Você está na página 1de 5

Contabilidade Gerencial e Controladoria

Prof. Oscar Scherer


Dia 23/03/2012.

AULA 04 – EXERCÍCIO 06 - ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES


CONTÁBEIS (FINANCEIRAS ):

Parte importante da administração financeira, devendo sempre ser considerado


os aspectos mais importantes dos objetivos pelos quais a análise está sendo
implementada; Deverão estar sempre focadas as grandes variações e tentar
explicá-las com uma análise detalhada da performance da empresa objeto de
análise.

Grupos de Índices Financeiros


A análise por meio de índices financeiros tanto pode ser usada para comparar
o desempenho e a situação de uma empresa com os de outras empresas, como
para analisar sua performance em um determinado período de tempo.

Indicadores de Liquidez ( Análise da liquidez )


Uma "empresa líquida " é aquela que pode facilmente satisfazer suas obrigações de curto
prazo, no vencimento. Dado que os ativos circulantes representam recursos de curto prazo e
os passivos circulantes representam obrigações de curto prazo.

A liquidez excessiva reduz o risco da empresa ficar impossibilitada de satisfazer suas


obrigações de curto prazo, à medida que elas vão vencendo, mas a lucratividade é
sacrificada.

1)Capital Circulante Líquido ou Capital de Giro = Ativo Circulante - Passivo Circulante

2) Índice de Liquidez Corrente = Ativo Circulante


Passivo Circulante

Um índice de Liquidez Corrente de 2,0 é mencionado ocasionalmente como aceitável, mas


a aceitabilidade do valor de um índice depende, em grande parte, da indústria na qual a
empresa opera. Por exemplo: um índice de Liquidez Corrente de 1,0 seria considerado
aceitável para uma empresa Industrial. Quanto mais previsíveis forem os fluxos de caixa,
menor seria o Índice aceitável.

3) Índice de Liquidez Seco = Ativo Circulante - Estoques


Passivo Circulante
O Índice de Liquidez Seco é semelhante ao Corrente, com a única diferença que exclui os
estoques do ativo circulante da empresa, por ser geralmente o ativo de menor liquidez,
dentro do Circulante. A baixa liquidez dos estoques resulta normalmente de dois fatores
básicos:
a) Vários tipos de estoques não podem ser vendidos, por não estarem prontos, obsoletos
ou materiais de reposição.
b) Normalmente são vendidos a crédito ( a prazo )

Indicadores Operacionais ( Análise da atividade )

Os índices operacionais ou da atividade da empresa, podem ser usados para medir a rapidez
com que as contas circulantes, são convertidas em caixa.

1) Giro dos Estoques = Custo dos Produtos Vendidos


Estoque
Indica o período médio de tempo em que os estoques são mantidos pela
empresa.

2) Período Médio de Cobrança = Duplicatas a Receber


Vendas

Indica o prazo médio necessário para cobrar as duplicatas a receber.

3) Período Médio de Pagamento = Duplicatas a Pagar


Compras Médias
É o Prazo Médio de pagamento dos fornecedores, e o resultado deve ser comparado com a
o prazo médio do recebimento das vendas.

4) Giro do Ativo Permanente = Vendas .


Ativo Permanente Líquido
Mede a eficiência com a qual a empresa tem usado seus ativos permanentes, para gerar
vendas.

5) Giro do Ativo Total = Vendas


Ativo Total
Indica a eficiência com a qual a empresa usa todos seus ativos para gerar vendas.

Indicadores De Estrutura ( Análise do endividamento )

São os indicadores que a apresentam a estrutura patrimonial da empresa, especialmente o


seu grau de endividamento e a utilização de capital próprio e de terceiros.

1) Índice de Endividamento Geral = Exigível Total


Ativo Total
Mede a proporção dos ativos totais da empresa financiada pelos credores.

2) Índice do Exigível a L. Prazo sobre Patr. Líquido = Exig. L. Prazo


Patrimônio Líquido
Mede a relação do Exigível a Longo Prazo e o Patrimônio Líquido, Indicando a relação
entre os recursos de Longo Prazo formados por credores e os recursos fornecidos pelos
proprietários da empresa.

3) Índice de cobertura de juros = Lucro antes de juros e IR


Despesa anual de Juros

Mede a capacidade da empresa para pagar juros contratuais.

Indicadores de Resultado ( Análise de lucratividade )

A lucratividade de uma empresa pode ser avaliada em relação a suas vendas, aos ativos, ao
patrimônio líquido e ao valor da ação. O objetivo é avaliar o lucro da empresa com cada um
dos itens mencionados.

1) Demonstração da composição percentual do resultado

O objetivo da composição percentual do resultado é fazer uma comparação


entre vendas, despesas e custos em relação ao lucro obtido pela companhia.

2) Margem Bruta = Lucro Bruto


Vendas

Mede a relação percentual de cada unidade monetária de venda que restou, após a dedução
dos impostos sobre as vendas e do custo dos produtos vendidos.

3) Margem Operacional = Lucro Operacional


Vendas
Mede o lucro apurado na operação da empresa.

4) Margem Líquida = Lucro Líquido do Exercício


Vendas

Mede quanto sobrou de receita após a dedução de custos e despesas totais.

5) Taxa de Ret. s/ Ativo Total ( ROA ) = Lucro Líq. Do Exerc.


Ativo Total

Mede a eficiência global da administração da empresa na geração de lucro com


seus ativos disponíveis.

6) Taxa de Ret. s/Patr.Líquido (ROE) = Lucro Líq. Do Exerc.


Patrimônio Líquido
Mede o retorno do investimento efetuado pelos acionistas da empresa.
EXERCÍCIO SOBRE ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS:

1) CALCULAR OS INDICADORES DA EMPRESA BC, COM BASE NO BALANÇO E DRE;


2) FAZER A ANÁLISE VERTICAL E HORIZONTAL COM BASE NO BALANÇO E DRE;

ATIVO 2010 % 2011 % VARIAÇÃO


R$ mil R$ mil R$ mil %
Circulante 1.004 1.223
Caixa 288 363
Títulos Negociáveis 51 68
Duplicatas a Receber 365 503
Estoques 300 289

Não Circulante 2.266 2.374


Imobilizado 2.266 2.374
Terrenos e edifícios 1.903 2.072
Máquinas e equipamentos 1.693 1.866
Móveis e utensílios 316 358
Veículos 314 275
Instalações 96 98

Depreciação Acumulada (2.056) (2.295)

TOTAL 3.270 3.597

PASSIVO 2010 (R$ mil) % 2011 (R$ mil) % R$ mil %


Circulante 483 620
Duplicatas a Pagar 270 382
Títulos a Pagar 99 79
Contas a Pagar 114 159

Não Circulante 967 1.023


Financiamentos 967 1.023

Patrimônio Líquido 1.820 1.954


Ações Preferenciais 200 200
Ações Ordinárias 190 191
Ágio 418 428
Lucros Acumulados 1.012 1.135

TOTAL 3.270 3.597


DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO
2010 2011 VARIAÇÃO
R$ mil % R$ mil % R$ %
Receita Bruta 2.567 3.074
CPV (1.711) (2.088)
Lucro Bruto 856 986
Despesas Operacionais (553) (568)
Despesas de vendas (108) (100)
Despesas Administrativas (222) (229)
Depreciação (223) (239)
Resultado Operacional 303 418
Despesas Financeiras (91) (93)
Resultado Antes dos Impostos 212 325
Impostos (64) (94)
Lucro Líquido do Exercício 148 231
Dividendos Ações Preferenciais (10) (10)
Lucro Disponível Para Ações Ordinárias 138 221