Você está na página 1de 1091

Pá-Carregadeira

721E

Manual de Serviço
71114020R1

CNH Latin America Ltda.


Impresso no Brasil
721E Pá-Carregadeira
Manual de Serviço
Bra 71114020R1

Índice Geral
Número da
Descrição Número da Seção
Publicação
Geral Separador 1
Índice de Seção - Geral 5-2670
Especificações Padrão de Torques de Aperto 1001 8-71603
Fluidos e Lubrificantes 1002 5-2680
Tabela de Conversão de Medidas 1003 7-52950

Motores Separador 2
Índice de Seção - Motores 5-2690
Remoção e Instalação do Motor e do Radiador 2000 5-2700
Teste de “Stall” 2002 5-2710
Arrefecedor do Ar de Admissão 2003 6-49850
Para Reparos no Motor, Consulte o Manual de Serviço do Motor 87519803

Sistema de Combustível Separador 3


Índice de Seção - Sistema de Combustível 5-2720
Para Reparos no Sistema de Combustível, Consulte o Manual de Serviço do Motor 87519803

Sistema Elétrico Separador 4


Índice de Seção - Sistema Elétrico 5-2730
Remoção e Instalação do Motor de Partida e do Alternador 4001 5-2740
Especificações e Diagnóstico de Falhas do Sistema Elétrico 4002 5-2750
Baterias 4003 6-42330
Conjunto de Instrumentos 4005 5-2760

Direção Separador 5
Índice de Seção - Direção 5-2770
Remoção e Instalação dos Componentes da Direção 5001 5-2780
Especificações, Verificações de Pressão e Diagnóstico de Falhas da Direção 5002 5-2790
Cilindros da Direção 5005 5-2800
Articulação Central 5006 5-2810
Motor e Bomba da Direção Auxiliar 5008 6-42430

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2660 Março, 2012
721E Pá-Carregadeira
Manual de Serviço
Bra 71114020R1

Índice Geral
Número da
Descrição Número da Seção
Publicação
Trem de Força Separador 6
Índice de Seção - Trem de Força 5-2820
Remoção e Instalação dos Componentes do Trem de Força 6001 5-2830
Especificações, Verificações de Pressão e Diagnóstico de Falhas da Transmissão 6002 5-2840
Transmissão 6003 5-2850
Eixo Dianteiro Até Número de Série HBZN721EEKBAE00450 6004 5-2860
Eixo Traseiro Até Número de Série N8AE12532 6004 5-2870
Eixo Traseiro Modelo MT-L 3075 do Número de Série N8AE12533 até
HBZN721EEKBAE00450 6004 5-2870

Eixo Traseiro Modelo MT-L 3075 a Partir da Série HBZN721EKBAE00451 6004 5-2870
Eixos Propulsores, Rolamento Central e Juntas Universais 6005 5-2880
Rodas e Pneus 6006 6-47730
Válvula de Controle da Transmissão 6007 6-81450

Freios Separador 7
Índice de Seção - Freios 5-2890
Remoção e Instalação dos Componentes do Freio 7001 5-2900
Diagnóstico de Falhas do Freio Hidráulico 7002 5-2910
Bomba de Freio 7003 5-2920
Acumuladores de Freio 7004 6-47761
Freio de Estacionamento 7008 5-2930

Sistema Hidráulico Separador 8


Índice de Seção - Sistema Hidráulico 5-2940
Remoção e Instalação de Componentes do Sistema Hidráulico 8001 5-2950
Especificações do Sistema Hidráulico, Diagnóstico de Falhas e Verificações das
Pressões 8002 5-2960

Limpeza do Sistema Hidráulico 8003 7-49641


Bomba Hidráulica 8004 5-2970
Válvula de Controle da Pá-Carregadeira 8005 5-2980
Cilindros 8006 5-2990
Válvula Solenóide de Bloqueio do Engate 8007 6-42600
Acumulador do Controle de Deslocamento 8013 5-3000
Válvula do Controle de Condução 8014 5-3010

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2660 Março, 2012
721E Pá-Carregadeira
Manual de Serviço
Bra 71114020R1

Índice Geral
Número da
Descrição Número da Seção
Publicação
Equipamento Montado Separador 9
Índice de Seção - Equipamento Montado 5-3020
Verificações e Solução de Problemas do Sistema de Ar-Condicionado com
9002 5-4030
Refrigerante HFC-134A
Serviço do Sistema de Ar-Condicionado 9003 5-3030
Remoção e Instalação dos Componentes do Ar-Condicionado e do Aquecedor 9004 5-3040
Carregadeira 9006 5-3050
Estrutura de Proteção Contra Capotamento (ROPS), Quadro Estrutural da Cabine (CSF) 9007 5-3060
Instalação dos Vidros da Cabine 9010 6-42710

Esquemas Hidráulico e Elétrico No Final do Manual 5-3070

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2660 Março, 2012
Copyright © 2006 CNH America LLC.
CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2660 Março, 2012
ÍNDICE DE SEÇÃO

GERAL

Título da Seção Número da Seção

Especificações Padrão de Torques de Aperto. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1001


Fluidos e Lubrificantes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1002
Tabela de Conversão de Medidas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1003

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2670 Junho, 2007
Copyright © 2006 CNH America LLC.
CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2670 Junho, 2007
1001
Seção
1001

ESPECIFICAÇÕES PADRÃO DE TORQUES DE APERTO

Copyright © 2004 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 8-71603 Junho, 2007
1001-2

ÍNDICE
ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE DE APERTO – DECIMAL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE DE APERTO – MÉTRICO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE DE APERTO - CONEXÕES HIDRÁULICAS DE AÇO . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE DE APERTO – CONEXÕES HIDRÁULICAS DE AÇO . . . . . . . . . . . . . . . . . 6

Bra 8-71603 Edição 6-07 Printed in Brazil


1001-3

ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE DE APERTO – DECIMAL


Utilizar os torques de aper to relacionados nas
tabelas a seguir quando torques de aperto especiais Parafusos, Porcas e Prisioneiros
não são mencionados. Estes torques de aperto se
aplicam para elementos de fixação com rosca UNC e
de Classificação 8
UNF, conforme recebidos do fornecedor. As roscas
poderão estar secas ou lubrificadas com óleo de
motor. Os torques não se aplicam quando utilizados
lubrificantes especiais como grafite, graxas de Libras- Newton
bissulfeto de molibidênio ou outros de alta pressão. Tamanho Polegadas metros
1/4 in 144 a 180 16 a 20
Parafusos, Porcas e Prisioneiros 5/16 in 288 a 348 33 a 39
de Classificação 5 3/8 in 540 a 648 61 a 73

Libras- Newton
Tamanho Pés metros
Libras- Newton
7/16 in 70 a 84 95 a 114
Tamanho Polegadas metros
1/2 in 110 a 132 149 a 179
1/4 in 108 a 132 12 a 15
9/16 in 160 a 192 217 a 260
5/16 in 204 a 252 23 a 28
5/8 in 220 a 264 298 a 358
3/8 in 420 a 504 48 a 57
3/4 in 380 a 456 515 a 618
7/8 in 600 a 720 814 a 976
Libras- Newton
Tamanho Pés metros 1.0 in 900 a 1080 1220 a 1465
7/16 in 54 a 64 73 a 87 1-1/8 in 1280 a 1440 1736 a 1953
1/2 in 80 a 96 109 a 130 1-1/4 in 1820 a 2000 2468 a 2712
9/16 in 110 a 132 149 a 179 1-3/8 in 2380 a 2720 3227 a 3688
5/8 in 150 a 180 203 a 244 1-1/2 in 3160 a 3560 4285 a 4827
3/4 in 270 a 324 366 a 439 NOTA: Utilizar porcas de espessura maior com
parafusos de classificação 8.
7/8 in 400 a 480 542 a 651
1.0 in 580 a 696 787 a 944
1-1/8 in 800 a 880 1085 a 1193
1-1/4 in 1120 a 1240 1519 a 1681
1-3/8 in 1460 a 1680 1980 a 2278
1-1/2 in 1940 a 2200 2631 a 2983

Bra 8-71603 Edição 6-07 Printed in Brazil


1001-4

ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE DE APERTO – MÉTRICO


Utilizar os torques de aper to relacionados nas
tabelas a seguir quando torques de aperto especiais Parafusos, Porcas e Prisioneiros
não são mencionados.
de Classificação 10.9
Estes valores se aplicam para elementos de fixação
com filete de rosca grosso, conforme recebidos do 10.9
fornecedor, com tratamento superficial ou não, ou
quando lubrificados com óleo para motor. Os torques
não se aplicam quando utilizados lubrificantes Libras- Newton
especiais como grafite ou graxas e óleos de Tamanho Polegadas metros
bissulfeto de molibidênio. M4 36 a 48 4a5
M5 84 a 96 9 a 11
Parafusos, Porcas e Prisioneiros M6 132 a 156 15 a 18
de Classificação 8.8 M8 324 a 384 37 a 43

8.8
Libras- Newton
Tamanho Pés metros
Libras- Newton M10 54 a 64 73 a 87
Tamanho Polegadas metros
M12 93 a 112 125 a 150
M4 24 a 36 3a4
M14 149 a 179 200 a 245
M5 60 a 72 7a8
M16 230 a 280 310 a 380
M6 96 a 108 11 a 12
M20 450 a 540 610 a 730
M8 228 a 276 26 a 31
M24 780 a 940 1050 a 1275
M10 456 a 540 52 a 61
M30 1470 a 1770 2000 a 2400
M36 2580 a 3090 3500 a 4200
Libras- Newton
Tamanho Pés metros Parafusos, Porcas e Prisioneiros de
M12 66 a 79 90 a 107 Classificação 12.9
M14 106 a 127 144 a 172
M16 160 a 200 217 a 271 12.9
M20 320 a 380 434 a 515
M24 500 a 600 675 a 815 Geralmente, os valores especificados para o torque
M30 920 a 1100 1250 a 1500 de aperto dos elementos de fixação de classificação
M36 1600 a 1950 2175 a 2600 10.9, podem ser aplicados satisfatoriamente para os
de classificação 12.9.

Bra 8-71603 Edição 6-07 Printed in Brazil


1001-5

ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE DE APERTO - CONEXÕES HIDRÁULICAS DE AÇO


ØE do Tubo Tamanho Libras- Newton ØE do Tubo Tamanho Libras- Newton
ØI da Mangueira da Rosca Polegada metros ØI da Mangueira da Rosca Polegada metros
Conexões Com Conicidade de 37° Roscas Retas Com Anéis-O
1/4 in 7/16-20 72 a 144 8 a 16 1/4 in 7/16-20 144 a 228 16 a 26
6.4 mm 6.4 mm
5/16 in 1/2-20 96 a 192 11 a 22 5/16 in 1/2-20 192 a 300 22 a 34
7.9 mm 7.9 mm
3/8 in 9/16-18 120 a 300 14 a 34 3/8 in 9/16-18 300 a 480 34 a 54
9.5 mm 9.5 mm
1/2 in 3/4-16 180 a 504 20 a 57 1/2 in 3/4-16 540 a 804 57 a 91
12.7 mm 12.7 mm
5/8 in 7/8-14 300 a 696 34 a 79
15.9 mm ØE do Tubo Tamanho Libras- Newton
ØI da Mangueira da Rosca Pés metros
ØE do Tubo Tamanho Libras- Newton 5/8 in 7/8-14 58 a 92 79 a 124
ØI da Mangueira da Rosca Pés metros 15.9 mm
3/4 in 1-1/16-12 40 a 80 54 a 108 3/4 in 1-1/16-12 80 a 128 108 a 174
19.0 mm 19.0 mm
7/8 in 1-3/16-12 60 a 100 81 a 135 7/8 in 1-3/16-12 100 a 160 136 a 216
22.2 mm 22.2 mm
1.0 in 1-5/16-12 75 a 117 102 a 158 1.0 in 1-5/16-12 117 a 187 159 a 253
25.4 mm 25.4 mm
1-1/4 in 1-5/8-12 125 a 165 169 a 223 1-1/4 in 1-5/8-12 165 a 264 224 a 357
31.8 mm 31.8 mm
1-1/2 in 1-7/8-12 210 a 250 285 a 338 1-1/2 in 1-7/8-12 250 a 400 339 a 542
38.1 mm 38.1 mm

Parafusos de Fixação de Flange Bi-Partida


Libras- Newton
Tamanho Polegadas metros
5/16-18 180 a 240 20 a 27
3/8-16 240 a 300 27 a 34
7/16-14 420 a 540 47 a 61

Libras- Newton
Tamanho Pés metros
1/2-13 55 a 65 74 a 88
5/8-11 140 a 150 190 a 203

Bra 8-71603 Edição 6-07 Printed in Brazil


1001-6
ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE DE APERTO – CONEXÕES HIDRÁULICAS DE AÇO

Extremidade da Vedação com Anel-O


Tamanho SAE ØE do tubo Polegada (mm) Tamanho da Rosca Libras- Polegadas Newton-metros
Nominal Montado
-4 1/4 in 9/16-18 120 a 144 14 a 16
6.4 mm
-6 3/8 in 11/16-16 216 a 240 24 a 27
9.5 mm
-8 1/2 in 13/16-16 384 a 480 43 a 54
12.7 mm
-10 5/8 in 1-14 552 a 672 62 a 76
15.9 mm

Tamanho SAE ØE do tubo Polegada (mm) Tamanho da Rosca Libras- Pés Newton-metros
Nominal Montado
-12 3/4 in 1-3/16-12 65 a 80 90 a 110
19.0 mm
-14 7/8 in 1-3/16-12 65 a 80 90 a 110
22.2 mm
-16 1.0 in 1-7/16-12 92 a 105 125 a 140
25.4 mm
-20 1-1/4 in 1-11/16-12 125 a 140 170 a 190
31.8 mm
-24 1-1/2 in 2-12 150 a 180 200 a 254
38.1 mm

Conexão ou Porca de Trava com Extremidade Rebaixada para o Anel-O


Tamanho SAE ØE do tubo Polegada (mm) Tamanho da Rosca Libras- Polegadas Newton-metros
Nominal Montado
-4 1/4 in 7/16-20 204 a 240 23 a 27
6.4 mm
-6 3/8 in 9/16-18 300 a 360 34 a 41
9.5 mm
-8 1/2 in 3/4-16 540 a 600 61 a 68
12.7 mm
Tamanho SAE ØE do tubo Polegada (mm) Tamanho da Rosca Libras- Pés Newton-metros
Nominal Montado
-10 5/8 in 7/8-14 60 a 65 81 a 88
15.9 mm
-12 3/4 in 1-1/16-12 85 a 90 115 a 122
19.0 mm
-14 7/8 in 1-3/16-12 95 a 100 129 a 136
22.2 mm
-16 1.0 in 1-5/16-12 115 a 125 156 a 169
25.4 mm
-20 1-1/4 in 1-5/8-12 150 a 160 203 a 217
31.8 mm
-24 1-1/2 in 1-7/8-12 190 a 200 258 a 271
38.1 mm

Bra 8-71603 Edição 6-07 Printed in Brazil


1002
Seção
1002

FLUIDOS E LUBRIFICANTES

Copyright © 2004 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2680 Março, 2012
1002-2

ÍNDICE
CAPACIDADES E LUBRIFICANTES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
RECOMENDAÇÕES PARA ÓLEO DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
GRÁFICO DE TRANSMISSÃO DA TEMPERATURA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
SISTEMA DE COMBUSTÍVEL DIESEL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
Armazenagem do Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
Especificações de Aceitação do Combustível Diesel nº 2 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
AGENDA DE MANUTENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6
Modelo 721E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6
PONTOS DE MANUTENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
Modelo 721E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8

Bra 5-2680 Edição 3-12 Printed in Brazil


1002-3

CAPACIDADES E LUBRIFICANTES
Óleo do Motor
Capacidade ...................................................................................................................... 11,3 litros (12.0 U.S. qt)
Capacidade com Troca de Filtro....................................................................................... 12,3 litros (13.0 U.S. qt)
Tipo de Óleo....................................................................(1030190) Akcela nº 1 Engine Oil SAE 15W40 API CI-4
Sistema de Arrefecimento do Motor
Capacidade ............................................................................................................................. 41,6 litros (11.0 gal)
Quantidade de Aditivo para o Líquido de Arrefecimento........................................ 50% água e 50% Etileno-glicol
Tipo de Líquido de Arrefecimento ............................................................. (1060077) Akcela Premium Anti-freeze
Sistema de Combustível
Capacidade do Reservatório................................................................................................... 246 litros (65.0 gal)
Capacidade Total do Sistema.................................................................................................. 253 litros (66.9 gal)
Tipo de Combustível .............................................................. Veja as especificações de Óleo Diesel na página 5
Sistema Hidráulico
Capacidade do Reservatório Hidráulico................................................................................ 105.7 litros (27.9 gal)
Capacidade Total do Sistema................................................................................................ 168,5 litros (44.6 gal)
Tipo de Óleo...................................................................................................(1040184) AKCELA Hy-Tran Ultra®
Transmissão
Capacidade de Reabastecimento com Troca de Filtro.............................................................. 34.0 litros (9.0 gal)
Tipo de Óleo....................................................................(1030190) Akcela nº 1 Engine Oil SAE 15W40 API CI-4
Eixos
Capacidade
Capacidade do eixo dianteiro STD (até série HBZN721EKBAE00450) .................................... 31,5 L (33.3 qt)
Capacidade do eixo traseiro STD (até série HBZN721EKBAE00450) ...................................... 26,0 L (27.5 qt)
Capacidade do eixo dianteiro STD (a partir da série HBZN721EKBAE00451)......................... 35,0 L (37.0 qt)
Capacidade do eixo traseiro STD (a partir da série HBZN721EKBAE00451)........................... 23,0 L (24.3 qt)
Capacidade do eixo traseiro HD (a partir da série HBZN721EKBAE00451)............................. 35,0 L (37.0 qt)
Tipo de Lubrificante................................................................ (1040202) AKCELA Transaxle Fluid SAE 80W-140
Graxeiras
Conforme necessário ............................................................................................. (1070173) Akcela Molygrease
NOTE: NÃO use óleo alternativo nos eixos. Os componentes do freio podem ficar danificados como resultado do
uso de um óleo alternativo. As máquinas são abastecidas na fábrica com óleo para amaciamento.
Sistema de Freios
Tipo de Fluido (Igual ao do Sistema Hidráulico)................................................ (1040184) AKCELA Hy-Tran Ultra®

Bra 5-2680 Edição 3-12 Printed in Brazil


1002-4

RECOMENDAÇÕES PARA ÓLEO DO MOTOR


AKCELA No. 1 Engine oil é recomendado para uso
e m m o t o r C a s e . A K C E L A N o. 1 E n g i n e O i l
lubrificará seu motor corretamente sob todas as
condições de operação.
Se AKCELA No. 1 Multi-Viscosity Oil não está
disponível, use somente óleos de motor classe API
categoria CI-4.
Ve j a n o g r á f i c o a b a i x o, a
viscosidade recomendada
para as faixas de temperatura
ambiente
BD03A102
NOTA: Não aditive o óleo do
motor. Os intervalos de troca do
óleo dados neste manual são
de acordo com testes com
RH99K130
lubrificantes Case.

TEMPERATURA FAHRENHEIT

TROPICAL

TODAS AS ESTAÇÕES

AKCELA Nº 1 ENGINE OIL (1030190) SAE 15W40 API CI-4 TODAS AS ESTAÇÕES

INVERNO

INVERNO

ÁRTICO

ÁRTICO

TEMPERATURA CELSIUS (GRAUS CENTÍGRADOS)


Indica necessidade de usar um aquecedor de óleo do motor ou um aquecedor da
água de arrefecimento do motor.
BC02N250

Bra 5-2680 Edição 3-12 Printed in Brazil


1002-5

TEMPERATURAS PARA FLUIDO DA TRANSMISSÃO

TEMPERATURA FAHRENHEIT

AKCELA Nº 1 ENGINE OIL (1030190) SAE 15W40 API CI-4

TEMPERATURA CELSIUS (GRAUS CENTÍGRADOS)


BC04F193

SISTEMA DE COMBUSTÍVEL DIESEL


Use óleo diesel nº 2 no motor desta máquina. O usos Armazenagem do Combustível
de outros combustíveis pode causar perda de
potência do motor e alto consumo de combustível. Se o combustível vai ficar armazenado por um longo
período, mater iais estranhos ou água podem
Se a temperatura for excessivamente baixa pode-se contaminá-lo, causando muitos problemas ao motor.
usar temporariamente uma mistura dos óleos nº 1 e
nº 2. Veja a nota abaixo: Por isso, os tambores de armazenagem externa
devem ser mantidos numa temperatura mais baixa
NOTA: Consulte seu fornecedor de combustível possível. Remova a água do tambor regularmente.
para exigências de óleo diesel em baixas
temperaturas. Se a temperatura do combustível for Encha o tanque de combustível no fim da jornada de
inferior ao ponto de névoa (ponto de floculação), trabalho para evitar condensação de umidade no
aparecem cristais de cera no combustível, que tanque de combustível.
provocarão perda de potência e falhas na partida.
O óleo diesel usado nesta máquina deve satisfazer
as “Especificações de Aceitação do Combustível
Diesel nº 2” ou a “Especificação D975-81” da ASTM.

Especificações de Aceitação do Combustível Diesel nº 2


Massa específica, API, mínima ............................................................................................................................. 34
Ponto de fulgor, mínimo .........................................................................................................................60°C (140°F)
Ponto de névoa (ponto de floculação), máximo .......................................................... -20°C (-5°F) Veja Nota acima
Ponto de gota, máximo .............................................................................................. -26°C (-15°F) Veja Nota acima
Temperatura de destilação, 90% do ponto ......................................................................282 a 338°C (540 a 640°F)
Viscosidade, a 38°C (100°F)
Centistokes .......................................................................................................................................... 2.0 a 4.3
Índice cetano, mínimo ................................................ 43 (45 a 55 para baixas temperaturas ou altitudes elevadas)
Água e sedimentos, por volume, máximo ........................................................................................................ 0.05%

Bra 5-2680 Edição 3-12 Printed in Brazil


1002-6

AGENDA DE MANUTENÇÃO
Modelo 721E
FREQÜÊNCIA EM HORAS

MANUTENÇÃO
NÚMERO DO

LUBRIFIQUE

SUBSTITUA
VERIFIQUE
INTERVALO DE

TROQUE
PONTOS DE SERVIÇOS

AJUSTE
MANUTENÇÃO

INICIAL

DRENE
LIMPE
ÍTEM

29 Filtro de Ar * *
19 Filtro hidráulico *
Período 22 Correia de acionamento dos acessórios do motor *
variável
(* ) 13 Nível do líquido de arrefecimento no radiador *
XX Extintor de Incêndios *
14 Pneus *
A cada 10 horas 1 Verifique o nível do óleo do motor 10
2 Verifique o nível do liquido de arrefecimento do motor 50
18 Drene o filtro de combustível quanto à condensação 50
3 Verifique o nível do fluido da transmissão 50
A cada 50 horas 4 Verifique o nível do fluido hidráulico 50
Lubrifique com graxa as graxeiras de montagem
5&6 50
da caçamba
8 Lubrifique com graxa o pino pivô do eixo traseiro 50
17 Troque óleo do motor e filtros 100
18 & 26 Substitua os filtros de combustível 100
Primeiras 100
19 Troque o filtro do sistema hidráulico 100
horas
21 Troque o óleo dos eixos 100
24 Troque o fluido e os filtros da transmissão 100
Lubrifique com graxa o rolamento de suporte do
9 100
eixo de acionamento dianteiro
Lubrifique os pivôs de articulação dos cilindros da
8 100
A cada 100 direção - haste e tubo (4 graxeiras)
horas Lubrifique os pivôs de articulação dos cilindros e
10 100
braços da carregadeira (10 graxeiras) Z-bar
Lubrifique os pivôs de articulação dos cilindros e
11 100
braços da carregadeira (18 graxeiras) XT
12 & 23 Verifique o filtro de ar da cabine 250
Verifique a correia de acionamento dos
22 250
acessórios do motor
Verifique o nível do líquido de arrefecimento no
13 250
A cada 250 radiador
horas 14
Verifique a pressão dos pneus e o torque das
4 250
rodas
XX Calibragem da embreagem da transmissão 250 1000
17 Troque óleo do motor e filtro 250
17 Filtro do respiro do motor 250 500
15 Verifique o nível do fluido dos eixos 500
16 Verifique o nível do eletrólito das baterias 500
A cada 500
26 Substitua o filtro de combustível 500
horas
Drene a condensação do reservatório de
18 500
combustível

Bra 5-2680 Edição 3-12 Printed in Brazil


1002-7
FREQÜÊNCIA EM HORAS

MANUTENÇÃO
NÚMERO DO

LUBRIFIQUE

SUBSTITUA
VERIFIQUE
INTERVALO DE

TROQUE
PONTOS DE SERVIÇOS

AJUSTE
MANUTENÇÃO

INICIAL

DRENE
LIMPE
ÍTEM
19 Substitua o filtro do fluido do sistema hidráulico 1000
Lubrifique com graxa as graxeiras das
20 1000
articulações
21 Troque o óleo dos eixos dianteiro e traseiro 1000
A cada 1000 22 Substitua o filtro de ar da cabine 1000
horas 24 Troque o fluido e os filtros da transmissão 1000
XX Substitua a correia de acionamento 1000
XX Verifique a calibragem dos injetores 1000
XX Verifique o ajuste das válvulas 1000
XX Calibragem da embreagem da transmissão 1000
26 Troque o fluido do sistema hidráulico 2000
A cada 2000 27 Troque o líquido de arrefecimento do motor 2000
horas 28 Substitua o filtro de ar do motor 2000
XX Folga das válvulas 2000
A cada 6000 XX Injetores do motor 6000
horas XX Bomba de combustível 6000 6000

Bra 5-2680 Edição 3-12 Printed in Brazil


1002-8

PONTOS DE MANUTENÇÃO
Modelo 721E

12 23
1 29 17 10 11

26
18
14
21 15 19 25 24 8 21 15 6

10 8 4 13 2 16 22 11

17

6 9 8 20 3 18 17 28 27
BC06F531

Consulte o Manual do Operador para mais Ao operar a máquina em condições severas, efetue
informações sobre manutenção e segurança e as manutenções e lubrificações mais freqüente-
maiores detalhes sobre os serviços desse programa. mente.
Os m anu ais do op erad or e de ser viço es tão
disponíveis nos distribuidores.

Bra 5-2680 Edição 3-12 Printed in Brazil


Seção
1003

1003
TABELA DE CONVERSÃO DE MEDIDAS

Copyright © 2004 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 7-52590 Junho, 2007
1003-2

ÍNDICE
FATORES DE CONVERSÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Métrico para U.S. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
U.S. para Métrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4

Bra 7-52590 Edição 6-07 Printed in Brazil


1003-3

FATORES DE CONVERSÃO

Métrico para U.S.


MULTIPLIQUE POR PARA OBTER

Área: metro quadrado 10.763 91 pé quadrado


hectare 2.471 05 acre

Força: newton 3.596 942 onça-força


newton 0.224 809 libra-força

Comprimento: milímetro 0.039 370 polegada


metro 3.280 840 pé
quilômetro 0.621 371 milha

Massa: quilograma 2.204 622 libra


Massa/Área: quilograma/hectare 0.000 466 tonelada/acre

Massa/Energia: g/kWh 0.001 644 lb/hp-h

Massa/Volume: kg/metro cúbico 1.685 555 lb/jarda cúbica

Potência: quilowatt 1.341 02 horsepower (hp)

Pressão: quilopascal 0.145 038 lb/polegada quadrada


bar 14.50385 lb/polegada quadrada

Temperatura: grau C 1.8 x C +32 grau F

Torque: newton-metro 8.850 748 lb-polegada


newton-metro 0.737 562 lb-pé

Velocidade: quilometro/h 0.621 371 milha/h

Volume: centímetro cúbico 0.061 024 polegada cúbica


metro cúbico 35.314 66 pé cúbico
metro cúbico 1.307 950 jarda cúbica
mililitro 0.033 814 onça (fluido US)
litro 1.056 814 quarto (líquido US)
litro 0.879 877 quarto (Imperial)
litro 0.264 172 galão (líquido US)
litro 0.219 969 galão (Imperial)

Volume/Tempo: litro/min 0.264 172 galão/min (líquido US)


litro/min 0.219 969 galão/min (Imperial)

Bra 7-52590 Edição 6-07 Printed in Brazil


1003-4

U.S. para Métrico


MULTIPLIQUE POR PARA OBTER

Área: pé quadrado 0.092 903 metro quadrado


acre 0.404 686 hectare

Força: onça-força 0.278 014 newton


libra-força 4.448 222 newton

Comprimento: polegada 25.4 * millímetro


pé 0.304 8 * metro
milha 1.609 344 * quilometro

Massa: libra 0.453 592 quilograma


onça 28.35 grama

Massa/Área: tonelada/acre 2241 702 quilograma/hectare

Massa/Energia: lb/hp-h 608.277 4 g/kWh

Massa/Volume: lb/jarda cúbica 0.593 276 kg/metro cúbico

Potência: horsepower (hp) 0.745 700 quilowatt

Pressão: lb/polegada quadrada 6.894 757 quilopascal


lb/polegada quadrada 0.069 bar
lb/polegada quadrada 0.070 303 kg/centím. quadrado

Temperatura: grau F 1.8 F - 32 grau C

Torque: libra-polegada 0.112 985 newton-metro


libra-pé 1.355 818 newton-metro

Velocidade: milha/hora 1.609 344 * quilometro/hora

Volume: polegada cúbica 16.387 06 centímtro cúbico


pé cúbico 0.028 317 metro cúbico
jarda cúbica 0.764.555 metro cúbico
onça (fluido US) 29.573 53 mililitro
quarto (líquido US) 0.946 353 litro
quarto (Imperial) 1.136 523 litro
galão (US) 3.785 412 litro
galão (Imperial) 4.546 092 litro

Volume/Tempo: galão/min 3.785 412 litro/min

* = exato

Bra 7-52590 Edição 6-07 Printed in Brazil


ÍNDICE DE SEÇÃO

MOTORES

Título da Seção Número da Seção

Remoção e Instalação do Motor e Radiador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2000


Teste de “Stall” . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2002
Arrefecedor do Ar de Admissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2003

PARA REPAROS NO MOTOR, CONSULTE O MANUAL DE SERVIÇO DO MOTOR


87519803

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2690 Junho, 2007
Copyright © 2006 CNH America LLC.
CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2690 Junho, 2007
Seção
2000

REMOÇÃO E INSTALAÇÃO DO MOTOR E DO RADIADOR

2000

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2700 Junho, 2007
2000-2

ÍNDICE
MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Remoção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Instalação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
RADIADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18
Remoção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18
Instalação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-3

MOTOR

Remoção ETAPA 5

ETAPA 1

BD02N160

Coloque um recipiente com capacidade para 45


BD03A040 litros (12 galões) debaixo do bujão de drenagem do
Estacione a máquina em uma superfície plana e radiador. Remova a tampa do radiador. Remova o
abaixe a caçamba ao solo. Coloque a trava de bujão e escoa o liquido de arrefecimento no
articulação na posição LOCKED (Travada). recipiente. Instale novamente o bujão após o liquido
de arrefecimento tenha sido drenado. Instale a
ETAPA 2 tampa do radiador.
Desligue o motor. Acione o pedal de freio várias
vezes para descarregar os acumuladores de freios. ETAPA 6
Gire a chave de ignição para a posição ON (Ligado)
e movimente a alavanca de controle da pá-carrega-
deira para frente e para trás no mínimo 30 vezes a
fim de aliviar a pressão do circuito hidráulico. Gire a
chave de ignição para a posição OFF (Desligado).

ETAPA 3
Solte lentamente a tampa do bocal de enchimento
no reservatório do fluido hidráulico para aliviar a
pressão de ar no mesmo.

ETAPA 4
BD02N160

Coloque um recipiente com capacidade para 15


litros (16 U.S. quarts) debaixo do bujão de drenagem
do óleo do motor. Remova o bujão e escoa o óleo do
motor no recipiente. Instale novamente o bujão após
o óleo tenha sido drenado.
NOTA: Após escoar o óleo desconecte a mangueira
de drenagem da estrutura a fim de ser removida
junto com o motor.

BD06F108

Os interruptores principal e de levantamento do capuz


estão localizados na caixa da bateria direita. Levante
o capuz com seu motor de levantamento. Gire o inter-
ruptor de desligamento principal para a posição OFF
(Desligado). Remova as tampas de ambas as bate-
rias e desconecte as baterias da máquina.
Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil
2000-4
ETAPA 7 ETAPA 10

BD03A231 BD06F109

Dobrar uma tira de náilon para levantamento (1) e Identifique com etiquetas e desconecte do conector
desliza-la através do tubo de escapamento (2) do chicote de fiação do chassi traseiro o conector do
localizado do capuz. chicote de fiação do capuz.

ETAPA 8 ETAPA 11

1
BD03A230 BD03A227

Coloque uma barra de aço sólida através da tira,


levante o capuz e alivie a tensão do motor de
levantamento.

ETAPA 9
2

BD03A226

Remova o parafuso de fixação (1) e a braçadeira do


chicote de fiação do alarme de marcha a ré. Peça
para uma outra pessoa balançar o capuz e remover
da estrutura do arrefecedor os parafusos de fixação
BD03A228 (2) da dobradiça do capuz.
Remova o pino da par te superior do motor de
levantamento.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-5
ETAPA 12 ETAPA 15

BD03A232 BD06F110

Levante cuidadosamente o capuz e remova-o da Afrouxe as braçadeiras do turbocompressor e do


pá-carregadeira. Abaixe o capuz sobre uma plataforma filtro de ar do alimentador e do filtro de ar. Remova a
adequada e desconecte o equipamento de içamento. mangueira de admissão.

ETAPA 13 ETAPA 16

BD03A224 BD06F110

Identifique com etiquetas e desconecte o conector Afrouxe a braçadeira da mangueira de entrada do


do chicote de fiação do motor do interruptor de restri- pós-arrefecedor de ar, localizada no turbocompressor.
ção do filtro de ar.
ETAPA 17
ETAPA 14

BD03A115

BD03A225 Afrouxe a braçadeira da mangueira de entrada do


Afrouxe a braçadeira da mangueira de admissão do pós arrefecedor de ar e remova-a da máquina.
filtro de ar e remova a mangueira de ventilação do
cárter.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-6
ETAPA 18 ETAPA 21

BD06F112
BD06F111

Afrouxe a braçadeira da mangueira de saída do pós Remova do suporte o filtro de ar e o silencioso.


arrefecedor de ar, localizada no coletor de admissão.
ETAPA 22
ETAPA 19

BD06F113

BD03A118

Afrouxe a braçadeira da mangueira de saída do pós


arrefecedor de ar e remova-a da máquina.

ETAPA 20

BD06F114

Remova os quatro parafusos de fixação da tampa da


correia. Remova a tampa.
NOTA: Após a remoção da tampa da correia,
remova os seus suportes de montagem da estrutura
BD06F110 da máquina.
A f r o u xe a b r a ç a d e i r a d e e s c a p a m e n t o d o
turbocompressor.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-7
ETAPA 23 ETAPA 26

BD06F115 BD06F118

Remova do motor a correia de acionamento. Identifique com etiquetas e desconecte os fios do


alternador.
ETAPA 24
ETAPA 27

BD06F116

Afrouxe as braçadeiras e remova do motor a BD06F119


mangueira inferior do arrefecedor. Remova o parafuso de fixação da presilha do chicote
de fiação ao motor.
ETAPA 25
ETAPA 28

1 1

2 2

BD06F117

Se a pá-carregadeira estiver equipada com ar condi- BD06F120

cionado, identifique com etiquetas e desconecte do Remova o parafuso de fixação da presilha (1) do
conector (1) do acoplador do compressor de ar os chicote de fiação ao motor. Remova os fios terra (2)
conectores do chicote de fiação do motor. Remova do motor.
do compressor de ar os três parafusos de fixação (2)
e apóie-o sobre a tampa da bateria esquerda.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-8
ETAPA 29 ETAPA 32

2 3

BD06F121 BD06F111

Identifique e remova os fios do solenóide do motor Identifique com etiquetas e remova o cabo do
de partida (3), remova o cabo terra (2), e a fita aquecedor do ar de admissão.
metálica terra (1) do motor de partida.
NOTA: Afaste do motor os cabos do motor de ETAPA 33
partida e seu chicote de fiação.

ETAPA 30

BD03A142

Desconecte o chicote de fiação do controlador EDC 7.


NOTA: Levantando a alavanca o conector será
BD06F146
liberado do controlador.
Desconecte a mangueira de ventilação do liquido de
arrefecimento do motor e prenda-a na parte traseira ETAPA 34
do motor.

ETAPA 31

BD06F123

Remova a linha de combustível da parte superior do


controlador EDC 7. Tampe a linha e a conexão.
BD06F122

Remova da parte traseira do motor a mangueira do


radiador (1), a mangueira do aquecedor (2), e
remova os parafusos e as presilhas (3) da carcaça.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-9
ETAPA 35 ETAPA 38

BD06F127
BD06F124

Identifique e desconecte os fios do aquecedor do fil- Remova a tampa inferior do eixo de acionamento.
tro de combustível (1), desconecte a linha de com-
bustível (2) da tampa do filtro de combustível. Tampe ETAPA 39
a linha e a conexão.

ETAPA 36

BD03A172

Remova do volante do motor os parafusos do eixo


de acionamento. Afaste o eixo de acionamento do
BD06F125 volante do motor.
Remova o parafuso e a presilha.
ETAPA 40
ETAPA 37 Conecte um equipamento de içamento adequado
aos suportes de levantamento do motor. Elimine
toda a folga do equipamento de içamento. Remova
os parafusos de fixação do motor e levante-o o
suficiente para obter acesso à mangueira de
drenagem. Puxe a mangueira de drenagem junto
com o motor.

ETAPA 41
Levante lentamente o motor do chassi traseiro. Certi-
fique-se de que todos os conectores de chicotes e as
mangueiras tenham sido desconectados e afastados
do motor. Remova o motor da máquina.
BD06F126

Conecte e ligue a bomba de vácuo ao reservatório


hidráulico. Identifique com etiquetas e remova as
linhas hidráulicas da bomba do sistema de freios.
Tampe as linhas e as conexões.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-10

Instalação

1
2 1
3 2
3

1 4
4 5
2
5
3 6
6
7
7
8 4
5
6
7
BS03B035

1. PARAFUSO DE FIXAÇÃO DO MOTOR 3. ISOLADOR SUPERIOR 5. ARRUELA 7. PORCA


2. ARRUELA 4. ISOLADOR INFERIOR 6. ARRUELA 8. MANGUEIRA DE DRENAGEM DO ÓLEO
REMOTA

ETAPA 42 ETAPA 46
Conecte a mangueira de drenagem do óleo do motor
Se for necessário substituir os isoladores de ao suporte da estrutura.
borracha (3 e 4) do motor, remova-os e descarte-os.
Instale primeiro um novo isolador de borracha (4) e
depois o isolador de borracha (3).
ETAPA 47

ETAPA 43
Levante lentamente o motor e posicione-o por cima
do chassi traseiro. Certifique-se de que todos os
conectores de chicotes e as mangueiras estejam
afastados, em seguida abaixe o motor. Coloque a
arruela (5) entre o isolador de borracha dianteiro (4)
e o chassi. Instale a arruela (2), o parafuso (1), a
arruela (6), e a porca (7) nos isoladores do motor.
Abaixe o motor à sua posição.

ETAPA 44 BD03A172
Aperte os parafusos de fixação do motor com um Na parte dianteira do motor, posicione o eixo de
torque de 244 a 298 Nm (180 a 220 lb-pé). acionamento no acoplamento do motor. Instale os
seis parafusos de fixação do eixo de acionamento ao
ETAPA 45 acoplamento do motor. Aperte os parafusos de
Desconecte o equipamento de içamento dos fixação com um torque de 53 a 62 Nm (39 a 46
suportes de levantamento do motor. lb-pé).

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-11
ETAPA 48 ETAPA 51

BD06F127 BD06F124
Instale a tampa inferior do eixo de acionamento. Destampe a conexão e a mangueira, e conecte a
linha de combustível (2). Conecte os fios do
ETAPA 49 aquecedor do filtro de combustível (1). Remova e
descarte as etiquetas.

ETAPA 52

BD06F126

Conecte e ligue a bomba de vácuo ao reservatório


hidráulico. Destampe as conexões e as mangueiras.
Conecte as mangueiras à bomba de freios conforme BD06F123
as etiquetas de identificação instaladas durante a Destampe a conexão e a mangueira e conecte a
remoção. Remova e descarte as etiquetas. Desligue linha de combustível ao EDC 7.
a bomba de vácuo do reservatório hidráulico.
ETAPA 53
ETAPA 50

BD03A142
BD06F125
Conecte o chicote de fiação ao controlador EDC 7.
Instale a presilha e o parafuso da mangueira de
retorno do combustível. NOTA: Comece a instalação do conector no EDC 7
com a alavanca direto para fora do EDC 7. Utilize a
alavanca para puxar o conector na posição.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-12
ETAPA 54 ETAPA 57

2 3

BD06F111 BD06F121

Conecte o cabo ao aquecedor do ar de admissão. Instale os fios ao solenóide do motor de partida (3),
Remova e descarte as etiquetas. instale o cabo terra (2), e a fita metálica terra (1) ao
motor de partida. Remova e descarte as etiquetas.
ETAPA 55
ETAPA 58
3
1
2
2
1

BD06F122
BD06F120
Instale a mangueira do aquecedor (2) na parte
traseira do motor, instale as presilhas (3), e instale a Instale o parafuso de fixação da presilha (1) do
mangueira do radiador (1). chicote de fiação ao motor. Instale os fios terra (2) ao
motor.
ETAPA 56
ETAPA 59

BD06F146

Conecte a mangueira de ventilação do liquido de BD06F119

arrefecimento do motor. Instale o parafuso de fixação da presilha do chicote


de fiação ao motor.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-13
ETAPA 60 ETAPA 63

BD06F118 BD06F115

Conecte os fios ao alternador. Remova e descarte as Instale a correia de acionamento.


etiquetas.
ETAPA 64
ETAPA 61

BD06F113

BD06F117

Se a pá-carregadeira estiver equipada com ar


condicionado, instale o compressor de ar utilizando
os três parafusos de fixação (2), conecte os
conectores do chicote de fiação do motor ao
conector do acoplador do compressor de ar (1).
Remova e descarte as etiquetas.

ETAPA 62

BD06F114

Instale os supor tes de montagem da tampa à


estrutura da máquina. Instale a tampa da correia e
seus quatro parafusos de fixação.

BD06F116

Instale a mangueira inferior do arrefecedor ao motor


e aperte os parafusos das presilhas com um torque
de 10.1 a 11.3 Nm (90 a 100 lb-pol.).

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-14
ETAPA 65 ETAPA 68

BD06F112 BD06F111
Coloque o silencioso e o filtro de ar no suporte. Aperte a braçadeira da mangueira de saída do pós
Instale os parafusos de fixação no filtro de ar e arrefecedor de ar, localizada no coletor de admissão.
aper te-os. Instale os parafusos de fixação do
silencioso sem aperta-los. ETAPA 69
ETAPA 66

BD03A115

Coloque a mangueira de entrada do pós arrefecedor


BD06F110
de ar na máquina. Aper te a braçadeira do pós
Instale e aperte a braçadeira de escapamento no tur- arrefecedor de ar.
bocompressor. Aperte os parafusos de fixação do
silencioso. ETAPA 70
ETAPA 67

BD06F110

Aperte a braçadeira da mangueira de entrada do pós


BD03A118
arrefecedor de ar, localizada no turbocompressor.
Coloque a mangueira de saída do pós arrefecedor
de ar na máquina. Aper te a braçadeira do pós
arrefecedor de ar.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-15
ETAPA 71 ETAPA 74

BD06F110 BD03A232

Instale a mangueira de entrada e aper te as Levante cuidadosamente o capuz e posicione-o por


braçadeiras no turbocompressor e no filtro de ar. cima da pá-carregadeira.
NOTA: Consulte as Etapas 7 e 8 da remoção quanto
ETAPA 72 ao procedimento de levantamento.

ETAPA 75

BD03A225

Instale a mangueira de ventilação do cárter e aperte 1


a braçadeira na mangueira de entrada do filtro de ar.
BD03A227

ETAPA 73

BD03A226

Peça para uma outra pessoa balançar o capuz e


BD03A224 instalar os parafusos de fixação (2) da dobradiça do
Conecte o conector do chicote de fiação do motor ao capuz à estrutura do arrefecedor. Instale o parafuso
interruptor de restrição do filtro de ar. Remova e des- de fixação (1) e a presilha do chicote de fiação do
carte as etiquetas alarme de marcha a ré à carcaça do arrefecedor.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-16
ETAPA 76 ETAPA 78

BD03A221
BD03A228

Instale o pino da par te super ior do motor de NOTA: Se o apoio do capuz não for ajustado corre-
levantamento. Abaixe e remova o equipamento de tamente, o capuz será danificado.
içamento. Quando um capuz é removido e substituído é neces-
sário efetuar uma ajustagem inicial em seu apoio.
ETAPA 77 Ajuste entre a parte superior da contraporca de ajus-
tagem (1) do motor de levantamento à parte superior
da rosca (2) para 20 mm (X). Com o motor abaixado
ao seu ponto mais baixo, efetue uma medição entre
o amortecedor esquerdo do capuz e o contrapeso,
anote o valor desta medição (Y). Utilize a tabela
abaixo para ajustar o apoio (X).
Tabela de Ajuste do Capuz
Y X Y X Y X Y X
(MM) (MM) (MM) (MM) (MM) (MM) (MM) (MM)
1 19 21 14 41 9 61 5
2 19 22 14 42 9 62 5
BD06F109
3 18 23 14 43 9 63 4
Conecte o conector do chicote de fiação do capuz ao
conector do chicote de fiação do chassi traseiro. 4 18 24 13 44 9 64 4
Remova e descarte as etiquetas. 5 25 45 65
18 13 9 4
6 18 26 13 46 8 66 4
7 17 27 13 47 8 67 3
8 17 28 12 48 8 68 3
9 17 29 12 49 8 69 3
10 17 30 12 50 7 70 3
11 16 31 12 51 7 71 2
12 16 32 12 52 7 72 2
13 16 33 11 53 7 73 2
14 16 34 11 54 6 74 2
15 16 35 11 55 6 75 2
16 15 36 11 56 6 76 1
17 15 37 10 57 6 77 1
18 15 38 10 58 6 78 1
19 15 39 10 59 5 79 1
20 14 40 10 60 5 80 0
Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil
2000-17
ETAPA 79 ETAPA 84
Dê partida ao motor e deixe-o funcionando em
marcha lenta. Funcione o motor em temperatura
normal de operação por aproximadamente cinco
minutos a fim de misturar totalmente o Etilenoglicol
com a água. Quando o liquido de arrefecimento
atingir a sua temperatura normal de operação,
desligue o motor. Após o motor esfriar, verifique o
nível do liquido de arrefecimento no reservatório.
ADVERTÊNCIA: Líquido de arrefecimento quente
poderá esguichar se a tampa do radiador for
removida. Para remover a tampa do radiador: Deixe
o sistema esfriar, gire a tampa até o primeiro estágio,
BD02N160
em seguida aguarde até que toda a pressão seja
Verifique e certifique-se de que os bujões estejam aliviada. Queimaduras podem resultar em caso de
apertados. rápida remoção da tampa..

ETAPA 80 ETAPA 85
Instale um filtro de óleo novo no motor. Abasteça o
motor com 12.3 litros (3.2 galões) de óleo Case
AKCELA No.1 Engine Oil (SAE 15W-40).

ETAPA 81
Se o reservatório hidráulico foi escoado, abasteça-o
com 105.7 litros (27.9 galões) de fluido Case
AKCELA Hy-Tran Ultra.

ETAPA 82
Abasteça o sistema de arrefecimento do motor com
uma solução de 50% Etilenoglicol e 50% de água. A
capacidade do sistema de arrefecimento do motor é BD06F108
de 41,6 litros (11.0 galões). Instale a tampa do radia- Abaixe o capuz com seu motor de levantamento.
dor. Abasteça o reservatório do liquido de arrefeci-
mento até a sua marca FULL (Cheio). ETAPA 86
Coloque a trava de articulação na posição OPERA-
ETAPA 83
TING (Operando).
Conecte as baterias e instale as suas tampas.
Coloque o interruptor principal na posição ON
(Ligado).

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-18

RADIADOR

Remoção ETAPA 5

ETAPA 1
Estacione a pá-carregadeira em uma superfície
plana e abaixe a caçamba ao solo. Aplique o freio de
estacionamento e desligue o motor.

ETAPA 2

BD06F128

Remova o parafuso e a arruela de fixação do


pára-lama LE. Remova o pára-lama LE.

ETAPA 6

BD03A040

Coloque a trava de articulação na posição LOCKED


(Travada).

ETAPA 3
Gire o interruptor de desligamento principal para a
posição OFF (Desligado).

ETAPA 4
BD02N160

Coloque um recipiente com capacidade para 45


litros (12 galões) debaixo do bujão de drenagem do
radiador. Remova a tampa do radiador e depois o
bujão de drenagem e escoa o liquido de
arrefecimento no recipiente. Instale novamente o
bujão após o liquido de arrefecimento tenha sido
drenado. Instale a tampa do radiador.

BD03A120

Peça para uma outra pessoa levantar e segurar o


painel lateral na posição de levantado. Remova os
dois parafusos de fixação do painel lateral e
remova-o.
NOTA: A foto mostra o lado do arrefecedor de fluido
da máquina, o procedimento é o mesmo.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-19
ETAPA 7 ETAPA 10

BD03A109 BD03A113
Destrave o trinco e incline para cima a colméia do Desconecte do radiador a mangueira de
condensador de ar condicionado para obter acesso transbordamento. Desconecte o conector do emissor
à mangueira superior do radiador.. de nível do liquido de arrefecimento.

ETAPA 8 ETAPA 11

2 2

BD03A108 BD03A106
Afrouxe a braçadeira da mangueira superior do Remova os parafusos e instale os olhais de içamento
radiador e remova-a. (1). Instale um equipamento de içamento apropriado
aos olhais. Remova os quatro parafusos de fixação
ETAPA 9 (2) e remova o radiador da máquina.

BD06F129

Afrouxe a braçadeira da mangueira inferior do


radiador e remova-a do radiador.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-20

Instalação ETAPA 15

ETAPA 12
Posicione o radiador por cima da estrutura de
arrefecimento. Abaixe cuidadosamente o radiador
enquanto o está guiando em sua posição na
estrutura de arrefecimento.

ETAPA 13

1 BD06F129

Instale a mangueira inferior do radiador. Posicione e


aperte as duas braçadeiras com um torque de 10.1 a
2 2
11.3 Nm (90 a 100 lb-pol.).

ETAPA 16

BD03A106

Instale as quatro arruelas de pressão e os parafusos


( 2 ) d e fi x a ç ã o d o r a d i a d o r à e s t r u t u r a d e
arrefecimento. Remova o equipamento de içamento
dos olhais. Remova os olhais de içamento e instale
os parafusos (1).

ETAPA 14

BD03A108

Instale a mangueira na parte superior da estrutura


do sistema de arrefecimento. Posicione e aperte as
braçadeiras com um torque de 10.1 a 11.3 Nm (90 a
100 lb-pol.).

ETAPA 17

BD03A113

Conecte o conector ao emissor de nível do liquido de


arrefecimento e instale a mangueira de transborda-
mento no radiador.

BD06F130

Quando estiver instalando o pára-lama certifique-se


de que esteja atrás do parafuso de fixação.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-21
ETAPA 18 ETAPA 21

BD06F131 BD03A120

Alinhe o furo do pára-lama com o parafuso. Peça para uma outra pessoa levantar e segurar o
painel lateral na posição. Aplique Loctite 242 na
ETAPA 19 rosca dos dois parafusos de fixação do painel lateral
e instale-os, apertando-os com um torque de 6.5 ±
3.0 Nm (57.5 ± 26.5 lbs-pol.).
NOTA: A foto mostra o lado do arrefecedor de fluido
da máquina, o procedimento é o mesmo.

ETAPA 22

BD06F132

Alinhe as fendas do pára-lama com as lingüetas da


carroceria da máquina.

ETAPA 20

BD02N160

Certifique-se de que o bujão de drenagem do liquido


de arrefecimento esteja apertado.

ETAPA 23
Abasteça o sistema de arrefecimento do motor com
uma solução de 50% de Etilenoglicol e 50% de água.
A capacidade do sistema de arrefecimento do motor
é de 41,6 litros (11.0 galões). Instale a tampa do
radiador. Abasteça o reservatório do liquido de arre-
fecimento até a sua marca FULL (Cheio).
DSC00105.TIF

Empurre o pára-lama para a frente da máquina e


prenda-o com a arruela e o parafuso de fixação.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2000-22
ETAPA 24 ADVERTÊNCIA: Líquido de arrefecimento quente
Gire o interruptor de desligamento principal para a poderá esguichar se a tampa do radiador for
posição ON (Ligado). removida. Para remover a tampa do radiador: Deixe
o sistema esfriar, gire a tampa até o primeiro estágio,
em seguida aguarde até que toda a pressão seja
ETAPA 25
aliviada. Queimaduras podem resultar em caso de
Dê partida ao motor e deixe-o funcionando em mar- rápida remoção da tampa.
cha lenta. Funcione o motor em temperatura normal
de operação por aproximadamente cinco minutos a ETAPA 26
fim de misturar totalmente o Etilenoglicol com a
C o l o q u e a t r ava d e a r t i c u l a ç ã o n a p o s i ç ã o
água. Quando o liquido de arrefecimento atingir a
OPERATING (Operando).
sua temperatura normal de operação, desligue o
motor. Após o motor esfriar, verifique o nível do
liquido de arrefecimento no reservatório.

Bra 5-2700 Edição 6-07 Printed in Brazil


2002
Seção
2002

TESTE DE “STALL”

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2710 Junho, 2007
2002-2

ÍNDICE
ESPECIFICAÇÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Rotações de "Stall" . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
TESTES DE "STALL" . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
VISORES DO CONJUNTO DE INSTRUMENTOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
PROCEDIMENTO PARA AQUECER O ÓLEO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
Conversor de Torque . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
Sistema hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
SELEÇÃO DO MODO DE POTÊNCIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6
REALIZANDO OS TESTES DE "STALL" . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
Teste No. 1 - "Stall" do Conversor de Torque e do Sistema Hidráulico Juntos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
Interpretando os Resultados do Teste No. 1 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
Teste No. 2 - "Stall" do Conversor de Torque . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
Interpretando os Resultados do Teste No. 2 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
Teste No. 3 - "Stall" do Sistema Hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
Interpretando os Resultados do Teste No. 3 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8

Bra 5-2710 Edição 6-07 Printed in Brazil


2002-3

ESPECIFICAÇÕES
Marcha lenta ........................................................................................................................................875 a 925 rpm
Marcha lenta alternativa ......................................................................................................................575 a 625 rpm
Marcha lenta a frio............................................................................................................................1175 a 1225 rpm
Marcha lenta com marcha engrenada quando em modo auxiliar ou auto-potência (veja nota).......1050 a 1150 rpm
Aceleração máxima (sem carga)......................................................................................................2090 a 2225 rpm
Temperatura do fluido do conversor de torque ...............................................................82˚ a 104˚ C (180˚ a 220˚ F)
Temperatura do fluido hidráulico ........................................................................................54˚ a 57˚C (129˚ a 134˚F)
NOTA: Esta marcha lenta será mantida após o motor ser acelerado acima de 1400 rpm enquanto a transmissão
estiver engrenada. Permanecerá neste nível acelerado até que a transmissão seja colocada em neutro por dois
segundos.

Rotações de "Stall"
Conversor de torque ........................................................................................................................1880 a 2025 rpm
Sistema hidráulico ...........................................................................................................................1885 a 2195 rpm
Conversor de torque e sistema hidráulico juntos .............................................................................1600 a 1900 rpm

TESTES DE "STALL"
Durante estes testes o motor funciona em aceleração máxima e trabalha contra o conversor de torque, o sistema
hidráulico, ou ambos o conversor de torque e o sistema hidráulico juntos. Os resultados destes testes irão mostrar
se a causa do baixo rendimento é um ou mais dos seguintes: (1) motor, (2) conversor de torque ou transmissão e
(3) sistema hidráulico.

VISORES DO CONJUNTO DE INSTRUMENTOS


1. Com o motor funcionando pressione a tecla com
a seta para cima ou para baixo e role através
das telas de infor mações e das telas de
percurso. A seqüência a seguir está utilizando
apenas a tecla com a seta para baixo.
NOTA: Pressionando a tecla escape fará com que o
LCD retorne para a tela de condução normal.

BD06F183

3. Info 1 é a primeira tela de informações utilizando


a seta para baixo a partir da tela de condução.
Exibe as RPMs do motor, a velocidade, o nível
de combustível e o nível da tensão.

BD06F188

2. A partir da tela de condução, pressione a tecla


de seta para baixo conforme ilustrado.

Bra 5-2710 Edição 6-07 Printed in Brazil


2002-4

BD06F169

6. Pressione novamente o botão e a tela de per-


BD06F027 curso 1 será exibida. O LCD oferece dois com-
4. Info 2 será exibido a seguir. A tela Info 2 irá exi- putadores de percurso. Esses computadores
bir a temperatura do liquido de arrefecimento, a exibirão desde o último ajuste, o tempo total em
temperatura do ar do turbo-alimentador, a tem- horas, o combustível total e a média do consumo
peratura do óleo do motor, em graus Celsius ou de combustível por hora.
Fahrenheit, bem como a pressão do óleo em
PSI.

BD06F170

7. Continuando a rolagem para baixo, a quinta


janela irá exibir a tela de percurso 2. As telas de
BD06F184
percurso 1 e 2 podem ser ajustadas independen-
5. Pressione novamente a tecla de seta para baixo temente. A tela anterior pode ser acessada utili-
e a tela Info 3. Esta tela mostra a temperatura zando a tecla de seta para cima.
em graus Celsius ou Fahrenheit do fluido da
transmissão, do fluido hidráulico, do óleo do
cárter, e a temperatura do liquido de arrefeci-
mento do radiador.

Bra 5-2710 Edição 6-07 Printed in Brazil


2002-5

PROCEDIMENTO PARA AQUECER O ÓLEO

Conversor de Torque Sistema hidráulico


1. Sente no banco do operador. 1. Aplique o freio de estacionamento.
2. Dê partida ao motor e deixe-o funcionando em 2. Dê partida ao motor e deixe-o funcionando em
marcha lenta. aceleração máxima.
3. Para medir a temperatura do óleo com o con- 3. Para medir a temperatura do óleo com o con-
junto de instrumentos: junto de instrumentos:
A. Pressione a tecla com a seta para cima ou A. Pressione a tecla com a seta para cima ou
para baixo. para baixo.
B. Pare na tela info com as temperaturas que B. Pare na tela info com as temperaturas que
necessitam ser monitoradas. necessitam ser monitoradas, ligadas.
4. Coloque o interruptor de debrear na posição 4. Segure a alavanca de controle da caçamba na
OFF (Desligado). posição ROLLBACK (Retro-inclinação) enquanto
estiver levantando e abaixando os braços de
5. Coloque o interruptor automático na posição de
levantamento do nível do solo à altura máxima.
modo manual. Empurre para baixo e segure o
p e d a l d e f r e i o d u ra n t e o r e s t a n t e d e s s e 5. Continue este procedimento até a temperatura
procedimento. do fluido hidráulico atingir 54º a 57ºC (129º a
134ºF).
6. Desaplique o freio de estacionamento.
7. Coloque a alavanca de controle da transmissão
para Frente e gire-a para a 3a marcha.
8. Aumente a rotação do motor para a aceleração
máxima e funcione-o nessa rotação por 30
segundos.
9. Reduza a rotação do motor para a marcha lenta
e coloque a alavanca de controle da transmissão
em Neutro por 15 segundos.
10. Repita as Etapas 7, 8, e 9 até a temperatura do
fluido do conversor de torque atingir 82º to 104ºC
(180º to 220ºF).

Bra 5-2710 Edição 6-07 Printed in Brazil


2002-6

SELEÇÃO DO MODO DE POTÊNCIA


1. Após as temperaturas terem sido elevadas à 3. Utilize a tecla com a seta para baixo a fim de
temperatura de operação normal, o modo de rolar através do menu.
potência deve ser ajustado para "Auto".
4. Destaque o "Power Mode" (Modo Potência) e
pressione a tecla "Enter".
5. Menu do Modo de Potência
A. Max - Possível potência máxima.
B. Standard - Operação padrão.
C. Auto - Alternará entre Max e Padrão.
D. Eco - Potência limitada para economia.
6. Destaque o "Auto" e pressione a tecla "Enter".
7. Pressione a tecla "escape" para retornar à tela
de condução normal.
BD06H038

2. Pressione e mantenha pressionado o botão de


confirmação "enter" por dois segundos para
chegar até a tela de serviço acima.

Bra 5-2710 Edição 6-07 Printed in Brazil


2002-7

REALIZANDO OS TESTES DE "STALL"

Teste No. 1 - "Stall" do Conversor Teste No. 2 - "Stall" do Conversor


de Torque e do Sistema Hidráulico de Torque
Juntos 1. Sente no banco do operador.
1. Sente no banco do operador. 2. Dê partida ao motor e deixe-o funcionando em
2. Dê partida ao motor e deixe-o funcionando em marcha lenta.
marcha lenta. 3. Pressione o pedal de freio, desaplique o freio de
3. Pressione o pedal de freio, desaplique o freio de estacionamento, engate para Frente.
estacionamento, engate para Frente. 4. Funcione o motor em marcha lenta baixa.
4. Funcione o motor em marcha lenta. Empurre o 5. Empurre para baixo e segure o pedal de freio
interruptor de corte da embreagem para OFF durante o restante desse teste.
(Desligado). Coloque a transmissão em modo
manual. Empurre para baixo e segure o pedal de 6. Gire a alavanca de controle da transmissão para
freio durante o restante desse procedimento. a terceira marcha.

5. Gire a alavanca de controle da transmissão para 7. Aumente a rotação do motor para aceleração
a terceira marcha. máxima.

6. Aumente a rotação do motor para aceleração 8. Verifique a rotação do motor.


máxima. 9. Reduza a rotação do motor para a marcha lenta.
7. Segure a alavanca de controle da caçamba na 10. Coloque a transmissão em neutro e aplique o
posição ROLLBACK (Retro-inclinação) e levante freio de estacionamento.
os braços de levantamento.
11. Desligue o motor.
NOTA: A rotação de "stall" deve ser lida enquanto
os braços de levantamento estejam em movimento.
Interpretando os Resultados do
8. Verifique a rotação do motor. Teste No. 2
9. Libere a alavanca de controle da caçamba. 1. Se a rotação do motor foi conforme a
10. Reduza a rotação do motor para a marcha lenta. especificada, o motor, o conversor de torque, e a
transmissão provavelmente estão em boas
11. Abaixe a caçamba ao solo, coloque a condições.
transmissão em neutro e aplique o freio de
estacionamento. 2. Se a rotação do motor foi acima da especificada,
o problema pode estar no conversor de torque
12. Desligue o motor. ou na transmissão. Consulte a Seção 6002
quanto as infor mações de Diagnóstico de
Interpretando os Resultados do Falhas.
Teste No. 1 3. Se a rotação do motor foi abaixo da especifi-
1. Se a rotação do motor foi conforme a especifi- cada, realize o Teste No. 3.
cada, o motor, o conversor de torque, a transmis-
são e o sistema hidráulico provavelmente estão
em boas condições.
2. Se a rotação do motor não foi conforme a
especificada, realize os Testes No. 2 e 3.

Bra 5-2710 Edição 6-07 Printed in Brazil


2002-8

Teste No. 3 - "Stall" do Sistema Interpretando os Resultados do


Hidráulico Teste No. 3
1. Sente no banco do operador. 1. Se a rotação do motor foi conforme a especifi-
cada, o motor e o sistema hidráulico estão em
2. Dê partida ao motor e deixe-o funcionando em
boas condições.
marcha lenta.
2. Se a rotação do motor foi acima ou abaixo da
3. Aumente a rotação do motor para aceleração
especificada a ajustagem de alívio principal
máxima.
pode estar muito baixa ou muito alta. Consulte a
4. Segure a alavanca de controle da caçamba na Seção 8002 quanto as informações de Diagnós-
posição ROLLBACK (Retro-inclinação) e levante tico de Falhas.
os braços de levantamento.
3. Se a rotação do motor foi abaixo da especificada
NOTA: A rotação de "stall" deve ser lida enquanto em todos os testes, provavelmente o motor é a
os braços de levantamento estejam em movimento. causa.
5. Verifique a rotação do motor.
6. Libere a alavanca de controle da caçamba.
7. Reduza a rotação do motor para a marcha lenta.
8. Abaixe a caçamba para o chão.
9. Desligue o motor.

Bra 5-2710 Edição 6-07 Printed in Brazil


Seção
2003

2003
ARREFECEDOR DO AR DE ADMISSÃO

Copyright © 2004 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 6-49850 Junho, 2007
2003-2

ÍNDICE
DIAGNÓSTICO DE FALHAS DO ARREFECEDOR DO AR DE ADMISSÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
REMOÇÃO DO ARREFECEDOR DE AR DE ADMISSÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
Remoção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
Teste de vazamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6
Instalação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6

Bra 6-49850 Edição 6-07 Printed in Brazil


2003-3

DIAGNÓSTICO DE FALHAS DO ARREFECEDOR DO AR DE ADMISSÃO


ETAPA 1
Estacione a máquina numa superfície nivelada e
abaixe a caçamba. Coloque a transmissão em neutro
e acione o freio de estacionamento. Desligue o motor.

ETAPA 2
Levante o capô. Instale a conexão "T" na mangueira
da válvula "waste gate". Prenda o manômetro de
pressão. Instale outro manômetro de pressão na
abertura do coletor de admissão.

ETAPA 3 BD03A118
Coloque o motor em marcha lenta a 2000 rpm. Verifique se a mangueira flexível de saída do arrefecedor
Registre a leitura dos dois manômetros. Caso a dife- de ar de admissão apresenta vazamentos ou furos e
rença de pressão seja maior que 60 mBar (0,87 psi), certifique-se de que as abraçadeiras estejam apertadas.
verifique se o arrefecedor apresenta peças danifica-
das ou faltantes.
ETAPA 6
ETAPA 4

BD03A119

Verifique se a mangueira flexível do coletor de


BD03A116
admissão apresenta vazamentos ou furos e certifi-
Verifique se a mangueira flexível do turbocompressor que-se de que as abraçadeiras estejam apertadas.
apresenta vazamentos ou furos e certifique-se de
que as abraçadeiras estejam apertadas.
ETAPA 7
ETAPA 5

BD03A109

Verifique visualmente se a parte superior do arrefecedor


BD03A115
do ar de admissão apresenta danos ou vazamentos.
Verifique se a mangueira flexível de entrada do arre-
fecedor de ar de admissão apresenta vazamentos ou NOTA: Caso a origem do vazamento não tenha sido
furos e certifique-se de que as abraçadeiras estejam localizada, remova o arrefecedor do ar de admissão
apertadas. e teste-o.
Bra 6-49850 Edição 6-07 Printed in Brazil
2003-4

REMOÇÃO DO ARREFECEDOR DE AR DE ADMISSÃO

Remoção ETAPA 4

ETAPA 1

BD03A118

Solte as abraçadeiras e remova a mangueira de


BD03A116
saída de ar.
Solte as abraçadeiras e remova os componentes de
saída do turbocompressor. ETAPA 5

ETAPA 2

BD03112

Levante a tampa do ar-condicionado/arrefecedor de


BD03A115 ar. Apóie a tampa com dispositivo de elevação apro-
Solte as abraçadeiras e remova a mangueira de priado. Remova a trava de apoio da tampa.
admissão do arrefecedor de ar.
ETAPA 6
ETAPA 3

BD03A111
BD03A119 Remova os três parafusos de fixação da tampa e
Solte as abraçadeiras e remova a mangueira de retire-a.
admissão.

Bra 6-49850 Edição 6-07 Printed in Brazil


2003-5
ETAPA 7 ETAPA 10

BD03A109 BD03A113

Solte a presilha do condensador do ar-condicionado. Remova os dois parafusos laterais, um de cada lado,
da armação de montagem do arrefecedor de ar de
ETAPA 8 admissão.

ETAPA 11
Levante o arrefecedor de ar e a armação da máquina
com dispositivo de elevação adequado.

ETAPA 12

BD03A107

Gire o condensador do ar-condicionado para cima e


remova os dois parafusos de fixação laterais, um de
cada lado. Afaste o condensador do ar-condicionado
do arrefecedor de ar.

ETAPA 9 BD03A111

Remova os quatro parafusos que fixam o arrefecedor


de ar na armação. Remova o arrefecedor de ar da
armação.

BD03A117

Remova os dois parafusos da parte traseira da


armação de montagem do arrefecedor de ar de
admissão.

Bra 6-49850 Edição 6-07 Printed in Brazil


2003-6

Teste de vazamento Instalação


ETAPA 1

BD03A111

BS03B028 Instale o arrefecedor de ar de admissão na sua


Verifique se a colméia apresenta vazamentos, armação. Instale os quatro parafusos de fixação.
fechando o tubo de saída e colocando pressão con- Apóie o arrefecedor de ar de admissão com disposi-
trolada a 550 kPa (80 psi) no tubo de admissão. Mer- tivo de elevação adequado. Instale o arrefecedor de
gulhe o arrefecedor em água e verifique se há ar de admissão e a armação na máquina.
vazamentos de ar.
ETAPA 2
NOTA: Caso haja detecção de vazamentos, substi-
tua o arrefecedor de ar de admissão.

BD03A113

Instale os dois parafusos de fixação laterais.

ETAPA 3

BD03A117

Instale os dois parafusos da parte traseira da arma-


ção de montagem do arrefecedor de ar de admissão.

Bra 6-49850 Edição 6-07 Printed in Brazil


2003-7
ETAPA 4 ETAPA 7

BD03A107 BD03A116

Posicione o condensador do ar-condicionado e ins- Instale a mangueira de admissão do arrefecedor de


tale os parafusos de fixação. Gire o condensador ar. Aperte as abraçadeiras na saída do turbocom-
para baixo e trave-o. pressor.

ETAPA 5 ETAPA 8

BD03112 BD03A115

Aperte as abraçadeiras da admissão do arrefecedor


Apóie a tampa com dispositivo de elevação ade-
de ar.
quado. Levante a tampa do ar-condicionado/arrefe-
cedor de ar de admissão por cima da máquina.
Instale a trava de apoio da tampa. ETAPA 9

ETAPA 6

BD03A119

Instale a mangueira de saída do arrefecedor de ar e


aperte as abraçadeiras na admissão do motor.
BD03A111

Instale os três parafusos de fixação da tampa.

Bra 6-49850 Edição 6-07 Printed in Brazil


2003-8
ETAPA 10 ETAPA 11
Instale a conexão "T" na mangueira da válvula
"waste gate". Prenda o manômetro de pressão. Ins-
tale outro manômetro de pressão na abertura do
coletor de admissão.

ETAPA 12
Coloque o motor em marcha lenta a 2000 rpm.
Registre a leitura dos dois manômetros. Certifi-
que-se de que a diferença entre as leituras da pres-
são seja inferior a 60 mBar (0,87 psi).

BD03A118

Aperte as abraçadeiras da saída do arrefecedor de ar.

Bra 6-49850 Edição 6-07 Printed in Brazil


ÍNDICE DE SEÇÃO

SISTEMA DE COMBUSTÍVEL

Título da Seção Número da Seção

PARA REPAROS NO SISTEMA DE COMBUSTÍVEL,


CONSULTE O MANUAL DE SERVIÇO DO MOTOR
87519803

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2720 Junho, 2007
Copyright © 2006 CNH America LLC.
CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2720 Junho, 2007
3000
Seção
3000

MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

Copyright © 2008 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados
Av. General David Sarnoff, 2237 Impresso no Brasil
Contagem - MG - Brasil Bra 87519803 Janeiro, 2009
3000-2 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ÍNDICE

FERRAMENTA DE DIAGNÓSTICO PARA MOTORES CNH . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6


DIAGNÓSTICOS DE FALHA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
Motor Não Pega . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
O Motor Superaquece . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
Motor sem Potência e Funciona Irregularmente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
Fumaça Preta ou Cinza Escuro do Escapamento do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
Fumaça Cinza do Escapamento do Motor (Quase Branca) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
Fumaça Azul Claro do Escapamento do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
Batidas Irregulares do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11
Motor Para . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
Pressão de Óleo Excessiva ou Insuficiente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
Consumo de Combustível Excessivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12
MOTORES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14
CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15
PROPRIEDADES DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15
CARACTERÍSTICAS GERAIS DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
COMPONENTES DO MECANISMO DA ÁRVORE DE MANIVELAS E CONJUNTO DE CILINDROS . . . . . . . . 18
MECANISMO DAS VÁLVULAS – CONJUNTO DE CILINDROS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21
ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23
FERRAMENTAS ESPECIAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25
MOTORES 667TA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26
DESCRIÇÃO DOS PRINCIPAIS COMPONENTES DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27
Bloco do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27
Árvore de Manivelas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28
Vedadores de Óleo da Árvore de Manivelas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28
Bielas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29
Êmbolos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30
Árvore de Comando das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31
SISTEMA DE RECIRCULAÇÃO DOS GASES DE ESCAPAMENTO EGR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31
Controle das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32
Cabeçote dos Motores: 667TA/EBF - 667TA/EBD - 667TA/EED . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33
Cabeçote dos Motores: 667TA/EEG - 667TA/EEC . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34
Cabeçote dos Motores: 667TA/EDJ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 35
Válvulas e Assentos das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36
Pontes das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36
Usinagem do Cabeçote do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37
Volante do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37
ACIONAMENTO DO EQUIPAMENTO DE ACESSÓRIOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 38
LUBRIFICAÇÃO DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 39
Arrefecedor de Óleo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40
Válvula de Controle da Pressão do Óleo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40
Válvula de Desvio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40
Bomba de Óleo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41
Cárter de Óleo dos Motores: 667TA/EEG-
667TA/EEC- 667TA/EBF- 667TA/EED- 667TA/EDJ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41
Cárter de Óleo dos Motores: 667TA/EED- 667TA/EBD . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 42
Recirculação dos Vapores de Óleo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43
Recirculação "Blow-by" . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43
ARREFECIMENTO DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 44
Bomba de água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-3

SISTEMA DE INJEÇÃO ELETRÔNICA DE ALTA PRESSÃO (COMMON RAIL) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46


OPERAÇÃO DA UNIDADE DE CONTROLE ELETRÔNICO – EDC7UC31 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47
Controle do Elemento de Pré-Aquecimento do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Reconhecimento de Fase . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Controle de Injeção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Sistema de Controle da Pressão de Injeção de Malha Fechada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Controle Piloto e de Avanço da Injeção Principal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Controle da Rotação de Marcha Lenta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Proteção Contra SuperAquecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Limite de Rotação Máxima do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Corte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Controle de Fumaça Sob Aceleração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Após o Desligamento do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Controle da Rotação de Trabalho em Condições de Operação Normal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .47
Estratégias de Recuperação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .48
SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO DE COMBUSTÍVEL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 49
Diagrama do Sistema de Alimentação de Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .50
Filtro de Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .51
Bomba de Alimentação Mecânica – Condição de Operação Normal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .52
Bomba de Alimentação Mecânica – Condição de SobPressão de Saída da Unidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . .52
Condição de Sangria do Sistema de Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .53
Bomba de Alta Pressão Tipo CP3.3 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .54
Vista Interna da Bomba de Alta Pressão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .56
Princípio de Operação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .57
Teoria da Operação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .59
"COMMON RAIL" . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 59
VÁLVULA DE ALÍVIO DE PRESSÃO DO "COMMON RAIL" . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 60
ELETRO-INJETOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 61
Término da Injeção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .61
Eletro-Injetores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .62
Limitador de Pressão de Retorno do Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .63
LOCALIZAÇÃO DOS PRINCIPAIS COMPONENTES ELÉTRICOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 64
Unidade de Controle Eletrônica EDC7UC31 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .65
Pinagem do Conector de Cablagem no Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .66
Diagrama da Pinagem do Conector (A) dos Injetores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .67
Diagrama da Pinagem do Conector (C) dos Injetores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .67
Sensor da Árvore de Manivelas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .68
Sensor da Árvore de Comando das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .68
Sensor de Temperatura - Pressão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .69
Sensor de Temperatura - Pressão do Óleo do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .69
Sensor de Pressão do Combustível de "Common Rail" . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .70
Eletroinjetor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .71
Aquecedor de Resistência do Ar de Admissão e Relé . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .72
Sensor de Temperatura do Líquido de Arrefecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .73
Sensor de Temperatura do Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .74
Bomba de Alta Pressão - Regulador de Pressão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .75
VERIFICAÇÃO DO SISTEMA DE COMBUSTÍVEL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 76
Teste de Alimentação de Baixa Pressão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .76
Bomba de Baixa Pressão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .77
Teste na Válvula de Alívio de Pressão do "Common Rail" . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .78
Teste de Contra-Fluxo do Combustível a Partir do Retorno . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .79
RECONDICIONAMENTO DO MOTOR SOBRE A BANCADA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 81
Desmontagem do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .81
VERIFICAÇÕES E ESPECIFICAÇÕES DO BLOCO DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 91
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
3000-4 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

Verificações e Medições . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 91
Verificação do Levantador Excêntrico e Superfície do Mancal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 92
Rolamentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 92
Verificação da Superfície de Contato do Cabeçote do Bloco do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 93
Sincronismo da Árvore de Comando das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94
Substituição dos Rolamentos dos Cames . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94
Tuchos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94
Instalação dos Tuchos da Árvore de Comando das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 95
ÁRVORE DE MANIVELAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 96
Medição dos Munhões e dos Pinos de Manivelas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 96
Substituição das Engrenagens de Acionamento da Bomba de Óleo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 98
Instalação dos Casquilhos Principais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 98
Medição do Jogo de Montagem dos Munhões . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 98
Verificação do Jogo do Rebaixo da Árvore de Manivelas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 99
Conjunto de Biela-Êmbolo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 100
Medição do Diâmetro do Pino . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 101
Pinos dos Êmbolos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 101
Condições Para o Acasalamento Correto Pino/Êmbolo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 102
Anéis dos Êmbolos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 102
Bielas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 103
Rolamentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 104
Verificação das Bielas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 104
Verificação da Torção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 104
Verificação da Flexibilidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 105
Instalação do Acoplamento do Conjunto Biela-Êmbolo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 105
Instalação dos Anéis do Êmbolo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 106
Instalação dos Conjuntos Bielas-Êmbolos no Bloco de Cilindros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 106
Medição do Jogo dos Munhões do Conjunto da Árvore de Manivelas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 107
Verificação da Saliência dos Êmbolos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 108
Caixa de Distribuição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 108
Sincronismo das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 109
Caixa do Volante do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 110
VOLANTE DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 111
Substituição da Engrenagem Anular do Volante do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 111
CABEÇOTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 116
Remoção das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 116
Verificação do Vedador de Água do Cabeçote . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 117
Verificação da Superfície de Contato do Cabeçote . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 117
VÁLVULAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 117
Limpeza, Verificação e Retifica das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 118
Verificação da Folga de Montagem e a Centralização das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 118
GUIAS DAS VÁLVULAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 118
SEDES DAS VÁLVULAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 119
Recondicionamento-Substituição das Sedes das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 119
MOLAS DAS VÁLVULAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 121
CABEÇOTE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 121
Instalação do Cabeçote . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 122
Instalação dos Injetores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 122
HASTES E TUCHOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 124
Conjunto do Balancim . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 124
Localizando o Ponto Morto Superior (TDC) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 125
Ajustagem da Folga das Válvulas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 125
Conexões do Chicote de Fiação ao Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 130

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-5

MOTOR DE PARTIDA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 132


Diagnóstico Rápido . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .132
Motor de Partida BOSCH 24Volts – 4kW . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .133
Motor de Partida ISKRA 24Volts – 4kW . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .134
Motor de Partida Denso 24Volts – 7,8kW . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .134
ALTERNADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 135
Diagnóstico Rápido . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .135
BOSCH: NCBI 28 Volt 35-70 Amp . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .136

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-6 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

FERRAMENTA DE DIAGNÓSTICO PARA MOTORES CNH

BS06K009 Figura 3000-1


O sistema da Ferramenta Eletronica de Serviço (EST) permite a realização de diagnósticos na máquina, através
da verificação de parâmetros dos componentes eletrônicos de controle (unidades de controle, sensores, etc.),
vazões, pressões e temperaturas. O sistema também é capaz de fazer a leitura de códigos de falhas para auxiliar
no diagnóstico dos modos de falha do motor.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-7

DIAGNÓSTICOS DE FALHA
MOTOR NÃO PEGA

Efetue as verificações descritas na seção


Baterias totalmente carregadas. Não
elétrica do manual de oficina.

Sim

Conexões nos terminais das baterias estão Inspecione, limpe, aperte ou substitua as
Não
apertadas e limpas. conexões.

Sim

Efetue as verificações descritas na seção


O motor de partida funciona corretamente. Não
elétrica do manual de oficina.

Sim

Sistema de pré e pós-aquecimento Verifique utilizando um multímetro,


Não
funcionando corretamente. substitua ou repare.

Sim

Filtros de combustível obstruídos. Sim Substitua.

Não

O sistema de combustível ou a bomba Sim Verifique e repare os vazamentos de ar.


injetora apresentam sinais de ar no sistema.

Não

O sistema de combustível apresenta Verifique e limpe o sistema de combustível


Sim
indícios de água. inclusive o reservatório.

Não

Verificar utilizando a Ferramenta de


Bomba de alta pressão funcionando Não Serviços Eletrônicos (EST) e repare ou
corretamente.
substitua se necessário.

Sim

Verificar utilizando a Ferramenta de


Serviços Eletrônicos (EST).
Injetores funcionando corretamente. Não
Verifique o anel de vedação.
Substitua os injetores se defeituosos.

Sim

Verifique cada cilindro quanto a


compressão correta, recondicione o motor
Compressão boa em todos os cilindros. Não
ou repare as peças defeituosas (válvulas,
anéis de êmbolos, etc.).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-8 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

O MOTOR SUPERAQUECE

Nível do líquido de arrefecimento está Verifique quanto a vazamentos, elimine os


Não
correto. vazamentos e reabasteça até o nível correto.

Sim

O ventilador funciona corretamente. Não Substitua.

Sim

Correias de acionamento são reparáveis. Não Substitua.

Sim

Verifique quanto a vazamentos, rolamentos


A bomba de água funciona corretamente. Não
defeituosos, recondicione ou substitua.

Sim

Válvula termostática funcionando corretamente. Não Substitua.

Sim

Lave, elimine o vazamento e lave a jato o


Radiador obstruído ou vazando. Sim
radiador. Substitua o radiador se necessário.

Não

Óleo no líquido de arrefecimento. Sim Substitua o arrefecedor de óleo.

Não

Vazamento de ar para o arrefecedor e das Sim Limpe ou substitua as peças defeituosas.


mangueiras.

Não

Aberturas para o fluxo do líquido de


arrefecimento no cabeçote e no bloco do Sim Limpe totalmente.
motor estão obstruídas.

Não

Verifique e ajuste a folga das válvulas


Folga das válvulas está correta. Não
corretamente.

Sim

A junta do cabeçote está vazando. Sim Substitua.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-9

MOTOR SEM POTÊNCIA E FUNCIONA IRREGULARMENTE

Filtro de ar obstruído. Não Limpe ou substitua o filtro se necessário.

Sim

Filtros de combustível obstruídos. Não Substitua.

Sim

O sistema de combustível funciona corretamente. Não Verifique e repare-o se necessário.

Sim

Remova as mangueiras e a bomba injetora,


O sistema de combustível apresenta limpe e seque completamente, se
Sim
impurezas e/ou indícios de água. necessário limpe e seque o reservatório de
combustível.

Não

Válvula termostática funcionando corretamente. Não Substitua.

Sim

Verificar utilizando a Ferramenta de


Bomba de alta pressão funcionando Não Serviços Eletrônicos (EST) e repare ou
corretamente.
substitua se necessário.

Sim

Verificar utilizando a Ferramenta de


Injetores estão funcionando corretamente. Não Serviços Eletrônicos (EST) e repare ou
substitua se necessário.

Sim

Lado de alta pressão do combustível Verifique os anéis-O e juntas quanto a


Sim
vazando. vazamentos.

Não

Turbocompressor funcionando corretamente. Não Repare ou substitua a unidade.

Sim

Folga das válvulas está correta. Não Ajuste a folga para o valor correto.

Sim

Verifique cada cilindro quanto a


compressão correta, recondicione o motor
Compressão boa em todos os cilindros. Não
ou repare as peças defeituosas (válvulas,
anéis de êmbolos, etc.).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-10 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

FUMAÇA PRETA OU CINZA ESCURO DO ESCAPAMENTO DO MOTOR

Filtro de ar obstruído. Não Limpe ou substitua o filtro se necessário.

Sim

Verificar utilizando a Ferramenta de


Sistema eletrônico de combustível Não Serviços Eletrônicos (EST) e repare ou
funcionando corretamente.
substitua se necessário.

Sim

Limpe o reservatório e substitua o filtro de


Combustível diesel novo e limpo no reservatório. Não
combustível.

Sim

Verifique cada cilindro quanto a


compressão correta, recondicione o motor
Compressão boa em todos os cilindros. Não
ou repare as peças defeituosas (válvulas,
anéis de êmbolos, etc.).

FUMAÇA CINZA DO ESCAPAMENTO DO MOTOR (QUASE BRANCA)

Verificar utilizando a Ferramenta de


Injetores funcionando corretamente. Não Serviços Eletrônicos (EST) e repare ou
substitua se necessário.

Sim

Possível penetração de líquido de


Nível do líquido de arrefecimento está arrefecimento na câmara de combustão.
Não
correto. Substitua a junta do cabeçote ou
recondicione o motor.

Sim

Sistema de pré-pos-aquecimento Verifique utilizando um multímetro,


Não
funcionando corretamente. substitua ou repare.

Sim

Limpe o reservatório e substitua o filtro de


Combustível diesel novo e limpo no reservatório. Não
combustível.

FUMAÇA AZUL CLARO DO ESCAPAMENTO DO MOTOR

Verifique: o respiro de vapores, a


compressão dos cilindros. Vazamentos no
Consumo de óleo excessivo. Sim ou fora do turbocompressor. Vazamentos
das guias das válvulas. Recondicione o
cabeçote ou o motor se necessário.

Não

Verifique o anel-O da bomba de


Óleo contaminado com combustível Sim combustível de alta pressão, o anel-O dos
(diesel).
injetores ou porosidade no cabeçote.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-11

BATIDAS IRREGULARES DO MOTOR

Verifique os seguintes itens: Jogo ou


ovalação dos munhões, torque de aperto
dos parafusos das capas dos munhões
Batida detectada na árvore de manivelas. Sim
principais e do volante do motor, a pressão
de óleo. Substitua as peças defeituosas ou
recondicione o motor.

Não

Verifique os seguintes itens: Jogo axial e


ovalação dos munhões das bielas, torque
Sim de aperto dos parafusos, das capas das
Batida detectada nas bielas.
bielas, torção das bielas, endireitamento.
Substitua as peças defeituosas ou
recondicione o motor.

Não

Verifique os seguintes itens: Jogo entre os


êmbolos e as camisas dos cilindros,
Sim integridade dos anéis dos êmbolos, jogo
Batidas detectadas nos êmbolos.
entre os pinos e os cubos dos êmbolos.
Substitua as peças defeituosas ou
recondicione o motor.

Não

Verifique os seguintes itens: Jogo entre os


balancins e as válvulas, sincronismo da
Batida detectada no cabeçote. Sim
bomba injetora, sincronismo das válvulas.
Ajuste conforme as especificações corretas.

Não

Verifique e substitua as engrenagens se


Batida detectada no mecanismo das necessário. Inspecione quanto a molas
Sim
válvulas. quebradas, jogo excessivo entre as hastes e
as guias, e os tuchos e sedes. Ajuste a folga.

Não

Verificar utilizando a Ferramenta de


Batidas detectadas nos injetores. Sim Serviços Eletrônicos (EST) e repare ou
substitua se necessário.

Não

Substitua os parafusos frouxos e aperte


Batida detectada no volante do motor. Sim todos os parafusos ao torque e ângulos
especificados.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-12 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

MOTOR PARA

Fuel tank filled. Não Reabasteça e drene se necessário.

Sim

Filtros de combustível obstruídos. Sim Substitua.

Não

Sistema de combustível funcionando Verifique o circuito e realize os ajustes ou


Não
corretamente. reparos necessários.

Sim

Ponto de abertura e fechamento das Não Realize os ajustes necessários.


válvulas correto

PRESSÃO DE ÓLEO EXCESSIVA OU INSUFICIENTE

Válvula de controle da pressão do óleo está Não Verifique e substitua se necessário.


funcionando corretamente.

Sim

Viscosidade SAE do óleo do motor está de Substitua o óleo do motor com óleo de
Não
acordo. viscosidade correta.

Sim

Bomba de óleo distribuindo pressão correta. Não Verifique e substitua se necessário.

Sim

Mancais principais e casquilhos das bielas Substitua os casquilhos e retifique a árvore


Não
estão em condições aceitáveis. de manivelas se necessário.

CONSUMO DE COMBUSTÍVEL EXCESSIVO

Reservatório e linhas de combustível Elimine os vazamentos (se existem) e


Sim
vazando. substitua as peças desgastadas.

Não

Vazamento no pós-arrefecedor do ar de Sim Substitua.


admissão.

Não

Verificar utilizando a Ferramenta de


O sistema eletrônico de combustível está Não Serviços Eletrônicos (EST) e repare ou
funcionando corretamente.
substitua se necessário.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-13

NOTAS

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-14 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

MOTORES

BS06K010 Figura 3000-1 BS06K011 Figura 3000-3


MOTORES: 667TA/EEG - 667TA/EEC MOTORES 667TA/EED - 667TAEBF

BS06K012 Figura 3000-2 BS06K628 Figura 3000-4


MOTORES 667TA/EED - 667TAEBD MOTOR 667TA/EDJ

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-15

CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO DO MOTOR


DESCRIÇÃO DETALHADA DO MODELO DE MOTOR

6 6 7 T A E D J
Calibragem do Motor (Potência)
(D) J= 97 kW (130 H.P.)
(E) G= 137 kW (183.7 H.P.)
(E) D= 145 kW (194.4 H.P.)
(E) C= 148 kW (198.5 H.P.)
(B) F= 157 kW (210.5 H.P.)
(B) D= 169kW (226.6 H.P.)
Relação de compressão
B = 16.5:1 > 130 kW (174 H.P.)
D = 17.5:1 < 130 kW (174 H.P.)
E = 17.5:1 > 130kW (174 H.P.)
E= Injeção Eletrônica (Common Rail)
A= Com arrefecedor do ar de admissão
T= Turboalimentado
67= Deslocamento volumétrico total - 6.7 Litros (409 pol3)
6= Número de cilindros

PROPRIEDADES DO MOTOR

A 667TA 667TA 667TA 667TA 667TA 667TA


B EEG EEC EBF EED EBD EDJ
C 6 Cilindros
D 6728 cm3 (410.6 c.i.)
137 kW 148 kW 157kW 145kW 169 kW 97 kW
E (183.7 h.p.) (198.5 h.p.) (210.5 h.p.) (194.4 h.p.) (226.6 h.p.) (130.1 h.p.)
2100 rpm 2100 rpm 2000 rpm 2000 rpm 2000 rpm 2200 rpm
F Injeção Direta Eletrônica
G "Common Rail"
H T.A.A.- (Turboalimentado com arrefecedor do ar de admissão a ar)

A. Tipo de motor
B. Modelo do motor
C. Número de cilindros
D. Cilindrada total
E. Potência máxima disponível atualmente
F. Tipo de Injeção
G. Sistema de Injeção
H. Sistema de indução de ar

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-16 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO MOTOR

1 2 3 4 5

6 7 8 9 10 11

BS06K013 Figura 3000-5

REF. 667TA
TIPO DE MOTOR
NO. EEG EEC EBF EED EBD EDJ
Ciclo Motor diesel de 4 tempos
T.A.A. (Turboalimentado com arrefecedor do ar de
1 Ar admissão a ar)
Injeção Direta
2 Número de cilindros 6 em linha
3 Diâmetro do cilindro 104 mm (4.1 in.)
4 Curso 132 mm (5.2 in.)
5 Cilindrada total 6728cm3 (410.6 cu. in.)
6 Relação de compressão
137 kW 148 kW 157 kW 145 kW 169 kW 97 kW

Potência nominal máxima (potência liquida no volante do 2100 rpm 2100 rpm 2000 rpm 2000 rpm 2000 rpm 2200 rpm
7
motor ISO 14396) 184 hp 198 hp 211 hp 194 hp 227 hp 130 hp
2100 rpm 2100 rpm 2000 rpm 2000 rpm 2000 rpm 2200 rpm
710 Nm 810 Nm 952 Nm 860 NM 1002 Nm 607 Nm
1400 rpm 1400 rpm 1400 rpm 1400 rpm 1400 rpm 1400 rpm
8 Torque máximo
524 lb.-ft. 597 lb.-ft. 702 lb.-ft. 634 lb.-ft. 739 lb.-ft. 607 lb.-ft.
1400 rpm 1400 rpm 1400 rpm 1400 rpm 1400 rpm 1400 rpm
9 Marcha lenta sem carga 700 rpm
10 rpm de pico sem carga
11 Turboalimentação (tipo de turbocompressor) com arrefecedor do ar de admissão a ar HOLSET HX35

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-17

12 13 14 15

16 17 18 19

BS06K014 Figura 3000-6

REF. 667TA
TIPO DE MOTOR
NO. EEG EEC EBF EED EBD EDJ
Lubrificação Forçada através de bomba de engrenagens. Válvula de controle de óleo psi.
Pressão de óleo com motor quente: em 1.2 bar (17.4 psi)
12 rpm de marcha lenta.
Pressão de óleo com motor quente: em 3.8 bar (55.1 psi)
rpm máxima.
Arrefecimento. Fluído
Acionamento da bomba de água. Correia
13
Temperatura de início da abertura da 83 a 98˚ C
79 a 83˚ C (174 a 181˚ F)
válvula termostática. (181 a 208˚ F)
Sem Informação
Capacidade de óleo no 1° abastecimento Sem Informação Disponivel
Disponivel
Sem Informação
14 Capacidade de óleo do cárter do motor. Sem Informação Disponivel
Disponivel
Capacidade de óleo do cárter do motor + 17 litros (18 qt.) 19 litros (20 qt.)
filtro.
15 Bomba alimentadora de alta pressão Bosch Sistema "Common rail" de Alta Pressão
16 Ajustagem da bomba Sem Informação Disponivel
17 Início da distribuição Sem Informação Disponivel
18 Tipo de injetor CRIN 1 CRIN 2 CRIN 2
19 Ordem de injeção 1 -5 -3 -6 -2 -4
250 - 1600 250 -1400 250 -1600
-- --
bar bar bar
20 Pressão de injeção
3626 - 3626 - 3626 -
-- --
23206 psi 20305 psi 23206 psi

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-18 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

COMPONENTES DO MECANISMO DA ÁRVORE DE MANIVELAS E


CONJUNTO DE CILINDROS

1 2 44 5 6

8 3 7 9 10

BS06K015 Figura 3000-7

REF. 667TA
TIPO DE MOTOR
NO. EEG EEC EBF EED EBD EDJ
1 Diâmetro do furo do cilindro. 104.000 a 104.024 mm. (4.0945 a 4.0954 in.)
Êmbolos: Fornecido como peça de reposição
Dimensão de medição. X= 49.5 mm. (1.948813 in.)
2
Diâmetro externo. Ø1= 103.759 a 103.777 mm. (4.0850 a 4.0857 in.)
Assento do pino. Ø2= 38.010 a 38.016 mm. (1.4965 a 1.4967 in.)
3 Êmbolo - camisas dos cilindros. 0.235 a 0.273 mm. (0.0093 a 0.0107 in.)
4 Diâmetro do êmbolo. Ø= 0.4 mm. (0.0157 in.)
5 Protuberância dos êmbolos do bloco do motor. Sem Informação Disponivel
6 Pino do Êmbolo. Ø3= 37.994 a 38.000 mm. (1.4958 a 1.4961 in.)
7 Pino do êmbolo - Assento do êmbolo. 0.01 a 0.022 mm. (0.0004 a 0.0009 in.)
X1= 2.705 a 2.735 mm. (0.1065 a 0.1077 in.)
Canaletas dos anéis do êmbolo
X2= 2.420 a 2.440 mm. (0.0953 a 0.0961 in.)
(medida no Ø de 101 mm 3.976366 in.)
X3= 4.03 a 4.05 mm. (0.1587 a 0.1594 in.)
8
S1= 2.560 a 2.605 mm. (0.1008 a 0.1026 in.)
Anéis dos êmbolos
S2= 2.350 a 2.380 mm. (0.0925 a 0.0937 in.)
(medido 1.5 mm 0.05905494 in. afastado do Ø externo).
S3= 3.977 a 3.990 mm. (0.1566 a 0.1571 in.)
1= 0.100 a 0.175 mm. (0.0039 a 0.0069 in.)
9 Anéis dos êmbolos - Fendas. 2= 0.04 a 0.09 mm. (0.0016 a 0.0035 in.)
3= 0.04 a 0.083 mm. (0.0016 a 0.0033 in.)
10 Anéis dos êmbolos. 0.4mm. (0.0157 in.)

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-19

11 12 14
13

15 17
16
BS06K016 Figura 3000-8

REF. 667TA
TIPO DE MOTOR
NO. EEG EEC EBF EED EBD EDJ
X1= 0.30 a 0.40 mm. (0.0118 a 0.0157 in.)
11 Folgas dos anéis do êmbolo na camisa do cilindro. X2= 0.60 a 0.80 mm. (0.0236 a 0.0315 in.)
X3= 0.30 a 0.55 mm. (0.0118 a 0.0217 in.)
Assento da bucha da extremidade pequena da biela. Ø1= 40.987 a 41.553 mm. (1.6137 a 1.6147 in.)
12
Assento da bucha da biela de conexão. Ø2= 72.987 a 73.013 mm. (2.8735 a 2.8745 in.)
Assento dos casquilhos da extremidade maior da biela.
13 Externo. Ø4= 41.279 a 41.553 mm. (1.6252 a 1.6359 in.)
Interno. Ø3= 38.019 a 38.033 mm. (1.4968 a 1.4974 in.)
14 Assento da bucha da extremidade pequena da biela.. 0.266 a 0.566 mm. (0.0105 a 0.0223 in.)
15 Pino do Êmbolo - Bucha. 0.019 a 0.039 mm. (0.0007 a 0.0015 in.)
Dimensão de medição. Sem Informação Disponivel
Erro máximo no paralelismo do eixo da biela. Sem Informação Disponivel
Munhões dos casquilhos. Ø1= 82.990 a 83.010 mm. (3.2673 a 3.2681 in.)
16
Pinos de manivelas Ø2= 68.987 a 69.013 mm. (2.7160 a 2.7170 in.)
Casquilhos principais (fornecidos omo sobressalentes). S1= 2.456 a 2.464 mm. (0.0967 a 0.0970 in.)
Casquilhos das bielas. S2= 1.955 a 1.968 mm. (0.0770 a 0.0775 in.)
17 Mancais principais - munhões.
Números 1, 7 Ø3 87.982 a 88.008 mm. (3.4638 a 3.4649 in.)
Números 2, 3, 4, 5, 6 Ø3= 87.977 a 88.013 mm. (3.4637 a 3.4651 in.)

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-20 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

18 19 20

22 23
21
BS06K017 Figura 3000-9

REF. 667TA
TIPO DE MOTOR
NO. EEG EEC EBF EED EBD EDJ
Casquilhos - munhões.
Números 1, 7 0.044 a 0.106 mm. (0.0017 a 0.0042 in.)
18
Números 2, 3, 4, 5, 6 0.041 a 0.103 mm. (0.0016 a 0.0041 in.)
Casquilhos - pinos de manivelas. 0.039 a 0.111 mm. (0.0015 a 0.0044 in.)
Casquilhos principais +0.250 mm. (0.0098 in.)
19
Casquilhos da extremidade maior das bielas. +0.500 mm. (0.0197 in.)
20 Munhão principal do rolamento de encosto. X1= 37.475 a 37.545 mm. (1.4754 a 1.4781 in.)
21 Alojamento do rolamento de encosto no mancal principal. X2= 25.980 a 26.480 mm. (1.0228 a 1.0425 in.)
22 Casquilho do ombro. X3= 37.280 a 37.380 mm. (1.4677 a 1.4716 in.)
23 Ombro da árvore de manivelas. 0.095 a 0.265 mm. (0.0037 a 0.0104 in.)

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-21

MECANISMO DAS VÁLVULAS – CONJUNTO DE CILINDROS

1 3
3 4

5 6 7 8

BS06K018 Figura 3000-10

REF. 667TA
TIPO DE MOTOR
NO. EEG EEC EBF EED EBD EDJ
1 Sede das guias de válvulas no cabeçote. Ø1= 7.042 a 7.062 mm. (0.2772 a 0.2780 in.)
Ø4= 6.970 a 6.999 mm. (0.2744 a 0.2756 in.)
Válvulas - Admissão.
angle= 60˚ ± 0.25˚
2
Ø4= 6.970 a 6.999 mm. (0.2744 a 0.2756 in.)
Válvulas - Escapamento.
Ângulo = 45˚ ± 0.25˚
3 Haste da válvula e respectiva guia. 0.043 a 0.092 mm. (0.0017 a 0.0036 in.)
Sede no cabeçote para assento da válvula - Admissão. 34.837 a 34.863 mm. (1.3715 a 1.3725 in.)
4
Sede no cabeçote para assento da válvula - Escapamento. 34.837 a 34.863 mm. (1.3715 a 1.3726 in.)
Diâmetro externo da sede de válvula; ângulo dos
assentos de válvulas no cabeçote.
Ø2= 34.917 a 34.931 mm. (1.3747 a 1.3752 in.)
5 Admissão.
Ângulo = 60˚
Ø2= 34.917 a 34.931 mm. (1.374681 a 1.375232 in)
Escapamento.
Ângulo = 45˚
Rebaixo. Válvula de admissão. 0.590 a 1.110 mm. (0.0232 a 0.0437 in.)
6
Rebaixo. Válvula de escapamento 0.960 a 1.480 mm. (0.0378 a 0.0583 in.)
Entre as sedes das válvulas e o cabeçote - Admissão 0.054 a 0.094 mm. (0.0021 a 0.0037 in.)
7
Entre as sedes das válvulas e o cabeçote - Escapamento 0.054 a 0.094 mm. (0.0021 a 0.0037 in.)
8 Sede das válvulas Sem Informação Disponivel

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-22 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

12 13 14
10 11
9

15 18 22 16 19 21
20
17

BS06K019 Figura 3000-11

REF. 667TA
TIPO DE MOTOR
NO. EEG EEC EBF EED EBD EDJ
Altura da mola da válvula: Mola livre. H= 47.750 mm. (1.8799 in.)
Sob carga de: 339.8 N ± 19 N (76.4 lbf ± 4.3 lbf). H1= 35.330 mm. (1.3909 in.)
9
Sob carga de: 741.0 N ± 39 N (166.6 lbf ± 8.8 lbf). H2= 25.200 mm. (0.9921 in.)
Protuberância do injetor. X= Não Ajustável
Sedes dos casquilhos da árvore de comando das válvulas .
Ø 7= 59.222 a 59.248 mm. (2.3316 a 2.3326 in.)
- número - 7
10
Sedes dos casquilhos da árvore de comando das válvulas .
Ø 1-6= 54.089 a 54.139 mm. (2.1295 a 2.1315 in.)
- número - 1, 2, 3, 4, 5, 6
Munhões dos mancais principais da árvore de comando Ø 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7= 53.995 a 54.045 mm.
11
das válvulas: 1 a 7 (2.1258 a 2.1277 in.)
Diâmetro externo da bucha da árvore de comando das
12 Ø= 59.222 a 59.248 mm. (2.3316 a 2.3326 in.)
válvulas com carga de 3.3 kNm (741.8695 lbf).
13 Diâmetro interno da bucha da árvore de comando das válvulas. Ø= 54.083 a 54.147 mm. (2.1292 a 2.1318 in)
14 Mancais e assentos no bloco do motor. 0.113 a 0.165 mm. (0.0044 a 0.0065 in.)
15 Munhões e mancais principais. 0.038 a 0.162 mm. (0.0015 a 0.0064 in.)
Levantamento útil do ressalto - Admissão. 6.045 mm. (0.2380 in.)
16
Levantamento útil do ressalto - Escapamento 7.239 mm. (0.2850 in.)
Sede da placa do tucho no bloco do motor. Ø1= 16.000 a 16.030 mm. (0.6299 a 0.6311 in.)
17 Ø2= 15.924 a 15.954 mm. (0.6269 a 0.6281 in.)
Diâmetro externo da placa do tucho.
Ø3= 15.960 a.970 mm. (0.6283 a 0.6287 in.)
18 Entre o tucho e a sede. 0.030 a 0.070 mm. (0.0012 a 0.0028 in.)
19 Tuchos. Sem Informação Disponivel
20 Eixo dos balancins. Ø1= 21.965 a 21.977 mm. (0.8648 a 0.8652 in.)
21 Balancins. Ø2= 22.001 a 22.0027 mm. (0.86618 a 0.86625 in.)
22 Entre os balancins e o eixo 0.024 a 0.0377 mm. (0.0009 a 0.0015 in.)

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-23

ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE
PEÇA...................................................................................................................................... TORQUE - Nm (lb.-ft.)
Parafusos de fixação do cabeçote.
1a. fase.
Parafusos M12x1.75x70 .................................................................................... 45 a 55 Nm (33.2 a 40.6 lb.-ft.)
Parafusos M12x1.75x140 .................................................................................. 35 a 45 Nm (25.8 a 33.2 lb.-ft.)
Parafusos M12x1.75x180 (pré-lubrificados com óleo)....................................... 65 a 75 Nm (47.9 a 55.3 lb.-ft.)
2a.fase (aperto adicional).......................................................................................................................... 90 graus
3a. fase (torque adicional somente para os parafusos com 140 e 180 mm de comprimento).................. 90 graus
Mancais principais da árvore de manivelas.
1a. fase (pré-lubrifique com óleo)........................................................................... 44 a 56 Nm (32.5 a 41.3 lb.-ft.)
2a. fase................................................................................................................... 74 a 86 Nm (54.6 a 63.4 lb.-ft.)
3a. fase. (aperto adicional) ................................................................................................................... 90 ±5 graus
Parafusos de fixação das capas das bielas
1a. fase. (pré-lubrifique com óleo) .......................................................................... 55 a 65 Nm (40.6 a 47.9 lb.-ft.)
2a. fase. (aperto adicional) ................................................................................................................... 60 ±5 graus
Parafusos de fixação do volante do motor.
1a. fase................................................................................................................... 26 a 34 Nm (19.2 a 25.1 lb.-ft.)
2a. fase. (aperto adicional) .................................................................................................................. 60 ± 5 graus
Porca de fixação do conector de alimentação do injetor. ........................................... 45 a 50 Nm (33.2 a 36.9 lb.-ft.)
Cárter............................................................................................................................ 20 a 28Nm (14.8 a 20.7lb.-ft.)
Filtro de combustível.................................................................................................................Contato + 3/4 de volta
Parafusos de fixação da tampa da bomba injetora.......................................................... 20 a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft.)
Parafusos de fixação da tampa e da carcaça do mecanismo das válvulas. ........................... 20 a 28Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)
Parafusos de fixação do coletor de admissão. ........................................................... 20 a 28 Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)
Parafusos de fixação da bomba de combustível. ....................................................... 20 a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft.)
Parafusos de fixação do coletor de escapamento. ..................................................... 48 a 58 Nm (35.4 a 42.8 lb.-ft.)
Porcas de fixação da tampa das válvulas. ................................................................. 20 a 28 Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)
Parafusos de fixação do suporte dos balancins. ......................................................... 31 a 41Nm (22.9 a 30.2 lb.-ft.)
Porca de ajustagem dos balancins............................................................................. 20 a 28 Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)
Parafusos de fixação da polia da árvore de comando das válvula.
1a. fase................................................................................................................... 45 a 55 Nm (33.2 a 40.6 lb.-ft.)
2a. fase. (aperto adicional) ................................................................................................................... 90 ±5 graus
Parafusos de fixação da placa do ombro da árvore de comando das válvula ........... 20 a 28 Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)
Parafusos de fixação do suporte do ventilador........................................................... 20 a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft.)
Parafusos de fixação da bomba de injeção.................................................................... 7 a 17 Nm (5.2 a 12.5 lb.-ft.)
Parafusos de fixação da polia do ventilador ............................................................... 37 a 49 Nm (27.3 a 36.1 lb.-ft.)
Parafusos de fixação do turbocompressor. ................................................................ 20 a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft.)
Parafusos de fixação do motor de partida.................................................................. 37 a 49 Nm (27.3 a 36.1 lb.-ft.)
Parafusos de fixação do alternador. ........................................................................... 37 a 49 Nm (27.3 a 36.1 lb.-ft.)
Parafusos de fixação da bomba de água. .................................................................. 20 a 28 Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)
Filtro de óleo. ..................................................................................................................................Contato + 3/4 turn
Parafuso de fixação do tensionador da correia. ......................................................... 37 a 49 Nm (27.3 a 36.1 lb.-ft.)
Water Oil cooler (heat exchanger) for EDC7UC31 control unit
Parafuso M6 ..................................................................................................................... 8 a 12 Nm (5.9 a 8.9 lb.-ft.)
Parafuso M8 ............................................................................................................... 20 a 28 Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)
Parafusos de fixação da bomba de óleo e da tampa dianteira
1o. estágio .......................................................................................................................... 7 a 9 Nm (5.2 a 6.6 lb.-ft.)
2o. estágio .................................................................................................................. 20 a 28 Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)
Parafuso de fixação dos bicos borrifadores de óleo no cilindro ................................... 12 a 18 Nm (8.9 a 13.3 lb.-ft.)
Parafusos de fixação do "Common Rail".................................................................... 20 a 28 Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)
Sensor de pressão e temperatura do ar de admissão ....................................................... 5 a 7 Nm (3.7 a 5.2 lb.-ft.)
Parafuso do sensor de nível de óleo do motor ............................................................. 10 a 14 Nm (7.3 a 10.3 lb.-ft.)
Parafusos de fixação do turbocompressor ao coletor de escape............................... 37 a 49 Nm (27.3 a 36.1 lb.-ft.)
Parafuso M6 de fixação do duto do chicote elétrico ......................................................... 8 a 12 Nm (5.9 a 8.9 lb.-ft.)
Parafuso do suporte do chicote elétrico de alimentação do injetor ............................ 20 a 28 Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-24 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

Suporte do filtro de combustível


ParafusoM12 ............................................................................................................. 69 a 85 Nm (50.9 a 62.7 lb.-ft.)
ParafusoM8 ............................................................................................................... 20 a 28 Nm (14.8 a 20.7 lb.-ft.)
Carcaça do Volante do Motor
ParafusoM10 ............................................................................................................. 75 a 95 Nm (55.3 a 70.1 lb.-ft.)
ParafusoM12 .............................................................................................................. 44 a 55Nm (32.5 a 40.6 lb.-ft.)
Parafuso de fixação do sensor do comando de válvulas ................................................. 6 a 10 Nm (4.4 a 7.4 lb.-ft.)
Parafuso de fixação do sensor da árvore de manivelas................................................... 6 a 10 Nm (4.4 a 7.4 lb.-ft.)
Parafuso de fixação do sensor de temperatura do líquido de arrefecimento do motor....... 17 a 23 Nm (12.5 a 17.0 lb.-ft.)
Parafuso de fixação do sensor de pressão e temperatura do óleo ..................................... 5 a 7 Nm 3.7 a 5.2 lb.-ft.)
Parafuso de fixação do sensor de pressão do combustível ....................................... 30 a 40 Nm (22.1 a 29.5 lb.-ft.)
Parafuso de fixação do sensor de temperatura do combustível................................. 17 a 23 Nm (12.5 a 17.0 lb.-ft.)

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-25

FERRAMENTAS ESPECIAIS
380000158..............................................Chave de fenda dinamométrica de 1 a 6 Nm de torque para calibração da
contra porca do conector da válvula solenóide do injetor (Common Rail).
380000665................................................ Ferramenta para remoção do vedador dianteiro da árvore de manivelas.
380000663.................................................. Ferramenta para remoção do vedador traseiro da árvore de manivelas.
380000671...................................................................................................Ferramenta para remoção dos injetores.
380000666................................................ Acoplador para instalação do vedador dianteiro da árvore de manivelas.
380000664.................................................. Acoplador para instalação do vedador traseiro da árvore de manivelas.
(exceto motores: 667TA/EBF - 667TA/EED).
380000988...........................Ferramenta para girar o volante do motor (exceto motores: 667TA/EBF - 667TA/EED).
380001099....................................................................................................Ferramenta para remoção dos injetores

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-26 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

MOTORES 667TA

1 11

4
10
5

6 9

BS06K020 Figura 3000-12


-

1. TURBOCOMPRESSOR 5. BOMBA DE ÁGUA 9. FILTRO DE COMBUSTÍVEL


2. TENSIONADOR DA AUTOMÁTICO CORREIA 6. AMORTECEDOR DO VOLANTE DO MOTOR 10. BOMBA DE ALTA PRESSÃO
3. ALTERNADOR 7. CÁRTER 11. "COMMON RAIL"
4. POLIA GUIA FIXA 8. ELECTRONIC CONTROL UNIT

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-27

DESCRIÇÃO DOS PRINCIPAIS COMPONENTES DO MOTOR


BLOCO DO MOTOR

7
2

BS06K021 Figura 3000-13

1. CAMISAS DE CILINDROS 3. BUCHAS DA ÁRVORE DE COMANDO DAS VÁLVULAS 5. MANCAIS PRINCIPAIS 7. TROCADOR DE CALOR
2. BOMBA DE ÁGUA 4. BOMBA DE ÓLEO 6. PLACA DE APOIO DE ÁGUA/ÓLEO

O bloco do cilindros é uma estrutura de ferro fundido


contendo as camisas de cilindros (1), os mancais
principais (5) e os seguintes alojamentos: para as
buchas da árvore de comando das válvulas (3) e as
válvulas, para o trocador de calor de água/óleo (7),
para a bomba de água (2) e para a bomba de óleo
(4). O bloco do motor contém também as câmaras
de circulação do líquido de arrefecimento e as
galerias de óleo para o circuito de lubrificação que
alimentam as diversas peças móveis.
A placa de apoio (6) é aplicada na parte inferior do
bloco do motor para aumentar a resistência à fadiga
mecânica.
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
3000-28 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ÁRVORE DE MANIVELAS

1
BS06K022 Figura 3000-14

1. ENGRENAGEM DE ACIONAMENTO 2. ÁRVORE DE 3. ENGRENAGEM DE ACIONAMENTO 4. CUBO DE FIXAÇÃO DO


DA BOMBA DE ÓLEO MANIVELAS DE SINCRONISMO VOLANTE DO MOTOR

A árvore de manivelas é de aço e se apóia sobre VEDADORES DE ÓLEO DA ÁRVORE DE


sete munhões de mancais temperados por indução. MANIVELAS
Perfurados na árvore de manivelas existe uma série Os vedadores dianteiro e traseira são do tipo caixa
de dutos para óleo de lubrificação. com vedação radial. Remova-os com as ferramentas
Os seguintes itens são prensados na parte dianteira especiais 380000665 e 380000663. Instale-os com
d a á r vo r e d e m a n i ve l a s : e n g r e n a g e m d e as ferramentas especiais 380000666 e 380000664.
acionamento da bomba de óleo (1), roda dentada do
sensor de posição, o amortecedor de vibrações, e a
polia de acionamento do equipamento auxiliar.
Os seguintes itens são prensados na parte traseira
da árvore de manivelas: engrenagem de sincronismo
(3), e o cubo de montagem do volante do motor (4).
Os casquilhos dos mancais principais são de aço
com revestimento de liga de anti-fricção.
Um dos casquilhos dos mancais principais está
equipado com ombros para limitar o jogo axial da
árvore de manivelas.
A engrenagem de acionamento de sincronismo (3) e o
cubo de fixação do volante do motor (4) estão
instalados na parte traseira da árvore de manivelas
com um encaixe forçado e não podem ser substituídos.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-29

BIELAS

BS06K023 Figura 3000-15


As bielas são de aço forjado. As extremidades das Cada biela é marcada:
bielas do lado da árvore de manivelas são fabricadas • Com um número no corpo e na capa da biela
com um ângulo obliquo, com separação da haste da indicando o acasalamento e o cilindro no qual
capa por meio do sistema inovado de divisão em vez são montadas.
do procedimento de usinagem convencional. • Com uma letra no corpo da biela indicando a
Os casquilhos das bielas do lado da árvore de classe de seu peso instalado na produção.
manivelas são de aço com revestimento de liga de
anti-fricção.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-30 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ÊMBOLOS

2
3
4

BS06K024 Figura 3000-16


A coroa na cabeça do êmbolo apresenta uma Os dados de referência a seguir estão cravados na
câmara de combustão de alta turbulência. A parte coroa na cabeça do êmbolo:
inferior da coroa na cabeça do êmbolo é arrefecida 1. Número de peça sobressalente e número de
p e l o ó l e o d o m o t o r d i s t r i bu í d o p o r u m b i c o modificação de projeto.
pulverizador instalado no bloco do motor.
2. Marcação (olhando de frente o bloco do motor),
Existem três canaletas para anéis do êmbolo com indicando a direção de montagem do êmbolo no
diferentes funções e diferente geometria. cilindro.
1o. anel de êmbolo com seção trapezoidal 3. Data de fabricação.
(keystone) e revestimento de cromo cerâmico.
4. Marcação indicando o 1o. teste do inserto de
2o. anel de êmbolo com seção retangular cônica recesso.
torcional.
3o. anel de êmbolo com raspador de óleo duplo
com mola interna.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-31

ÁRVORE DE COMANDO DAS VÁLVULAS

BS06K025 Figura 3000-17

A
B
BS06K026 Figura 3000-18

A. LÓBULO DA VÁLVULA DE ADMISSÃO B. LÓBULO DA VÁLVULA DE ESCAPAMENTO C. LÓBULO EGR

A árvore de comando das válvulas é instalada sobre O sistema de recirculação dos gases de
7 munhões no bloco do motor. escapamento (EGR), reduz a temperatura de
Os alojamentos dos mancais dianteiro e traseiro combustão diminuindo a concentração de oxigênio
estão equipados com buchas de aço revestidas com na câmara de combustão. Criando um sistema
material de anti-fricção montadas por meio de eficiente para o controle das emissões de NOx.
encaixe forçado. O projeto do lóbulo de escapamento do sistema
Existem dois ressaltos do came para cada cilindro. EGR interno não está equipado com qualquer
elemento controlado eletronicamente, o sistema está
A. Ressalto da válvula de admissão. sempre ativado. A sua configuração não necessita
B. Ressalto da válvula de escape. de elementos adicionais tais como válvulas de
O eixo do comando de válvulas é controlado retenção, tubulações ou dissipações de calor.
diretamente pelo eixo da ár vore de manivelas O lóbulo de escapamento tem um lóbulo adicional a
através de engrenagens cilíndricas na parte traseira. parte (C) do lóbulo principal, conforme comparado à
configuração de um ressalto sem EGR. Durante o
SISTEMA DE RECIRCULAÇÃO DOS curso de admissão de um cilindro o lóbulo adicional
p e r m i t e u m a b r eve a b e r t u r a d a v á l v u l a d e
GASES DE ESCAPAMENTO EGR
escapamento. A recirculação é gerada no cilindro
Os gases de escapamento podem retornar durante o curso de admissão devido à grande pressão
parcialmente para os cilindros a fim de rebaixar a de escapamento comparada aos gases de admissão.
temperatura máxima responsável pela geração do
óxido de nitrogênio (NOx).
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
3000-32 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

CONTROLE DAS VÁLVULAS

10

6
8

BS06K027 Figura 3000-19

5. ASSENTO DA 7. ARVORE DE COMANDO 9. PONTE DAS


1. BALANCIM 3. HASTE IMPULSORA
VÁLVULA DAS VÁLVULAS VÁLVULAS
2. PARAFUSO DE
4. RETENTOR DA MOLA DA 10. EIXO DOS
AJUSTAGEM DA FOLGA 6. MOLA 8. TUCHOS
VÁLVULA (TRAVAS) BALANCINS
DAS VÁLVULAS

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-33

CABEÇOTE DOS MOTORES: 667TA/EBF - 667TA/EBD - 667TA/EED

1
5

BS06K028 Figura 3000-20


DETALHE DO CABEÇOTE DOS MOTORES 667TA/EBF - 667TA/EBD - 667TA/EED

1. COLETOR DE ESCAPAMENTO 3. VÁLVULA TERMOSTÁTICA 5. AQUECEDOR DO AR DE ADMISSÃO


2. INJETOR 4. ASSENTO DA VÁLVULA 6. COLETOR DE ADMISSÃO

O cabeçote de ferro fundido é usinado para alojar as O cabeçote é projetado para acomodar também os
seguintes peças: seguintes componentes a serem embutidos ao
• Assentos das válvulas (4). mesmo:
• Injetores (2). • Coletor de escapamento (1).
• Válvula termostática (3). • Coletor de admissão (6) com alojamento para o
aquecedor do ar de admissão (5).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-34 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

CABEÇOTE DOS MOTORES: 667TA/EEG - 667TA/EEC

1 7

6
2

3
4

BS06K029 Figura 3000-21

1. COLETOR DE 3. VÁLVULA 5. SUPORTE COM CHICOTES ELÉTRICOS


7. COLETOR DE ADMISSÃO
ESCAPAMENTO TERMOSTÁTICA DOS INJETORES
4. ASSENTO DA
2. INJETOR 6. AQUECEDOR DO AR DE ADMISSÃO
VÁLVULA

O cabeçote de ferro fundido é usinado para alojar as O cabeçote é projetado para acomodar também os
seguintes peças: seguintes componentes a serem embutidos ao
• Assentos das válvulas (4). mesmo:
• Injetores (2). • Coletor de escapamento (1).
• Válvula termostática (3). • Coletor de admissão (7) com alojamento para o
aquecedor do ar de admissão (6).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-35

CABEÇOTE DOS MOTORES: 667TA/EDJ

1 7

BS06K136 Figura 3000-22

1. COLETOR DE 3. VÁLVULA 5. SUPORTE COM CHICOTES ELÉTRICOS


7. COLETOR DE ADMISSÃO
ESCAPAMENTO TERMOSTÁTICA DOS INJETORES
4. ASSENTO DA
2. INJETOR 6. AQUECEDOR DO AR DE ADMISSÃO
VÁLVULA

cabeçote de ferro fundido é usinado para alojar as O cabeçote é projetado para acomodar também os
seguintes peças: seguintes componentes a serem embutidos ao
• Assentos das válvulas (4). mesmo:
• Injetores (2). • Coletor de escapamento (1).
• Válvula termostática (3). • Coletor de admissão (7) com alojamento para o
aquecedor do ar de admissão (6).
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
3000-36 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

VÁLVULAS E ASSENTOS DAS VÁLVULAS

1 3
1
2

BS06K030 Figura 3000-23

1. VÁLVULA DE ADMISSÃO 3. LADO DE ADMISSÃO


2. VÁLVULA DE ESCAPAMENTO 4. LADO DE ESCAPAMENTO

Os assentos das válvulas têm os seguintes ângulos: 2 3


Válvulas de escapamento - 45˚
BS06K032 Figura 3000-25
Válvulas de admissão - 60˚ 1. 7.042 A 7.062MM (0.277 A 0.278 IN)
NOTA: As válvulas de escapamento (2) têm uma 2. VÁLVULAS DE ADMISSÃO
cavidade de identificação no centro da válvula. 3. VÁLVULAS DE ESCAPAMENTO
O cabeçote não tem insertos de guias. As guias de
válvulas são usinadas diretamente no cabeçote.
1
PONTES DAS VÁLVULAS

2
BS06K031 Figura 3000-24
Vedadores de óleo (1) instalados nas hastes das
válvulas.
BS06K033 Figura 3000-26
1. PONTE
2. HASTES IMPULSORAS

NOTA: Durante a instalação do cabeçote, a direção


das pontes das válvulas deve ser posicionada com
as marcações (1) voltadas para o coletor de
escapamento.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-37

USINAGEM DO CABEÇOTE DO MOTOR

A
2
B

BS06K034 Figura 3000-27


A espessura nominal do cabeçote (A) é 105 ± 0.25mm BS06K037 Figura 3000-29
(4.134 ± 0.0098 pol) e a remoção maxima de material VOLANTE DOS MOTORES: 667TA/EED - 667TA/EBD
(B) NÃO DEVE exceder 0.13mm (0.0051 pol).

VOLANTE DO MOTOR
The O volante do motor (1) não é sincronizado à
árvore de manivelas e não tem qualquer marcação, 1
entalhe ou furos para referência para sensores ou
sincronismo. A eqüidistância dos furos para os
p a ra f u s o s d e fi x a ç ã o ( 2 ) p e r m i t e q u e a s u a
instalação seja em qualquer posição.

2
1

BS06K036 Figura 3000-30


VOLANTE DOS MOTORES: 667TA/EBF - 667TAEED
2
1

BS06K035 Figura 3000-28


VOLANTE DOS MOTORES: 667TA/EEG - 667TA/EEC

BS06K629 Figura 3000-31


VOLANTE DOS MOTORES: 667TA/EDJ

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-38 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ACIONAMENTO DO EQUIPAMENTO DE ACESSÓRIOS

3
4

BS06K038 Figura 3000-32

1. TENSOR AUTOMÁTICO DA CORREIA 3. CORREIA POLY-V 5. ÁRVORE DE MANIVELAS


2. ALTERNADOR 4. BOMBA DE ÁGUA

Uma correia Poly-V (3) transmite a rotação da árvore


de manivelas (5) para a bomba de água (4) e ao
alternador (2). A tensão da correia é controlada por
um tensor de correias automático (1).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-39

LUBRIFICAÇÃO DO MOTOR

A
C
D

BS06K039 Figura 3000-33

1. VÁLVULA DE CONTROLE DA PRESSÃO DE ÓLEO DO TURBO 3. FILTRO DE ÓLEO TIPO CARTUCHO 5. BOMBA DE ÓLEO
2. VÁLVULA DE DESVIO 4. RESFRIADOR DE ÁGUA / ÓLEO

A. CÁRTER DE ÓLEO: 667TA/EED - 667TA/EBD C. TRAJETO DO ÓLEO PRESSURIZADO


D. TRAJETO DE RETORNO DO ÓLEO POR
B. CÁRTER DE ÓLEO:667TA/EEG -667TA/EEC -667TA/EBF - 667TA/EED - 667TA/EDJ
GRAVIDADE

A lubrificação pressurizada é realizada pelos


seguintes componentes: Bomba de óleo gerotor (5)
alojada na par te dianteira do bloco do motor,
acionada pela engrenagem de dentes retos de
encaixe forçada na árvore de manivelas; arrefecedor
água /óleo (4) alojado no bloco do motor, sob o
suporte do filtro de óleo; válvula de desvio (2) para
eliminação de filtro de óleo obstruído, filtro de óleo
tipo cartucho (3)

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-40 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ARREFECEDOR DE ÓLEO

4
7

5
6

BS06K040 Figura 3000-34

1. CARCAÇA DO DISSIPADOR DE 5. RETORNO DE ÓLEO AO 7. FILTRO DE


3. RESFRIADOR DE ÁGUA / ÓLEO
CALOR FILTRO* ÓLEO
4. JUNTA (ENTRE O RESFRIADOR 6. ENTRADA DE ÓLEO DO
2. JUNTA INTERNA
E O BLOCO DO MOTOR) FILTRO*

* Apenas motores: 667TA/EEG - 667TA/EEC. VÁLVULA DE DESVIO

VÁLVULA DE CONTROLE DA PRESSÃO DO ÓLEO

BS06K042 Figura 3000-36


2 3 A. DIREÇÃO DO FLUXO
"Blow-by" (vapores do cárter) máx:
20cm3/min (.68oz/min) com pressão de 0.83 bar (12
psi) a 26.7° C (80° F) de temperatura do óleo..

BS06K041 Figura 3000-35


1. 66MM (2.589 IN)
2. 41.25MM (1.624 IN)
3. 136.9 ± 10.5 N (30.8 ± 2.36 LBF)

Calibração a temperatura do óleo de 100°C (212°F).


- Pressão mínima 1.2 bar (17.4 psi).
- Pressão máxima 3.8 bar (55.1 psi).
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-41

BOMBA DE ÓLEO CÁRTER DE ÓLEO DOS MOTORES: 667TA/EEG-


667TA/EEC- 667TA/EBF- 667TA/EED- 667TA/EDJ

BS06K045 Figura 3000-39


INSTALAÇÃO DA JUNTA DO CÁRTER

BS06K043 Figura 3000-37


BOMBA DE ÓLEO

BS06K046 Figura 3000-40


BS06K044 Figura 3000-38 CÁRTER DE AÇO

1 . Á r vo r e d e m a n i ve l a s c o m e n gr e n a g e m d e VISTA EM CORTE DA JUNTA DO CÁRTER


acionamento da bomba de óleo. O cárter (1) é fixado ao bloco do motor de modo
flexível por meio de uma placa de alumínio (3) e uma
junta de borracha (2). Veja a figura 2-41.
A junta de borracha de seção "C" (2), montada no
contorno de fixação do cárter, serve para aumentar a
vedação de óleo enquanto reduz também o nível de
ruído.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-42 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

CÁRTER DE ÓLEO DOS MOTORES: 667TA/EED-


667TA/EBD

BS06K047 Figura 3000-41


CÁRTER DE FERRO FUNDIDO
O cárter de ferro fundido é fixado ao bloco do motor
por parafusos com arruelas e uma junta fina.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-43

RECIRCULAÇÃO DOS VAPORES DE ÓLEO

A
B
BS06K048 Figura 3000-42

1. PRÉ-SEPARADOR 3. FILTRO "BLOW-BY" A. ÓLEO CONDENSADO


2. RECIRCULAÇÃO À ADMISSÃO 4. RETORNO AO MOTOR B. VAPORES DE ÓLEO

RECIRCULAÇÃO "BLOW-BY" No filtro "blow-by" (3) uma parte dos vapores se


A tampa dos balancins tem um pré-separador "blow- condensam parcialmente e retornam ao cárter de
by" (1), projetado para aumentar a velocidade de óleo através da linha (4), o restante é recirculado à
saída dos vapores de óleo "blow-by" enquanto estão admissão do motor pela linha (2).
parcialmente condensados. O óleo condensado
retorna ao cárter de óleo enquanto os vapores
residuais são coletados e direcionados através do
filtro "blow-by" (3).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-44 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ARREFECIMENTO DO MOTOR

BS06K049 Figura 3000-43

1. ARREFECEDOR DE ÓLEO 3. VÁLVULA TERMOSTÁTICA B. ÁGUA RECIRCULANDO NO MOTOR


A. ÁGUA FLUINDO POR FORA DA VÁLVULA C. ÁGUA FLUINDO DENTRO DA BOMBA
2. BOMBA DE ÁGUA
TERMOSTÁTICA DE ÁGUA

• Bomba de água centrífuga alojada na parte


O sistema de arrefecimento do motor é do tipo de dianteira do bloco do motor.
circuito fechado, de circulação forçada incorporando
os seguintes componentes: • Válvula termostática de controle da circulação do
líquidolíquido de arrefecimento do motor.
• Arrefecedor de óleo usado para resfriar o óleo
lubrificante, veja arrefecedor de óleo na página
3000-40.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-45

BOMBA DE ÁGUA

BS06K052 Figura 3000-46


BS06K050 Figura 3000-44 VÁLVULA TERMOSTÁTICA
BOMBA DE ÁGUA A. O CURSO INICIA A 96˚ C (204˚ F) ≥ 7.5MM (.30 IN).
Abertura da válvula termostática para motores:
667TA/EEG, EEC, EBF, EED, EBD= 79 a 83˚ C
(174 a 181˚ F).
667TA/EDJ= 83 a 98˚ C (181 a 208˚ F).

BS06K051 Figura 3000-45


VISTA EM CORTE SECCIONAL DA BOMBA DE ÁGUA
A bomba de água está alojada em uma cavidade na
parte dianteira do bloco do motor, e é acionada por
uma correia Poly-V. A bomba de água e vedada ao
bloco do motor por um anel de borracha.
A temperatura do motor é controlada por uma
válvula termostática.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-46 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

SISTEMA DE INJEÇÃO ELETRÔNICA DE ALTA PRESSÃO (COMMON RAIL)

11

10

4
8

BS06K053 Figura 3000-47

1. CHICOTE ELÉTRICO AOS INJETORES 7. REGULADOR DE PRESSÃO


2. INJETOR ELETRÔNICO 8. AQUECEDOR DE COMBUSTÍVEL E SENSOR DE TEMPERATURA
3. SENSOR DE TEMPERATURA DO LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO 9. SENSOR DA ÁRVORE DE COMANDO DAS VÁLVULAS
4. SENSOR DE ÓLEO E DE PRESSÃO DO MOTOR 10. SENSOR DE PRESSÃO DO COMBUSTÍVEL
5. SENSOR DA ÁRVORE DE MANIVELAS 11. SENSOR DE PRESSÃO E TEMPERATURA DE
6. UNIDADE DE CONTROLE EDC7UC31 TURBOALIMENTAÇÃO

Pressões extremamente altas são necessárias para


a redução de CERTAS emissões.
O sistema "common rail" torna possível a injeção de
combustível a pressões de 1450 a 1600 bar (21030 a
23206 psi), enquanto que a precisão de injeção
obtida pelo controle eletrônico EDC7UC31 do
sistema serve para otimizar a operação do motor
limitando as emissões e o consumo de combustível.
Para os motores mais potentes que 152 kW (203
hp.), os injetores CRIN2 têm bicos DLLA que
trabalham com pressões até 1600 bar (23206 psi),
enquanto que os motores menos potentes que 152
kW (203 hp.) estão equipados com bicos DSLA que
trabalhas com pressões até 1450 bar (21030 psi.).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-47

OPERAÇÃO DA UNIDADE DE LIMITE DE ROTAÇÃO MÁXIMA DO MOTOR


CONTROLE ELETRÔNICO – EDC7UC31 Dependendo da aplicação, a memória da unidade de
controle pode conter limites de rotação do motor
CONTROLE DO ELEMENTO DE PRÉ- apropriados. Quando a rotação do motor ultrapassa
AQUECIMENTO DO MOTOR esses limites, a unidade de controle aciona a redução
O pré e pós-aquecimento é ativado mesmo quando de potência controlando o tempo de ligação dos
apenas um dos sensores de temperatura de água, ar eletroinjetores. Em algumas aplicações, a resposta de
ou combustível detectar uma temperatura inferior a limite máximo consiste em desligar o motor.
5°C (41°F).
CORTE
RECONHECIMENTO DE FASE A liberação de corte do combustível é gerenciado
Os sinais transmitidos pelos sensores da árvore de pela unidade de controle com as seguintes
comando das válvulas e da árvore de manivelas intervenções lógicas:
determinam o cilindro ao qual o combustível deve ser • desativação dos eletroinjetores.
injetado.
• reativação dos eletroinjetores imediatamente
CONTROLE DE INJEÇÃO antes de atingir a rotação de marcha lenta.
Através das informações transmitidas pelos sensores, • controle do regulador de pressão do combustível.
a unidade de controle determina e regula a pressão, e
altera a pré-injeção e o modo de injeção principal. CONTROLE DE FUMAÇA SOB ACELERAÇÃO
Com intensas demandas de carga, sinais recebidos
SISTEMA DE CONTROLE DA PRESSÃO DE do sensor de pressão de temperatura e do sensor da
INJEÇÃO DE MALHA FECHADA árvore de manivelas, a unidade de controle gerencia
A c a r g a d o m o t o r, é d e t e r m i n a d a p e l o o regulador de pressão e modula o tempo de
processamento de dados transmitidos pelos diversos ativação dos eletroinjetores, a fim de evitar a
sensores, e pela unidade de controle. Comanda o emissão de fumaça no escape.
regulador para manter a pressão de injeção em
valores constantes e satisfatórios. APÓS O DESLIGAMENTO DO MOTOR
Após o motor ter sido desligado, o microprocessador
CONTROLE PILOTO E DE AVANÇO DA INJEÇÃO da unidade de controle salva vários parâmetros à
PRINCIPAL memória EEPROM, incluindo o registro de falhas de
Os sinais transmitidos por diversos sensores à modo que possam ser disponíveis quando o motor
unidade de controle, determinam o ponto ótimo de for funcionar novamente.
injeção na base de mapeamento interno.
CONTROLE DA ROTAÇÃO DE TRABALHO EM
CONTROLE DA ROTAÇÃO DE MARCHA LENTA CONDIÇÕES DE OPERAÇÃO NORMAL
A unidade de controle processa os sinais Toda vez que a carga de trabalho varia, a unidade de
transmitidos pelos diversos sensores e ajusta a controle ajusta o torque para manter o motor em
quantidade de combustível injetado. condições de potência máxima. Se a carga provoca
uma redução de potência, a unidade de controle
Controla também o regulador de pressão e modula a
aumenta o torque, isto é, aumenta a quantidade de
duração de injeção dos injetores eletronicos. Dentro
combustível injetado a fim de retornar o motor à
de limites específicos, a unidade de controle
condição de potência máxima.
monitora também a tensão da bateria.

PROTEÇÃO CONTRA SUPERAQUECIMENTO


Se a temperatura da água atingir 110°C (230°F) a
unidade de controle reduz o desempenho do motor.
Quando a temperatura retornar para valor inferior a
100°C (212°F) o motor reinicia a operação normal.
Em algumas aplicações, a temperatura do coletor de
admissão é a temperatura de referência.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-48 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ESTRATÉGIAS DE RECUPERAÇÃO
• Controle de vazamentos de combustível.
Em caso de problemas na alimentação de
combustível, o sistema controla o motor com valores
apropriados de potência constante com baixa
rotação e alto torque, a fim de injetar a quantidade
máxima de combustível.
• Controle de pressão no "rail" (tubo de distribuição).
Quando a pressão no "rail" ultrapassa os valores de
segurança, o motor reduz a potência.
• Problemas de sincronismo.
Em casos de problemas de sincronismo, sensores
de rotação defeituosos, o sistema controla o motor
a u m e n t a n d o a r o t a ç ã o a fi m d e m e l h o r a r a
interpretação dos sinais.
• Restrições de potência conforme aumenta a
temperatura de operação.
Quando a temperatura do ar de superalimentação
aumenta acima de 88°C (190°F), inicia a redução de
potência. Quando a temperatura de 120°C (248°F) é
atingida, o desempenho é ainda mais reduzido e
neste caso será comparável ao desempenho do
mesmo motor caso ele fosse aspirado.
• Redução de potência conforme varia a
temperatura de referência.
Em condições normais de operação, o sistema
reconhece as temperaturas de superalimentação de
ar, óleo e água.
Se a temperatura da água do motor não for
disponível, o sistema toma como referência a
temperatura do óleo e quando essa atinge o limiar
de 103°C (217°F), começa a reduzir a potência
disponível. Ao atingir 113°C (235°F), a potência é
reduzida para 50%.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-49

SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO DE COMBUSTÍVEL

6
1
5

4
2

7
A
B D
C
BS06K054 Figura 3000-48

7. BOMBA DE ALIMENTAÇÃO TIPO


1. ELETRO-INJETOR 4. PRÉ-FILTRO B. BAIXA PRESSÃO
ENGRENAGEM DE BAIXA PRESSÃO
5. VÁLVULA DE ALÍVIO DE PRESSÃO C. RETORNO DO
2. "COMMON RAIL" 8. BOMBA DE ALTA PRESSÃO
DO "COMMON RAIL" COMBUSTÍVEL
3. FILTRO DE 6. REGULADOR DE CONTRA-PRESSÃO D. ALTA PRESSÃO DO
A. ALTA PRESSÃO
COMBUSTÍVEL PARA RETORNO DE COMBUSTÍVEL TERMINAL DA BOMBA

O sistema "common rail" tem uma bomba de alta O circuito de alta pressão consiste das seguintes
pressão que mantém constantemente a alimentação linhas:
d e c o m b u s t í ve l s o b m u i t o a l t a p r e s s ã o, • Linha conectando a saída da bomba de alta
independente da fase do cilindro que receberá a pressão ao "common rail".
injeção. O combustível a alta pressão é mantido em
uma tubulação (o "common rail") o qual é • Linhas alimentando os eletro-injetores a partir do
compartilhado por todos os eletro-injetores. "common rail".

Isso significa que existe sempre alimentação de O circuito de baixa pressão consiste das seguintes
combustível disponível na entrada dos eletroinjetores linhas:
na pressão de injeção, determinada pela unidade de • Linha de combustível do reservatório ao pré-filtro.
controle eletrônico EDC7UC31. • Linhas alimentando a bomba de alimentação
Quando a válvula solenóide de um eletro-injetor é mecânica através do trocador de calor da unidade de
energizada pela unidade de controle eletrônico controle, a bomba de escorva manual e o pré-filtro.
EDC7UC31, o combustível tomado diretamente do O sistema de combustível é completado pelo retorno
"common rail" é injetado no cilindro correspondente. de combustível do "common rail", os injetores e o
Este sistema de combustível é composto por um circuito de arrefecimento da bomba de alta pressão.
circuito de baixa pressão e um circuito de alta pressão.
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
3000-50 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

DIAGRAMA DO SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO DE COMBUSTÍVEL

5 6 7 A
B
4
C
3 D

18

2 17

9
1
16 10
15
13 11
14
12
BS06K055 Figura 3000-49

9. TROCADOR DE CALOR DA UNIDADE DE 17. VÁLVULA DE RETENÇÃO DE


1. BOMBA DE ALTA PRESSÃO
CONTROLE EDC7UC31 DESVIO DA BOMBA DE ROTOR
2. VÁLVULA DO REGULADOR DE BAIXA 18. DESVIO DE SEGURANÇA DE
PRESSÃO NA BOMBA DE ALTA 10. BOMBA DE ESCORVA MANUAL PRESSÃO DA BOMBA DE
PRESSÃO ROTOR
3. VÁLVULA DE ALÍVIO DE SEGURANÇA
11. PRÉ-FILTRO A. DRENO
"COMMON RAIL"
4. VÁLVULA DE CONTRA-PRESSÃO NA
LINHA DE RETORNO DO COMBUSTÍVEL 12. RESERVATÓRIO DE COMBUSTÍVEL B. SUCÇÃO
DO INJETOR
5. "COMMON RAIL" 13. BOMBA DE ALIMENTAÇÃO DE ENGRENAGEM C. BAIXA PRESSÃO
6. SENSOR DE PRESSÃO DO "COMMON
14. FILTRO DE COMBUSTÍVEL D. ALTA PRESSÃO
RAIL"
15. VÁLVULA DE RETENÇÃO DE DESVIO DA BOMBA
7. ELETRO-INJETOR
DE ALTA PRESSÃO
8. LINHA DE RETORNO DA BOMBA DE 16. LINHA DE RETORNO DA BOMBA DE ALTA
ALTA PRESSÃO E DO INJETOR PRESSÃO

O regulador de pressão de alimentação controla o A válvula de alívio de segurança do "common rail"


fluxo de combustível necessário no sistema de baixa (3) está instalada no cabeçote. Controla o fluxo de
pressão. A bomba de alta pressão alimenta o combustível retornando dos eletro-injetores a uma
"common rail". Essa pressurização de combustível, pressão de 1.3 a 2 bars (19 a 29 psi.).
m e l h o r a a e fi c i ê n c i a d e e n e r g i a e l i m i t a o Em paralelo com a bomba de alimentação mecânica
aquecimento do combustível no sistema. existem duas válvulas de desvio.
A válvula reguladora de baixa pressão (2), instalada A válvula de desvio de segurança da pressão da
na bomba de alta pressão, mantém a pressão em bomba de rotor (18), torna possível o retorno de
um nível constante de 5 bars (72 psi.). fluxo do combustível da saída da bomba mecânica
A válvula reguladora de baixa pressão (2) opera para para a sua entrada, quando a pressão na entrada do
aumentar o fluxo de combustível no circuito de fi l t r o d e c o m bu s t í ve l u l t r a p a s s a r o s l i m i t e s
arrefecimento da bomba de alta pressão através da permissíveis. A válvula de desvio da bomba de rotor
linha (16), levando o fluido para dentro e fora da linha (17) torna possível o abastecimento do sistema de
(8). alimentação através da bomba de escorva (10).
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-51

FILTRO DE COMBUSTÍVEL

B
1
D C

2
3 5 5 D

A
A
B
4 C
2
E

BS06K056 Figura 3000-50

1. SUPORTE DO FILTRO DE
A. CONEXÃO DE SAÍDA PARA A BOMBA DE ALTA PRESSÃO
COMBUSTÍVEL
2. CONECTOR DE TEMPERATURA B. "COMMON RAIL", CONEXÃO DE ENTRADA DA LINHA DE DESCARGA
DO COMBUSTÍVEL DOS INJETORES NO CABEÇOTE
3. AQUECEDOR ELÉTRICO DE C. CONEXÃO PARA A LINHA DE DESCARGA DA BOMBA DE ALTA
COMBUSTÍVEL PRESSÃO
4. FILTRO DE COMBUSTÍVEL D. CONEXÃO DE ENTRADA DA BOMBA DE ALIMENTAÇÃO
5. SENSOR DE TEMPERATURA
E. CONEXÃO DE SAÍDA PARA O RESERVATÓRIO DE COMBUSTÍVEL
DO COMBUSTÍVEL

O filtro de combustível está instalado no bloco do O aquecedor é ativado se a temperatura do


motor no circuito entre a bomba de alimentação e a combustível for inferior a 0°C (32°F) e o combustível
bomba de alta pressão (CP3). aquecido até atingir 5°C (41°F). A temperatura do
combustível é monitorada pela unidade de controle
EDC7UC31.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-52 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

BOMBA DE ALIMENTAÇÃO MECÂNICA – CONDIÇÃO DE OPERAÇÃO NORMAL

BS06K057 Figura 3000-51

1. VÁLVULA DE SEGURANÇA DE PRESSÃO A. ENTRADA DE COMBUSTÍVEL DO RESERVATÓRIO


2. VÁLVULA DE DESVIO DE ESCORVA EM POSIÇÃO FECHADA B. SAÍDA DE COMBUSTÍVEL PARA O FILTRO

A bomba de engrenagem de alimentação, instalada A bomba de alimentação é acionada pelo eixo da


na parte traseira da bomba de alta pressão, puxa bomba de alta pressão.
combustível do reservatório através do pré-filtro e o Em condições normais de operação o fluxo da
envia para a bomba de alta pressão através do filtro bomba de alimentação entra no orifício (A), flui em
de combustível principal. volta da parte externa das engrenagens e sai através
do orifício (B).

BOMBA DE ALIMENTAÇÃO MECÂNICA – CONDIÇÃO DE SOBPRESSÃO DE SAÍDA DA UNIDADE

1 2

BS06K058 Figura 3000-52

1. VÁLVULA DE SEGURANÇA DE PRESSÃO A. ENTRADA DE COMBUSTÍVEL DO RESERVATÓRIO


2. ORIFÍCIO DE DESVIO B. SAÍDA DE COMBUSTÍVEL PARA O FILTRO

A válvula de segurança de pressão (1) abre quando combustível irá então vencer a força exercida pela
a pressão de saída da bomba (B), for excessiva mola (1) permitindo o fluxo de combustível à entrada
devido a restrição do filtro ou mau funcionamento do da bomba através da passagem (2).
regulador de pressão de alimentação. A pressão do
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-53

CONDIÇÃO DE SANGRIA DO SISTEMA DE COMBUSTÍVEL

BS06K059 Figura 3000-53

1. VÁLVULA DE SEGURANÇA DE PRESSÃO A. ENTRADA DE COMBUSTÍVEL DO RESERVATÓRIO


2. VÁLVULA DE DESVIO DE ESCORVA EM POSIÇÃO FECHADA B. SAÍDA DE COMBUSTÍVEL PARA O FILTRO

A válvula de desvio (2) abre quando o motor for Ao acionar a bomba manual a válvula de desvio (2) é
desligado. O sistema de alimentação deve ser aberta devido da pressão de entrada, isso permite o
abastecido com a bomba de escorva manual. fluxo de combustível para a saída (B).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-54 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

BOMBA DE ALTA PRESSÃO TIPO CP3.3

6
1

BS06K060 Figura 3000-54


BOMBA DE ALTA PRESSÃO

1. CONEXÃO DE SAÍDA DE COMBUSTÍVEL PARA O "COMMON RAIL"


2. BOMBA DE ALTA PRESSÃO
3. REGULADOR DE ALTA PRESSÃO
4. CONEXÃO DE ENTRADA DE COMBUSTÍVEL DO FILTRO
5. CONEXÃO DE RETORNO DO DRENO DE COMBUSTÍVEL NO SUPORTE DO FILTRO
6. CONEXÃO DE ENTRADA DE COMBUSTÍVEL DO TROCADOR DE CALOR DA UNIDADE DE CONTROLE
7. CONEXÃO DE SAÍDA DE COMBUSTÍVEL DA BOMBA MECÂNICA AO FILTRO
8. BOMBA MECÂNICA DE ENGRENAGEM DE ALIMENTAÇÃO

A bomba de alta pressão tem 3 êmbolos radiais Na parte traseira da bomba de alta pressão está a
acionados por um eixo came acionado por bomba de engrenagem de alimentação mecânica a
engrenagem. A bomba não necessita ser qual é acionada pelo eixo da bomba de alta pressão.
sincronizada.
IMPORTANTE: A unidade da bomba de alta pressão não pode ser recondicionada, não existem ajustagens.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-55

1 5
6
2
7

3 8

4
9

BS06K061 Figura 3000-55


VISTA EXPLODIDA DA BOMBA DE ALTA PRESSÃO

1. BOMBA MECÂNICA DE ALIMENTAÇÃO DE ENGRENAGEM 6. EIXO DA BOMBA


7. ENTRADA DE COMBUSTÍVEL DA BOMBA DE ALTA
2. JOGO DE ENGRENAGENS
PRESSÃO DO FILTRO
3. VÁLVULA DE DISTRIBUIÇÃO DE COMBUSTÍVEL DE ALTA 8. VÁLVULA DO REGULADOR DE COMBUSTÍVEL DE BAIXA
PRESSÃO PARA O "COMMON RAIL" PRESSÃO DE 5 BAR (72 PSI)
4. ÊMBOLO INDIVIDUAL DA BOMBA DE ALTA PRESSÃO (1 DE 3) 9. VÁLVULA SOLENÓIDE DO REGULADOR DE ALTA PRESSÃO
5. VÁLVULAS DE DESVIO NA BOMBA DE ALIMENTAÇÃO

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-56 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

VISTA INTERNA DA BOMBA DE ALTA PRESSÃO

7 1
5

6
2
BS06K161 Figura 3000-58

BS06K160 Figura 3000-56

3 4

BS06K159 Figura 3000-59


8

BS06K158 Figura 3000-57

1. CILINDRO 5. ÊMBOLO
2. ELEMENTO DE TRÊS LÓBULOS 6. EIXO DA BOMBA
3. VÁLVULA DE ENTRADA DA CAPA 7. ENTRADA DE COMBUSTÍVEL DE BAIXA PRESSÃO
4. VÁLVULA DE ESFERA DE 8. DUTOS DE ALIMENTAÇÃO DE COMBUSTÍVEL DOS
DISTRIBUIÇÃO ELEMENTOS DE BOMBEAMENTO

A unidade de bombeamento é composta de:


• Três êmbolos (5) acionados por um elemento de
três lóbulos (2) no eixo da bomba (6) Quando o
eixo (6) gira o elemento de três lóbulos (2) aciona
o êmbolo (5), bombeando combustível de alta
pressão que passa pela válvula de esfera de
distribuiçãoe (4) indo ao "common rail".

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-57

PRINCÍPIO DE OPERAÇÃO

2
7

5 6

BS06K063 Figura 3000-60

BS06K160 Figura 3000-61

1. SAÍDA PARA A LINHA DE 5. PASSAGEM DE ALIMENTAÇÃO 7. REGULADOR DE


3. ÊMBOLO DE ALTA PRESSÃO
DISTRIBUIÇÃO DO "COMMON RAIL". DO ÊMBOLO ALTA PRESSÃO
2. VÁLVULA DE DISTRIBUIÇÃO DO 6. PASSAGEM DE ALIMENTAÇÃO
4. EIXO DA BOMBA
"RAIL DO REGULADOR DE PRESSÃO

O êmbolo de alta pressão (3) corre sobre o camo PWM (largura de pulso modulado) recebido da
instalado sobre o eixo da bomba (4). Na fase de unidade de controle EDC7UC31.
entrada o êmbolo é alimentado com combustível Durante a fase de compressão do êmbolo o
através da passagem de alimentação (5). A combustível atinge pressão suficiente para abrir a
quantidade de combustível a ser fornecida ao válvula de distribuição (2) do "common rail" e é
êmbolo é determinada pelo regulador de pressão forçado através da saída (1) para o "common rail".
(7). O regulador de pressão controla o fluxo de saída
da bomba de alta pressão baseada no comando do
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
3000-58 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

3
1
1

2 6
7
3
8
4
2
9
5
BS06K064 Figura 3000-62 BS06K065 Figura 3000-63

1. ENTRADA PARA OS ÊMBOLOS DE ALTA PRESSÃO 1. TUBO DE DESCARGA DO COMBUSTÍVEL


2. PASSAGENS DE LUBRIFICAÇÃO DA BOMBA 2. DESCARGA DE COMBUSTÍVEL FLUINDO DA BOMBA
3. ENTRADA PARA OS ÊMBOLOS DE ALTA PRESSÃO COM CONECTOR PARA A LINHA DE ALTA PRESSÃO
4. PASSAGEM DE ALIMENTAÇÃO DO ÊMBOLO PRINCIPAL DO "COMMON RAIL"
5. VÁLVULA DO REGULADOR DE ALTA PRESSÃO 3. GALERIA DE DESCARGA DO COMBUSTÍVEL
6. ENTRADA PARA OS ÊMBOLOS DE ALTA PRESSÃO
7. PASSAGEM DE DRENO DO REGULADOR DA PRESSÃO
A figura acima mostra o fluxo de combustível sob
DE ALIMENTAÇÃO alta pressão fluindo através das galer ias de
8. VÁLVULA DO REGULADOR DE PRESSÃO DE descarga dos elementos de bombeamento.
ALIMENTAÇÃO DE 5 BAR (72 PSI)
9. DESCARGA DE COMBUSTÍVEL DA ENTRADA DA
VÁLVULA DO REGULADOR DE ALTA PRESSÃO

A figura acima mostra as passagens de combustível


de alta pressão no interior da bomba. A figura mostra
a passagem de alimentação dos êmbolos principais
(4), as passagens de alimentação do êmbolo
individual (1, 3, 6), as passagens utilizadas para a
lubrificação da bomba (2), o regulador de alta
pressão (5), a válvula do regulador de pressão de 5
bar (72 psi) (8) e a passagem de descarga de
combustível (7).
O regulador de alta pressão (5) deter mina a
quantidade de combustível que os êmbolos de alta
pressão distribuem ao "common rail". O excesso de
combustível sai através da passagem (9).
A válvula reguladora (8), foi projetada para manter
uma pressão constante de 5 bar (72 psi.) na entrada
do regulador de alta pressão.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-59

TEORIA DA OPERAÇÃO O elemento de bombeamento comprime o


Os cilindros são abastecidos através da válvula de combustível até atingir o ponto morto superior (curso
e n t ra d a d a c a p a , s o m e n t e s e a p r e s s ã o d e de distribuição). Depois, a pressão diminui até a
alimentação for suficiente para abrir o jogo de válvula de saída fechar.
v á l v u l a s d e d i s t r i bu i ç ã o d o s e l e m e n t o s d e O êmbolo do elemento de bombeamento retorna
bombeamento cerca de 2 bars (29 psi.). para o ponto mor to infer ior e o combustível
A quantidade de combustível que alimenta a bomba remanescente é descomprimido.
de alta pressão é dosada pelo regulador de alta Quando a pressão na câmara do elemento de
pressão. O regulador de alta pressão é controlado bombeamento fica infer ior que a pressão de
pela unidade de controle EDC7UC31 através do alimentação, a válvula de admissão abre novamente
sinal de PWM (largura de pulso modulado). e o ciclo se repete.
Quando o combustível é enviado para um elemento A pressão de distribuição do "common rail" é
de bombeamento, o êmbolo correspondente se modulada entre 250 e 1600 bars (3625 a 23206 psi.)
desloca para baixo (curso de sucção). Quando o pela unidade de controle EDC7UC31, através da
curso do êmbolo é invertido, a válvula de admissão válvula solenóide do regulador de pressão.
fecha e o combustível na câmara do elemento de A bomba é lubrificada e arrefecida pelo combustível.
bombeamento, é comprimido no "common rail".
O tempo de reposição da bomba no motor é muito
A pressão gerada faz abrir a válvula de saída abrir e reduzido em comparação às bombas de injeção
o combustível comprimido atinge o circuito de alta tradicionais, por não exigir sincronismo.
pressão.
IMPORTANTE: Se a linha entre o filtro de
combustível e a bomba de alta pressão for removida
ou substituída, certifique-se de que os componentes
estejam completamente limpos.

"COMMON RAIL"

BS06K066 Figura 3000-64


"COMMON RAIL"
O volume do "common rail" é um dispositivo de Um sensor de pressão de combustível (1) está
armazenamento de combustível a alta pressão. Ele instalado no "common rail". O sinal é enviado por
tem um pequeno volume a fim de permitir uma esse sensor à unidade de controle EDC7UC31, que
pressurização rápida durante a partida, em marcha o devolve para o sensor de pressão do "common rail"
lenta e em caso de altas taxas de fluxo. que o corrige se necessário.
Tem volume suficiente para minimizar os picos de
pulsos do sistema causados pela aber tura e
fechamento dos injetores e pela operação da bomba
de alta pressão. Essa função é melhorada ainda
mais por um orifício calibrado entre a bomba de alta
pressão e o sistema "common rail".
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
3000-60 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

VÁLVULA DE ALÍVIO DE PRESSÃO DO "COMMON RAIL"

A B

1 2 3 4 5 6 1 2 3 4 5 6

BS06K067 Figura 3000-65


VÁLVULA DE ALÍVIO DE PRESSÃO DO "COMMON RAIL"

1. DESCARGA DIRETA DO RESERVATÓRIO 3. CORPO 5. ÊMBOLO PEQUENO


2. BATENTE 4. MOLA 6. ASSENTO NO "RAIL"
A. NORMALMENTE, A EXTREMIDADE CÔNICA DO ÊMBOLO (5) PERMANECE FECHADA E A DESCARGA É
DESVIADA PARA O RESERVATÓRIO DE COMBUSTÍVEL.
B. SE A PRESSÃO DO COMBUSTÍVEL DE 1750 BAR FOR ULTRAPASSADA NO "RAIL", O ÊMBOLO PEQUENO SE
MOVE E O EXCESSO DE PRESSÃO É DESCARREGADO NO RESERVATÓRIO DE COMBUSTÍVEL.

A válvula de alívio de pressão do "common rail" está A válvula de alívio possibilita o funcionamento do
instalada em uma extremidade do mesmo, e foi motor a um desempenho limitado, evitando o
projetada para proteger os componentes do sistema superaquecimento do combustível e protegendo o
em caso de excesso de pressão. sistema.
A válvula pode ser de um estágio (como as Se a pressão de abertura da válvula de alívio de dois
mostradas acima), ou de dois estágios com dois estágios for alcançada, a unidade de controle
limites de funcionamento para alívio de pressão de EDC7UC31 interrompe o funcionamento do
1750 bar e 800 bar (25381 psi e 11603 psi). regulador de pressão. A bomba de alta pressão irá
No segundo caso, quando a pressão no sistema de operar então em distribuição máxima ao "common
alta pressão atinge 1750 bar (25381 psi), a válvula é rail", e um código de falha será armazenado.
ativada como um único estágio para descarregar o
combustível e consequentemente reduzir a pressão
até alcançar a pressão correta. Depois reduz a
pressão no "common rail" para aproximadamente
800 bar (11603 psi).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-61

ELETRO-INJETOR

13 13

6
6
4 4
9
5 9 5

7
15 7 15

10 10
12
12 1 1

11 11
14 14
2
2
8 8

3 3
BS06K069 Figura 3000-67
BS06K068 Figura 3000-66
INÍCIO DA INJEÇÃO
INJETOR EM POSIÇÃO DE DESCANSO
Quando a bobina (4) é energizada, desloca para
1. HASTE DE PRESSÃO 9.
VOLUME DE CONTROLE cima o obturador esférico (6). O combustível do
2. ÊMBOLO 10.
DUTO DE CONTROLE volume de controle (9) flui em direção da saída do
3. BICO INJETOR 11.
DUTO DE ALIMENTAÇÃO combustível de controle (12) causando uma queda
12.
SAÍDA DO COMBUSTÍVEL d e p r e s s ã o n o vo l u m e d e c o n t r o l e ( 9 ) .
4. BOBINA
DE CONTROLE
Simultaneamente a pressão de combustível na
5. VÁLVULA PILOTO 13. CONEXÃO ELÉTRICA
6. OBTURADOR ESFÉRICO14. MOLA
câmara de combustível (8) levanta o êmbolo (2),
15. ENTRADA DE COMBUSTÍVEL injetando combustível no cilindro.
7. ÁREA DE CONTROLE
DE ALTA PRESSÃO
8. CÂMARA DE PRESSÃO TÉRMINO DA INJEÇÃO
Quando a bobina (4) é desenergizada, o obturador
O injetor é semelhante aos injetores convencionais,
esférico (6) retorna para sua posição fechada a fim
com exceção da mola de retorno do êmbolo.
de recuperar um equilíbrio de forças e retornar o
O injetor pode ser considerado em termos de duas êmbolo (2) para sua posição fechada e concluir o
partes básicas: ciclo de injeção.
• Bico atuador de borrifo composto da haste de
pressão (1), o êmbolo (2) e o bico (3). IMPORTANTE: As peças no interior do injetor não
são substituíveis, por isso não é reparável.
• Válvula solenóide de controle composta da bobina
(4) e a válvula piloto (5).
A válvula solenóide controla o levantamento do
êmbolo do bico injetor.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-62 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ELETRO-INJETORES
Os injetores são Bosch CRIN 1 e CRIN 2. Os bicos
de borrifo utilizados são especificados de acordo
com a potência desenvolvida pelo motor.

BS06K070 Figura 3000-68


1. BICO INJETOR

Pressões
Injetores Bico injetor Motores
Pressão mínima de operação Pressão nominal de operação
CRIN 1 Não Disponivel 667TA/EEG - 667TA/EEC Não Disponivel Não Disponivel
CRIN 2 DLLA 137 PV 3 667TA/EBF - 667TA/EBD 250 bar (3626 psi.) 1600 bar (23206 psi.)
CRIN 2 DSLA 143 PV 3 667TA/EED 250 bar (3626 psi.) 1400 bar (20305 psi.)
CRIN 2 Não Disponivel 667TA/EDJ 250 bar (3626 psi.) 1400 bar (20305 psi.)

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-63

LIMITADOR DE PRESSÃO DE RETORNO DO


COMBUSTÍVEL

A B

BS06K071 Figura 3000-69


A. AO RESERVATÓRIO DE COMBUSTÍVEL
B. DOS INJETORES
O limitador de pressão de retorno do combustível
está localizado na parte traseira do cabeçote, este
limitador ajusta a pressão de combustível que
retorna dos injetores em uma pressão de 1.3 a 2.0
bars (18.9 a 29 psi.). Mantendo essa pressão ao
combustível de retorno, evita-se a formação de
vapores no interior dos injetores, otimizando o borrifo
e a combustão do combustível.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-64 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

LOCALIZAÇÃO DOS PRINCIPAIS COMPONENTES ELÉTRICOS

3
1 2 4

12

11

9 8 7
10
BS06K072 Figura 3000-70

1. SENSOR DE TEMPERATURA DO LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO 7. VÁLVULA SOLENÓIDE DO REGULADOR DE PRESSÃO


2. ELETROINJETOR 8. SENSOR DE TEMPERATURA DO COMBUSTÍVEL
3. SENSOR DE PRESSÃO DO "FUEL RAIL" 9. UNIDADE DE CONTROLE ELETRÔNICO EDC7UC31
4. SENSOR DE TEMPERATURA/PRESSÃO 10. SENSOR DA ÁRVORE DE MANIVELAS
5. MOTOR DE PARTIDA 11. SENSOR DE PRESSÃO DO ÓLEO/TEMPERATURA DO MOTOR
6. SENSOR DA ARVORE DE COMANDO DAS VÁLVULAS 12. ELEMENTO PARA AQUECIMENTO PREPOSTO

O motor é controlado pelo módulo de controle Através do módulo de controle do motor, é possível
eletrônico EDC7UC31. O módulo de controle está verificar as operações do motor e também ajudar
instalado sobre suportes flexíveis a fim de reduzir as nos problemas de diagnóstico de falhas, com
vibrações transmitidas pelo motor. O trocador de códigos de erros gerados do módulo de controle
calor do combustível remove o calor do controlador EDC7UC31.
devido às altas tensões necessárias para a ignição
dos injetores. Remove o calor do controlador e o
transfere ao arrefecedor do combustível. Capta
também um pouco de calor de motor quando é
retornado do cabeçote. A unidade está equipada
com um fusível de 20. O relé principal, utilizado para
fornecer energia ao sistema, está localizado dentro
da unidade de controle.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-65

UNIDADE DE CONTROLE ELETRÔNICA EDC7UC31

C A

BS06K073 Figura 3000-71


UNIDADE DE CONTROLE ELETRÔNICO EDC7UC31

A. CONECTOR AOS INJETORES


B. CONECTOR DE ENTRADA DE ENERGIA E FUNÇÕES FORNECIDO PARA A APLICAÇÃO
C. CONECTOR AOS SENSORES

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-66 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

PINAGEM DO CONECTOR DE CABLAGEM NO MOTOR

C A

11 1

10 2

9 3

8
4
7

BS06K074 Figura 3000-72


DIAGRAMA DE CONECTORES / CABLAGEM

A. CONECTOR A (INJETORES) ECU EDC7UC31 (ENERGIA) 5. SENSOR DA ÁRVORE DE COMANDO DAS VÁLVULAS
B. CONECTOR B NÃO MOSTRADO (CONSULTE A NOTA ABAIXO) 6. SENSOR DE PRESSÃO E TEMPERATURA DO ÓLEO
C. CONECTOR C (SENSORES) ECU EDC7UC31 (SINAL) 7. TEMPERATURA DO COMBUSTÍVEL
1. INJETORES DOS CILINDROS 1-2 8. SENSOR DE TEMPERATURA DO LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO
2. INJETORES DOS CILINDROS 3-4 9. SENSOR DE TEMPERATURA E PRESSÃO DO AR
3. INJETORES DOS CILINDROS 5-6 10. SENSOR DE PRESSÃO DO "COMMON RAIL"
4. SENSOR DA ÁRVORE DE MANIVELAS 11. SENSOR DO REGULADOR DE ALTA PRESSÃO DO COMBUSTÍVEL

NOTA: O conector B não é mostrado pois é específico à aplicação da máquina, consulte o esquema individual da
máquina.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-67

DIAGRAMA DA PINAGEM DO CONECTOR (A) DIAGRAMA DA PINAGEM DO CONECTOR (C)


DOS INJETORES DOS INJETORES

PINO DA PINO DA
ECU FUNÇÃO ECU FUNÇÃO
EDC7UC31 EDC7UC31
1. Injetor do cilindro 5 1. Não Usado
2. Injetor do cilindro 6 2. Não Usado

3. Injetor do cilindro 4 3. Não Usado


4. Não Usado
4. Injetor do cilindro 1
5. Não Usado
5. Injetor do cilindro 3
6. Não Usado
6. Injetor do cilindro 2
7. Não Usado
7. não utilizado
8. Não Usado
8. não utilizado
9. Sensor de rotação da árvore de comando das
9. Regulador de alta pressão com dosador de válvulas - Sinal
combustível 10. Sensor de rotação da árvore de comando das
10. Regulador de alta pressão com dosador de válvulas - Terra
combustível 11. Não Usado
11. Injetor do cilindro 2 12. Sensor de temperatura e de pressão do
12. Injetor do cilindro 3 "Common rail" - Terra
13. Injetor do cilindro 1 13. Sensor de temperatura e de pressão do
"Common rail" - Positivo
14. Injetor do cilindro 4
14. Sensor de temperatura e de pressão do
15. Injetor do cilindro 6 "Common rail" - Sinal
16. Injetor do cilindro 5 15. Sensor de temperatura do líquido de
arrefecimento - Sinal
16. Não Usado
17. Não Usado
NOTA: O conector B não é mostrado pois é 18. Sensor de temperatura do combustível - Sinal
específico à aplicação da máquina, consulte o
19. Sensor de rotação da árvore de manivelas - Terra
esquema individual da máquina.
20. Não Usado
21. Não Usado
22. Não Usado
23. Sensor de rotação da árvore de manivelas - Sinal
24. Sensor de pressão e de temperatura do óleo
do motor - Terra
25. Sensor de pressão de admissão - Terra
26. Sensor de temperatura do líquido de
arrefecimento - Terra
27. Sensor de pressão do óleo - Sinal
28. Sensor de temperatura do óleo - Sinal
29. Não Usado
30. Não Usado
31. Não Usado
32. Sensor de pressão e de temperatura do óleo
do motor - Positivo
33. Sensor de pressão de admissão - Positivo
34. Sensor de pressão de admissão - Sinal
35. Sensor de temperatura do combustível - Sinal
36. Sensor de temperatura de admissão - Sinal

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-68 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

SENSOR DA ÁRVORE DE MANIVELAS

BS06K075 Figura 3000-73


SENSOR DA ÁRVORE DE MANIVELAS
O sensor da árvore de manivelas é um sensor O sensor da árvore de manivelas está conectado à
indutivo localizado na parte dianteira esquerda do unidade de controle EDC -7 nos pinos 19C - 23C. A
motor. O sensor da árvore de manivelas produz impedância do sensor é aproximadamente de 900
sinais obtidos do campo de intensidade magnética ohms.
a t rav é s d a s a b e r t u ra s e m u m a r o d a s o n o ra
encaixada sobre a árvore de manivelas.

SENSOR DA ÁRVORE DE COMANDO DAS VÁLVULAS

3 2 1
1
B C 2

BS06K076 Figura 3000-74

A. SENSOR DA ÁRVORE DE COMANDO DAS VÁLVULAS B. CONECTOR C. DIAGRAMA DE FIAÇÃO

ECU EDC7UC31
Referência Descrição Sensor da Árvore de Sensor de
Comando das Válvulas Sincronismo
1 Sinal 19C 10C
2 Sinal 23C 9C
3 Protetor

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-69

SENSOR DE TEMPERATURA - PRESSÃO


Este componente incorpora um sensor de temperatura
e um sensor de pressão em uma única unidade.
Instalado no coletor de admissão, o sensor mede a
temperatura e a pressão, que servem para efetuar
um cálculo exato da quantidade de combustível a ser
injetado em cada ciclo.
O sensor está conectado aos pinos 25C - 36C - 33C
- 34C da unidade de controle eletrônico EDC7UC31.
O sensor é alimentado com 5 volts.
A tensão na saída do sensor é proporcional à
pressão ou temperatura detectada.
• Temperatura Pinos 25C - 36C
• Pressão Pinos 33C - 34C

SENSOR DE TEMPERATURA - PRESSÃO DO


BS06K077 Figura 3000-75
ÓLEO DO MOTOR SENSOR DE PRESSÃO - TEMPERATURA
Este componente incorpora um sensor de temperatura
e um sensor de pressão em uma única unidade. 1 2 3 4
O sensor de temperatura-pressão do óleo do motor
está instalado no suporte do filtro de óleo do motor
em posição vertical. O sensor mede a temperatira e
a pressão do óleo do motor.
O sensor está conectado aos pinos 24C - 28C - 32C
- 27C da unidade de controle eletrônico EDC7UC31.
O sensor é alimentado com 5 volts. O sinal de
pressão é transmitido à unidade de controle eletrônico
EDC7UC31 a qual por sua vez, envia o sinal para o
medidor no painel de instrumentos e para a luz
indicadora de advertência de baixa pressão.
A temperatura de óleo não é exibida em qualquer
medidor, esse valor é utilizado exclusivamente pela BS06K078 Figura 3000-76
unidade de controle.
Temperatura Pinos 24C - 28C
Pressão Pinos 32C - 27C

Número do pino da unidade de Controle EDC7UC31


Referência Descrição
Óleo Ar
1 Terra 24C 25C
Unidade de controle EDC7UC31 - Sinal
2 28C 36C
(temperatura)
3 Energia de +5 volts fornecida ao sensor 32C 33C
4 Sinal (pressão) 27C 34C

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-70 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

SENSOR DE PRESSÃO DO COMBUSTÍVEL DE "COMMON RAIL"

2
1 3

BS06K079 Figura 3000-77


CONECTOR DO SENSOR DE PRESSÃO DO COMBUSTÍVEL DE "COMMON RAIL"

Referência Descrição Pino da unidade de controle EDC7UC31


1 Terra 12C
2 Sinal 14C
3 Alimentação de energia 13C
O sensor de pressão do "rail" de combustível está Esse sensor está conectado aos pinos 12C - 14C -
instalado em uma extremidade do "common rail", 13C da unidade de controle EDC7UC31.
esse sensor mede a pressão interna de combustível A energia fornecida ao sensor é de 5 volts.
e retorna essa informação à unidade de controle
EDC7UC31.
O valor da pressão de injeção é utilizado como um
sinal de retorno de controle de pressão e para
determinar a duração do pulso elétrico para o
comando de injeção.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-71

ELETROINJETOR

BS06K080 Figura 3000-78


LAYOUT DO CHICOTE DE FIAÇÃO DOS INJETORES

BS06K081 Figura 3000-79


CHICOTE DE FIAÇÃO DOS INJETORES
Os eletroinjetores são uma válvula solenóide A impedância da bobina de cada injetor e de 0.56 -
normalmente Fechada (N.C.). 0.57 ohms.
Cada injetor está conectado ao conector A da
unidade de controle EDC7UC31.

Pino da unidade de
Referência Descrição
controle EDC7UC31
1 Injetor do cilindro 2 11A
2 Injetor do cilindro 2 6A
CONECTOR 1
3 Injetor do cilindro 1 13A
4 Injetor do cilindro 1 4A
1 Injetor do cilindro 4 14A
2 Injetor do cilindro 4 3A
CONECTOR 2
3 Injetor do cilindro 3 12A
4 Injetor do cilindro 3 5A
1 Injetor do cilindro 6 15A
2 Injetor do cilindro 6 2A
CONECTOR 3
3 Injetor do cilindro 5 1A
4 Injetor do cilindro 5 16A

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-72 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

AQUECEDOR DE RESISTÊNCIA DO AR DE
ADMISSÃO E RELÉ
A

BS06K083 Figura 3000-81


RELÉ DE CONTROLE DO AQUECEDOR DE AR DE
ADMISSÃO
O relé de controle está conectado ao conector B da
unidade de controle EDC7UC31.
BS06K082 Figura 3000-80
AQUECEDOR DO AR DE ADMISSÃO
O relé é acionado com temperatura de água e/ou de
combustível abaixo de 5˚ C (41˚ F).
O aquecedor do ar de admissão está
localizadosobre o coletor de admissão. A impedância do relé é aproximadamente de 15
ohms.
A finalidade do aquecedor de ar de admissão é
aquecer o ar em operações de aquecimento. O
aquecedor do ar de admissão é alimentado por um
relé localizado no chassi.
A impedância do aquecedor de ar de admissão é
aproximadamente de 0.5 ohms.

ADVERTÊNCIA: Os fluidos ou ajudas para


partida, tais como éter, não devem ser
utilizados para este motor. A utilização
desses fluidos ou ajudas causarão sérios
danos internos ao motor e podem causar
lesões pessoais.

50-41

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-73

SENSOR DE TEMPERATURA DO LÍQUIDO DE


ARREFECIMENTO

BS06K209 Figura 3000-82


SENSOR DE TEMPERATURA DO LÍQUIDO DE
ARREFECIMENTO
O sensor de temperatura do líquido de arrefecimento
e um sensor de resistência variável capaz de ler a
temperatura do líquido de arrefecimento a fim de
fornecer para a unidade de controle uma indicação
da condição de temperatura do motor.
O mesmo sinal é utilizado pela unidade de controle
para acionar um medidor no painel de instrumentos,
se existir.
Esse sensor está conectado aos pinos 15C - 26C da
unidade de controle EDC7UC31.
A impedância do sensor de temperatura do líquido
de arrefecimento a 20˚C (68˚F) é aproximadamente
de 2.5 k (2500) ohms.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-74 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

SENSOR DE TEMPERATURA DO COMBUSTÍVEL Esse sensor detecta a temperatura de combustível


de modo que a unidade de controle EDC7UC31
possa injetar com precisão a quantidade de
combustível necessário.
O sensor de temperatura de combustível está
conectado aos pinos 35C - 18C da unidade de
controle EDC7UC31.
A impedância do sensor a 20˚C (68˚F) é
aproximadamente de 2.5 k (2500) ohms.

BS06K210 Figura 3000-83


1. SENSOR DE TEMPERATURA DO COMBUSTÍVEL
2. RELÉ DO AQUECEDOR DO FILTRO

1 2
BS06K211 Figura 3000-84
RELÉ DO AQUECEDOR DO FILTRO
A unidade de controle EDC7UC31 ativa o relé do aquecedor do filtro quando a temperatura do combustível cai
abaixo de 5˚C (41˚F).

Pino da unidade de controle EDC7UC31


Referência Descrição
Líquido de Arrefecimento Combustível
1 Terra 15C 35C
2 Sinal de Temperatura 26C 18C

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-75

BOMBA DE ALTA PRESSÃO - REGULADOR DE PRESSÃO

BS06K212 Figura 3000-85


A. REGULADOR DE PRESSÃO A pressão de distribuição ao "common rail" é
A quantidade de combustível fornecido à bomba de modulada entre 250 e 1600 bars (3625 e 23206 psi.)
alta pressão é controlada pela válvula solenóide do pela unidade de controle EDC7UC31, controlando a
regulador de pressão de alimentação. O regulador válvula solenóide do regulador de alta pressão.
de alta pressão e controlado pela unidade de • Esse componente e uma válvula solenóide
controle EDC7UC31. Normalmente Aberta.
• O solenóide está conectado aos pinos 9A - 10A
da unidade de controle EDC7UC31.
• A impedância da válvula solenóide é
aproximadamente de 3.2 ohms.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-76 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

VERIFICAÇÃO DO SISTEMA DE COMBUSTÍVEL


TESTE DE ALIMENTAÇÃO DE BAIXA PRESSÃO

10
9
8
7

4 4 9

9 11
3
2 12 6
4
4
4

1 5
13
BS06K214 Figura 3000-86
DIAGRAMA DE INSTALAÇÃO DOS COMPONENTES PARA TESTE ESPECÍFICO

1. RESERVATÓRIO DE 11. M1 MANÔMETRO DE 0-15 BAR NA ENTRADA DO FILTRO DE


6. BOMBA DE ALTA PRESSÃO
COMBUSTÍVEL COMBUSTÍVEL
2. PRÉ-FILTRO 7. CIRCUITO DE ALTA PRESSÃO12. M2 MANÔMETRO NA SAÍDA DO FILTRO DE COMBUSTÍVEL
13. RECIPIENTE EXTERNO POSICIONADO A 1M (39 IN.) SOB O
3. BOMBA DE BAIXA PRESSÃO 8. "COMMON RAIL"
MOTOR
4. CIRCUITO DE DISTRIBUIÇÃO 9. RECIRCULAÇÃO DO
DE COMBUSTÍVEL COMBUSTÍVEL
5. FILTRO DE COMBUSTÍVEL 10. INJETORES

SAÍDA ENTRADA 6

12

11

13

BS06K215 Figura 3000-87

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-77

BOMBA DE BAIXA PRESSÃO

BS06K216 Figura 3000-88


A função da bomba de engrenagens é alimentar a Após dar partida ao motor, verifique a pressão a
bomba de alta pressão. É acionada pelo eixo da 1500 rpm.
bomba de alta pressão e é instalada na par te O manômetro M1- (11) deve indicar entre 6 e 9 bar
traseira da mesma. (87 e 130 psi.).
Sob condições normais de operação, o fluxo de • Se for inferior a 6 bar (87 psi.) substitua a bomba.
combustível no interior da bomba é confor me • Caso indique uma pressão superior a 9 bar
mostrado na figura acima. (130 psi.) substitua o filtro de combustível.
Com o sistema de combustível pressurizado, uma O manômetro M2- (12) deve indicar uma pressão
bateria totalmente carregada e uma fonte de superior a 5 bar (72.5 psi.).
alimentação de combustível externa posicionada a • Se for inferior, substitua o filtro de combustível.
1m (39 in.) sob o motor. O motor deve entrar em • Se o problema persistir, verifique os vedadores
funcionamento dentro de 20 segundos de ativação dos acoplamentos do suporte do filtro de
do motor de partida. Se a bomba não consegue combustível e de entrada da bomba de alta
puxar combustível para o motor e dar partida ao pressão.
mesmo, a bomba de baixa pressão provavelmente
está defeituosa.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-78 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

TESTE NA VÁLVULA DE ALÍVIO DE PRESSÃO


DO "COMMON RAIL"

BS06K217 Figura 3000-89


A válvula de alívio de pressão está instalada na Se a válvula deixar óleo diesel vazar sem um código
extremidade do "common rail", sua função é proteger de falha, substitua a válvula.
os componentes do sistema caso ocorra algum mau C o m o s e n s o r d e p r e s s ã o d o " c o m m o n ra i l "
funcionamento e aumento excessivo de pressão no desconectado e um código de falha gerado, e com a
sistema de alta pressão. pressão do "rail" em 710 bar (10298 psi.), medidos
Desconecte a linha de recirculação (1) da válvula de com o instrumento de diagnósticos, o problema está
alívio de pressão e tampe seu orifício com a conexão na fiação e não no componente.
VOSS do jogo de testes.
IMPORTANTE: Informações obtidas na presente
Não deve vazar óleo diesel da válvula em nenhuma data, indicam que o sensor raramente é defeituoso.
rotação do motor. Se o sistema de diagnósticos
sinalizar um código de falhas "Engine - backfill valve
control" (Motor - controle da válvula de
reenchimento), significa que a unidade de controle
EDC7UC31 reconheceu que a válvula abriu após
uma alteração significante na pressão do "rail"
superior a 1700 bar (24656 psi.). Desde que sua
abertura deve ser considerada uma conseqüência
do aumento anormal de pressão, a válvula NÃO está
defeituosa mesmo que uma grande quantidade de
óleo diesel esteja vazando.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-79

TESTE DE CONTRA-FLUXO DO COMBUSTÍVEL A


PARTIR DO RETORNO

BS06K219 Figura 3000-91


1. PORCA DE TRAVAMENTO DO DUTO DO INJETOR
BS06K218 Figura 3000-90
Os testes de contra-fluxo do combustível a partir do Quando a luz de advertência da unidade de controle
retorno estabelece as condições de operação dos EDC7UC31 acender indicando problemas durante a
injetores. A rotação e a potência do motor são aceleração e/ou a par tida a frio, lembre-se de
controladas através dos injetores. A potência exigida realizar o seguinte:
pelo usuário, através do acelerador, é convertida na • Verifique o torque da porca de travamento (1)
quantidade de combustível injetado por ciclo. Isso do duto do injetor no cabeçote. O torque de
por sua vez é convertido em microssegundos de aperto é de 45 - 55 Nm (33.2 - 40.6 lb-ft).
abertura do injetor de acordo com a pressão do
"rail".
NOTA: Os injetores poderão ter problemas tanto
mecânicos como elétricos. Portanto, antes de
prosseguir com a análise seguinte, verifique quanto
a presença de água no reservatório e no pré-filtro de
combustível.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-80 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

3
4

BS06K220 Figura 3000-92


P r o s s i g a c o m o s t e s t e s d e c o n t r a - fl u x o d o O injetor defeituoso é aquele que quando tampado
combustível do injetor como segue: provoca uma redução significante no combustível de
• Remova o duto (1) do cabeçote. recirculação.
• Tampe a sua conexão (2) NOTA: Quando for substituir um injetor, o duto
• Instale uma mangueira transparente (3) também deve ser substituído.
Certifique-se de que a marcha lenta do motor esteja Após a identificação dos injetores / dutos com alta
correta. Verifique a quantidade de recirculação de recirculação de combustível, verifique o torque de
combustível do cabeçote. aperto dos dutos, se estiverem frouxos aperte-os
com um torque de 45 - 55 Nm (33.2 - 40.6 lb-ft).
O processo para a medir a quantidade do
D e p o i s ve r i fi q u e n o va m e n t e o s va l o r e s d e
combustível de retorno do injetor é:
recirculação.
• Marcha lenta do motor e sem ligar o
compressor de ar ou o ar condicionado. Se o torque for correto, remova a linha e verifique a
• Temperatura do motor superior a 50°C (122°F). extremidade esférica em direção ao injetor se está
ovalada, substitua-a se necessário. Verifique de novo
A quantidade de combustível escoando não deve ser
o valor de recirculação.
superior a 80ml (2.7 oz.) de óleo diesel por minuto. A
recirculação excessiva acima de 80ml (2.7 oz.) de Se o duto não estiver deformado, substitua o injetor.
óleo diesel por minuto pode ser causada por: Verifique de novo o valor de recirculação.
• Acoplamento incorreto entre um ou mais
injetores e as respectivas agulhas.
• Problema de vazamento interno do injetor.
Para identificar o injetor defeituoso, aplique o
procedimento descrito abaixo:
Meça a quantidade de combustível escoando
durante um minuto pelo acoplamento do cabeçote.
Se a recirculação exceder de 80 ml. (2.7 oz.) por
minuto, tampe a saída no "rail" de um injetor (1) por
vez, utilizando os bujões de "rail" no jogo de testes.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-81

RECONDICIONAMENTO DO MOTOR IMPORTANTE: Empurre a braçadeira (1), conforme


SOBRE A BANCADA mostrado na figura B, para desconectar as linhas de
combustível de baixa pressão (2, 3, 4) das conexões
DESMONTAGEM DO MOTOR correspondentes. Após desconectar as linhas,
recoloque a braçadeira (1) na posição mostrada na
ETAPA 1 figura A a fim de evitar a deformação da braçadeira.
Escoe o óleo do motor removendo o bujão de
drenagem do cárter. ETAPA 4

ETAPA 2
1
5
1

2
2
3 4
4 3
BS06K223 Figura 3000-95
5
Desconecte a linha de combustível (1) do "common
BS06K221 Figura 3000-93 rail" e da bomba de alta pressão (5) e remova-a
Utilize os suportes para prender o motor ao cavalete tirando os parafusos de fixação (2).
da seguinte maneira (trabalhando pelo lado
IMPORTANTE: Quando for afrouxar a conexão (3)
esquerdo do motor.
• Utilize uma ferramenta apropriada para remover o da linha de combustível (1), é necessário utilizar uma
filtro de combustível (5) de seu suporte (1). chave apropriada a fim de evitar que a conexão (4)
da bomba de alta pressão (5) gire.
• Desconecte as linhas de baixa pressão (2, 3, 4)
do suporte do filtro de combustível (1). ETAPA 5
• Remova o suporte do filtro de combustível (1) do Do Lado Direito:
bloco do motor.

ETAPA 3 1

A B 2

1 3

1 BS06K224 Figura 3000-96


Remova os parafusos de fixação (2) e as linhas de
óleo (3) do Turbo-alimentador (1), do bloco do motor.
BS06K222 Figura 3000-94
Remova o motor de partida (5) da carcaça do volante
do motor (4)
Prenda o motor a um suporte para motores.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-82 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 6

1 6

2
7

3 8

4
9

10

11
5

BS06K225 Figura 3000-97

5. SENSOR DE ROTAÇÃO DA ÁRVORE DE 9. SENSOR DE TEMPERATURA DO


1. CONEXÕES DOS INJETORES
MANIVELAS AQUECEDOR DE COMBUSTÍVEL
2. SENSOR DE TEMPERATURA DO LÍQUIDO DE 10. REGULADOR DE ALTA
6. INJETOR
ARREFECIMENTO DO MOTOR PRESSÃO
3. SENSOR DE PRESSÃO DE COMBUSTÍVEL DO 11. UNIDADE DE CONTROLE
7. SENSOR DE TEMPERATURA/PRESSÃO
"COMMON RAIL" EDC7UC31
4. SENSOR DE TEMPERATURA-PRESSÃO DO 8. SENSOR DA ÁRVORE DE COMANDO DAS
ÓLEO VÁLVULAS

Desconecte o cabo da bateria, desconectando os ETAPA 7


seguinte conectores:
• Conectores (1) da fiação dos injetores (6) 5
• Sensor de temperatura do líquido de
1
arrefecimento do motor no termostato (2)
• Sensor de pressão de combustível do "Common 2
rail" (3)
• Sensor de rotação da árvore de manivelas (5) 3
• Sensor de pressão/temperatura (7)
• Sensor da árvore de comendo das válvulas (8) 4
• Regulador de alta pressão (10)
• Unidade de controle EDC7UC31 (11) BS06K226 Figura 3000-98
Desconecte do "common rail" (2):
• Linha de combustível (4) de acordo com o
procedimento na etapa 3, página 3000-81
• Linhas de combustível (5)
• Coletores dos injetores (3)
• Remova os parafusos (1) e desconecte o
"common rail" (2)
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-83

ETAPA 8 ETAPA 10

1 1
2
2
3

5 4
5
6
4 7
3
8
BS06K229 Figura 3000-101
BS06K227 Figura 3000-99
Afrouxe as porcas de ajustagem dos tuchos das
Desconecte a linha (2) do limitador de pressão de válvulas (1) e desaparafuse os ajustadores.
retorno do combustível (1) conforme mostrado na
etapa 3, página 3000-81. Remova os parafusos (2), o conjunto de balancins
(3), que consiste do suporte (6), dos balancins (4),
Remova a porca, afrouxe o colar de retenção e dos eixos (5), e remova as pontes (7) das válvulas.
desconecte a linha de vapores do óleo (5). Remova Remova as hastes (8).
os parafusos (3) e tire o filtro de "blow-by" (4).
ETAPA 11
ETAPA 9

1
1
2

6
2
5
3 4
BS06K228 Figura 3000-100
Remova as porcas e a tampa dos tuchos das
válvulas inclusive a junta. BS06K230 Figura 3000-102
Remova os parafusos (1) e desconecte a carcaça de Remova os parafusos de fixação dos injetores.
fiação dos injetores (2) completa com a junta. Utilize a Ferramenta Especial 380001099 (1) para
Remova os parafusos (5) e desligue o sensor de remover os injetores (2) do cabeçote.
temperatura/pressão (6).
Remova as porcas (3) e remova os conectores de
entrada de combustível (4).
IMPORTANTE: Os conectores de entrada de
combustível (4) desmontados não devem ser
utilizados novamente. Eles devem ser substituídos
por novos.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-84 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 12 ETAPA 14

5 1 3

4
2
4 5
6
3
1
2
BS06K231 Figura 3000-103 BS06K233 Figura 3000-105
R e m ova o d e fl e t o r ( 5 ) , s e ex i s t e, d o t u r b o - Remova os parafusos (1) e desconecte o coletor de
alimentador (1). admissão e o defletor de ar do aquecedor (2).
Desconecte a linha de óleo (3) do suporte do filtro de Remova os parafusos (4), e tire a carcaça do
óleo do trocador de calor. termostato (3) e o termostato debaixo da carcaça.
Remova as porcas (2) e separe o turbo-alimentador Remova os parafusos de fixação (5) do cabeçote (6).
(1) do coletor de escapamento (4).
ETAPA 15
ETAPA 13
1

3
2

BS06K234 Figura 3000-106


BS06K232 Figura 3000-104 Instale suportes (1) ao cabeçote e remova-o do
Remova os parafusos de fixação (1) e remova o bloco de cilindros utilizando uma talha.
coletor de escapamento em duas seções (2 e 3) com
as respectivas juntas. ETAPA 16

BS06K235 Figura 3000-107


Remova a junta do cabeçote (1).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-85

ETAPA 17 ETAPA 19

2
1
1

3
BS06K236 Figura 3000-108 BS06K238 Figura 3000-110
Solte o tensor da correia de acionamento (2) e Remova os parafusos e desconecte a unidade de
remova a correia de acionamento (3) das polias. Em controle EDC7UC31 (1), inclusive o trocador de
seguida remova o tensor de correias (2). calor.
Remova os parafusos de fixação do alternador ao
ETAPA 20
suporte e remova o alternador (1).

ETAPA 18

1 3
1 4

2
2

BS06K239 Figura 3000-111


Remova a porca e desconecte o sensor de sincronismo
BS06K237 Figura 3000-109 (1). Remova as porcas e desconecte a bomba de alta (3)
Remova os parafusos e o sensor de temperatura- inclusive a bomba de alimentação (2).
pressão do óleo (2).
ETAPA 21
Remova os parafusos e em seguida remova o
suporte do trocador de calor/filtro de óleo (1), a placa
intermediária (4) e as respectivas juntas.
Remova o sensor de nível do óleo (3).

BS06K240 Figura 3000-112


Afrouxe os parafusos do volante da motor (1) porém
não remova o volante do motor.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-86 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 22 ETAPA 24

A B
1
2 1
2

3
4
3
BS06K241 Figura 3000-113 BS06K243 Figura 3000-115
Remova os parafusos (3), o amor tecedor de Instale a ferramenta especial 380000665 (4) à árvore
vibrações do volante de motor (2) e a polia (1). de manivelas (2).
Trabalhando através dos furos guias da Ferramenta
ETAPA 23
Especial 380000665 (4), perfure o anel de vedação
interno (1) com uma broca (A) de 3.5mm (9/64 in.) à
uma profundidade de 5mm (3/16 in.) (B).
1
Prenda a Ferramenta Especial 3800000665 (4) ao
anel (1), aparafusando os seis parafusos fornecidos
com a ferramenta, à tampa dianteira da árvore de
manivelas.
Agora extraia o anel de vedação (1) apertando o
parafuso (3).

2 ETAPA 25

1
2
BS06K242 Figura 3000-114
Remova os parafusos e desconecte a bomba de
3
água (1). Remova o parafuso e desconecte o sensor
de rotação do motor (2). 4

BS06K244 Figura 3000-116


Utilizando o pé-de-cabra (3) e a alavanca (4),
remova o anel de vedação externo (2) da tampa
dianteira (1).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-87

ETAPA 26 ETAPA 29
\

BS06K245 Figura 3000-117 BS06K248 Figura 3000-120


Remova os parafusos e a tampa dianteira (1). Aparafuse dois pinos (2) de comprimento adequado
IMPORTANTE: Anote a posição de instalação dos nos furos da árvore de manivelas (3).
parafusos pois são de comprimentos diferentes. Remova o volante do motor (1) com uma talha.
ETAPA 27 ETAPA 30

BS06K246 Figura 3000-118 BS06K249 Figura 3000-121


Remova os parafusos e a bomba de óleo de Remova os parafusos e a tampa traseira (1).
engrenagens (1).
IMPORTANTE: Anote a posição de instalação dos
IMPORTANTE: A bomba de óleo (1) não pode ser parafusos pois são de comprimentos diferentes.
reparada.

ETAPA 28

1
BS06K247ID Figura 3000-119
Remova a ferramenta (1) e os parafusos de fixação
do volante do motor (3) à árvore de manivelas (2).
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
3000-88 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 31 ETAPA 33
Vire o motor de cabeça para baixo.

1 1

2
BS06K252 Figura 3000-124
BS06K250 Figura 3000-122 NOTA: Somente para motores 667TA/EED-/EBD.
NOTA: Somente para motores 667TA/EEG- /EEC- / Remova os parafusos e o cárter (1).
EBF- /EED- /EDJ.
ETAPA 34
Remova os parafusos, a placa (2) e o cárter (1).

ETAPA 32 1 5

5
2
1
2

4
4
3
BS06K253 Figura 3000-125
3
NOTA: Somente para motores 667TA/EED-/EBD.
BS06K251 Figura 3000-123 Remova os parafusos (1 e 4) e o tubo de sucção de
NOTA: Somente para motores 667TA/EEG- /EEC- / óleo (5). Remova os parafusos (2) e a placa de
EBF- /EED- /EDJ. reforço (3).
Remova os parafusos (1 e 4) e o tubo de sucção de
ETAPA 35
óleo (5). Remova os parafusos (2) e a placa de
reforço (3).

BS06K254 Figura 3000-126


Remova os parafusos e a engrenagens (2) da árvore
de comando das válvulas (1).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-89

ETAPA 36 ETAPA 38

1
1
2

BS06K255 Figura 3000-127 BS06K257 Figura 3000-129


Remova os parafusos e a caixa de engrenagens de Remova os parafusos (1) e as capas dos mancais
sincronismo (1). principais (2).
IMPORTANTE: Anote a posição de instalação dos
parafusos pois são de comprimentos diferentes. ETAPA 39

ETAPA 37

1 1

2
2

BS06K258 Figura 3000-130


As capas dos mancais pr incipais (1) e seus
BS06K256 Figura 3000-128 respectivos rolamentos de encosto (2) têm um
Remova os parafusos (1), e em seguida tire as ressalto para controlar o jogo axial da árvore de
capas das bielas (2). manivelas.
Remova os êmbolos (completos, junto com as IMPORTANTE: Anote a posição de montagem dos
bielas), do bloco do motor. mancais principais e dos rolamentos de encosto: Se
deverão ser utilizados novamente, instale-os na
IMPORTANTE: Os casquilhos devem ser mantidos
mesma posição que estavam antes de serem
em seus respectivos alojamentos: Se deverão ser
removidos.
utilizados novamente, instale-os na mesma posição
que estavam antes de serem removidos.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-90 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 40 ETAPA 42

BS06K261 Figura 3000-133


BS06K259 Figura 3000-131 Remova os parafusos e a árvore de comando das
Remova a árvore de manivelas (2) do bloco do motor válvulas (2), a placa de retenção (1).
utilizando uma ferramenta apropriada (1) e uma
IMPORTANTE: Anote a posição de montagem da
talha.
placa (1).
ETAPA 41
ETAPA 43

1 2
1

BS06K260 Figura 3000-132 BS06K262 Figura 3000-134


Remova os casquilhos principais (1).
Remova cuidadosamente a árvore de comando das
Remova os parafusos (2) e os bicos de óleo (3). válvulas (1) do bloco do motor.
IMPORTANTE: Anote a posição de montagem dos
ETAPA 44
mancais principais e dos rolamentos de encosto: Se
deverão ser utilizados novamente, instale-os na
mesma posição que estavam antes de serem
removidos.
1

BS06K263 Figura 3000-135


Remova os tuchos (1) do bloco do motor.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-91

VERIFICAÇÕES E ESPECIFICAÇÕES DO BLOCO DO MOTOR


VERIFICAÇÕES E MEDIÇÕES ETAPA 46

ETAPA 45

1 1
2 B
A
2

3
2

BS06K265 Figura 3000-137


As medições devem ser efetuadas em cada cilindro,
em três alturas diferentes (1,2,3) do furo e em dois
BS06K264 Figura 3000-136
planos perpendiculares um ao outro. Um paralelo ao
Após o motor ter sido desmontado, limpe o bloco e i x o l o n g i t u d i n a l ( A ) d o m o t o r, e o o u t r o
totalmente. perpendicular (B), o maior desgaste geralmente é
Verifique cuidadosamente o bloco do motor quanto a encontrado no plano (B), e durante a primeira
t r i n c a s. Ve r i fi q u e a s c o n d i ç õ e s d o s bu j õ e s. medição. Ao detectar ovalação, conicidade, ou
Substitua-os caso estejam enferrujados ou se as desgaste, no furo dos cilindros, estes devem ser
propriedades de vedação duvidosas. Inspecione as retificados e recondicionados. O recondicionamento
superfícies dos furos dos cilindros, quanto a de furos dos cilindros deve ser efetuado em
ve s t í g i o s d e d e fo r m a ç ã o, r i s c o s, ova l a ç ã o, incrementos padrões de êmbolos e anéis de sobre-
conicidade ou desgaste excessivo. medida.
Verifique o diâmetro interno do furo dos cilindros (a
fim de medir a ovalação, a conicidade e o desgaste),
utilizando um medidor de diâmetros de furos (1)
equipado com mostrador.
IMPORTANTE: Caso não haja disponibilidade de um
calibrador anular, utilize um micrometro para realizar
o teste.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-92 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

VERIFICAÇÃO DO LEVANTADOR EXCÊNTRICO ROLAMENTOS


E SUPERFÍCIE DO MANCAL
ETAPA 48
ETAPA 47

3
3
1

2
2
BS06K267 Figura 3000-139
BS06K266 Figura 3000-138 Os rolamentos da árvore de comando das válvulas
Verifique a árvore de comando das válvulas utilizando (2) devem ser prensados em seus assentos.
um micrômetro (1), o desgaste da superfície do As superfícies internas não devem apresentar
mancal não deve ser superior a 0.04 mm (0.0016 in.), vestígios de deformação ou desgaste.
caso contrário substitua a árvore de comando das Utilize um medidor de furos (3) para medir o
válvulas. Verifique também o levantador excêntrico diâmetro dos rolamentos dianteiro e traseiro (2) e os
(lóbulo) (3), o qual deve ser de 7.582 mm (0.2985 in.) assentos intermediários da árvore de comando das
para os excêntricos de escapamento (lóbulos). E de válvulas (1).
6.045 mm (0.2380 in.) para os excêntricos de
admissão (lóbulos). Se os valores encontrados forem As medições devem ser efetuadas em dois eixos
diferentes dos especificados, substitua a árvore de perpendiculares um ao outro.
comando das válvulas. Verifique o diâmetro dos
munhões de apoio da ár vore de comando das
válvulas utilizando um micrômetro (1) em dois eixos
perpendiculares um ao outro.

A
B

BS06K268 Figura 3000-140


PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS ROLAMENTOS DA ÁRVORE DE COMANDO DAS VÁLVULAS E SEUS ASSENTOS

DIMENSÕES-B APÓS A INSTALAÇÃO DO ROLAMENTO

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-93

ETAPA 49 VERIFICAÇÃO DA SUPERFÍCIE DE CONTATO DO


CABEÇOTE DO BLOCO DO MOTOR

ETAPA 50

2
3

BS06K270 Figura 3000-142


Verifique se a superfície de contato do cabeçote do
bloco do motor apresenta alguma deformação. Esta
verificação pode ser realizada removendo os pinos-
guia (4), com uma régua (2) e um calibrador de
espessura (3). Se existir alguma área deformada,
recondicione a superfície do bloco do motor. A
BS06K269 Figura 3000-141
deformação não deve ser maior que 0.075mm
DIMENSÕES E ESPECIFICAÇÕES DO FURO DO CILINDRO 0.0030 in.
IMPORTANTE: Em caso de recondicionamento,
IMPORTANTE: Após a conclusão dos reparos,
todos os furos dos cilindros devem ser usinados aos
certifique-se de que a saliência do êmbolo do furo de
incrementos padrões de sobre-medida de 0.5mm
cilindro não seja maior que o valor especificado.
(0.02in.).
Após o nivelamento, restaure o chanfro do furo do
Verifique os assentos dos rolamentos principais da
cilindro, conforme mostrado na página 3000-93.
seguinte maneira:
• Instale as capas sobre os suportes sem
rolamentos.
• Aperte os parafusos de fixação ao torque
especificado.
• Com um comparador interno, verifique se o valor
do diâmetro do assento é o mesmo do
especificado.
Se o valor estiver fora de tolerância, substitua o
bloco do motor.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-94 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

SINCRONISMO DA ÁRVORE DE COMANDO DAS VÁLVULAS

ETAPA 51

BS06K271 Figura 3000-143


PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA ÁRVORE DE COMANDO DAS VÁLVULAS
Os munhões de apoio da árvore de comando das
válvulas e as superfícies dos lóbulos devem ser
perfeitamente lisos. Caso apresentem sinais de
defor mação ou r iscos, substitua a ár vore de
comando das válvulas e os respectivos rolamentos.

SUBSTITUIÇÃO DOS ROLAMENTOS DOS CAMES

ETAPA 52 TUCHOS

1
BS06K272 Figura 3000-144
BS06K273 Figura 3000-145
Durante a substituição do rolamento (1) utilize um
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS TUCHOS E
martelo (2) e um guia apropriado para a instalação. RESPECTIVOS ASSENTOS NO BLOCO DO MOTOR
IMPORTANTE: Durante a instalação, o rolamento (1)
deve estar alinhado de modo que os furos de
lubrificação fiquem alinhados com os furos dos
assentos do bloco do motor.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-95

INSTALAÇÃO DOS TUCHOS DA ÁRVORE DE ETAPA 55


COMANDO DAS VÁLVULAS

ETAPA 53

1 BS06K276 Figura 3000-148


Coloque a árvore de comando das válvulas (1), a
placa de retenção (2) com o furo entalhado voltado
para a par te super ior do bloco do motor e a
BS06K274 Figura 3000-146 estampagem voltada para o operador, em seguida,
Lubrifique os tuchos (1) e instale-os nos respectivos aperte os parafusos com o torque especificado de 20
assentos no bloco do motor. a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft).

ETAPA 54 ETAPA 56

1 BS06K277 Figura 3000-149


BS06K275 Figura 3000-147 Verifique o jogo axial da árvore de comando das
Lubrifique os rolamentos de apoio da árvore de válvulas (1). Deve estar entre 0.13 - 0.23 mm (0.005
comando das válvulas e instale a árvore de comando - 0.009 in.).
das válvulas (1), tomando cuidado para não danificar ETAPA 57
os rolamentos ou os assentos de apoio.

BS06K278 Figura 3000-150


Instale os bicos (2) e aperte os parafusos de fixação
(1) conforme as especificações de torque geral.
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
3000-96 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ÁRVORE DE MANIVELAS Se for encontrado qualquer vestígio de deformação,


risco ou ovalação sobre os munhões e os pinos de
MEDIÇÃO DOS MUNHÕES E DOS PINOS DE manivelas, os munhões devem ser recondicionados.
MANIVELAS Antes de recondicionar os munhões (2), meça-os
com um micrômetro (1) a fim de determinar em que
ETAPA 58 tamanho (diâmetro) os munhões deverão ser
reduzidos.
1 IMPORTANTE: Recomendamos que os valores de
2 medição sejam anotados na tabela da página 2-86
figura 2-153

As classes de redução são 0.250 e 0.50 mm (0.0100


e 0.0200 in.).
IMPORTANTE: Os munhões e os pinos de manivelas
devem ser sempre retificados à mesma classe de
redução. A redução efetuada nos munhões e nos
pinos de manivelas deve ser marcada com uma
BS06K279 Figura 3000-151
estampagem especial na lateral do braço de
manivela. Para os pinos de manivelas reduzidos
utilize a letra M. Para os munhões reduzidos utilize a
letra B. Para os pinos de manivelas e os munhões
reduzidos utilize as letras MB.

*
BS06K280 Figura 3000-152
*DADOS SOBRE QUAIS MUNHÕES E PINOS DE MANIVELAS
OS VALORES DAS MEDIÇÕES DEVEM SER ANOTADOS

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-97

1 2 3 4 5 6 7 8 9
BS06K281 Figura 3000-153
PRINCIPAIS TOLERÂNCIAS DA ÁRVORE DE MANIVELA

TOLERÂNCIAS A RESPEITO DE TOLERÂNCIAS-RELACIONADO-CARACTERÍSTICAS SÍMBOLO GRÁFICO


Arredondamento 1
FORMATO
Cilíndrico 2
Paralelismo 3
ORIENTAÇÃO Perpendicularidade 4
Endireitamento 5
POSIÇÃO Concentricidade ou Coaxialmente 6
Oscilação Circular 7
OSCILAÇÃO Oscilação Total 8
Conicidade 9

1 2 3

BS06K282 Figura 3000-154


1. ROLAMENTOS DO LADO DE SINCRONISMO
2. ROLAMENTOS DO LADO DE SINCRONISMO
3. PRIMEIRO ROLAMENTO NA PARTE SUPERIOR

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-98 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

SUBSTITUIÇÃO DAS ENGRENAGENS DE IMPORTANTE: Os mancais principais (1) são


ACIONAMENTO DA BOMBA DE ÓLEO fornecidos como peças sobressalentes, com
diâmetros internos reduzidos de 0.25 - 0.50 mm
ETAPA 59
(0.0098 - 0.0197 in.).
Limpe totalmente os mancais principais (1) e seus
furos de lubrificação, e depois instale-os nos
1 assentos.
2
MEDIÇÃO DO JOGO DE MONTAGEM DOS
3 MUNHÕES

ETAPA 61

BS06K283 Figura 3000-155 1


Certifique-se de que os dentes da engrenagem (1) não
estejam danificados ou desgastados, caso contrária,
prossiga com a remoção utilizando um extrator (3)
prensado sobre o eixo de acionamento (2).
Quando for instalar uma engrenagem nova, a
engrenagem deve ser aquecida por 10 minutos em um
pequeno forno a uma temperatura de 160˚C ± 10% BS06K285 Figura 3000-157
(320˚F ± 10%) e forçada sobre a árvore de manivelas.
Instale a árvore de manivelas (1) no bloco do motor.
ADVERTÊNCIA: Utilize sempre luvas de Verifique o jogo entre os munhões e os respectivos
proteção contra o calor a fim de evitar casquilhos da árvore de manivelas, seguindo o
queimaduras nas mãos. procedimento abaixo.

SM121A ETAPA 62

INSTALAÇÃO DOS CASQUILHOS PRINCIPAIS


1
ETAPA 60
2
3
1
4

BS06K286 Figura 3000-158

Limpe totalmente as peças a fim de eliminar todo o


material estranho e o óleo.
BS06K284 Figura 3000-156
Coloque um pedaço de fio calibrador (3) paralelo ao
IMPORTANTE: Se os mancais principais não eixo dos pinos da árvore de manivelas (4).
precisam ser substituídos, deverão ser instalados na Instale as capas (1), completas com os casquilhos
mesma ordem e posição que estavam antes de (2), sobre os respectivos suportes.
serem removidos.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-99

ETAPA 63 ETAPA 65

2
BS06K287 Figura 3000-159
Instale os parafusos de fixação pré-lubrificados (1) BS06K289 Figura 3000-161
apertando-os em três estágios. Remova as capas dos suportes.
• 1o. estágio, utilizando um torquímetro, com um O jogo entre os mancais principais e os pinos pode
torque de 44 - 56 Nm (32.5 - 41.3 lbf ft). ser estabelecido, comparando a largura do fio
• 2o. estágio, utilizando um torquímetro, com um calibrador (2) com o ponto mais estreito na escala do
torque de 74 - -86 Nm (54.6 - 63.4 lbf ft). envelope de embalagem (1) do fio calibrador.
Os números da escala indicam a folga em mm.
ETAPA 64 (inches).
Substitua os casquilhos e repita a verificação quanto
a valores de folga diferentes. Uma vez obtida a folga
especificada, lubrifique os mancais principais e
instale os supor tes aper tando os parafusos de
1 fixação conforme descrito previamente.

VERIFICAÇÃO DO JOGO DO REBAIXO DA


2 ÁRVORE DE MANIVELAS

ETAPA 66

BS06K288 Figura 3000-160


• 3o. estágio, utilizando uma ferramenta apropriada
(1), instalada conforme mostrado, aperte os
parafusos (2) mais 90˚ ± 5˚

2
3
BS06K290 Figura 3000-162
O jogo do rebaixo e verificado instalando um comparador
de base magnética (2) sobre o eixo de acionamento (3)
conforme mostrado na figura: jogo normal de montagem
é de 0.068 a 0.410 mm (0.0027 a 0.0161 in.).
Se o ponteiro do comparador cair fora da escala,
substitua os casquilhos de encosto principais do
segundo suporte traseiro (1) e repita a verificação entre
os pinos do eixo de saída e os casquilhos principais.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-100 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

CONJUNTO DE BIELA-ÊMBOLO

3 4

7 5
2
8
6

BS06K291 Figura 3000-163


PEÇAS QUE FORMAM O CONJUNTO BIELA-ÊMBOLO

1. ANÉIS DE RETENÇÃO 3. ÊMBOLO 5. PARAFUSOS DA CAPA DA BIELA 7. BIELA


2. PINO DO ÊMBOLO 4. ANÉIS DO ÊMBOLO 6. CASQUILHOS 8. BUCHA

BS06K296 Figura 3000-164


DADOS DO ÊMBOLO, PINOS E ANÉIS DE MOLA
* DIMENSÃO TOMADA SOBRE DIÂMETRO DE 101 MM
IMPORTANTE: Os êmbolos são fornecidos
como sobressalentes classificados em
tamanhos por 0.4mm (0.016 in.)

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-101

ETAPA 67 IMPORTANTE: O diâmetro deve ser medido a


49.5mm (1.95 in.) da base da saia do êmbolo.

ETAPA 70

1
1
2 3

BS06K292 Figura 3000-165


Remoção dos anéis do êmbolo (1) do êmbolo (2)
utilizando alicate (3). BS06K295 Figura 3000-168
A folga entre o êmbolo e o furo do cilindro pode ser
ETAPA 68 medida utilizando um calibrador de lâminas (1).

PINOS DOS ÊMBOLOS

ETAPA 71

1
2 1

BS06K293 Figura 3000-166 2


Os anéis de retenção (2) do pino do êmbolo (1) são
removidos utilizando um traçador (3).

MEDIÇÃO DO DIÂMETRO DO PINO BS06K297 Figura 3000-169


Meça o diâmetro do pino do êmbolo (1) utilizando um
ETAPA 69
micrômetro (2).

BS06K294 Figura 3000-167


Meça o diâmetro do êmbolo (1) utilizando um
m i c r ô m e t r o ( 2 ) p a r a d e t e r m i n a r a fo l g a d e
montagem.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-102 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

CONDIÇÕES PARA O ACASALAMENTO ETAPA 74


CORRETO PINO/ÊMBOLO

ETAPA 72 2

1
1

BS06K300 Figura 3000-172


Utilize um calibrador de lâminas (2) para verificar a
folga entre os anéis do êmbolo (3) da 2a. e 3a.
BS06K298 Figura 3000-170 canaleta e os respectivo alojamentos no êmbolo (1).
Lubrifique o pino (1) e seu respectivo alojamento nos
cubos do êmbolo com óleo para motor. O pino deve ETAPA 75
ser inserido no êmbolo prensando-o com os dedos
levemente sem deslizar para fora devido à gravidade.
2
ANÉIS DOS ÊMBOLOS

ETAPA 73
3

1 1

BS06K301 Figura 3000-173


VISTA EM CORTE PARA A MEDIÇÃO DA FOLGA X PARA O
ANEL TRAPEZOIDAL
D ev i d o a o fo r m a t o p e c u l i a r d o s d o i s a n é i s
trapezoidais de vedação em seção transversal, a
folga entre a canaleta e o próprio anel deve ser
BS06K299 Figura 3000-171
medida da seguinte maneira:
Verifique a espessura dos anéis do êmbolo (2) • Permita que o êmbolo (1) se saliente do bloco do
utilizando um micrômetro (1). motor de modo que a metade do anel (2) se
saliente do bloco do motor (3).
• Nesta posição, e utilizando um medidor de
espessura, verifique a folga (X) entre o anel e a
canaleta. O valor deve corresponder ao valor
especificado.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-103

ETAPA 76

BS06K302 Figura 3000-174


Meça a folga entre as extremidades do anel (2) do
êmbolo, inser indo no furo do cilindro (3) um
calibrador de lâminas (1).

BIELAS

BS06K304 Figura 3000-176


IMPORTANTE: Cada biela é marcada da seguinte
maneira:
• Por um número (sobre o corpo e a capa) o qual
indica o acasalamento da biela e o cilindro onde é
** * instalada. Em caso de substituição, a biela nova
deve ser marcada com o mesmo número da biela
nova.
• Por uma letra (sobre o corpo da biela) a qual
indica a classe de peso da biela montada na
fábrica.
V- 1560 a 1600 (marcada em amarelo)
W- 1601 a 1640 (marcada em verde)
X- 1641 a 1680 (marcada em azul)
As bielas de reposição são fornecidas na classe W e
BS06K303 Figura 3000-175
marcadas em verde.
DADOS PRINCIPAIS DAS BIELAS, BUCHA DO PINO DO
ÊMBOLO E DOS CASQUILHOS Não é permitido remover material.
* Valor do diâmetro interno a ser obtido após ser
introduzido na pequena extremidade da biela e
refaceado por meio de um alargador.
** Esta dimensão não pode ser medida em condição
solta.
IMPORTANTE: As superfícies de acasalamento de
biela-capa de biela são serrilhadas para garantir
melhor acasalamento.
Portanto, recomendamos a não remoção do serrilhado.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-104 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ROLAMENTOS VERIFICAÇÃO DA TORÇÃO

ETAPA 77 ETAPA 79
Cer tifique-se de que as buchas na pequena
extremidade das bielas não estejam soltas e não
apresentem vestígios de riscas e deformação. Caso B
contrário substitua-as. 1
A remoção e a remontagem são realizadas com a 2 A
mesma ferramenta apropriada.
Durante a introdução das buchas, certifique-se de 3
que os furos de lubrificação estejam desobstruídos, 5
a fim de permitir que o óleo flua por cima das buchas
e a pequena extremidade da biela. Utilize um 4
alargador para refacear a bucha a fim de obter o
diâmetro desejado.

VERIFICAÇÃO DAS BIELAS BS06K306 Figura 3000-178


Verifique a torção da biela (5) comparando os dois
ETAPA 78 pontos (A e B) do pino (3) na parte plana horizontal
do eixo da biela.
Coloque o suporte (1) do comparador (2) de modo
q u o c o m p a r a d o r fi q u e p r é - c a r r e g a d o a
aproximadamente 0.5mm (.02 in.) sobre o pino (3)
no ponto A, em seguida acerte o comparador (2) a
1 zero. Movimente o eixo (4) com a biela (5), depois
compare o desvio (se existir) sobre o lado oposto (B)
2 do pino (3). A diferença entre A e B não deve ser
maior que 0.08mm (0.003 in.).
3

BS06K305 Figura 3000-177


Verifique se as linhas de centro das bielas (1) estão
paralelas, utilizando um dispositivo correto (5) da
seguinte maneira:
• Instale a biela (1) sobre o eixo da ferramenta (5), e
prenda-a com o parafuso (4).
• Coloque o eixo (3) sobre blocos-V, colocando a
biela (1) sobre a barra de encosto (2).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-105

VERIFICAÇÃO DA FLEXIBILIDADE 2. A seta mostrando a direção do conjunto do


êmbolo no furo do cilindro, esta seta ficará
ETAPA 80 voltada para a chaveta dianteira do bloco do
motor.
1
3. Data de fabricação
2 D 4. Marcação mostrando o teste de inserto da 1a.
C fenda.

ETAPA 81

3 5 1
4
2

BS06K307 Figura 3000-179 3


Verifique a flexibilidade da biela (5) comparando os
dois pontos (C) (D) do pino (3) na parte plana vertical
do eixo da biela.
4
Coloque o suporte vertical (1) do comparador (2) de
modo que o comparador se apóie sobre o pino (3) no
ponto (C). BS06K309 Figura 3000-181
Oscile a biela para trás e para frente, olhando para a Conecte o êmbolo (2) na biela (4) inserindo o pino
posição mais alta do pino. Sob tal condição, ajuste o (3) de modo que a inscrição de referência (1) para a
comparador (2) para zero. instalação do êmbolo (2) no furo do cilindro e os
Movimente o eixo com a biela (5) e repita a números estampados sobre a biela (4) possam ser
verificação do ponta mais alto no lado oposto (D) do vistos conforme mostra a figura.
pino (3). A diferença entre (C) e (D) não deve ser
maior que 0.08 mm (0.003 in.). ETAPA 82

INSTALAÇÃO DO ACOPLAMENTO DO
CONJUNTO BIELA-ÊMBOLO
2

3 BS06K310 Figura 3000-182


Insira o pino (1) e instale os anéis de trava (2).
4
BS06K308 Figura 3000-180
Os dados de referência a seguir estão cravados na
cabeça do êmbolo:
1. Número de peça e número de modificação de
projeto.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-106 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

INSTALAÇÃO DOS ANÉIS DO ÊMBOLO INSTALAÇÃO DOS CONJUNTOS BIELAS-


ÊMBOLOS NO BLOCO DE CILINDROS
ETAPA 83
ETAPA 85

2 3
1

BS06K311 Figura 3000-183 BS06K313 Figura 3000-185


Utilize um alicate (3) para instalar os anéis (1) sobre Lubrifique totalmente os êmbolos, inclusive os anéis
o êmbolo (2). Os anéis devem ser instalados com a dos êmbolos e a parte interna dos furos de cilindros.
palavra "TOP" voltada para cima e as aberturas das Utilize a cinta (2) para instalar os Conjuntos Bielas-
extremidades dos mesmos viradas de modo que Êmbolos (1) no Bloco de Cilindros verificando se:
fiquem deslocadas uma da outra a 120˚. • O número de cada biela corresponde ao número
IMPORTANTE: Os anéis de reposição dos êmbolos de acasalamento da respectiva capa.
são fornecidos nas seguintes dimensões:
ETAPA 86
• Padrão, marcados com tinta amarela.
• Sobre-medida de 0.4mm (0.016 in.), marcados
com tinta amarela/verde. 1
ETAPA 84

BS06K314 Figura 3000-186


ESQUEMA PARA A INSTALAÇÃO DO CONJUNTO BIELA-
ÊMBOLO NO RESPECTIVO CILINDRO
• As aberturas das extremidades dos anéis dos
êmbolos estão deslocadas uma da outra a 120˚.
BS06K312 Figura 3000-184
Instale os casquilhos (1) na biela e na capa de biela. • Todos os conjuntos bielas-êmbolos tem o mesmo
peso.
IMPORTANTE: Se os casquilhos da biela não
precisam ser substituídos, deverão ser instalados na • (1) está voltada para a parte dianteira do bloco do
mesma ordem e posição que estavam antes de motor, e o entalhe na saia do êmbolo corresponde
serem removidos. aos bicos de óleo.
Nenhuma operação de acasalamento deve ser
realizada para os casquilhos.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-107

MEDIÇÃO DO JOGO DOS MUNHÕES DO ETAPA 89


CONJUNTO DA ÁRVORE DE MANIVELAS

ETAPA 87

BS06K317 Figura 3000-189


Instale uma ferramenta apropriada (1) sobre o
BS06K315 Figura 3000-187
transferidor, e depois aperte os parafusos (2) com um
aper to adicional em uma seqüência cruzada.
O jogo pode ser medido seguindo o procedimento
Consulte as especificações de torque na página
abaixo:
3000-23.
• Limpe totalmente as peças e elimine qualquer
vestígio de óleo. ETAPA 90
• Coloque um pedaço de fio calibrador (2) nos
munhões da árvore de manivelas (1). 2
• Instale as capas das bielas (3) com os respectivos
casquilhos (4).

ETAPA 88

2 1

BS06K318 Figura 3000-190


Remova as capas das bielas e calcule o jogo
existente, comparando a largura do fio calibrador (1)
1 com a graduação da escala no envelope de
embalagem do fio calibrador (2).

BS06K316 Figura 3000-188


Aperte os parafusos (1), previamente lubrificados
com óleo para motor, ao torque especificado
utilizando um torquímetro (2).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-108 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 91 VERIFICAÇÃO DA SALIÊNCIA DOS ÊMBOLOS

ETAPA 92

3
1

BS06K319 Figura 3000-191


S e o va l o r m e d i d o d o j o g o fo r d i fe r e n t e d o BS06K320 Figura 3000-192
especificado, substitua os casquilhos e repita a Após a instalação dos conjuntos bielas-êmbolos,
verificação. Uma vez obtido o jogo especificado, ver ifique com um indicador de mostrador (1)
lubrifique os casquilhos das bielas e instale-as equipado com base (2), a saliência dos êmbolos (3)
apertando os parafusos de fixação das capas das no ponto morto superior relativo à superfície plana
b i e l a s a o t o r q u e e s p e c i fi c a d o, c o n s u l t e a s superior do bloco do motor. A saliência será de 0.28 -
Especificações de Torque na página 3000-23. 0.52 mm (0.011 - 0.0205 in.).
IMPORTANTE: Antes de instalar os parafusos de
fixação das capas das bielas, certifique-se de que o CAIXA DE DISTRIBUIÇÃO
vapor do diâmetro medido no meio do comprimento ETAPA 93
da rosca não esteja menor que 0.1mm (0.004 in.) do
diâmetro medido a aproximadamente 10mm (0.39
1
in.) da extremidade do parafuso.
Verifique manualmente se as bielas (1) deslizam
livremente sobre seus munhões, e se o jogo axial
medido com um calibrador de lâminas (2) é 0.10 a
0.33mm (0.004 a 0.013 in.)

BS06K321 Figura 3000-193


ÁREA DE APLICAÇÃO DE VEDANTE
Limpe totalmente a caixa de distribuição (1) e o bloco
do motor. Para obter uma vedação satisfatória, a
superfície deve estar limpa. Aplique um filete de
alguns milímetros de diâmetro, de LOCTITE 5205 à
caixa de distribuição. Deve ser de tamanho uniforme
sem bolhas de ar, áreas finas ou lacunas. Qualquer
imperfeição deve ser corrigida imediatamente. Evite
a utilização da vedante em excesso para vedar a
junta. O excesso de vedante pode escorrer pelas
laterais da junta e entupir as passagens de
lubrificação. Após a aplicação do vedante, a junta
deve ser instalada dentro de 10 - 20 minutes.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-109

ETAPA 94 ETAPA 96

1 1

BS06K324 Figura 3000-196


BS06K322 Figura 3000-194 Gire a ár vore de manivelas (4) e a ár vore de
DIAGRAMA PARA O DOS PARAFUSOS DE FIXAÇÃO DA comando das válvulas (1) de modo que ao instalar a
CAIXA DE DISTRIBUIÇÃO TRASEIRA engrenagem movida (2) sobre a árvore de comando
Instale novamente a caixa (1) ao bloco do motor. das válvulas as marcações das engrenagens (2 e 3)
Instale os parafusos de fixação na mesma posição se alinhem.
que estavam quando foram removidos, e aperte-os
aos valores de torque a seguir, na seqüência ETAPA 97
mostrada abaixo.
Parafusos M12 65 a 89 Nm (48 a 66 lbf. -ft.)
Parafusos M8 20 a 28 Nm (15 a 21 lbf.- ft.) 1
Parafusos M10 42 a 52 Nm (31 a 38 lbf.- ft.)

SINCRONISMO DAS VÁLVULAS

ETAPA 95
2

1 3
BS06K325 Figura 3000-197
Instale os parafusos de fixação (1) da engrenagem
2 (2) à árvore de comando das válvulas (3) e aperte-os
utilizando as especificações de torque geral.
3

BS06K323 Figura 3000-195


Marque com uma caneta de ponta de feltro o dente
(3) da engrenagem de acionamento (1) instalada na
árvore de manivelas (2), tendo a marcação (→) de
sincronismo na superfície lateral.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-110 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

CAIXA DO VOLANTE DO MOTOR ETAPA 99

ETAPA 98
16 8 6 15 14 7 5
17
13
18
12
19
1
20

11

Figura 3000-198
ÁREA DE APLICAÇÃO DO VEDANTE DA CAIXA DO VOLANTE 2
DO MOTOR
Limpe totalmente as superfícies de acasalamento da 4 9 10 3
c a r c a ç a d o vo l a n t e d o m o t o r e d a c a i x a d e
BS06K327 Figura 3000-199
e n gr e n a g e n s d e d i s t r i bu i ç ã o. U m a ve d a ç ã o
satisfatória é obtida somente através de uma área de SEQÜÊNCIA DE APERTO PARA OS PARAFUSOS DE
FIXAÇÃO DA CARCAÇA DO VOLANTE DO MOTOR
superfície limpa a ser vedada. Aplique um filete de
alguns milímetros de diâmetro, de LOCTITE 5205 à Instale novamente a carcaça ao bloco do motor,
caixa de distribuição. Deve ser de tamanho uniforme instale os parafusos de fixação na mesma posição
sem bolhas de ar, áreas finas ou lacunas. Qualquer que estavam quando foram removidos. Aperte-os
imperfeição deve ser corrigida imediatamente. Evite aos valores de torque a seguir, na seqüência
a utilização da vedante em excesso para vedar a mostrada na figura abaixo.
junta. O excesso de vedante pode escorrer pelas Parafusos M2 75 a 95 Nm (55 a 70 lbf ft.)
laterais da junta e entupir as passagens de Parafusos M10 32 a 53 Nm (32 a 39 lbf ft.)
lubrificação. Após a aplicação do vedante, a junta
deve ser instalada dentro de 10 - 20 minutes. ETAPA 100

3
4

5
BS06K328 Figura 3000-200
I n s t a l e a p e ç a ( 5 ) d a Fe r r a m e n t a E s p e c i a l
380000664 sobre a haste traseira da árvore de
manivelas (6), segure-a com os parafusos (4) e
prense o anel de vedação novo (3).
Posicione a peça (1) sobre a peça (5), depois aperte
a porca (2) a fim de montar totalmente o anel de
vedação (3) na carcaça do volante do motor (7).
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-111

VOLANTE DO MOTOR ETAPA 103

4
2

BS06K331 Figura 3000-203


A B C Instale a ferramenta (2), (exceto para os motores
BS06K329 Figura 3000-201 667TA/EEG - 667TA/EEC), à carcaça do volante do
A. MOTORES: 667TA/EEG - 667TA/EEC motor (1) a fim de evitar que o volante do motor gire (3).
B. MOTORES: 667TA/EBF - 667TA/EED -667TA/EDJ
Aperte os parafusos (4) de fixação do volante do
C. MOTORES: 667TA/EED - 667TA/EBD
motor (3) à árvore de manivelas.
SUBSTITUIÇÃO DA ENGRENAGEM ANULAR DO
VOLANTE DO MOTOR ETAPA 104

ETAPA 101
Verifique a condição dos dentes da engrenagem
anular. Se forem encontrados dentes quebrados ou
ex c e s s i va m e n t e d e s g a s t a d o s , r e m o va a
engrenagem anular do volante do motor utilizando
um batedor apropriado. Instale uma engrenagem
anular nova aquecendo-a antes a 150˚ C (302˚ F)
por 15 a 20 minutos. O chanfro da engrenagem 1
anular deve estar voltada para o volante do motor.

ETAPA 102 2

BS06K332 Figura 3000-204


Aperte os parafusos de fixação (1) do volante do
motor (2) em dois estágios.
1 • 1o. estágio - Aperte com um torque de 26 a 34 Nm
(19 a 25 lbf ft)
• 2o. estágio - Aperte com mais 60˚ ± 5˚

3
BS06K330 Figura 3000-202
Aparafuse dois pinos (2) de tamanho apropriado nos
furos do eixo (3), em seguida remova o volante do
motor (1) utilizando cabos apropriados e uma talha.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-112 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 105 ETAPA 108

1 2
2

BS06K333 Figura 3000-205


BS06K336 Figura 3000-208
Instale a bomba de óleo (1).
Remova o anel de vedação (2) da tampa dianteira
Instale os parafusos de fixação (2) e aperte-os ao (1), limpe totalmente as superfícies e aplique
torque especificado de 20 a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft). vedante Loctite 5205 às mesmas.
ETAPA 106 ETAPA 109

BS06K334 Figura 3000-206 BS06K337 Figura 3000-209


Instale um anel de vedação novo (2) à bomba de Limpe totalmente a superfície da tampa dianteira (2)
água (1). e instale-a com os parafusos (1). Aper te os
parafusos ao torque especificado de 20 a 30 Nm
ETAPA 107 (14.8 a 22.1 lb.-ft).

2
BS06K335 Figura 3000-207
Instale a bomba de água (1).
Instale os parafusos de fixação (2) e aperte-os ao
torque especificado de 20 a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft).
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-113

ETAPA 110 ETAPA 112

1
7
1 2

2
3
4
6

5
BS06K340 Figura 3000-212
BS06K338 Figura 3000-210
Instale a junta no cárter de ferro fundido (1). Instale
Instale a Ferramenta Especial 380000666 (5) sobre os parafusos e aperte-os ao torque especificado no
a haste dianteira da árvore de manivelas (6), segure- manual de reparos.
a com os parafusos (4) e prense o anel de vedação
novo (3). Posicione a peça (1) sobre a peça (5), ETAPA 113
depois aperte a porca (2) a fim de montar totalmente Somente para motores 667TA/EEG- /EEC- /EBF- /EED
o anel de vedação (3) na tampa dianteira (7).

ETAPA 111 1
Somente para motores 667TA/EED-/EBD-/EDJ.
2
5 3
1

4 BS06K341 Figura 3000-213


Instale a placa (3), o tubo de captação do óleo (1), e
aperte os parafusos de fixação (2).
3
ETAPA 114
BS06K339 Figura 3000-211
Instale a placa (3) e o filtro de sucção (5), em
seguida, instale os parafusos de fixação (1-2-4) e
aperte-os ao torque especificado no manual de
reparos.

BS06K342 Figura 3000-214


Posicione a junta (1) no cárter de aço (2).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-114 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 115 ETAPA 117

1
1
2
2

3
3

BS06K343 Figura 3000-215 BS06K345 Figura 3000-217


Instale o cárter de óleo (1) e coloque a placa de Instale um anel de vedação novo sobre o sensor de
alumínio (3) ao mesmo. Instale os parafusos (2) e rotação (3).
aperte-os ao torque especificado no manual de reparos.
Instale o sensor de rotação (3) sobre a tampa
ETAPA 116 dianteira (1) e aperte os parafusos (2), ao torque
especificado no manual de reparos.

ETAPA 118
5 1
1 6 2
2
3
3
4

4 5
7
BS06K344 Figura 3000-216
Instale a roda sonora (1) e o cubo (2) na árvore de
manivelas.
BS06K346 Figura 3000-218
Aperte os parafusos de fixação em dois estágios: Instale os seguintes itens sobre bloco do motor: uma
• 1o. estágio - utilizando um torquímetro aperte com junta nova (1), o trocador de calor (2), uma junta
um torque de 45 a 55Nm (33 a 40 lbf ft) nova (3), e o suporte do filtro de óleo (4).
• 2o. estágio - utilizando um goniômetro (4) aperte Instale os parafusos de fixação (5) e aperte-os ao
mais 90˚ torque especificado de 20 a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft).
Instale o amortecedor do volante do motor (5) e a
polia (6).
Instale os parafusos de fixação (7) - aperte-os com
um torque de 61 a 75 Nm (45 a 55 lbf ft).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-115

ETAPA 119 ETAPA 121

3
4
1 1
5
2 4

3 2

6 BS06K349 Figura 3000-221


BS06K347 Figura 3000-219 Conecte novamente o alternador (1) e aperte os
Lubrifique o anel de vedação (2) com óleo para parafusos ao torque especificado de 40 a 50 Nm
motor e posicione-o sobre o filtro de óleo (3). (29.5 a 36.9 lb.-ft).
Instale o filtro de óleo (3) sobre o seu suporte (1) até Conecte novamente o tensor de correias automático
a junta encostar no suporte e em seguida gire-o (4) e aperte os parafusos (3) ao torque especificado
mais 3/4 de volta (exceto para motores 667TA/EEG e de 40 a 50 Nm (29.5 a 36.9lb.-ft).
667TAEEC). Gire o tensor de correias automático (4) a fim de
Instale um anel de vedação novo sobre o sensor de instalar a correia (2) sobre as polias e os roletes
temperatura/pressão do óleo (4) e instale-o sobre o guias.
suporte do filtro de óleo (1).
ETAPA 122
Aperte os parafusos (5) ao torque especificado de 20
Nm (14.8 lb.-ft).
Instale um anel de vedação novo (6) em seu
alojamento no bloco do motor. 1 3
ETAPA 120 2
4
1 5

2
3

BS06K350 Figura 3000-222


Instale a bomba de alta pressão (4) inclusive a
bomba de alimentação (5) e aperte as porcas ao
torque especificado. Instale o suporte (3) com um
anel de vedação novo, o sensor de sincronismo (2)
BS06K348 Figura 3000-220 com um anel de vedação novo, e aperte as porcas
Posicione o suporte do alternador (1) de modo que de fixação (1), ao torque especificado no manual de
os seus pinos (3) encostem contra o bloco do motor. reparos.
Aperte os parafusos (2) ao torque especificado de 40
a 50 Nm (29.5 a 36.9 lb.-ft).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-116 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 123 ETAPA 125

1 2
1
2 3

3 4

BS06K351 Figura 3000-223


Instale a unidade de controle eletrônico EDC7UC31 BS06K353 Figura 3000-225
(3), inclusive o trocador de calor, ao bloco do motor e As válvulas podem ser removidas utilizando um
aperte os parafusos (2), ao torque especificado no compressor de molas de válvulas (1), pressionando
manual de reparos. levemente o colar (3) de modo que os cones de trava
(2) possam ser removidos ao comprimir as molas (4).
IMPORTANTE: Substitua os elementos do
amortecedor de vibrações (1). Em seguida remova o colar (3) e as molas (4).
Repita a operação para todas as válvulas.
CABEÇOTE Vire o cabeçote e remova as válvulas (5).

REMOÇÃO DAS VÁLVULAS ETAPA 126


ETAPA 124

A 2
1
2
1

S BS06K354 Figura 3000-226


Remova os anéis de vedação (1 e 2) dos guias das
BS06K352 Figura 3000-224
válvulas.
As cabeças das válvulas de admissão (1) e de
escapamento (2) têm o mesmo diâmetro. IMPORTANTE: Os anéis de vedação (1) das
válvulas de admissão são amarelos.
O entalhe central (→) na cabeça da válvula de
e s c a p a m e n t o ( 2 ) a d i fe r e n c i a d a v á l v u l a d e Os anéis de vedação (2) das válvulas de
admissão. escapamento são verdes.

IMPORTANTE: Caso não haja necessidade


substituir as válvulas do cabeçote, numere-as antes
de remover as mesmas a fim de serem reinstaladas
na mesma posição.
A = Lado de admissão S = Lado de escapamento

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-117

VERIFICAÇÃO DO VEDADOR DE ÁGUA DO ETAPA 129


CABEÇOTE

ETAPA 127

BS06K357 Figura 3000-229


1 A espessura nominal "A" do cabeçote é de 105 ±
BS06K355 Figura 3000-227 0.25mm (4.134 ± 0.0099 in.). Remoção máxima de
Ve r i fi q u e o ve d a d o r d e á g u a u t i l i z a n d o u m metal não deve exceder a espessura "B" por 49,100
equipamento apropriado. kg (108,020 lb).
Utilize uma bomba para abastecer água aquecida de 90˚ IMPORTANTE: Após a retifica, verifique o
C (194˚ F) a uma pressão de 2 a 3 bar (29 a 43 psi.). afundamento da válvula. Retifique novamente as
Se forem detectados vazamentos dos bujões, sedes das válvulas se necessário, para obter o valor
substitua os bujões utilizando um batedor apropriado especificado.
para as operações de remoção e instalação.
IMPORTANTE: Antes de instalar os bujões, aplique
VÁLVULAS
um vedante repelente de água aos mesmos.
Se forem detectados vazamentos do cabeçote, o
cabeçote deve ser substituído.

VERIFICAÇÃO DA SUPERFÍCIE DE CONTATO DO


CABEÇOTE

ETAPA 128

BS06K358 Figura 3000-230


3
DADOS PRINCIPAIS DAS VÁLVULAS DE ADMISSÃO E DE
ESCAPAMENTO

1
BS06K356 Figura 3000-228
A parte plana de apoio do cabeçote (1) ao bloco de
cilindros é verificado utilizando uma régua (2) e um
calibrador de lâminas (3).
O empeno encontrado no comprimento inteiro do
cabeçote não deve ser superior a 0.20mm (.0.008 in.).
Se forem encontrados valores maiores, retifique o
cabeçote de acordo com os valores fornecidos na
etapa seguinte.
Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil
3000-118 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

LIMPEZA, VERIFICAÇÃO E RETIFICA DAS VERIFICAÇÃO DA FOLGA DE MONTAGEM E A


VÁLVULAS CENTRALIZAÇÃO DAS VÁLVULAS

ETAPA 130 ETAPA 132

BS06K361 Figura 3000-233


BS06K359 Figura 3000-231
Utilize um comparador com base magnética (1)
Remova os depósitos de car vão das válvulas
p o s i c i o n a d o c o n fo r m e m o s t ra d o. A fo l g a d e
utilizando uma escova de metal especial.
montagem deve ser de 0.039 a 0.079 mm (0.0015 a
Verifique se as válvulas apresentam vestígios de 0.0031 in.).
deformação, riscas ou trincas.
G i r e a v á l v u l a ( 2 ) e ve r i fi q u e s e o e r r o d e
Retifique se necessário as sedes das válvulas, centralização não excede 0.03 mm (0.0011 in.).
removendo o mínimo de material possível.

ETAPA 131 GUIAS DAS VÁLVULAS


ETAPA 133

BS06K360 Figura 3000-232


Utilize um micrômetro (2) a fim de medir a haste da BS06K362 Figura 3000-234
válvula (1), a qual deve ser de 6.97 a 6.99 mm Utilize um calibrador de furo de cilindros a fim de
(0.2744 a 0.2751 in.). medir o diâmetro interno da guia de válvula, que
deve ser de 7.042 a 7.062 mm (0.2772 a 0.2780 in.).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-119

SEDES DAS VÁLVULAS


RECONDICIONAMENTO-SUBSTITUIÇÃO DAS SEDES DAS VÁLVULAS

BS06K364 Figura 3000-235


DADOS PRINCIPAIS DAS SEDES DAS VÁLVULAS NO CABEÇOTE

ETAPA 134

1
2

BS06K363 Figura 3000-236


Ver ifique as sedes das válvulas (2) se forem
encontradas leves riscas ou rebarbas, retifique as
sedes com a ferramenta (1) de acordo com os
valores de ângulo mostrados na figura 2-236 acima.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-120 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 135

BS06K365 Figura 3000-237


DADOS PRINCIPAIS DAS SEDES DAS VÁLVULAS
Se as sedes das válvulas não podem ser Aqueça o cabeçote de 80˚ a 100˚ C (176˚ to 212˚ F)
recuperadas apenas por retifica, substitua-as por e utilizando um batedor apropriado, instale as sedes
peças de reposição. Utilize a ferramenta (1, na etapa de válvulas novas (previamente arrefecidas), no
134) a fim de remover o quanto possível de material cabeçote aquecido.
das sedes das válvulas (tomando cuidado para não Recondicione as sedes das válvulas com a
danificar o cabeçote), até que possam ser removidas ferramenta (1 na etapa 134) de acordo com os
do cabeçote utilizando um punção. valores mostrados na figura 2-238 acima.
ETAPA 136

2
3

BS06K366 Figura 3000-238


Após as operações de recondicionamento, verifique
com um indicador de mostrador (1) com base (2), se
a profundidade da sede (3) corresponde ao valor
especificado.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-121

MOLAS DAS VÁLVULAS


ETAPA 137

BS06K367 Figura 3000-239


DADOS PRINCIPAIS PARA VERIFICAÇÃO DAS MOLAS DAS VÁLVULAS DE ADMISSÃO E DE ESCAPAMENTO

Altura Sob uma carga de:


mm N
H 47.75 Livre
H1 35.33 P 339.8 ± 9 N
H2 25.20 P2 741 ± 39 N

CABEÇOTE ETAPA 139

ETAPA 138
1 2
3 3
1
2
4

BS06K369 Figura 3000-241


Posicione a mola (4) e o colar superior (3) no
cabeçote. Utilize a ferramenta (1) para comprimir a
Figura 3000-240
mola (4) e trave as peças às válvulas utilizando os
Lubrifique a haste da válvula (1) e insire-a na cones de trava (2).
respectiva guia de acordo com a posição marcada
durante a desmontagem.
Instale os anéis de vedação (2 e 3) nas guias das
válvulas.
IMPORTANTE: Os anéis de vedação (2) das
válvulas de admissão são amarelos. Os anéis de
vedação (3) das válvulas de escapamento são
verdes.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-122 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

INSTALAÇÃO DO CABEÇOTE ETAPA 142

ETAPA 140

BS06K372 Figura 3000-244

1. PARAFUSOS NÃO SOMBREADOS - 12X1.75X130 MM


BS06K370 Figura 3000-242 2. PARAFUSOS SOMBREADOS - 12X1.75X150 MM
Certifique-se de que as superfícies de acasalamento
Seqüência de aperto dos parafusos de fixação do
do cabeçote e do bloco do motor estejam ambas
cabeçote:
limpas.
• 1o. estágio: Pré-aperto utilizando um torquímetro.
To m e c u i d a d o p a ra n ã o d a n i fi c a r a j u n t a d o
Parafuso 12x1.75x130 mm- (1)- 30 - 40 Nm
cabeçote.
(22 - 30 lbf ft.)
Posicione a junta do cabeçote (1) com a palavra
Parafuso 12x1.75x150 mm- (2)- 50 - 60 Nm
"TOP" (1) voltada para o cabeçote.
(37 - 44 lbf ft.)
A seta indica o ponto onde a espessura da junta está
localizada.
• 2o. estágio: Aperto angular: 90˚ ± 5˚- com a
ferramenta (3)
IMPORTANTE: Antes de reutilizar os parafusos de • 3o. estágio: Aperto angular: 90˚ ± 5˚- com a
fixação do cabeçote, certifique-se de que não ferramenta (3)
apresentam vestígios de desgaste, deformação ou A= Frente
corrosão. Caso contrário substitua-os.
INSTALAÇÃO DOS INJETORES
ETAPA 141
ETAPA 143
1

3
3

1 2
BS06K371 Figura 3000-243
Instale o cabeçote (1), e os parafusos de fixação (2), BS06K373 Figura 3000-245
e aperte os parafusos em três estágios sucessivos Instale um anel de vedação novo (2) lubrificado com
de acordo com o procedimento no figura seguinte vaselina e uma arruela de vedação nova (3) no
(etapa 142). injetor (1).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-123

ETAPA 144 ETAPA 146

1 1
4

2 5

3 3
BS06K374 Figura 3000-246 BS06K376 Figura 3000-248
Instale os injetores (1) nos assentos do cabeçote, Instale um anel de vedação novo (3) lubrificado com
direcionados de modo que o furo de entrada de vaselina no coletor de combustível (2) e instale-o no
combustível (2) esteja voltado para o lado do assento do cabeçote de modo que a esfera de
assento do coletor de combustível (3). posicionamento (5) fique alinhada com o entalhe na
carcaça (4).
ETAPA 145
IMPORTANTE: Os coletores de combustível
desmontados (2) não devem ser reutilizados,
precisam ser substituídos por novos.
1 IMPORTANTE: Durante essa operação, o injetor (1)
será movimentado para que o coletor (2) seja
inserido corretamente no furo de entrada de
combustível.

ETAPA 147
2
1

BS06K375 Figura 3000-247


Utilize a Ferramenta Especial 380001099 (1) para
instalar o injetor (2) em seu assento.
Aparafuse os parafusos de fixação do injetor sem
apertá-los.

2 3
BS06K377 Figura 3000-249
Utilize um torquímetro para apertar gradualmente e
alternados os parafusos de fixação do injetor (1) com
um torque de 7.7 - 9.3 Nm (5.7 - 6.9 lbf ft).
Aparafuse as porcas de fixação (2) sobre o coletor
de combustível (3) sem travá-los.
Aper te as porcas de fixação (2) do coletor de
combustível (3) com um torque de 50 Nm (36.9 lbf ft).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-124 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

HASTES E TUCHOS ETAPA 149

ETAPA 148

BS06K380 Figura 3000-252


DADOS PRINCIPAIS DO EIXO-BALANCIM
BS06K378 Figura 3000-250 Certifique-se de que as superfícies de acoplamento
As hastes de controle dos balancins não devem do eixo/balancim não apresentem desgaste
estar tortas. Os assentos das esferas em contato excessivo ou qualquer outro dano.
com o parafuso de ajustagem dos balancins e com
ETAPA 150
os tuchos (setas), não devem apresentar vestígios
de emperramento ou desgaste, caso contrário
substitua-os. As hastes de controle das válvulas de 1
admissão e de escapamento são idênticas e
portanto intercambiáveis.

CONJUNTO DO BALANCIM

1
2
2
4
BS06K381 Figura 3000-253
Instale as hastes (2).
Posicione as pontes (1) sobre as válvulas com as
m a r c a ç õ e s ( → ) vo l t a d a s p a r a o c o l e t o r d e
escapamento.
3 3

BS06K379 Figura 3000-251


PEÇAS QUE FORMAM O CONJUNTO DO BALANCIM
1. PARAFUSOS
2. SUPORTE
3. EIXO
4. BALANCIM

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-125

ETAPA 151 • Efetue uma marcação de referência sobre a roda


sonora (1) e o bloco do motor (2).
1
ETAPA 153
Meça a circunferência da roda sonora e divide-a por
2 3. Começando pela marcação de referência sobre a
roda sonora efetuada na etapa 152, coloque as
outras duas marcações do comprimento calculado
3 sobre a roda sonora.

4 AJUSTAGEM DA FOLGA DAS VÁLVULAS

5 ETAPA 154

BS06K382 Figura 3000-254


1 3
Certifique-se de que os ajustadores dos tuchos (1)
não estejam soltos a fim de evitar a interferência dos
mesmos sobre as hastes (2, figura 2-254), durante a 2
instalação do conjunto do balancim.
Em seguida instale o conjunto do balancim que
consiste de:
Suporte (5), balancins (3), eixos (4), e prenda-os ao
cabeçote, apertando os parafusos de fixação (2) ao
torque especificado de 36 Nm (26.5 lbf ft).

LOCALIZANDO O PONTO MORTO SUPERIOR (TDC) BS06K383 Figura 3000-256


Ajuste a folga entre os balancins e as válvulas
IMPORTANTE: Devido ao lóbulo adicional para a
utilizando um jogo de chaves Allen (1), uma chave de
EGR Interna, cada cilindro deve ser ajustado levando-
estrias (3) e um calibrador de lâminas (2).
o ao T.D.C. (ponto morto superior) e ajustando a folga
de ambas as válvulas de cada cilindro. A folga de funcionamento será a seguinte:
• Válvulas admissão: 0.20 - 0.30 mm (0.008 - 0.012 in.)
ETAPA 152 • Válvulas de escapamento: 0.46 - 0.56 mm (0.18 -
0.022 in.)

NOTA: Ordem de Ignição (1- 5- 3- 6- 2- 4)


• Ajuste as válvulas do cilindro número 1.
• Gire à marcação de referência seguinte e ajuste a
folga das válvulas do cilindro número 5.
• Gire à marcação de referência seguinte e ajuste a
folga das válvulas do cilindro número 3. Isso deve
1 ser uma rotação completa da roda sonora.
• Gire à marcação de referência seguinte e ajuste a
2 folga das válvulas do cilindro número 6.
BS06K345 Figura 3000-255
• Gire à marcação de referência seguinte e ajuste a
folga das válvulas do cilindro número 2.
1. BLOCO DO MOTOR 2. RODA SONORA
• Gire à marcação de referência seguinte e ajuste a
• Remova o injetor do cilindro número um. folga das válvulas do cilindro número 4. Deveria
haver duas rotações completas da roda sonora e
• Gire o motor utilizando a Ferramenta Especial todas as válvulas devem estar ajustadas.
380000988 a fim de levar o cilindro número um ao
ponto mais alto, utilizando um indicador de • Instale novamente o injetor número um.
mostrador. Verifique se as hastes impulsoras
estão soltas, se não estiverem gire o motor 360˚,
agora devem estar soltas.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-126 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 155 ETAPA 156

3 1
2
4

3
5 4
1
5
2

BS06K385 Figura 3000-258


Instale o "rail" (2) e aperte os parafusos (1) ao torque
especificado no manual de reparos. Conecte o cabo
terra (3) ao coletor de admissão (4) e aperte a porca
de fixação (5) ao torque especificado de 20 a 30 Nm
(14.8 22.1 lb.- ft).

ETAPA 157

1
BS06K384 Figura 3000-257
Aplique Loctite 5999 às superfícies de contato do 2
coletor de admissão (1) e instale o coletor e o
aquecedor ao cabeçote.
3
Instale os parafusos (2) e aper te-os ao torque
especificado de 20 a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft).
Instale a entrada de ar (4) com uma junta nova (5) e
aperte os parafusos (3) ao torque especificado no
manual de reparos.
A figura mostra a entrada de ar para os motores
667TA/EEG - 667TA/EEC. BS06K386 Figura 3000-259
Conecte linhas de combustível novas (1) ao "rail" (3)
e coletores dos injetores (2).
IMPORTANTE: Toda vez que as linhas de
combustível (1) forem removidas, devem ser sempre
substituídas por novas.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-127

ETAPA 158 ETAPA 160

3
1 5

4
1

2 3 4
BS06K389 Figura 3000-262
BS06K387 Figura 3000-260 Verifique o estado do chicote de fiação (5), substitua-
Conecte a linha de combustível (4) ao "rail" (2) o se estiver danificado, cortando as presilhas do
seguindo o procedimento mostrado na seguinte suporte (2) e removendo os parafusos (4) que o
(etapa 157). prendem aos conectores (3). Instale uma nova junta
(1) no suporte (2).
IMPORTANTE: As conexões da linha de combustível
(4) serão apertadas com um torque de 20 Nm (14.8 ETAPA 161
lb.-ft), utilizando a chave de estrias correta e o
torquímetro 380000158 (3).
1
ETAPA 159

A B

1
2

BS06K390 Figura 3000-263


Instale o suporte de fiação (2) e aperte os parafusos
1 (1) ao torque especificado no manual de reparos.
BS06K388 Figura 3000-261
Pressione a presilha (1) em direção da seta (Figura
B) e conecte a linha ao "rail" (2), figura 2-260), ajuste
novamente a presilha à posição de travamento inicial
(Figura A).
IMPORTANTE: Verifique quanto a conexão da linha
de combustível correta.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-128 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

ETAPA 162 ETAPA 165

1 7 6
1 4

3 5

2
3
BS06K391 Figura 3000-264
BS06K394 Figura 3000-267
Conecte os cabos elétricos (1) aos injetores (3) e
Instale novamente o coletor de escapamento (6) com
utilizando a Ferramenta Especial 380000158 e o
junta nova. Instale os parafusos de fixação (5) e
torquímetro (4), aperte as porcas de fixação (2) ao
aperte-os ao torque especificado de 48 a 58 Nm
torque especificado no manual de reparos.
(35,4 a 42.8 lb.-ft).
ETAPA 163 Instale o turbo-alimentador (1) ao coletor de
escapamento (6) com junta nova e aperte as porcas
de fixação (7) ao torque especificado de 20 a 30 Nm
1 (14.8 a 22.1 lb.-ft).
Conecte a linha (2) ao supor te (3) do turbo-
alimentador (1).
Conecte a linha de óleo (4) ao suporte do trocador
de calor.

ETAPA 166

2 1 2

BS06K392 Figura 3000-265


Instale uma nova junta (2) na tampa dos tuchos (1).

ETAPA 164

1 2

3
BS06K395 Figura 3000-268
Conecte o duto de ar (2) ao turbo-alimentador (3) e
trave-o com a presilha (1).

BS06K393 Figura 3000-266


Instale a tampa dos tuchos (1) e aperte as porcas (2) ao
torque especificado de 20 a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-129

ETAPA 167

1
6

2
5

4
3

BS06K396 Figura 3000-269


Insira o filtro "blow-by" (4) apertando os parafusos.
Conecte a linha (6) e instale a linha de recuperação
do vapor de óleo com a presilha (5).
Conecte a linha (2) ao dispositivo limitador de
pressão (1) conforme a figura abaixo (etapa 166).

ETAPA 168

A B

1
BS06K388 Figura 3000-270
Pressione a presilha (1) em direção da seta (Figura
B) e conecte a linha. Ajuste novamente a presilha à
posição de travamento inicial (Figura A).
IMPORTANTE: Verifique quanto a conexão da linha
de combustível correta.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-130 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

CONEXÕES DO CHICOTE DE FIAÇÃO AO MOTOR

ETAPA 169

1
6
2

3
8
4
9

10

11
5

BS06K398 Figura 3000-271

1. CONEXÕES DOS ELETROINJETORES 5. SENSOR DA ÁRVORE DE MANIVELAS 9. SENSOR DO AQUECEDOR E


DE TEMPERATURA
2. SENSOR DE TEMPERATURA DO LÍQUIDO 6. ELETROINJETOR 10. REGULADOR DE ALTA
DE ARREFECIMENTO DO MOTOR PRESSÃO
3. SENSOR DE PRESSÃO DO COMBUSTÍVEL 7. SENSOR DE TEMPERATURA E DE 11. UNIDADE DE CONTROLE
DE "COMMON RAIL" PRESSÃO EDC7UC31
4. SENSOR DE TEMPERATURA - PRESSÃO 8. SENSOR DA ÁRVORE DE COMANDO
DO ÓLEO DAS VÁLVULAS

Instale novamente o chicote do motor conectando os Instale os ganchos de içamento da alavanca de


conectores de fiação (1) dos eletroinjetores (6), o balancim ao motor, enganche a alavanca de
sensor de pressão/temperatura do ar (7), o sensor balancim a uma talha e separe o motor do suporte
de pressão de "common rail" (3), a unidade de giratório. Remova os suportes.
controle eletrônico EDC7UC31 (11), o sensor da
bomba de alta pressão (10), o sensor da árvore de
comando das válvulas (8), sensor de temperatura do
líquido de arrefecimento do motor no termostato (2),
e o sensor da árvore de manivelas (5).

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-131

ETAPA 170 ETAPA 172

4
1
1

3
4 2

5
3 5
BS06K399 Figura 3000-272
BS06K401 Figura 3000-274
Conclua a instalação do motor da seguinte maneira:
Aparafuse com a mão o filtro de combustível ao
Do lado direito: suporte (1). Aperte o filtro de combustível até a junta
• Instale o motor de partida (5) à carcaça do volante encostar no suporte, em seguida aperte-o mais 3/4
do motor (4) e aperte as porcas de fixação ao torque de uma volta. Conecte as linhas de combustível
especificado de 50 a 60 Nm (36.9 a 44.3 lb.-ft). (2,3,4) às conexões do supor te apropriado (1)
• Instale a linha de óleo (3) com um anel de conforme mostra a figura a seguir (etapa 171).
vedação novo no bloco do motor e prenda-a ao
turbo-alimentador (1) com os parafusos (2), e ETAPA 173
aperte os parafusos ao torque especificado de 20
a 30 Nm (14.8 a 22.1 lb.-ft). A B

ETAPA 171 1

1
2

1
BS06K388 Figura 3000-275
3 Pressione a presilha (1) conforme mostrado na
(figure B).
Após conectar as linhas reajuste a presilha (1) à
BS06K400 Figura 3000-273 posição de travamento inicial (A), a fim de evitar
Instale o suporte (2) inclusive o suporte do filtro de deformações.
combustível (1) ao bloco do motor, e aperte os
parafusos (3) ao torque especificado no manual de NOTA: Após a conclusão da instalção, abasteça o
reparos. motor com óleo lubrificante correto.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-132 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

MOTOR DE PARTIDA
Fabricante - BOSCH - 24 Volt - 4kW
Para motores: 667TA/EEG
667TA/EEC

Fabricante - ISKRA - 24 Volt - 4kW


Para motores: 667TA/EBF
667TA/EED

Fabricante - Denso - 24 Volt - 7.8kW


Para motor: 667TA/EDJ
BS06K403 Figura 3000-1

DIAGNÓSTICO RÁPIDO

Falha Causas Possíveis Solução


1.- Baterias descarregadas Carregue ou substitua as baterias
2.- Conexões dos circuitos soltas ou oxidadas Substitua o componente
3.- Escovas danificadas ou gastas Substitua o componente
Torque de arraste insuficiente
4.- Curto circuito nas bobinas de campo Substitua o componente
5.- Circuito aberto ou curto circuito na armadura Substitua o componente
6.- Buchas ovaladas Substitua o componente
Torque de arraste suficiente, Motor de partida gira livre ou falha no solenóide
Substitua o componente
mas motor não pega de engate
Pinhão não engrena Conicidade na cremalheira Restaurar a cremalheira

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-133

MOTOR DE PARTIDA BOSCH 24VOLTS – 4KW


6 pólos com excitação em série e engrenamento Sentido horário de rotação
através de um garfo controlado por eletromagneto. Tensão nominal – 24 Volts
Potência - 4 kW

BS06K404 Figura 3000-2 BS06K406 Figura 3000-4


DIAGRAMA DA FIAÇÃO VISTA 3/4

BS06K405 Figura 3000-3


CURVAS CARACTERÍSTICAS
BS06K407 Figura 3000-5
AJUSTE DO PINHÃO

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-134 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

MOTOR DE PARTIDA ISKRA 24VOLTS – 4KW Tensão nominal - 24 volts


C o m g a r fo d e e n g r e n a m e n t o a c i o n a d o p o r Potência - 4kW
eletromagneto.
Sentido horário de rotação.

BS06K409 Figura 3000-7


BS06K408 Figura 3000-6 VISTA 3/4
DIAGRAMA DA FIAÇÃO

MOTOR DE PARTIDA DENSO 24VOLTS – 7,8KW


Não havia informação a respeito deste motor de
partida no momento da impressão deste manual.
Usado no motor 667TA/EDJ.

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


MANUAL DE REPAROS DO MOTOR 3000-135

ALTERNADOR Fabricante - BOSCH


Número da peça - NCBI 28 V 35-70 A
Para motores: 667TA/EEG
667TA/EEC
667TA/EDJ

BS06K410 Figura 3000-8

DIAGNÓSTICO RÁPIDO

Falha Causas Possíveis Solução


Verifique as conexões do circuito de recarga Limpe
Circuito de recarga aberto (luz de advertência,
e aperte os terminais dos cabos do alternador e
fusível, conector, etc.)
baterias
Não carrega 2. Regulador de tensão não funciona Substitua o componente
3. Enrolamentos do rotor estão abertos Substitua o componente
4. Escovas gastas Substitua o componente
1. Correia solta Verifique o tensionador automático da correia
2. Regulador de tensão com defeito Substitua o componente
3. Desgaste excessivo dos anéis coletores ou
Recarga deficiente Substitua o componente
escovas
4. Diodos em curto-circuito Substitua o componente
5. Enrolamentos do rotor em curto-circuito Substitua o componente
Verifique as conexões dos terminais do motor de
1. Conexões do circuito soltas partida, alternador e os terminais dos cabos da
bateria
Recarga excessiva
2. Regulador de tensão não funciona
3. Terra defeituoso Verifique as conexões terra

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


3000-136 MANUAL DE REPAROS DO MOTOR

BOSCH: NCBI 28 VOLT 35-70 AMP


Tr i f á s i c o, r o t o r d o t i p o " g a r r a s " , 1 1 d i o d o s Sentido horário de rotação (visto pelo lado do
retificadores e regulador de tensão eletrônico. controlador)
Corrente fornecida 6.000 min-1 >= 55 amps
Tensão nominal - 28.5 volts

BS06K411 Figura 3000-9


DIAGRAMA DA FIAÇÃO BS06K413 Figura 3000-11
VISTA 3/4

BS06K414 Figura 3000-12


CURVAS CARACTERÍSTICAS DO REGULADOR DE TENSÃO

BS06K412 Figura 3000-10


CURVAS CARACTERÍSTICAS DE CORRENTE

Bra 87519803 Edição 01-09 Printed in Brazil


ÍNDICE DE SEÇÃO

SISTEMA ELÉTRICO

Título da Seção Número da Seção

Remoção e Instalação do Motor de Partida e do Alternador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4001


Especificações e Diagnósticos de Falhas do Sistema Elétrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4002
Baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4003
Conjunto de Instrumentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4005

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2730 Junho, 2007
Copyright © 2006 CNH America LLC.
CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2730 Junho, 2007
4001
Seção
4001

REMOÇÃO E INSTALAÇÃO DO MOTOR DE PARTIDA E


DO ALTERNADOR

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2740 Junho, 2007
4001-2

ÍNDICE
MOTOR DE PARTIDA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Remoção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3
Instalação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4
ALTERNADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
Remoção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5
Instalação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6
INSTALAÇÃO DA CORREIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
Sem ar-condicionado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8
Com ar-condicionado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8

Bra 5-2740 Edição 6-07 Printed in Brazil


4001-3

MOTOR DE PARTIDA

Remoção ETAPA 4

ETAPA 1
Estacione a máquina numa superfície nivelada e
baixe a caçamba até o chão.

ETAPA 2

BD06F135

Remova o cabo terra do motor de partida, os parafu-


sos de fixação do motor de partida e o motor de par-
tida.

BD06F133

Levante o compartimento do motor com o motor ele-


vador. Coloque a chave geral na posição "OFF"
(DESLIGADO).

ETAPA 3

BD06F134

Coloque etiquetas de identificação nos cabos positi-


vos e remova-os do motor de partida.

Bra 5-2740 Edição 6-07 Printed in Brazil


4001-4

Instalação ETAPA 7

ETAPA 5

1
BD06F134
2 Instale os fios no solenóide do motor de partida e
aperte-os. Remova as etiquetas e descarte-as.

ETAPA 8
Coloque a chave geral na posição "ON" (LIGADO).
BC05G047
1. PRISIONEIROS Baixe o compartimento do motor com o motor eleva-
2. PORCAS dor.
Aplique Loctite 747 nos prisioneiros e nas porcas.
Aplique 2 gotas de Loctite 271 em cada furo e em
cada prisioneiro. Instale os prisioneiros imediata-
mente, aplicando torque de 19 a 29 Nm (14 a 21
lbs-pé). Antes de instalar o motor de partida, deixe o
adesivo curar durante 20 minutos.

ETAPA 6

BD06F135

Posicione o motor de partida na máquina. Prenda o


cabo no prisioneiro de fixação inferior (2) e instale a
porca. Prenda o cabo terra e o fio no prisioneiro
externo (1) e instale a porca. Instale a porca inferior.
Nas três porcas, aplique torque de 40 a 50 Nm (29 a
37 lbs-pé).

Bra 5-2740 Edição 6-07 Printed in Brazil


4001-5

ALTERNADOR

Remoção ETAPA 4

ETAPA 1
Estacione a máquina numa superfície nivelada e
baixe a caçamba até o chão.

ETAPA 2

BD06F137

BD06F133

Levante o compartimento do motor com o motor ele-


vador. Coloque a chave geral na posição "OFF"
(DESLIGADO).

ETAPA 3 BD06F138

Remova os quatro parafusos de fixação da guarni-


ção da correia. Remova a guarnição.

ETAPA 5

BD06F136

Desconecte os fios do alternador.

BD06F139

Use uma chave para mover o tensionador da correia


e aliviar a tensão sobre a correia. Remova a correia.

Bra 5-2740 Edição 6-07 Printed in Brazil


4001-6
ETAPA 6 Instalação
ETAPA 7

BD06F140

Remova os parafusos de fixação do alternador e


remova o alternador. BD06F140

Coloque o alternador sobre o motor, instale os para-


fusos de fixação do alternador e aperte-os.

ETAPA 8

BD06F139

Use uma chave para mover o tensionador da correia.


Instale a correia.
NOTA: As instruções para colocação da correia
encontram-se na guarnição da correia.

Bra 5-2740 Edição 6-07 Printed in Brazil


4001-7
ETAPA 9 ETAPA 10

BD06F137 BD06F136

Ligue os fios do alternador e coloque a coifa de bor-


racha sobre o pólo positivo.

ETAPA 11

BD06F138

Instale a guarnição da correia, instale os quatro


parafusos de fixação da guarnição e aperte-os.

BD06F133

Coloque a chave geral na posição "ON" (LIGADO).


Baixe o compartimento do motor com o motor de ele-
vação.

Bra 5-2740 Edição 6-07 Printed in Brazil


4001-8

INSTALAÇÃO DA CORREIA

BC05G045
SEM AR-CONDICIONADO

BC05G046
COM AR-CONDICIONADO

Bra 5-2740 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002
Seção
4002

ESPECIFICAÇÕES E DIAGNÓSTICO DE FALHAS


DO SISTEMA ELÉTRICO

Copyright © 2006 CNH America LLC.


CNH Latin America LTDA Todos os direitos reservados.
Av. General David Sarnoff, 2237 Printed in Brazil
Contagem - MG - Brasil Bra 5-2750 Junho, 2007
4002-2

ÍNDICE
ESPECIFICAÇÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7
IDENTIFICAÇÃO DOS FIOS ELÉTRICOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
ENTENDENDO AS TABELAS DE DIAGNÓSTICOS DE FALHAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
Alternador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
LOCALIZANDO OS COMPONENTES NOS DIAGRAMAS ESQUEMÁTICOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
SISTEMAS DE PARTIDA E DE CARGA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 51
Relé de Partida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 52
Resistor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 52
Alternador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 52
Relé de Controle de Impulso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 53
Baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 53
Relé de Solicitação de Impulso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 53
Módulo de Retardo de Tempo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 54
Chave Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 54
Motor de Partida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 55
Interruptor de Ignição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 55
Relé de Partida em Neutro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 55
Relé do Voltímetro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 56
MÓDULOS DE RELÉ DE ENERGIA E DE SISTEMAS DE PARTIDA A FRIO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 57
Módulo do Relé de Energia A, Energia de Ignição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 58
Módulo do Relé de Energia B, Energia de Ignição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 58
Módulo do Relé de Energia C, para os Aquecedores do Filtro de Combustível e do Separador de Água . . . 58
Relé do Aquecedor do Ar de Admissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 59
Aquecedor do Ar de Admissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 59
Disjuntor de CIRCUITO, Cab B+ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 59
Aquecedor do Separador de Água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 59
Aquecedor do Filtro de Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 60
Módulo do Relé de Energia D, Energia de Acessórios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 60
CONTROLADOR DO MOTOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 61
Sensor de Água no Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 62
Potenciômetro de Aceleração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 62
Controle Eletrônico do Diesel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 63
RETORNO AO PERCURSO – RETORNO A ESCAVAÇÃO – ENGATE DO PINO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 64
Interruptor de Flutuação / Retorno à Escavação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 65
Interruptor de Controle da Altura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 65
Reténs Eletromagnéticos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 66
Interruptor de Proximidade de Retorno à Escavação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 66
Relé de Controle Piloto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 67
Controle da Altura / Interruptor de Proximidade de Retorno ao Percurso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 67
Interruptor de Retorno à Escavação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 67
Interruptor de Engate do Pino (Opção) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 68
Solenóide de Pressão Piloto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 68
Solenóide de Engate do Pino (Opção) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 68
CONTROLE PILOTO – CONTROLE DE CONDUÇÃO – CONTROLE DO VENTILADOR . . . . . . . . . . . . . . . . 69
Interruptor de Controle de Condução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 70
Relé de Controle de Condução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 70
Interruptor de Reversão do Ventilador (Opção) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 71
Relé de Reversão do Ventilador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 71
Interruptor de Controle Piloto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 71
Solenóide de Controle de Condução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 72
Interruptor de Pressão de Retro-Inclinação (Opção) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 72
Ponte da Retro-Inclinação (Opção) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 72
Solenóide PWM do Ventilador (Opção) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 72
Solenóide de Reversão do Ventilador (Opção) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73
Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil
4002-3
TRANSMISSÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 74
Sensor de Velocidade de Saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Válvula Solenóide e Sensores de Temperatura da Transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Interruptor de Manutenção do Filtro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Emissor de Temperatura de Saída do Conversor de Torque . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Sensor de Rotação do Motor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Sensor de Rotação Intermediária . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Sensor de Rotação da Turbina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Mecanismo de Mudanças da Transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Módulo de Controle Eletrônico da Transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Interruptor de Ativação da Transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Interruptor do FNR para os Controles da Alavanca “Joystick” . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Interruptor de Redução de Marcha “Kick-down” da Transmissão (Localizado no Controlador Hidráulico para
a Opção de Alavanca “Joystick”; Próximo às Alavancas para os Controles de Eixo Único) . . . . . . . . . . . . . 75
Interruptor do FNR Para os Controles de Eixo Único . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Interruptor de Auto da Transmissão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Interruptor de Pressão de Desativação do Freio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Interruptor de Debreagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
Conector de Diagnósticos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
CIGARRA DE ADVERTÊNCIA, CONJUNTO DE INSTRUMENTOS 1, FREIO DE ESTACIONAMENTO . . . . . 76
Conector do Conjunto de Instrumentos 1 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 77
Cigarra de Advertência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 78
Relé do Freio de Estacionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 78
Emissor do Nível de Combustível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 78
Interruptor de Restrição do Filtro de Ar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 79
Solenóide do Freio de Estacionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 79
Emissor de Temperatura do Liquido de Arrefecimento do Radiador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 79
Interruptor de Pressão de Advertência do Freio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 80
APOIO DO INTERRUPTOR, CONJUNTO DE INSTRUMENTOS 2, FREIO DE ESTACIONAMENTO . . . . . . . 81
Apoio do Interruptor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82
Conector do Conjunto de Instrumentos 2 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 83
Interruptor de Restrição do Filtro Hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 84
Emissor de Temperatura do fluido hidráulico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 84
Interruptor do Freio de Estacionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 84
Interruptor de Pressão do Freio Redundante 1 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 85
Interruptor de Pressão do Freio Redundante 2 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 85
Emissor do Nível do Liquido de Arrefecimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 85
CONTROLES DO ALARME DE MARCHA A RÉ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86
Relé do Alarme de Marcha a Ré . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 87
Interruptor de Desativação do Alarme de Marcha a Ré . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 87
LUZES – 01 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 88
Interruptor das Luzes de Trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 89
Interruptor da Porta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 89
Luz Rotativa (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 89
Luz do Teto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 90
Interruptor da Luz Rotativa (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 90
Luz de Trabalho Dianteira Esquerda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 90
Luz de Trabalho Dianteira Direita . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 91
Luz de Trabalho Traseira Esquerda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 91
Luz de Trabalho Traseira Direita . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 91
Diodos das Luzes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 92

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-4
LUZES – 02 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 93
Interruptor de Pressão da Luz de Freio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94
Relé das Luzes de Freio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94
Módulo das Luzes de Advertência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 95
Interruptor de Perigo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 96
Interruptor dos Indicadores de Direção, Fachos Alto-Baixo. e Buzina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 96
Interruptor da Luz de Condução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 97
LUZES – 03 E BUZINA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 98
Luz de Combinação Dianteira Esquerda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 99
Luz de Combinação Dianteira Direita . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 100
Relé da Buzina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 101
Buzina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 101
LUZES – 04 E ALARME DE MARCHA A RÉ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 102
Luzes de Combinação Traseiras do Lado Direito (Somente América do Norte) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 103
Luzes de Combinação Traseiras do Lado Direito (Somente Europa) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 104
Luzes de Combinação Traseiras do Lado Esquerdo (Somente América do Norte) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 105
Luzes de Combinação Traseiras do Lado Esquerdo (Somente Europa) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 106
Luz da Placa de Licença (Somente América do Norte) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 106
Luz da Placa de Licença (Somente Europa) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 107
Alarme de Marcha a Ré (Somente América do Norte) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 107
Alarme de Marcha a Ré (Somente Europa) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 107
SISTEMA DE LIMPADOR e LAVADOR Do PÁRA-BRISAS DA CABINE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 108
Relé da Alta Rotação do Limpador de Pára-Brisas Dianteiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 109
Relé de Parada do Limpador Dianteiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 109
Relé da Baixa Rotação do Limpador de Pára-Brisas Dianteiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 109
Interruptor do Limpador e Lavador Traseiros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 110
Interruptor do Limpador e Lavador Dianteiros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 110
Motor do Limpador de Pára-brisas Dianteiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 111
Motor do Limpador Traseiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 111
Motor da Bomba do Lavador Traseiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 112
Motor da Bomba do Lavador Dianteiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 112
Diodos do Limpador de Pára-Brisas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 112
DIREÇÃO SECUNDÁRIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 113
Diodos da Direção Secundária . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 114
Solenóide da Direção Secundária (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 114
Módulo da Direção Secundária (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 115
Motor da Direção Secundária (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 116
Interruptor de Pressão da Direção Secundária (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 116
COMUNICAÇÃO CAN . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 117
Conector de Diagnósticos de Comunicação CAN . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 118
RÁDIO E CONVERSOR DE ENERGIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 119
Módulo do Relé de Energia E . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 120
Conversor de Energia de 24 volts para 12 volts (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 120
Saída de Energia (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 120
Rádio de 12 Volts Disponível (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 120
Alto-Falante Direito (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 121
Alto-Falante Esquerdo (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 121
BANCO COM SUSPENSÃO A AR – ACENDEDOR DE CIGARROS – COMPRESSOR DO AR
CONDICIONADO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 122
Compressor e Interruptor do Banco (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 123
Acendedor de Cigarros (Opcional) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 123
Relé do Acoplador do Compressor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 123
Interruptor de Alta / Baixa Pressão do A/C . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 124
Acoplador do Compressor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 124

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-5
CONTROLE CLIMÁTICO – CONTROLE AUTOMÁTICO DE TEMPERATURA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 125
Painel Eletrônico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Sensor de Temperatura do Ar Externo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Sensor de Temperatura do Ar Interno . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Sensor Solar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Resistor do Motor da Ventoinha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Motores da Ventoinha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Sensor do Termoacoplador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Sensor do Ar Misturado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Relé do Compressor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Motor de Reciclagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 127
Válvula Eletrônica da Água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 127
Conversor de Energia de 24 para 12 Volts . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 127
CONTROLE CLIMÁTICO PADRÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 128
Motor de Recirculação do Ar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 129
Acionador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 129
Válvula Eletrônica da Água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 129
Resistores de Rotação do Motor da Ventoinha Com Fusível Térmico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 129
Motor da Ventoinha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 129
Termostato . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 129
Interruptor da Ventoinha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 130
Interruptor do Ar Condicionado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 130
Luzes do Painel de Controle . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 130
Potenciômetro da Válvula da Água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 130
Interruptor de Recirculação do Ar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 130
SISTEMA DE LEVANTAMENTO E ABAIXAMENTO DO CAPUZ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 131
Relé de Levantamento do Capuz . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 132
Relé de Abaixamento do Capuz . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 132
Interruptor do Capuz . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 132
Motor do Capuz . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 133
CONECTORES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 134

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-6

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-7

ESPECIFICAÇÕES
Sistema Elétrico........................................................ Duas baterias de 12 volts conectadas em série, terra negativo
Tensão do Sistema ..........................................................................................................................................24 volts
Baterias
Tamanho do Grupo .............................................................................................................................................31
Capacidade de Reserva...................................................................................................................... 170 minutos
Capacidade de Partida a Frio (CCA) a -17ºC (0ºF) por 60 Segundos em 6.0 Volts...........................700 ampères
Carga do Teste de Capacidade (Carga).............................................................................................400 ampères
Alternador ...................................................................................................................................24 volts, 65 ampères
Regulador de Tensão......................................................................................................Estado Sólido Não Ajustável
Motor de Partida ....................................................................................................24 vvolts, Acionado por Solenóide
Resistência dos Eletromagnetos de Retém da Válvula de Controle da Caçamba (Joystick) em 20ºC (68ºF)
(Nominal) .................................................................................................................................................... 68.2 ohms
Resistência dos Eletromagnetos de Retém da Válvula de Controle da Caçamba (Eixo Único) em 20ºC (68ºF)
(Nominal) ..................................................................................................................................................... 305 ohms
Emissor do Nível de Combustível........................................................................................................ 33 a 240 ohms
Emissor de Temperatura do Liquido de Arrefecimento, Conversor de Torque, e do Sistema Hidráulico em
20ºC (68ºF)................................................................................................................................................ 3521 ohms
Interruptor de Restrição do Filtro da Transmissão com Resistor Interno de 510 ohms (Normalmente Aberto)
Ponto de Ajustagem Fechando a ................................................................................................... 2.8 Bar (40 psi)
Ponto de Ajustagem do Interruptor de Restrição do Filtro do Hidráulico (Normalmente Aberto), Fechando a
............................................................................................................................................................ 2.8 Bar (40 psi)
Ponto de Ajustagem do Interruptor de Restrição do Filtro de Ar (Normalmente Aberto), Fechando a
.................................................................................................................................. -6.4 kPa (Medidor) (-0.928 psig)
Interruptor de Pressão Ternária do A/C (Fechado Com Pressão Normal do Sistema )
Abre Com Pressão .............................................................................Acima de 28.5 ± 2.5 bar (413.3 ± 36,25 psi)
Abaixo de 2.5 ± 0.25 bar (36.25 ± 3.6 psi)
Ponto de Ajustagem do Interruptor de Pressão de Desaplicação do Freio (Normalmente Fechado), Abrindo a
........................................................................................................................................................... 24 Bar (350 psi)
Ponto de Ajustagem do Interruptor de Pressão de Advertência do Freio (Normalmente Fechado), Abrindo a
..................................................................................................................................106 a 115 bar (1530 a 1670 psi)
Ponto de Ajustagem dos Interruptores de Pressão Redundante do Freio (Normalmente Aberto), Fechando a
..................................................................................................................... 55 a 69 bar (800 a 1000 psi) diminuindo
Ponto de Ajustagem do Interruptor de Pressão da Luz do Freio (Normalmente Aberto), Fechando a
.............................................................................................................................5 a 6 bar (75 a 85 psi) aumentando
Ponto de Ajustagem do Interruptor de Pressão da Direção Secundária (Formulário C) Fechando a
............................................................................................................................................................ 2.4 Bar (35 psi)
Resistência do Aquecedor dos Filtros de Combustível em 20ºC (68ºF) (Nominal)...................................... 1.9 ohms
Resistência DC do Solenóide do Freio de Estacionamento em 20ºC (68ºF) (Nominal)............................. 40.3 ohms
Resistência DC do Solenóide da Pressão Piloto (Joystick) em 20ºC (68ºF) (Nominal) ............................. 29.9 ohms
Resistência DC do Solenóide da Pressão Piloto (Eixo Único) em 20ºC (68ºF) (Nominal)......................... 27.4 ohms
Resistência DC do Solenóide de Controle de Condução em 20ºC (68ºF) (Nominal) ................................ 22.7 ohms
Resistência DC do Solenóide de Engate do Pino em 20ºC (68ºF) (Nominal)............................................ 28.8 ohms
Resistência DC do Solenóide da Direção Secundária em 20ºC (68ºF) (Nominal)..................................... 39.3 ohms
Resistência DC do Solenóide de Reversão do Ventilador em 20ºC (68ºF) (Nominal) ............................... 39.3 ohms
Resistência DC do Solenóide PWM do Ventilador em 20ºC (68ºF) (Nominal)............................................xx,x ohms

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-8
Ponto de Ajustagem do Interruptor de Pressão de Retro-inclinação (Normalmente Fechado), Abrindo a
............................................................................................................................................................ 6.2 Bar (90 psi)
Sensor de Temperatura de Combustível em 20ºC (68ºF) (Nominal) ......................................................... 2500 ohms
Aquecedor do Ar de Admissão.................................................................................................................... 500 ohms
Unidade de Controle do Motor ....................................................................... Controle Eletrônico do Diesel (EDC 7)
Aceleração Análoga ........................................... Interruptor de Validação de Marcha Lenta Abre em 0.775V ± 0.1V
Potenciômetro de Posição da Válvula de Aceleração ...............................................................Referência 5V ± 0.2V
Posição da Marcha Lenta................................................................................................................. 0.4V ± 0.025V
Posição da Marcha Lenta Acelerada ................................................................................................... 4.0V ± 0.1V

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-9

IDENTIFICAÇÃO DOS FIOS ELÉTRICOS

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material
14 Alternador D+ Lg 1.0 SXL Alternador AD, D+ 1 ENG, Motor Cabine 26

42 Energia Protegida Por Fusível


R2.0 GXL SPL-WL, Ultra-sônico A ECC, Luzes de Trabalho 23
Chaveada das Luzes de Trabalho
DIANTEIRO, Chassi Dianteiro PBL, Interruptor de Pressão
44 Energia de Controle da Luz de Freio T 1.0 SXL 23 2
da Cabine da Luz de Freio
SPL-BCK-LGT, Energ. da Luz
49 Energia da Luz Traseira DU1.0 GXL D-OR, Diodo OR C A
traseira Spl
52 LSD de Reversão do Ventilador W 0.8 TXL AIC-1, Cj Instr Adv 1 23 ECB, Centro Eletr. B B8
56 PWM de Controle do Ventilador W 0.8 TXL CAB-E, Cabine Motor 23 AIC-1, Cj Instr Adv 1 26

57 DIANTEIRO, Chassi Dianteiro 20 A


Enrg. Do Sol de Engate do Pino W 1.0 SXL YPE, Engate do Pino Opcional
da Cabine
PRBF, Inter. da Press. De YRC, Opção de Controle de
58 Enrg.do Sol de Controle de Condução W 1.0 SXL A 1
Retro-inclinação Condução
DIANTEIRO, Chassi Dianteiro
64 Energia da Buzina Or 1.0 SXL 13 HN1, Energia da Buzina 1
da Cabine
SFL, Retorno ao Intr. De SPL-BCK-LGT,
0 29 Terra de RTT/Flutuação Bk 0.8 GXL 4 K
Percurso Terra da Luz traseira da Spl
PXH, RTT de Controle de
0 AA Terra do Interruptor de Proximidade Bk 1.0 SXL B SPL-A2, Ultra-sônico A
Altura
0 AB Terra do Interruptor de Proximidade Bk 1.0 SXL SPL-A2, Ultra-sônico A GND-FC, Terra A 1
0 AC Terra do Interruptor de Proximidad Bk 1.0 SXL PXF, RTD B SPL-A2, Ultra-sônico A

0 AD YRC, Opção de Controle.de


Terra do Controle de Condução Bk 1.0 SXL 2 SPL-A1, Ultra-sônico A
Condução
0 AE Terra do Engate do Pino Bk 1.0 SXL SPL-A1, Ultra-sônico A YPE, Engate do Pino Opcional B
0 AF Terra da Buzina Bk 1.0 SXL HN2, Terra da Buzina 1 SPL-A1, Ultra-sônico A
0 AG Terra do Chassi Dianteiro Bk 2.0 SXL SPL-A1, Ultra-sônico A GND-FC, Terra A 1
0 AH Terra das Luzes Dianteiras LD Bk 1.0 SXL SPL-A1, Ultra-sônico A LRF, Luzes LD 1
0 AJ Terra das Luzes Dianteiras LE Bk 1.0 SXL SPL-A1, Ultra-sônico A LLF, Luzes LE 1
0 AK Terra Freio Est./Advertência Bk 1.0 SXL SPL-WL, Ultra-sônico A GND-FC, Terra A 1

0 AL Terra do Intr. de Pressão de PBW, Intr. de Pressão de


Bk 1.0 SXL 2 SPL-A4, Ultra-sônico A
Advertência do Freio Advert. do Freio
0 AM Terra RTD Bk 1.0 SXL PXF, RTD B PXF, RTD B

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-10

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material
Terra do Solenóide do Freio de YPB, Solenóide do Freio de
0 AN Bk 1.0 SXL 2 SPL-A4, Ultra-sônico A
Estacionamento Estacionamento
0 AP Terra do Chassi Dianteiro ao Traseiro Bk 5.0 SXL GND-S1, Terra A 1 GND-S2, Terra A 1

0 AQ Terra do Solenóide de Direção YCS, Solenóide de Direção


Bk 1.0 SXL B SPL-A4, Ultra-sônico A
Comfort. Comfort
Terra do Sensor de Temp do Eixo DIANTEIRO, Chassi Dianteiro HOT-FA, Temp de Óleo do
0 AR Bk 1.0 SXL 9 2
Dianteiro da Cabine Eixo Dianteiro
SPL-ENG-GRD, Gnd Spl 6
0B Terra do Lavador Dianteiro Bk 1.0 SXL FWW, Lavador Dianteiro 2 E
Pck
SPC, Interruptor do Controle SPL-PED-BL-GD, Spl Bk Lgt
0 B1 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL 7 B
Piloto Grnd 6 Pck
SFL, Retorno ao Interruptor de SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B2 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL 7 B
Percurso Grnd
SHC, Interruptor de Controle SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B3 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL 7 C
da Altura Grnd
SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B4 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL SRTD, Interruptor de Retém 7 D
Grnd
SPE, Interruptor de Engate do SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B5 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL 9 E
Pino Grnd
SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B6 Terra de Cab2 Bk 1.0 GXL GND-CAB2, Terra A 1 F
Grnd
SFC, Interruptor de Controle SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B7 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL 7 M:
do Ventilador Grnd
SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt FWMG, Terra do Limpador
0 B8 Terra do Motor do Limpador Dianteiro Bk 0.8 GXL H A
Grnd Pára-brisas
SCS, Intr. da Direção de SPL-PED-BL-GD, Spl Bk Lgt
0 B9 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL 7 A
Comforto Grnd 6 Pck
SPL-HOOD-GRND, Terra do
0 B10 Terra do Capuz Bk 1.0 GXL E GND-CAB2, Terra A 1
Capuz 6 Pck
SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt SPL-PED-BL-GD, Spl Bk Lgt
0 B11 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL L F
Grnd Grnd 6 Pck
SPL-HOOD-GRND, Terra do
0 B12 Terra do Relé de Capuz Abaixado Bk 1.0 GXL A ECC, Luzes de Trabalho C4
Capuz 6 Pck
SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B13 Terra da Luz Traseira Bk 1.0 GXL A GND-CAB2, Terra A 1
Grnd
SWL, Interruptor das Luzes de SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B14 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL 7 B
Trabalho Grnd

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-11

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

0 B15 Terra da Luz Traseira SBE, Interruptor da Luz 7 SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt C


Bk 0.8 GXL
Rotativa Grnd
SPL-HOOD-GRND, Terra do
0 B16 Terra do Controle de Capuz Abaixado Bk 1.0 GXL B ECC, Luzes de Trabalho B4
Capuz 6 Pck
STA, Interruptor Auto da SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B17 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL 7 E
Trans. Grnd
SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B18 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL SDC, Interruptor de Debrear 7 F
Grnd
SDR, Interruptor das Luzes de SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B19 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL 7 G
Condução Grnd
SRC, Interruptor de Controle SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B20 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL 7 J
de Percurso Grnd

0 B21 Terra da Luz Traseira SBU, Intr Disc do Alarme de 7 SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt J
Bk 1.0 GXL
Marcha a Ré Grnd
SPL-HOOD-GRND, Terra do
0 B22 Terra do Relé de Capuz Levantado Bk 1.0 GXL C ECC, Luzes de Trabalho C2
Capuz 6 Pck
SRWP, Interruptor do
SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B23 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL Limpador Pára-Brisas 7 L
Grnd
Traseiro
SPL-PED-BL-GD, Spl Bk Lgt
0 B24 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL SHZ, Interruptor de Perigo 7 C
Grnd 6 Pck
Terra do Controle de Capuz SPL-HOOD-GRND, Terra do
0 B25 Bk 1.0 GXL D ECC, Luzes de Trabalho B2
Levantado Capuz 6 Pck
SPL-BCK-LT-GD2, Spl Bk Lt
0 B26 Terra da Cigarra/Apoio do Interruptor Bk 0.8 GXL SPL-BUZ, Ultra-sônico A 6
Grnd
0 B27 Terra da Cigarra Bk 0.8 GXL SPL-BUZ, Ultra-sônico A BUZ, AIC Cigarra 2
0 B28 Terra da Apoio do Interruptor Bk 0.8 TXL SW-PD, Apoio do Interruptor 10 SPL-BUZ, Ultra-sônico A

0 B29 Terra de RTT/Flutuação SPB, Interruptor do Freio de 7 SPL-PED-BL-GD, Spl Bk Lgt E


Bk 0.8 GXL
Estacionamento Grnd 6 Pck
SPL-PED-BL-GD, Spl Bk Lgt
0 B30 Terra da Luz Traseira Bk 0.8 GXL SETHR, Interruptor de Éter 7 D
Grnd 6 Pck
0 BA Tira Metálica do Terra do Pedestal Bk 5.0 SXL GND-PDST, Terra A 1 GND-PDST2, Terra A 1
0 BAC Terra de EDC7 Bk 2.0 SXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A GND-ENG2, WIF, EDC 1

0 BAE EDC7 Terra do Emissor RECT, Temp. do Liquido de B GND-ENG7, Ternária, Temp 1
Bk 1.0 SXL
Arref. do Motor do Liquido de Arrefecimento
Terra do Emissor de Nível do Liquido CLS, Ponte de Arref – Emissor GND-ENG7, Ternária, Temp
0 BAF Bk 1.0 SXL B 1
de Arref. de Arrefecimento do Liquido de Arrefecimento

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-12

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

0 BAG Terras do Capuz (EURO) GND-ENG4, Iluminação 1 c)


Bk 1.0 SXL E-HD, Capuz da Trans
Traseira
0 BAG GND-ENG4, Iluminação
Terras do Capuz (NA) Bk 1.0 SXL ENG-H, Motor ao Capuz 1 1
N Traseira
0 BAH QSM11 Terra Bk 0.8 GXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 29
0 BAI QSM11 Terra Bk 0.8 GXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 30
0 BAJ QSM11 Terra Bk 0.8 GXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 39
0 BAK QSM11 Terra Bk 0.8 GXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 40
0 BAL QSM11 Terra Bk 0.8 GXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 41
0 BAM Terra do Sinal do Relé de Éter Bk 1.0 SXL PRM-C2, Sinal de PRM B GND-ENG2, WIF, EDC 1

0 BAN Ether Start Ground GND-ENG3, Motor do


Bk 1.0 SXL ETHR, Solenóide de Éter B 1
Lavador Spl Pck
0 BAP QSM11 Terra Bk 0.8 GXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 50

0 BAR WIF Terra do Corpo GND-WIF, Terminal Anel do 1 1


Bk 1.0 SXL GND-ENG6, Dedicado
Gnd WIF
Terra do Sensor de Temp do Eixo HOT-FA, Temp de Óleo do GND-ENG7, Ternária, Temp
0 BAS Bk 1.0 SXL 2 1
Traseiro Eixo Traseiro do Liquido de Arrefecimento

0 BB Terra do Solenóide de Reversão do YFR, Solenóide de Reversão


Bk 1.0 SXL 2 SPL-FAN, Ultra-sônico A
Ventilador do Ventilador, Opc
0 BC Terra de EDC7 Bk 1.0 GXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A EDC7, Controlador do Motor 11
0 BD Terra de EDC7 Bk 1.0 GXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A EDC7, Controlador do Motor 10
0 BE Terra de EDC7 Bk 1.0 GXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A EDC7, Controlador do Motor 5
0 BF Terra de EDC7 Bk 1.0 GXL SPL-EDC1, Ultra-sônico A EDC7, Controlador do Motor 6
0 BG Terra da Energia do AIC Bk 0.8 GXL ENG, Motor Cabine 19 GND-ENG6, Dedicado 1
0 BH Vermelho, Terra da Energia do AIC Bk 0.8 GXL ENG, Motor Cabine 20 GND-ENG6, Dedicado 1
0 BJ Terra do Sensor do AIC Bk 0.8 GXL ENG, Motor Cabine 17 GND-ENG6, Dedicado 1

0 BK GND-ENG7, Ternária, Temp


Terra da Junção da Trans Bk 1.0 GXL ENG-H, Motor à Trans 2 1
do Liquido de Arrefecimento
RWW, Lavador do SPL-ENG-GRD, Gnd Spl 6
0 BL Terra do Lavador Traseiro Bk 1.0 SXL 2 F
Pára-Brisas Traseiro Pck
SPL-ENG-GRD, Gnd Spl 6 GND-ENG3, Motor do
0 BM Terra da Junção do motor Bk 1.0 SXL A 1
Pck Lavador SPLC-PK
0 BN Controle do Aquecedor do Filtro Bk 0.8 GXL PRM-C2, Sinal de PRM B EDC7, Controlador do Motor 13

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-13

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material
WIF, Sensor de Água no
0 BP Terra do Sensor WIF Bk 1.0 SXL GND-ENG2, WIF, EDC 1 2
Combustível
Terra do Sol PWM de rotação do YFN, Solenóide PWM do
0 BQ Bk 1.0 SXL B SPL-FAN, Ultra-sônico A
Ventilador Ventilador
LRR-E, Luz de Comb Traseira GND-ENG4, Iluminação
0 BR Terra da Luz Traseira LD (EURO) Bk 1.0 SXL 5 1
LD Traseira
LLR-N, Luz de Comb Traseira
0 BR N Terra da Luz Traseira LE (EURO) Bk 1.0 SXL D SPL-J1, Ultra-sônico A
LE
SPL-ENG-GRD, Gnd Spl 6
0 BS Terra do Controle do Ventilador Bk 1.0 SXL SPL-FAN, Ultra-sônico A D
Pck
LLR-E, Luz de Comb Traseira GND-ENG4, Iluminação
0 BT Terra da Luz Traseira LE (EURO) Bk 1.0 SXL 5 1
LE Traseira

0 BT N Terra da Luz Traseira LD (NA) LRR-N, Luz de Comb Traseira D A


Bk 1.0 SXL SPL-J1, Ultra-sônico
LD
Terra do Emissor do Nível de RFLG, Terra do Emissor de GND-ENG7, Ternária, Temp
0 BU Bk 1.0 SXL 1 1
Combustível Combustível do Liquido de Arrefecimento
Terra do Controle do aquecedor do ar GHC, Relé do aquecedor do
0 BV Bk 0.8 TXL 2 EDC7, Controlador do Motor 75
de Admissão ar de Admissão
Terra do Aquec do Separador de GND-ENG1, Partida, FFH, WSH, Aquecedor do Seárador
0 BW Bk 2.0 SXL 1 A
Água WSH de Água
Terra do Aquecedor do Filtro de FFH, Aquecedor do Filtro de GND-ENG1, Partida, FFH,
0 BX Bk 2.0 SXL B 1
Combustível Combustível WSH
Terra do Interr. De Restrição do Filtro SPL-ENG-GRD, Gnd Spl 6 PAF, Interr. de Restrição do
0 BY Bk 1.0 SXL B 2
de Ar Pck Filtro de Ar
Terra do Solenóide De Direção GND-ENG3, Motor do
0 BZ Bk 1.0 SXL ENG-H, Motor à Trans 1 1
Secundária Lavador SPLC-PK
SPL-SEC-STR, 6 Pck da
0 CA Terra do Sinal De Direção Secundária Bk 1.0 SXL SSM, Módulo de Direção Sec. 11 B
Direção Sec.
SPL-SEC-STR, 6 Pck da
0 CB Terra do Sinal De Direção Secundária Bk 1.0 SXL SSM, Módulo de Direção Sec. 12 A
Direção Sec.
Terra do Interr. de Pressão da PSS, Interruptor de Pressão SPL-SEC-STR, 6 Pck da
0 CC Bk 1.0 SXL B C
Direção Secund. De Direção Secundária Direção Sec.
Terra do Solenóide De Direção SPL-SEC-STR, 6 Pck da
0 CD Bk 1.0 SXL F SS-TR, Mod SS da Trans D
Secundária Direção Sec.
Terra do Chassi De Direção SSM, Modo De Direção GND-SSMOD, Terra do
0 CE Bk 1.0 SXL 4 1
Secundária Secundária Chassi da Dir. Sec.

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-14

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material
Terra do Solenóide De Direção SPL-SEC-STR, 6 Pck da
0 CF Bk 1.0 SXL YSS, Sec. Strg Sol 2 D
Secundária Direção Secund.
AIC-2, Conjunto de
0 DA AIC Terra do Chassi Bk 0.8 TXL GND-PDST1, Terra A 1 22
Instrumentos Avançado 2
STE, Interruptor de Ativação SPL-BCK-LT-GD, Terra da
0 DAP Terra da Luz Traseira S 0.8 GXL 7 K
da Trans Luz traseira da Junção
108F, Conector de
0 DAV Terra de Diagnóstico TECM Bk 0.8 GXL 3 GND-CAB2D, Terra A 1
Diagnóstico
AIC-2, Conjunto de
0 DB Vermelho Terra da Energia do AIC Bk 0.8 TXL CAB-E, Cabine Motor 20 15
Instrumentos Avançado 2
Terra do Módulo de Retardo de GND-CAB-SPL2, Terra da TDM, Módulo de Retardo de
0 DC Bk 0.8 GXL A 3
Tempo Luz Traseira Spl Tempo

0 DD Terra do Controle do Relé do GND-CAB-SPL2, Terra da


Bk 0.8 GXL E ECB, Centro Eletr. B B2
Voltímetro Luz Traseira Spl
Terra do Ontrole do Relé de Partida GND-CAB-SPL2, Terra da
0 DE Bk 0.8 GXL G ECB, Centro Eletr. B B4
em Neutro Luz Traseira Spl
Terra do Controle do Relé de GND-CAB-SPL2, Terra da
0 DF Bk 0.8 GXL F ECB, Centro Eletr. B B6
Solicitação de Partida Luz Traseira Spl
0 DG Terras das junções da Cabine Bk 1.0 GXL GND-CAB-SPL, Cab Grd Spl F GND-CAB3, Terra C 1
0 DH Terra do Conector de Diagnóstico Bk 0.8 GXL GND-CAB-SPL, Cab Grd Spl M: DIA, Diagnóstico A

0 DJ Terra do Controle do Relé de AC Bk 0.8 GXL GND-CAB-SPL, Cab Grd Spl K ECD, Centro Eletr. D B10

Terra do Motor do Compressor do SC, Motor do Compressor do


0 DK Bk 0.8 GXL GND-CAB-SPL, Cab Grd Spl I B
Banco Banco
Terra do Controle do Relé do
0 DL Bk 0.8 GXL GND-CAB-SPL, Cab Grd Spl H PRM-E2, Sinal de PRM B
Conversor de Energia
0 DM Terras do Sensor de Velocidade Bk 0.8 TXL CAB-T, Transmissão Cabine 11 TECM, Trans 3

0 DN Terra do Sensor de Velocidade de


Bk 0.8 TXL CAB-T, Transmissão Cabine 28 TECM, Trans 4
Saída
0 DP Terra de DIAG TECM Bk 0.8 TXL GND-CAB2D, Terra A 1 TECM, Trans 1
0 DQ Terra de DIAG TECM Bk 0.8 TXL GND-CAB2D, Terra A 1 TECM, Trans 2

0 DR CAB-RF, Conector da Cabine F 1


Terras de Junção do Teto Bk 1.0 GXL GND-CAB1, Terra A
ao Teto .
CAB-RF, Conector da Cabine
0 DS Terras de Junção do Teto Bk 1.0 GXL G GND-CAB1, Terra A 1
ao Teto .
Terra do Inter do Limpador/Lavador SFWW, Limpador/Lavador
0 DT Bk 0.8 GXL GND-CAB-SPL, Cab Grd Spl G 2
Dianteiro Dianteiro

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-15

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material
YPP, Solenóide de Pressão
0 DU Terra do Solenóide de Pressão Piloto Bk 0.8 GXL GND-CAB-SPL, Cab Grd Spl L B
Piloto
0 DV Terra do Acendedor de Cigarros Bk 3.0 SXL CL, Acendedor de Cigarros 2 GND-CAB3, Terra C 1
0 DW Terra da Energia do AIC Bk 0.8 TXL CAB-E, Cabine Motor 19 AIC-1, Cj Instr Adv 1 12
0 DX Terra do Sensor do AIC Bk 0.8 TXL CAB-E, Cabine Motor 17 AIC-1, Cj Instr Adv 1 6

0 DY Terra do Sensor de Temp do Eixo CAB-F, Chassi da Cabine


Bk 1.0 GXL 9 GND-CAB2D, Terra A 1
Dianteiro Dianteiro
Terra do Controle do Relé de Retardo GND-CAB-SPL2, Terra da
0 EA Bk 0.8 GXL B PRM-B2, Sinal de PRM B
de Tempo Luz Traseira Spl
GND-CAB-SPL2, Terra da
0 EB Terra do Controle do Relé de Ignição Bk 0.8 GXL C PRM-A1, Sinal de PRM B
Luz Traseira Spl
GND-CAB-SPL2, Terra da
0 EC Terra do Controle do Relé de ACC Bk 0.8 GXL D PRM-D1, Sinal de PRM B
Luz Traseira Spl
0 ED Terras do HVAC Bk 3.0 SXL HVAC2, HVAC2 2 GND-CAB4, Terra C 1
0 EE Terras de Supressão do DIODO Bk 0.8 GXL GND-CAB-SPL, Cab Grd Spl A 140M, Módulo de DIODO C

0 EF Terra de Controle do Relé das Luzes GND-CAB-SPL2, Terra da


Bk 0.8 GXL M: ECC, Luzes de Trabalho B6
de Freio Luz Traseira Spl
Terra do Módulo das luzes FLSHR, Módulo das luzes GND-CAB-SPL2, Terra da
0 EG Bk 0.8 GXL 4 L
indicadoras de direção indicadoras de direção Luz Traseira Spl
Terra do Módulo das luzes FLSHR, Módulo das luzes GND-CAB-SPL2, Terra da
0 EH Bk 0.8 GXL 3 K
indicadoras de direção indicadoras de direção Luz Traseira Spl
CNV, Conversor de Energia
0 EJ Terra do Conversor de Energia Bk 1.0 GXL 3 GND-CAB4, Terra C 1
de 24V para 12V
0 EK Terra de Saída de Energia AUX 1 Bk 1.0 GXL PO1, Saída de Energia C GND-CAB5, Terra C 1
0 EL Terra de Saída de Energia AUX 2 Bk 1.0 GXL PO2, Saída de Energia C GND-CAB5, Terra C 1

0 EM CAB-RF, Conector da Cabine M: B


Terra do Rádio Bk 0.8 GXL GND-CAB-SPL, Cab Grd Spl
ao Teto .
ROOF, Conector da Cabine
0 EN Terra do Rádio Bk 0.8 GXL M: RAD, Energia do Rádio 8
ao Teto .
SRHSTLK, Interruptor de
0 EP Terra do Interruptor da Buzina Bk 0.8 GXL GND-CAB-SPL, Cab Grd Spl C 31
Haste LD
Terra da Junção de Pack GND-CAB-SPL2, Terra da GND-CAB6, Aquec do Separ
0 EQ Bk 0.8 GXL H 1
GND-CAB-SPL2 Luz Traseira Spl de Água, FFH, Partida
CNV, Conversor de Energia
0 ER Terra do Conversor de Energia Bk 1.0 GXL 6 GND-CAB4, Terra C 1
de 24V para 12V

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-16

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material
Terra do Aquecedor do Ar de GH-1, Aquecedor do Ar de GND-CAB6, Aquec do Separ
0 ES Bk 19.0 SXL 1 1
Admissão Admissão de Água, FFH, Partida
GND-ENG1, Aquec do Separ
0 GB Terra do Controle do Relé de Partida Bk 1.0 SXL SRC-1, Relé 2 1
de Água, FFH, Partida
SPL-TRN-GND, Terra da
0 HC Terra da Junção da Trans Bk 1.0 SXL A TRAN-E, Trans ao Motor 2
Junção da Trans
0 HD Terras do Sensor de Velocidade Bk 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 11 SPL-H2, Ultra-sônico A

0 HE Terra do Sensor de Velocidade de OSS, Sensor da Velocidade


Bk 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 28 1
Saída de Saída
Bk 0.8 ESS, Sensor de Rotação do
0 HF Terra do Sensor de Rotação do Motor 2 SPL-H2, Ultra-sônico A
Trançado Motor
Bk 0.8
0 HG Terra do Sensor de Rotação Inter ISS, Sensor de Rotação Inter 2 SPL-H2, Ultra-sônico A
Trançado
Terra do Sensor de Rotação da Bk 0.8 TSS, Sensor de Rotação da
0 HH 2 SPL-H2, Ultra-sônico A
Turbina Trançado Turbina
Terra do Interruptor de Freio PRB2, Interr de Freio SPL-TRN-GND, Terra da
0 HL Bk 1.0 SXL B E
Redundante Redundante Junção da Trans
Terra do Interruptor de Freio PRB1 , Interr de Freio SPL-TRN-GND, Terra da
0 HM Bk 1.0 SXL B F
Redundante Redundante Junção da Trans
Terra da Junção De Direção TR-SS, Módulo da Direção
0 HP Bk 1.0 SXL TRAN-E, Trans ao Motor 1 D
Secundária Sec. Opt
Terra do Emissor de Nível do Liquido CLS, Ponte de Arref – Emissor SPL-TRN-GND, Terra da
0 HV Bk 1.0 SXL B D
de Arrefecimento de Arrefecimento Junção da Trans
HOT, Emissor de
SPL-TRN-GND, Terra da
0 HW Terra HOT Bk 1.0 SXL Temperatura do Fluido B C
Junção da Trans
Hidráulico
0 JA Terras do Capuz (EURO) Bk 1.0 SXL HD-E, Capuz de Trans C SPL-J1, Ultra-sônico A
0 JA N Terras do Capuz (NA) Bk 1.0 SXL HD-N, Capuz ao Motor 1 SPL-J1, Ultra-sônico A

0 JB BU1, Terra do Alarme de 1 A


Terra do Alarme de Marcha a Ré Bk 1.0 SXL SPL-J1, Ultra-sônico
Marcha a Ré
0 JC Terra da Luz da Placa de Licença Bk 1.0 SXL LPL, Luz da Placa de Licença B SPL-J1, Ultra-sônico A
0 LA Terra da Luz Traseira Bk 1.0 SXL HD-9, Capuz ao Motor 1 SPL-B1 Ultra-sônico A

0 LB LLR-9, Luz 5 A
Terra da Luz Traseira Bk 1.0 SXL SPL-B1 Ultra-sônico
CombinadaTraseira
0 LC Terra da Luz Traseira Bk 1.0 SXL SPL-B1 Ultra-sônico A LRR-9, Luz Comb Traseira 5
0 LD Terra da Luz Traseira Bk 1.0 SXL SPL-B1 Ultra-sônico A E-HD9, Capuz da Trans C

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-17

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

0 MA SPL-ROOF, Terra da Junção F RWMG, Terra do Motor do A


Terra do Motor do Limpador Traseiro Bk 1.0 GXL
do Teto Limpador Traseiro
SPL-ROOF, Terra da Junção
0 MB Terra da Luz do Teto Bk 0.8 GXL LDM3, Terra da Luz do Teto 1 B
do Teto
LBEGRD, Terra da Luz SPL-ROOF, Terra da Junção
0 MC Terra da Luz Rotativa Bk 1.0 GXL 1 A
Rotativa do Teto
LBEE, Extensão da Luz
0 MD Terra da Luz Rotativa Bk 1.0 GXL B LBEG, Terra da Luz Rotativa 1
Rotativa
LLRW, Terra da Luz de SPL-ROOF, Terra da Junção
0 ME Terra da Luz de Trabalho Traseira LE Bk 1.0 GXL B D
Trabalho Traseira LE do Teto
LRRW, Luz de Trabalho SPL-ROOF, Terra da Junção
0 MF Terra da Luz de Trabalho Traseira LD Bk 1.0 GXL B E
Traseira LD do Teto

0 MJ Terra da Luz de Trabalho Dianteira LRRW, Luz de Trabalho SPL-ROOF, Terra da Junção
Bk 1.0 GXL B J
LD Dianteira LD do Teto
ROOF, Conector do Teto à SPL-ROOF, Terra da Junção
0 MK Terras do Teto Bk 1.0 GXL G M:
Cabine do Teto
ROOF, Conector do Teto à SPL-ROOF, Terra da Junção
0 MN Terras do Teto Bk 1.0 GXL F L
Cabine do Teto
Terra da Luz de Trabalho Dianteira LLFW, Luz de Trabalho SPL-ROOF, Terra da Junção
0 MU Bk 1.0 GXL B C
LE Dianteira LE do Teto
DC2, Terra Preto de STTR-GRN, Fusível do
0 NB Terra de Desconexão Principal Bk 62.0 SGR 1 1
Desconexão Aquecedor do Ar de Admissão
ET4, Terra Preto de
0 NC Desconexão da Bateria Bk 62.0 SGR 1 DC1, Desconexão da Bateria 1
Desconexão
242F, Terra do Motor da Dir GND-SSCHAS, SSM Cabo
0 ND Terra SSM Bk 62.0 SGR 1 1
Sec do Chassi Terra
0 PA Terra do Alto-Falante Esquerdo Bk 0.8 GXL LSPK, Alto-Falante Esquerdo 2 SPK, Alto-Falante 8
0 PB Terra do Alto-Falante Direito Bk 0.8 GXL RSPK, Alto-Falante Direito 2 SPK, Alto-Falante 2

12ACC Energia de ACC do Interruptor de W 0.8 GXL S-KEY, Interruptor de Ignição 4 SPL-ACC, Ultra-sônico A
Ignição
12ACC
Energia do Controle de ACC PRM W 0.8 GXL SPL-ACC, Ultra-sônico A PRM-D1, Sinal de PRM A
B
12ACC Energia do Controle do Conversor de
W 0.8 GXL SPL-ACC, Ultra-sônico A PRM-E2, Sinal de PRM A
C Energia PRM
12V Energia de 12V à Saída 1 Or 1.0 GXL PO1, Saída de Energia A ECD, Centro Eletr. D AA4
12V A Energia de 12V à Saída 2 Or 1.0 GXL PO2, Saída de Energia A ECD, Centro Eletr. D AA5

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-18

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

12V B Energia Protegida Por Fusível de 12V Or 1.0 GXL CAB-RF, Conector da Cabine N ECD, Centro Eletr. D AA6
ao Rádio ao TetO
CNV, Conversor de Energia
12V C Energia de 12V Ligada Or 2.0 GXL 5 SPL-12V, Ultrasônico A
de 24V para 12V
12V D Tomada 1, Energia de 12V Ligada Or 1.0 GXL SPL-12V, Ultrasônico A ECD, Centro Eletr. D A4
12V E Tomada 2, Energia de 12V Ligada Or 1.0 GXL SPL-12V, Ultrasônico A ECD, Centro Eletr. D A5
12V F Energia de 12V Ligada do Rádio Or 1.0 GXL SPL-12V, Ultrasônico A ECD, Centro Eletr. D A6

12V G Energia de 12V de 2 Vias do Rádio Or 1.0 GXL SPL-12V, Ultrasônico A ECD, Centro Eletr. D A7
Ligada
Energia Protegida Por Fusível de 12V ROOF, Conector do Teto à
12V H Or 0.8 GXL N SPL-RAD, Ultra-sônico A
ao Rádio Cabine
12V Energia Protegida Por Fusível de 12V
Or 0.8 GXL SPL-RAD, Ultra-sônico A RAD, Energia do Rádio 7
HA ao Rádio
12V Energia Protegida Por Fusível de 12V
Or 0.8 GXL SPL-RAD, Ultra-sônico A RAD, Energia do Rádio 4
HB ao Rádio

13C Energia Protegida Por Fusível de DC3, Descon do Solenóide de


Or 1.0 SXL 1 DISC, Desconecta o Motor A
Corte do Combustível Combustível
Energia Protegida Por Fusível de
13C A Or 1.0 SXL ENG-D, Chicote de Descon A ENG, Motor Cabine 21
Corte do Combustível
Energia Protegida Por Fusível de
13C B Or 1.0 SXL CAB-E, Cabine Motor 21 ECA, Centro Eletr. A A9
Corte do Combustível
Terra do Controle do Relé de Retardo TDM, Módulo de Retardo de
13D Or 1.0 SXL 1 PRM-B2, Sinal de PRM A
de Tempo Tempo
13H Energia de Retardo de Tempo Or 3.0 GXL SPL-DLY-RL, Ultrasônico A PRM-B1 PRM Saída C
13H B Energia de Retardo de Tempo do A/C Or 0.8 GXL SPL-DLY-RL, Ultrasônico A ECD, Centro Eletr. D A3

13H C Energia de Retardo de Tempo do Or 0.8 GXL SPL-DLY-RL, Ultrasônico A ECD, Centro Eletr. D A1
ECM da Trans
Energia de Retardo de Tempo do
13H D Or 3.0 GXL SPL-DLY-RL, Ultrasônico A ECD, Centro Eletr. D A2
ECM do Motor
13K Energia do Interruptor de Ignição Or 1.0 GXL S-KEY, Interruptor de Ignição 3 SPL-PK1, Junção de 3-4 Vias E

13K A Energia do Interruptor de Ignição TDM, Módulo de Retardo de 5 G


Or 1.0 GXL SPL-PK1, Junção de 3-4 Vias
Tempo
13K B Energia do Interruptor de Ignição Or 1.0 GXL SPL-PK1, Junção de 3-4 Vias F PRM-A1, Sinal de PRM A

13K C Energia do Interruptor de Ignição Or 1.0 GXL SPL-PK1, Junção de 3-4 Vias H ECB, Centro Eletr. B D1.

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-19

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material
Energia Protegida Por Fusível de DC4, Desconecta o Solenóide
13M Or 1.0 SXL 1 DISC, Desconecta o Motor B
Corte do Combustível do Combustível
Energia Protegida Por Fusível de ENG-D, Chicote de
13M A Or 0.8 TXL B EDC7, Controlador do Motor 40
Corte do Combustível Desconexão
Interr. de Desconexão da Energia do ENG-D, Chicote de
13M B Or 1.0 GXL B QSM11, Controlador do Motor 38
Interruptor de Partida Desconexão
13V ANALOG de Entrada do Voltímetro Or 0.8 TXL AIC-1, Cj Instr Adv 1 1 ECB, Centro Eletr. B D2
14 A Alternador D+ LG 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 26 215F, Resitor do Alternador 1

17P A Energia de Apoio do Interruptor a Or 0.8 TXL SW-PD, Apoio do Interruptor 9 AIC-1, Cj Instr Avançado 25
partir da Energia do AIC
Energia Protegida Por Fusível do DIANTEIRO, Chassi Dianteiro
18B Or 1.0 SXL 7 LLF, Luzes LE 3
Facho Alto LE da Cabine
Energia Protegida Por Fusível do CAB-F, Chassi da Cabine
18B A Or 0.8 GXL 7 ECB, Centro Eletr. B AA3
Facho Alto LE Dianteiro
Energia Protegida Por Fusível do DIANTEIRO, Chassi Dianteiro
18C Or 1.0 SXL 16 LRF, Luzes LD 3
Facho Alto LD da Cabine
Energia Protegida Por Fusível do CAB-F, Chassi da Cabine
18C A Or 0.8 GXL 16 ECB, Centro Eletr. B AA4
Facho Alto LD Dianteiro

18D Energia Protegida Por Fusível do DIANTEIRO, Chassi Dianteiro


Or 1.0 SXL 14 LLF, Luzes LE 2
Facho Baixo LE da Cabine
Energia Protegida Por Fusível do CAB-F, Chassi da Cabine
18D A Or 0.8 GXL 14 ECB, Centro Eletr. B AA6
Facho Baixo LE Dianteiro
Energia Protegida Por Fusível do DIANTEIRO, Chassi Dianteiro
18E Or 1.0 SXL 15 LRF, Luzes LD 2
Facho Baixo LD da Cabine
Energia Protegida Por Fusível do CAB-F, Chassi da Cabine
18E A Or 0.8 GXL 15 ECB, Centro Eletr. B AA5
Facho Baixo LD Dianteiro
Energia Protegida Por Fusível de DIANTEIRO, Chassi Dianteiro
18F Or 1.0 SXL 6 LLF, Luzes LE 4
Posição/Luz Traseira LE da Cabine
Energia Protegida Por Fusível de
18F A Or 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 5 SPL-POS-L, Ultrasónico
Posição/Luz Traseira LE

18F AN Energia Protegida Por Fusível de Or 1.0 SXL ENG, Motor Cabine 5 ENG-H, Motor ao Capuz 6
Posição/Luz Traseira LE
Energia Protegida Por Fusível de LLR-E, Luz de Comb Traseira
18F B Or 1.0 SXL ENG, Motor Cabine 5 3
Posição/Luz Traseira LE LE
Energia Protegida Por Fusível de LLR-N, Luz de Combinação
18F BN Or 1.0 SXL HD-N, Capuz ao Motor 6 B
Posição/Luz Traseira LE Traseira LE

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-20

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

18F C Energia Protegida Por Fusível de Or 1.0 GXL SPL-POS-L, Ultrasónico ECB, Centro Eletrico B AA7
Posição/Luz Traseira LE
Energia Protegida Por Fusível de CAB-F, Chassi da Cabine
18F E Or 0.8 GXL 6 SPL-POS-L, Ultrasónico
Posição/Luz Traseira LE Dianteiro

18F F Energia Protegida Por Fusível de Or 1.0 SXL HD-9, Capuz ao Motor 6 LLR-9, Luz Comb Traseira 3
Posição/Luz Traseira LE
Energia Protegida Por Fusível de
18G Or 1.0 GXL SPL-POS-R, Ultrasónico ECB, Centro Eletr. B AA8
Posição/Luz Traseira LD
Energia Protegida Por Fusível de DIANTEIRO, Chassi Dianteiro
18G A Or 1.0 SXL 5 LRF, Luzes LD 4
Posição/Luz Traseira LD da Cabine
18G Energia Protegida Por Fusível de LRR-N, Luz de Comb Traseira
Or 1.0 SXL SPL-POS-NA, Ultrasónico A B
CN Posição/Luz Traseira LD LD

18G D Energia Protegida Por Fusível da Luz Or 1.0 SXL SPL-POS Ultra-sônico A E-HD, Capuz da Trans A
Placa de Licença
Energia Protegida Por Fusível da Luz
18G E Or 0.8 GXL HD-E, Capuz de Trans A LPL, Luz da Placa de Licença A
Placa de Licença
18G Energia Protegida Por Fusível da Luz
Or 1.0 SXL LPL, Luz da Placa de Licença A SPL-POS-NA, Ultrasónico A
EN Placa de Licença
Energia Protegida Por Fusível de
18G F Or 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 9 SPL-POS-R, Ultrasónico
Posição/Luz Traseira LD

18G G Energia Protegida Por Fusível de CAB-F, Chassi da Cabine


Or 0.8 GXL A SPL-POS-R, Ultrasónico
Posição/Luz Traseira LD Dianteiro

18G H Energia Protegida Por Fusível de Or 1.0 SXL ENG, Motor Cabine 9 SPL-POS Ultra-sônico A
Posição/Luz Traseira LD
18G Energia Protegida Por Fusível de
Or 1.0 SXL ENG, Motor Cabine 9 ENG-H, Motor ao Capuz 5
HN Posição/Luz Traseira LD
Energia Protegida Por Fusível de LRR-E, Luz de Combinação
18G J Or 1.0 SXL 3 SPL-POS Ultra-sônico A
Posição/Luz Traseira LD Traseira LD
Energia Protegida Por Fusível de
18G JN Or 1.0 SXL HD-N, Capuz ao Motor 5 SPL-POS-NA, Ultrasónico A
Posição/Luz Traseira LD
Energia Protegida Por Fusível de
18G K Or 1.0 SXL HD-N, Capuz ao Motor 5 SPL-P9, Ultra-sônico A
Posição/Luz Traseira LD
Energia Protegida Por Fusível de
18G L Or 1.0 SXL SPL-P9, Ultra-sônico A E-HD9, Capuz da Trans A
Posição/Luz Traseira LD
Energia Protegida Por Fusível de LRR-9, Luz Combinação
18G M Or 1.0 SXL SPL-P9, Ultra-sônico A 3
Posição/Luz Traseira LD Traseira LD

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-21

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material
Energia Protegida Por Fusível de
18J Or 2.0 GXL CAB-E, Cabine Motor 18 SPL-D2, Ultra-sônico A
Retardo de Tempo EDC7
Energia Protegida Por Fusível de
18J A Or 2.0 GXL ENG, Motor Cabine 18 SPL-EDC2, Ultra-sônico A
Retardo de Tempo EDC7
Energia Protegida Por Fusível de
18J B Or 1.0 GXL SPL-EDC2, Ultra-sônico A EDC7, Controlador do Motor 3
Retardo de Tempo EDC7
Energia Protegida Por Fusível de
18J C Or 1.0 GXL SPL-EDC2, Ultra-sônico A EDC7, Controlador do Motor 2
Retardo de Tempo EDC7
Energia Protegida Por Fusível de
18J D Or 1.0 GXL SPL-EDC4, Ultra-sônico A EDC7, Controlador do Motor 8
Retardo de Tempo EDC7
Energia Protegida Por Fusível de
18J E Or 1.0 GXL SPL-EDC4, Ultra-sônico A EDC7, Controlador do Motor 9
Retardo de Tempo EDC7

18J F Energia Protegida Por Fusível de Or 2.0 SXL ENG, Motor Cabine 14 SPL-EDC4, Ultra-sônico A
Retardo de Tempo EDC7
Energia Protegida Por Fusível de
18J G Or 2.0 GXL CAB-E, Cabine Motor 14 SPL-D2, Ultra-sônico A
Retardo de Tempo EDC7
Energia Protegida Por Fusível do WIF, Sensor de Água no
18J H Or 1.0 GXL SPL-EDC4, Ultra-sônico A 3
Sensor de Água no Combustível Combustível
Energia Protegida Por Fusível de
18J K Or 3.0 GXL SPL-D2, Ultra-sônico A ECD, Centro Eletr. D AA2
Retardo de Tempo EDC7
Energia de Retardo de Tempo
18J L Or 0.8 GXL SPL-EDC4, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 17
QSM11
Energia de Retardo de Tempo
18J M Or 0.8 GXL SPL-EDC2, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 7
QSM11
Energia de Retardo de Tempo
18J N Or 0.8 GXL SPL-EDC2, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 8
QSM11
Energia de Retardo de Tempo
18J P Or 0.8 GXL SPL-EDC4, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 18
QSM11
Energia de Retardo de Tempo
18J Q Or 0.8 GXL SPL-EDC4, Ultra-sônico A QSM11, Controlador do Motor 28
QSM11
Energia Protegida Por Fusível de
18K A Or 0.8 GXL DIA, Diagnóstico B ECC, Luzes de Trabalho A9.
Diagnóstico
Energia Protegida Por Fusível de
18L A Or 0.8 GXL SPL-CSTR, Ultra-sônico A ECA, Centro Eletr. A A2
Direção Conforto
Energia Protegida Por Fusível de
18L B Or 0.8 GXL SPL-CSTR, Ultra-sônico A ECC, Luzes de Trabalho D9
Direção Conforto

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-22

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

18L C Energia Protegida Por Fusível de Or 0.8 GXL SPL-CSTR, Ultra-sônico A ECC, Luzes de Trabalho B9
Direção Conforto
Energia Protegida Por Fusível de SCS, Intruptor da Direção
18L D Or 0.8 GXL 2 SPL-CSTR, Ultra-sônico A
Direção Comfort Conforto
Energia Protegida Por Fusível do
18M Or 0.8 GXL ECA, Centro Eletr. A C5 ECD, Centro Eletr. D B9
Relé do AC
Energia Protegida Por Fusível do
18N Or 3.0 GXL SPL-BLWR, Ultra-sônico A ECA, Centro Eletr. A C1
Motor da Ventoinha
Energia Protegida Por Fusível do
18N A Or 0.8 GXL SPL-BLWR, Ultra-sônico A HVAC1, HVAC1 2
Motor da Ventoinha
Energia Protegida Por Fusível do
18N B Or 3.0 GXL SPL-BLWR, Ultra-sônico A HVAC2, HVAC2 1
Motor da Ventoinha

18R Energia Protegida Por Fusível do


Or 2.0 SXL ENG, Motor Cabine 13 PRM-C1, PRM Saída A
Relé do Voltímetro
Energia Protegida Por Fusível do
18R A Or 2.0 GXL CAB-E, Cabine Motor 13 ECB, Centro Eletr. B B1
Relé do Voltímetro
Energia Protegida Por Fusível do OSS, Sensor da Velocidade
19A Or 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 29 3
Sensor de Velocidade de Saída de Saída
Energia Protegida Por Fusível do DIANTEIRO, Chassi Dianteiro PBD, Interruptor de Pressão
19A A Or 1.0 SXL 27 A
Interr de Desaplicação do Freio da Cabine de Descon.
Energia Protegida Por Fusível do 197M, Cabine Principal de
19A B Or 0.8 GXL 1 SPL-FNR, Ultra-sônico A
FNR Ligada FNR
Energia Protegida Por Fusível do 197F, Cabine Principal de SPL-TRNS-PWR, Energia da
19A C Or 0.8 GXL 1 F
FNR Ligada FNR Trans
Energia Protegida Por Fusível do STE, Interruptor de Ativação
19A D Or 0.8 GXL 2 SPL-D16, Ultra-sônico A
Interruptor de Ativação da Trans da Trans
Energia Protegida Por Fusível do STE, Interruptor de Ativação
19A E Or 0.8 GXL 10 SPL-D16, Ultra-sônico A
Interruptor de Ativação da Trans da Trans
Energia Protegida Por Fusível do SPL-TRNS-PWR, Energia da
19A F Or 0.8 GXL B SPL-D16, Ultra-sônico A
Interruptor de Ativação da Trans Trans
Energia Protegida Por Fusível do
19A G Or 0.8 GXL SPL-FNR, Ultra-sônico A SFNR, Interruptor do FNR 8
Interruptor do FNR
Energia Protegida Por Fusível do TS1, Mecanismo de SPL-TRNS-PWR, Energia da
19A H Or 0.8 GXL A M:
Mecanismo de Mudanças da Trans Mudanças da Transmissão Trans
Energia Protegida Por Fusível de SPC, Interruptor do Controle
19A J Or 0.8 GXL 2 SPL-PB!, Ultra-sônico A
Controle Ligada Piloto

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-23

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

19A K Energia Protegida Por Fusível de SPL-TRANS-PWR, Energia


Or 0.8 TXL J TECM, Trans 45
TECM da Trans
Energia Protegida Por Fusível do SPB, Interruptor do Freio de
19A L Or 0.8 GXL 2 SPL-PB!, Ultra-sônico A
Freio de Estacionamento Estacionamento
Energia Protegida Por Fusível do SPL-TRNS-PWR, Energia da
19A M Or 0.8 TXL CAB-T, Transmissão Cabine 29 K
Sensor de Velocidade de Saída Trans
Energia Protegida Por Fusível da SPL-TRANS-PWR, Energia
19A N Or 1.0 GXL A ECA, Centro Eletr. A A1
Trans da Trans

Energia Protegida Por Fusível do SPL-TRANS-PWR, Energia


19A P Bk 1.0 GXL G ECD, Centro Eletr. D AA10
Controle do Relé de Marcha a Ré da Trans

Energia Protegida Por Fusível do STA, Interruptor Auto da SPL-TRANS-PWR, Energia


19A Q Or 0.8 GXL 2 C
Interruptor Trans/Auto Trans. da Trans
Energia Protegida Por Fusível do SPL-TRANS-PWR, Energia
19A R Or 0.8 GXL SDC, Interruptor de Debrear 2 H
Interruptor de Debreagem da Trans
Energia Protegida Por Fusível da SPL-TRANS-PWR, Energia
19A S Or 0.8 GXL L SPL-PB!, Ultra-sônico A
Trans da Trans
Energia Protegida Por Fusível do CAB-F, Chassi da Cabine SPL-TRANS-PWR, Energia
19A T Or 0.8 GXL 27 D
Interruptor de Desaplicação do Freio Dianteiro da Trans
Energia Protegida Por Fusível do
20M, Retorno da Marcha da
19A U Interruptor de Redução de Marcha Or 0.8 GXL SPL-FNR, Ultra-sônico A 1
Trans
(Kick Down) da Trans
Energia Protegida Por Fusível do
19A V Or 0.8 GXL SFNR, Interruptor do FNR 5 SPL-FNR, Ultra-sônico A
Interruptor do FNR
Energia Protegida Por Fusível do 108F, Conector de SPL-TRANS-PWR, Energia
19A W Or 0.8 GXL 1 E
Conector de Diagnóstico Diagnóstico da Trans
Energia Protegida Por Fusível do SRHSTLK, Interruptor de
19B Or 0.8 GXL 49a ECA, Centro Eletr. A A8.
Sinal Indicador de Direção Haste LD
Energia Protegida Por Fusível do
19C A Or 1.0 GXL SPL-D24, Ultra-sônico A ECA, Centro Eletr. A A5.
Controle Piloto
Energia Protegida Por Fusível do
19C B Or 1.0 GXL SPL-D24, Ultra-sônico A ECD, Centro Eletr. D B5
Controle Piloto
Energia Protegida Por Fusível do
19C C Or 0.8 GXL SPL-D24, Ultra-sônico A ECD, Centro Eletr. D D5
Controle Piloto
Energia Protegida Por Fusível .do SRC, Interruptor de Controle
19C D Or 1.0 GXL 2 SPL-D24, Ultra-sônico A
Controle de Percurso de Percurso
Energia Protegida Por Fusível do
19D A Or 1.0 GXL SPL-PBS, Ultra-sônico A ECA, Centro Eletr. A A6.
Relé do Freio de Estacionamento

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-24

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

19D B Energia Protegida Por Fusível do Or 0.8 GXL SPL-PBS, Ultra-sônico A ECB, Centro Eletr. B D9
Relé do Freio de Estacionamento
Energia Protegida Por Fusível do
19D C Or 1.0 GXL SPL-PBS, Ultra-sônico A ECB, Centro Eletr. B B9
Relé do Freio de Estacionamento
19E A Ignição de Ativação do AIC Or 0.8 TXL AIC-2, Cj Instr Avançado 2 21 ECA, Centro Eletr. A A3

19H Energia Protegida Por Fusível do


Or 1.0 GXL ECA, Centro Eletr. A C4 ECD, Centro Eletr. D A10
Relé de Alarme da Marcha a Ré
Energia Protegida Por Fusível do
19J Or 0.8 GXL SPL-PK3, Junção de 3-4 Vias K ECA, Centro Eletr. A C2
Limpador Dianteiro
Energia Protegida Por Fusível do FWM, Motor do Limpador
19J A Or 0.8 GXL SPL-PK3, Junção de 3-4 Vias M: C
Motor do Limpador Dianteiro Dianteiro
Energia Protegida Por Fusível do
SFWW, Limpador/Lavador
19J B Interruptor do Lavador do Limpador Or 0.8 GXL 5 SPL-PK3, Junção de 3-4 Vias J
Dianteiro
Dianteiro
Energia Protegida Por Fusível do
19J C Or 0.8 GXL SPL-PK3, Junção de 3-4 Vias L SPL-FW, Ultra-sônico A
Relé do Limpador Dianteiro
Energia Protegida Por Fusível do
19J D Controle HS do Relé do Limpador Or 0.8 GXL SPL-FW, Ultra-sônico A ECD, Centro Eletr. D D1.
Dianteiro
Energia Protegida Por Fusível do
19J E Or 0.8 GXL SPL-FW, Ultra-sônico A ECD, Centro Eletr. D B1
Relé do Limpador Dianteiro
Energia Protegida Por Fusível do
19J F Controle LS do Relé do Limpador Or 0.8 GXL SPL-FW, Ultra-sônico A ECD, Centro Eletr. D D3.
Dianteiro
Energia Protegida Por Fusível do K-WCO, Interrupção do
19J G Or 0.8 GXL SPL-FW, Ultra-sônico A 86
Relé de Interrupção do Limpador Limpador
Energia Protegida Por Fusível do
19K Or 1.0 GXL SPL-RWW, Ultra-sônico A ECA, Centro Eletr. A C3
Limpador Traseiro
Energia Protegida Por Fusível do SRWP, Interruptor do
19K A Or 1.0 GXL 3 SPL-RWW, Ultra-sônico A
Interruptor do Limpador Traseiro Limpador Traseiro
Energia Protegida Por Fusível do SRWP, Interruptor do
19K B Or 0.8 GXL 5 SPL-RWW, Ultra-sônico A
Lavador e Limpador Traseiro Limpador Traseiro
Energia Protegida Por Fusível do CAB-RF, Conector da Cabine
19K C Or 1.0 GXL J SPL-RWW, Ultra-sônico A
Motor Limpador Traseiro ao Teto .
Energia Protegida Por Fusível do ROOF, Conector do Teto à RWM, Motor do Limpador
19K D Or 1.0 SXL J C
Motor do Limpador Traseiro Cabine Traseiro
Energia Protegida Por Fusível do
19L Or 2.0 GXL PRM-E1, PRM Saída C SPL-CNV, Ultra-sônico A
Conversor de Energia

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-25

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

19L A Energia Protegida Por Fusível do CNV, Conversor de Energia


Or 2.0 GXL 1 SPL-CNV, Ultra-sônico A
Conversor de Energia de 24V para 12V
Energia Protegida Por Fusível do CNV, Conversor de Energia
19L B Or 2.0 GXL 2 SPL-CNV, Ultra-sônico A
Conversor de Energia de 24V para 12V
Energia Protegida Por Fusível de
19M Or 0.8 GXL CAB-T, Cabine , Transmissão 3 ECA, Centro Eletr. A C7
Acessórios da Direção Sec.
Energia Protegida Por Fusível de TR-SS, Módulo da Direção
19M A Or 1.0 SXL TRANS, Cabine, Transmissão 3 A
Acessórios da Direção Sec. Sec. Opt
Energia Protegida Por Fusível de SSM, Módulo De Direção SS-TR, Módulo da Direção
19M C Or 1.0 SXL 7 A
Acessórios da Direção Sec. Secundária Séc. da Trans
Energia Protegida Por Fusível do SC, Motor do Compressor do
19N Or 1.0 GXL A ECA, Centro Eletr. A C6
Compressor do Banco Banco

19P Energia Protegida Por Fusível do SPL-PIN, Energ. da Junta da


Or 0.8 GXL B ECA, Centro Eletr. A A7.
Pino de Engate/Ventilador Luz traseira
Energia Protegida Por Fusível do SPE, Interruptor do Pino de SPL-PIN, Energ. da Junta da
19P A Or 0.8 GXL 2 A
Interruptor do Pino de Engate Engate Luz traseira
Energia Protegida Por Fusível do SFC, Interruptor de Controle SPL-PIN, Energ. da Junta da
19P C Or 0.8 GXL 5 C
Interr de Rever do Ventilador do Ventilador Luz traseira
Energia Protegida Por Fusível do SPL-PIN, Energ. da Junta da
19P D Or 0.8 GXL E ECB, Centro Eletr. B D7.
Relé de Rever do Ventilador Luz traseira
Energia Protegida Por Fusível do SPL-PIN, Energ. da Junta da
19P E Or 0.8 GXL F ECB, Centro Eletr. B B7
Relé de Rever do Ventilador Luz traseira
Energia Protegida Por Fusível de Ign
19R Or 0.8 GXL DM, Diodo OR C SPL-2 Ultra-sônico A
da Direção Sec.
Energia Protegida Por Fusível de Ign
19RR Or 0.8 GXL DM, Diodo OR A ECA, Centro Eletr. A A4.
da Direção Sec.
Energia Protegida Por Fusível de Ign TR-SS, Módulo da Direção
19R A Or 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 4 B
da Direção Sec. Sec. Opt
Energia Protegida Por Fusível de Ign SSM, Módulo De Direção SS-TR, Módulo da Direção
19R C Or 1.0 SXL 1 B
da Direção Sec. Secundária Séc. da Trans
Energia Protegida Por Fusível do
19R D Or 0.8 GXL SPL-2 Ultra-sônico A 216F, Resistor do Alternador 1
Resistor do Alternador
Energia Protegida Por Fusível de Ign
19R E Or 0.8 GXL SPL-2 Ultra-sônico A CAB-T, Cabine, Transmissão 4
da Direção Sec.
Energia Protegida Por Fusível da SS, Energia Protegida Por
19S1 Or 1.0 GXL 1 CAB-T, Cabine, Transmissão 26
Direção Sec. Fusível da Direção Sec.

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-26

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

19S1 E Energia Protegida Por Fusível da TR-SS, Módulo da Direção


Or 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 26 E
Direção Sec. Sec. Opc
Energia Protegida Por Fusível da SSM, Módulo De Direção SS-TR, Módulo da Direção
19S1 X R 1.0 SXL 3 E
Direção Sec. Secundária Séc. da Trans
Energia Protegida Por Fusível de
19S B Or 0.8 GXL SPL-DKY3, Ultra-sônico A ECD, Centro Eletr. D AA3
Retardo do AIC
Energia Protegida Por Fusível de AIC-2, Conjunto de
19S C Or 0.8 TXL SPL-DKY3, Ultra-sônico A 20
Retardo do AIC Instrumentos Avançado 2
Energia Protegida Por Fusível de AIC-2, Conjunto de
19S D Or 0.8 TXL SPL-DKY3, Ultra-sônico A 14
Retardo do AIC Instrumentos Avançado 2
Energia Protegida Por Fusível de
19T A Or 0.8 TXL TECM, Trans 23 ECD, Centro Eletr. D AA1
Retardo de TECM

19U Energia Protegida Por Fusível do


Or 0.8 GXL SPL-HRN, Ultra-sônico A ECC, Luzes de Trabalho A6.
Relé da Buzina
Energia Protegida Por Fusível do
19U A Or 0.8 GXL SPL-HRN, Ultra-sônico A ECC, Luzes de Trabalho B7
Relé da Buzina
Energia Protegida Por Fusível da Luz
19U B Or 1.0 GXL SPL-LT, Ultra-sônico A ECC, Luzes de Trabalho A1
do Teto Rotativa
Energia Protegida Por Fusível da Luz ROOF, Conexão do Teto à
19U C Or 0.8 GXL D LDM1, B+ da Luz do Teto 1
do Teto Cabine
Energia Protegida Por Fusível da Luz CAB-RF, Conexão da Cabine
19U D Or 0.8 GXL D SPL-LT, Ultra-sônico A
do Teto ao Teto
Energia Protegida Por Fusível do
19U E Or 0.8 GXL SPL-HRN, Ultra-sônico A ECC, Luzes de Trabalho D7
Relé da Buzina
Energia Protegida Por Fusível do ROOF, Conexão do Teto à
19U F Bk 0.8 GXL S DS, Interruptor da Porta A
Interruptor da Porta Cabine
Energia Protegida Por Fusível do CAB-RF, Conexão da Cabine
19U G Or 0.8 GXL S SPL-LT, Ultra-sônico A
Interruptor da Porta ao Teto
Energia Protegida Por Fusível do SBE, Interruptor da Luz
19U H Or 1.0 GXL 2 SPL-LT, Ultra-sônico A
Interruptor da Luz Rotativa Rotativa
19W Energia do Acendedor de Cigarros Or 3.0 GXL CL, Acendedor de Cigarros 1 ECC, Luzes de Trabalho A8

19Y Energia Protegida Por Fusível do A A7.


Or 1.0 GXL SPL-HOOD, Ultra-sônico ECC, Luzes de Trabalho
Controle do Capuz
Energia Protegida Por Fusível do
19Y A Or 1.0 GXL SPL-HOOD, Ultra-sônico A ECC, Luzes de Trabalho D2
Relé de Capuz Levantado
Energia Protegida Por Fusível do
19Y B Or 1.0 GXL SPL-HOOD, Ultra-sônico A ECC, Luzes de Trabalho D4
Relé de Capuz Abaixado

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-27

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

19Y C Energia Protegida Por Fusível do Or 1.0 GXL CAB-E, Cabine Motor 35 SPL-HOOD, Ultra-sônico A
Interruptor do Capuz
Energia Protegida Por Fusível do
19Y D Or 1.0 GXL ENG, Motor Cabine 35 HD, Interruptor do Capuz B
Interruptor do Capuz
Energia Protegida Por Fusível do
19Z Or 1.0 GXL SPL-PK2, Junção de 3-4 Vias G ECC, Luzes de Trabalho A3
Interruptor das Luzes de Condução
Energia Protegida Por Fusível do SDR, Interruptor das Luzes de
19Z A Or 1.0 GXL 2 SPL-PK2, Junção de 3-4 Vias E
Interruptor das Luzes de Condução Condução
Energia Protegida Por Fusível do SDR, Interruptor das Luzes de
19Z B Or 1.0 GXL 5 SPL-PK2, Junção de 3-4 Vias F
Interruptor das Luzes de Condução Condução
Energia Protegida Por Fusível das
SRHSTLK, Interruptor de
19Z C luzes indicadoras de direção de Or 1.0 GXL 56d SPL-PK2, Junção de 3-4 Vias H
Haste LD
Facho Alto
Energia Protegida Por Fusível do
1A R 1.0 GXL S-KEY, Interruptor de Ignição 1 SPL-DLY, Ultra-sônico A
Interruptor de Ignição
CB1A, Disjuntor de
1CB Energia Protegida de CB da Cabine R 19.0 SXL 1 CBPW, Energia da Cabine 1
CIRCUITO
1CB A Energia Protegida de CB da Cabine R 19.0 SXL P-A3, Energia B+ 1 CAB-PW, Energia da Cabine 1

1DM Energia Protegida Por Fusível do


R 1.0 GXL SPL-DLY, Ultra-sônico A ECC, Luzes de Trabalho A5
Interr de Retardo/Ignição
Energia Protegida Por Fusível de TDM, Módulo de Retardo de
1DN R 1.0 GXL 2 SPL-DLY, Ultra-sônico A
Retardo de Tempo Tempo
B1, Terminal de Energia do
1NC Energia CB PRM da Cabine R 19.0 SXL 1 CB2B, CB de B+ da Cabine 1
Motor de Partida
DIANTEIRO, Chassi Dianteiro PBL, Interruptor de Pressão
1 AA Energia do Interr da Luz de Freio R 1.0 SXL 22 1
da Cabine da Luz de Freio
1 B9 Energia PRM C R 8.0 SXL CB3B, CB de B+ da Cabine 1 P-C5, Energia B+ do PRMC 1

1 BA Energia B2 do Motor de
B+ do Alternador R 13.0 SXL AB+ do Alternador 1 1
Partida
Energia do Solenóide do Motor de
1 BB R 8.0 SXL 193 Relé do Motor de Partida 1 194 Sinal do Motor de Partida 1
Partida
1 BC Energia CB da Cabine R 19.0 SXL P-C3, Energia B+ do PRMC 1 CB1B, CB de B+ da Cabine 1

1 BE 115 Energia do Aquec do Ar 1 GH, Aquecedor do Ar de 1


Energia do Aquec do Ar de Admissão R 19.0 SXL
de Admissão Admissão
L1-ECC, ECC Energia da
1C ECC Energia da Bateria R 8.0 GXL P-A1, Energia B+ 1 cs01
Bateria

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-28

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material
Energia do Interruptor das luzes de CAB-F, Chassi da Cabine SPL-FLSHR-PWR,
1 DR R 1.0 GXL 22 A
Freio Dianteiro Ultra-sônico
Energia do Módulo das luzes FLSHR, Módulo das luzes SPL-FLSHR-PWR,
1 DU R 1.0 GXL 1 A
indicadoras de direção indicadoras de direção Ultra-sônico
Energia da Bateria das Luzes de SPL-FLSHR-PWR,
1 DV R 2.0 GXL A ECC, Luzes de Trabalho A4.
Freio/Pisca-Pisca Ultra-sônico
Energia da Bateria do Relé das Luzes SPL-FLSHR-PWR,
1 DW R 1.0 GXL A ECC, Luzes de Trabalho B5
de Freio Ultra-sônico
Energia da Bateria do Fusível do GHF1, Fusível do Aquec do Ar
1-E R 19.0 SXL P-C2, Energia B+ do PRMC 1 1
Aquec do Ar de Admissão de Admissão
1 GA Energia do Filtro do Aquec R 3.0 SXL PRM-C1, PRM Saída C SPL-HTR, Ultra-sônico A

1 GB Energia do Aquec do Filtro de FFH, Aquecedor do Filtro de


R 2.0 SXL SPL-HTR, Ultra-sônico A A
Combustível Combustível
Energia do Aquec do Separador de WSH, Aquecedor do Seárador
1 GC R 2.0 SXL SPL-HTR, Ultra-sônico A B
Água de Água
SPL-FLSHR-PWR,
1 KA Energia do Interruptor de Perigo R 1.0 GXL SHZ, Interruptor de Perigo 2 A
Ultra-sônico
BT3, Bateria do Motor de
1 NA Convergência da Bateria R 62.0 SGR 1 BT2, Desconexão da Bateria 1
Partida
BT1, Bateria do Motor de B3, Bateria do Motor de
1 NB Bateria do Motor de Partida R 62.0 SGR 1 1
Partida Partida
B1, Terminal de Energia do
1 NC Energia B+ do PRMC R 19.0 SXL 1 P-C1, Energia B+ do PRMC 1
Motor de Partida
244F Motor de Partida, Mtr da Energia B4 do Motor de
1 ND Energia SSM R 62.0 SGR 1 1
Dir. Sec. Partida
Energia Protegida Por Fusível do GHF1, Fusível do Aquec do Ar GHF4, Aquecedor do Ar de
1Y R 19.0 SXL 1 1
Aquecedor do Ar de Admissão de Admissão Admissão
Energia da Bateria do Relé do Motor 195, Energia do Relé do Motor
1Z R 8.0 SXL P-C4, Energia B+ do PRMC 1 1
de Partida de Partida
20G A Interface EDC7 ESO-K W 0.8 TXL ENG, Motor Cabine 31 EDC7, Controlador do Motor 89
20G B Interface EDC7 ESO-K W 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 31 DIA, Diagnóstico E
21C Saída do Relé de Partida em Neutro W 0.8 GXL SPL-CR, Ultra-sônico A ECB, Centro Eletr. B D4
21C A Saída do Relé de Partida em Neutro W 0.8 GXL SPL-CR, Ultra-sônico A ECB, Centro Eletr. B D5
21C B Saída do Relé de Partida em Neutro W 0.8 GXL SPL-CR, Ultra-sônico A ECB, Centro Eletr. B A10
21C C Sinal do Relé do Motor de Partida W 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 1 SPL-CR, Ultra-sônico A

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-29

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

21C D Sinal do Relé do Motor de Partida SR-9, Sinal do Relé do Motor 1 1


W 1.0 SXL ENG, Motor Cabine
de Partida
21D Sinal do Relé do Motor de Partida W 1.0 SXL SRC-1, Relé 1 ENG, Motor Cabine 15
21D A Sinal do Relé do Motor de Partida W 0.8 GXL SPL-4 Ultra-sônico A ECB, Centro Eletr. B AA9
21D B Sinal do Relé do Motor de Partida W 0.8 GXL 140M, Módulo de DIODO E SPL-4 Ultra-sônico A
21D C Sinal do Relé do Motor de Partida W 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 15 SPL-4 Ultra-sônico A
21E Impulso do Imterruptor de Partida W 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 27 ECB, Centro Eletr. B D6
21E A Impulso do Imterruptor de Partida W 0.8 TXL ENG, Motor Cabine 27 EDC7, Controlador do Motor 32
21F Terra do EDC7 Digital W 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 11 ECB, Centro Eletr. B B5
21F A Terra do EDC7 Digital W 0.8 GXL ENG, Motor Cabine 11 SPL-EDC3, Ultra-sônico A
21F B Terra do EDC7 Digital W 0.8 TXL SPL-EDC3, Ultra-sônico A EDC7, Controlador do Motor 29
21F C Terra do EDC7 Digital W 0.8 TXL RTHP, Pedal do Acelerador 1 SPL-EDC3, Ultra-sônico A
21G EDC7 Relé de Controle de Impulso W 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 3 ECB, Centro Eletr. B AA10
21G A EDC7 Relé de Controle de Impulso W 0.8 TXL ENG, Motor Cabine 3 EDC7, Controlador do Motor 37
21H LSD do Relé de Controle de Impulso W 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 4 ECB, Centro Eletr. B A9
21H A LSD do Relé de Controle de Impulso W 0.8 TXL ENG, Motor Cabine 4 EDC7, Controlador do Motor 17
21K Sinal de Partida do Interr de Ign W 0.8 GXL S-KEY, Interruptor de Ignição 2 SPL-CRK, Ultra-sônico A

21K A Sinal de Partida do Interr de Ign AIC-2, Conjunto de


W 0.8 TXL SPL-CRK, Ultra-sônico A 17
Instrumentos Avançado 2
21K B Sinal de Partida do Interr de Ign W 0.8 GXL SPL-CRK, Ultra-sônico A ECB, Centro Eletr. B B3
24B Sinal de Aceleração W 0.8 TXL RTHP, Pedal do Acelerador 3 EDC7, Controlador do Motor 79
24B A Sinal de Aceleração W 0.8 TXL RTHP, Pedal do Acelerador 3 QSM11, Controlador do Motor 47
24L Interr de Marcha Lenta W 0.8 TXL RTHP, Pedal do Acelerador 6 EDC7, Controlador do Motor 48

24R Terra do Sensor de Posição da


W 0.8 TXL RTHP, Pedal do Acelerador 4 EDC7, Controlador do Motor 78
Válvula de Aceleração
Terra do Sensor de Posição da
24R A W 0.8 TXL RTHP, Pedal do Acelerador 4 QSM11, Controlador do Motor 49
Válvula de Aceleração
24S Alimentação da Aceleração W 0.8 TXL RTHP, Pedal do Acelerador 5 EDC7, Controlador do Motor 77
24S A Alimentação da Aceleração W 0.8 TXL RTHP, Pedal do Acelerador 5 QSM11, Controlador do Motor 48

25A W 0.8 GXL 7 ESS, Sensor de Rotação do 1


Sinal de Rotação do Motor TRANS, Cabine Transmissão
Trançado Motor
25A A Sinal de Rotação do Motor LU 0.8 TXL CAB-T, Transmissão Cabine 7 TECM, Trans 19

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-30

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

25B W 0.8 GXL 9 1


Sinal de Rotação Int TRANS, Cabine Transmissão ISS, Sensor de Rotação Int
Trançado
25B A Sinal de Rotação Int LU 0.8 TXL CAB-T, Transmissão Cabine 9 TECM, Trans 42

25C W 0.8 GXL 8 TSS, Sensor de Rotação da 1


Sinal de Rotação da Turbina TRANS, Cabine Transmissão
Trançado Turbina
25C A Sinal de Rotação da Turbina LU 0.8 TXL CAB-T, Transmissão Cabine 8 TECM, Trans 41
OSS, Sensor da Velocidade
25D Sinal de Velocidade Saída LU 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 10 2
de Saída
25D A Sinal de Velocidade Saída LU 0.8 TXL CAB-T, Transmissão Cabine 10 TECM, Trans 62

25F TS1, Mecanismo de B 43


Sinal para Frente LU 0.8 TXL TECM, Trans
Mudanças da Transmissão
DIANTEIRO, Chassi Dianteiro PBD, Interruptor da Pressão
25G Interruptor de Desaplicação do Freio LU 1.0 SXL 28 B
da Cabine de Desaplicação
CAB-F, Chassi da Cabine
25G A Interruptor de Desaplicação do Freio LU 0.8 GXL 28 SPL-DC, Ultra-sônico A
Dianteiro

25G B Interruptor de Desaplicação do Freio SDC, Interruptor de 1 A


LU 0.8 GXL SPL-DC, Ultra-sônico
Desaplicação
25G C Interruptor de Desaplicação do Freio LU 0.8 TXL SPL-DC, Ultra-sônico A TECM, Trans 66

25H STA, Interruptor Auto da 3 29


Sinal de Auto da Trans LU 0.8 TXL TECM, Trans
Trans.
25J Y6 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL TRANS, Cabine, Transmissão 21 TRC, Controle da Trans 6
25J A Y6 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL CAB-T, Cabine, Transmissão 21 TECM, Trans 51
25K Y1 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL TRANS, Cabine, Transmissão 16 TRC, Controle da Trans 1
25K 9 Y2 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL TRANS, Cabine Transmissão 16 TRC, Controle da Trans 2
25K A Y1 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL CAB-T, Cabine, Transmissão 16 TECM, Trans 56
25L Y2 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL TRANS, Cabine, Transmissão 17 TRC, Controle da Trans 2
25L 9 Y1 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL TRANS, Cabine, Transmissão 17 TRC, Controle da Trans 1
25L A Y2 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL CAB-T, Cabine, Transmissão 17 TECM, Trans 10
25M Y3 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL TRANS, Cabine, Transmissão 18 TRC, Controle da Trans 3
25M A Y3 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL CAB-T, Cabine, Transmissão 18 TECM, Trans 32
25N Y4 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL TRANS, Cabine, Transmissão 19 TRC, Controle da Trans 4
25N A Y4 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL CAB-T, Cabine, Transmissão 19 TECM, Trans 55
25P Y5 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL TRANS, Cabine, Transmissão 20 TRC, Controle da Trans 5
25P A Y5 Válvula do Solenóide da Trans LU 0.8 TXL CAB-T, Cabine, Transmissão 20 TECM, Trans 9

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-31

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

25R TS1, Mecanismo de C 64


Sinal de Marcha a Ré LU 0.8 TXL TECM, Trans
Mudanças da Transmissão
TRC, Controle da
25S VPS1 Energia do Interruptor de Saída LU 0.8 TXL TRANS, Cabine, Transmissão 22 7
Transmissão
25S A VPS1 Energia do Interruptor de Saída LU 0.8 TXL CAB-T, Cabine, Transmissão 22 SPL-D12, Ultra-sônico A
25S B VPS1 Energia do Interruptor de Saída LU 0.8 TXL SPL-D12, Ultra-sônico A TECM, Trans 12
25S C VPS1 Energia do Interruptor de Saída LU 0.8 TXL SPL-D12, Ultra-sônico A TECM, Trans 13

25T Sinal de Neutro LU 0.8 GXL SPL-NEU, Ultra-sônico A ECB, Centro Eletr. B D3.

TS1, Mecanismo de
25T B Sinal de Neutro LU 0.8 GXL D SPL-NEU, Ultra-sônico A
Mudanças da Transmissão
25T C Sinal de Neutro LU 0.8 TXL SPL-NEU, Ultra-sônico A TECM, Trans 67

25W TS2, Mecanismo de B 65


Sinal da 3ª e 4ª Marchas LU 0.8 TXL TECM, Trans
Mudanças da Transmissão
Sinal de Redução de Marcha TS2, Mecanismo de
25Y LU 0.8 GXL D SPL-D11, Ultra-sônico A
(Kick Down) da Trans Mudanças da Transmissão
Sinal de Redução de Marcha
25Y A LU 0.8 TXL SPL-D11, Ultra-sônico A TECM, Trans 22
(Kick Down) da Trans
Sinal de Redução de Marcha 197F, Cabine Principal de
25Y B LU 0.8 GXL 6 SPL-D11, Ultra-sônico A
(Kick Down) da Trans FNR
Sinal de Redução de Marcha 20M, Retorno da Marcha da 197M, Cabine Principal de
25Y C LU 0.8 GXL 2 6
(Kick Down) da Trans Trans FNR
TS2, Mecanismo de
25Z Sinal da 1ª e 4ª Marchas LU 0.8 TXL C TECM, Trans 63
Mudanças da Transmissão
STE, Interruptor de Ativação
26E Sinal de Ativação da Trans LU 0.8 TXL 3 TECM, Trans 31
da Trans
197M, Cabine Principal de
26F A Sinal Para Frente de FNR LU 0.8 GXL 2 SFNR, Interruptor do FNR 6
FNR
197F, Cabine Principal de
26F B Sinal Para Frente de FNR LU 0.8 TXL 2 TECM, Trans 20
FNR
26J Ponte do Interruptor de FNR LU 0.8 GXL SFNR, Interruptor do FNR 2 SFNR, Interruptor do FNR 4

26N A Sinal de Neutro de FNR 197M, Cabine Principal de


LU 0.8 GXL SFNR, Interruptor do FNR 3 3
FNR
197F, Cabine Principal de
26N B Sinal de Neutro de FNR LU 0.8 TXL 3 TECM, Trans 44
FNR
197M, Cabine Principal de
26R A Sinal da Marcha a Ré de FNR LU 0.8 GXL SFNR, Interruptor do FNR 1 4
FNR

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-32

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

26R B Sinal da Marcha a Ré de FNR 197F, Cabine Principal de 4 30


LU 0.8 TXL TECM, Trans
FNR
28E Sinal do Relé de Éter W 1.0 SXL PRM-C2, Sinal de PRM A ENG, Motor Cabine 16

28F Controle do Relé dos Aquecedores de


W 0.8 TXL PRM-C2, Sinal de PRM A EDC7, Controlador do Motor 36
Filtros
Dr da Fonte do Aquec do Ar de GHC, Relé do aquecedor do
+28G W 1.0 GXL 1 EDC7, Controlador do Motor 12
Admissão ar de Admissão
28H Sinal do Interruptor de Éter W 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 16 SETHR, Interruptor de Éter 3

28J AIC-1, Conjunto de


Sinal de Ok do A/C de Éter W 0.8 GXL SETHR, Interruptor de Éter 2 19
Instrumentos Avançado 1
28P Energia do Solenóide de Éter W 1.0 SXL PRM-C1, PRM Saída C ETHR, Solenóide de Éter A

31D Sinal do Nível do Liquido de CLS, Ponte de Arref – Emissor


Y 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 2 A
Arrefecimento de Arrefecimento
Sinal do Nível do Liquido de AIC-2, Conjunto de
31D A +Y 0.8 TXL CAB-T, Transmissão Cabine 2 26
Arrefecimento Instrumentos Avançado 2

31D B Emissor do Nível do Liquido de Y 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 2 TRAN-E, Trans ao Motor 3
Arrefecimento, Motor Trans
Emissor do Nível do Liquido de CLS, Ponte de Arref – Emissor
31D C Y 1.0 SXL A ENG-T, Motor à Trans 3
Arrefecimento, Motor Trans de Arrefecimento
PAF, Interr. de Restrição do
31F Sinal do Interr de Restr do Filtro de Ar Y 1.0 SXL ENG, Motor Cabine 28 1
Filtro de Ar
31F A Sinal do Interr de Restr do Filtro de Ar +Y 0.8 TXL CAB-E, Cabine Motor 28 SW-PD, Apoio do Interruptor 5

31H Sinal do Interr de Restr do Filtro PHF, Interr de Restr do Filtro


Y 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 23 1
Hidráulico do Fluido Hidráulico
Sinal do Interr de Restr do Filtro
31H A Y 0.8 GXL SW-PD, Apoio do Interruptor 4 CAB-T, Transmissão Cabine 23
Hidráulico
SPC, Interruptor do Controle AIC-2, Conjunto de
31L Alta do Interruptor de Controle Piloto +Y 0.8 TXL 3 18
Piloto Instrumentos Avançado 2
FM, Interr de Manutenção do
32F Interr de Manut. do Filtro da Trans Y 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 31 1
Filtro da Trans
32F A Interr de Manut.do Filtro da Trans +Y 0.8 TXL CAB-T, Transmissão Cabine 31 TECM, Trans 17

32J A Indicção de Ativação da Trans 197M, Cabine Principal de


Y 0.8 GXL SFNR, Interruptor do FNR 7 5
FNR
STE, Interruptor de Ativação
32J C Indicção de Ativação da Trans Y 0.8 GXL 9 SPL-D16, Ultra-sônico A
da Trans
32J D Indicção de Ativação da Trans +Y 0.8 TXL SPL-D16, Ultra-sônico A TECM, Trans 5

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Brazil


4002-33

Códigos de Identificação dos Fios


21C Bk - 1.0
Tamanho do fio (mm2) 0.8 mm 1.0 mm 2.0 mm 5.0 mm

Cor do Fio Bk = Preto DU = Azul Escuro S = Cinza LG = Verde Claro K = Rosa


Nome do Fio T = Castanho W = Branco N = Marrom G = Verde U = Azul
LU = Azul Claro Or = Laranja R = Vermelho P = Violeta Y = Amarelo

Identificação do Fio Do Conector Ao Conector


Cor,
Fio CIRCUITO Tamanho Conector Cavidade Conector Cavidade
e Material

32J E Indicção de Ativação da Trans 197F, Cabine Principal de 5 A


Y 0.8 GXL SPL-D16, Ultra-sônico
FNR
Baixa Pressão de Advertência do DIANTEIRO, Chassi Dianteiro PBW, Intr. De Pressão de
33P Y 1.0 SXL 26 1
Freio da Cabine Advertência do Freio
Baixa Pressão de Advertência do CAB-F, Chassi da Cabine AIC-2, Conjunto de
33P A +Y 0.8 TXL 26 5
Freio Dianteiro Instrumentos Avançado 2
Baixa Pressão do Acumulador de AIC-2, Conjunto de
33R +Y 0.8 TXL CAB-T, Transmissão Cabine 1 4
Freio Redundante Instrumentos Avançado 2
Baixa Pressão do Acumulador de
33R A Y 1.0 SXL TRANS, Cabine Transmissão 1 SPL-RD, Ultra-sônico A
Freio Redundante
Baixa Pressão do Acumulador de PRB2, Interruptor de Freio
33R B Y 1.0 SXL SPL-RD, Ultra-sônico A A
Freio Redundante Redundante

33R C Baixa Pressão do Acumulador de Y 1.0 SXL SPL-RD, Ultra-sônico A PRB1, Interruptor de Freio A
Freio Redundante Redundante
Interruptores do Freio de SPB, Interruptor do Freio de AIC-2, Conjunto de
33U +Y 0.8 TXL 3 6
Estacionamento Estacionamento Instrumentos Avançado 2
35A 9 Energia do Alarme de Marcha a Ré Y 1.0 SXL HD-9, Capuz ao Motor 7 E-HD9, Transmissão-Capuz B
Saída do Relé de Alarme da Marcha a
35A A Y 0.8 GXL SPL-PK1, Junção de 3-4 Vias L ECD, Controle Eletr. D AA9

Interruptor de Desativação do Alarme SBU, Interr de Desat do
35A B Y 0.8 GXL 2 SPL-PK1, Junção de 3-4 Vias K
de Marcha a Ré Alarme de Marcha a Ré
Saída do Relé de Alarme da Marcha a
35A C Y 0.8 GXL CAB-E, Cabine Motor 7 SPL-PK1, Junção de 3-4 Vias M:

Saída do Relé de Alarme da Marcha a 209M, Ponte de Desat do
35A D Y 0.8 GXL A SPL-PK1, Junção de 3-4 Vias J
Ré Alarme de Marcha a Ré
Saída do Relé de Alarme da Marcha a 209M, Ponte de Desat do
35A E Y 0.8 SXL A SPL-D8-C1 Ultra-sônico A
Ré Alarme de Marcha a Ré
Saída do Relé de Alarme da Marcha a
35A F Y 0.8 SXL CAB-E, Cabine, Motor 40 SPL-D8-C1 Ultra-sônico A

Saída do Relé de Alarme da Marcha a
35A G Y 0.8 SXL ENG, Motor Cabine 40 E-HD, Capuz da Trans B

35A Saída do Relé de Alarme da Marcha a
Y 1.0 SXL ENG, Motor Cabine 40 ENG-H, Motor ao Capuz 7
GN Ré
Saída do Relé de Alarme da Marcha a
35A H Y 1.0 SXL HD-E, Capuz de Trans B BU2, Alarme da Marcha a Ré 1

35A Saída do Relé de Alarme da Marcha a
Y 1.0 SXL HD-N, Capuz ao Motor 7 BU2, Alarme da Marcha a Ré 1
HN Ré

Bra 5-2750 Edição 6-07 Printed in Br