
3.3.Zona de leitura de material impresso e produção gráfica/trabalho em grupo.
• 2 mesas redondas
• 4 mesas rectangulares
• 1 mesa individual
• 25 cadeiras
• 9 estantes duplas cada uma com 5 prateleiras
• 4 estantes de parede cada uma com 5 prateleiras
• 1 cacifo com 15 divisões
• 2 expositores para afixar trabalhos
• 1 expositor para as novidades com 3 prateleiras
3.4. Zona de leitura áudio e vídeo
• 1 estante com leitor de CDS e expositor de DVDs
• 1 armário baixo com 2 portas
• 1 armário com vitrina e 2 portas
• 2 sofás individuais
• 1 estante com uma prateleira para expor os dossiers dos filmes e 2 gavetas de
arquivo de CDs
• 2 televisões
• 1 vídeo
• 1 leitor de DVD
• 4 sofás individuais
3.5. Zonas de informática
• 3 mesas, cada uma com 2 lugares( 6 cadeiras)
• 3 computadores
3.6. Gabinete de Trabalho
• 3 mesas rectangulares
• 3 mesas individuais
• 1 secretaria
• 5 cadeiras
• 1 cadeira rotativa
• 1 armário com 2 portas
• 1 computador
• 2 impressoras
• 1 fotocopiadora
3.7. Arquivo
• 2 estantes com 8 prateleiras
• 2 armários com 2 portas
• 1 carrinho com 3 prateleiras

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 16


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO – 5

3.1. Zona de Acolhimento


♦ 2 computadores;
♦ 1 impressora;
♦ 2 secretária ;
♦ 2 cadeiras giratórias;
♦ 1 recipiente para papéis;
♦ 2 armários fechados com portas opacas;
♦ 1 Fotocopiadora
♦ 1 telefone

3.2. Zona de leitura informal e 3.3. Zona de consulta e produção de documentação

♦ 3 estantes abertas duplas e 7 estantes abertas com prateleiras amovíveis e serra livros;
♦ 3 mesas quadradas pequenas;
♦ 2 mesas rectangulares grandes;
♦ 8 pufs;
♦ 1 carro para livros;
♦ 1 cesto para papéis;
♦ 3 Caixas para álbuns;
♦ 15 cadeiras médias;
♦ 6 cadeiras pequenas;

3.4. Zona de Áudio e vídeo


♦ 1 leitor de Cd’s, no atendimento, com 5 auscultadores para audição em qualquer parte da sala
da biblioteca.
♦ 2 monitores de TV ;
♦ 1 visor de diapositivos;
♦ 1 vídeo gravador;
♦ 1 leitor DVd’s;
♦ 4 sófas;

3.5. Zona de Consulta e produção multimédia

♦ Multimédia e Internet – 4 computadores;


♦ 1 computadores multimédia;
♦ 1 impressora jacto de tinta a cores;
♦ 3 mesas para computador;
♦ 5 cadeiras;

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 17


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO – 6

3.1. Zona de Acolhimento


♦ 1 computadores;
♦ 1 impressora a laser;
♦ 1 secretária ;
♦ 1 cadeira giratória;
♦ 1 recipiente para papéis;
♦ 1 armário grande fechado com 2 portas opacas;
♦ 1 armário pequeno fechado com 2 portas opacas;
♦ Telefone;
♦ Estante para novidades

3.2. Zona de leitura informal e 3.3. Zona de consulta e produção de documentação

♦ 8 estantes abertas com 8 divisórias cada;


♦ 3 mesas quadradas pequenas;
♦ 2 mesas redondas pequenas;
♦ 2 mesas médias quadradas, mas uma com tampo azul;
♦ 8 pufs ( 3 em formato de pêra, 2 quadrados e 3 redondos;
♦ 1 tapete;
♦ 1 cesto para papéis;
♦ 4 Sofás;
♦ 21 cadeiras;
♦ 1 Caixa para BD e revistas;

3.4. Zona de Áudio e vídeo


♦ 6 auscultadores para audição em qualquer parte da sala;
♦ 2 monitores de TV(sanyo) com leitor de cd e dvd incorporados ;
♦ 2 controle remotos;
♦ 4 sófas;
♦ 2 mesas para TV;
♦ 4 sofás;
♦ 1 estante para DVD;
♦ 1 estante para CD;

3.5. Zona de Consulta e produção multimédia

♦ Multimédia e Internet – 4 computadores (Gateway);


♦ 2 impressora jacto de tinta a cores( HP PSC 1410);
♦ 4 colunas de som
♦ 4 mesas para computador;
♦ 4 cadeiras giratórias;
♦ 1 cesto de lixo;

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 18


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO 7

0 Generalidades – (Etiqueta branca)


1 Filosofia/Psicologia – (Etiqueta Laranja)
2 Religião. Teologia – (Etiqueta Cinzenta)
3 Ciências Sociais – (Etiqueta Verde)
5 Matemática. Ciências Naturais – (Etiqueta Amarela)
6 Ciências Aplicadas. Tecnologia – (Etiqueta Azul)
7 Arte. Desporto – (Etiqueta rosa)
8 Literatura – (Etiqueta vermelha)
9 Geografia. História – (Etiqueta Bege)

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 19


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO 8

0 Generalidades – (Etiqueta branca)


1 Filosofia/Psicologia – (Etiqueta creme)
2 Religião. Teologia – (Etiqueta Cinzenta)
3 Ciências Sociais – (Etiqueta Laranja)
5 Matemática. Ciências Naturais – (Etiqueta Amarela)
6 Ciências Aplicadas. Tecnologia – (Etiqueta Azul)
7 Arte. Desporto – (Etiqueta rosa)
8 Literatura – ( Etiqueta vermelha)
9 Geografia. Biografia. História – (Etiqueta Verde)

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 20


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO 9

0 Generalidades – (Etiqueta branca)


1 Filosofia/Psicologia – (Etiqueta Laranja)
2 Religião. Teologia – (Etiqueta Cinzenta)
3 Ciências Sociais – (Etiqueta Verde)
5 Matemática. Ciências Naturais – (Etiqueta Amarela)
6 Ciências Aplicadas. Tecnologia – (Etiqueta Azul)
7 Arte. Desporto – (Etiqueta rosa)
8 Literatura – ( Etiqueta vermelha)
9 Geografia. Biografia. História – (Etiqueta Creme)

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 21


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO 10

Biblioteca da Escola sede

8h30 às 17h00

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 22


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO 11

Biblioteca Escolar EB1 Mãe Soberana

9h00 ---- 12h00

13h30 ---- 17h00

Das 12h00 às 13h30 estará aberta com uma animadora (quando houver)

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 23


Agrupamento Vertical de Escolas EB 2,3, Eng.º Duarte Pacheco

ANEXO 12

Biblioteca Escolar EB1/JI Horta de Stº António

9h00 ---- 12h00

13h30 ---- 17h00

Das 12h00 às 13h30 estará aberta com uma animadora (quando houver)

Normas de Funcionamento das Bibliotecas 24