Você está na página 1de 24

Escola Estadual de Ensino Médio Ruy Barbosa

Os Diferentes Períodos da Arte e suas Peculiaridades

(A Criação de Adão, Michelangelo, 1511)

Aluno: Lucas Ketzer dos Reis


Turma: 106
Disciplina: Artes
Profª: Lisiane
Data de entrega: 12/05/2017
Introdução
A arte, ao longo dos anos, evoluiu junto com o ser humano, representando os seus ideais, suas aspirações,
tragédias e glórias. O objetivo desse trabalho é estudar e compreender qual a relação entre os movimentos
artísticos e a época em que esses movimentos ocorreram.
Renascimento
O que foi esse período:
O Renascimento Cultural e Científico foi um período em que a produção artística e científica intensificou-
se na Europa. Iniciou-se na Itália no século XIV, e se estendeu pelo resto da Europa até o século XVI. O
Renascimento marcou a transição da civilização europeia da Idade Média para a Idade Moderna. Apesar da
Itália ter sido o berço do Renascimento, outros países se destacaram durante esse período, como a Holanda,
a Espanha, a França e a Inglaterra. O Renascimento foi divido em três outros períodos: o Trecentro (nos
anos 1300), o Quattrocento (1400) e o Cinquecento (1500).
Características:
Uma das principais características desse período é a mudança de valores que ocorreu durante essa
transição. Grande parte do que era produzido intelectual e artisticamente durante a Idade Média era voltado
para a Igreja, e já no Renascimento o foco das artes e do conhecimento foi voltado para o ser humano
(humanismo), e daí surge o antropocentrismo (a ideia do homem como centro do mundo, em contraponto
com o teocentrismo).
Outro fato importante da época foi o desenvolvimento do racionalismo, que se baseou na ideia de que
tudo pode ser explicado pela razão e pela observação da natureza. O naturalismo, que valorizava a natureza,
andava de mãos dadas com o racionalismo. O racinalismo e o naturalismo levaram a importantes
descobertas científicas, como por exemplo a teoria heliocentrica, desenvolvida pelo polonês Nicolau
Copérnico.
Os governantes e burgueses acumularam grandes riquezas devido ao intenso comércio em cidades como
Gênova, Veneza e Florença, usando grande parte delas para financiar e proteger artistas e intelectuais da
época. Esses financiadores ficaram conhecidos como mecenas. A Igreja, apesar de alguns conflitos com os
artistas e intelectuais, financiou alguns deles.
Curiosidades:
*Muitas das obras, tanto artítiscas quanto intelectuais, basearam-se na cultura greco-romana. Ela foi muito
valorizada pelos artistas da época, que diziam que os gregos e romanos tinham uma visão completa e
humana da natureza.
Os principais artistas desse período:
*Michelangelo Bunarroti, pintor, escultor e arquiteto.

“Davi” “Pietá”
“A Criação de Adão”

*Rafael Sanzio, pintor e arquiteto.

“A Escola de Atenas” “Casamento da Virgem”

“As Três Graças”


*Leonardo da Vinci, pintor, escultor, cientista, engenheiro, físico, escritor, etc.

“Mona Lisa” “A Última Ceia”

“Virgem das Rochas”


*Sandro Botticelli, pintor.

“O Nascimento de Vênus” “Fortitude”


“A Primavera”
*Ticiano Vecellio, o mais importante pintor da Escola de Veneza e do Renascimento Italiano.

“Amor Sacro e Amor Profano”

“O Imperador Carlos V”

“Vênus de Urbino”
Barroco
O que foi esse período:
O Barroco foi um movimento artístico, literário e filosófico que surgiu na Itália no final do século XVI e
durou até meados do século XVIII. Apesar de ter surgido inicialmente na Itália, difundiu-se para outros
países europeus e para a América Latina. Nesse período, destaca-se a crise dos valores Renascentistas e a
crise dos valores tradicionais católicos.
Características:
Em 1517, com a Reforma Protestante, a Igreja Católica perdeu grande parte do seu poder, influência e
território. A Igreja reagiu rapidamente, e em 1563 surge a Contrarreforma, com o objetivo de combater a
expansão protestante e recuperar os domínios perdidos. A Igreja passou a financiar alguns artistas com o
objetivo de reafirmar os valores cristãos tradicionais através da arte.
A arte barroca apresenta traços exuberantes, roupas esvoaçantes e muita dramaticidade. Também tem
características muito detalhistas, realistas e em muitas das obras foi usado um contraste de claro-escuro. Isso
se deve a tensão filosófica e ideológica que existia entre os valores humanistas e antropocentristas e os
valores católicos e teocentristas, e a tensão entre a materialidade carnal e as necessidades de uma vida
espiritual. O estilo barroco, assim como o renascentista, se influenciou muito pelas civilizações clássicas
(Grécia e Império Romano)
Curiosidades:
*A expressão “barroco” significa grotesco ou absurdo, e os críticos chamaram as obras desse estilo para
ridicularizar a arte que abandonou as regras do estilo clássico.
*O barroco também foi muito presente no Brasil durante o século XVIII, com a descoberta do ouro em
Minas Gerais. Muitas igrejas foram construídas nesse estilo, e um dos artistas mais notáveis foi Aleijadinho.
Alguns outros artistas do barroco brasileiro foram o pintor Manuel da Costa Ataíde e o escultor carioca
Mestre Valentim.
Os principais artistas desse período:
*Aleijadinho, escultor, entalhador e arquiteto brasileiro.

“Cristo no Horto das Oliveiras” “Nossa Senhora das Dores”


“Anjo Gabriel com o cálice da Paixão”
*Caravaggio (Michelangelo Merisi), pintor italiano.

“A Adivinha” (primeira versão) “Judite e Holofernes”

“A Vocação de São Mateus”


*Diego Rodríguez de Silva y Velázquez, pintor espanhol.

“Vênus ao Espelho” “Retrato do Papa Inocêncio X”


“As Meninas”

Rococó
O que foi esse período:
O Rococó, considerado por muitos a variação profana do barroco, surgiu em Paris, em torno de 1720 e
perdurou até aproximadamente 1770. Durante esse período, os valores decorativistas e ornamentais são
destacados pelos artistas e pelos apreciadores da arte.
Características:
As principais características do Rococó são o uso de cores luminosas e suaves, de linhas leves, delicadas e
curvas, uso de temas da natureza, de temas relacionas a vida cotidiana e relações humanas, a representação
da vida profana aristocrática, a ausência de influência de temas religosos, e a busca por representar o que é
refinado, agradável, sensual e exótico (hendonismo).
Em alguns países, a diferenciação entre o Barroco e o Rococó não existiu, porque o Barroco chegou a
esses países mais tarde, se consolidando apenas no séc XVII, período o qual os artistas já estavam
influenciados pelo Rococó.
Curiosidades:
*O palavra rococó vem da palavra francesa “rocaille”, que significa “concha”, que é associada a uma
maneira utilizada parar decorar grutas artificiais ou jardins com a incrustração de conchas ou de pedaços de
vidro.
*No Brasil, o rococó teve forte influência religiosa, distintivamente dos países europeus. Se manifetou
principalmente no campo arquitetônico.
Os principais artistas desse período:
*Jean-Antoine Watteau, pintor francês.

“Peregrinação à Ilha Citera” “L'Enseigne de Gersaint”


“Pierrot”
*Jean-Baptiste Siméon Chardin, pintor francês.

“La Raie” “O Cálice de Prata”

“Le Bénédicité”
*Jean-Honoré Fragonard, pintor francês.

“O Balanço” “A Leitora”
“O Beijo Roubado”

Neoclássico
O que foi esse período:
O neoclassicismo foi um movimento cultural nascido na Europa em meados do séc XVIII e durou até o
séc XIX, e foi considerado uma reação ao barroco e ao rococó. Teve como base os ideais iluministas e a
restauração do interesse pelas civilizações clássicas, abandonando o drama, exagero e exuberância dos dois
estilos.
Características:
Quem iniciou esse reavivamento da importância a cultura greco-romana foi Jacques-Louis David, um
pintor e democrata francês que buscou na arte grega e romana uma inspiração para a recém formada
república francesa. A arte neoclássica tratava apenas de assuntos sérios. Outras carcterísticas importantes
desse período são o uso de cores frias, a valorização da perspectiva e da simplicidade estética.
Em 1783, as escavações em Pompéia e Herculano impulsionaram esse movimento, e inspiraram a
arquitetura. As imitações dos templos gregos e romanos se tornaram frequentes não apenas na Europa, como
também na América.
Curiosidades:
*O neoclassicismo também esteve presente no Brasil, e teve início em 1816, com a fundação da Escola Real
de Artes e Ofício. O movimento foi muito impulsionado pelas ações de D. João VI.
Os principais artistas desse período:
*Jean-Auguste Dominique Ingres, pintor e desenhista francês.

“Estado de Nu” “Júpiter e Tétis” “Napoleão entronizado”


*Jacques-Louis David, pintor francês, um dos principais representates do neoclassicismo.

“A Morte de Marat” “Retrato de Lavoisier e sua esposa”

“Napoleão no Passo de São Bernardo”


*Antonio Canova, desenhista, pintor, antiquiário e arquiteto italiano.

“Vênus Vencedora” “Dédalo e Ícaro” “Ebe”


Romantismo
O que foi esse período:
Foi um movimento cultural, artístico e literário de cunho nacionalista que surgiu na Europa no final do
século XVIII e se espalhou pelo mundo até o final do século XIX. Tinha uma visão de mundo contrária ao
racionalismo e ao iluminismo, e ajudou a consolidar os estados nacionais da Europa. Seu berço pode ser
considerado três países: a Itália, a Alemanha e a Inglaterra. Apesar de não ter surgido na França, ganhou
mais intensidade e força neste país, e foi principalmente graças aos artistas franceses que as ideias
românticas se espalharam pela Europa e pela América.
Características:
O romantismo se caracteriza por uma visão de mundo centrada no indivíduo, que retrata os dramas
humanos, os amores trágicos, ideais utópicos e o escapismo. Também foi muito marcado pelo lirismo, pela
subjetividade, pela liberdade de criação e expressão, pelo historicismo, pelo medievalismo, pelas tradições
populares, pelo pessimismo e pela crítica social.
Jacques Barzun deerminou que existiram três gerações de artísticas românticos, a primeira tendo surgindo
em 1790-1800, a segunda em 1820 e a terceira mais tarde no mesmo século. A primeira é marcada pelo uso
do subjetivo, pelo lirismo e pelo exagero, além das tendências nacionalistas, medievalistas e o escapismo; a
segunda pelo pessimismo, o gosto pela morte, a religiosidade e o naturalismo; e a terceira seria uma fase de
transição para o realismo, que denuncia o lado ruim da sociedade de modo enfatizado e irônico.
Nas artes plásticas, o romantismo e o neoclassicismo seriam duas faces da mesma moeda, já que tanto o
neoclássico quanto o romântico buscam um ideal utópico, com a diferença que o romântico subjetiva o
mundo exterior, enquanto o neoclássico tende a objetivá-lo.
Curiosidades:
*O romantismo influenciou o ballet. Antes do século XIX, haviam apenas imagens sobrenaturais no ballet, e
com o surgimento do romantismo passaram a aparecer personagens exóticos e etéreos.
*O livro romantista “Os Sofrimentos do Jovem Werther”, de Johan Wolfgang von Goethe, causou uma onda
de suicídios na Europa, por influência do personagem Werther de Goethe. Isso deu origem ao que hoje é
chamado de “Efeito Werther”.
Os principais artistas desse período:
*Eugène Delacroix, o mais importante representante do romantismo francês.

“A Liberdade Guiando o Povo” “A tomada de Constantinopla pelos cruzados”


“Autorretrato”
*Francisco José de Goya y Lucientes, pintor e gravurador espanhol.

“La Nevada”

“El Tres de Mayo” “Saturno devorando a un hijo”


*William Turner, pintor ingês considerao como precursor da modernidade na pintura.

“Naufrágio” “Erupção do Vesúvio”

“Castelo Arundel, com arco íris”


Realismo
O que foi esse período:
O realismo foi um movimento artístico e cultural com forte caráter ideológico que surgiu na França na
segunda metade do século XIX, em reação ao romantismo e ao neoclassicismo. Entre 1850 e 1900
predominou na França, se espalhando mais tarde para a Europa e para os outros continentes. Sua principal
característica era o repúdio a artificialidade, egocentrismo e subjetvidade do romantismo, e a sua
necessidade de denunciar os problemas da sociedade.
Características:
A Revolução Industrial e as correntes filosóficas positivistas, deterministas e darwinistas influenciaram
fortemente o realismo devido as intensas mudanças e contradições que elas causaram na sociedade,
definindo o seu caráter ideológico, crítico, objetivo e cientificista. O realismo, além de denunciar os
problemas da sociedade, buscava explicar fenômenos sociais, naturais e psicológicos através de teorias
materialistas. O realismo originou outras duas correntes artísticas: o naturalismo e o parnasianismo.
Os pintores realistas não pintavam temas religiosos, históricos, ou aquilo que vinha da imaginação, e ao
invés disso, se concentravam em retratar as cenas do cotidiano das camadas menos privilegiadas da
sociedade, com um forte sentimento de tristeza e crítica. As pinturas realistas carcterizavam-se pela sua
fidelidade ao real e pelo uso de cores fortes, com o objetivo de expressar tristeza.
Curiosidades:
*O realismo foi muito presente no socialismo devido ao seu caráter crítico e cientificista, inclusive sendo
adotado pela União Soviética como estilo artístico oficial do regime.
Os principais artistas desse período:
*Gustave Courbet, pintor francês.

“Enterro em Ornans”

“Os Quebradores de Pedras” “O Homem Desesperado”


*Honoré Daumier, caricaturista, chargista, ilustrador e pintor francês.

“Dom Quixote e Sancho Pança” “Jogadores de Xadrez”

“Carruagem de Terceira Classe”


*Jean-François Millet, pintor francês e fundador da Escola de Barbizon.

“As Respigadoras” “Angelus”


“Le Vanneur”
*Édouard Manet, pintor e artista gráfico francês.

“Olympia” “Um Bar no Folies-Bergère”

“A Ferrovia”
Impressionismo
O que é:
Foi um movimento que surgiu na França do séc. XIX, se manifestando principalmente nas artes plásticas.
Os artistas impressionistas rejeitavam as regras da arte acadêmica da época, que se preocupava com o retrato
fiel da realidade e com temáticas nobres, enquanto eles valorizavam a arte como obra em si e buscavam
explorar a intensidade das cores e a sensibilidade do artista. O impressionismo influenciou fortemente a arte
moderna do séc. XX.
Características:
Os impressionistas buscavam pintar principalmente as diferentes sombras e tonalidades que a ação da luz
produzia sobre os objetos e paisagens, sem contornos e sem mistura de tintas,sendo que essas deveriam ser
dissociadas nos quadros em pequenas pinceladas, que deveriam ser leves e soltas para representar os
movimentos da cena retratada. Nas sombras e contrastes, nunca usava-se preto, já que em uma obra
impressionista plena nunca deve-se usar o preto. Além disso, os impressionistas tinham preferência em
representar a natureza morta do que um objeto.
O primeiro contato do impressionismo com o público foi em abril de 1874, numa exposição em Paris. O
público e a crítica reagiram mal as obras impressionistas, porque as mesmas rompiam com o passado e com
a cultura tradicional.
Curiosidades:
*O nome “impressionismo” deriva de uma crítica perjorativa feita a obra “Impressão: nascer do sol” de
Claude Monet. A crítica foi adotada pelos participantes do movimento, que o batizaram baseado na mesma.
*Os artistas impressionistas costumavam fazer suas obras ao ar livre, para captar melhor cada cor e cada
sombra que a luz solar projetava sobre as paisagens.
*Apesar de Édouard Manet não se considerar um impressionista, muito dos artistas que nele se inspiraram
vieram a ser chamados de impressionistas.
Os principais artistas desse período:
*Oscar-Claude Monet, pintor francês e um dos mais célebres pintores impressionistas.

“Impressão, nascer do sol” “Mulher com sombrinha” “Campo de Papoulas”


*Edgar Degas, pintor, gravurista, escultor e fotógrafo francês.

“La Petite Danseuse de Quatorze Ans” “A Aula de Dança”

“L’Absinthe”
*Pierre-Auguste Renoir, pintor francês.

“O Almoço dos Barqueiros” “O baile no moulin de la Galette” “Raparigas ao Piano”


*Camille Pissarro, pintor francês e co-fundador do impressionismo.

“Boulevard Montmartre de noite” “Colheita do feno em Éragny”

“Sunset, Rouen”
*Alfred Sisley, pintor francês de ascendência e nacionalidade britânica.

“A Ponte em Villeneuve-la-Garenne” “Vista do Canal Saint-Martin”

“A Ponte em Moret”
Conclusão
Com esse trabalho, foi possível notar que a arte se molda de acordo com a sociedade, a cultura, os
sentimentos e os desejos dos seres humanos, se alterando e expandindo os seus conceitos de maneira a
melhorar a capacidade das pessoas de se expressar através do abstrato.
Bibliografia
https://pt.wikipedia.org/wiki/Rafael
http://brasilescola.uol.com.br/literatura/caracteristicas-romantismo.htm
https://pt.wikipedia.org/wiki/Romantismo
http://www.suapesquisa.com/romantismo/romantismo.htm
https://www.historiadasartes.com/nomundo/arte-seculo-18/neoclassico/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Neoclassicismo
http://www.suapesquisa.com/artesliteratura/neoclassicismo.htm
http://historia-da-arte.info/idade-moderna/rococo.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Rococ%C3%B3
http://www.suapesquisa.com/artesliteratura/rococo.htm
http://www.suapesquisa.com/barroco/artistas.htm
https://pt.wikipedia.org/wiki/Aleijadinho
https://pt.wikipedia.org/wiki/Barroco
http://educacao.globo.com/literatura/assunto/movimentos-literarios/barroco.html
http://www.infoescola.com/movimentos-artisticos/barroco/
http://www.suapesquisa.com/barroco/
https://www.google.com.br/imghp?hl=pt-PT
https://www.todamateria.com.br/renascimento-cultural/
http://www.suapesquisa.com/renascimento/
http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/historiageral/renascimento-cultural.htm
http://romantismo-21b.blogspot.com.br/p/curiosidades-sobre-o-romantismo.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Eug%C3%A8ne_Delacroix
https://pt.wikipedia.org/wiki/William_Turner
https://pt.wikipedia.org/wiki/Francisco_de_Goya
http://www.suapesquisa.com/realismo/
http://brasilescola.uol.com.br/literatura/realismo.htm
https://pt.wikipedia.org/wiki/Realismo
https://pt.wikipedia.org/wiki/Os_Sofrimentos_do_Jovem_Werther
https://www.google.com.br/?gws_rd=ssl
http://brasilescola.uol.com.br/artes/impressionismo.htm
http://www.historiadasartes.com/nomundo/arte-seculo-19/impressionismo/
http://www.infoescola.com/movimentos-artisticos/impressionismo/
http://www.suapesquisa.com/artesliteratura/impressionismo.htm
https://pt.wikipedia.org/wiki/Impressionismo