Você está na página 1de 44

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA - CCET


COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA - COEQ

Aula 02
Reatores ideais
Definições e usuabilidade
Prof. Antonio Freitas
Reatores ideais x Reatores não ideais

?
Reatores ideais: São reatores para os quais
Reatores não-ideais: São aqueles para os
se desenvolvem modelos matemáticos
quais é necessária uma modelagem
específicos a partir das condições e
matemática específica em função de
especificações do reator e do processo e esse
peculiaridades do reator/reação.
modelo se adequa as condições observadas
no reator.
Reatores ideais
Classificação
Número de fases da
Modo de operação Tipo de reação mistura reacional Classificações menos
utilizadas (mas ainda
Descontínuo (batelada) Reatores catalíticos Reatores homogêneos assim importantes).
Contínuo Reatores não-catalíticos Reatores heterogêneos
Semi-contínuo

CSTR
Classificações mais
Perfeitamente utilizada
Batelada
agitado
Geometria do

Semi-contínuos
reator

Fase homogênea

Tubular Leito fixo

Leito móvel
Reatores ideais
Reatores ideais
Reatores batelada BSTR (do inglês batch stirred tank reactor)

- usado em operações de pequena escala


- testes de novos produtos em processos não totalmente desenvolvidos
- manufatura de produtos caros
- processos difíceis de converter em operações contínuas

Vantagens: alta conversão com a permanência do reagente por longo tempo no reator.
Desvantagens: alto custo por unidade de produção e difícil produção em larga escala.
Reatores ideais
Reatores batelada BSTR (do inglês batch stirred tank reactor)
• Nesse tipo de reator os reagentes são adicionados no início da operação;
• A reação termina quando atinge o grau de conversão;
• A operação ocorre em regime transiente;
• A composição química dos reagentes varia ao longo da reação (estabiliza no final do
processo);

• Ex. de processo – Corantes, sais, fármacos, etc...


Reatores ideais
Reatores batelada BSTR (do inglês batch stirred tank reactor)

• O reator utiliza agitação mecânica;


• Os reagentes são alimentados no reator no início do processo;
• Posteriormente são misturados, aquecidos e reagem entre si;
• Após o tempo de reação os produtos são descarregados do reator;
• Como é ideal nesse tipo de reator a temperatura e a concentração não variam com a posição;
Reatores ideais
Reatores batelada BSTR (do inglês batch stirred tank reactor)
Reatores ideais
Reatores semi-batelada

Vantagens: bom controle de temperatura; capacidade de minimizar reações indesejáveis


(pela baixa concentração de um dos reagentes); usado para reações em duas fases (gás
borbulhando num líquido).

Desvantagens: essencialmente as mesmas do reator em batelada.


Reatores ideais
Reatores semi-batelada

• Variação da composição da massa reagente;


• Adição de reagentes, inertes ou retirada de produtos ao longo do processo;
• Carga adicionada ou retirada parcialmente (em intervalos determinados);
• Bastante utilizado em reações altamente exotérmicas, dessa forma é possível ter um maior controle da
temperatura de reação;
Reatores ideais
Reatores Contínuos
• Reagentes adicionados ao longo da operação;
• Produtos retirados continuamente;
• Operação em regime estacionário = Composição constante no mesmo ponto;
• Aplicados em diferentes processos – produção de amônia, acetona, metanol, etc...

(1) (2)

CSTR – Continuously Stirred PFR – Plug Flow


Tank Reactor Reactor
Reatores ideais
Reatores Contínuos

CSTR (“Continuously Stirred Tank Reactor”)

- usados quando uma agitação intensiva se faz necessária (reatores do tipo tanque de mistura);
- pode ser usado um ou mais reatores;
- relativamente fácil de controlar a temperatura;

Desvantagens: baixa conversão do reagente por unidade de volume do reator; altas conversões necessitam
de grandes reatores (ou uma cascata de reatores).
Reatores ideais
Reatores Contínuos

CSTR

• Reagentes são alimentados continuamente;


• Produtos são retirados simultaneamente;
• A composição da mistura reacional se mantem constante em todos os pontos do reator;
Reatores ideais
Reatores Contínuos

CSTR
• É um tanque agitado com escoamento contínuo e sem acúmulo de reagentes ou produtos (operação);

Considerações importantes:

1- Composição constante dentro do reator;


2- Composição da saída igual a composição do interior do reator;
3- A taxa de reação é a mesma em todos os pontos do reator.

Normalmente é utilizado quando se precisa de


agitação intensa e em reações em fase líquida
Reatores ideais

PFR (“Plug Flow Reactor”)

- são de fácil manutenção (possuem diversas partes móveis)


- produzem maiores conversões que os reatores tipo tanque
- pode ser um único tubo ou vários tubos interligados

Desvantagens: difícil controle de temperatura no reator (“hot spots” ou pontos quentes).

O reator de leito fixo (um reator tubular com partículas sólidas de catalisador), apresenta as
mesmas vantagens de um reator tubular.
Reatores ideais
Reatores Contínuos
PFR

• Os reagentes são consumidos de forma progressiva a medida que avançam no reator (ao longo
do comprimento) até a saída;

• A composição varia de acordo com a posição do reator (mas se mantém constante em um


mesmo ponto);
Reatores ideais

PFR
• Este reator é denominado de reator de escoamento pistonado;

• Consiste em um tubo vazio ou recheado, por onde passa a mistura reacional;

• Normalmente encontrado na forma de um tubo longo, quanto na forma de vários tubos


pequenos em conjunto (multitubular);

Normalmente é utilizado
em reações em fase gasosa
Reatores ideais
Reator Variação da concentração Variação da concentração
no tempo no espaço
Batelada Varia Não varia
CSTR Não varia Não Varia
PFR Não varia Varia
Reatores de leito fixo e de leito fluidizado
Reator de leito fixo
• Normalmente o meio reacional é homogêneo, se
encontra na fase líquida ou na fase gasosa;
Reator
Heterogêneo
• Existe um catalisador na fase sólida;

• Chamado de reator catalítico de leito fixo, o catalisador sólido é constituído de inúmeras e


pequenas partículas depositadas ao longo do tubo;
• Se assemelha muito ao reator tubular, a diferença é o “recheio” de partículas sólidas;

PBR – Packed
Bed Reactor
Reatores de leito fixo e de leito fluidizado
Reator de leito fluidizado

• A operação desse reator é parecida com o reator


PBR;
• Consiste de um tubo vertical onde pequenas
partículas sólidas são suspensas por uma
corrente em fluxo ascendente;
• A velocidade do fluxo é suficiente para manter
as partículas suspensas, mas não é suficiente
para arrastar as partículas para fora do reator;
• Esse efeito proporciona uma excelente
transferência de massa entre o catalisador (sólido
suspenso) e os reagentes;
Operação de um reator de leito fluidizado
Reatores Industriais
• Reatores Batelada são utilizados em processos de pequena escala, no teste e
desenvolvimento de processos que não estão completamente desenvolvidos;

• Na manufatura de produtos caros;

• E em processos difíceis de operar de


modo contínuo;

• Altas conversões podem ser obtidas


com o aumento do tempo de reação,
mas isso aumenta os custos de
operação e dificulta a produção em
larga escala;
Reatores Industriais
• Reatores Semi-Batelada apresentam a maioria
das desvantagens observadas nos reatores
batelada, entretanto ele apresenta a vantagem de
possibilitar um elevado controle de temperatura e
minimizar a ocorrência de reações competitivas.

• Esse tipo de reator é utilizado em reações gás


líquido onde o gás é borbulhado aos poucos no
seio do líquido;
Reatores Industriais
• CSTR pode ser usado sozinho ou em série;

• Tem como vantagem a facilidade de controle de


temperatura;

• Tem como desvantagem a baixa conversão de


reagentes por unidade de volume do reator;

• Reatores com volumes elevados são necessários


para obter conversões elevadas.
Reatores Industriais
Custos de reatores CSTR

22 litros
Esses dados de custo são
antigos (do livro do Fogler,
edição 1989).
Reatores Industriais
CSTR em série
Reatores Industriais

Utilizado na produção
de anilina
Reatores Industriais
• PFR são reatores de manutenção fácil e apresentam as conversões mais
elevadas por unidade de volume do reator;
• Normalmente utilizados em reações com fase gás;

• A principal desvantagem está associada


com o controle de temperatura de
reações exotérmicas – Pontos quentes
no reator;

• Custos de reatores PFR são similares


aos custos de trocadores de calor;
Reatores Industriais
• Reatores de leito fixo (PBR) são essencialmente reatores tubulares
empacotados com catalisadores sólidos utilizados normalmente em reações em
fase gasosa;
• Necessariamente são heterogêneos (reagentes + catalisador);

• Apresenta as mesmas dificuldades no


controle de temperatura apresentadas
por catalisadores PFR convencionais;

• A principal vantagem desse tipo de


reator catalítico são as elevadas
conversões obtidas por g de catalisador
utilizado.
Reatores Industriais
• Reatores de leito fluidizado são similares aos reatores CSTR em seu
conteúdo/comportamento, mas são heterogêneos;
• Necessariamente são heterogêneos (reagentes + catalisador);

• Não pode ser matematicamente representado


por modelos para reatores CSTR ou PFR,
precisa de modelo próprio!
• O controle de temperatura é bom e a ocorrência
de pontos quentes no reator é minimizada;
• Muito utilizado na indústria;
• Alto custo de montagem e de regeneração do
catalisador são as principais desvantagens;
Reatores Industriais
Reatores Industriais

Hidrocarbonetos

Processo
SASOL

Gás de síntese
Reatores Industriais

Processo SASOL - Syngas é alimentado a 240 C e


27 atm em um reator de leito fixo. O reator contém
aproximadamente 2050 tubos, cada um com 5 cm
de diâmetro e 12 m de comprimento. Catalisador
baseado em Fe é utilizado para preencher os tubos.
Usualmente os tubos são preenchidos com K2O e
SiO2. Os principais produtos são hidrocarbonetos
leves e aproximadamente 50% de conversao dos
reagentes é obtida no reator.
Resumo
BATELADA
Características Vantagens Desvantagens Uso
• Sistema fechado • Elevada conversão • Alto custo • Reações em fase
• Estado não • Baixo custo incial operacional líquida
estacionário • O recipiente é • Operação e • Estudos de
• Coloca-se os facilmente aquecido e qualidade do laboratório
reagentes no início arrefecido produto mais • Tempos de
e retiram-se os • Flexibilidade de variável do que residência altos
produtos no final operação em operação • Produtos de alta
• Fácil manutenção contínua pureza
• Usos comuns na
indústria de
cosméticos e
fermentação
Resumo
SEMI-BATELADA

Características Vantagens Desvantagens Uso


• Um dos reagentes é • Boa seletividade • Baixa produção • Reações em fase
colocado no início e • Flexibilidade de • Alto custo de líquida
o outro reagem em operação operação • Reações exotérmicas
pequenas • Pode-se manter baixa • Qualidade dos • Baixa concentração
concentrações de a concentração de um produtos variável de um dos reagentes
forma contínua dos reagentes • Industria de
• Ou um dos produtos • Pode ser usado um fármacos e
pode ser removido condensador de biotecnologia
continuamente refluxo • Química fina
(evita a ocorrência • Bom controle de
de reações temperatura
paralelas)
Resumo
CSTR

Características Vantagens Desvantagens Uso


• Sistema aberto • Produção em grande • Baixa conversão • Reações em fase
• Operação contínua escala por unidade de líquida
• Estado estacionário • Fácil controle de volume • Gás-líquido e sólido
• Agitação perfeita temperatura • No caso de má líquido também
• Simples construção agitação pode ter podem ser utilizadas
• Adaptação fácil para problemas
reações com duas operacionais
fases
Resumo
PFR

Características Vantagens Desvantagens Uso


• Sistema aberto • Elevada conversão por • Grandientes • Fase gasosa
• Operação contínua unidade de volume térmicos e de • Altas produções
• Estado estacionário • Baixo custo concentrações • Altas temperaturas
• Temperatura e operacional radiais • Reações rápidas
conversão são • Boa transferência • Controle de • Reatores
função do térmica temperatura homogêneos ou
comprimento deficiente heterogêneos
• Numa secção • Para cada fluxo catalíticos
tranversal a ocorrem tempos
concentração é de residência
constante diferentes
• Paragem e
limpeza caras
Resumo
PBR – leito fixo

Características Vantagens Desvantagens Uso


• Reator tubular cujo • Altas conversões por • Gradientes • Fase gasosa com
interior tem unidade de massa do térmicos catalisador sólido
partículas de catalisador indesejáveis • Gás-sólido
catalisador • Contínuo • Controle de • Reações
• Estado estacionário • Baixo custo temperatura heterogêneas
• Reagentes e operacional deficiente • Reações em fase gás
produtos entram e • Podem ocorrer com catalisador
saem caminhos • Estudos difusionais
continuamente preferenciais
• Apresenta efeitos • Difícil manutenção
difusionais
Resumo
Leito fluidizado

Características Vantagens Desvantagens Uso


• Agitação perfeita • Boa mistura • Transporte dos • Reações
como o CSTR • Temperatura uniforme fluidos no leito heterogêneas e
• Reações • O catalisador pode ser não é bem reações em fase
heterogêneas continuamente conhecido gasosa com
refrigerado com o • Uma agitação catalisador
auxílio de outros muito forte pode • Fase gasosa com
equipamentos causar destivação catalisador sólido
do catalisador e • Gás sólido
formação de
produtos
indesejáveis
• Incertezas em
caso de scale-up
Resumo
Aplicações industriais
Reagente Tipo de reator Fases no reator Aplicação/Produto
Hidrogenação de Descontínuo Líquida (óleo)/gás Margarina
óleos (H2)
Ácido Acetilsalicílico CSTR Liquido Aspirina
Alquilato CSTR Líquido Componentes de
gasolina
Nafta PFR Gás Etileno
Etileno PFR Gás Polietileno
Resíduos de petróleo Fluidizado Gás/sólido Aromáticos
Catalisador saturado Fluidizado Gás/sólido Catalisador
regenerado
Resumo
Características gerais
Reator Fases Operação Custo Conversão

Batelada Gás, Liq., Liq.+sól. Batelada Baixo Alta – depende do tempo de


(catalisador) residência
CSTR Líq., Gás+Líq., Contínua Médio Baixa (por unidade de
Líq.+Sól. (nunca volume do reator)
só gás)
PFR Essencialmente Contínua Alto Alta
fase gás
PBR Gás+Sól. Contínua Muito Alto Muito Alta
(catalisador)
Fluidizado Gás+Sól. Contínua Muito Alto Muito Alta
(catalisador)
Características gerais
Reator Escala de produção Manutenção Uso recomendado

Batelada Pequena e média Média Obter produtos intermediários


ou para obter quantidades
determinadas de produtos
CSTR Média e alta Média Quando agitação é requerida
ou em série na operação com
diferentes concentrações de
reagentes
PFR Alta Fácil Reações rápidas homogêneas
ou heterogêneas
PBR Alta Difícil Preferencialmente em reações
em fase gás com catalisador
sólido
Fluidizado Alta Média Reações em fase gás que
precisam de boa mistura dos
reagentes principalmente para
melhor controle da
temperatura
1° Questão da aula

Sintetize as principais diferenças entre os


reatores ideais.
2° Questão da aula

Sintetize as principais características, vantagens


e desvantagens associadas ao uso dos reatores
discutidos na aula de hoje (BSTR, CSTR, PFR,
leito fluidizado e PBR).