Você está na página 1de 63

Treinos na esteira (2) para

iniciantes!
Publicado em 29 de janeiro de 2014
No primeiro texto, além de alguns treinos, expliquei que a esteira deve ser encarada como
uma ferramenta de treino, e que se usada da forma correta nos trará bons resultados na
corrida e sem monotonia.

Neste texto me dirijo às pessoas que ainda estão experimentando a esteira, querem começar
a correr e saber algumas alternativas efetivas para usá-la.

Sempre digo que a diferença de um treino avançado para um treino iniciante é a intensidade
de cada um, por isso sugiro que leia o primeiro texto e adeque à sua realidade, pois esse
texto é para quem vai começar agora.
Treininho básico para se sentir fisicamente ativo:
 5min caminhada leve para aquecer, em torno de 4,5km/h
 30min caminhada vigorosa, entre 5,5 e 6km/h
 Entre 2 e 5 minutos para voltar a calma.
depois é só alongar e ir pra casa, ou partir para musculação ou alguma aula deixando o
alongamento para o fim de tudo. A esteira pode ser feita antes ou depois da musculação.

Saiba que quanto mais intenso o treino, mais calorias se gasta, portanto aquela história
que você já ouviu mil vezes na academia, que tem que ir no ritmo dentro da faixa de queima
de gordura, só vale se você vai ficar na esteira mais de 2 horas, se for para um treino
normal entre 30min e 1 hora, é melhor ir mais rápido!
Treino básico para iniciar a correr:
 10min caminhando para aquecer (aquecimento é sempre fácil)
 Correr a 7km/h até sentir cansaço ou falta de fôlego e voltar a caminhar.
 Repetir até completar 30 ou 40min.
Se o tempo de cada corrida passar de 5min, pode aumentar a velocidade. Já se
seu tempo de corrida não passou de 1min, repita esse treino dia sim dia não até
chegar aos 5min e só então, comece a aumentar a velocidade.

Outro treino para experimentar:


 5min aquecimento caminhando
 5min correndo bem leve a 7km/h
 1min corrida + rápida a 8km/h plano
 1min corrida = aquecimento a 7km/h plano
 1min corrida a 7km/h com inclinação 4.0%
 1min corrida a 7km/h plano
 Repetir a série em negrito 5x (20min)
 5min caminhada para terminar
Se não der pra correr direto, caminhe nas partes planas mais fáceis e tente correr
na + rápida e na inclinação.
Lembro que é impossível orientar uma velocidade ideal sem conhecer a pessoa,
só coloquei nesse texto para servir e parâmetro, portanto se pareceu fácil demais,
basta aumentar e seguir a ideia principal de cada treino.
O plano de corrida consiste em fazer as
atividades em dias alternados, sendo o dia
seguinte para descanso e, se possível, fortalecer
a musculatura com a prática de musculação.





Neste artigo, vamos fornecer uma planilha de treinamento para corrida, para
gradualmente atingir a meta de correr por 35 min, em 8 semanas.

O ideal é já estar praticando caminhada rápida por mais de 30 minutos, pelo


menos 3 vezes por semana. Veja o artigo CORRIDA: Como Começar a Correr?
Caminhando!

Também recomendamos ler o artigo CORRIDA: Como Começar a Correr? Agora


vai!

Antes de começar a treinar para correr


Fazer avaliação médica, principalmente para as pessoa com mais de 40 anos e
as sedentárias.

Comprar um tênis adequado para o tipo de pisada. Leia sobre tipos de pé e


pisada do artigo Tipos de Pisada e Tênis para Corrida.

Ter roupas adequadas que facilitem a transpiração e não limitem o movimento.


Calcular a frequência cardíaca máxima (FCmax): leia mais adiante.

Se o treino for realizado em esteira, deve-se ter o cuidado de escolher uma rota
segura para correr na rua.

Se possível, ter um relógio para calcular o tempo de treino e a frequência


cardíaca: um relógio monitor cardíaco: há modelos a partir de R$ 40,00 (veja
no Buscapé).

A alimentação deve ser equilibrada e o treino não deve ser feito em jejum: o
corpo precisa de glicose que é energia para correr.

Frequência cardíaca máxima – FCmax


A frequência cardíaca é o número de batimentos do coração por minuto.

A frequência cardíaca máxima – FCmax – é o limite teórico que o coração


suporta sem entrar em pane. Teórico, pois é um cálculo, não vale a pena arriscar
e passar deste limite e verificar se é verdadeiro!

O cálculo é feito da seguinte forma:

 Homens: 220 – idade


 Mulheres: 226 – idade

Por exemplo, uma mulher de 40 anos: a FCmax = 226 – 40 = 186 batimentos por
minutos (bpm)

De acordo com a intensidade desejada, a pessoa deve manter a frequência


cardíaca dentro de uma faixa, que vai de um valor mínimo até um valor máximo
calculado em porcentagem da FCmax, durante o treino.

Esta faixa de valor chama-se zona alvo de treinamento.

Zona alvo do treinamento

Zona de atividade moderada – 50 a 60% da FCmax: é a zona para quem está


começando uma atividade física e ou está voltando de um longo tempo
parado,como por contusão. Está é a faixa para fazer o aquecimento e
desaquecimento do treino. Também é uma zona utilizada para o fortalecimento
do coração e redução do colesterol e da pressão sanguínea. Para a nossa atleta
exemplo de 40 anos, a faixa é de 93 a 111 bpm.

Zona Aeróbia lipolítica (queima de gordura) – 60 a 70% da FCmax: nesta


faixa o corpo queima a gordura para utilizar como fonte de energia. Nesta zona
há a melhora do condicionamento físico aeróbico e o coração fica fortalecido.
Para a nossa atleta exemplo de 40 anos, a faixa é de 112 a 130 bpm.
Zona Aeróbia glicolítica (resistência) – 70 a 80% da FCmax: nesta zona, além
do coração, o sistema respiratório também será beneficiado, pois ocorrerá
aumento da capacidade aeróbica com o aumento da capacidade pulmonar; do
aumento do número e tamanho dos vasos sanguíneos. Com a prática regular
nesta zona a pessoa ganhará maior vigor físico. Para a nossa atleta exemplo de
40 anos, a faixa é de 131 a 148 bpm.

Zona Mista (limiar anaeróbio) – 80 a 90% da FCmax: no limiar anaeróbio o


treinamento começa a ficar mais anaeróbico do que aeróbico. Nesta zona o
coração não será capaz de bombear sangue e oxigênio suficientes para suprir
os músculos e o corpo terá que usar fontes anaeróbicas de energia. Então, o
corpo terá que “aprender” a tolerar o ácido lático e ganhar mais resistência. Esta
zona não deve ser mantida por mais de uma hora. Este treino não é interessante
para quem quer apenas manter a forma e deve ser feito somente com o
acompanhamento de um especialista. Para a nossa atleta exemplo de 40 anos,
a faixa é de 149 a 167 bpm.

Zona de Esforço Máximo – 90 a 100% da FCmax: não é uma zona para


corredores amadores. Há um alto risco de lesões, pois os músculos trabalham
com pouco oxigênio. Somente atletas profissionais em ótima forma devem atingir
esta fase e por curtos períodos de tempo, sempre com acompanhamento de um
especialista. Para a nossa atleta exemplo de 40 anos, a faixa é de 168 a 186
bpm.

Planilha para corrida – iniciantes


A planilha é uma sugestão de treinamento em 8 semanas para conseguir correr
por 35 minutos. No final, o corredor terá atingido 5 Km.

Independente da fase da planilha que a pessoa esteja, ela deve sempre respeitar
os seus limites.

É importante prestar atenção ao corpo e descansar por 3 dias e procurar um


médico se acontecer qualquer dor mais aguda, de um lado só do corpo e
persistente, principalmente se piora com a progressão do tempo da atividade.

Para ao qualquer sinal de mal estar. Apesar de a planilha oferecer uma


progressão gradual do esforço, cada pessoa tem os seus limites e capacidade
de recuperação.

Vamos à planilha
O plano consiste em aquecimento com caminhada moderada (50 a 60% da
FCmax) por 5 minutos + treino intercalando corrida (70 a 80% da FCmax) com
caminhada rápida (60 a 70% da FCmax) + desaquecimento com caminhada
moderada (50 a 60% da FCmax) por 5 minutos.

O treinamento deve ser feito 3 vezes por semana, sendo o dia seguinte de
repouso e, se possível, praticar musculação para melhorar o tônus muscular.
AQUECI
TREINO DESAQUECIMENTO
MENTO

5 minutos
15 minutos: 1 min de corrida
de 5 minutos de caminhada
Semana 1 Dia 1 + 1:30 min de caminhada
caminhada moderada
rápida (6 vezes)
moderada
5 minutos
20 minutos: 1 min de corrida
de 5 minutos de caminhada
Semana 1 Dia 2 + 1:30 min de caminhada
caminhada moderada
rápida (8 vezes)
moderada
5 minutos
20 minutos: 1 min de corrida
de 5 minutos de caminhada
Semana 1 Dia 3 + 1:30 min de caminhada
caminhada moderada
rápida (8 vezes)
moderada
18 minutos: 1:30 min de
5 minutos corrida + 2 min de
de caminhada rápida (4 vezes) 5 minutos de caminhada
Semana 2 Dia 1
caminhada / 1 min de corrida + 1 min moderada
moderada de caminhada rápida (2
vezes)
18 minutos: 1:30 min de
5 minutos corrida + 2 min de
de caminhada rápida (4 vezes) 5 minutos de caminhada
Semana 2 Dia 3
caminhada / 1 min de corrida + 1 min moderada
moderada de caminhada rápida (2
vezes)
5 minutos
21 minutos: 1:30 min de
de 5 minutos de caminhada
Semana 2 Dia 3 corrida + 2 min de
caminhada moderada
caminhada rápida (6 vezes)
moderada
16 minuotos: 1:30 min de
corrida + 1:30 min de
5 minutos
caminhada rápida / 2:30
de 5 minutos de caminhada
Semana 3 Dia 1 min de corrida + 2:30 min de
caminhada moderada
caminhada rápida (2 vezes) /
moderada
1:30 min de corrida + 1:30
min de caminhada rápida
21 minutos: 1:30 min de
corrida + 1:30 min de
5 minutos
caminhada rápida / 2:30
de 5 minutos de caminhada
Semana 3 Dia 2 min de corrida + 2:30 min de
caminhada moderada
caminhada rápida (2 vezes) /
moderada
1:30 min de corrida + 1:30
min de caminhada rápida
20 minutos: 2 min de corrida
5 minutos 5 minutos de caminhada
Semana 3 Dia 3 + 2 min de caminhada
de moderada
rápida / 3 min de corrida +
caminhada 3 min de caminhada rápida
moderada (2 vezes) / 2 min de corrida
+ 2 min de caminhada rápida
24 minutos: 3 min de corrida
5 minutos + 2 min de caminhada
de rápida / 4 min de corrida + 5 minutos de caminhada
Semana 4 Dia 1
caminhada 3 min de caminhada rápida moderada
moderada (2 vezes) / 3 min de corrida
+ 2 min de caminhada rápida
26 minutos: 3 min de corrida
5 minutos + 2 min de caminhada
de rápida / 5 min de corrida + 5 minutos de caminhada
Semana 4 Dia 2
caminhada 3 min de caminhada rápida moderada
moderada (2 vezes) / 3 min de corrida
+ 2 min de caminhada rápida
24 minutos: 3 min de corrida
5 minutos + 2 min de caminhada
de rápida / 5 min de corrida + 5 minutos de caminhada
Semana 4 Dia 3
caminhada 2 min de caminhada rápida moderada
moderada (2 vezes) / 3 min de corrida
+ 2 min de caminhada rápida
22 minutos: 5 min de corrida
5 minutos
+ 3 min de caminhada
de 5 minutos de caminhada
Semana 5 Dia 1 rápida / 6 min de corrida + 3
caminhada moderada
min de caminhada rápida / 5
moderada
min de corrida
26 minutos: 5 min de corrida
5 minutos
+ 3 min de caminhada
de 5 minutos de caminhada
Semana 5 Dia 2 rápida / 8 min de corrida + 5
caminhada moderada
min de caminhada rápida / 5
moderada
min de corrida

5 minutos
21 minutos: 8 min de corrida
de 5 minutos de caminhada
Semana 5 Dia 3 + 5 min de caminhada
caminhada moderada
rápida / 8 min de corrida
moderada
5 minutos 25 minutos: 10 min de
de corrida + 5 min de 5 minutos de caminhada
Semana 6 Dia 1
caminhada caminhada rápida / 10 min moderada
moderada de corrida
5 minutos 23 minutos: 10 min de 5 minutos de caminhada
Semana 6 Dia 2
de corrida + 3 min de moderada
caminhada caminhada rápida / 10 min
moderada de corrida
5 minutos 23 minutos: 15 min de
de corrida + 3 min de 5 minutos de caminhada
Semana 6 Dia 3
caminhada caminhada rápida / 5 min de moderada
moderada corrida
5 minutos
de 20 minutos: 20 min de 5 minutos de caminhada
Semana 7 Dia 1
caminhada corrida moderada
moderada
5 minutos
de 20 minutos: 20 min de 5 minutos de caminhada
Semana 7 Dia 2
caminhada corrida moderada
moderada
5 minutos
de 25 minutos: 25 min de 5 minutos de caminhada
Semana 7 Dia 3
caminhada corrida moderada
moderada
5 minutos
de 28 minutos: 28 min de 5 minutos de caminhada
Semana 8 Dia 1
caminhada corrida moderada
moderada
5 minutos
de 30 minutos: 30 min de 5 minutos de caminhada
Semana 8 Dia 2
caminhada corrida moderada
moderada
5 minutos
de 35 minutos: 35 min de 5 minutos de caminhada
Semana 8 Dia 3
caminhada corrida moderada
moderada
Após o treino, o alongamento não deve se esquecido.

FACEBOO

Não é objetivo do site a propaganda do consultório médico da autora deste, sendo assim,
não é possível marcar consulta por e-mail, e nem será informado o número de telefone ou
endereço do consultório.

Não serão respondidas questões pessoais sobre casos clínicos, exames ou doenças por e-
mail, Facebook ou qualquer meio virtual.

As informações postadas possuem caráter educativo.


Para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar medicamentos, procure
atendimento médico mais próximo de você.

O Conselho Federal de Medicina não permite atendimento médico por meio virtual.

Tratamentos Corporais

Carboxiterapia
É indicada no tratamento de celulite, gordura localizada, estrias, flacidez da pele e ainda, para
estimular o crescimento do cabelo. Consiste na aplicação de gás carbônico (CO2) sob a pele,
com pressão controlada.
A carboxiterapia estimula o metabolismo celular e promove o aumento da circulação local,
possibilitando maior produção de colágeno e elastina.

Duração: entre 30 e 50 minutos, variando de acordo com a área tratada.

Agende sua sessão

Cellutec
O Cellutec é um aparelho com tecnologia francesa que, por meio de movimentos circulares,
vibratórios e de percurssão, proporciona uma massagem vigorosa do tecido. É eficiente no
tratamento de celulite e de remodelagem corporal, pois promove a eliminação dos depósitos de
gordura decorrentes da circulação deficiente, aumenta a oxigenação dos tecidos e estimula o
metabolismo local.

Duração: 50 minutos

Agende sua sessão


Drenagem linfática
A drenagem linfática é uma massagem realizada por meio de manobras suaves e de baixa
pressão, no sentido do fluxo linfático, que estimula a eliminação de líquidos, toxinas e resíduos
metabólicos.
É recomendada para quem tem retenção de líquido e a gestantes, no pós-operatório, auxilia na
redução de inchaço, previne a formação de aderências e alivia as dores.

Duração: 50 minutos

Agende sua sessão

Eletroestimulação
Também chamada de Corrente Russa, consiste em um tratamento de tonificação muscular
realizado com um aparelho de eletroterapia capaz de promover a contração muscular, por meio
de corrente elétrica.
A forma de utilização da corrente russa muda de acordo com a finalidade do tratamento, que é
indicado no combate à flacidez muscular, gordura localizada e para mulheres no pós-parto.

Duração: 30 minutos

Agende sua sessão


Indermoterapia
Consiste em uma massagem profunda – realizada por endermosucção, a qual provoca a
mobilização da gordura localizada e estimula a drenagem linfática.
É eficiente no tratamento contra a celulite e na redução de medidas, sendo, ainda, indicado no
pré e pós-operatório de lipoaspiração.

Duração: 40 minutos

Agende sua sessão

Manthus
Moderna tecnologia computadorizada de ultrassom de alta potência associada a correntes
estéreo-dinâmicas, o Manthus é indicado no tratamento de celulite, gordura localizada e
flacidez. É eficaz também na recuperação pós-operatória de edemas e hematomas, e no
tratamento de aderências pós-cirúrgicas.

Duração: 20 a 40 minutos, variando de acordo com a área tratada.

Agende sua sessão

Massagem Modeladora
Massagem manual com movimentos vigorosos, com ênfase nas áreas que apresentem maior
grau de celulite e nódulos de gordura.
Esta técnica melhora a distribuição de água, trabalha a circulação sanguínea e linfática,
redistribui as células de gordura, o que regride graus de celulite, e remodela a silhueta.

Duração: 45 minutos

Agende sua sessão


Plataforma Vibratória
Na plataforma vibratória, são trabalhados vários grupos musculares ao mesmo tempo, com
contrações de 20 a 50 vezes por segundo, que promove à drenagem linfática,relaxamento e
perda calórica.
A médio e longo prazo observa-se, também,ganho de massa óssea e muscular, tonificação,
redução do percentual de gordura, melhora da celulite e do equilíbrio.

Duração: não deve ser utilizada por mais de 20 minutos seguidos.

Agende sua sessão

Ultravac
O Ultravac é uma inovação tecnológica, diferenciada e exclusiva capaz de associar o ultrassom
de alta potência, endermologia e correntes bio-ativadoras em um único aparelho e de forma
simultânea, obtendo-se, assim, resultados mais rápidos. Essa técnica ativa o metabolismo local,
promove a lipólise (queima de gordura) e o aumento do fluxo sanguíneo, favorecendo a
remodelagem corporal e a melhora da celulite.

Duração: 40 minutos

Confira 3 treinos na esteira para perder peso e reduzir medidas:

+ FITNESS

o Treino funcional na areia


o Treino na escada para endurecer o bumbum e as pernas
o Treino power da Anitta
o 6 motivos para praticar boxe
o 5 exercícios para secar a barriga
o Treino da Letícia Birkheuer para turbinar o bumbum
Iniciante
2 minutos de aquecimento

3 minutos de esteira - inclinação no nível de 3%

10 minutos de esteira - inclinação no nível de 6%

“Repita este ciclo duas vezes. A velocidade pode iniciar em 5km/h e ir aumentando enquanto o aluno
se sinta confortável”, explica a professora.
Intermediário
5 min aquecimento caminhada rápida

10 minutos de corrida leve 5km/h a 7.0km/h

5 minutos de corrida leve 5km/h a 7.0km/h inclinação 3%

5 minutos de trote na inclinação 10%

5 minutos corrida moderada 7.0km/h a 8.0km/h

“O ideal é que o treino não passe de uma hora”, comenta a especialista.


Avançado
10 minutos corrida velocidade moderada 7 a 8km/h

10 minutos corrida moderada 7a 8km/h inclinação 3%

2 minutos de tiro velocidade máxima que você consegue alcançar

3 minutos corrida leve para recuperação até 7.0 a 7.5 km/h

2 minutos de tiro velocidade máxima que você consegue alcançar

3 minutos corrida leve para recuperação até 7.0 a 7.5 km/h

Por isso, dá para perder até 4 quilos em quatro semanas – desde que
você não passe a comer mais do que está acostumada. Se quiser
continuar seguindo o programa depois de um mês, basta aumentar a
carga, mantendo a regularidade de quatro vezes por semana e
respeitando a frequência cardíaca indicada. Bom treino!
Acerte a carga
O peso é um dos recursos para intensificar o trabalho muscular.
Quanto mais pesada estiver a bike, maior o estímulo nos músculos
das pernas e do bumbum. As cargas variam muito de acordo com o
equipamento, mas geralmente são medidas em uma escala que vai de
1 a 10. Caso sua bicicleta tenha outra escala, você pode utilizar a
percepção de esforço (abaixo) ou fazer uma continha: veja qual é o
peso máximo da bike, divida por três e encontre as três faixas de
carga para o treinamento.

Carga baixa: de 1 a 3. Você praticamente não percebe o trabalho


muscular.

Carga intermediária: de 4 a 6. Você sente o trabalho muscular.

Carga alta: de 7 a 10. O trabalho muscular é muito intenso.


Entre no ritmo
O que vai determinar a intensidade das pedaladas é a sua frequência
cardíaca. É importante monitorá-la e mantê-la dentro da faixa indicada
no treino. Para isso, o primeiro passo é calcular a frequência cardíaca
máxima (FCM), subtraindo a sua idade de 220. Se tem 20 anos, FCM:
220 – 20 = 200. Para pedalar entre 65% e 70% da FCM, faça o
cálculo: se a sua FCM for 200, a conta é 200 x 0.65 (130) e 200 x 0.7
(140). Isso significa que você terá que manter o batimento cardíaco
entre 130 e 140 vezes por minuto. Se tiver frequencímetro, melhor (os
modelos mais baratos custam, em média, 150 reais). O aparelho
mede com precisão seus batimentos cardíacos e avisa quando você
sai da faixa indicada. Caso não tenha, utilize a tabela de percepção de
esforço abaixo, criada pela academia Bio Ritmo para as aulas de
ciclismo indoor.

65% da FCM – Fácil. Não modifica a respiração, não cansa as


pernas, é um passeio de bicicleta.

70% da FCM – Moderado. Respiração ainda normal, pernas


começam a sentir a resistência do pedal, saindo da zona de conforto.

75% da FCM – Moderado alto. Respiração quase ofegante, pernas


sentem a resistência do pedal, levemente desconfortável.

80% da FCM – Forte. Respiração ofegante (mas consegue suportar),


pernas levemente cansadas, desconfortável.

85% da FCM – Muito forte. Respiração bem ofegante, pernas


cansadas, sensação de que não dá para aguentar muito tempo.
90% da FCM – Extenuante. Respiração extremamente ofegante,
pernas muito cansadas, sensação de querer parar o mais rápido
possível.
Para o exercício render mais
Pequenos cuidados tornam as pedaladas mais seguras e eficientes:

Estica-e-puxa. É importante alongar os músculos, principalmente das


pernas, antes e depois de pedalar, para evitar lesões.
Os alongamentos iniciais também ajudam a proporcionar mais
rendimento da musculatura durante a prática.

Hidratação na medida. Tenha uma garrafinha de água sempre à mão


e beba aos poucos durante todo o exercício. Desidratado, seu corpo
perde rendimento e até a contração muscular fica prejudicada.

Roupas adequadas. Use camisetas que permitam a transpiração.


Como vai ficar sentada durante muito tempo, pode optar por uma
bermuda acolchoada, com proteção extra no bumbum (à venda em
lojas de artigos esportivos). Prefira tênis com solado mais rígido, pois
assim você exige menos da musculatura do arco do pé e evita dores
após o exercício.

Distração por perto. Vale ligar a TV no seu programa preferido ou


ouvir uma música bem animada (dance, tecno e rock são ótimos
ritmos para movimentos rápidos e que exigem força). Dessa maneira,
o tempo passa voando!

Disciplina acima de tudo. Escolha um horário fixo para malhar. Com


o equipamento disponível 24 horas por dia, é comum deixar para se
exercitar sempre que sobrar um tempinho. Aí você corre o risco de
adiar para depois e depois… E acaba não pedalando nunca.

Ambiente agradável. Em casa, coloque a bicicleta ergométrica em


local ventilado. Caso contrário, vai sentir calor rápido e perder o pique.
Ajuste a altura do banco de forma que o joelho da perna que está no
pedal mais baixo fique semiflexionado. Mantenha o tronco reto, olhe
para a frente e incline a cabeça levemente para baixo.
Treino que enxuga gordura
Este programa dura um mês e fica mais puxado a cada semana. Dá
para você fazer na bicicleta ergométrica de casa, da academia ou do
salão de ginástica do prédio!
1ª semana

Segunda-feira
Tempo: 45 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min entre 70 e 75% da FCM e carga baixa
5 min a 80% da FCM e carga intermediária + 1 min ritmo lento e sem
carga – repetir 5 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

Quarta-feira
Tempo: 45 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min entre 70 e 75% da FCM e carga baixa
4 min a 80% da FCM e carga intermediária + 1 min a 85% da FCM e
carga intermediária + 1 min ritmo lento e sem carga – repetir 5 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

Sexta-feira
Tempo: 45 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
10 min a 75% da FCM e carga intermediária
5 min a 80% da FCM e carga intermediária
10 min a 75% da FCM e carga intermediária
10 min a 80% da FCM e carga intermediária
5 min ritmo lento e sem carga

Sábado
Tempo: 45 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min entre 70 e 75% da FCM e carga baixa
5 min a 80% da FCM e carga intermediária + 1 min ritmo lento e sem
carga – repetir 5 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

2ª semana

Segunda-feira
Tempo: 60 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min a 75% da FCM e carga baixa
4 min a 80% da FCM e carga intermediária + 4 min a 85% da FCM e
carga intermediária + 1 min ritmo lento e sem carga – repetir 5 vezes
5 min ritmo lento e sem carga
Quarta-feira
Tempo: 55 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min a 75% da FCM e carga baixa
4 min a 80% da FCM e carga intermediária + 2 min a 85% da FCM e
carga intermediária + 2 min a 75% da FCM e carga intermediária –
repetir 5 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

Sexta-feira
Tempo: 60 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
10 min a 75% da FCM e carga intermediária + 10 min a 80% da FCM
e carga intermediária + 5 min a 85% da FCM e carga intermediária –
repetir 2 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

Sábado
Tempo: 60 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min a 75% da FCM e carga baixa
4 min a 80% da FCM e carga intermediária + 4 min a 85% da FCM e
carga intermediária + 1 min ritmo lento e sem carga – repetir 5 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

3ª semana

Segunda-feira
Tempo: 50 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min a 75% da FCM e carga baixa
2 min a 80% da FCM e carga intermediária + 1 min a 75% da FCM e
carga intermediária + 2 min a 85% da FCM e carga intermediária –
repetir 7 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

Quarta-feira
Tempo: 55 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min a 75% da FCM e carga baixa
3 min a 80% da FCM e carga intermediária + 2 min a 85% da FCM e
carga intermediária – repetir 5 vezes
5 min entre 70 e 75% da FCM e carga intermediária
5 min a 80% da FCM e carga intermediária
5 min a 85% da FCM e carga intermediária
5 min ritmo lento e sem carga

Sexta-feira
Tempo: 60 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min a 75% da FCM e carga intermediária
10 min a 80% da FCM e carga intermediária + 5 min a 85% da FCM e
carga intermediária – repetir 3 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

Sábado
Tempo: 50 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min a 75% da FCM e carga intermediária
2 min a 80% da FCM e carga intermediária + 1 min a 75% da FCM e
carga intermediária + 2 min a 85% da FCM e carga intermediária –
repetir 7 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

4º semana

Segunda-feira
Tempo: 60 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min a 75% da FCM e carga intermediária
5 min a 80% da FCM e carga intermediária
5 min a 85% da FCM e carga intermediária ou alta + 1 min a 90% e
carga intermediária ou alta + 2 min ritmo lento e sem carga – repetir 5
vezes
5 min ritmo lento e sem carga

Quarta-feira
Tempo: 50 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min a 75% da FCM e carga intermediária
3 min a 80% da FCM e carga intermediária + 4 min a 85% da FCM e
carga intermediária ou alta – repetir 5 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

Sexta-feira
Tempo: 60 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
10 min a 75% da FCM e carga intermediária
5 min a 80% da FCM e carga intermediária + 5 min a 85% da FCM e
carga intermediária ou alta – repetir 4 vezes
5 min ritmo lento e sem carga

Sábado
Tempo: 60 min
5 min entre 65 e 70% da FCM e carga baixa
5 min a 75% da FCM e carga intermediária
5 min a 80% da FCM e carga intermediária
5 min a 85% da FCM e carga intermediária ou alta + 1 min a 90% e
carga intermediária ou alta + 2 min ritmo lento e sem carga – repetir 5
vezes
5 min ritmo lento e sem carga
PROJETO PRAIA 2018!!! 59 Procedimentos: 6 Modeladoras + 6 Detox + 6 Heccus + 5 Infra + 5
Carboxi + 5 Endermo + 5 Correntes Russas + 5 Crioterapias + 16 Plataformas

R$2.800,00 (91% de desconto)

R$249,90

em até 12x de R$24,07

Destaques
Está na hora de inciar o Projeto PRAIA 2018!!! E somente no Tatubaratto você garante seu pacote
corporal na Derma Fisio com 59 repetições e 9 prodecimentos diferentes! Combinação imperdível dos
procedimentos para potencializar ainda mais os seus resultados. O protocolo conta com carboxiterapia,
tendência atual e resultados fantásticos. Além disso, o pacote ainda inclui outros 8 procedimentos, um
verdadeiro arsenal com massagem modeladora, detox, heccus, infravermelho, endermoterapia,
corrente russa e plataforma vibratória.

Está esperando o que? Aproveite esse Protocolo incrível que a Derma Fisio preparou para você, porque
para arrasar com o corpinho de modelo nas praias e piscinas durante o Verão, é preciso começar
AGORA!!!

São 59 Sessões em mais um protocolo EXCLUSIVO Derma Fisio. É baratto demais, cada
procedimento sai por menos de R$ 4,50. Trata-se de um tratamento de tecnologia avançada e o que há
de mais moderno no mercado para tratar gordura localizada e reduzir medidas e os resultados serão
visivelmente comprovados!!! O tratamento também agrega avaliação e acompanhamento
oligoterápicos a fim de potencializar os resultados do método de redução de gordura localizada.

Está esperando o que? Corra e garanta já o seu cupom!!!

Oferta válida para: 59 Procedimentos: 6 Modeladoras + 6 Detox + 6 Heccus + 5 Infra + 5 Carboxi +


5 Endermo + 5 Correntes Russas + 5 Crioterapias + 16 Plataformas por apenas R$ 249,90.

E você ainda pode parcelar a sua compra em até 12 vezes no cartão de crédito.

Confira mais detalhes da oferta:

MASSAGEM MODELADORA: é uma massagem executada com vibração favorecendo a quebra


das células de gordura, posteriormente eliminadas pelo organismo. Combate a gordura localizada,
flacidez e a celulite.
DETOX POR IONIZAÇÃO: é um tratamento de desintoxicação orgânica, que se faz através da
drenagem de toxinas e metais pesados via sistema linfático. O tratamento consiste em colocar os pés
numa bacia com água, com o aparelho Detox.
HECCUS: é um moderno equipamento computadorizado que ativa o sistema linfático, melhora a
flacidez e a textura da pele, auxilia na definição da musculatura, reduz celulite e gordura localizada.
INFRAVERMELHO: O infravermelho é usado na estética corporal para combater e tratar celulite,
flacidez, além de auxiliar no tratamento da obesidade, estimulando e acelerando o metabolismo,
eliminando toxinas, relaxando o corpo, instigando a oxigenação e hidratação de tecidos e renovação
de células vivas.
CARBOXTERAPIA: consiste na aplicação de injeções de gás sob a pele para eliminar marcas de
celulite, estrias, gordura localizada e também para eliminar flacidez da pele. Indicada para:
 - Celulite: reduz o inchaço local e queima a gordura da celulite devido ao aumento da circulação no
local.
 - Estrias: alonga os tecidos do local e preenche a região com gás, estimulando a produção de colágeno.
 - Gordura localizada e flacidez: melhora a circulação sanguínea no local da injeção, facilitando a
queima de gorduras.
ENDERMOTERAPIA: é um procedimento não invasivo usado para diminuir a celulite e a gordura
localizada. Provoca o relaxamento muscular, aumento da circulação sanguínea, diminuição da celulite
e da tensão muscular, aumento da oxigenação dos tecidos, elimina toxinas do organismo, promove a
drenagem linfática, estimula a produção de colágeno, tonifica e diminui a flacidez da pele.
CORRENTE RUSSA: aparelho de eletroestimulação que promove a contração muscular e o aumento
do volume muscular. Excelente tratamento para perder barriga.
CRIOTERAPIA: é uma técnica que consiste em resfriar o local desejado a fim de combater a gordura
localizada e melhorar a aparência da celulite. Indicada para eliminar gordura localizada (emagrecer),
melhorar a tonicidade da pele combatendo a flacidez e combater a celulite.
PLATAFORMA VIBRATÓRIA: é uma técnica que estimula partes específicas do corpo e promove
uma circulação perfeita, fazendo com que as toxinas e outros líquidos sejam eliminados pela urina,
desinchando, diminuindo gordura, deixando contornos mais nítidos e proporcionando uma excelente
drenagem linfática. Os benefícios são: redução de medidas e celulites, eliminação dos nódulos de
tensão, redução de problemas circulatórios, cansaço e dores de cabeça.

Parâmetros Utilizados Na Plataforma Vibratória Para Potencializar Os


Resultados Dos Tratamentos De Gordura Localizada
DÊNIS BARNES set 25, 2016 782 0

 FACEBOOK
 TWITTER
 GOOGLE+

Vibração é um estímulo mecânico caracterizado por movimento vibratório no qual a


intensidade varia de acordo com a frequência, amplitude e magnitude do movimento
gerado. Existem diversas formas de ondas provocadas pelo movimento, como as ondas
senoidais, transitórias e estacionárias (Figura 1).
Figura 1- Tipos de
ondas
Os protocolos de exercícios utilizando plataformas vibratórias podem ser manipulados por
meio da escolha da amplitude e da frequência de vibração, ou seja, a intensidade do
treinamento.

Além disso, o treinamento pode ter a progressão da intensidade do estímulo vibratório


modificando-se o número de séries realizadas em uma sessão, o tempo do estímulo
vibratório e do intervalo entre as séries, a frequência de treinamento semanal e a duração
total do programa de treinamento. Todas estas variações e progressões no treinamento
dependem não só do objetivo do treinamento como também do nível de condicionamento
dos indivíduos e da população em que será aplicado.

A vibração produzida por essas plataformas é uma combinação mecânica que pode ser
definida por algumas variáveis de vibração:

1. Amplitude;

2. Frequência;

3. Tempo trabalho geral;

4. Tempo de descanso as séries.

Amplitude

Distância percorrida pela vibração em cada ciclo de (mm). Alguns autores expressam como
a distância total (pico a pico), mas normalmente em plataformas a vibração é indicada como
meio/pico (sem padronização)Figura 2.
Figura 2- Amplitude de deslocamento da Plataforma
Vibratória
Dois estudos realizados pelos mesmos investigadores, idênticos em tudo, exceto na
amplitude de vibração, os resultados obtidos foram muito diferentes. Um deles usando 1
milímetro de amplitude, não produziu qualquer mudança no desempenho neuromuscular. O
outro usando 4 mm, gerando a obtenção de um aumento na contração voluntária máxima
isométrica e na força de salto (Bosco, 2000).

Frequência

A frequência é definida como o número de ciclos por unidade de tempo, normalmente


expressa na unidade hertz (Hz) ou ciclos por segundo (Figura 3). Em geral, o uso de
frequências de vibração permanece abaixo de 50 Hz, vários autores sugerem o intervalo
mais efetivo entre 25 e 45 Hz.

Figura 3- Frequência da Plataforma


Vibratória
Importante- Cada parte do corpo humano tem uma frequência própria, uma frequência de
ressonância com valores aproximados.

KOMI (2006) cita os olhos (20 Hz), cabeça (18 Hz), órgãos internos (8 Hz) e músculos (7-
15 Hz).

Quando a frequência da vibração coincide com a frequência natural do sistema pode ocorrer
uma ressonância no corpo humano submetendo-o a oscilações perigosas que podem
inclusive causar danos e desconfortos como dor de cabeça e tonturas (RAO, 1986; SILVA,
2004).

Tempo de Aplicação do Estímulo Vibratório


Após 1 minuto de série vibracional já foram obtidos aumento da força muscular, quando o
estímulo foi prolongado, ou seja, exposições atingindo 5-6 minutos ininterruptos, obteve-se
justamente o contrário, uma diminuição de desempenho neuromuscular.

O protocolo de exercício inclui o tipo de exercício (exercícios dinâmicos parecem ser mais
efetivos para produzir melhorias na força do músculo), o número de sessões semanais e a
duração de cada sessão. Os períodos de repouso e frequência de treinamento são de extrema
importância.

Postura corporal (posição do corpo) é outro fator que influência na transmissão de vibrações
em diferentes sítios anatômicos.

A respeito da postura mais adequada para adotar-se sobre uma plataforma vibratória,
estudos indicam que deve haver algum grau de flexão de joelhos, e consequentemente o
quadril e os tornozelos, mantendo-os ligeiramente flexionados.

Peso corporal deve ser depositado sobre o ante pé, evitando a aplicação dos estímulos
mecânicos diretamente sob os calcanhares. Para estes autores, ambas as técnicas promovem
uma redução da magnitude vibratória transmitida para os segmentos do tronco e da cabeça e
garantem maior segurança (Figura 4).

Figura 4- Postura correta na utilização da


Plataforma Vibratória
De acordo com Abercromby et al. (2007), a magnitude das vibrações mecânicas que
alcançam o tronco e a cabeça pode ser reduzida por meio da flexão dos joelhos, chegando a
metade de sua magnitude quando o ângulo de flexão é de 26 a 30º.

Ângulos de flexão próximos a 90º, porém, podem inibir os efeitos desejados para o
treinamento, não ativando os músculos do quadríceps e os ísquios-tibiais.

Lafortune (1996) acrescenta ainda que a distribuição do peso corporal sobre o antepé pode
ajudar a evitar o fenômeno de ressonância, uma vez que estimula a ativação do músculo
tríceps sural e, consequentemente, otimiza o amortecimento das vibrações.

Além de propiciar uma posição mais estável sobre a plataforma, permite uma redução da
transmissibilidade vibratória para o tronco e a cabeça, evitando assim o surgimento de
cefaleias, entre outros sintomas de desconforto corporal.

Tipos de Plataformas

Para aplicar a estimulação mecânica através de uma plataforma vibratória existem vários
aparelhos no mercado, mas distinguido especialmente na forma de aplicação do estímulo.
Alguns aplicam vibração na vertical, enquanto outros aplicam a vibração horizontal e ainda
um terceiro tipo caracterizado na figura B chamada de recíprocas ou oscilatórias (Figura 5).
Figura 5- Tipos de Plataformas
A plataforma vibratória vertical possibilita a realização de exercícios, por exemplo, em
posição deitada sobre o aparelho (que a oscilação da plataforma oscilatória não permite),
ou, através da utilização de diversos acessórios, que permitem trabalhar significativa e
eficientemente todas as partes do corpo de forma genérica ou localizada (Bosco, 1998).

Raimundo 2006, em sua tese de doutorado ressalta que em sua revisão da literatura, há falta
de pesquisas e o baixo resultado das plataformas puramente recíprocas (oscilatórias).
Ressaltando que esta falta de conhecimento é especialmente importante no estudo das
pessoas adultas ou idosas.

Tratamentos Corporais

Tratamentos Corporais
Contamos com protocolo próprio e completo no tratamento de ESTRIAS, CELULITE,
GORDURA LOCALIZADA, FLACIDEZ, LESÕES VASCULARES, LESÕES
PIGMENTARES, REMOÇÃO DE PÊLOS E REMOÇÃO DE TATUAGENS com a
utilização de aparelhos específicos, tratamentos médicos, orientação, home care e
medicações.

DRENAGEM LINFÁTICA

É uma massagem de desintoxicação que percorre o trajeto dos vasos em direção aos gânglios
linfáticos onde as toxinas e o excesso de líquidos das células são eliminados.
O objetivo dessa técnica de massagem é ativar as trocas circulatórias e metabólicas resultando
em um equilíbrio de funções e harmonia estética do corpo. Produz efeito terapêutico nos
tecidos subcutâneos, muscular e vascular.
A Drenagem linfática é essencial na preparação de cirurgias plásticas e no pós-operatório,
garantindo uma melhor cicatrização e uma recuperação mais rápida. Indicada também para o
tratamento da celulite.
Para se entender a importância dessa “obra prima” da estética, imagina-se um lago de águas
paradas e a quantidade de toxinas que ficam retidas neste lago. Estas toxinas no corpo humano
são sinônimas de celulite, dores nas pernas, obesidade, cansaço câimbras, etc. Drenagem
linfática manual é uma “limpeza interna”. Indicada para todas as idades.

Benefícios:
- Redução de celulite;
- Redução de gordura;
- Antiestresse;
- Redução de inchaço (edema).

MASSAGEM REDUTORA

O efeito redutor é conseguido pelo aumento do metabolismo celular e por um melhor preparo
de tecido celular subcutâneo no sentido de absorver de maneira mais eficaz os cremes
redutores. A massagem redutora caracteriza-se por deslizamento e amassamentos rápidos e
vigorosos na direção da fibra muscular da região a ser reduzida.

MASSAGEM RELAXANTE

Auxilia no combate ao stress, tensão muscular, fadiga mental e física decorrente do dia-a-dia,
por proporcionar ao paciente um bem estar geral. A massagem relaxante é realizada com
manobras suaves, sem nunca causar dor ao paciente

REIKE
O reiki foi criado em 1922 pelo monge budista japonês Mikao Usui, tem por base a crença de
que existe uma energia vital universal “Ki”, a versão japonesa do chi, manipulável através da
imposição das mãos. Através desta técnica torna-se possível canalizar a energia universal em
forma de Ki a fim de restabelecer um suposto equilíbrio natural, não só espiritual, mas
também emocional e físico.

PEDRAS QUENTES

Excelente para ser realizada em dias mais frios. Baseia-se na troca de energia com pedras
semipreciosas, que são colocadas nos principais chacras (círculos de energia espalhados pelo
corpo, que ajudam no equilíbrio do corpo e da mente. Quando um deles está em desequilíbrio
pode ocorrer diversos problemas, desde depressão, irritabilidade, dores em geral, estresse,
insônia, cansaço físico e mental) e nas pedras vulcânicas, que são espalhadas ao longo da
coluna, pés e mãos, ou seja, termoterapia, em que a condução do calor é transmitida ao corpo
através das pedras desobstruindo o fluxo energético. Pode-se alternar a aplicação no corpo
com pedras quentes e frias, afim de obter uma sinergia maior de reações fisiológicas e
orgânicas.
O objetivo da massagem é relaxar toda musculatura, desestressar e entrar em um estado
chamado alpha, entre o dormindo e acordado.
Indicações: Dores musculares, tensão crônica, prisão de ventre, atrofia muscular, estresse,
cólica menstrual, circulação sanguínea comprometida, gordura localizada, celulite, cansaço,
angústia, depressão e obesidade.
BAMBUTERAPIA

Originária da França e criada pelo fisioterapeuta francês Gill Amsallem. Ela é feita com
Bambus de diferentes tamanhos que agem como um prolongamento dos dedos (com isso
alcança maior extensão das regiões do corpo).
Excelente tratamento para perder medidas, relaxar e delinear o corpo. Sendo mais eficaz que
a drenagem linfática, pois intensificam ainda mais a eliminação de tecido adiposo, além de
relaxar e ainda reduzir tensão, ela desperta a energia, deixando a pele flexível e promovendo
uma drenagem linfática através da estimulação das glândulas, auxiliando na diminuição da
celulite.
Apresenta propriedades modeladoras, drenantes, relaxantes, tonificantes e energéticas.
Melhora a oxigenação, nutrição, promove aquecimento, vasodilatação, limpeza cutânea,
renovação celular, desintoxicação, drenagem venosa, circulação arterial, libera aderências,
induz ao relaxamento, renovação celular, estimula a diurese, sudorese, tonificação muscular
e melhoria da permeabilidade dos ativos (óleos essenciais ou essências de cristais).
Indicação: tratamentos de celulite, flacidez e gordura localizada, melhorar a postura.

GOMAGE

É uma técnica de esfoliação efetuada com aplicação de produtos esfoliantes que promove
uma limpeza profunda através da retirada de resíduos e células mortas da pele, possibilitando
uma textura mais uniforme, preparando assim a pele para receber qualquer tratamento
estético.

BANHO DE LUA

Consiste na descoloração dos pelos do corpo, remoção de células mortas, através de


procedimento de esfoliação (gomage) e hidratação profunda da pele para reposição de água
no manto hidrolipídico e maciez do tecido.

CORRENTE RUSSA

A corrente russa é um aparelho de estimulação elétrica que exercita os músculos do corpo


sem que seja preciso que você faça nenhum esforço. As placas são colocadas nos pontos
motores dos músculos onde são dados estímulos trabalhando as três fibras musculares (branca
vermelha e intermediária).

Benefícios:
- Melhora na flacidez;
- Definição muscular;
- Redução de medidas;
- Enrijecimento muscular;
- Ótimo resultado no tratamento da celulite.

ULTRASSOM

O ultrassom é um aparelho de baixa frequência que emite ondas sonoras. A vibração dessas
ondas faz a quebra das células de gordura, acelerando sua eliminação e perda, e produz um
aquecimento da região tratada favorecendo assim a penetração do gel medicamentoso
(fonoforese).
Esse processo aumenta a produção de colágeno pelo incremento do fluxo de cálcio para os
fibroblastos. Produz aumento da permeabilidade capilar, melhorando a irrigação sanguínea e
linfática.
Seu uso associado a endermoterapia e/ou lipoescultura manual otimizam os benefícios no
combate da celulite e gordura localizada.
No pós-operatório é indicado para o tratamento das fibroses e queloides, pois melhora a
circulação local, aumenta a extensibilidade das fibras colágenas e melhora as propriedades
do tecido.

Benefícios:
- Redução da gordura localizada;
- Quebra dos nódulos de celulite;
- Melhora das aderências e queloides.

ENDERMOTERAPIA

Uma técnica que associa vácuo-pressurização e massagem por rolamento. Essa associação
provoca “quebra” das fibras intercelulares que se formam ao redor das células de gordura
causando o efeito “casca de laranja” na pele.
A endermoterapia ativa a oxigenação dos tecidos e estimula a produção de colágeno
melhorando assim a flacidez tissular.

Benefícios:
- Redução de celulite;
- Redução de gordura localizada;
- Estimulação do sistema linfático e sanguíneo;
- Aumento da tonicidade da pele;
- Melhora no aparecimento de tecido cicatrizante (no pós-operatório tardio).

MANTHUS

É um moderno equipamento computadorizado que age profundamente nas áreas tratadas,


porque combina ultrassom (realiza o fluxo da gordura), correntes elétricas (acelera a queima
de gordura) e eletroporação (ondas eletromagnéticas que abrem os poros e permitem que os
ativos realmente cheguem ao interior da célula). O tratamento é indolor e tem resposta rápida
e eficaz contra celulite gordura localizada.
O sucesso de todo tratamento estético, depende de pelo menos dois fatores como:
regularidade no intervalo das sessões e o peso do cliente durante o tratamento, que deve ser
controlado com uma boa alimentação e exercícios físicos. Número de sessões varia de acordo
com cada caso, os efeitos são comprovados mais facilmente por volta da décima sessão.
Regiões onde pode ser aplicado Abdômen, Culotes, Pernas, Glúteos, e Dorso.
O vencedor na luta contra celulite e gordura localizada. Desenvolvido exclusivamente para
“Única”, é a associação do ultrassom de alta potência aliado com correntes polarizadas para
promover a quebra de gordura. Associado com princípios ativos lipolíticos produz os efeitos
da mesoterapia com tecnologia superior. Grande aliado pré e pós-cirurgias de lipoaspiração
e lipoescultura.

LIPOCAVITAÇÃO

A ultracavitação é uma das técnicas mais eficazes para tratar a gordura localizada e também
o aspecto de “casca de laranja” da pele. A técnica é uma excelente alternativa à Lipoaspiração
já que não necessitam de internação, anestesias ou cortes.
Trata-se de um procedimento seguro que proporciona novos contornos ao corpo (feminino
ou masculino) de forma efetiva. A ultracavitação é uma tecnologia baseada em ultrassom
focado de baixa frequência que age seletivamente provocando a emulsificação da célula de
gordura, preservando as demais.
Após o procedimento, são aconselhadas atividades aeróbicas, tratamentos de drenagem
linfática, plataforma vibratória, estimulação russa etc., para que a gordura desintegrada seja
eliminada mais facilmente pelo organismo.
A cavitação produzida durante o tratamento promove vários micros rompimentos das
membranas das células de gordura de forma homogenia. O conteúdo da célula adiposa,
conhecido como triglicerídeo, é disperso no fluido entre as células e então transportado
através do sistema linfático, vascular e finalmente é metabolizado pelo fígado, que por sua
vez não ocorre nenhuma distinção entre a gordura proveniente do tratamento e a gordura
originada dos alimentos consumidos. Ambas são processadas pelo mecanismo natural do
organismo.
A ultracavitação pode ser usada em praticamente todo o corpo, sendo as áreas mais
procuradas: abdômen, flancos, culotes e coxas.
A tecnologia plana e focalizada cientificamente comprovada do ultrassom rompe as células
de gordura. Uma onda de ultrassom atinge seletivamente as células adiposas da região
escolhida do corpo e as rompe sem lesionar os tecidos adjacentes, preservando vasos
sanguíneos e sistema nervoso.
Estudos demonstram que os resultados podem aparecer em até um mês. Observa-se uma
redução média de até cinco centímetros na circunferência corporal na primeira aplicação. Isto
equivale à redução do tamanho de um manequim. O tratamento constitui de 6 a 10 sessões,
podendo ser feita duas sessões semanais.
Cada sessão de ultracavitação dura de 30 a 50 minutos, dependendo das áreas tratadas
(abdômen, bumbum, entre outros).

MICROCORRENTE

No corpo a microcorrente tem como ajudar no tratamento da flacidez corporal e auxilia nos
tratamentos de redução de estrias através do estímulo ao aumento da produção de colágeno e
elastina, ajuda no combate da celulite e gordura localizada, promovendo a redução da volemia
corporal (drenagem tissular). Essa técnica tem indicação plena para os casos de pessoas com
sobrepeso e várias regiões com disfunções estéticas, devendo ser aplicada no início dos
tratamentos corporais. Atua de forma direta com a penetração de ativos específicos,
promovendo ativação do metabolismo e auxilia a normalização do sistema circulatório, uma
das grandes causas dos problemas da Celulite.

Efeitos fisiológicos:
- A técnica consiste em estimular os fibroblastos, células fixas do tecido conjuntivo, que
sintetizaram as fibras do colágeno, elastina e reticulina;
- Estimula a microcirculação sanguínea e linfática cutânea;
- Há um aumento significativo na produção trifosfato-adenosina, ATP (uma forma de energia
da célula);
- Proporciona melhora na qualidade da pele;
- Com este tratamento é possível associar outras técnicas, como ionização como princípios
ativos hidrolisados com ação hidratante e estimulação muscular.

PLATAFORMA VIBRATÓRIA
A plataforma vibratória tem como objetivo realizar exercícios físicos por meio de movimento
oscilatório, sendo que a sua finalidade é promover a tonificação muscular e associado ao fato
de consumir energia, mobiliza reservas energéticas armazenadas no tecido adiposo.
O exercício vibratório é realizado durante 15 minutos três vezes por semana atuando em
diferentes partes do corpo. A plataforma gera de vinte a 50 vibrações mecânicas por segundo
com uma amplitude de 2 a 10 mm, os músculos se contraem e relaxam pela ação da vibração
em torno de 35 vezes por segundo (mecanismos de arco reflexo), produzindo-se uma ótima
ativação muscular de muito baixo impacto.
Comparando a um treino convencional, a resistência muscular pode recrutar de 50 a 80% de
fibras musculares, com a plataforma consegue-se recrutar próximo de 100% das fibras
musculares, sendo mais eficiente do que se obtém fazendo-se academia, com a vantagem de
não requerer força física ou habilidade do usuário.

Benefícios:
- Tonifica os músculos aumentando a força e resistência;
- Fortalece ossos e juntas, prevenindo a osteoporose;
- Reduz a gordura e celulite;
- Drenagem linfática;
- Aumenta a produção de hormônio de crescimento;
- Estimula o funcionamento do intestino.

É possível atuar em músculos abdominais, membros inferiores e superiores de acordo com a


posição do usuário sobre o equipamento.

Contraindicações:
- Trombose venosa;
- Portador de marca-passo;
- Implantes ortopédicos (uso de pinos ou próteses);
- Tumores.

RADIOFREQUÊNCIA

São radiações eletromagnéticas de alta frequência que aquecem a pele com uma propriedade
chamada conversão de calor, por isso consegue aquecer as células mais profundas da pele
sem lesionar a camada superficial.
Por meio das temperaturas altas, em média 40 graus, conseguimos realizar uma lesão tecidual
que é respondida através de produção de colágeno e tensão das fibras elásticas no local de
aplicação, promovendo firmeza da pele percebida logo na primeira sessão. Em temperaturas
mais amenas já estamos trabalhando o esvaziamento da célula de gordura (adipócito) e a
eliminação de celulites. A radiofrequência abrange de uma única vez muitas das nossas
queixas.
É indicada principalmente para casos de celulite, flacidez e gordura localizada, mas também
está presente em tratamentos de estrias, aderências, fibroses tardias e marcas de acne.
A radiofrequência pode ser feita tanto no corpo quanto no rosto.

Benefícios:
- Promove firmeza na pele;
- Suaviza as rugas e marcas de expressão;
- Melhora a circulação local;
- Promove contorno corporal;
- Auxilia na redução de medidas;
- Estimula a produção de colágeno;
- Diminui as irregularidades da pele;
- Auxilia no rejuvenescimento.

Contraindicação:
O tratamento não é indicado em caso de gravidez, câncer ou metástases, artrite,
imunossupressão, próteses metálicas, ausência de integridade da pele no local de aplicação,
inflamações ou tromboflebite.

MANTA TÉRMICA

Atua utilizando o calor (termoterapia) como aliado no combate dos distúrbios corporais como
: gordura, celulite e inchaço. Além dos efeitos terapêuticos o calor é uma ótima solução para
os problemas estéticos.

A manta térmica, é um equipamento de aquecimento com infravermelho que age através do


aumento de temperatura corporal, desencadeando vários efeitos fisiológicos, que por
consequência aumentam a circulação sanguínea e o catabolismo da gordura (quebra).

Benefícios: aumento da circulação e oxigenação do tecido, aumento da queima de gordura,


aumento do metabolismo, elimina toxinas e radicais livres (efeito detox), ajuda na permeação
de ativos aplicados no corpo, melhora a elasticidade da pele, auxilia na perca de peso, ajuda
a eliminar líquido, relaxa a musculatura.

POWER DETOX

É um procedimento que associa 5 técnicas de estética avançada com auxilio da cosmetologia


que irão atuar de forma conjunta, promovendo uma desintoxicação celular que irá atuar na
gordura localizada, celulite e inchaço, podendo eliminar em apenas uma sessão até 2Kg.
Benefícios: melhora a capacidade de utilização do oxigênio do nosso corpo, acelera o
combate aos radicais livres, reequilibra o funcionamento da pele, estimula a renovação
celular, inibe os principais mecanismos de envelhecimento da pele, ação antioxidante,
hidrata e nutre a pele e elimina Toxinas.

DIETAS

Nossos tratamentos para gordura localizada e emagrecimento são potencializados com


dietas que auxiliam e aceleram o tratamento. As mesmas podem ser adquiridas diretamente
em nossa clinica.

Confira os BOX de dietas e KITS de refeições congeladas.

Injetaveis
Injetaveis
TBA

A aplicação de TBA, tem o objetivo de diminuir ou paralisar a contração dos músculos,


amenizando assim as linhas de expressão e rugas. É um dos procedimentos mais procurados
para rejuvenescimento facial, apresenta resultados positivos na prevenção e na correção das
rugas e linhas, pois diminui as linhas de expressão e rugas por relaxar os músculos.

O surgimento das rugas e linhas pode ser evitado, com a aplicação de TBA em pacientes
jovens (25 anos ou menos, se for uma queixa do paciente o aparecimento de linhas e rugas)
de modo preventivo, pois o excesso de contração dos músculos que forma as linhas e rugas é
diminuído.

O que é a TBA?

A TBA é uma neurotoxina, obtida da bactéria anaeróbica Clostridium botulinum, a mesma


que causa o Botulismo (doença que paralisa os músculos, adquirida por alimentos
contaminados), foi a partir desta doença que passaram a estudar os efeitos das toxinas
produzidas pelo Clostridium botulinum, sendo estudado amplamente desde 1817 por Justinus
Kerner, sendo liberada pelo FDA (Food and Drug Administration USA) em 1978/1979 e
desde então utilizada para tratar doenças como o estrabismo e blefaroespasmos, em 1994
começou sua utilização na Estética, por Alastair e Jean Carruthers. No Brasil a Anvisa
(Agencia Nacional de Vigilância Sanitária) liberou a utilização em 1994.

É usado amplamente na área médica para tratamento de diversas enfermidades, como distonia
cervical, paraplegia, esclerose múltipla, estrabismo, enxaqueca, entre outras.

Na Estética seu uso é indicado para tratar as seguintes regiões e disfunções estéticas:

Rugas da Fronte (região da testa)

Rugas da Glabela (entre as sobrancelhas)

Rugas ao redor dos olhos (“pés de galinha”)

Bunny Lines (rugas sobre o nariz)

Pontos de Neffertiti (região do pescoço)

Nariz afro (diminuir a largura da abertura das narinas)


Correção do canto da boca (boca triste)

Rugas periorais

Sorriso gengival

Lifting de Sobrancelha (arqueamento, levantar cauda da sobrancelha)

Hiperhidrose axilar e palmar

Melhora do contorno facial

Como é a aplicação?

A aplicação é feita com o paciente sentado ou recostado, é injetada a toxina com agulha bem
fina, com injeção intramuscular ou intradérmica. Demora poucos minutos e tem pouco
desconforto, que pode ser diminuído com a aplicação de gelo antes da aplicação.

Como ela age?

A toxina paralisa o músculo por agir na junção neuromuscular ou em glândulas exócrinas


(aplicação para tratamento de hiperidrose), inibindo a liberação de acetilcolina
(neurotransmissor responsável pelas mensagens elétricas enviadas ao músculo para que este
contraia), resultando na diminuição da contração do músculo, amenizando assim, rugas e
linhas de expressão.

Começa a agir de 48 a 76 horas após a aplicação e pode demorar até 15 dias para visualizar
o efeito final, observando-se neste período a necessidade ou não de retoque ou correções. O
efeito dura em média de 3 a 6 meses. O efeito é reversível com o passar do tempo pois o
organismo consegue restabelecer a comunicação dos neurônios com os músculos depois de
algum tempo. Em geral, as três primeiras aplicações têm duração menor do efeito. Pode ser
aplicado novamente depois de 6 meses.

Efeitos Adversos:

Os efeitos adversos da aplicação da toxina implicam à região de aplicação, pode ocorrer dor
e edema local, que são esperados, mas são inerentes ao paciente, variando individualmente.
Pode ocorrer hematomas, devido a aplicação, que é feita com agulha, que quando introduzida
em seu trajeto pode perfurar um vaso sanguíneo e promover um sangramento local,
geralmente são pequenos quando ocorrem. Pode ocorrer eritema, náusea, também é comum,
relatos de cefaleia, que melhora rapidamente.

Complicações:

A aplicação de TBA é relativamente simples e segura, são poucas as complicações descritas.


Algumas delas são, ptose palpebral ou da sobrancelha, disfagia (dificuldades para se
alimentar), efeito máscara (paralização da face), assimetria. As complicações relativas são
geralmente são evitáveis e de fácil resolução.

Cuidados Pós Procedimento:

O paciente não deve massagear o local da aplicação, não deitar, dormir ou abaixar a cabeça
por 4 horas depois da aplicação.
Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas nas 48 horas após a aplicação.

Evitar o uso de antiinflamatórios nos primeiros 14 dias após a aplicação.

Contra-indicações:

Gestantes e lactantes;

Pacientes com distúrbios neuromusculares;

Pacientes em tratamento com antibióticos com aminoglicosídeos (como Estreptomicina e


Gentamicina), aminoquinolinas, panicilaminas, succinilcolinas, bloqueadores de canal de
Cálcio;

Febre;

Infecções no local da aplicação;

Sensibilidade a toxina botulínica ou a albumina.

PEIM(Procedimento Estético Injetável para Microvasos)


Observa-se grande procura pelo PEIM (Procedimento Estético Injetável para Microvasos),
pois a presença de telangectasias e microvasos em membros inferiores em homens e mulheres
é muito comum, não somente a busca pela melhora estética como outros motivos levam ao
aumento por estudos na área. Hoje temos muitas soluções estéticas para o tratamento de
microvasos, como algumas opções de lasers e a aplicação de substâncias esclerosantes.

O tratamento de telangectasias (PEIM) ocorre por meio de injeções de substâncias


esclerosantes na luz dos vasos, resultando em dano endotelial e induzindo a fibrose,
consequentemente obtemos o desaparecimento do vaso.

Há muito tempo se estuda as substâncias esclerosantes e já foram testadas e utilizadas diversas


delas e haviam muitos efeitos colaterais (por exemplo, iodeto de potássio, açúcar de uva a
50%, sulfato de quinino a 12%), aperfeiçoando cada vez mais a técnica e chegando a melhores
resultados com substâncias cada vez mais seguras, com poucos efeitos colaretais. O método
ganhou novo impulso no século XX, com o surgimento de novas técnicas e novas substâncias.

Muitos profissionais da área que utilizavam a espuma, ainda bastante utilizada como
substância esclerosante, passaram a utilizar a glicose 50-75% no tratamento de microvasos,
pois a glicose é uma substância bastante segura e com bom rendimento quanto a sua
capacidade esclerosante.

Qual a atuação da Biomedicina Estética no tratamento de microvasos?

O biomédico esteta pode atuar no tratamento de microvasos e telangectasias utilizando o


PEIM (Procedimento Estético Injetável para microvasos) e a utilização de Luz Intensa
Pulsada e do Laser NDYag para o tratamento estético de telangectasias e microvasos, não
atuando na aplicação para veias varicosas de maior calibre, onde é há indicação de um
tratamento médico com um cirurgião vascular, angiologista e onde há uma melhora maior
com o uso de outras substâncias, como a espuma (polidocanol) aplicada somente por estes
especialistas.
Como funciona o PEIM?

A glicose 50-75% é uma substância hipertônica que quando injetada na luz do vaso causa
lesão na parede do endotélio vascular, causando fibrose e assim a eliminação deste. Com a
destruição destes microvasos o sangue volta a circular em vasos sanguíneos mais saudáveis.

Por que é utilizada a glicose e diabéticos podem se submeter ao PEIM?

A glicose 50-75% é a substância mais utilizada no Brasil atualmente. Ela tem pouca ou
nenhuma capacidade alergênica (capacidade de causar alergias). A sua alta viscosidade na
concentração de 75% faz com que a aplicação seja mais segura, pois a injeção da substância
fica mais lenta e com menor pressão diminuindo o risco de causar úlceras pós esclerose e por
fim tem grande capacidade esclerosante.

Segundo alguns estudos, as sessões de PEIM devem ser realizadas com cautela em pacientes
diabéticos descompensados ou pacientes pré-diabéticos, o importante é ter segurança para o
paciente e garantir bons resultados. Geralmente a quantidade de glicose 75% não oferece
grandes riscos quando injetada em quantidades menores que 10 ml.

Quais são as contraindicações?

Gravidez

Tromboflefite superficial

Trombose profunda

Longos períodos acamados

Tumor maligno

Diabetes descompensado

Doença da glândula suprarrenal

Algumas doenças do fígado

Febre

Alergia

Bronquite asmática

Algumas doenças do coração

Complicações

Hiperpigmentação

Telangectasias segundárias

Urticária

Não desaparecimento
Bolhas (compressão exagerada por faixas e esparadrapos)

Edema temporário

Necrose

Flefites (inflamação das veias)

Preenchimento Facial
O ácido hialurônico é uma substância que está presente no nosso organismo, naturalmente,
maior parte dele encontra-se na nossa pele, em média 56%, encontrado também nas
articulações, no humor vítreo (nos olhos). Na pele tem função de atrair a água e preenche os
espaços entre as células, dando volume e sustentação aos tecidos, deixando a pele lisa,
hidratada e elástica. Com o passar dos anos os níveis de ácido hialurônico diminuem
gradativamente, formando as linhas e rugas, além do ressecamento da pele.

O ácido hialurônico pode ser obtido de origem animal (crista do galo) ou por biotecnologia
(produzido através da fermentação de bactérias), passa por vários processos químicos afim
de se obter um produto com poucas proteínas e endotoxinas bacterianas, ou seja, um processo
de purificação, ficando assim adequado ao uso médico/estético. Ele tem a espessura de um
gel viscoso, transparente, que pode ser injetado ou utilizado na fabricação de cosméticos. É
o mais utilizado por ser uma substância segura, biocompatível e reabsorvído naturalmente
pelo organismo.

O preenchimento com ácido hialurônico, além de corrigir disfunções estéticas, como a perda
de volume facial, melhorar o contorno facial, o desenho dos lábios, corrigir olheiras, promove
a melhora da aparência da pele, pois a hidrata profundamente e já foi comprovado por estudos
que o ácido hialurônico promove a síntese de colágeno e restaura a matriz extracelular em
peles fotoenvelhecidas.

O preenchimento com ácido hialurônico pode ser utilizado para:

Preenchimento de lábios (melhora do contorno labial, projeção, aumento do volume)

Preenchimento de Malar, Zigomático (melhora do contorno facial, reposição do volume


facial)

Preenchimento da Gota Lacrimal (correção de olheiras),

Preenchimento do Mento (aumentar o queixo)

Preenchimento de Sulcos e Linhas da Região Nasogeniana (bigode chinês)

Preenchimento do Sulco Nasojulgal (linhas de marionetes)

Preenchimento para melhora do Contorno Facial (efeito blush)

Como é o Procedimento?
Antes do procedimento pode ser utilizado anestesia tópica para aumentar o conforto do
paciente, ou botão anestésico, dependendo da técnica e local de aplicação. O preenchimento
pode ser realizado com agulhas bem fininhas ou microcânulas, de acordo com a escolha do
profissional, que irá determinar a técnica e o local de aplicação através de uma avaliação
detalhada.

Cuidados Pós Procedimento

O paciente que submeteu-se ao preenchimento de lábios deve evitar ingerir alimentos muito
quentes no dia da aplicação, assim como fazer movimentos repetitivos dos lábios (como o
biquinho, movimento de sucção), não massagear o local.

O preenchimento de outras regiões o paciente deve não massagear e comprimir a região (não
deitar-se comprimindo as áreas de aplicação), evitar exposição solar no caso de equimoses.

Contraindicações

Há contraindicações que são relativas e outras absolutas, dentre estas:

Gestantes e Lactantes

Infecção local ativa

Pacientes com herpes

Pacientes em uso de anticoagulantes

Complicações e Efeitos Adversos

Hematomas, edema, eritema, efeito Tindal (aplicação muito superficial, altera a cor do local
da aplicação, para cinza ou esbranquiçado), danos/oclusões vasculares, reativação herpética,
infecções.

Mesoterapia
Esta mesoterapia é bastante procurada por atletas de diversas modalidades para aumentar o
desempenho físico. O uso de BCAA é bastante comum em praticantes de atividades físicas,
mais conhecido na forma de administração por via oral.

Qual a vantagem em relação ao BCAA via oral?

A vantagem do uso por via injetável é a absorção ser maior do que a por via oral, como já
observado em estudos. Além de ter biodisponibilidade dentro de poucos minutos, o BCAA
via oral deve ser tomado horas antes do exercício físico.

Quais são os aminoácidos presentes no BCAA injetável?

L-leucina, L-isoleucina, L-valina, , L-taurina, podendo conter mais fármacos para


potencializar os resultados.

Como é o BCAA injetável?


A aplicação é feita no músculo e pode ser feita poucos minutos antes dos treinos, aumentando
seu desempenho.

Para que serve?

O BCAA (Branched Chain Amino Acids) é constituído por aminoácidos que promovem o
anabolismo protéico muscular (aumento da massa magra), tem relação com a fadiga, secreção
de insulina, melhoram a imunidade e aumentam a performance de atletas e diminuem o índice
de lesões musculares.

Intradermoterapia para Gordura Submentoniana ou Lipoenzimática de


Papada
A intradermoterapia para a gordura localizada submentoniana é um tratamento que é
novidade e tem sido bastante procurado por apresentar resultados surpreendentes com poucas
sessões.

A lipoenzimática (aplicação de enzimas) de papada tem várias vantagens em relação a uma


lipoaspiração cirúrgica de gordura submentoniana. Além de ser um procedimento muito
menos invasivo que a lipoaspiração, levando em conta que não há cortes do tecido, portanto
não há cicatrizes. A recuperação é muito mais rápida e não há um tempo de repouso, o
paciente pode voltar suas atividades do dia-a-dia logo após o procedimento. Os cuidados pós
procedimentos são apenas a aplicação de protetor solar de FPS 30 principalmente se
ocasionalmente ocorrer algum hematoma.

O resultado é a melhora do contorno facial, melhorando até mesmo o resultado de outros


procedimentos, como a aplicação de toxina botulínica tipo A e o preenchimento, a diminuição
de medidas da região, eliminando o “queixo duplo” queixa de muitos pacientes.

A aplicação é feita através de agulhas muito finas e curtas na camada adiposa da pele, na
hipoderme ou tecido subcutâneo, da região debaixo do mento (queixo). Tem ação lipolítica
através de uma substancia chamada ácido deoxicólico, geralmente associado a mais alguns
fármacos de ação local para potencializar os efeitos.

Efeitos Adversos

Pode ocorrer:

Edema

Hematomas

Dor ou sensibilidade local

São normais ao procedimento e desaparecem em poucos dias.

Cuidados pós procedimento

Podem ser aplicados gelo ou compressas frias no local da aplicação para minimizar dor ou
sensibilidade caso ocorram, em caso de hematomas podem ser aplicadas pomadas com a
finalidade de acelerar o processo de desaparecimento destas e aplicação de protetor solar de
FPS 30 para prevenir o surgimentos de manchas, também recomendada sua utilização mesmo
sem o surgimento de hematomas.

Intradermoterapia para Gordura Localizada ou Lipoenzimática


São injetados fármacos na camada subcutânea que tem ação local diretamente na camada
adiposa (camada de gordura), com ação lipolítica, ou seja, com capacidade de quebrar a
gordura, geralmente são aplicados outros fármacos ativos, capazes de potencializar a ação
lipolítica.

Podem ser utilizadas substâncias como o Desoxicolato de Sódio, Cafeína, lipossomas de


girassol, ioimbina, entre outros.

A gordura que sofreu o processo de lipólise é metabolizada para ser utilizada como fonte de
energia pelas nossas células, portanto, é necessário sempre e em qualquer tratamento para
gordura localizada, a prática de hábitos saudáveis.

Quais são os resultados e quanto duram?

A cada aplicação é possível reduzir de 3 a 4 cm de gordura na região tratada, muitas vezes


até mesmo com o inchaço da região de aplicação é possível notar a diferença.

Os resultados duram conforme os hábitos de vida do paciente, hábitos saudáveis como


alimentação equilibrada e atividade física regular contribuem para a manutenção dos efeitos
da aplicação de enzimas. Sessões de manutenção podem ser feitas quando for necessário.

Quais as áreas que podem ser tratadas?

A mesoterapia ou intradermoterapia pode ser aplicada na região do abdômen, culotes, interno


de coxas, braços, costas, flancos.

Com que frequência e quanto tempo leva a sessão?

A sessão é feita semanalmente e leva em média 15 minutos.

Intradermoterapia Capilar
A queda de cabelo é um processo normal e acontece diariamente, a quantidade de fios que
perdemos em um dia, em média, é de cento e vinte. Quando esse número é maior, observamos
a alopecia, que pode se desenvolver por diversos fatores, através de uma avaliação
conseguimos perceber a causa principal e se necessário podemos encaminhar o paciente para
um tratamento sistêmico da causa.

As principais causam de queda de cabelo são: alterações hormonais, estresse, infecções


locais, diabetes, pós parto e pós cirúrgico, má alimentação, tensionar os fios demasiadamente,
como em penteados ou uso de chapinha.
Há alguns tratamentos disponíveis para queda de cabelo, dentre estes temos a
intradermoterapia capilar, que são injeções, feitas com agulhas finas e pequenas, de
medicamentos diretamente no couro cabeludo.

A intradermoterapia ou mesoterapia capilar é muito eficiente por agir direto no tecido do


couro cabeludo estimulando seu crescimento e aumentado a quantidade de fios.

Quais as indicações da intradermoterapia capilar?

Além de prevenir a calvice em pacientes com predisposição genética, é possível tratar a queda
de cabelo por fatores:

Emocionais (stress)

Nutricionais (má absorção de nutrientes)

Alterações hormonais

Pós cirúrgicos (pós cirurgia bariátrica)

Hábitos de vida (uso de bonés, exposição a poluição e má alimentação)

Quais são os resultados esperados?

O crescimento de novos fios e o crescimento mais acelerado dos fios já existentes. Além de
diminuir a queda de cabelo.

Contraindicações

Gestantes

Lactantes

Infecções no local da aplicação

Febre

Alergias aos componentes da mescla

Como são feitas as aplicações?

A aplicação é feita em toda a extensão do couro cabeludo e principalmente onde já é


observada a calvíce, são feitas várias injeções de pequenas quantidades de medicamentos que
vão estimular o crescimento de novos bulbos capilares, além da aplicação dos medicamentos,
as próprias picadas da agulha provocam vasodilatação e fortalecimento dos bulbos capilares.

Através de uma avaliação o biomédico esteta escolhe os fármacos que serão utilizados e
associados no tratamento, como a biotina, aminoácidos, vitaminas, finasterida, fatores de
crescimento, d-pantenol, silício orgânico e outros.

A sessão dura em média 10 a 15 minutos, que pode ser feita semanalmente.

Podem ser associados outros cuidados com os cabelos, como o uso de alguns produtos de uso
tópico e de prescrição biomédica.
Microagulhamento

Microagulhamento
O microagulhamento também conhecido como Terapia de Indução do Colágeno, “Roller”,
“Dermaroller”, Indução Percutânea do Colágeno, é um procedimento onde se utiliza um
“dermaroller”, um instrumento em forma de tambor cravejado de microagulhas finas de 0,5-
1,5 mm de comprimento, que são esterilizadas e de uso único, sendo descartadas após o uso.

O procedimento tem sido bastante aderido pelas famosas entre elas a Kim Kardashian,
Gisele Bündchen, Luciana Gimenez.

O que é?

Através de um estímulo mecânico provocado pelo rolamento do sistema de microagulhas


sobre a pele, iniciando assim um processo inflamatório e de regeneração e remodelação
tecidual, obtemos o estímulo do colágeno.

Como Funciona?

As micropunturas geradas pela técnica do microagulhamento estimulam o sistema


imunológico e a cicatrização, a perfuração da pele desencadeia um processo inflamatório,
nosso organismo através de mecanismos de defesa e de receptores nervosos entendem a
perfuração da pele como uma lesão, as células enviam fatores de crescimento para que haja
a recuperação da pele, estimulando a produção de colágeno. Além disso, ocorre o drug
delivery, ou seja a entrega de substâncias ativas diretamente na derme, através da criação de
canais de comunicação com a derme, feita pelas perfurações, onde conseguimos permear
estas substâncias.

Para que é indicado o Microagulhamento?

Cicatrizes de Acne

Manchas na pele

Rejuvenescimento

Flacidez tissular (da pele)


Estrias

Alopécia (queda de cabelo)

Rugas e Linhas de Expressão

Melasmas

Cicatrizes de Varicela ou Catapora

Cicatrizes de Queimadura

Quais são as vantagens de se submeter ao microagulhamento?

Não há grandes danos a pele, pois não há uma exposição da derme como nos peelings e
utilização de lasers

Recuperação rápida, geralmente não é necessário afastamento das atividades cotidianas

Contraindicações

Doenças neuromusculares

Gravidez

Herpes ativa

Rosácea ativa

Pele queimada de sol

Distúrbios hemorrágicos

Uso de tretinoina

Infecções cutâneas

Diabetes descompensado

Acne aguda

Verrugas

Alergias à metal ou cosméticos

Uso de anticoagulantes

Corticoterapia

Complicações

Hiperpigmentação pós inflamatória

Cortes e aranhões na pele


Cicatrizes hipertróficas e queloides

Hematoma

Edemas

Acne

Infecções

**Em geral, as complicações são evitáveis e de fácil resolução.

Tratamentos Faciais

Tratamentos Faciais
Contamos com protocolo próprio e completo no tratamento de
MANCHAS, HIDRATAÇÃO, REJUVENESCIMENTO, FLACIDEZ, PREENCHIMENTO
E BOTOX com a utilização de aparelhos específicos, orientação e home care.

LIMPEZA DE PELE

É uma técnica que tem por finalidade retirar as células mortas e desobstruir os folículos pilo
sebáceos prevenindo o aparecimento de cravos e espinhas seguindo as etapas de:
higienização, esfoliação, extração, alta frequência, máscara calmante e massagem ou
drenagem. Na extração é feita a retirada de acne, comedões (cravos), grãos de milium e
cistos sebáceos.

Benefícios:

-Promove a limpeza profunda da pele;


-Remove as células mortas da face;
-Proporciona uma aparência limpa e saudável;
-Previne o envelhecimento precoce;
-Ajuda na absorção de cosméticos de uso diário.
TRATAMENTO ANTI-ACNE

Consiste em um tratamento de limpeza, higienização, esfoliação e ionização visando


diminuir o processo de aparecimento da acne e equilibrando a secreção sebácea.
O tratamento consiste no uso de aparelho de ionização na região a ser tratada depois do uso
de produtos descongestionantes, antissépticos e cicatrizantes. Faz-se necessário um mínimo
de 5 aplicações, podendo ser realizada uma vez na semana.

PEELING DE CRISTAL

O peeling de cristal atua no tratamento de sequelas de acne, queloides, cicatrizes pós-trauma


(queimaduras), sulcos e rugas superficiais e profundas (rejuvenescimento), hipercromias
(manchas) em geral, estrias e poros dilatados.
Através de um sistema avançado, jatos de cristais de óxido de alumínio são projetados sobre
a pele realizando uma microdermoabrasão, removendo até as camadas mais profundas da
pele estimulando o crescimento de uma nova camada e a produção de colágeno. Por ser um
método mecânico, não deixa resíduo, o que possibilita a exposição à luz solar sem danos à
pele. Garante uma aparência viçosa. Já na primeira sessão, o paciente pode notar os
resultados de maciez e brilho, além da melhora do tônus e da textura da pele.
Sua grande vantagem é que pode ser realizado em qualquer época do ano e após o
tratamento, o paciente pode voltar às atividades normais.

PEELING DE DIAMANTE

O peeling de diamante nada mais é do que uma dermoabrasão que tem como função
incentivar a renovação da pele, assessorar na remoção de cicatrizes, manchas de
pigmentação e rugas finas restaurando a estrutura da pele.
Ao contrário dos outros métodos utilizados em estética facial, é menos invasivo e causa
menos danos em razão do tamanho dos cristais de diamante proporcionando, assim, um
procedimento seguro e indolor.
A remoção mecânica da camada superior da pele morta contribui não só para a melhoria da
circulação sanguínea na pele e consequente aumento da taxa metabólica nos tecidos da pele,
mas também estimula a formação dos elementos conectivos que estão presentes nas peles
jovens como colágeno, elastina e ácido hialurônico, tornando a pele mais elástica, suave e
fresca.
O procedimento do peeling diamantado não requer qualquer tipo de recuperação permitindo
que os pacientes retornem imediatamente para seu trabalho diário e atividades sociais.
Apenas é necessário ficar mais atento com o cuidado em lidar com a nova pele. Durante
esse período faz-se necessário o uso de protetor solar, evitando ficar próximo a objetos
muito quentes ou ficar exposto à luz solar direta.

PEELING QUÍMICO

Abrasão controlada da pele através de soluções ácidas. Permite tratar desde rugas finas e
envelhecimento causado pela exposição ao sol (peelings médios) até melhorar a textura da
pele e dar um “efeito lifting” (peelings profundos). O número de aplicações varia conforme
o objetivo e o tipo de peeling, podendo ir de uma sessão única até 4 ou 5 sessões.

HIDRATAÇÃO/ NUTRIÇÃO FACIAL

A finalidade da hidratação é restabelecer a hidrofilia da pele através da retenção hídrica,


permitindo que o manto hidrolipídico mantenha seu teor de água adequado, proporcionando
a sensação de beleza e renovação.
A pele começa a envelhecer quando começa a desidratar e esse processo pode começar em
uma idade precoce.
Na nutrição o produto contém princípios ativos que levam nutrientes para a pele, a fim de
promover a regeneração, a conservação e a proteção, prevenindo assim o envelhecimento
cutâneo.

APLICAÇÃO DE VITAMINA C

A vitamina C tem o potencial de aumentar a densidade da papila dérmica. Apresenta efeitos


terapêuticos para correções parciais de alterações estruturais regressivas associadas ao
processo de envelhecimento.
A importância cosmiátrica da Vitamina C está na combinação de sua influência na síntese
do colágeno (ação cicatrizante), na regeneração da Vitamina E (efeito anti-radicais livres) e
ação despigmentante nas hipercromias.

DRENAGEM LINFÁTICA FACIAL

É uma massagem realizada na face com o objetivo de estimular a circulação sanguínea e


linfática, desobstruindo os gânglios linfáticos do rosto.

Benefícios:

- Diminui edema dos olhos, rosto e papada;


- Modela todo rosto quando em caso de edema;
- Ameniza olheiras que é causada por má circulação;
- Melhora o estado geral da pele acneica.

RADIOFREQUÊNCIA

O tratamento por radiofrequência causa uma contração da pele, sem cortes, hematomas,
inchaço ou descamação forte e sob anestesia local.
Este procedimento é uma nova tecnologia, diferente do Laser, dos peelings e da cirurgia
convencional, e é utilizado para o tratamento de um dos mais difíceis problemas do
envelhecimento facial, que é a flacidez da pele do rosto e do pescoço. Não há necessidade
de afastamento do trabalho ou das atividades esportivas.

LIFTING DE SOBRANCELHA

Outra aplicação interessante e bastante requisitada do Botox refere-se a capacidade de


produzir um lifting de sobrancelhas, quando aplicado em locais específicos, e o melhor, sem
necessidade de qualquer corte ou cirurgia. O lifting de sobrancelhas produz um resultado
estético bastante agradável em mulheres, sendo requisitado tanto por mulheres jovens
quanto aquelas de idade mais avançada.

DESIGNER DE SOBRANCELHA

As sobrancelhas são extremamente importantes, pois são a moldura do rosto e destacam um


belo olhar. O design de sobrancelhas é importante para que a maquiagem tenha um
acabamento mais fino e elegante. O profissional deve levar em consideração o formato das
mesmas na hora de modelar, entretanto, as modificações são bem vindas se puderem valorizar
mais o rosto e os olhos.

BOTOXDAY
Se livrar das ruguinhas é tão especial que temos um dia dedicado só para isso!

Somente no BotoxDay temos um desconto para lá de especial nos procedimentos de


Aplicação de Toxina Botulinica Tipo A e Preenchimento com Ácido Hialurônico!!

Neste dia temos dedicação exclusiva para os pacientes de Botox e Preenchimento e por isso
este dia é tão especial!

Desconto especial para pacientes que realizarem Aplicação de Toxina Botulinica tipo A e
Preenchimento com Ácido Hialurônico no mesmo dia!!

Confira os valores pelos nossos canais de comunicação via mensagens (whatsapp,


Facebook, Instagram, telefones, e-mail) ou pessoalmente.

Para a promoção ser válida, siga as seguintes regras:

* válido somente para os seguintes procedimentos: Aplicação de Toxina Botulínica tipo A e


preenchimento com Ácido Hialurônico.

* somente com confirmação de presença com antecedência de 72 horas (3 dias).

* devem curtir e seguir a página no facebook e instagram pelos links abaixo:

* o pagamento deve ser realizado até 72 horas antes do procedimento (parcial de no mínimo
30% do valor do procedimento)

* em caso de não comparecimento a aplicação sem aviso com antecedência de 24 horas, não
serão remarcadas, sendo a sessão perdida, não havendo reembolso de valores.

* promoção por tempo indeterminado, sendo possível ser cancelada a qualquer momento.
CREME LIPOLÍTICO
Fórmula Certa desenvolve creme para celulite e
gordura localizada.
Compartilhe essa novidade:
5
Partil har

CREME LIPOLÍTICO

Pensando na necessidade das mulheres de combater o problema estético da celulite e gordura localizada,
a Fórmula Certa desenvolveu uma formulação apresentada aos dermatologistas de Franca, contendo mais
de 10 ativos num só produto.
O CREME LIPOLÍTICO Fórmula Certa tem sido elogiado por médicos e clientes pela sua ação potente e
rapidez de resultados.
Conheça os principais componentes :
CAFEÍNA: Estimula a lipólise ao inibir a fosfodiesterase.
CELLULINOL: É um salicilato com ação antiinflamatória e alto poder de penetração.
BIOEX ANTILIPÊMICO: É um complexo de extratos vegetais com ação estimulante metabólica, ativadora
da microcirculação, antiinflamatória e descongestionante.
FUCUS VESICULOSUS: Extrato de alga parda, rica em iodo, com atividade reconhecida sobre a celulite.
HIALURONIDASE: Enzima que despolimeriza temporariamente o ácido hialurônico, reduzindo a
viscosidade do meio intercelular e tornando o tecido mais permeável aos outros ativos anticelulíticos.
CENTELLA ASIÁTICA: Os constituintes da fração triterpênica da centella atuam normalizando a produção
de colágeno ao nível dos fibroblastos, promovendo o restabelecimento de uma trama colágena normal e
flexível e consequente “desencarceramento” das células adiposas, permitindo a liberação da gordura
localizada graças á possibilidade de penetração das enzimas lipolíticas. Melhora a circulação venosa e de
retorno e diminui a fragilidade capilar. .
NICOTINATO DE METILA: Produz hiperemia e facilita a absorção de outros princípios ativos.
Remédio que destrói fibras de colágeno é aposta
contra a celulite
Publicado em 25 de Março de 2014por Marcio Antoniassi

E se uma bactéria modificada geneticamente produzisse uma enzima capaz de


destruir as fibras densas de colágeno que caracterizam os “furinhos”da celulite?
A façanha, revelam estudos, é possível.
Pesquisas descrevem que o xiaflex, remédio já disponível nos EUA, é capaz de
dissolver essas fibras e amenizar a celulite.
A substância tem sido alvo de palestras em congressos de dermatologia e
especialistas acreditam que, se o remédio apresentar na prática os resultados
dos estudos, será um divisor de águas no tratamento da celulite.

Hoje o xiaflex é vendido nos EUA para a doença de Dupuytren –condição em


que fibras espessas de colágeno abaixo do tecido da mão atrapalham o
movimento– e também para a doença de Peyronie –nesse caso, a droga rompe
nódulos que se formam no pênis e comprometem a ereção.

O remédio é à base da enzima colagenase. Produzida por uma bactéria na qual


foi inserido um gene humano, a colagenase seria eficaz quando injetada na pele
em quantidades maiores.

“O xiaflex seria uma opção equivalente à cirurgia mas com melhor recuperação”,
explica Jardis Volpe, dermatologista que viu os primeiros resultados do estudo
com o medicamento durante o Congresso da Academia Americana de
Dermatologia, em Miami, no ano passado.

“Percebemos que a droga pode tornar esse colágeno denso mais elástico”,
explica Thomas Wegman, presidente da BioSpecifics, que fabrica o remédio,
à Folha. “Mas não se pode usar a droga para esse fim sem estudos.”
Apesar do entusiasmo, é preciso considerar alguns efeitos não desejados.

“Um deles é que a colagenase não destrói somente o colágeno fibroso [que
forma a celulite] mas também o colágeno que dá firmeza à pele”, questiona
Volpe. “Também é necessário estipular a dose correta.”

“Ouvi muitas ponderações em relação à colagenase e é preciso ir devagar”,


explica Davi de Lacerda, dermatologista que assistiu à apresentação da
substância em um evento em Paris.

Além do estudo de segurança, de fase 1, já finalizado, outra pesquisa está em


curso.

A empresa recrutou 144 mulheres com celulite nos quadris e nas nádegas. Elas
estão divididas em quatro grupos. Três deles receberão doses diferentes de
remédio e um outro grupo receberá injeção placebo (com remédio sem ação
alguma).

Os resultados do estudo serão divulgados no início do ano que vem.

Mais Opções
Enquanto o medicamento não vem, novas opções contra a celulite movimentam
o mercado e os congressos.
No Simpósio de Cirurgia Plástica realizado há duas semanas em São Paulo, uma
apresentação lotada abordou o tema. O Congresso Brasileiro de Dermatologia,
que será em Porto Alegre daqui a um mês, também terá um painel dedicado à
celulite.

Nesses encontros, outra técnica que tem tido destaque é a terapia de onda
acústica, usada para tratar dor e para destruir cálculos renais.

A técnica passou a ser usada para esse fim quando atletas australianas usaram a
terapia para tratamento de dor e perceberam melhora na celulite. Segundo
especialistas, a altíssima frequência é capaz de romper as fibras de colágeno e
reduzir gordura.

A administradora Mônica Melo, 30, preferiu a onda acústica à tradicional


drenagem linfática. “Experimentei as duas e vi que a onda acústica atua melhor
sobre a celulite”, diz. Mônica utilizou a técnica em dez sessões para reduzir a
celulite do glúteo. “Não dói e o resultado já aparece na terceira sessão.”

Outra terapia que ganha destaque é a cirurgia minimamente invasiva que leva o
laser para debaixo da pele. A luz emitida quebra o tecido fibroso que puxa a pele
para baixo na celulite.

“A cirurgia com laser é uma das técnicas mais eficazes que uso”, diz Denise
Steiner, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Também é consenso que dietas pouco calóricas, hidratação e exercício físico


melhoram o aspecto e ajudam a prevenir a volta da celulite após esses
tratamentos. Alimentos que retêm menos líquido auxiliam, como tomate, alho,
aveia e brócolis.

No Simpósio de Cirurgia Plástica, o cirurgião plástico Rômulo Mêne, presidente


da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, falou ainda da
suplementação de albumina contra a celulite. Ele, que indica às suas pacientes
duas colheres de sopa diárias de albumina desde os anos 80, apresentou casos
de seu consultório.

“A celulite é uma condição complexa e algumas dessas terapias não têm efeito a
longo prazo”, diz Lacerda. “Muitos tratamentos não são objetos de estudos
sérios e sua eficácia só será comprovada na prática clínica.”

Tipos de plataformas (vibratória, oscilatória, vibro-oscilatória)


Fisiologia do exercício vibratório (isometria, flexibilidade, reflexo miotático)
Apresentação do equipamento
Benefícios estéticos
Indicações e contra- indicações relativas e absolutas
Como organizar uma sessão
Prática
Carboxiterapia
De
Ludmila Bonelli
-
18 de julho de 2013
0
1041

Partilhar no Facebook

Tweet no Twitter

Dióxido de carbono/uso terapêutico: A infiltração percutânea de CO2 no


tecido celular subcutâneo, através de agulhas, não só melhora a
circulação sanguínea nos tecidos, como aumenta a concentração local de
oxigênio. Já no tecido subcutâneo, é o aumento da temperatura local
que determina um efeito lipolítico, que não é encontrado quando se
utiliza outras misturas gasosas.

Uma revisão sistemática da literatura feita por Brockow et


al(2000),confirmou a eficácia clínica dessa alternativa terapêutica. O
baixo custo, o pequeno número de contraindicações formais (doentes
sob anticoagulação, diástases hemorrágicas) e o baixo índice de
complicações fatais fizeram com que a técnica ganhasse popularidade,
tornando-a cada vez mais utilizada (Costa et al, 2011).

Através da ação básica da aplicação do gás, a ação farmacológica, a


aplicação do CO2 aumenta a bio-disponibilidade do oxigênio, pois facilita
a dissociação do O2 pela hemoglobina (potencialização do efeito Bohr).

Alguns efeitos fisiológicos importantes na pele:

 Vasodilatação da microcirculação
 Gatilho da resposta inflamatória do organismo ao CO2
 Resposta hemodinâmica responsável pelo aumento do fluxo
sanguíneo nos tecidos
 Resposta vascular: aumento da permeabilidade capilar
(alargamento dos poros da parede vascular)
 Aumento da síntese do óxido nítrico (estimulando a formação
de novos vasos sanguíneose aumentando o fluxo sanguíneo
tecidual)

Além de tudo isso, há uma importante resposta celular provocada pela


distensão tecidual provocada pela pressão de penetração do gás
estimulando a fibrinogenese: indutora da remodelação de fibras elásticas
colágenas e reticulares recuperando a elasticidade e resistência da pele.

Alguns efeitos fisiológicos importantes no tecido adiposo:

 Fragilização da parede celular


 Pela potencialização do efeito Bohr, o aumento do oxigênio no
tecido adiposo desencadeia o processo de oxidação da gordura,
provocando a queima de lipídios do adipócito (Abramo, 2010)
 O trauma causado pela intensidade da velocidade do fluxo de
infusão do gás contra a membrana do adipócito provocando a
sua ruptura (Balk e Yilmaz,2011)

Fisiologia da pele:

 A integridade da pele e resistência são mantidas pelas junções


celulares fornecidas pelos desmossomas e pela fibronectina
responsáveis pela coesão das células
 A derme também é formada por glicosaminoglicanos e a
fibronectina
 A epiderme não possui vasos sanguíneos, são as papilas que
aumentam a superfície de contato entre as duas camadas,
facilitando a nutrição das células epidérmicas pelos vasos
sanguíneos da derme
 Os vasos linfáticos localizam-se na camada reticular da derme
 A perda da lisina, componente da elastina, deforma e torna
menos flexível a fibra elástica
 Os melanócitos com a senescência aumentam de tamanho, por
isto as manchas senis

Como a pele responde ao tratamento com carboxiterapia

Alguns fatores (descritos acima) são essenciais para que possamos obter
os melhores resultados terapêuticos, entre eles o conhecimento da
arquitetura e funcionalidade da pele e a interação do CO2 com esse
órgão. Primeiro, temos que entender que a pele não responde a
números exatos ou pré-definidos e que cada procedimento terá uma
resposta distinta, conforme as condições estruturais ou morfológicas
inerentes de cada paciente. A percepção das reações cutâneas talvez
seja a forma mais fiel para prosseguirmos um tratamento, independente
do recurso que estamos empregando, mas em especial a carboxiterapia.
Um fator determinante para darmos prosseguimento à terapêutica diz
respeito ao manuseio e introdução da agulha, que muitas vezes está
fundamentada em protocolos generalistas, em especial quanto a sua
inclinação em relação a pele, sugerindo ângulos definidos que
desconsideram as possíveis diferenças cutâneas entre os pacientes
submetidos à carboxiterapia.

Queremos ressaltar que a constituição anatômica da pele pode


apresentar morfologia totalmente irregular nas suas principais camadas
(epiderme e derme), o que justifica a indicação da carboxiterapia na
tentativa de reorganização tecidual. Por exemplo, citamos as papilas
dérmicas com diferenças de profundidade e arquitetura entre elas ou a
própria hipoderme com espessura e constituição distinta em distintas
regiões do corpo e face. Essas sao algumas das razões que a punturação
da agulha nunca deverá ser a mesma, considerando diferentes clientes
além de cada região do corpo. Estamos falando de um procedimento
invasivo, com introdução de um agente gasoso e, portanto não basta um
conhecimento básico, ao contrário, esse deve ser profundo e
abrangente, tanto nos aspectos de ação do CO2 nos tecidos como da
própria fisiologia da pele.
Muitos clientes que indicamos a carboxiterapia são decorrentes das
patologias que afetam a pele como sequela de acne, flacidez, fibrose,
psoríase entre outros, além das ações lipolíticas cujo ação da
carboxiterapia está direcionada ao tecido subcutâneo. Ao falar de pele,
estamos fazendo referência a um tecido cuja espessura atinge em média
2,5 mm e que a aplicação deve ser feita com muita precisão, já que a
agulha geralmente mede em torno de 2 cm de comprimento.
Provavelmente considerando o comprimento da agulha e a espessura da
pele, além das imperfeições da mesma, fica impossível estabelecer ou
quantificar de modo absoluto a angulação da agulha, sob risco de
ultrapassarmos as camadas da pele e atingirmos o tecido subcutâneo,
perdendo todo o efeito previamente proposto ou imaginado.

Somente através da prática exaustiva, acompanhando cada resultado ou


manifestação individualizada, além do estudo aprofundado, teremos
chances de obter resultados seguros e eficazes. Não basta aplicar a
carboxiterapia e acreditar que a simples visualização do gás penetrando
e se elevando no interior da pele seja suficiente para acreditar que já
seja um expert nesta terapia.

Outro fator importante é a velocidade estabelecida do fluxo de infusão


do gás que penetrará nos diferentes tecidos. A pele, local em que
encontramos uma série de patologias, somados aos efeitos bioquímicos
do gás, proporciona um efeito mecânico gerado, conhecido como
descolamento dérmico. Para isto, a intensidade do descolamento
dérmico deve ser proporcional á velocidade do fluxo de infusão de gás
nos tecidos e quanto maior a velocidade desse fluxo, maior será a
resposta de descolamento do tecido. Talvez esse fator tenha levado a
me expressar com muita propriedade sobre o fato de não existir um
aparelho melhor ou pior que outro, mas precisamos de um aparelho que
permita produzir uma velocidade compatível com os objetivos propostos,
além de um profissional que entenda todo esse processo.

Como comprovamos esse processo? Primeiro: não se pode quantificar


velocidade do fluxo matematicamente, somente através da visualização
deste descolamento, que é possível através de uma isquemia temporária
e rápida, que acontece exatamente quando se produz este efeito
mecânico de descolamento. Muitas promessas de máquinas ou técnicas
indolores podem ser sinônimos de que o procedimento esteja
completamente incorreto. O descolamento é um procedimento dolorido e
se a máquina não promove dor, provavelmente sua velocidade de
emissão do fluxo é fraca.

Pontos importantes sugeridos para uma boa aplicação da carboxiterpia


para uma remodelação tecidual:

1. Aplicação superficial, plano dérmico, agulha paralela à pele,


bisel voltado para a superfície da pele, somente a ponta
introduzida no tecido; o posicionamento da agulha permite a
disjunção e ruptura segura das fibras dérmicas.
2. Técnica ponto-a-ponto, com intervalos pequenos, intervalo
médio de pelo menos 1cm e bisel para cima. Observar área de
branqueamento (isquemia transitória), seguida de hiperemia
(processo inflamatório).
3. A intensidade do descolamento dérmico é proporcional a
velocidade do fluxo de infusão de gás nos tecidos
4. A quantidade de punturas pode ser variável, dependendo da
extensão da alteração, tipo de alteração e propósito do
tratamento
5. A quantidade de CO2 aplicado por ponto não pode ter um
padrão único. Ela depende da resistência do tecido e do local da
aplicação,
6. Visualizar a distensão do tecido é mais importante que
considerar o volume de gás a ser injetado.

obs: a patologia interfere na escolha da velocidade do fluxo

Carboxiterapia: Mecanismo e Benefícios


Olá Pessoal, demorei mas retornei!
A postagem de hoje é sobre um tratamento maravilhoso que vem sendo aplicado
e difundido no mundo da estética: Trata-se da carboxiterapia, tratamento capaz
de se aplicar à olheiras, celulite, gordura localizada eprincipalmente
estrias (inclusive aquelas crônicas, que são brancas e que você acreditava que
nunca iria se livrar delas).
Milagre? Não! Vem comigo que te conto mais um pouco sobre o que é e como
funciona:

A carboxiterapia nada mais é do que a infusão transcutânea controlada do gás carbônico


medicinal. Trata-se de um procedimento não cirúrgico, com a utilização de agulhas de
insulina apenas a nível dérmico, de fácil aplicação e que rende bons resultados.
É importante ressaltar que o gás utilizado é atóxico, amplamente utilizado em
procedimentos médicos e que possui rápido poder de absorção.
A administração do CO2 pela via subcutânea tornou-se terapêutica frequente na Europa
desde os anos 30, principalmente na Itália e na Franca, o que colaborou para
popularização do método e a criação das Sociedades Italiana e Americana de
Carbossiterapia as quais elaboraram estudos multicêntricos confirmando o método no
tratamento das arteriopatias periféricas, bem como introduziu a terapêutica nas disfunções
estéticas.
O mecanismo de ação do gás carbônico é, sobretudo, na microcirculação vascular do
tecido conectivo, promovendo uma vasodilatação e um aumento da drenagem veno-
linfática. Com a vasodilatação, melhora-se o fluxo de nutrientes, entre eles, as proteinases
necessárias para remodelar os componentes da matriz extracelular e para acomodar a
migração e reparação tecidual.Outros mecanismos de atuação incluem fratura direta da
membrana adipocitária e alteração na curva de dissociação da hemoglobina com o
oxigênio (efeito Bohr), promovendo assim uma verdadeira ação lipolítica oxidativa.
Além disso, também há estimulo à produção de colágeno, o que faz com que o tratamento
seja amplamente utilizado para estrias.

VANTAGENS DO MÉTODO
 O método trabalha com um metabolismo normal do nosso organismo
 O volume de gás usado é menor do que o gás produzido pelo organismo
 Não eleva a pressão arterial
 Não causa embolia
 Não causa efeitos colaterais sistêmicos
 Não há restrição de idade
 Pode ser utilizada em qualquer área do corpo
 Baixo custo operacional
 O equipamento é seguro e confiável

O aparelho mais conhecido no mercado é o Ares, da marca Ibramed. Quando


fiz o curso de carbox as práticas foram com ele e, de fato, é bastante simples de
se manusear. Para o tratamento é necessário o aparelho, um cilindro do gás,
uma agulha de insulina infantil (descartável para cada paciente) e um equipo,
que é o fio que liga a agulha ao aparelho.
Vale lembrar que o tratamento não é indolor, porém não é nada fora do normal
e é suportado pelas pacientes.

TÉCNICA DE APLICAÇÃO

O efeito terapêutico depende do local onde é aplicado e da técnica utilizada.


Antes do tratamento deve ser realizada a assepsia da área a ser tratada com
alcool 70% e o profisional deve sempre estar de luvas, pois pode ocorrer
eventuais sangramentos (extremamente mínimos).
O volume de gás aplicado durante as sessões varia de 600ml à 2L

PLANOS DE APLICAÇÃO

A profundidade de aplicação da agulha vai depender da patologia a ser tratada.

DÉRMICO SUPERFICIAL - Cicatriz, flacidez, revitalização facial). Agulha à 45°.


Efeitos: Nutrição e oxigenação tecidual.
DÉRMICO PROFUNDO (estimula neocolagenase) - (Subcutâneo) Estrias,
Rugas. Agulha à 25° ou menos. Efeitos: Formação de novas fibras de colágeno
e elastina.

HIPODÉRMICO - Gordura localizada, celulite e fibrose. Agulha entre 45°-90°.


Efeitos: A agulha atinge diretamente o tecido adiposo, causando lipólise.

CONTRA INDICAÇÕES

 Insuficiência renal não controlada


 Uso de Anticoagulantes
 Gestantes
 Acometimento Imunológico
 Alergias
 Neoplasias Locais
 Infarto agudo do miocárdio
 Insuficiência Cardíaca
 Epilepsia
 Urticária
 Doenças infecciosas
ANTES E DEPOIS:

(Tratamento de olheiras)
(Tratamento para gordura localizada e flacidez)
(Tratamento para estrias)

Não é maravilhoso, gente? A cada dia me surpreendo e me apaixono mais por


esse mundo da dermato funcional.
Para quem for da área e tiver a oportunidade de fazer um curso de carbox, vale
super a pena! E para quem não é, que tal procurar sua fisio e se livrar dessas
estrias chatas?

Carboxiterapia
ESTETICA
21/10/2012
A Carboxiterapia é o termo conhecido na terapêutica subcutânea(hipodérmica) do
Anidro Carbônico - CO2 - Gás Carbônico. ?Uma vez que a Carboxiterapia também
estimularia a formação de colágeno e novas fibras elásticas, ela também pode ser
indicada para o tratamento de estrias, olheiras e rejuvenescimento facial e corporal.
Além da dermatologia e medicina estética, outras especialidades médicas também se
beneficiam da Carboxiterapia, como: angiologia,urologia,reumatologia,etc. ?O gás
carbônico é normalmente encontrado no nosso organismo e é considerado um
metabólico normal. Produzimos em repouso cerca de 20 ml/min. de CO² aumentando
em até 10 vezes na atividade física.
Durante o tratamento, será controlada a infusão do fluxo e o volume total injetado deve
ser em até no máximo de 2000 ml por sessão ou quantidade fisiológica utilizando-se
fluxos entre 20 e 100 ml/min. A ação farmacológica do anidro carbônico sobre o tecido
está muito bem estudada. Promovendo a vaso dilatação local, com conseqüente aumento
do fluxo vascular e da pressão parcial de oxigênio (PO²), há redução da afinidade da
hemoglobina pelo oxigênio, resultando em maior quantidade deste disponível para o
tecido, melhorando a micro-circulação, a oxigenação dos tecidos e ajudando a dissolver
os nódulos de celulite e a ruptura das células de gordura. O gás é administrado de forma
estéril com fluxo, pressão, velocidade e quantidade controlada por equipamento. Não se
faz necessário repouso ou qualquer tipo de tratamento complementar porque o gás é
eliminado pelo organismo após algum tempo. Há tempos utilizada em outras áreas da
medicina, a Carboxiterapia promete ser um ótimo caminho para quem deseja um corpo
bonito ou face rejuvenescida sem muito desgaste. A técnica se baseia em injeções
transcutâneas de Dióxido de Carbono, que podem ser aplicadas de duas maneiras. Uma
aplicação superficial, atuando na derme para melhorar a elasticidade da pele, e outra
profunda, destruindo as células de gordura.
A Carboxiterapia é uma técnica simples e comprovadamente efetiva no tratamento de
celulite, flacidez cutânea, gordura localizada, estrias , rejuvenescimento cutâneo, pré e
pós lipoaspiração (21 a 30 dias) calvice, olheiras, microvarizes e rugas finas ao lado dos
olhos e boca. É um método não cirúrgico onde o Dióxido de Carbono (CO2) é infiltrado
no tecido subcutâneo através de uma agulha fina de 0,30 X 0,13 mm(como a de
insulina).A partir do ponto de injeção.
A Carboxiterapia age de dois modos. O primeiro é a ação mecânica. Ela é promovida
pela entrada do gás na pele, que destrói mecanicamente a célula de gordura e ajuda na
reorganização da microcirculação, diminui as toxinas, diminui o edema, ajuda a
neoangiogênese, neocolagenese e neofibrogenes contribuindo para a retração da pele,
que passará a ter melhor qualidade estética. O segundo modo é a ação química. Ou
'Efeito Bhor', onde sabemos que a hemoglobina tem maior afinidade pelo gás carbônico
do que pelo oxigênio.
Daí, quando injetamos esse gás na pele, potencializamos esse efeito. A hemoglobina
capta esse gás e libera oxigênio para o tecido, então temos melhor oxigenação e melhora
da micro-circulação, ajudando a dissolver os nódulos de celulite e a ruptura das células
de gordura, lembrando que a técnica não tem contra-indicações e é considerada segura.
Está registrada nas normativas da Comunidade Européia desde 2002 (CE 0051). Tem
aprovação de comercialização e uso pelo Food and Drug Administration (FDA), órgão
americano, e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Um dos prós é talvez evitar procedimentos cirúrgicos, que são mais invasivos. É
possível notar a pele mais saudável, enrijecida e a redução de alguns centímetros nas
medidas, normalmente, a partir da quinta a oitava sessão. O tratamento inclui de 10 a 20
sessões, divididas em uma ou duas vezes por semana. Pode ser associada a outros
tratamentos, muitas vezes potencializando os resultados, tais como, eletrolipólise, ultra-
som, endermologia, mesoterapia, nutrição, drenagem linfática, mesoterapia e manthus,
entre outros. TIPOS DE APARELHOS O dióxido de carbono ou CO2 é injetado com
auxílio de aparelhos digital próprio para esse tipo de tratamento onde regulamos o fluxo
(quantidade de gás infundido e tempo do procedimento) e o volume que é a quantidade
de gás injetado no organismo em ml que se difunde rapidamente de acordo com o tipo
de tratamento. O aparelho liga-se a um cilindro ou bala de material de aço ou alumínio
em diversas capacidades que variam entre 500 g até 30 Kg. Este cilindro é conectado ao
equipamento através de equipo ou sonda. No cilindro encontra-se um manômetro que
mostra a quantidade de gás interno no cilindro e a faixa de segurança para a recarga ou
troca do cilindro. Na ponta do equipamento outro equipo ou sonda liga o equipamento
à agulha tipo insulina ( 0,30 X 0,13) que deverá ser introduzida via intraderme. Esta
agulha deverá ser usada em torno de 6 infusões(após o uso contínuo a agulha perde o fio
e torna-se rombuda causando dor na introdução).
Encontra-se no mercado alguns equipamentos com dispositivos que aquecem o gás
durante seu percurso com o objetivo de aliviar a dor ou desconforto provocado pela
infusão. Este resultado ainda não foi comprovado já que os termoreceptores edtão na
pele e o gás entra na pele.Os relatos de paciente submetidos à essa técnica com
aquecimento não demonstram eficácia.?????? MECANISMOS DA
CARBOXITERAPIA . QUÍMICO 1. Vasodilatação arteriolar do tipo ativo (ação
direta do CO² sobre o miócito vascular) que prevalece a nível local. Estas ações
sinérgicas podem ser identificadas ao exame clínico inconfundível (visual e táctil), bem
como à videocapilaroscopia, doppler laser etc. 2. Neoangiogênese (demonstrada em
dados experimentais) é provavelmente a responsável pela persistência da melhora
clínica ou "cura temporal". 3. Efeito Bohr - a afinidade da hemoglobina pelo
oxigênio é inversamente proporcional à concentração de CO2 e do ph; portanto, há uma
hiperoxigenação do tecido com aumento do efeito fisiológico lipolítico oxidativo.
Quanto mais CO2 é disponibilizado no tecido, mais hemoglobina carreada com
oxigênio vai chegar, via circulação sanguínea. Pelo fato da hemoglobina ter maior
afinidade pela molécula de CO2, vai ocorrer liberação da molécula de O2 para os
tecidos e captação da molécula de CO2 que será transportada e eliminada pela expiração
(Efeito Bohr). 4.Ativação de receptores - devido à hiperdistensão do subcutâneo, há
estímulo dos baroreceptores - corpúsculos de Golgi (sensível as baixas pressões ) e de
Pacini (altas pressões) - e consequente liberação de substâncias "algógenas", quais
sejam a bradicinina, catecolamina, histamina e serotonia. Estas substâncias atuam em
receptores beta-adrenérgicos ativando a adenilciclase, promovendo assim aumento do
AMPc tissular e consequente ação final hidrolítica sobre o trigliceride do adipócito.
?Embora o volume recomendável para um ciclo de tratamento seja de 2.000 ml, já se
defende até 3.000 ml por ciclo de tratamento para se descontar a perda de gás entre uma
e outra colocação da agulha. . MECÂNICO Na Carboxiterapia temos o trauma
mecânico ocasionado pela agulha e o trauma mecânico provocado pelo gás. Um
processo inflamatório irá ocorrer seguido de todas as etapas inerentes a ele como a
produção de colágeno ,elastina e vasos sanguíneos. VANTAGENS DO MÉTODO
DE CARBOXITERAPIA : O gás faz parte do nosso metabolismo. Não é estranho;
O volume de gás introduzido é igual ou menor do que produzimos normalmente; Não
causa embolia; Não causa efeitos colaterais sistêmicos; Não há restrição quanto a idade
do paciente; Pode ser utilizado em qualquer área do corpo; Procedimento de fácil
aplicação com bons resultados Confiabilidade do equipamento. PLANOS DE
APLICAÇÃO DA CARBOXITERAPIA Mesoepidérmico ou aplicação superficial -
onde a agulha é introduzida num ângulo de 45º na pele com o bizel voltado para cima
entre a derme e a epiderme para o descolamento. Nesse plano acontece o descolamento,
forte hiperemia e maior vasodilatação. Dérmico ou profundo médio - Neste plano a
agulha também é introduzida com um ângulo de 45º mas, não tão superficial como o
plano anterior. Nessa camada acontecerá a formação de colágeno e o heritema não é tão
pronunciado. Hipodérmico ou profundo - a agulha é introduzida vertical direto na
camada adiposa onde vai acontecer um inchaço ao redor da agulha com pouca
hiperemia e aumento de temperatura.

Você também pode gostar