Você está na página 1de 14

Instituto Metropolitano de Educação e Cultura

Ltda.
FAMA – Faculdade Metropolitana de Anápolis.
FARMÁCIA.

TECNOLOGIA
FARMACÊUTICA

Professor: Marcelo Garcez Rodrigues.

Anápolis, 2018.
“Tecnologia farmacêutica é uma ciência de aplicação que
tem por fim obter preparações farmacêuticas, a que se dá
o nome de medicamentos”
“A Tecnologia farmacêutica estuda, portanto, a
transformação dos produtos naturais (animais, vegetais e
minerais), de síntese ou obtidos por processos
biotecnológicos, em medicamentos dotados de máxima
atividade, doseadas com a maior precisão e apresentadas
sob uma forma que facilite a sua conservação e
administração”.
CONCEITOS FUNDAMENTAIS:
- DROGA = Produtos de origem animal, vegetal ou mineral
que modifica a função fisiológica (com ou sem intenção
benéfica);
 Substância da qual se extrai o princípio ativo com ação
farmacológica. “Matéria-prima de uso farmacêutico.”
- FÁRMACO / PRINCÍPIO ATIVO = Substância
quimicamente caracterizada, cuja ação farmacológica é
conhecida e responsável total ou parcialmente pelos efeitos
terapêuticos do medicamento.
- MEDICAMENTO = Produto farmacêutico, tecnicamente
obtido ou elaborado, que contém um ou mais fármacos
juntamente com outras substâncias (excipientes / veículos),
com finalidade profilática, curativa, paliativa ou para fins de
diagnóstico.
Classificação dos Medicamentos:
- MEDICAMENTOS OFICINAIS = São aqueles cuja fórmula e
técnica de preparo estão descritas e oficializadas em farmacopeias
ou outros compêndios oficiais.
- MEDICAMENTOS MAGISTRAIS = São aqueles preparados
nas farmácias obedecendo a informações expressas nas receitas
médicas individualizadas, contendo a composição qualitativa e
quantitativa, a forma farmacêutica e a via de administração e
posologia. Esses medicamentos não estão descritos nas
farmacopeias.
- MEDICAMENTOS ESPECIALIZADOS ou
ESPECIALIDADES FARMACÊUTICAS® = São preparações
farmacêuticas apresentadas no mercado em embalagem própria,
destinado a ser entregue ao consumidor, com a ação terapêutica
comprovada sob forma estável e nome convencional segundo
regulamentação governamental. Produto oriundo da indústria
farmacêutica com registro na ANVISA: referência, similar ou
genérico.
CONCEITOS FUNDAMENTAIS:
- REMÉDIO = Todos os meios usados com o fim de
prevenir ou de curar doenças. Qualquer procedimento que
visa a cura ou a prevenção de doenças;
- Deste modo, são remédios não só os medicamentos, mas
também os agentes de natureza física ou psíquica a que se
recorre na terapêutica;
-  Fé / Crença / Influência / Usado com intenção benéfica.
Alopatia x Homeopatia:
- Aplicação de medicamentos é expresso por 2 leis:
- Contraria contrariis curantur » curar provocando uma
ação diferente no corpo  sistema terapêutico designado
por alopatia;
- Similia similibus curantur » curar provocando uma ação
semelhante no corpo  sistema terapêutico designado por
homeopatia.
Fórmula Farmacêutica:
- Relação de todos os componentes de um determinado
medicamento = Representação qualitativa e quantitativa de
seus componentes.
Componentes básicos de uma FÓRMULA:
Princípio ativo ou base medicamentosa

Adjuvante Terapêutico ou Farmacológico

Adjuvante Técnico ou Farmacotécnico

Corretivos

Veículo / Excipiente
Fórmula Farmacêutica:
- Conjunto de componentes que constituem uma
especialidade farmacêutica.
- Princípio Ativo / Base Medicamentosa = Componente da
formulação dotado de efeito terapêutico. É o fármaco com
atividade principal. Uma formulação pode conter um ou mais
princípios ativos, conforme a necessidade do paciente.
- Adjuvantes Farmacológicos = são fármacos auxiliares
que potencializam a ação farmacológica da base
medicamentosa; auxiliam o princípio ativo na sua ação
terapêutica.
» Os fármacos raramente são administrados isoladamente,
ao contrário, fazem parte de uma formulação combinada
com um ou mais componentes não medicinais com funções
variadas e específicas denominados adjuvantes
farmacotécnicos.
Fórmula Farmacêutica:
- Adjuvantes Farmacotécnicos = são agentes que
solubilizam, suspendem, espessam, diluem, emulsificam,
estabilizam, aglutinam, exercem efeito antiaderente,
conservam, colorem, flavorizam e possibilitam a obtenção de
formas farmacêuticas estáveis, eficazes e atraentes.
Veículo / Excipiente = são agentes farmacotécnicos
(portanto, destituídos de atividade farmacológica) que apenas
dão corpo ao fármaco, diluindo-os à concentração
conveniente ou proporcionando maior facilidade na
administração. Observação:
» VEÍCULOS  termo empregado para preparações líquidas.
. Exemplos: água, óleo álcoois e outros.

» EXCIPIENTE  termo empregado para preparações


sólidas e semissólidas.
. Exemplos: vaselina, ceras, silicone, gelatina e outros.
Estudo Farmacotécnico:
- DORFLEX® = . Orfenadrina .............................. 35 mg
Adjuvante farmacológico –
relaxante muscular
. Dipirona sódica ...................... 300 mg

Princípio ativo – ação


analgésica / antipirética

. Cafeína anidra ........................ 300 mg


Adjuvante farmacológico – ação estimulante
do SNC / potencializa ação analgésica
Estudo Farmacotécnico:
- DESCON® = . Paracetamol ........................ 400 mg
Princípio ativo – ação
analgésica / antipirética
. Fenilefrina ........................... 4 mg

Adjuvante farmacológico –
ação descongestionante nasal

. Clorfeniramina ........................ 4 mg

Adjuvante farmacológico – ação anti-


histamínica (anti-alérgica)
Estudo Farmacotécnico:
- Talco farmacêutico ...................................
- Lactose ......................................................
- Celulose ....................................................
- Dióxido de Titânio ....................................
- Estearato de magnésio .............................
- Amido .......................................................
- Ácido esteárico .........................................

Adjuvante farmacotécnico –
Excipientes
Medicamento:
- FÁRMACO = agente dotado de ação farmacológica que se
pretende usar no diagnóstico, na mitigação, no tratamento, na
cura ou prevenção de doenças.
- EXCIPIENTE = “substância inerte” adicionada a uma
formulação com o objetivo de conferir consistência
satisfatória ou forma ao fármaco (para dar volume e peso à
fórmula).
- Operações Farmacêuticas = conjunto de operações de
manipulação a que se submete os fármacos para preparação
de medicamentos.
- Exemplos: dissolução, diluição, pulverização, filtração,
tamisação, decantação, clarificação, dessecação, etc.
- FÁRMACO  FORMA FARMACÊUTICA.
FÁRMACO

EXCIPIENTES

OPERAÇÕES FARMACÊUTICAS

MEDICAMENTO

Forma Farmacêutica