Você está na página 1de 24

ÍNDICE

AGRADECIMENTO

 

iii

 

v

LISTA

DE ABREVIATURAS

vii

1.INTRODUÇÃO

 

1

2.Descrição da empresa alvo de estudo

3

2.1.Historial da Kenmare

3

 

3

2.1.1.1.Missão

 

4

2.1.1.2.Visão

4

 

4

2.1.2.Sumário Executivo

5

2.1.3.Antecedentes da Empresa...............................................................................

6

3.Resultados da pesquisa

7

7

3.2.Das actividades realizadas

pela empresa

7

3.3.Analise Swot

10

4.Enquadramento geral (envolvente económica)

11

5.Situação económica

 

11

 

11

5.2.Proveitos operacionais

 

12

5.3.Situação patrimonial e financeira

12

5.4.Indicadores económico-financeiros

12

6.Balanço em 31 de Dezembro de 2017

 

14

7.Demonstração de resultados

15

Conclusão

17

AGRADECIMENTO

Em primeiro agradeço a Deus pelo dom da vida, por seguir meus passos iluminado todas as minhas barreiras e proporcionando a gloria e a sabedoria.

Agradeço também aos meus pais que tudo têm feito por mim e para toda a minha família, aos meus irmãos pelo apoio incondicional sem medir esforços para garantir a minha formação social académica, onde me tornei o homem que sou hoje.

Aos meus amigos e colegas da faculdades, colegas da turma pela experiencia da vida, académica e de modo especial o apoio que me deram durante o percurso académico.

Agradeço também a todos ISCED. Muito Obrigado

SUMÁRIO

O sector industrial Moçambicano passa por um dos seus momentos mais difíceis. A intensa concorrência externa e a falta de estímulo à inovação desenham um panorama pouco animador para o futuro. O cenário actual, sobretudo nas economias emergentes, caminha para um período de leve estagnação, com a diminuição do consumo nos países em desenvolvimento.

A Kenmare é fortemente Impactada pela crise financeira internacional. Em seu momento mais intenso, no 2º trimestre de 2017, houve uma retracção acumulada de 20% da produção manufactureira doméstica. No curto prazo, as projecções indicam que nas economias desenvolvidas o desemprego se manterá elevado e os perigos de deflação persistirão altos, desenhando um panorama económico contraccionista.

Dai que, na tentativa de retomada do crescimento do sector, a redução dos custos de produção é um factor decisivo. Nesse sentido, a contabilidade de gestão pode ser definida como a área da ciência contabilística que estuda os gastos referentes à produção de bens e serviços.

iv

LISTA DE TABELAS

Tabela 1 - Projectos de geração de renda

9

Tabela 2 Analise Swot da Kenmare

10

Tabela 3 Indicadores económicos e Financeiros

13

Tabela 4 Custos Operacionais

13

14

14

Tabela

7 Demonstrações de resultados

15

LISTA DE FIGURAS

Figura 1 - Vista frontal da empresa Kenmare em Moma

.................................................

5

LISTA DE ABREVIATURAS AIK APK CIEK KMAD NPL PEK REK SA

Analise Interna da Kenmare Actividades Prioritárias da Kenmare Cronograma de Intervenção Especifica da Kenmare Kenmare Moma Associação de Desenvolvimento Nampula Plano Estratégico da Kenmare Resultados Emergentes da Kenmare Sociedade anónima

1.INTRODUÇÃO

O presente trabalho tem como o ponto de partida de encontrar uma empresa industrial que opera no nosso País, dai que o estudo feito foi da Kenmare em Nampula. Como se pode ver, a contabilidade de gestão está se tornando uma importante aliada para os gestores, suprindo o processo de tomada de decisão com informações. Além, claro, de auxiliar no controlo interno e externo dos factos contabilísticos.

Este trabalho apresenta um levantamento que procura verificar os métodos de custos industriais da Kenmare na província de Nampula, no distrito de Moma. A pesquisa foi realizada através de levantamento do seu plano estratégico, em que foi observado o processo industrial desempenhado por ela.

Após, foram feitas análises em geral de todo o processo de produção da indústria e, a partir dos dados obtidos, concluiu-se que a sistemática de Stock de matéria-prima apresenta falhas e que pode ser optimizada para não comprometer o desempenho das actividades que afectam o nível de serviço prestado. Ainda pontua-se a necessidade da empresa definir qual realmente será seu foco de produção, seja na divisão de máquinas, na fundição ou mesmo em ambas.

Contudo, o trabalho tem como objectivo geral:

  • a) Apresentar informações sobre o custo aquisição das matérias, produto acabado, custo comercial e a sua margem de venda, Demonstração de Resultados referente a 1º semestre de um determinado ano económico em particular a empresa Kennimare.

Em termos específicos, temos:

  • a) Compreender e incorporar de forma progressiva o conceito de comportamento empresarial socialmente responsável;

  • b) Identificar as acções sociais praticadas pela Kennimare no quadro da sua política de responsabilidade social;

  • c) Conhecer as acções sustentáveis da empresa e a sua contribuição para a melhoria das condições ambientais, em particular a Kennimare;

  • d) Averiguar do nível do conhecimento dos colaboradores internos relativos as práticas de acções sociais da empresa.

O presente trabalho de pesquisa focaliza-se no intervalo compreendido entre o ano de 2014 até 2017. Na verdade este período deve-se pelo facto de verificar-se muitos projectos que envolveu a nível nacional, principalmente nos distritos como sendo pólo de desenvolvimento.

Todavia, a Kenmare Moma, uma empresa de extracção mineira, com sede na Irlanda, que possui como actividade principal a operação de exploração de minerais de Titanium, localizada na costa do leste do norte de Moçambique, na localidade de Topuito, Distrito de Larde, Província de Nampula.

Em termos de limitações temos:

  • a) Não há existência de nenhum documento formal que debruça o historial da Kenmare e os seus fornecedores, ou algum tipo de estudo que antecede a esta pesquisa. O que de certo modo dificultou muito na caracterização e contextualização do objecto em estudo.

O trabalho esta estruturado da seguinte maneira: Primeiro temos a parte de pré- textuais, onde encontramos os Agradecimentos, Sumario, Lista de tabelas e Figuras.

Mais para adiante, temos a introdução, os objectivos proposto e delimitação do estudo.

E por fim, encontramos o desenvolvimento do trabalho, onde tratamos do historial da empresa em estudo, apresentação das demonstrações financeiras e conclusão.

2.Descrição da empresa alvo de estudo 2.1.Historial da Kenmare

Kenmare Moma, é uma empresa de extracção mineira, com sede na Irlanda, que possui como actividade principal a operação de exploração de minerais de Titanium, localizada na costa do leste do norte de Moçambique, na localidade de Topuito, Distrito de Larde, Província de Nampula. A mina de Moma contém globalmente significativas reservas de minerais pesados que incluem o ilmenite, minerais de titânio e rutilo. A Capacidade de funcionamento corrente da Kenmare em plena produção é de 1.200.000 toneladas por ano de ilmenita, 75.000 toneladas de zircônio co-produto e 21.000 toneladas de rutilo co-produto. Isto confere-lhe a capacidade para atender 8% da demanda de matéria-prima global de titânio e 4% da demanda de zircão.

Tendo em conta que a responsabilidade social das empresas, se manifesta de posturas, comportamentos e acções que promovam o bem-estar de seus actores internos e externos, a Kenmare Moma constituiu uma Associação de Desenvolvimento (KMAD), instituição com o objectivo único de programar e implementar acções que visam contribuir para a melhoria do bem-estar das familias residentes nas redondezas da mina, num raio de pelo menos 10km

A Kenmare Moma Associação de Desenvolvimento (KMAD) é uma organização de desenvolvimento independente que apoia e contribui para o desenvolvimento das comunidades rurais na localidade de Topuitho situadas aproximadamente dentro de um raio de 10 quilómetros da operação de mineração da Kenmare. A KMAD foi estabelecida pelo Conselho de Administração da Kenmare Resources plc (Kenmare) em 2004.

2.1.1.Elementos estratégicos da KMAD

O contexto interno da KMAD foi desenvolvido a partir de um processo participativo de autoavaliação num workshop onde os participantes discutiam através da realização de uma biografia organizacional usando a ferramenta de linha de tempo desde a fundação ate então. A linha de tempo biográfica foi concebida de tal forma que mostrasse os

marcos importantes que ocorreram, os momentos altos e baixos, avanços adquiridos e mudanças realizadas.

2.1.1.1.Missão

Facilitar o desenvolvimento económico e contribuir para a melhoria do bem-estar da população local Isto inclui maximizar os benefícios da mina através da criação de oportunidades económicas secundárias na comunidade e gerar oportunidades económicas sustentáveis a longo prazo independentes da mina, bem como apoiar mecanismos de facilitação, tais como a educação, a alfabetização de adultos e a formação profissional, o apoio ao desenvolvimento social na saúde, promoção do desporto e cultura, bem como o apoio para a construção de infra-estruturas sociais.

2.1.1.2.Visão

A visão da KMAD é conseguir uma comunidade com:

  • Pessoas saudáveis que vivem em condições seguras e dignas, livres de doenças e perigos;

  • Uma população autónoma e informada

  • Acesso à educação e oportunidade para as pessoas alcançarem o seu potencial;

  • Muitos grupos coesos e redes sociais que contribuam para um desenvolvimento sustentável.

2.1.1.3.Valores

  • Participação: as prioridades para as actividades são baseadas nas necessidades locais identificadas pelos membros da comunidade, e apenas iniciativas de desenvolvimento local, com a participação activa serão apoiadas pela KMAD.

  • Sustentabilidade: o investimento no desenvolvimento de habilidades e capacidades vai acompanhar todos os projectos apoiados pela KMAD para assegurar a sua viabilidade, e apenas as iniciativas com forte potencial serão apoiadas.

  • Igualdade: todas as pessoas e comunidades têm os mesmos direitos e devem ser tratadas de forma igual, e a KMAD promove especialmente a participação das mulheres em todas as suas actividades para atingir este objectivo.

  • Eficiência: maximizar os benefícios locais dos recursos e aproveitar da infra- estrutura da mina mais propriamente na criação de sistemas paralelos e avaliação das actividades em prol da melhoria e eficácia.

  • Integridade, Honestidade e Transparência: a KMAD está aberta sobre a sua alocação e utilização de recursos e nas suas relações com todos os seus parceiros e partes interessadas.

Figura 1 - Vista frontal da empresa Kenmare em Moma

 Igualdade: todas as pessoas e comunidades têm os mesmos direitos e devem ser tratadas de

Fonte: Foto tirado pelo pesquisador, usando Drone V.178BPM-TM, 2018 2.1.2.Sumário Executivo

Em 21 de Janeiro de 2002, a Kenmare Moma Mining (Mauritius) Limited celebrou com o Governo de Moçambique o contracto de licenciamento mineral de pesquisa, desenvolvimento e produção de minerais pesados nas áreas de Moma, Congolone e

Quinga. A concessão mineira 270C corresponde a área identificada como reserva mineira de Congolone e a área de Congolone no anexo A do contrato. Como a concessão é parte integral do Projecto de Areias Pesadas de Moma, pretende-se que a planta de concentração mineral flutuante B (WCP B) seja transferida para Congolone a partir da actual operação mineira em Topuito em 2021.

Durante o decurso de 2016 o estudo conceptual para a transferência da WCPB foi preparado pela Hatch Africa Pty Ltd. Este concluiu que é tecnicamente possível transferir a WCP B via marítima do depósito de Namalope à Congolone. O próximo passo é desenhar o plano de trabalho para o estudo de engenharia de pre-viabilidade considerando todos aspectos da proposta da transferência e mineração do depósito de Congolone pela WCP-B.

2.1.3.Antecedentes da Empresa

A Kenmare foi constituída na Irlanda no dia 07 de Junho de 1972 com o nome de

“Kenmare Oil Exploration Limited”. A Companhia foi criada pela “Cluff Oil plc”, com a

intenção de fazer um pedido ao Governo irlandês de atribuição de licença de exploração mineira no Oceano Atlântico, próximo da Irlanda. Após vários anos de exploração de petróleo, a empresa registou-se de novo como uma Sociedade Anónima com o nome de Kenmare Oil Exploration Plc no dia 05 de Junho de 1985. No dia 28 de Julho de 1987, a empresa mudou o seu nome para Kenmare Resources Plc e em 1994 foi alistada no mercado principal de Bolsa de Londres, bem como na Bolsa de Valores da Irlanda.

Em Outubro de 1987 a Kenmare comprou da Geozavod Gemini (Serviço Geológico da Jugoslávia) uma participação de 50% das licenças contendo o depósito mineral de areias pesadas em Congolone. Em 1989 a estrutura accionaria da joint-venture foi alterada e como resultado dessa alteração, a Geozavod Gemini teve uma participação de 5% na joint-venture (sem obrigação de financiar o seu desenvolvimento) e a Kenmare ficou com 95%.

3.Resultados da pesquisa 3.1.Actividades da Mineradora Kenmare

No âmbito da responsabilidade social da empresa, no dia 03 do mês de Agosto de 2017, Distrito de Larde, realizou-se a 1ª Sessão semestral do balanço das actividades desenvolvidas pela empresa no primeiro semestre de 2017.

Fizeram parte dos convidados os quadros da Assembleia Provincial, quadros da Direcção Provincial dos Recursos Minerais e Energia, Membros do Governo do Distrito de Larde, a Direcção da empresa, Sociedade Civil (Associação de Extensão Rural (AENA), solidariedade moz., instituto de saúde de vicena, Liderança Local (Regulo Matapa, Secretários do Bairro) e imprensa.

3.2.Das actividades realizadas pela empresa

Trata-se das actividades levadas a cabo pela empresa Kenmare de Janeiro a Junho de 2017 como consequência do cumprimento do Plano de Responsabilidade Social da Empresa aprovado no ano de 2016. As actividades realizadas estão discriminadas em áreas de acordo com a apresentação que se segue:

  • a) Área de desenvolvimento económico e meios de vida

    • Financiados cinco projectos das 11 propostas apresentadas no valor de 1.378.175,00mts;

    • Financiamento de grupos das sementes nativas num projecto novo de produção de casuarinas onde se prevê uma produção mínima de 3.700 mudas.

      • b) Área de produção animal e pesqueira

Sugerido pelos Serviços Distritais das Actividades Económicas, a Kenmare responsabilizou-se em financiar os projectos, mas ate a data a empresa aguardava as propostas por parte do Governo do Distrito.

  • c) Área de produção e diversificação agrícola

    • Promove a prática da agricultura de conservação;

    • Previsto para mês de Agosto a construção de pelo menos 01 dique em cada bairro;

    • Em promoção o cultivo da batata-doce de polpa alaranjada.

      • d) Área de boa governação e desenvolvimento da capacidade local

        • Em processo de instalação da rádio comunitária/Centro Multimédia;

        • Realização de encontros semestrais de balanço das actividades da empresa;

        • Apoio na implementação do plano de urbanização.

          • e) Área de desenvolvimento da saúde

            • Apoio na realização de campanhas de saúde (formação de activistas e matronas);

            • Em processo de financiamento de formação de 35 enfermeiras de Saúde Materna Infantil (SMI) no Instituto de Saúde Avicena de Nampula.

              • f) Área de infra-estruturas e meios

                • Em processo de construção de um Centro de Saúde tendo sido concluído até a presente data o alpendre para o PAV;

                • Apoio na manutenção da ambulância.

                  • g) Área da água e saneamento

                    • Aberto um furo de água com 04 fontenárias em Naholoco;

                    • Realizadas campanhas de limpeza em todas fontenárias.

  • h) Área de desenvolvimento de educação

    • Em processo de finalização de construção da Escola Técnica Profissional;

    • Lançado concurso público para apetrechamento da Escola Técnica Profissional.

      • i) Área de desenvolvimento de desporto e cultura

        • Planificada para os meses de Julho e Agosto apoiar o campeonato de futebol local;

        • Apoio do festival cultural distrital aguardando-se a proposta do Governo do Distrito.

          • j) Desafios durante a implementação do plano

            • Ligeiros atrasos nas actividades de construção de infra-estruturas;

            • Demora das propostas por parte dos parceiros.

Tabela 1 - Projectos de geração de renda

NR

PROJECTOS

VALOR

01

Poedeiras de Topuitho

354.148,00

02

Padaria de Topuitho

62.250,00

03

Mercearia de Topuitho

186.100,00

04

Padaria de Mutiticoma (em processo)

208.695,00

05

Gasolina de Tibane

120.000,00

06

Mercearia de Tibane

200.000,00

07

Poedeiras de Tibane

331.330,00

08

Carpintaria de Naholoco

315.340,00

09

Mercearia de Naholoco

180.000,00

10

Salinas de Naholoco

185.450,00

11

Mercearia de Isoua

150.000,00

12

Gasolina de Nathaca

26.502,00

13

Mercearia de Nathaca

120.000,00

14

Pesca de Nathuco

183.570,00

15

Piscicultura de Cabula (em processo)

18.870,00

16

Vegetais de Larde (em processo)

296.650,00

17

Padaria de Mulimune (experimental)

3.020,00

TOTAL

 

2.941.925,00

Fonte: Adaptado pelo pesquisador, 2018

3.3.Analise Swot

Tabela 2 Analise Swot da Kenmare

Forças

Fraquezas

  • Prioridade em soluções que possibilitem a diversificação de serviços;

  • Aposta insuficiente em campanhas publicitárias dos serviços da empresa;

  • Apoio aos necessitados no âmbito da responsabilidade social.

  • Excessivo tempo médio de espera na instalação dos serviços ao cliente.

Oportunidades

Ameaças

  • Crescimento do sector;

  • total

Liberalização

do

sector

da

  • Crescimento do número de

indústria extractiva;

projectos;

  • geográfica

Expansão

para

outros

  • Apetência do mercado nacional.

distritos.

Fonte: Adaptado pelo pesquisador, 2018

4.Enquadramento geral (envolvente económica)

No ano económico de 2016, a economia nacional registou uma redução de cerca de 1,2% na taxa de crescimento anual do PIB, fixando-se em 7,1% no final do ano, (8,3% em 2015). No mesmo período, a inflação anual acumulada foi de 13,8%, contra os 9,1% registados em 2015, enquanto a inflação média anual baixou de 17,1% em 2015 para 13,4% em 2016.

No mercado cambial, o metical manteve-se estável face ao dólar americano, com uma depreciação acumulada de 0,5%, (1,8% em 2015). Em relação a outras moedas de referência, como são os casos do rand e do euro, o comportamento do metical foi instável, tendo-se registado uma depreciação face ao rand na ordem de 29,6%, (24,6% em 2015) e a depreciação de 20,9% em relação ao euro, (20,6% em 2015).

No mercado monetário, a Kenmare apresentou uma tendência decrescente, com as taxas de juro, no geral, a apresentarem um decréscimo na ordem de 2,4% a 4,4% para os prazos de um mês a um ano.

No final do mesmo período, a capitalização bolsista do mercado obrigacionista sofreu uma contracção anual de 0,7%, tendo as taxas de juro das obrigações cotadas na BVM evoluído de acordo com os seus indexantes (BT„s, TAM´s e Kenmare) apresentando, no geral, uma tendência decrescente.

5.Situação económica 5.1.Resultados do exercício

A empresa apresenta resultados operacionais positivos pelo terceiro ano consecutivo. Estes resultados estão directamente ligados ao conjunto de medidas estruturais adoptadas a partir do ano de 2015, que tinham como objectivo melhorar a performance financeira da empresa.

Não obstante o desempenho positivo da empresa, o que é reflectido pelo montante dos resultados operacionais alcançados, os quais são próximos dos alcançados no ano anterior, os resultados líquidos do exercício de 2016 foram fortemente afectados pela

depreciação da moeda nacional, o metical, face ao dólar e euro, principais moedas do passivo da empresa.

Os resultados financeiros foram negativos em 188 milhões de MT como resultado do descrito em relação à depreciação da moeda nacional, pois o impacto das diferenças cambiais foi negativo em cerca de 285 milhões de MT, valor muito superior ao líquido em receitas financeiras, em cerca de 97 milhões de meticais.

5.2.Proveitos operacionais

A empresa registou um crescimento de receitas superior ao ano anterior, na ordem de 9% (2% em 2016). Este aumento está muito ligado ao desenvolvimento e crescimento do negócio, bem como no aumento de outros proveitos operacionais.

Na estrutura de receitas da empresa mantém-se, com um peso de 36% (39% em 2016), seguido das rubricas e repartição com outras administrações, com os pesos de 34% (30% em 2015), e 21% (22%, em 2016), respectivamente.

5.3.Situação patrimonial e financeira

O total do activo da empresa teve um crescimento de cerca de 9% (8% em 2015), contra um crescimento do passivo na ordem de 24% (12% em 2015).

A dívida remunerada teve um crescimento de cerca de 18% (13% em 2016) face a utilização de empréstimos para o financiamento, bem como o impacto da depreciação do MT face ao dólar e euro, principais moedas da dívida da empresa. Como resultado, a dívida líquida teve um crescimento de 22% (12% em 2016).

5.4.Indicadores económico-financeiros

Nos indicadores apresentados nota-se uma deterioração geral dos rácios, algo que se projecta ser temporário e resultado do crescimento intensivo da empresa nos últimos anos.

Este crescimento obriga a níveis de endividamento que afectam os rácios, no entanto, vai permitir à empresa encarar o futuro com melhores perspectivas de crescimento.

Tabela 3 Indicadores económicos e Financeiros

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS

U:10 3 MT

 

2015

2016

RESULTADOS OPERACIONAIS

180.252

174.433

Resultados Financeiros

-39.135

-188.264

Resultados Extraordinários

-2.326

58.023

RESULTADOS ANTES DOS IMPOSTOS

138.791

44.192

Resultado Líquido do Exercício…

138.791

44.192

Fonte: adaptado pelo pesquisador, 2018

Tabela 4 Custos Operacionais

CUSTOS OPERACIONAIS

U:10 3 MT

 

2015

2016

Custo Meios Circ. Mat. Vendi

17.872

15.554

Remuneração aos Trabalhadores

516.762

626.312

Fornecimento de Terceiros

1.371.187

1.474.578

Impostos e Taxas

78.554

100.805

Amortizações do Exercício

562.721

583.01

Provisões

  • 48.349 45.108

Outros Custos

  • 14.938 14.306

TOTAL CUSTOS OPERACIONAIS

2.610.383

2.859.673

Fonte: Adaptado pelo pesquisador, 2018

Tabela 5 Indicadores Económico e Financeiro

 

INDICADORES ECONÓMICO-FINANCEIROS

 
 

2015

2016

Resultado Bruto de Exploração

742.973

757.444

Margem Bruta de Exploração

29,2%

27,5%

 

Rentabilidade de Capitais Próprios

3,8%

1,3%

Rentabilidade do Activo

1,8%

0,5%

 

Liquidez Geral

1,4

1,02

Autonomia Financeira

0,48

0,41

 

Fonte: Adaptado pelo pesquisador, 2018

 

6.Balanço em 31 de Dezembro de 2017

Tabela 6 Balanço em 31 de Dezembro de 2017

 
 

Notas

2017

2016

 

Activo corrente

 

Meios circulantes materiais

  • 30 38.799.558

43.304.599

 

Clientes

  • 31 733.568.602

792.086.752

 

Devedores

  • 32 1.454.086.663

1.148.159.070

Caixa e Bancos

  • 33 401.637.073

404.451.496

 

Acréscimo de proveitos e custos diferidos

  • 34 219.745.438

267.430.858

 
   

2.655.432.775

2.847.837.334

 

Passivo corrente

 

Empréstimos bancários

  • 35 457.626.063

658.516.818

 

Fornecedores

  • 36 642.478.016

1.189.466.891

 

Credores

  • 37 620.125.651

502.499.892

 

Provisões para riscos e encargos

  • 21 32.783.279

32.990.642

 

Acréscimo de custos e proveitos diferidos

  • 38 156.194.272

227.992.641

 
   

2.611.466.884

1.909.207.281

 

43.965.891

938.630.053

Activo corrente liquid

 

Meios imobilizados

7

5.707.017.079

4.823.438.323

Imobilizações líquidas

 

5.750.982.970

5.762.068.376

 

Passivo de médio e longo prazo

 

Provisões para riscos e encargos

21

219.631.661

232.323.918

Empréstimos bancários

35

1.554.986.547

1.422.461.439

Acréscimo de custos e proveitos diferidos

38

587.058.312

455.671.214

 

2.361.676.520

2.110.456.571

Fundos próprios

 

Capital social

23

2.800.000.000

2.800.000.000

Reservas

22

517.877.049

510.937.506

Reserva de investimento

22

e 32

-

88.338.580

Fundo social dos trabalhadores

22

-

16.041.667

Resultados transitados

22

  • 27.237.248 97.503.187

Resultado líquido do exercício

 
  • 44.192.153 138.790.865

 
  • 3.389.306.450 3.651.611.805

 
  • 5.750.982.970 5.762.068.376

Fonte: Adaptado pelo autor, 2018

 

7.Demonstração de resultados

Tabela 7 Demonstrações de resultados

 

Notas

2017

2016

Proveitos

 

Vendas de meios circulantes materiais

 

5.957.789

4.709.312

Vendas de serviços

  • 39 2.540.301.933

2.751.683.486

Outros proveitos e ganhos operacionais

6.369.679

7.864.965

Proveitos suplementares

  • 40 237.757.904

270.094.962

3.034.105.916

2.790.634.114

Custos

 

Custo dos materiais consumidos |

  • 24 17.871.650

15.553.640

Remunerações aos trabalhadores

  • 41 516.761.832

626.312.207

Fornecimentos e serviços de terceiros

  • 42 1.371.193.969

1.474.577.544

Impostos e taxas

  • 43 78.553.625

100.804.780

Amortizações do exercício

7

583.010.207

562.721.214

Provisões do exercício

21

45.108.055

48.341.895

Outros custos e perdas operacionais

44

14.306.137

14.938.377

2.859.672.570

2.610.382.562

Resultados operacionais

174.433.346

180.251.552

Resultados financeiros

26

(188.264.050)

(39.134.948)

Resultados extraordinários

27

  • 58.022.857 (2.325.739)

Resultados antes de impostos

  • 44.192.153 138.790.865

Imposto sobre o rendimento

 

Resultado líquido do exercício

  • 44.192.153 138.790.865

Fonte: Adaptado pelo pesquisador, 2018

Conclusão

Chegando o fim deste trabalho, conclui-se que a medida que as empresas percebem a importância dos custos em sua gestão, estes passam a figurar como elementos principais na busca da competitividade. Numa indústria, os custos de produção representam a maior proporção do conjunto de gastos, podendo ser controlados por métodos que partem desde a aquisição dos materiais até a entrega do produto ao consumidor.

No presente trabalho, objectiva-se verificar na empresa Kenmare a gestão de custos e de stocks industriais. De forma específica, buscou-se: conceituar custos, métodos de custeio, controle de qualidade, perdas na produção e estágios de produção, descrever a situação encontrada na indústria e verificar aspectos gerais relacionados a custos.

Dai que, verificou-se que a sistemática de stock de matérias-primas utilizada no sector de máquinas é falha, pois na maioria dos casos o mix não está pronto no prazo determinado e isso é resultado da inexistência de stock de segurança de matérias primas.

Além de perder vendas, e empresa pode vir a ter insatisfação dos clientes que tem pedidos não atendidos no prazo estipulado, pois o departamento comercial informa um prazo ao cliente e a produção não consegue atender por falta de stock de itens da máquina.

Com esta análise, sugere-se para a empresa Kenmare, para verificar quais são os itens que mais atrasam a entrega das máquinas e manter stock de segurança dos mesmos. E, para os que são produzidos internamente, deve-se fazer um melhor planeamento com os demais sectores, para que haja stock dos principais itens.

NÃO TE ESQUEÇA DE AGRADECER

Nome: Sérgio Alfredo Macore ou Helldriver Rapper Natural: Cabo Delgado Pemba Contacto: +258 826677547 ou +258 846458829 Email: Sergio.macore@gamil.com Facebook: Helldriver Rapper Rapper ou Sergio Alfredo Macore Formação: Gestão de Empresas e Finanças NB: Se precisar de algo, não tenha vergonha de pedir, estou a sua disposicao para te ajudar,me contacte.