Você está na página 1de 4

Tema: Um Deus ajudador

Tese: Quem é esse Deus?

1º Um Deus que anda sobre as águas. V. 26

Quantas vezes achamos que algumas coisas são impossíveis de serem


solucionadas? Quantas vezes os médicos já disseram que não há mais o que fazer?
Quantas vezes já pensamos em “entregar os pontos”? Quando esses pensamentos
estão na nossa cabeça, ignoramos um Deus que é extremamente poderoso.
Os discípulos, pela tribulação, pelo cansaço de terem que segurar o barco para não
ir a pique, estavam extremamente cansados, atemorizados, desestimulados e muito
provavelmente quase desistindo. Dentro desse contexto lhes aparece alguém que
sai dentre as neblinas, no meio da tempestade, andando sobre as águas. No
primeiro pensamento, principalmente por causa do cansaço físico e pela mitologia
que rodeava os marinheiros, eles pensaram que era um fantasma, mas não era.
Quem estava no meio do mar andando era Jesus. Era e ainda é impossível alguém
conseguir andar por sobre as águas. Existem muitos mágicos que mostram que é
possível, mas são apenas truques, ilusões. Mas o que Jesus fez não foi ilusão, foi
real. Ele andou por sobre as águas. O que era impossível para todos, era simples
para Jesus. Jesus caminhou da margem de onde Ele estava até o barco onde os
discípulos estavam sendo afligidos pela tempestade, a passagem diz que foram
muitos 200mt. Jesus atravessou toda a tempestade, ou seja, todas as ondas
grandes, todos os ventos fortes, toda a brisa gelada, toda a dificuldade que a água
proporciona quando está nervosa. Sabemos muito bem que, quando o mar está
agitado, os banhistas nas praias são instruídos a tomar muito cuidado porque é
perigoso. Jesus passou por isso tranquilamente.
Irmãos, Jesus é um Deus de milagres. O maior milagre foi Ele ter enfrentado a cruz,
morrido, suportado a ira de Deus pelos nossos pecados e ressuscitado ao terceiro
dia para nos salvar. Jesus pode resolver algo impossível, Ele pode dar soluções
para situações que, aos nossos olhos “nem Deus poderia fazer”. Mas Ele faz. Ele é
capaz de realizar milagres, milagres em nossas vidas, no nosso coração, na nossa
mente, nas nossas atitudes, nos nossos parentes, nos nossos amigos, em qualquer
pessoa. Tudo para a gloria dEle. Tudo.
Mas Jesus não apenas andou por sobre as águas naquela noite. Quem é esse
Deus?

2º É um Deus que no meio das tempestades Ele aparece. V.24

Meus irmãos, quantas vezes a nossa vida passa por tempestades. Somos rodeados
por problemas. Quando estamos no nosso trabalho e aparece grandes problemas
com clientes, metas, pessoas para conviver, patrão e muitas outras coisas; quando
estamos na escola temos trabalhos, provas, média a atingir, sonhos para o futuro;
quando estamos em casa recebemos um monte de contas e o salário fica apertado,
aquele vizinho que não dá sossego na hora do descanso, aquele cano que estoura,
aquele filho que não obedece, aquele pai que grita muito. A cada dia aparece uma
tempestade, algumas passam rapidamente, outras demoram mas vão embora,
outras estão muitos anos soltando raios e trovões mas não mostram sinais de que
vão embora.
Nossos irmãos, discípulos de Jesus, estão atravessando o mar. Mas eles não
conseguem chegar a outra margem impedidos por uma grande tempestade cheia de
ventos. Os discípulos trabalharam a noite inteira tentando levar o barco para o seu
destino e assegurando de que ele não virasse. Eles não conseguiriam chegar. A
tempestade estava além das forças deles. Meus irmãos, mas alguém muito
importante e poderoso apareceu no meio da tempestade. Jesus. Os discípulos,
mesmo já o conhecendo, mesmo já tendo visto milagres realizado por Jesus nem se
dão conta de que Ele poderia ajudá-los naquele momento. Eles não deram valor no
que já conheciam sobre o Messias, sobre o poder divino e tentam resolver o
problema com as suas próprias capacidades, forças. Mas Jesus sabendo que eles
estavam com problemas vai até eles e acalma a tempestade.
Irmãos, conosco acontece da mesma maneira. Há uma pessoa que pode resolver
nossas tempestades. Há uma pessoa que sabe quando estamos com problemas. Há
uma pessoa que quer nos ajudar porque Ele nos ama. Jesus sempre está conosco
nas horas de dificuldade. Ele sempre está sabendo o que estamos passando. Jesus
precisa entrar no “barco” da nossa vida e precisamos declarar que verdadeiramente
Ele é o Filho de Deus.
Mas quem é esse Deus?

3º O que estende a mão mesmo não acreditando nEle. v.31

Tem uma história que um irmãozinho tinha que ir rapidamente para uma cidade
vizinha para resolver um grande problema. No meio do caminho seu carro para de
funcionar. Olhando para o painel, percebe que seu combustível tinha acabado. Ele
faz uma oração simples: “Deus me ajuda, só até a cidade ali”. Quando ele vira a
chave, o carro funciona. O motorista arregala os olhos e solta: “Não acredito!”. No
mesmo instante o carro morre novamente.
Nós conhecemos tanto de Jesus, já ouvimos falar ou lemos tantas maravilhas que
Ele pode fazer. Mas muitas vezes não enxergamos e nem valorizamos o que Ele faz
em nossas vidas. Ele pode fazer, sabemos que Ele tem poder para fazer, até oramos
mas não acreditamos que acontecerá.
Pedro, quando olha para Jesus e o vê andando por sobre as águas fica doido.
Jesus!!! Por sobre as águas!!! Eu também quero. Jesus chama e Pedro vai. Mas
Pedro esquece do seu alvo que é ir até Jesus. Pedro olha para as dificuldades, para
a tempestade que estava em volta dele. Ele começa perder a fé em Jesus e afunda.
Mesmo assim Jesus estende sua mão, o pega e o coloca no barco.
Quantas vezes nós já lemos essa passagem na Bíblia e nossa primeira reação é
criticar Pedro. “Mas como que Pedro afundou? Jesus estava na frente dele!” Mas
infelizmente nosso comportamento é de igual a pior. Quantas vezes ignoramos o
Espírito Santo e pecamos. Quantas vezes sentimos que devemos tomar certas
atitudes como crentes, mas não tomamos? Quantas vezes erramos mesmo Ele
morando no nosso coração? Nós somos propícios a nos levar pelo que podemos ver
e não pela fé. Sendo assim, duvidando e ignorando-a.
Mas Jesus não tem dúvida sobre nós. Ele não é um Deus que criou todas as coisas
e deixou a mercê do tempo. Ele nos ama e cuida de nós. Essa passagem é uma
prova viva disso. Mesmo nós não merecendo, mesmo nós, muitas vezes o
ignorando, mesmo não acreditando, Ele estende sua mão e nos ajuda, é um Deus
que nos ajuda incondicionalmente, sem condição nenhuma.
Conclusão

Irmãos, vimos que esse Deus é um Deus que anda sobre as águas, faz milagres;
que aparece no meio da tempestade, que nos ajuda nas dificuldades; e que estende
a mão mesmo nós não merecendo, o que ajuda incondicionalmente. Conhecendo
melhor esse Deus, podemos ter a certeza de que Ele sempre estará disposto a nos
ajudar, pronto a nos atender, e não apenas com coisas pequenas, simples de
resolver, mas com qualquer tipo de problema, qualquer nível de preocupação,
qualquer grau de dificuldade ou de probabilidade de impossibilidade. Mesmo se nós
não merecermos ajuda, Ele estará pronto a nos estender a mão e nos resgatar da
tempestade cheia de ventos fortes, de ondas enormes e perigosas. Esse é um Deus
vivo, um Deus verdadeiro, um Deus que nos ama incondicionalmente e que merece
nossa adoração.

Interesses relacionados