Você está na página 1de 4

Ediçao de Agosto de 2010

Campanha Salarial 2010


Pauta Aprovada!
Categoria aprova a pauta de reivindicação em assembléia segue os pontos:

1 - Reajuste Salarial - 12% (Doze por cento), referente ao INPC IBGE, Produtividade e
Ganho Real.
2 - Piso Salarial - 15% (quinze por cento).
3 - Cesta Básica - Cesta básica ou vale-refeição para todos os trabalhadores (as).
4 - Assistência Medica e Odontológica - Para todos os Trabalhadores (as) e dependentes
legais, sem ônus para os mesmos.
5 - Auxilio Educação - Ajuda para compra de material escolar, correspondente a 20%
(vinte por cento), do piso da categoria em vigor.
6 - Garantia de todas as conquistas anteriores.

A Pauta já foi entregue ao sindicato patronal e estamos esperando a marcação da


reunião para iniciarmos as negociações!

Não Fique só, Fique Sócio!


Assessorias: Jurídica e Contábil
Convênios:
AGOSTO DE 2010

Os Trabalhadores tem Lado!


Por: Faustão
Companheiros (as), hoje todos nós estamos sendo
chamados a contribuir no debate das eleições
gerais do Brasil. Trata-se na verdade, de discutir o
futuro deste país, ou seja, do futuro da classe
trabalhadora brasileira e porque não dizer também
do futuro da América Latina. Nós temos a
autoridade política em afirmar que as mudanças
que aconteceram no último período na América
Latina, foram sim, transformações políticas de que em muitas questões importantes
uma importância extraordinária para os povos não conseguimos avançar, mas que no
desse continente. E os trabalhadores (as) próximo governo , que vai ser da
brasileiros tiveram um papel imensurável na companheira Dilma, vamos construir as
solidariedade de classe com os nossos irmãos condições necessárias para exigir que
latinos. Isso mostra que não há saída para a classe atenda as reivindicações históricas dos
trabalhadora dentro do sistema capitalista, pois é trabalhadores(as) deste país. Não
um sistema que Produz desigualdades entre as podemos vacilar neste momento,
pessoas. sabemos o que está em jogo. por isso
que vamos defender esse projeto, nas
Por isso nós companheiros (as), temos a ruas, nas Fábricas, nas escolas e nas
responsabilidade de não deixar a direita voltar a comunidades, temos que fazer o
dirigir o nosso país, sob pena, de enfrentarmos o combate com muita firmeza para garantir
retorno do retrocesso. Temos clareza suficiente a vitória da classe trabalhadora.

Senado aprova licença-maternidade


obrigatória de seis meses
O Senado Federal aprovou em agosto, em segundo turno, a
obrigatoriedade da concessão de licença-maternidade de seis
meses, inclusive na iniciativa privada. A proposta segue agora
para a Câmara, onde precisa ser aprovada em dois turnos com
308 votos. Se o texto não for modificado na Câmara, seguirá
para promulgação. Se sofrer alteração, o projeto volta ao
Senado para nova votação.
Atualmente, a licença-maternidade de seis meses é obrigatória
no serviço público e opcional na iniciativa privada.
As empresas que desejam estender de quatro para seis meses o período de licença de suas
funcionárias podem aderir a um programa de incentivos fiscais.
José Expedito Cabral da Silva Silvio de Melo Lira
SINDICATO DOS
José Ferraz de Oliveira Junior Severino Amaro do Nascimento
TRABALHADORES DAS
José Marcos de Souza Severino Emilio Santana
Expediente: INDUSTRIAS QUÍMICAS DO
José Severino da Silva Vandré Jerônimo da Silva
ESTADO DE PERNAMBUCO
AGOSTO DE 2010 João Paulo Ananias da Silva Wendeu de Souza Lemos
Marlene Felix da Silva
Rua Bulhões Marques, 19
DIRETORIA COLEGIADA Marcio Morais da Silva
Sala 203 e 204,
Arlindo Belo da Silva Marcos Antonio da Silva
Boa Vista, Recife-PE.
Dalton França da Silveira Marcelo Alexandre da Silva
Fax: (81) 3421.6098
Dedrano Paes Barreto Nivaldo Jose da Silveira
Correio eletrônico:
Elias Soares da Silva Paulo de Souza Bezerra
Conselho Editorial do sindiquimica_pe@yahoo.com.br
Eronildo Cassiano da Silva Rosivaldo Rodrigues Pereira
Jornal Sindiquímica: Twitter: sindiquimicape
Gicélio da Silva Ricardo Morais Ferreira
Paulo Souza e João Paulo www.sindiquimica_pe.org.br
AGOSTO DE 2010

PLR da Beracá Sabará Fechado Convenção do Setor


de Produtos de Limpeza.
Reajuste Salarial - 4,4%
Piso Salarial - 7,69%
Auxílio Educação - valor de R$56,00 para
quem ganha até 2 pisos (R$1.120,00)
PLR dos Trabalhadores na
Beracá Sabará próximo de
ser fechado, na ultima
reunião da comissão o
valor indicado para fechar Insalubridade UNILEVER IGARASSU
foi de R$ 805,00
(oitocentos e cinco reais). Companheiros (as) O processo ainda encontra-se no setor
Agora só falta os de cálculos da justiça do trabalho em Igarassu , para
trabalhadores aceitarem recalcular os valores a serem pagos aos trabalhadores (as),
as metas e o valor e na segundo nossa assessoria jurídica a fase mais demorada já
próxima reunião fechar o passou, agora é só esperar a finalização dos cálculos e as
acordo, na avaliação da partes (Sindicato e Empresa) serem notificadas pelo juiz e
comissão a proposta no iniciarmos os devidos pagamentos, nós da direção do
geral está muito boa para SINDIQUIMICA-PE estamos de plantão toda semana na
os trabalhadores. justiça de trabalho de Igarassu. Qualquer duvida ligar (81)
3421-6098.

Tv e Rádio dos Trabalhadores


No dia 20 de agosto a Central Única dos Trabalhadores
inaugurou sua TV e Rádio Web e o novo Portal do Mundo do
Trabalho. A estruturação desses veículos de comunicação,
aprovados no 10º CONCUT, é parte de nossa estratégia para o
fortalecimento do projeto sindical cutista, fundamental para a
disputa de hegemonia na sociedade.

Nosso desafio é consolidar uma rede de comunicação da CUT, nacionalmente articulada, de forma
a dar visibilidade às lutas, campanhas, valores, princípios, propostas e formulações de nossa
Central, bem como aos avanços e conquistas da classe trabalhadora.

Nesse processo, a participação das entidades cutistas é fundamental. Em breve, a equipe da


SECOM/CUT entrará em contato com as secretarias de Comunicação/Imprensa das Estaduais e
Ramos que costumam postar vídeos e áudios em seus sites, solicitando que nos encaminhem, se
possível, alguns conteúdos para publicação.

twitter.com/sindiquimicape
MARÇO DE 2010

Dia Internacional da Juventude dia de lutas !


12 de agosto, a juventude sindical celebrou, pela primeira vez, o
Dia Internacional da Juventude. Até então, a única data
comemorativa de jovens do nosso país era o 11 de agosto, Dia do
Estudante. Hoje, a juventude brasileira não é apenas estudante,
ela é também trabalhadora. Celebremos juntos o nosso dia, como
um dia de luta.
É um dia de luta para que toda a juventude brasileira possa exercer o direito à
educação. Lutamos para que existam políticas que garantam a permanência dos/as
estudantes na escola, em todos os níveis de ensino. Mas queremos também mudar
essa escola que nós temos. Queremos que ela seja espaço de fruição cultural, de
produção de conhecimento e integração das políticas sociais de juventude. Queremos
também fortalecer o Sistema Público de Educação Profissional e Tecnológica.
É um dia de luta por trabalho decente para a juventude. Por isso, empunhamos com
ainda mais força a bandeira da redução da jornada de trabalho sem redução de salário.
Queremos que o tempo dedicado à educação profissional e à qualificação seja
contabilizado como tempo de trabalho, portanto, que seja considerado em nossa
jornada. Não podemos aceitar a existência do trabalho infantil e a utilização de
estagiários e aprendizes como forma de precarização da nossa força de trabalho.
É um dia de luta por igualdade racial, de combate à homofobia e ao machismo.

Queremos políticas afirmativas que reparem as desigualdades históricas. Queremos


que a discriminação contra gays e lésbicas seja considerada crime. Queremos a
igualdade entre homens e mulheres em todos os espaços da vida social.

É um dia de luta pelo direito das mulheres serem donas do seu próprio corpo.
Combatemos a mercantilização do corpo das mulheres. Queremos a regulamentação
do atendimento a todos os casos de aborto no serviço público, evitando a gravidez não
planejada e a morte de inúmeras mulheres, na sua maioria pobres e negras, em
decorrência do aborto clandestino.

É um dia de luta da juventude rural, por acesso à terra e permanência no campo.


Queremos reforma agrária e aumento dos investimentos na agricultura familiar. A
juventude rural quer educação no, do e para o campo.

E é por isso que estamos juntos. Queremos que o Pacto pela Juventude, que incorpora
todas as bandeiras citadas aqui, tenha a adesão da nossa companheira Dilma, única
candidata com capacidade de realmente implementá-las. Assim, no dia 12 de agosto do
próximo ano, quando realizarmos mobilizações em todos os estados do nosso país, a
juventude brasileira estará cobrando o compromisso assumido com a assinatura do
Pacto. Não seguimos à toa. Apenas começamos.

Por: Paulo de Souza - Presidente do Conselho de Politicas Publicas de PE /


Conselheiro Nacional de Juventude.

twitter.com/sindiquimicape