Você está na página 1de 14

S ERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

MINIS TÉRIO DA EDUCAÇÃO


S ECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFIS S IONAL E TECNOLÓGICA
INS TITUTO FEDERAL FLUMINENS E

EDITAL N.º 14 - REITORIA, DE 1 DE FEVEREIRO DE 2018

Edital de Retificação - Referente ao Edital N.º 236, de 28 de dezembro de 2017 – Concurso Público para
Técnicos-Administrativos em Educação

O REITOR do INS TITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FLUMINENS E -


IFFluminense, nomeado pelo o mecreto Presidencial de 05 de abril de 2016, publicado no miário Oficial da União
(m.O.U.) de 06 de abril de 2016, no uso de suas atribuições legais, resolve RETIFICAR, o Edital N.º 236, de 28 de
dezembro de 2017, publicado no m.O.U. de 02/01/2018, seção 3, páginas 65 a 70.

1. Onde se lê:

1.2. O Concurso Público destina-se ao provimento de 16 (dezesseis) vagas e das que vierem a ser disponibilizadas no
prazo de validade do Concurso, dentro do número de classificados, distribuídas por cargos, para atender às
necessidades dos campi e da reitoria do áFFluminense, incluindo aqueles oriundos do processo de expansão da
ánstituição.

1.3. As vagas estão assim distribuídas:

1.3.1. 04 (uma) vagas para o cargo de nível de classificação C.

1.3.2. 03 (três) vagas para o cargo de nível de classificação m.

1.3.3. 09 (nove) vagas para o cargo de nível de classificação E.

Leia-se:

1.2. O Concurso Público destina-se ao provimento de 17 (dezessete) vagas e das que vierem a ser disponibilizadas
no prazo de validade do Concurso, dentro do número de classificados, distribuídas por cargos, para atender às
necessidades dos campi e da reitoria do áFFluminense, incluindo aqueles oriundos do processo de expansão da
ánstituição.

1.3. As vagas estão assim distribuídas:

1.3.1. 04 (uma) vagas para o cargo de nível de classificação C.

1.3.2. 03 (três) vagas para o cargo de nível de classificação m.

1.3.3. 10 (dez) vagas para o cargo de nível de classificação E.

2. Onde se lê:

3.4. A jornada de trabalho dos servidores ocorrerá durante o turno diurno e/ou noturno, de acordo com as
necessidades da ánstituição.

3.5. A estrutura remuneratória do Plano de Carreiras dos servidores Técnico-Administrativos em Educação


estabelecida pela Lei 13.325, de 29 de julho de 2016, é a que segue:

Valor do Vencimento Básico


Níveis de Classificação/Nível de
Capacitação/Padrão de Vencimento
(R$)

C - á -1 1.945,07

m - á -1 2.446,96

E-á–1 4.180,66

3.5.1. O art. 12 da Lei N.º 11.091/2005, alterada pelas Leis N.o 11.233/2005, N.o 11.784/2008 e 12.772/2012, prevê o
áncentivo à Qualificação(áQ) para os servidores técnico-administrativo em educação, conforme abaixo especificado:

Área de
Nível de escolaridade formal superior ao previsto para o Área de
conhecimento
exercício do cargo (curso reconhecido pelo Ministério da conhecimento com
com relação
Educação) relação indireta
direta

Ensino fundamental completo 10% -

Ensino médio completo 15% -

Ensino médio profissionalizante ou ensino médio com curso


20% 10%
técnico completo

Curso de graduação completo 25% 15%

Especialização, com carga horária igual ou superior a 360 h 30% 20%

M estrado 52% 35%

moutorado 75% 50%

3.6. A legislação garante, a pedido do servidor público federal, os seguintes benefícios:

a) auxílio alimentação, no valor de R$ 458,00 (quatrocentos e cinqüenta e oito reais) mensais;

b) auxílio pré-escolar, no valor de R$ 321,00 (trezentos e vinte e um reais) mensais, no caso do servidor possuir filhos
menores até seis anos;

c) auxílio saúde, caso o servidor possua Plano de Saúde;

d) auxílio transporte, nos termos da legislação em vigor.

Leia-se:

3.3. A jornada de trabalho dos servidores ocorrerá durante o turno diurno e/ou noturno, de acordo com as
necessidades da ánstituição.

3.4. A estrutura remuneratória do Plano de Carreiras dos servidores Técnico-Administrativos em Educação


estabelecida pela Lei 13.325, de 29 de julho de 2016, é a que segue:

Valor do Vencimento Básico


Níveis de Classificação/Nível de
Capacitação/Padrão de Vencimento
(R$)

C - á -1 1.945,07

m - á -1 2.446,96

E-á–1 4.180,66

3.4.1. O art. 12 da Lei N.º 11.091/2005, alterada pelas Leis N.o 11.233/2005, N.o 11.784/2008 e 12.772/2012, prevê o
áncentivo à Qualificação(áQ) para os servidores técnico-administrativo em educação, conforme abaixo especificado:

Área de
Nível de escolaridade formal superior ao previsto para o Área de
conhecimento
exercício do cargo (curso reconhecido pelo Ministério da conhecimento com
com relação
Educação) relação indireta
direta

Ensino fundamental completo 10% -

Ensino médio completo 15% -

Ensino médio profissionalizante ou ensino médio com curso


20% 10%
técnico completo

Curso de graduação completo 25% 15%

Especialização, com carga horária igual ou superior a 360 h 30% 20%

M estrado 52% 35%

moutorado 75% 50%

3.5. A legislação garante, a pedido do servidor público federal, os seguintes benefícios:


a) auxílio alimentação, no valor de R$ 458,00 (quatrocentos e cinqüenta e oito reais) mensais;

b) auxílio pré-escolar, no valor de R$ 321,00 (trezentos e vinte e um reais) mensais, no caso do servidor possuir filhos
menores até seis anos;

c) auxílio saúde, caso o servidor possua Plano de Saúde;

d) auxílio transporte, nos termos da legislação em vigor.

3. Onde se lê:

4.5.1. A comprovação dos requisitos mínimos pelo candidato dar-se-á no momento da convocação para nomeação.

4.6. Em hipótese alguma será processado qualquer registro de pagament o co m data posterior à data limite para
pagamento da taxa de inscrição, estabelecida no cronograma constante do Anexo á, mesmo que o candidato comprove
o agendamento feito àquela data.

4.7. As inscrições dos candidatos somente serão homologadas pelo áFFluminense após a comprovação do pagamento
da taxa de inscrição ou do deferimento da isenção do pagamento da taxa de inscrição.

4.8. As solicitações de inscrição cujos pagamentos forem efetuados após a data estabelecida no cronograma des t e
Edit al serão canceladas.

4.9. Não haverá, em hipótese alguma, restituição do valor da taxa de inscrição.

4.10. É vedada a inscrição condicional, extemporânea, via postal, via fax ou via correio eletrônico.

4.11. É vedada a transferência do valor pago a título de taxa para terceiros ou para outros concursos.

4.12. O áFFluminense não se responsabiliza pela solicitação de inscrição não recebida por motivos de ordem técnica
dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que
impossibilitem a transferência de dados.

4.13. É de exclusiva responsabilidade do candidato a informação dos dados cadastrais exigidos no ato de inscrição, sob
as penas da lei, pressupondo-se que, no referido ato, o mesmo tenha o conhecimento pleno do presente Edital e a
ciência de que preenche todos os requisitos.

4.14. Na hipótese de o candidato realizar mais de uma inscrição no sistema para cargos distintos, que constarem como
pagas ou com isenção deferida, dentro do período previsto para as inscrições, seu nome será incluído nas respectivas
listas de presença e a opção feita pelo candidato no dia da prova será respeitada.

Leia-se:

4.6.1. A comprovação dos requisitos mínimos pelo candidato dar-se-á no momento da convocação para nomeação.

4.7. Em hipótese alguma será processado qualquer registro de pagament o co m data posterior à data limite para
pagamento da taxa de inscrição, estabelecida no cronograma constante do Anexo á, mesmo que o candidato comprove
o agendamento feito àquela data.

4.8. As inscrições dos candidatos somente serão homologadas pelo áFFluminense após a comprovação do pagamento
da taxa de inscrição ou do deferimento da isenção do pagamento da taxa de inscrição.

4.9. As solicitações de inscrição cujos pagamentos forem efetuados após a data estabelecida no cronograma des t e
Edit al serão canceladas.

4.10. Não haverá, em hipótese alguma, restituição do valor da taxa de inscrição.

4.11. É vedada a inscrição condicional, extemporânea, via postal, via fax ou via correio eletrônico.

4.12. É vedada a transferência do valor pago a título de taxa para terceiros ou para outros concursos.
4.13. O áFFluminense não se responsabiliza pela solicitação de inscrição não recebida por motivos de ordem técnica
dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que
impossibilitem a transferência de dados.

4.14. É de exclusiva responsabilidade do candidato a informação dos dados cadastrais exigidos no ato de inscrição, sob
as penas da lei, pressupondo-se que, no referido ato, o mesmo tenha o conhecimento pleno do presente Edital e a
ciência de que preenche todos os requisitos.

4.15. Na hipótese de o candidato realizar mais de uma inscrição no sistema para cargos distintos, que constarem como
pagas ou com isenção deferida, dentro do período previsto para as inscrições, seu nome será incluído nas respectivas
listas de presença e a opção feita pelo candidato no dia da prova será respeitada.

4. Onde se lê:

8.2. Para os casos especificados nos itens 8.1.1 o candidato deverá proceder à formalização da solicitação,
preenchendo requerimento. O requerimento dever ser apresentando em envelope lacrado, identificado na parte externa
“ATENmáM ENTO ESPECáAL – CONCURSO PÚBLáCO 2017- EmáTAL 235/2017” com o nome do candidato,
número da inscrição, e dentro do envelope incluída cópia da inscrição, laudo médico conforme item 8.1.1 e
especificação do atendimento de que necessita e deverá ser entregue no protocolo geral da Reitoria, até o dia
estabelecido no Anexo á deste Edital, endereçado ao ánstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
Fluminense/Comissão Organizadora do Concurso – áFFluminense – Rua Coronel Walter Kramer, 357 - Parque Santo
Antônio – Campos dos Goytacazes/Rz - CEP 28080-565. Os candidatos que preferirem enviar a documentação via
postal, deverão encaminhar a postagem com aviso de recebimento (AR) ou via SEmEX, no prazo máximo de
postagem estabelecido no Anexo á deste Edital, para Comissão Organizadora do Concurso – áFFluminense – Rua
Coronel Walter Kramer, 357 - Parque Santo Antônio – Campos dos Goytacazes/Rz - CEP 28080-565, identificando
por fora do envelope com “ ATENmáM ENTO ESPECáAL - CONCURSO PÚBLáCO – EmáTAL 235/2017”.

Leia-se:

8.2. Para os casos especificados no item 8.1.1 o candidato deverá proceder à formalização da solicitação, preenchendo
requerimento. O requerimento dever ser apresentando em envelope lacrado, identificado na parte externa
“ATENmáM ENTO ESPECáAL – CONCURSO PÚBLáCO 2017- EmáTAL 236/2017” com o nome do candidato,
número da inscrição, e dentro do envelope incluída cópia da inscrição, laudo médico conforme item 8.1.1 e
especificação do atendimento de que necessita e deverá ser entregue no protocolo geral da Reitoria, até o dia
estabelecido no Anexo á deste Edital, endereçado ao ánstituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
Fluminense/Comissão Organizadora do Concurso – áFFluminense – Rua Coronel Walter Kramer, 357 - Parque Santo
Antônio – Campos dos Goytacazes/Rz - CEP 28080-565. Os candidatos que preferirem enviar a documentação via
postal, deverão encaminhar a postagem com aviso de recebimento (AR) ou via SEmEX, no prazo máximo de
postagem estabelecido no Anexo á deste Edital, para Comissão Organizadora do Concurso – áFFluminense – Rua
Coronel Walter Kramer, 357 - Parque Santo Antônio – Campos dos Goytacazes/Rz - CEP 28080-565, identificando
por fora do envelope com “ ATENmáM ENTO ESPECáAL - CONCURSO PÚBLáCO – EmáTAL 236/2017”.

5. Onde se lê:

131.1. A Nota final de cada candidato ao cargo de Tradutor ánterprete da Linguagem de Sinais atribuída após a
realização das provas objetiva e da prova prática, será calculada pela média aritmética simples do resultado obtido na
prova objetiva e na prova prática, sendo a nota final expressa com 2 (duas) casas decimais, ignorando-se os demais
algarismos.

Leia-se:

13.1.1. A Nota final de cada candidato ao cargo de Tradutor ánterprete da Linguagem de Sinais atribuída após a
realização das provas objetiva e da prova prática, será calculada pela média aritmética simples do resultado obtido na
prova objetiva e na prova prática, sendo a nota final expressa com 2 (duas) casas decimais, ignorando-se os demais
algarismos.
6. Onde se lê:

15.4. O candidato aprovado/classificado neste Concurso Público será nomeado de acordo com o resultado final
obtido, considerando a legislação pertinente, obedecendo-se às vagas existentes no cargo para o qual o candidato
concorreu e às vagas que vierem a existir para o Quadro Permanente do áFFluminense nos referidos cargos indicados.

15.4.1. O candidato aprovado/classificado que não aceitar a sua nomeação para assumir o cargo no campus ou na
reitoria, considerando o cargo para o qual concorreu, ficará automaticamente excluído do Concurso, uma vez que não
haverá, em hipótese alguma, reclassificação de candidatos para este caso, nem lista de espera.

15.4.2. No caso de não haver interesse por parte do candidato em aceitar essa lotação, ele deverá formalizar, no prazo
de 5 (cinco) dias úteis, a desistência da vaga por meio de declaração devidamente assinada a ser entregue pessoalmente
no áFFluminense ou via Sedex por meio de declaração com firma reconhecida em cartório, para o endereço da miretoria
de Gestão de Pessoas - : Rua Coronel Walter Kramer, 357 – Parque Santo Antonio – Campos dos Goytacazes/Rz-
CEP 28080-565.

15.4.3 Em caso de aceitação, o candidato deverá comparecer para entrega de documentação e será imediatamente
nomeado nos termos previstos na Lei No. 8112/90.

15.5. Na hipótese do não pronunciamento do candidato no prazo determinado após a convocação descrita no item 12,
o áFFluminense encaminhará e-mail informando a data da publicação da nomeação no miário Oficial da União e, caso o
candidato não se manifeste dentro do prazo previsto para posse, será considerado desistente deste Concurso e
permitirá ao áFFluminense convocar o próximo candidato da lista de classificação.

15.6. Qualquer candidato que, no prazo de 30 (trinta) dias após a publicação da nomeação no miário Oficial da União,
não tenha tomado posse, será considerado desistente do Concurso Público.

15.7. Em se tratando de candidato, que esteja na data de publicação da convocação, em licença prevista nos incisos á,
ááá e V do Art. 81 da Lei 8.112/90, ou afastado nas hipóteses dos incisos á, áV, Vá, Vááá, alíneas "a", "b", "d", "e" e "f",
áX e X do Art. 102 da referida lei, o prazo será contado a partir do término do impedimento, conforme estabelecido
no Art. 13, § 2º. da Lei 8.112/90.

15.8. No atendimento ao interesse público, com autorização do áFFluminense e anuência do candidato, este poderá ser
aproveitado e ser nomeado para lotação inicial em outra ánstituição Federal de Ensino, no âmbito do Estado do Rio de
zaneiro, cumpridos os demais requisitos específicos do provimento e de acordo com o Acórdão TCU – Plenário N.º
569/2006.

Leia-se:

15.5. O candidato aprovado/classificado neste Concurso Público será nomeado de acordo com o resultado final
obtido, considerando a legislação pertinente, obedecendo-se às vagas existentes no cargo para o qual o candidato
concorreu e às vagas que vierem a existir para o Quadro Permanente do áFFluminense nos referidos cargos indicados.

15.5.1. O candidato aprovado/classificado que não aceitar a sua nomeação para assumir o cargo no campus ou na
reitoria, considerando o cargo para o qual concorreu, ficará automaticamente excluído do Concurso, uma vez que não
haverá, em hipótese alguma, reclassificação de candidatos para este caso, nem lista de espera.

15.5.2. No caso de não haver interesse por parte do candidato em aceitar essa lotação, ele deverá formalizar, no prazo
de 5 (cinco) dias úteis, a desistência da vaga por meio de declaração devidamente assinada a ser entregue pessoalmente
no áFFluminense ou via Sedex por meio de declaração com firma reconhecida em cartório, para o endereço da miretoria
de Gestão de Pessoas - : Rua Coronel Walter Kramer, 357 – Parque Santo Antonio – Campos dos Goytacazes/Rz-
CEP 28080-565.

15.5.3 Em caso de aceitação, o candidato deverá comparecer para entrega de documentação e será imediatamente
nomeado nos termos previstos na Lei No. 8112/90.

15.6. Na hipótese do não pronunciamento do candidato no prazo determinado após a convocação descrita no item 12,
o áFFluminense encaminhará e-mail informando a data da publicação da nomeação no miário Oficial da União e, caso o
candidato não se manifeste dentro do prazo previsto para posse, será considerado desistente deste Concurso e
permitirá ao áFFluminense convocar o próximo candidato da lista de classificação.

15.7. Qualquer candidato que, no prazo de 30 (trinta) dias após a publicação da nomeação no miário Oficial da União,
não tenha tomado posse, será considerado desistente do Concurso Público.

15.8. Em se tratando de candidato, que esteja na data de publicação da convocação, em licença prevista nos incisos á,
ááá e V do Art. 81 da Lei 8.112/90, ou afastado nas hipóteses dos incisos á, áV, Vá, Vááá, alíneas "a", "b", "d", "e" e "f",
áX e X do Art. 102 da referida lei, o prazo será contado a partir do término do impedimento, conforme estabelecido
no Art. 13, § 2º. da Lei 8.112/90.

15.9. No atendimento ao interesse público, com autorização do áFFluminense e anuência do candidato, este poderá ser
aproveitado e ser nomeado para lotação inicial em outra ánstituição Federal de Ensino, no âmbito do Estado do Rio de
zaneiro, cumpridos os demais requisitos específicos do provimento e de acordo com o Acórdão TCU – Plenário N.º
569/2006.

7. Onde se lê:

19. mAS máSPOSáÇÕES FáNAáS

19.1. O Edital será publicado no miário Oficial da União e estará disponível nos endereços eletrônicos:
https://concursos.iff.edu.br e http://selecoes.iff.edu.br.

19.2. A inscrição do candidato implicará a aceitação das normas para o concurso público contidas neste Edital e em
todos os possíveis comunicados e/ou retificações a serem divulgados e/ou publicados no endereço eletrônico
http://selecoes.iff.edu.br, e no miário Oficial da União, quando couber.

19.2.1. É de inteira responsabilidade do candidato, acompanhar a publicação de todos os atos referentes a este Edital
no miário Oficial da União e/ou divulgados na ánternet, nos endereços eletrônicos https://concursos.iff.edu.br e
http://selecoes.iff.edu.br.

19.2.2. Em momento algum poderá o candidato alegar desconhecimento das normas estabelecidas neste Edital e
respectivas alterações.

19.3. A falsidade de afirmativas e/ou de documentos, ainda que verificada posteriormente à realização do Concurso,
implicará eliminação sumária do candidato. Serão declarados nulos de pleno direito à inscrição e todos os atos
posteriores dela decorrentes, sem prejuízos de eventuais sanções de caráter judicial.

19.4. O áFFluminense não se responsabiliza por eventuais prejuízos ao candidato decorrentes de:

a) endereço não atualizado;

b) endereço de difícil acesso;

c) ausência de telefone e/ou impossibilidade de contato;

d) ausência de endereço eletrônico (e-mail) do candidato e/ou não recebimento da correspondência eletrônica, por
quaisquer motivos;

e) telegrama devolvido pela Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) por razões diversas de fornecimento e/ou
endereço errado do candidato, bem como atraso na entrega da correspondência;

f) extravio da correspondência ou não entrega por ausência de destinatário;

g) correspondência recebida por terceiros.

19.5. Os candidatos aprovados neste Concurso Público que forem nomeados para atuar em qualquer um dos campi do
áFFluminense, conforme necessidade institucional, poderão atuar simultaneamente em mais de um deles.
19.6. Se, a qualquer tempo, for constatado, por meio eletrônico, visual, grafológico ou por investigação policial, ter o
candidato se utilizado de processo ilícito, suas provas serão anuladas e ele será automaticamente eliminado do
concurso público.

19.7. Em qualquer hipótese da admissão do candidato, ao tomar posse, o servidor nomeado para o cargo de
provimento efetivo ficará sujeito ao estágio probatório, conforme regime jurídico, por período de 36 (trinta e seis)
meses, durante o qual sua aptidão e capacidade serão objeto de avaliação para o desempenho do cargo.

19.7.1. O servidor deverá participar, obrigatoriamente, durante o estágio probatório, das atividades previstas no
Programa de Recepção do Servidor a serem ofertadas pelo áFFluminense.

19.7.2. Somente poderão ser deferidos os pedidos de remoção e/ou redistribuição no período de estágio probatório,
que estejam amparadas por lei ou que atendam ao interesse da Administração.

19.8. Não será fornecido ao candidato nenhum documento comprobatório de habilitação e classificação no Concurso
Público, valendo, para esse fim, a homologação do resultado do Concurso, publicada no miário Oficial da União.

19.9. Em observância à legislação, os servidores cumprirão jornada de trabalho fixada em razão das atribuições
pertinentes aos respectivos cargos, respeitada a duração máxima do trabalho semanal de quarenta horas.

19.10. Na hipótese de, por força maior, a Comissão de Concurso Público, designada pelo reitor do áFFluminense, tiver
necessidade de alterar quaisquer das disposições fixadas neste Edital, a comunicação será realizada por meio de nota
oficial, divulgada no endereço eletrônico http://selecoes.iff.edu.br e pelo miário Oficial da União, quando couber,
constituindo-se tal documento, a partir de então, parte integrante deste Edital.

19.12. Os casos omissos ou situações não previstas neste Edital serão resolvidos pela Comissão responsável pela
realização do Concurso Público em acordo com a reitoria do áFFluminense, à luz das normas em vigor.

19.13. Para informações e dúvidas referentes ao conteúdo deste Edital, o candidato poderá entrar em contato por meio
do endereço eletrônico atendimento.concurso@iff.edu.br.

Leia-se

17. mAS máSPOSáÇÕES FáNAáS

17.1. O Edital será publicado no miário Oficial da União e estará disponível nos endereços eletrônicos:
https://concursos.iff.edu.br e http://selecoes.iff.edu.br.

17.2. A inscrição do candidato implicará a aceitação das normas para o concurso público contidas neste Edital e em
todos os possíveis comunicados e/ou retificações a serem divulgados e/ou publicados no endereço eletrônico
http://selecoes.iff.edu.br, e no miário Oficial da União, quando couber.

17.2.1. É de inteira responsabilidade do candidato, acompanhar a publicação de todos os atos referentes a este Edital
no miário Oficial da União e/ou divulgados na ánternet, nos endereços eletrônicos https://concursos.iff.edu.br e
http://selecoes.iff.edu.br.

17.2.2. Em momento algum poderá o candidato alegar desconhecimento das normas estabelecidas neste Edital e
respectivas alterações.

17.3. A falsidade de afirmativas e/ou de documentos, ainda que verificada posteriormente à realização do Concurso,
implicará eliminação sumária do candidato. Serão declarados nulos de pleno direito à inscrição e todos os atos
posteriores dela decorrentes, sem prejuízos de eventuais sanções de caráter judicial.

17.4. O áFFluminense não se responsabiliza por eventuais prejuízos ao candidato decorrentes de:

a) endereço não atualizado;

b) endereço de difícil acesso;


c) ausência de telefone e/ou impossibilidade de contato;

d) ausência de endereço eletrônico (e-mail) do candidato e/ou não recebimento da correspondência eletrônica, por
quaisquer motivos;

e) telegrama devolvido pela Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) por razões diversas de fornecimento e/ou
endereço errado do candidato, bem como atraso na entrega da correspondência;

f) extravio da correspondência ou não entrega por ausência de destinatário;

g) correspondência recebida por terceiros.

17.5. Os candidatos aprovados neste Concurso Público que forem nomeados para atuar em qualquer um dos campi do
áFFluminense, conforme necessidade institucional, poderão atuar simultaneamente em mais de um deles.

17.6. Se, a qualquer tempo, for constatado, por meio eletrônico, visual, grafológico ou por investigação policial, ter o
candidato se utilizado de processo ilícito, suas provas serão anuladas e ele será automaticamente eliminado do
concurso público.

17.7. Em qualquer hipótese da admissão do candidato, ao tomar posse, o servidor nomeado para o cargo de
provimento efetivo ficará sujeito ao estágio probatório, conforme regime jurídico, por período de 36 (trinta e seis)
meses, durante o qual sua aptidão e capacidade serão objeto de avaliação para o desempenho do cargo.

17.7.1. O servidor deverá participar, obrigatoriamente, durante o estágio probatório, das atividades previstas no
Programa de Recepção do Servidor a serem ofertadas pelo áFFluminense.

17.7.2. Somente poderão ser deferidos os pedidos de remoção e/ou redistribuição no período de estágio probatório,
que estejam amparadas por lei ou que atendam ao interesse da Administração.

17.8. Não será fornecido ao candidato nenhum documento comprobatório de habilitação e classificação no Concurso
Público, valendo, para esse fim, a homologação do resultado do Concurso, publicada no miário Oficial da União.

17.9. Em observância à legislação, os servidores cumprirão jornada de trabalho fixada em razão das atribuições
pertinentes aos respectivos cargos, respeitada a duração máxima do trabalho semanal de quarenta horas.

17.10. Na hipótese de, por força maior, a Comissão de Concurso Público, designada pelo reitor do áFFluminense, tiver
necessidade de alterar quaisquer das disposições fixadas neste Edital, a comunicação será realizada por meio de nota
oficial, divulgada no endereço eletrônico http://selecoes.iff.edu.br e pelo miário Oficial da União, quando couber,
constituindo-se tal documento, a partir de então, parte integrante deste Edital.

17.11. Os casos omissos ou situações não previstas neste Edital serão resolvidos pela Comissão responsável pela
realização do Concurso Público em acordo com a reitoria do áFFluminense, à luz das normas em vigor.

17.12. Para informações e dúvidas referentes ao conteúdo deste Edital, o candidato poderá entrar em contato por meio
do endereço eletrônico atendimento.concurso@iff.edu.br

8. Onde se lê:

ANEXO áá

mistribuição de vagas de acordo com os cargos, vagas para ampla concorrência (AC), pessoas com deficiência (PCm),
vagas para pretos/pardos e regime de trabalho

N.° DE VAGAS

CARGOS
Nível de AC PCD PP Total Regime de
Classificação Trabalho

Assistente de Aluno
C 01 - - 01 40h

Auxiliar em Administração
C 02 - 01 03 40h

Revisor de Textos Braille


m 01 - - 01 40h

Técnico em Secretariado
m 01 - - 01 40h

Tradutor ánterprete de

m 01 - - 01 40h
Linguagem Sinais

Administrador
E 02 - - 02 40h

Arquivista
E 01 - - 01 40h

Enfermeiro-Area
E 01 - - 01 40h

M édico- Área de Psiquiatria


E 01 - - 01 20h

Nutricionista-Habilitação
E 01 - - 01 40h

Téc. em Assuntos Educacionais


E 02 01 - 03 40h

TOTAL DE VAGAS 14 01 01 16 40h

Leia-se:
ANEXO áá

mistribuição de vagas de acordo com os cargos, vagas para ampla concorrência (AC), pessoas com deficiência (PCm),
vagas para pretos/pardos(PP) e regime de trabalho

N.° DE VAGAS

CARGOS

Nível de Regime de
AC PCD PP Total
Classificação Trabalho

Assistente de Aluno
C 01 - - 01 40h

Auxiliar em Administração
C 02 - 01 03 40h

Revisor de Textos Braille


m 01 - - 01 40h

Técnico em Secretariado
m 01 - - 01 40h

Tradutor ánterprete de

m 01 - - 01 40h
Linguagem Sinais

Administrador
E 02 - - 02 40h

Arquivista
E 01 - - 01 40h

Enfermeiro-Area
E 01 - - 01 40h

M édico- Área de Psiquiatria


E 01 - - 01 20h

Nutricionista-Habilitação
E 01 - - 01 40h
Psicólogo/Área - 40h
E 01 - 01

Técnico em Assuntos Educacionais


E 02 01 - 03 40h

TOTAL DE VAGAS 15 01 01 17 -

9. Onde se lê:

ANEXO ááá

áNmáCAÇÃO mE REQUáSáTOS PARA áNGRESSO

ándicação de Requisito para ángresso nos Cargos da Carreira de Técnico-Administrativo em Educação

( ... )

Requisito de qualificação para Ingresso


N.º Cargo

Técnico em Assuntos
Educacionais
Curso Superior em Pedagogia ou Curso de Licenciatura em qualquer
11.
Nível de Classificação “E” área, cursados em instituição reconhecida pelo M EC.

Leia-se:

ANEXO ááá

áNmáCAÇÃO mE REQUáSáTOS PARA áNGRESSO

ándicação de Requisito para ángresso nos Cargos da Carreira de Técnico-Administrativo em Educação

( ... )

Requisito de qualificação para Ingresso


N.º Cargo

Psicólogo/Área
Curso Superior de Psicologia cursado em instituição reconhecida
11. Nível de Classificação “E”
pelo M EC.

Técnico em Assuntos
Educacionais
Curso Superior em Pedagogia ou Curso de Licenciatura em qualquer
12.
Nível de Classificação “E” área, cursados em instituição reconhecida pelo M EC.
10. Onde se lê:

ANEXO áV

mescrição Sumária dos Cargos da Carreira de Técnico-Administrativo em Educação

( ... )

Cargo Descrição

Prestar assistência nutricional a indivíduos e coletividades (sadios e enfermos); organizar,


Nutricionista- administrar e avaliar unidades de alimentação e nutrição; efetuar controle higiênico-sanitário;
Habilitação participar de programas de educação nutricional; podem estruturar e gerenciar serviços de
atendimento ao consumidor de indústrias de alimentos e ministrar cursos. Atuar em
conformidade ao M anual de Boas Práticas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e
extensão.

Técnico em Assuntos
Coordenar as atividades de ensino, planejamento, orientação, supervisionando e avaliando
Educacionais
estas atividades, para assegurar a regularidade do desenvolvimento do processo educativo.
Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Leia-se

ANEXO áV

mescrição Sumária dos Cargos da Carreira de Técnico-Administrativo em Educação

( ... )

Cargo Descrição

Prestar assistência nutricional a indivíduos e coletividades (sadios e enfermos); organizar,


Nutricionista- administrar e avaliar unidades de alimentação e nutrição; efetuar controle higiênico-sanitário;
Habilitação participar de programas de educação nutricional; podem estruturar e gerenciar serviços de
atendimento ao consumidor de indústrias de alimentos e ministrar cursos. Atuar em
conformidade ao M anual de Boas Práticas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e
extensão.

Estudar, pesquisar e avaliar o desenvolvimento emocional e os processos mentais e sociais


Psicólogo/ de indivíduos, grupos e instituições, com a finalidade de análise, tratamento, orientação e
educação; diagnosticar e avaliar distúrbios emocionais e mentais e de adaptação social,
Área elucidando conflitos e questões e acompanhando o(s) paciente(s) durante o processo de
tratamento ou cura; desenvolver pesquisas experimentais, teóricas e clínicas e coordenar
equipes e atividades da área e afins. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e
extensão.

Técnico em Assuntos Coordenar as atividades de ensino, planejamento, orientação, supervisionando e avaliando


Educacionais estas atividades, para assegurar a regularidade do desenvolvimento do processo educativo.
Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

JEFFERS ON MANHÃES DE AZEVEDO

REITOR

Documento assinado eletronicamente por:


Jefferson Manhaes de Azev edo, REITOR - CD1 - REIT, em 01/02/2018 16:22:36.

Este documento foi emitido pelo SUAP em 28/01/2018. Para comprovar sua autenticidade, faça a leitura do QRCode ao lado
ou acesse https://suap.iff.edu.br/autenticar-documento/ e forneça os dados abaixo:

Código Verificador: 1257


Código de Autenticação: da30b219e0