Você está na página 1de 8

Licenciatura em Matemática

PLANO DE AULA

1- Dados de Identificação
Escola: Instituto Federal do Rio Grande do Sul/Campus Osório
Professor: José Truylio
Data: --/--/--

2- Conteúdo/Tema:
Cônicas - elipses

3- Tempo estimado: até 2 períodos de 45 min.

4- Objetivos:

➢ Dar continuidade ao capitulo de cônicas.


➢ Apresentar e definir elipses.

5- Método:
Aula expositiva com possível auxílio do projetor. Apresentação do conteúdo e desenvolvimento de
questões com a participação dos alunos.
6- Desenvolvimento:

Dando continuidade ao assunto de cônicas.


Vamos pensar em dois pontos fixos. Eles estão no mesmo plano. E consideremos que a distancia entre
eles seja 2c.
2𝐶
𝐹1̇ ⏞ 𝐹2̇

Com o auxílio de duas pequenas ventosas, marcamos no quadro branco os dois pontos F1 e F2.

Agora, marcamos diversos pontos que satisfaçam a seguinte condição: a distancia de P a F1, somada a
distancia de P a F2 seja maior que 2c. tomaremos essa soma das duas distancias como 2a.
Ou seja:
𝑃𝐹1 + 𝑃𝐹2 = 2𝑎

Agora utilizando os objetos que trouxemos, vamos marcar no quadro alguns pontos que satisfazem essa
condição.

As ventosas estão interligadas por um barbante, que tomaremos como a distância 2a para a elipse.
Ao interligarmos os pontos teremos a seguinte figura.

Podemos então trazer a definição de elipse:


“Elipse é o lugar geométrico dos pontos de um plano tais que a soma de suas distancias a dois pontos
fixos, 𝐹1 e 𝐹2 , denominados focos da elipse, seja constante, igual a 2a e maior que a distancia entre os
focos (2a>2c).”

Pontos importantes a serem lembrados:

• 𝐹1 e 𝐹2 são os focos da elipse. A distancia entre eles é 2c. O ponto médio entre 𝐹1 e 𝐹2 é o centro
da elipse.
• ̅̅̅̅̅̅̅
𝐴1 𝐴2 é o eixo maior da elipse. Sua medida, 2a, foi a que utilizamos na definição. O ponto médio
desse eixo coincide com o ponto médio de 2c, logo é o centro da elipse.
• ̅̅̅̅̅̅̅
𝐵1 𝐵2 é o eixo menor da elipse. Tomamos sua medida como 2b.
• Como falados nos tópicos acima, o centro O da elipse, é a intersecção dos eixos ̅̅̅̅̅̅̅
𝐴1 𝐴2 , ̅̅̅̅̅̅̅
𝐵1 𝐵2 e
̅̅̅̅̅̅
𝐹1 𝐹2, nos seus pontos médios.
• ̅̅̅̅̅̅
𝐵 2 2
𝑛 𝐹𝑛 a medida desse segmento será “a”. logo temos a equação: 𝑎 = 𝑏 + 𝑐 . Podemos
2

visualizar através de semelhança entre triângulos.


Perceba que a elipse lembra uma circunferência, porem mais “achatada”. Essa diferença chamamos de
“excentricidade”. E equacionamos da seguinte forma:
𝑐
𝜀= .
𝑎
Lembrando que c é medida do centro até o foco, temos que a excentricidade da circunferência é 0. Pois
o foco e o centro são coincidentes.
EQUAÇAO DA ELIPSE:
Vamos deduzir a equação da elipse.
Da definição, temos que 𝑃𝐹1 + 𝑃𝐹2 = 2𝑎. Tomamos então o ponto P(x,y), 𝐹1 (-c,0) e 𝐹2 (c,0). Temos uma
elipse centrada na origem. Portanto:

⇒ √(𝑥 + 𝑐)2 + (𝑦 − 0)2 + √(𝑥 − 𝑐)2 + (𝑦 − 0)2 = 2𝑎

• Subtraímos o termo “√(𝑥 − 𝑐)2 + (𝑦 − 0)2 ” dos dois lados.

⇒ √(𝑥 + 𝑐)2 + (𝑦)2 = 2𝑎 − √(𝑥 − 𝑐)2 + (𝑦)2

• Elevamos os dois lados ao quadrado.

⇒ 𝑥 2 + 2𝑐𝑥 + 𝑐 2 + 𝑦 2 = 4𝑎2 − 4𝑎 √(𝑥 − 𝑐 )2 + (𝑦)2 + 𝑥 2 − 2𝑐𝑥 + 𝑐 2 + 𝑦 2

• Corta os termos comuns.

⇒ 4𝑐𝑥 = 4𝑎2 − 4𝑎 √(𝑥 − 𝑐 )2 + (𝑦)2

• Dividimos ambos lados por 4.

⇒ 𝑐𝑥 = 𝑎2 − 𝑎 √(𝑥 − 𝑐 )2 + (𝑦)2

• Somamos dos dois lados o termo “𝑎 √(𝑥 − 𝑐 )2 + (𝑦)2”, e subtraímos dos dois lados “cx”

⇒ 𝑎 √(𝑥 − 𝑐 )2 + (𝑦)2 = 𝑎2 − 𝑐𝑥

• Elevamos ao quadrado

⇒ 𝑎2 𝑥 2 − 2𝑎2 𝑐𝑥 + 𝑎2 𝑐 2 + 𝑎2 𝑦 2 = 𝑎4 − 2𝑎2 𝑐𝑥 + 𝑐²𝑥²

• Cortamos os termos em comum.

⇒ 𝑎2 𝑥 2 + 𝑎2 𝑐 2 + 𝑎2 𝑦 2 = 𝑎4 + 𝑐²𝑥²

• Subtraímos dos dois lados 𝑐²𝑥² e 𝑎2 𝑐 2 . E colocamos os termos comum em evidencia

⇒ 𝑥²(𝑎2 − 𝑐²) + 𝑎2 𝑦 2 = 𝑎2 (𝑎2 − 𝑐 2 )

• Temos que 𝑎2 = 𝑏2 + 𝑐 2 , logo temos que 𝑏2 = 𝑎2 − 𝑐 2

⇒ 𝑥 2 𝑏2 + 𝑎2 𝑦 2 = 𝑎2 𝑏2

• Dividimos tudo por 𝑎2 𝑏2 e assim definimos a equação geral

𝑥² 𝑦²
⇒ + =1
𝑎² 𝑏²
Essa é a equação reduzida da elipse. Centrada na origem e com eixo maior no eixo das abcissas.
Para o caso de a elipse ter seu eixo maior no eixo das ordenadas, analogamente, a equação reduzida da
elipse ficara da seguinte forma:

𝑥² 𝑦²
⇒ + =1
𝑏² 𝑎²

Perceba na equação, que o “a”, que representa o eixo maior, está abaixo do Y. Consequentemente o “b”
está abaixo do X
Atividade:
1) Através de régua e compasso, construa duas elipses. Uma com focos no eixo X e outra com focos no
eixo Y.
exemplo

2) Equacione as elipses criadas na atividade anterior

3) Determine a equação da elipse conhecendo

a) Os focos 𝐹1 (3,0)e 𝐹2 (−3,0) e o comprimento do eixo maior é 8.


b) Os focos 𝐹1 (0,4)e 𝐹2 (0, −4) e as extremidades dos eixo maior são 𝐴1 (0,6)e 𝐴2 (0, −6)
√3
c) Os focos 𝐹1 (0,4)e 𝐹2 (0, −4) e a excentricidade 𝜀= 3
.
7- Recursos Didáticos/Materiais utilizados:
• Notebook
• projetor
• quadro branco
• duas ventosas
• linha de cordão

8- Bibliografia:

• DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto & aplicações. 1ª. ed. São Paulo: Ática, 2000. 615 p. v. único.
• DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto & aplicações. 2ª. ed. São Paulo: Ática, 2013. 216 p. v. 3. 7
• DEMANA, Franklin D. et al. Pré-calculo. 2ª. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2013. 450
p. v. único.
• http://www.obaricentrodamente.com/2011/06/construcao-geometrica-de-uma-elipse-
com.html