Você está na página 1de 4

Introdução aos Estudos Literários II – 2018

Bibliografia geral (básica e de apoio)

ARISTÓTELES, HORÁCIO, LONGINO. A poética clássica. Tradução de Jaime


Bruna. São Paulo: Cultrix, 1992.
AUERBACH, Eric. Mimesis: a representação da realidade na literatura ocidental.
Tradução de Equipe Perspectiva. São Paulo: Perspectiva, 1998.
BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o
contexto de François Rabelais. Tradução de Yara Frateschi. São Paulo: Hucitec /
Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 1999.
__________. Questões de Literatura e de Estética: a teoria do romance. Tradução
de Aurora Fornoni Bernardini et al. São Paulo: Annablume / Hucitec, 2002.
__________. Problemas da poética de Dostoiévski. Tradução de Paulo Bezerra. Rio
de Janeiro: Forense Universitária, 2002.
__________. Estética da criação verbal. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo:
Martins Fontes, 2003.
__________. Teoria do romance I: a estilística. Tradução de Paulo Bezerra. São
Paulo: Editora 34, 2015.
BARTHES, Roland. Crítica e verdade. Tradução de Leyla Perrone-Moisés. São Paulo:
Perspectiva, 1970.
BARTHES, Roland, et. al. Análise estrutural da narrativa. Tradução de Maria Zélia
Barbosa Pinto. Petrópolis: Vozes, 1973.
BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e
história da cultura. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1987.
BOSI, Alfredo. Céu, inferno: ensaios de crítica literária e ideológica. São Paulo:
Ática, 1988.
__________ (org.). O conto brasileiro contemporâneo. São Paulo: Cultrix, 1997.
BRAIT, Beth. A personagem. São Paulo: Ática, 1985.
BRANDÃO, Luis Alberto. Teorias do espaço literário. São Paulo: Perspectiva, 2013.
CANDIDO, Antonio; ROSENFELD, Anatol; PRADO, Decio de Almeida; GOMES,
Paulo Emílio Salles. A personagem de ficção. São Paulo: Perspectiva, 1992.
CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade. São Paulo: T. A. Queiroz, 2000 /
Publifolha, 2000.
CARVALHAL, Tania Franco. Literatura comparada. São Paulo, Ática, 1986.
CESERANI, Reno. O fantástico. Tradução de Nilton Cezar Tridapalli. Curitiba:
Editora UFPR, 2006.
COMPAGNON, Antoine. O demônio da teoria: literatura e senso comum. Tradução
de Cleonice Paes Barreto Mourão. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999.
CORTÁZAR, Julio. Valise de cronópio. Tradução de Davi Arrigucci Jr e João
Alexandre Barbosa. São Paulo: Perspectiva, 1993.
CULLER, Jonathan. Teoria literária: uma introdução. Tradução de Sandra Guardini
T. Vasconcelos. São Paulo: Becca, 1999.
DUCROT, Oswald; TODOROV, Tzvetan. Dicionário enciclopédico das ciências da
linguagem. Tradução de Alice Kyoko Miyashiro, J. Guinsburg, Mary Amazonas Leite
de Barras e Geraldo Gérson de Souza. São Paulo: Perspectiva, 2001.
EAGLETON, Terry. Teoria da literatura: uma introdução. Tradução de Waltensir
Dutra. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
FORSTER, Edward Morgan. Aspectos do romance. Tradução de Maria Helena
Martins. Porto Alegre: Editora Globo, 1969.
FRYE, Northrop. Anatomia da crítica. Tradução de Péricles Eugênio da Silva Ramos.
São Paulo: Cultrix, 1989.
GENETTE, Gérard. Figuras III. Tradução de Ana Alencar. São Paulo: Estação
Liberdade, 2017.
GOTLIB, Nádia Battella. Teoria do conto. São Paulo: Ática, 1991.
HAMBURGER, Käte. A lógica da criação literária. Tradução de Margot P. Malnic.
São Paulo: Perspectiva, 1975.
HAUSER, Arnold. História social da arte e da literatura. Tradução de Álvaro Cabral.
São Paulo: Martins Fontes, 2000.
JOLLES, André. Formas simples. Tradução de Álvaro Cabral. São Paulo: Cultrix,
1976.
JOZEF, Bella. A máscara e o enigma: A modernidade da representação à
transgressão. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1986.
KAYSER, Wolfgang. Análise e interpretação da obra literária. Tradução de Paulo
Quintela. Coimbra: Armenio Amado, Editora, 1985.
LEITE, Ligia Chiappini Moraes. O foco narrativo. São Paulo: Ática, 1994.
LIMA, Luiz Costa (org.). Teoria da literatura em suas fontes: vol. 1. Rio de Janeiro:
Civilização Brasileira, 2002.
__________ (org.). Teoria da literatura em suas fontes: vol. 2. Rio de Janeiro:
Civilização Brasileira, 2002.
LUKÁCS, Georg. Teoria do romance. Tradução de Alfredo Margarido. Lisboa:
Editorial Presença, s/d.
MAGALDI, Sábato. O texto no teatro. São Paulo: Perspectiva, 1989.
MAGALHÃES JUNIOR, R. A arte do conto: sua história, seus gêneros, sua técnica,
seus mestres. Rio de Janeiro: Bloch, 1972.
MARIA, Luzia de. O que é conto. São Paulo: Brasiliense, 1984.
MEDVIÉDEV, Pável Nikoláievitch. O método formal nos estudos literários:
introdução crítica a uma poética sociológica. Tradução de Ekaterina Vólkova
Américo e Sheila Camargo Grillo. São Paulo: Contexto, 2012.
MENDILOW, Adam Abraham. O tempo e o romance. Tradução de Flávio Wolf. Porto
Alegre: Editora Globo, 1972.
MIELIETINSKI, E. M. A poética do mito. Tradução de Paulo Bezerra. Rio de Janeiro:
Forense Universitária, 1987.
MOISÉS, Massaud. Dicionário de termos literários. São Paulo: Cultrix, 2004.
__________. A criação literária: poesia e prosa. São Paulo: Cultrix, 2012.
__________. A análise literária. São Paulo: Cultrix, 2014.
MOTA, Lourenço Dantas; JUNIO, Benjamin Abdala (orgs.). Personae: grandes
personagens da literatura brasileira. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2001.
MUIR, Edwin. A estrutura do romance. Tradução de Maria da Glória Bordini. Porto
Alegre: Editora Globo, s/d.
NUNES, Benedito. O tempo na narrativa. São Paulo: Ática, 1995.
PAES, José Paulo. Gregos & Baianos: ensaios. São Paulo: Brasiliense, 1985.
PAVIS, Patrice. A análise dos espetáculos. Tradução de Sérgio Coelho. São Paulo:
Perspectiva, 2005.
PERRONE-MOISÉS, Leyla. Mutações da Literatura no século XXI. São Paulo:
Companhia das Letras, 2016.
PIGLIA, Ricardo. Formas breves. Tradução de José Marcos Mariani de Macedo. São
Paulo: Companhia das Letras, 2004.
PROPP, Vladimir I. Morfologia do conto maravilhoso. Tradução de Jasna Paravich
Sarhan. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1984.
REIS, Carlos & LOPES, Ana Cristina M. Lopes. Dicionário de teoria da narrativa.
São Paulo: Ática, 2002.
REUTER, Yves. A análise da narrativa: o texto, a ficção e a narração. Tradução de
Mário Pontes. Rio de Janeiro: Difel, 2002.
ROSENFELD, Anatol. O teatro épico. São Paulo: Perspectiva, 1997.
ROUBINE, Jean-Jacques. Introdução às Grandes Teorias do Teatro. Tradução de
André Telles. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.
SEGOLIN, Fernando. Personagem e anti-personagem. São Paulo: Cortez & Moraes,
1978.
SOARES, Angélica. Os gêneros literários. São Paulo: Ática, 2007.
SOUZA, Roberto Acízelo de. Teoria da literatura. São Paulo: Ática, 2007.
STAIGER, Emil. Conceitos fundamentais da poética. Tradução de Celeste Aída
Galeão. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1993.
TODOROV, Tzvetan. As estruturas narrativas. Tradução de Leyla Perrone-Moisés.
São Paulo: Perspectiva, 1970.
__________. Os gêneros do discurso. Tradução de Elisa Angotti Kossovitch. São
Paulo: Martins Fontes, 1980.
__________. Introdução à literatura fantástica. Tradução de Maria Clara Correa
Castello. São Paulo: Perspectiva, 1992.
__________. Poética da prosa. Tradução de Claudia Berliner. São Paulo: Martins
Fontes, 2003.
__________ (org.). Teoria da literatura: textos dos formalistas russos. Tradução de
Roberto Leal Ferreira. São Paulo: Editora da Unesp, 2013.
TOLEDO, Dionísio de Oliveira (org.). Teoria da literatura: formalistas russos.
Tradução de Ana Mariza Ribeiro et al. Porto Alegre: Editora Globo, 1971.
UBERSFELD, Anne. Para ler o teatro. Tradução de José Simões. São Paulo:
Perspectiva, 2010.
WELLEK, René; WARREN, Austin. Teoria da literatura e metodologia dos estudos
literários. Tradução de Luís Carlos Borges. São Paulo: Martins Fontes, 2003.