Você está na página 1de 11

HARDWARE

Conceitos básicos

 Numeração Binária. Decimal e Hexadecimal


 Bit, Bytes e medidas
 Taxa de Transferência, Clock
 Tranmissão Serial e Paralela

 Numeração Decimal
 É a numeração que usamos em nosso dia-à-dia
 Usamos dez algarismos diferentes
 Ultiliza a base dez
Exemplo:
127 = 1 x 10² + 2 x 10 + 7 x 10 = 100 + 20 + 7
 Numeração Binária
 É usada em Informática
 Só Utiliza dois algarismos: 0 e 1
 Utiliza base 2
Exemplo:
O número 6 na base 10 equivale à 100 na base 2
1 x 2² + 1 x 2¹ + 0 x 2 =
4+2+0
 Bits, Bytes e medidas
 O bit é a menor unidade que p computador manipula
 Cada bit representa um ‘’1’’ ou um ‘’0’’
 Representada por um ‘’b’’ minúsculo
 A palavra bit vem de ‘’binary digital’’
 Para formarmos um caractere, precisamos de 8 bits
 Em informática, aceitamos que 1 Byte equivale a 8 bits
 Para não haver confusão o Byte é representado por ‘’ B’’
maiúsculo
 Tome cuidado para não confudir ‘’ bits’’ com ‘’ Bytes’’
 Se você quiser transformar um valor dado em Bytes em
bits, basta multiplicar tal valor por 8
 Por exemplo: 16Bytes equivale à 128bits.
 Caso precise transfomar bits em Bytes, divida o valor por 8
Transmissão Serial e Paralela

 Na transmissão serial, os bits são transmitidos um após o


outro (em ‘’ série’’).
 Essa transmissão é medida em ‘’ bits’’ por segundo’’ (bps).
 Exemplo: rede, sata, USB.
 Na transmissão paralela, mais de um bit é enviado por vez.
 Essa transmissão é medida em ‘’ Bytes por segundo’’ (Bps).
 Exemplo: barramentos internos, como os que transmitem
informações entre memória e processador.
 Taxa de Transmissão
 A taxa de transmissão é medida multiplicando-se a
quantidade de bits (que podem ser enviados de uma vez)
pelo clock.
 O clock por sua vez é um sinal de controle que indica com
que frequência os bits podem ser enviados.
 A frequência é medida em ‘’ ciclos por segundo’’ e a sua
unidade é o Hertz (Hz).

Atenuação e EMI

 Sempre que uma corrente elétrica passa por um condutor,


um campo eletromagnético é gerado.
 O campo eletromagnético causa interferência em um
condutor que esteja paralelo a ele e essa interferência
atenua o sinal.
 Esse é um motivo pelo qual os cabos paralelos não chegam
em distâncias tão grandes quando os cabos que
transmitem sinal serial
 Ademais, é muito mais complexo sincronizar vários sinais
entre dois dispositivos do que um só e isso se torna um
problema com os ciclos de clock que trabalhamos hoje
 Resumo
 O bit é a menor unidade que o computador pode
manipular.
 Um Byte equivale a oito bits.
 Taxa de transferência (ou bit rate) indica a quantidade de
bits que podem ser transmitidos em um dado intervalo de
tempo.
 Os bits podem ser transferidos de forma serial ou paralela.

Interfaces de Entrada e Saída


Em inglês, I/O (Input / Output)
Interfaces de comunicação para entrada e saída de dados.
Essas interfaces permitem que você insira dados no
computador e receba os resultados.
A interface mais comum hoje em dia é a USB,
Mas outras são encontradas facilmente, principalmente em
micros mais antigos.
USB (universal Serial Bus)
É a interface mais utilizada hoje em dia.
É a conexão usada em dispositivos
como impressoras, scanners, mouse,
teclado, HD externo entre outros.
Esses dispositivos são do tipo Hot Swap,
ou seja, eles podem ser adcionados ou
removidos sem a necessidade de
desligar o computador