Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS


DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA

Plano de Ensino

I. IDENTIFICAÇÃO

Curso: Psicologia Semestre:2012/01 Turma: 08319


Disciplina: PSI 5655 - Clínica Psicanalítica Horas/aula semanais:04
Horário:06/7:30
Professor: Maria Cristina Vignoli e.mail:mc-vignoli@uol.com.br
Horas de PPCC: Oferta para os cursos: Filosofia,
Medicina (sem restrição)
Pré-requisitos:interesse pelo estudo da Psicanálise

II. EMENTA

De que trata a clínica psicanalítica. As formações do inconsciente:sonhos,atos-


falhos, chistes, sintoma. Inibição, sintoma e angústia. Sintoma e transferência.

III. TEMAS DE ESTUDO

O diagnóstico e o tratamento em psicanálise. O método psicanalítico. Solução


através do sintoma. Artigos freudianos sobre técnica. Introdução à psicanálise de
orientação lacaniana. As estruturas e os três registros.Como trabalha um psicanalista

IV. OBJETIVOS

1. Fornecer consistência teórica sobre o método psicanalítico


2. Diferenciar o tratamento psicanalítico das psicoterapias e da psiquiatria
3. Particularizar os efeitos do tratamento psicanalítico
4. Identificar as estruturas neurótica e psicótica em psicanálise

V. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E CRONOGRAMA

1. 09/03- Apresentação do plano de ensino e reconhecimento do interesse dos


alunos
2. 16/03- O método psicanalítico de Freud (Semana Pedagógica)
3. 30/03- Por que,ainda, a psicanálise?
4. 13/04- O Inconsciente freudiano
5. 20/04- continuação do tema anterior
6. 27/04- continuação do tema anterior- Avaliação discente (2h/aula)
7. 04/05- Sobre o início do tratamento e as recomendações
8. 11/05- Artigos sobre técnica: recordar, repetir e elaborar/ Diálogo prof.-alunos
sobre a avaliação(2h/aula)
9. 18/05- O amor de transferência
10. 25/05- Análise terminável e interminável

11. 25/05- Inibição, sintoma e angústia


12. 01/06- A busca pela felicidade
13. 08/06- continuação (entrega dos trabalhos)
14. 15/06- O sujeito lacaniano
15. 22/06- Os três registros em Lacan
16. 29/06- Diagnóstico em psiquiatria e em psicanálise
17. 06/07- Neurose e psicose e Nova avaliação
18. 13/07- Fechamento do curso

Obs.: os dias 23/3 e 06/04 são feriados

VI. MÉTODOS E TÉCNICAS DE ENSINO

1. Seminários;
2. Aulas expositivas

VII. AVALIAÇÃO

Trabalho escrito sobre a clínica psicanalítica de 4 páginas. Critérios: concisão,


clareza e fundamentação;
Freqüência e participação nas aulas

VIII. NOVA AVALIAÇÃO

Conforme resolução017/Cun/97, o aluno que obtiver média final entre 3,0 (três) e
5,5 (cinco e meio), desde que tenha freqüência suficiente, deverá submeter-se a uma
nova avaliação, sob forma de prova escrita sobre o conteúdo da disciplina, no período
de uma semana após o término do semestre letivo.

IX. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BÁSICAS

BALLONE,GJ- Diagnóstico em Psiquiatria, PsiqWeb, disponível em


,http://sites.uol.com.br/gballone/voce/diagnóstico.html>revisto em 2003.
FIGUEIREDO,A.C. e MACHADO, O.- O Diagnóstico da Psiquiatria e o diagnóstico
da Psicanálise- IPUB, UFRJ
FINK, B. O Sujeito lacaniano
FREUD, S. O amor de transferência(1914); Recomendações aos médicos que
exercem a psicanálise(1912); Sobre o início do tratamento(1913); Inibição,sintoma e
angústia(1925e); Mal-estar na civilização(1927); Análise terminável e
interminável(1937) In: Standard Edition da obra completa, Rio de Janeiro:Imago, 1976.
GABAS, A.G. Curso e Discurso na Obra de Jacques Lacan, São Paulo, Centauro
Editora, 2005.
_______,____.O Sujeito na Psicanálise de Freud a Lacan, Rio de Janeiro, Jorge Zahar
Editor, 2009.
LAPLANCHE.J.e PONTALIS,J.-B. Vocabulário da Psicanálise, São Paulo, Martins
Fontes Editora, 1967.
NASIO,J.-D. 5 Lições sobre a Teoria de Jacques Lacan, Rio de Janeiro:Jorge Zahar
Editor, 1993.

___________. Como Trabalha um Psicanalista, Rio de Janeiro:Jorge Zahar


Editor,1999.
REYMUNDO, O. Por que, ainda, a psicanálise? Conferência proferida pelo autor,
EBP, seção SC em 2008.