Você está na página 1de 4

COMISSÃO DE ESTUDOS PARA DESENVOLVIMENTO DE

PROJETOS E AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL


Área do Projeto: Vice-presidência de Desenvolvimento Profissional e Institucional Emissão: 26/5/2011
Vice-presidente Maria Clara Cavalcante Bugarim Pág.: 1 de 4

DECLARAÇÃO DE ESCOPO
1. APRESENTAÇÃO
Durante o mês de junho de 2010, os estados de Pernambuco e Alagoas foram duramente castigados por
grandes enchentes, deixando os municípios de Santana do Mundaú e Água Preta arrasados e suas
populações sem abrigo;
Diante desta realidade, a Classe Contábil brasileira em um ato de responsabilidade socioambiental e de
solidariedade se comprometeu em construir 100 unidades habitacionais nesses municípios, por meio da
Campanha SOS Santana do Mundaú e Água Preta, desde que os referidos Municípios como contra-partida
apresentassem as condições de legalidade e infraestrutura necessárias para o cumprimento do objeto;
Considerando que o Conselho Federal de Contabilidade, após várias tentativas para que os referidos
municípios apresentassem as condições adequadas de infraestrutura para viabilidade do objeto da campanha,
não obteve resposta da documentação do terreno devidamente regularizado, com infraestrutura de água,
esgoto, energia e arruamento, o que inviabiliza a execução do projeto.
Considerando que o Governo do Estado de Alagoas se manifestou no sentido de que o déficit habitacional do
município de Santana do Mundaú estaria contemplado pelo programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo
Federal, entendendo assim ser dispensável a ação de construção de unidades habitacionais naquele
município.
Considerando que o município de Água Preta se manifestou por meio do Ofício PMAP/GAP n.º 089/2011, no
qual apresentando terreno com área total de 14 (quatorze) hectares, para a finalidade proposta, porém consta
do referido ofício que ”não foi possível legalizar o mesmo até o momento”, condição sine qua non para a
consecução do objeto.
Considerando que até a presente data a Fundação Brasileira de Contabilidade arrecadou, em 11 de maio de
2011, o total de R$ 543.932,04 (quinhentos e quarenta e três mil novecentos e trinta e dois reais e quatro
centavos).
Considerando a necessidade de readequar a aplicação dos recursos arrecadados com a campanha SOS
Santana do Mundaú e Água Preta, que tinha como objeto dar apoio aos desabrigados pelos desastres
causados pelas enchentes nas cidades de Santana do Mundaú-AL e Água Preta-PE com a construção de 100
unidades habitacionais;
Considerando, ainda, que diante da situação acima exposta a qual já decorreu quase um ano do desastre
ocorrido e a preocupação deste Conselho na inviabilidade do cumprimento do objeto, resolve convidar o
Ministério Público a integrar a comissão responsável pela execução deste projeto, conforme Portaria CFC n.º
012/11, com a finalidade de juntos encontrarmos a maneira mais viável de executar um projeto de cunho
socioambiental que compreendesse os destinos dos recursos ora arrecadados para o objetivo anteriormente
traçado.

Elaborado por: Comissão de Estudos para Desenvolvimento de Projetos e Ações de Responsabilidade Social
COMISSÃO DE ESTUDOS PARA DESENVOLVIMENTO DE
PROJETOS E AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
Área do Projeto: Vice-presidência de Desenvolvimento Profissional e Institucional Emissão: 26/5/2011
Vice-presidente Maria Clara Cavalcante Bugarim Pág.: 2 de 4

2. DESCRIÇÃO DO PROJETO
Idealização:
Conselho Federal de Contabilidade e a Profis – Associação Nacional de Procuradores e Promotores de Justiça
de Fundações e Entidades de Interesse Social
Apoio:
• FBC - Fundação Brasileira de Contabilidade.
• Fenacon - Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento,
Perícias, Informações e Pesquisas;
• SESCON-SP – Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento,
Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo;
• ABRACICON – Academia Brasileira de Ciências Contábeis

3. OBJETIVO ESTRATÉGICO DO CFC AO QUAL O PROJETO ESTÁ LIGADO


Atuar como fator de proteção da sociedade

4. PROGRAMA E SUBPROGRAMA
Educação Continuada e Valorização Profissional

5. RESPONSÁVEL PELO PROJETO (NOME E RESPONSABILIDADES/ATRIBUIÇÕES)


Contadora Maria Clara Cavalcante Bugarim - Vice-presidente de Desenvolvimento Profissional e Institucional

6. OBJETIVOS
• Simpósios Nacionais e Regionais sobre a Contabilidade das Entidades do Terceiro Setor
• Edição de Manual de Procedimentos Contábeis e Prestação de Contas das Fundações e Entidades de
Interesse Social
• Controle social e orçamento familiar
• Edição de cartilhas sobre controle social e orçamento familiar

7. JUSTIFICATIVA
Com o propósito de contribuir na gestão eficiente e transparente dos recursos públicos e de assegurar ao
cidadão a participação ativa nas ações de controle da execução do orçamento público com a finalidade de
contribuir na solução de problemas e promover um espaço democrático para avaliação das metas a serem
alcançadas na execução nos programas e políticas públicas em prol da sociedade, garantidos no art. 5º da
Constituição Federal.
Diante da necessidade de promover orçamento familiar que vise planejamento, definição de prioridades e
controle de fluxo para melhor garantir a estabilidade das finanças no presente e promover planos para o futuro.
O terceiro setor tem contribuído sobremaneira na promoção de projetos de cunhos culturais, sociais, de
desenvolvimento do trabalho, com a fomentação de oportunidade de trabalho, atuando como entidades
auxiliares na execução de políticas, o que torna cada vez mais indispensável a organização de seu patrimônio
com a conseqüente adequação de suas prestações de contas ao novo modelo contábil. Dessa forma, garante
os pré-requisitos de sua condição filantrópica, beneficente e de assistência social e presta conta de forma
Elaborado por: Comissão de Estudos para Desenvolvimento de Projetos e Ações de Responsabilidade Social
COMISSÃO DE ESTUDOS PARA DESENVOLVIMENTO DE
PROJETOS E AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
Área do Projeto: Vice-presidência de Desenvolvimento Profissional e Institucional Emissão: 26/5/2011
Vice-presidente Maria Clara Cavalcante Bugarim Pág.: 3 de 4

adequada também as suas entidades financiadoras.

8. INTEGRANTES
Juarez Domingues Carneiro (CFC)
Maria Clara Cavalcante Bugarim (CFC)
José Martonio Alves Coelho (FBC)
Leo Charles Henri Brossard II (Profis)
Joaquim de Alencar Bezerra Filho (CFC)
Gardênia Maria Braga de Carvalho (CFC)
Adeildo Osório de Oliveira (FBC)
Airton Grazzioli (Ministério Público)
José Maria Chapina Alcazar (Sescon-SP)
Elys Tevania Alves de Souza Carvalho (CFC)
Simone Neves Ortiga (CFC)

9. PRODUTOS / METAS
SIMPÓSIOS NACIONAIS E REGIONAIS SOBRE A CONTABILIDADE E PRESTAÇÃO DE CONTAS DAS
ENTIDADES DO TERCEIRO SETOR

PRODUTOS:
- 1 Simpósio Nacional sobre a Contabilidade das Entidades do Terceiro Setor;
- 9 Simpósios Regionais sobre a Contabilidade das Entidades do Terceiro Setor;

METAS:
• Tempo estimado para a realização dos eventos: até dezembro/2011.
• Valor de cada evento a ser realizado: R$ 30 mil.
Valor total: R$ 300.000,00

EDIÇÃO DE MANUAL DE PROCEDIMENTOS CONTÁBEIS E PRESTAÇÃO DE CONTAS DAS ENTIDADES


DO TERCEIRO SETOR

PRODUTOS:
- Edição de Manual de Procedimentos Contábeis e Prestação de Contas das Fundações de Interesse
Social.

METAS:
• Tempo estimado para a edição: dezembro/2011.
• Quantidade de exemplares: 15 mil.
• Valor de cada exemplar: R$ 3,33
Valor total: R$ 50.000,00

Elaborado por: Comissão de Estudos para Desenvolvimento de Projetos e Ações de Responsabilidade Social
COMISSÃO DE ESTUDOS PARA DESENVOLVIMENTO DE
PROJETOS E AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
Área do Projeto: Vice-presidência de Desenvolvimento Profissional e Institucional Emissão: 26/5/2011
Vice-presidente Maria Clara Cavalcante Bugarim Pág.: 4 de 4

CONTROLE SOCIAL E ORÇAMENTO FAMILIAR

PRODUTOS:
- 7 Capacitação de multiplicadores sobre o tema: “Controle Social e Orçamento Familiar”

METAS:
• Tempo estimado para a edição: dezembro/2011.
• Valor de cada evento a ser realizado: R$ 20 mil.
Valor total: R$ 140.000,00

CARTILHAS SOBRE CONTROLE SOCIAL E ORÇAMENTO FAMILIAR

PRODUTOS:
- Edição de Cartilha sobre Controle social e Orçamento Familiar

METAS:
• Tempo estimado para a edição: dezembro/2011.
• Quantidade de exemplares: 30 mil.
• Valor de cada exemplar: R$ 1,50
Valor total: R$ 45.000,00

Elaborado por: Comissão de Estudos para Desenvolvimento de Projetos e Ações de Responsabilidade Social