Você está na página 1de 32

APOSTILA –

TREINAMENTO DE
FUNCIONÁRIOS.
DEFINIÇÃO – LIMPEZA.

A Limpeza é uma técnica usada no processo de remoção de sujidades, mediante a


aplicação de agentes químicos, mecânicas ou térmicos, num determinado período de
tempo. Consiste-se na limpeza com produtos químicos que foi elaborado para limpeza no
nosso caso muito utilizada para limpar os pisos rústicos com sujeiras dos mais diversos
tipos crostas de lama, encardido respingos de concreto e ferrugem.

PEDREX OU LIMPA PEDRA:

Modo de usar Antes de usar teste numa pequena área.

Dilua em um balde plástico 1 parte de pedrex limpas pedras para 3 partes de água
(em ardósias utilizar na proporção de 1 parte de pedrex limpa pedra para 5 partes de
água).

Molhe com água a superfície a ser limpa, aplique a solução e deixe agir por alguns
minutos. Esfregue um pouco e em seguida, enxágue com água em abundância. Não
deixe o produto secar sobre o piso.

Manutenção: repita a operação acima, aplicando na proporção de 1 parte de pedrex limpa


pedra para 5 partes de água
ATENÇÃO: Não utilizar em azulejos, mármores, porcelanatos em geral e pisos
vitrificados. Não misturar com outros produtos químicos, principalmente produtos
clorados. De todas as superfícies fixas (verticais e horizontais) e equipamentos
permanentes, das diversas áreas do recinto.

CUIDADO EM CASO DE INGESTÃO.

Causa irritação na boca e na garganta Olhos Causa irritação, e pode causar lesão da
córnea, caso não se proceda aos primeiros socorros. Pele Provoca irritação na pele em
contato prolongado. Inalação Pode causar irritação na garganta, nariz e pulmões. Perigos
Físico/ Químico Não aplicável. Perigo específico Não aplicável.

PRODUTOS DE LIMPEZA- DETERGENTE ARGUS

DETERGENTE NEUTRO ARGUS é um detergente neutro especialmente


formulado para a remoção de sujeira e gordura. Indicado na limpeza de qualquer tipo de
superfície lavável, utensílios de cozinha em geral, pisos plásticos, látex e máquinas
colheitadeiras de algodão.

VANTAGENS E BENEFÍCIOS

Especialmente indicado para lavar louças, utensílios domésticos e para limpeza em geral;
Sua fórmula balanceada proporciona poder de desengordurar; Podendo ser utilizado em
área hospitalar; Produto biodegradável; É um detergente concentrado e por isso, além de
eficiente, rende muito mais.

MODO DE USAR

Limpeza Doméstica: Utilize uma solução de 10% (ou seja, dilua 1 litro
de ARGUS em 10 litros de água). Limpeza Pesada: Utilize uma solução de 20% (ou seja,
dilua 2 litros de ARGUS em 10 litros de água). Aplique a solução sobre uma esponja
umedecida ou diretamente sobre a superfície a ser limpa e esfregue até que os resíduos
sejam removidos. Em seguida, enxágue com água em abundância.

ÁLCOOL

É um bom desinfetante onde deve ser usado? São indicados para a limpeza de
vidros, espelhos e metais. Lembre-se que a característica desinfetante é garantida
apenas quando o produto tiver concentração entre 68% e 72%. -- Principais erros na
limpeza: Usar o composto na desinfecção de grandes áreas. O problema é o tempo de
evaporação da substância (10 segundos), não sendo possível higienizar tudo de uma vez.

ÁGUA SANITÁRIA

Desinfetante e alvejante (mistura de hipoclorito de sódio (cloro) e água – na


proporção de 2% a 2,5% de cloro). Onde deve ser usado? O material elimina bactérias e
ser mostra eficiente na limpeza d’água, pisos, azulejos e vasos de planta.

DESINFETANTE AZULIM.
Indicado para a limpeza de sujidades, gordurosas, incrustações, fuligem, poeira
e marcas de dedos; pode ser aplicado em fórmicas, plásticos, esmaltados e metais,
elaborado para limpeza de superfícies laváveis de cozinhas, banheiros, pisos, azulejos e
demais superfícies laváveis.

Equipamento de proteção:

Luvas, óculos, avental impermeável e botas de borracha.

Cuidado!

É perigosa sua ingestão, evite a inalação e o contato com o produto, em caso


de contato com os olhos, lave imediatamente com água em abundância, em caso de
contato com a pele, lave imediatamente com água em abundância, em caso de ingestão,
não provoque vômito e consulte imediatamente o Centro de Intoxicações ou o médico
levando o rótulo do produto, evite o contato prolongado com a pele. Depois de utilizar este
produto, lave e seque as mãos e não misturar com outros produtos químicos.

CERA AUTO BRILHO START.

Se houver possibilidade de grandes exposições, utilizar óculos de segurança: O


contato do produto com os olhos ou mucosas pode causar irritação, utilize luvas e botas e
calçados borracha e avental de PVC para evitar contato prolongado com a pele; lavar as
mãos com água após o manuseio.
POLIX K

Utilizar equipamentos de proteção individual (EPI) para evitar o contato direto


com o produto, protetor facial ou óculos de proteção química devem ser utilizados; luvas
protetoras de borracha ou outro material resistente também devem ser utilizados. Utilize
ainda roupas adequadas e calçados de segurança; e um detergente ácido utilizado
em ambiente industrial indicado para pisos não vitrificados e pedras, para uso especial
para limpeza de ar condicionado incrustações em vidro, aço inoxidável.

PASTA MULTIUSO CRISTAL


CONHECIDA COMO PASTA JOIA.

Utilizado na limpeza em geral, principalmente em mármores, pisos e


azulejos com ação desengraxante e de polimento.

LUSTRA METAIS BRASSO

O produto para limpeza de metais, Brasso, é muito eficaz para limpar itens de
aço inox, cromo, latão, cobre, estanho, bronze e alumínio. Ele é formulado para não
arranhar ou danificar os metais finos, como afirma o site da Reckitt Benckiser. É fácil usá-
lo para restaurar o brilho e esplendor das peças preciosas em sua casa.
SABÃO EM PÓ.

Detergente alcalino em pó; Onde deve ser usado? Apenas na lavagem de


tecidos, principais erros na limpeza: Misturar o produto com água sanitária é perigoso, já
que uma fumaça tóxica pode ser formada. O sabão em pó é também muito usado para
lavar pisos, mas a escolha é ruim, pois a material causa corrosão nos revestimentos.

TREINAMENTO - CONSERVADORAS DE PISOS (ENCERADEIRAS)

Para o correto funcionamento dos equipamentos e para que você possa obter o
desempenho máximo que cada um deles pode oferecer, é necessário o seguinte cuidado:

Lembre-se, você tem nas mãos uma máquina elétrica de elevada potência,
Conheça bem seu equipamento, antes de usá-lo pela primeira vez,
Nunca utilize o equipamento se não estiver devidamente montado,
Verifique se a voltagem, a instalação e a frequência elétrica estão corretas e em perfeitas
condições para o uso adequado do equipamento antes de conectá-lo na fonte de energia,

Sempre que necessário providenciar a troca dos acessórios, fazer reparos ou nos
encerramentos dos trabalhos, retire o plugue da tomada puxando por ele mesmo e não
pelo fio.

CUIDADO!

Não jogue água sobre o equipamento, pode ocorrer choque elétrico e danos ao
motor, Procure manter secas todas as conexões elétricas e não as deixe em contato com
o piso, nunca toque no plugue com as mãos molhadas, nunca use o fio com emendas e
fora dos padrões de segurança, Utilize o equipamento sempre com calçados de borracha
para evitar descargas elétricas e escorregões. Por se tratar de equipamento elétrico, eles
produzem faíscas e podem provocar combustão em materiais inflamáveis, portanto não
use o equipamento perto de gasolina, solventes, thinner, e outros. Devido à potência do
motor, mantenha mãos, pés e partes móveis afastados da base do equipamento quando
ele estiver ligado, Não utilize equipamento como apoio, Trabalhe com o cabo elétrico
totalmente desenrolado, Nunca suba no equipamento, principalmente quando estiver
ligado, Nunca puxe o equipamento pelo cabo elétrico, procure mantê-lo afastado do disco
das rodas e dos suportes de disco,
Toda a manutenção técnica, conserto e reposição de peças deverão ser realizadas por
Assistências Técnicas.

ACESSÓRIO CONHEÇA ALGUNS ITENS QUE APERFEIÇOAM O FUNCIONAMENTO


DE SEU CONSERVADOR:

Escovas de cerda e nylom de aço sysal e tynex em todos os diâmetros, suporte


em velcro estalok 3m para fixação dos discos de todos os fabricantes; Bonnets para
limpeza de carpetes importados e nacionais Observação: Não deve ser usado Bonnet nos
modelos GL300, GL350, C1, C2, e Escada para lavagem de carpetes.
Flanges em alumínios para fixação das escovas no suportes de conservadoras e
enceradeira de todas as marca.

Esta maquina permite a utilização de diversos equipamentos como discos para diversas
atividades.

Lavagem, Remoção, Brilho, Alto brilho.

MANUSEIO DA CONSERVADORA DE PISO.

Para o correto funcionamento dos equipamentos e para que você possa o


desempenho máximo que cada um deles pode oferecer, com obter segurança além de
evitar manutenções desnecessárias, deverá seguir as orientações de manuseio abaixo.

Mantenha o equipamento desligado deite-o. Coloque a escova para fixação de


discos de acordo com o serviço a ser executado, ele ficará firme e pronto para uso.
Solte o pedal de regulagem e enrole o cabo na altura da cintura do operador
para um melhor conforto de uso do equipamento, aperte o pedal de regulagem para
deixar o cabo travado.

Ligue o plug na tomada, segure o equipamento levemente pelo cabo mantendo


o equilíbrio, para que possa rodar no mesmo local. Não coloque os dedos entre a
manopla e a alavanca de acionamento, para evitar o não desligamento da máquina.

Com o cabo elétrico apoiado sobre um dos ombros, aperte a alavanca de


ligação acoplada na manopla. A escova ou o suporte com disco ameaçara a rodar.

Não há necessidade de se fazer força. Com movimentos leves levante


suavemente o cabo e repare que o abaixando, a máquina deslizará para esquerda e
levantando deslizará naturalmente para direita.

Caso o operador perca o controle do equipamento basta solta a alavanca para


desligar.
Após o termino do trabalho, desligue o plug da tomada, levante o cabo e abaixe
o equipamento, retirando a escova ou o suporte. (Para remover com um leve toque da
esquerda para a direita, a escova ou suporte de disco se desprenderá da máquina.)
Limpe o equipamento com um pano levemente umedecido com água e enrole o fio no
cabo limpando o mesmo.

**** CUIDADO! ****

Nunca guarde a Conservadora de Pisos com as escovas ou acessórios embaixo


do equipamento, pois o peso da máquina irá danificá-los.

Treinamento com Lavadora de Alta Pressão


Preparação para funcionamento.

Fazer a ligação de água conecte a mangueira de sucção na máquina e no terminal de


saída de água.
Seccionando de um reservatório aberto.

Fazer a ligação elétrica.

Verifique se a tensão da rede corresponde à tensão indicada na placa da máquina.


Conecte o plug da máquina à tomada da rede elétrica, desligando o interruptor caso
esteja ligado.
Os cabos devem estar totalmente estendidos para uso.
Cabos de ligação danificados devem ser substituídos somente por pessoa qualificada e
autorizadas;
Ligue a máquina somente em sistemas com um correto aterramento;
Todos os componentes elétricos na área de trabalho devem estar protegidos contra
respingos;
Nunca toque no plug da máquina com as mãos úmidas;
Nunca seccione água de um reservatório de água potável, para que não haja o risco de
contaminação do mesmo.
Nunca seccione produtos como solventes derivados de petróleo, óleos e água suja. Além
de danificar seu equipamento podem gerar misturas explosivas.

Instalar a máquina:

A sua lavadora deve trabalhar somente sobre uma superfície rígida.


Utilize sua lavadora para limpeza de máquinas, veículos, edifícios, fachadas, terraços,
ferramentas e etc.;
Para lavagem de ferramentas de jardinagem, recomenda-se utilização somente do jato de
alta pressão, sem o auxílio de detergentes (proteção ambiental);
Alertamos também que a lavagem de motores e máquinas gera o despejo de óleos
podendo causar poluição;
A utilização em locais equipados com separadores de óleo contribui para a proteção
ambiental;
Nunca direcione o jato de água a pessoas ou partes elétricas;
Nunca pulverize animais com o jato de alta pressão ou com vazão elevada;
Nunca utilize jatos de alta pressão na lavagem de pneumáticos e suas válvulas a uma
distância inferior a 30 cm; a alta pressão pode danificá-los, tornando seu uso perigoso;
Lavadoras de alta pressão não devem ser operadas por crianças.

Método de limpeza:

1ª etapa:
Dissolver a sujeira Pulverize o produto de limpeza, deixando-a agir por um período de 1 a
5 min.
2ª etapa:
Lavar a superfície
Lave a superfície com o jato de alta pressão.
Após o trabalho com detergente, mantenha a máquina funcionando por aprox. 1 min. com
a pistola aberta e água pura.

DESLIGAR A MÁQUINA:

Desligue a máquina através do interruptor liga/desliga e retire o plug da tomada da


rede elétrica.
Acione o gatilho da pistola até despressurizar completamente a máquina.
Trave a pistola para evitar uma operação inadvertida.

Conservação e manutenção.

Antes de qualquer trabalho de manutenção, desconecte o plug de ligação da


tomada da rede elétrica.
Em caso de danos no cabo elétrico, sua substituição deve ser efetuada somente por um
técnico autorizado.
Nunca puxe a máquina pelo cabo elétrico.

ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES DE UM PORTEIRO.

ATRIBUIÇÕES DO PORTEIRO.

Aquele que executa os serviços de portaria é responsável pela segurança além de


observar e coordenar a ambiência do prédio deve seguir as seguintes atribuições:
Interfonar sempre anunciando as pessoas que procuram os moradores e solicitar a
permissão de entrada; abrir a garagem quando necessário.

Todas as noites ligar e desligar as luzes de iluminação externa;


Manter sobre severa vigilância as áreas externas e a garagem;
Distribuir a correspondência logo após a entrega pelo carteiro aos moradores;
Vetar a entrada de pessoas estranhas sem autorização;
Vetar a entrada de vendedores, demonstradores, entregadores, etc. sem autorização dos
moradores;
Não permitir agrupamento de pessoas em frente ao prédio;
Sempre protocolar a saída de equipamentos para manutenção, exigindo assinatura do
responsável;
Registrar todas as ocorrências no livro da portaria;
Orientar o estacionamento de veículos conforme a indicação para visitante, taxista,
entregadores, etc.;

Permanecer na portaria, uniformizado, sem se ausentar da mesma, ser atencioso com os


moradores atendendo as suas solicitações;
Vistoriar o edifício;
Manter na portaria uma relação dos nomes dos moradores;
Conhecer a exata localização dos equipamentos do condomínio; bombas, elevadores,
relógios, disjuntores, etc.;
Proibir brincadeiras das crianças em áreas do prédio não reservada para este fim, tais
como: escadas, elevadores, corredores, etc.;
Receber todas as reclamações dos moradores do edifício, transmitindo imediatamente ao
sindico ou a administradora;
Somente permitir a entrada e saída de carga e descarga de mudanças para o prédio pelo
elevador de serviço;
Informar ao sindico, se tiver certeza, sobre os apartamentos que fazem coisas indevidas,
no prédio.
Interditar o elevador que apresentar falhas,
Enviar a ficha mensal de controle de conservação dos equipamentos: as bombas,
elevadores, jardins, etc.;
Orientar o esvaziamento do prédio em caso de emergência, e chamar o bombeiro, o

SAMU, a polícia, etc.;

O PERFIL — PORTEIRO.

O porteiro de edifício é responsável pela segurança do condomínio, como também pelas


atividades de recepção e cuidados com o ambiente do prédio e os equipamentos.
Ele deve estar sempre atento á movimentação dos moradores, visitantes, funcionários, e
demais prestadores de serviços.
Ao exercer seu trabalho o porteiro deve apresentar o seguinte perfil:

SER ÉTICO.

Desenvolver as suas atribuições com responsabilidade, pontualidade, descrição,


honestidade, determinação, iniciativa e bom-senso;
Manter relacionamento interpessoal com respeito, paciência, credibilidade, bom-humor,
boas maneiras, lealdade, seriedade e credibilidade;
Respeitar as normas do condomínio,
Fazer distinção entre o profissional e o que é pessoal;
Buscar melhoria profissional e pessoal;
Organizar o trabalho;
Saber se comunicar, ouvindo e fazendo adequadamente;
Saber se relacionar bem com os moradores,

TER CONHECIMENTOS.
Conhecer todas as instruções da área comum do condomínio,
Aplicar as normas gerais de funcionamento e de segurança,
Ter domínio no manejo dos equipamentos,

Observações.

Saber cuidar de sua aparência física e emocional;


Ser assíduo e pontual ao trabalho;
Não cochilar durante o seu horário de serviço;
Ter o cuidado quando for Interfonar para não cair em outro apartamento, assim também
com as correspondências;
Estar sempre presente na guarita no seu horário de serviço, no caso de extrema
necessidade deixar uma pessoa de responsabilidade na portaria e informar para onde foi
e quanto tempo vai demorar.
Avisar a empresa em primeiro lugar sobre qualquer problema que ocorra, salvo se
orientado pelo sindico a ter outro procedimento;
Respeitar as determinações da empresa administradora,
Atender os condôminos com educação;
Ser prestativo com os moradores do prédio;
Ser educado e atencioso ao falar no interfone;
Procurar conhecer os moradores e tratá-los com respeito;
Atender bem os colegas de trabalho,
Evitar confronto com quaisquer pessoas sobre tudo com os dos condomínios;
Evitar comentários sobre á vida dos moradores.

ROTINAS DE PREVENÇÃO DO PORTEIRO.

Fazer uma ronda no prédio, verificando, principalmente, se todas as portas e


portões estão fechados
Evitar situações que impliquem em permanência do lado de fora do prédio ou em
deixar portas e portões abertos; Não conversar com estranhos, em hipótese
alguma, nem fornecer informações sobre o condomínio e os moradores; Não se
impressionar com a boa aparência ou suposta autoridade;
Observar bem as pessoas, ficar atento com objetos estranhos portados por
desconhecidos;
Suspeitar de pessoas uniformizadas ou que se apresentem como policiais em
carros particulares. Não abra a porta sem autorização, exija mandato judicial,
consulte a administradora.

COMO PROCEDER EM CASO DE ASSALTO.


DURANTE O ASSALTO.

Não reagir em hipótese alguma e procurar ficar calmo,


Procurar ganhar tempo,
Nunca olhar diretamente aos olhos do bandido,
Observar com muito cuidado o que se passa em sua volta,
Prestar atenção na direção que os bandidos tomaram.

APÓS O ASSALTO:

Providenciar socorro ás vítimas imediatamente,


Chamar a polícia,
Preservar o local do crime,
Não mexer em nada até que a polícia técnica libere o local,
Pense em possíveis testemunhas,
Com a chegada da polícia colabore com o trabalho dela.

DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA:

A instalação de dispositivos de segurança se faz necessária, pois se trata de uma


medida importante para evitar casos de invasões;
Alarmes, sensores, circuitos de TV e outros;
Tipos de alarmes;
Alarmes sonoros;
Alarmes eletrônicos estão ligados as centrais eletrônicas que acionam agentes de
segurança;
Alarmes luminosos são bem visualizados quando acionados;

PORTARIA:

A porta principal do condomínio, geralmente possui guarita ou vestíbulo. Na


portaria encontram-se: A central de interfone; telefone; local de acondicionar
documentos e correspondências dos condôminos, circuito interno de TV,
equipamentos para acomodação do porteiro, onde desempenha a função de
recepcionista e vigilante.

Para esse profissional, a portaria é, certamente, um dos assuntos mais


importantes. E por isso merece uma atenção especial. A portaria de todo
condomínio deve ser constantemente vigiada e requer alguns cuidados especiais
para se evitar a entrada de pessoas estranhas em suas dependências.
As portarias podem ser classificadas em abertas ou fechadas.
Portarias abertas: São aquelas que têm acesso direto ao edifício e que
apresentam apenas a entrada da rua.
Portarias fechadas: Possuem mais de um portão para o acesso ao condomínio
e, neste caso, há uma comunicação (na maioria das vezes por meio de interfone)
entre o visitante e o porteiro.
Sem duvida, as portarias fechadas são mais seguras e, por esta razão, é
recomendável que os condôminos tenham preferência por este tipo de portaria.
Desta forma, fica mais fácil o porteiro identificar o visitante antes que ele possa
entrar no prédio, isto dificulta a acesso de pessoas suspeitas.

Há dois sistemas de acessibilidade ao prédio na portaria:

O sistema convencional em que o porteiro ou mesmo o morador abre o portão


de entrada do prédio, utilizando uma chave.
O sistema eletrônico que é realizado por acionamento eletrônico, não utilizando
chaves. Este sistema é caracterizado por portarias fechadas onde o porteiro se
comunica por meio do interfone, evitando, desta forma, o contato direto com a
outra pessoa, o que certamente evita que se crie uma condição favorável para
que ocorra um ato violento.

Ao fazer o uso do telefone/interfone, o porteiro deve:

Responder prontamente ao chamado do telefone;


Atender, falar com simpatia e educadamente;
Falar com clareza, naturalmente (usando um tom de voz suave),
Estar bem identificado,
Se demorar em dar a informação, avisar sobre o motivo da demora;
Demonstrar o desejo de ajudar o cliente;

RESPONSABILIZAR-SE POR OBJETOS E


CORRESPONDÊNCIAS:

Receber e acondicioná-los adequadamente


Entregar ao destinatário com rapidez e segurança
Entregar em tempo hábil, no mesmo dia da entrega do carteiro,
principalmente com telegramas e documentos urgentes;
Recusar assinar na lista do carteiro, caso haja suspeita de violação
ou qualquer coisa que facilite a retirada do seu conteúdo;
O destinatário só pode recusar o recebimento do objeto quando ele
ainda estiver lacrado;
O porteiro deve solicitar ao responsável pelo condomínio a existência
de um livro protocolo para que os objetos e correspondências sejam
devidamente protocolados;
A correspondência que necessitar de recibo deve ser entregue no
apartamento mediante a assinatura de um adulto no livro próprio
(protocolo).
Quando não for possível entregar o objeto ao destinatário, o porteiro
deverá, neste caso, anotar no lado superior esquerdo do verso, qual
o motivo da não entrega: recusado pelo destinatário, destinatário
desconhecido, destinatário mudou-se;
A correspondência não pode ser aberta de forma alguma por
ninguém, só pelo destinatário. A abertura de correspondência alheia
é crime previsto na lei.

CONTROLE DE ENTRADA E SAIDA DE PESSOAS.

O porteiro tem a finalidade de regular e controlar essa circulação,


através da identificação das pessoas, e dos objetos que entram e
saem do prédio.
O controle deve ser feito de duas maneiras
1ª Através da identificação visual, ou seja, com a utilização do crachá em local
visível na altura do tórax com o nome da empresa do funcionário.
2ª Diretamente ao interessado: Com o pedido de documentação pessoal:
(carteira dos conselhos regionais das profissões, carteira de motorista, RG, CPF,
etc.)
Entrar em contato com os condôminos para autorizar a entrada
Anotar os dados dos visitantes
Indicar ou conduzir o visitante ao local
As entradas na portaria de um condômino, segundo Mario Lucio de Freitas, são
classificadas da seguinte forma:
Entrada preestabelecida – neste tipo de entrada o morador avisa com
antecedência a chegada e o motivo da sua visita.
Entrada direta – o visitante entra em contato direto com o porteiro ou com o
morador através do porteiro eletrônico.
Entrada indireta – ocorre em portarias compostas de dois ambientes, onde um
corresponde a uma sala de espera (isolada da portaria, em que o visitante
aguarda o encontro direto com o condômino) e o outro ambiente é a portaria
propriamente dita.
Entrada com registro – todo visitante deve ter a sua entrada registrada em um
livro especifico para este fim.
Manter portas e portões devidamente fechados
Controlar o abrir e o fechar das portas e portões
Identificar e Controlar a entrada e saída de: Condôminos; visitantes, prestadores
de serviços; representantes dos correios etc.

CONTROLE DE ENTRADA E SAIDA DE MATERIAL.

Quando o material for deixado na portaria, desde que autorizado pelo condômino,
o porteiro deve proceder às seguintes instruções:
Pedir documento de identificação com foto,
Entrar em contato com os responsáveis pelo material,
Solicitar a nota fiscal do material,
Datar e assinar o canhoto da nota,
Todo o procedimento deve ser registrado em um livro de controle de entrada e
saída de pessoas no prédio.

EPI – Equipamento de Proteção Individual.

É um equipamento de uso pessoal destinado a preservar a saúde e integridade


física do colaborador no exercício de suas atividades.
Objetivo:
Neutralizar ou eliminar o risco de acidentes de trabalho, bem como a ação de
agentes agressivos à saúde e à integridade física do trabalhador.

OBRIGATORIEDADE:

A empresa é obrigada:
Fornecer aos empregados, gratuitamente, EPI adequado ao risco;
Em perfeito estado de conservação e funcionamento;

EPI’S:

Óculos de Proteção (contra impacto)


Indicado para atividades que exijam a proteção contra riscos de impacto nos
olhos.
Mascara para proteção respiratória. Trabalho em forro e serviços subterrâneos
em atividades que exijam proteção respiratória contra poeira

EPI – Equipamento de Proteção Individual.

Os pés são protegidos por diferentes calçados de uso profissional que


são conhecidos como calçados de segurança, botas de segurança, botinas de
segurança e tênis de segurança. Já as pernas do trabalhador são protegidas por
perneiras de segurança.
Protetor Solar FPS 40:
Protege a pele dos efeitos nocivos das radiações UVA – UVB. Indicado para
trabalhadores que executam atividades a céu aberto.
Capa de Chuva
Indicado para proteção em dias de chuva ou garoa.
Protetor auricular: para proteção da audição do colaborador.

Noções de Primeiros Socorros.


Conceito:

É o atendimento IMEDIATO e PROVISÓRIO que uma pessoa LEIGA


treinada presta a um acidentado ou portador de mal súbito, antes da
chegada do profissional de saúde.

Observação Omissão de Socorro é um dos crimes previstos no Código


Penal brasileiro, em seu art. 135. É o exemplo clássico do crime omissivo.
Deixar de prestar socorro a quem não tenha condições de socorrer a si
próprio ou comunicar o evento a autoridade pública que o possa fazê-lo,
quando possível, é crime.
Para presta primeiro socorro, o simples de comunicar um acedente
ocorrido à autoridade competente como corpo de bombeiro ou SAMU, já
considerado como socorro.
“Cuidado”, para fazer procedimento de primeiros socorros é necessário
conhecimento especifico se você não dominar procedimentos técnicos de
primeiros socorros não colocar a mão, pois pode se complicar também com
a justiça por imperícia, pois você pode acaba matando a vitima e ser
processado por Homicídio culposo ou homicídio involuntário ocorre quando uma
pessoa mata outra, mas sem que tivesse esta intenção, nem aceitando os riscos que
levem à morte da outra; pode ser por negligência, imperícia ou imprudência.

Qualidades de um bom Socorrista:

Capacidade de improvisação;
Compromisso com a Vida;
Bom senso;
Reconhecer seus limites;
Saber o que fazer, e o que não fazer;
Paciência e calma;
Determinação.
Obs.: Seria muito bom ter todas essas qualidades ao mesmo tempo,
sabemos que é difícil, mas para começar é indispensável o compromisso
com a VIDA, o restante pode ser adquirido e aprimorado com o tempo...
Principio de Ouro

A chegada até o local onde a vitima está é primordial, pois quanto menor o
tempo para o socorro, maiores são as chances de sobrevida, portanto, não
demore em socorrer uma vida que necessita da sua ajuda!
Depois de chegar, avalie a cena do acidente e verifique se o local é seguro,
para que você possa prestar o primeiro atendimento.
Lembre-se, sua vida e segurança estão em primeiro lugar!

Apoio especializado

No local do acidente, para que a vitima possa ser atendida com maiores
cuidados por profissionais especializados, você precisa identificar
primeiramente:
1- Qual o apoio especializado que irá solicitar (ex: Bombeiro, SAMU,
etc.);
2- Local onde a vítima(s) será atendido (a);
3- Número de vítimas no local;
4- Condição de saúde da(s) vítima(s) que está no local;
5- Riscos envolvidos na cena do acidente.

Apoio Especializado.

Como solicitar?

Lembre-se que você deverá manter a calma para conseguir identificar as


necessidades de apoio especializado, pois maiores serão as chances de
sobrevida da vítima.
Hoje contamos com alguns serviços móveis disponíveis 24 horas, são eles:
SAMU (Serviço de atendimento Móvel de Urgência) – 192;
Resgate do Corpo de Bombeiros – 193,
Polícia Militar do Estado de DF – 190,
192 193 190

Todos os serviços prestam atendimento 24 horas por dia!

 O SAMU presta assistência para qualquer tipo de acidente, pois


possui uma equipe treinada para todo tipo de atendimento e
orientada a solicitar apoio nos casos mais graves e que necessite de
apoio médico especializado.
 O Corpo de Bombeiros além do atendimento de salvamentos em
incêndios, enchentes, a companhia conta com uma equipe de
socorro á todo tipo de vítima e também quando solicitado apoio
aéreo, serviço de atendimento médico através helicóptero águia.
Equipe especializada em remoção de vítimas presas em ferragens e
locais de difícil acesso.
 Já a Policia Militar está disponível para atendimento nos locais onde
não temos serviços de atendimento a urgências e emergências
médicas

Apoio Especializado.

Como solicitar?
Lembre-se que você deverá manter a calma para conseguir identificar as
necessidades de apoio especializado, pois maiores serão as chances de
sobrevida da vítima.
Informações necessárias quando solicitar apoio especializado:

1- Local onde você está;


2- Número de vítimas;
3- Tipo de acidente ou cena do acidente;
4-Tipos de lesões identificadas nas vítimas;
5- Se há vítimas fatais no local;

Desmaio:

O desmaio pode acontecer em qualquer tipo de pessoa, causado ou não por


doenças ou acidentes.
Os desmaios podem ser situações de emergências ou não, mas
independentemente de sua causa, vejamos alguns fatores que podem causar os
desmaios.
1 - Nível de estresse alto
2 - Baixa ou taxa de açúcar no sangue;
3 - Falta de ar;
4 - Jejum por tempo prolongados
5 - Traumas e quedas;
6- Problemas cardíacos.
7 - Pressão alta ou baixa,

Desmaios:
Medidas de socorro:
1- Colocar a vítima deitada e em local arejado;
2 - Verificar se tem alguma coisa impedindo a passagem de ar, ou
dificultando a passagem do ar (roupas muito apertadas, objetos na boca,
vômito, secreção), coloque sua cabeça de lado,
3 - Chame por socorro imediatamente.

Convulsões:
É a contração involuntária dos músculos com movimentos repetitivos
sincronizados ou não, associado a perda de consciência da vítima.
Sinais:

1-Aumento de quantidade de saliva na boca;


2- Perda de consciência;
3- Olhar fixo;
4- Liberação de urina involuntária;
5- Tremores nos membros associados ou não;

Medidas de socorro:

1 - Manter a vítima deitada evitando quedas;

2 - Nunca colocar a mão dentro da boca;

3 - Deixa-la com a cabeça virada para o lado, para evitar que ela se engasgue com a
saliva;

4 - Proteger a vítima com leve contensão para que a mesma não se machuque, ou cause
maiores lesões afastando objetos;

5 - Deixe a vítima em local arejado;

6 - Solicite ajuda médica urgente.

Emergências Cardiorrespiratórias:
As causas de emergências cardiorrespiratórias são variadas, mas a sequência do socorro
permanece a mesma com a avaliação inicial da vítima.

1-a vítima;
2 - Verifique se há sinais de pulso;
3 - Ajoelhe-se ao lado da vítima e chame-a para verificar se está ou não consciente;
4 - Mantenha as pessoas afastadas.
5 - Caso não haja nenhum sinal de consciência e resposta da vítima e ausência de
respiração, inicie a massagem cardíaca;
6 - Coloque suas mãos entrelaçadas no peito da vítima próximo ao osso esterno, (o que
fica bem no centro do tórax);
7 - Faça compressão do tórax para abaixo e mantenha até a chegada da equipe de apoio
especializado.

Emergências Cardiorrespiratórias:
MANOBRAS DE RESSUSCITAÇÃO:

UM SOCORRISTA: 02 respirações artificiais e 15


compressões cardíacas.
DOIS SOCORRISTAS: 01 respirações artificial e 05

compressões cardíacas.

Remoção e Resgate de Vítimas


 Como regra básica, não se deve mover uma vítima do local do acidente até
que todo o processo de remoção tenha sido devidamente organizado. No
entanto a remoção deverá ser feita se:
 Houver perigo de incêndio;
 Houver materiais perigosos ou explosivos;
 O local de o acidente oferecer perigo à vítima ou ao socorrista;
 A ambulância não puder chegar ao local.

Dados Bibliográficos:

Ministério do Trabalho e Emprego


Legislação Trabalhista e Previdenciária Relativa à Segurança do
Trabalho
Portaria 3.214 de 08 de junho de 1978 do Ministério do Trabalho e
Emprego
Normas Regulamentadoras

Elaboração/Instrutor
Técnico em segurança do trabalho.
José Maria De Jesus

Interesses relacionados