Você está na página 1de 8

14/02/2018

Membranas Celulares

As membranas celulares são essenciais para a existência da


Aula 03 – Membranas celulares vida;

As membranas celulares são encontradas:


1)Membrana Plasmática;
2)Define as organelas celulares:
Profa Dra Cibelle Engels R. Endoplasmático, Complexo de Golgi, Mitocôndrias,
Lisossomos, Cloroplastos, Peroxissomos e Envoltório Nuclear

Membranas Celulares
Membranas Celulares

Define os limites;

Mantém as diferenças essenciais entre o citosol e o meio


extracelular;

Possuem um gradiente iônico capaz de sintetizar ATP,


direcionar o fluxo de solutos através da membrana, produzir
e transmitir sinais elétricos;
MC formada por receptores proteicos  sinais químicos;

Fonte da imagem: http://www.ebah.com.br/content/ABAAABIacAF/aula -pratica-5-relatorio-4-permeabilidade-m embrana

Membrana Celular no ME

É um filme muito fino de lipídeos e de proteínas mantidas


juntas principalmente por interações não covalentes

1
14/02/2018

Membrana Celular - ESTRUTURA


Membrana Celular - ESTRUTURA

Estrutura dinâmica;
Fluida;
E suas moléculas são capazes de mover-se no
plano da membrana.

Membrana Celular - ESTRUTURA Membrana Celular - ESTRUTURA

As moléculas individuais de lipídeos são capazes de


difundirem-se rapidamente dentro de sua própria
monocamada e raramente saltam de uma monocamada
para outra, atuando como uma barreira relativamente
impermeável à passagem da maioria das moléculas
hidrossolúveis.

Membrana Celular - ESTRUTURA


Membrana Celular - funções

Manutenção da integridade da estrutura da célula;


Controle da movimentação de substâncias para dentro
e fora da célula (permeabilidade seletiva);
Reconhecimento através de receptores de antígenos
de células estranhas e células alteradas;
Interface entre o citoplasma e o meio externo;
Estabelecimento de sistemas de transporte para
moléculas específicas.

Fonte da imagem: https://w w w .caracteristicas.co/membrana-celular/

2
14/02/2018

Membrana Celular - composição LIPÍDIOS

Moléculas lipídicas - 50% da massa da maioria das


Os três principais grupos de lipídios da membrana são
membranas de células animais,
os fosfolipídeos, o colesterol e os glicolipídeos.
Restante – proteínas;

As moléculas lipídicas são anfipáticas, pois possuem uma


extremidade hidrofílica ou polar (solúvel em meio
aquoso) e uma extremidade hidrofóbica ou não-polar
(insolúvel em água).

FOSFOLIPÍDIOS

 Possuem uma cabeça polar e duas


caudas de hidrocarboneto
hidrofóbicas (característica que Ligação saturada
confere a dupla camada lipídica).
 As caudas são normalmente ácidos
graxos com diferenças no
Ligação insaturada
comprimento, o que influi na fluidez da
membrana.

Fonte da imagem: http://www.ebah.com.br/content/ABAAABVacAD/componentes-quimicos-das-celulas


Fonte da imagem: http://www.ebah.com.br/content/ABAAABVacAD/componentes-quimicos-das-celulas

Tipos de fosfolipídios

Na célula existem diferentes tipos de


fosfolipídios formam as células, os principais são:
pH fisiológico
Fosfatidilcolina carga elétrica neutra
Esfingomielina; carga elétrica neutra
Fosfatidilserina; carga elétrica negativa
Fosfatidiletanolamina carga elétrica neutra
Fonte da imagem: http://slideplayer.com.br/slide/375277/

3
14/02/2018

Resumindo
Tipos de fosfolipídios
Inositol  quantidade menor  papel na sinalização
celular;

Carga -

Fonte da imagem: http://neurobiologiauff.weebly.com/sinalizaccedilatildeo-quiacutemica.html Fonte da imagem: http://biologiacampmorvedre.blogspot.com.br/2015/01/tema-9-4-eso-la-celula-estructura-y.html

Fonte da imagem: Livro: Biologia e Bioquímica: Bases aplicadas às Ciências da Saúde.Zanuto et al. São Paulo: Phorte, 2011. Fonte da imagem: Livro: Biologia e Bioquímica: Bases aplicadas às Ciências da Saúde. Zanuto et al. São Paulo: Phorte, 2011.

COLESTEROL COLESTEROL

Números de moléculas varia de célula para célula;


Em células eucarióticas o n° de moléculas pode chegar
a 1:1 (fosfolipídios);
Aumentam as propriedades de impermeabilidade da
membrana a pequenas moléculas hidrossolúveis

Impedindo a deformidade da membrana


Se localiza próximo à cabeça polar dos fosfolipídios.
Fonte da imagem: https://pt.slideshare.net/fabiobarbosa/membrana-plasmtica-presentation

4
14/02/2018

GLICOLIPÍDIOS
 Constituem cerca de 5% dos constituintes da MC;
 Presente na camada externa da bicamada lipídica;
 Lipídios associados a açúcares (hexoses) que ficam expostas
(interações com outras substâncias);
 Glicolipídios mais complexos  gangliosídeos (carga - 
polissacarídeos com ácido siálico);
 Auxiliam na proteção da membrana plasmática em
condições adversas, como pH baixo;
 Acredita-se que essas moléculas participem dos processos de
reconhecimento celular, e alguns glicolipídeos propiciam
pontos de entrada para algumas toxinas bacterianas.
Fonte da imagem: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Citologia/cito5.php

GLICOLIPÍDIOS
FLUIDEZ DA MEMBRANA
A membrana plasmática não é uma estrutura estática,
Os lipídios movem-se proporcionando uma fluidez à
membrana
 Os lipídios podem:
1) Girar em torno de seu próprio eixo,
2) Podem difundir-se lateralmente na monocamada,
3) Migrar de uma monocamada para outra (flip-flop)
(raramente);
4) Realizar movimentos de flexão por causa das cadeias e
hidrocarbonetos
Fonte da imagem: https://pt.slideshare.net/emanuelbio/membrana-plasmatica-18368111

FLUIDEZ DA MEMBRANA
Vídeo

Depende também da temperatura


e da quantidade de colesterol, pois
quanto maior a temperatura e
maior quantidade de colesterol
menos fluida será a membrana.

5
14/02/2018

PROTEÍNAS DA MEMBRANA PROTEÍNAS DA MEMBRANA

 Desempenham a maioria das funções específicas das


membranas;  Proteínas transmembrana: atravessam a bicamada lipídica e
são anfipáticas.
 Funções específicas dependendo da células que fazem parte;
 Elas podem atravessar a membrana uma única vez (proteína
 Sua quantidade depende da função das células. Ex:
transmembrana de passagem única) ou então atravessando
Menos de 25% nas células nervosas (bainhas de mielina); várias vezes a membrana (proteína transmembrana
Mitocôndrias  75% (alta atividade metabólica); multipassagem).
 São elas que conferem as propriedades funcionais características  Podem ter a função de transportar íons, funcionar como
de cada tipo de membrana; receptores ou como enzimas.
 Proteínas associadas a carboidratos;

Proteínas transmembranares: integrais

Fonte da imagem: Livro: Biologia e Bioquímica: Bases aplicadas às Ciências da Saúde.Zanuto et al. São Paulo: Phorte, 2011. Fonte da imagem: https://pt.slideshare.net/fabiobarbosa/membrana-plasmtica-presentation

Proteínas transmembranares: integrais


α - Hélice
 Estrutura de α-hélice e folha beta fechada
 Ligações de pontes de H entre regiões da proteína com as
caudas hidrofóbicas da bicamada lipídica (exclusão da
água);

 Unipasso;
 Multipasso

Fonte das imagems: https://biochemistryquestions.wordpress.com/tag/alpha-helix/ e Fonte das imagems: https://biochemistryquestions.wordpress.com/tag/alpha-helix/ e


https://oimedicina.wordpress.com/2012/01/12/proteinas-membrana-plasmatica/ https://oimedicina.wordpress.com/2012/01/12/proteinas-membrana-plasmatica/

6
14/02/2018

Barril - β
Proteínas ancoradas à membrana:
 Ligações de pontes de H  estrutura tubular com o centro Periféricas
preenchido por água;
Região intracelular: Podem estar covalentemente
ligadas a ácidos graxos ou à outras cadeias lipídicas;
 Proteínas com cadeias laterais polares (interior  contato com
a água) e com cadeias apolares (exterior
 ácidos graxos da bicamada lipídica). Região extracelular: proteínas ligadas covalentemente
a um polissacarídeo específico junto ao fosfatidilinositol;

Antígenos e receptores de Membrana

Fonte das imagems: https://biochemistryquestions.wordpress.com/tag/alpha-helix/ e Fonte da imagem: http://www7.uc.cl/sw_educ/neurociencias/html/042.html


https://oimedicina.wordpress.com/2012/01/12/proteinas-membrana-plasmatica/

Membrana Plasmática: Proteínas


Proteínas ancoradas à membrana Integrais: Receptores
 Podem servir de receptores para substâncias químicas
hidrossolúveis como hormônios peptídios;
 Ligação dos ligantes específicos aos receptores

 Alterações estruturais na proteína receptora;

 Estimulação da atividade enzimática intracelular ou indução de


interações entre o receptor e as proteínas do citoplasma que
agem como segundos mensageiros;
Fonte da imagem: http://www7.uc.cl/sw_educ/neurociencias/html/042.html

Maior força para isolar as proteinas  Proteínas


transmembranares;

Menor força para isolar as proteínas  Proteínas periféricas

Fonte da imagem: Livro: Biologia e Bioquímica: Bases aplicadas às Ciências da Saúde.Zanuto et al. São Paulo: Phorte, 2011.

7
14/02/2018

Glicocálix
As células animais podem apresentar um revestimento
externo intimamente associado à membrana
A membrana celular é coberta por plasmática, constituído por glicoproteínas (moléculas
glicocálix de glicídios associados a proteínas) e por glicolipídios
(moléculas de glicídios associados a lipídios. As
glicoproteínas e os glicolipídios associados se
entrelaçam, formando uma espécie de malha
protetora externa à membrana , chamada glicocálix.

Font e: Ciências da Natureza e suas Tecnologias – Biologia. Secretaria do estado de Pernambuco

Esquema de membrana plasmática


e estrutura do glicocálix
Imagem: Dhatfield com base em ilustração de LadyofHats / Creative Commons
Attribution-Share Alike 3.0 Unported.
Tradução Nossa.

Font e: Ciências da Natureza e suas Tecnologias – Biologia. Secretaria do estado de Pernambuco

Glicocálix

 Os domínios dos carboidratos, exercem as funções:


Muitos tem carga elétrica negativa  repele os ânions;
O glicocálix de algumas células se une ao glicocálix de
outras fixando as células umas às outras;
Muitos dos carboidratos agem como receptores para a
ligação de hormônios, tais como a insulina  cascata
de enzimas;
Alguns dos domínios dos carboidratos participam de
reações imunes.