Você está na página 1de 3

Orientações Importantes da Proposta

Modalidades

1. POUPEX

Possui linhas de crédito destinadas a seus associados, facilitando o acesso à casa própria, com modalidades de financiamento
para Aquisição Residencial, Aquisição de Terreno, Aquisição de Material de Construção com Garantia Imobiliária, além da
operação de Portabilidade e Empréstimo com Garantia Imobiliária. Nestas operações, são permitidas as formas de pagamentos
mediante consignação em folha (somente para convênio com a POUPEX, militares, pensionistas ou servidores civis das Forças
Armadas), débito em conta corrente no Banco do Brasil e boleto bancário.

2. Parceria Setor Privado - PSP

É uma linha de crédito destinada aos empregados de empresas privadas que firmaram acordo com a POUPEX, por meio do
Programa Parceria Setor Privado – PSP, com possibilidade de financiar nas modalidades de Aquisição Residencial e Aquisição de
Terreno. Nessa Parceria, somente são permitidas as formas de pagamento mediante débito em conta corrente no Banco do
Brasil e boleto bancário.

Documentos Necessários

Prezado proponente, a documentação aqui relacionada não exclui a possibilidade de solicitação de outros documentos, em
função das peculiaridades de cada caso.

1. Formulário de Proposta de Financiamento Imobiliário:

Após fornecer os dados cadastrais necessários ao atendente do Ponto de Atendimento, é imprescindível que o Formulário de
Proposta gerado seja conferido e assinado pelo proponente e seu cônjuge/companheiro (se for o caso).

Quando se tratar de Transferência de Saldo Devedor, o vendedor (mutuário atual) deverá autorizar o fornecimento dos dados
referentes ao financiamento em questão ao proponente (comprador do imóvel). No caso do proponente já ser proprietário do
imóvel mediante procuração e/ou instrumento feito em cartório de notas, a autorização para fornecimento dos dados por parte
do atual mutuário não será necessária, mas o proponente (proprietário) deverá anexar aos documentos exigidos para análise da
proposta, a cópia do instrumento e/ou da procuração.

Observação: Caso exista a participação de Captador, favor atentar para o preenchimento correto no Campo Proposta Captada
por Imobiliária/Corretor Autônomo com CNPJ.

Orientações Importantes da Proposta


Teleatendimento ao Cliente: 0800 61 3040 1 de 3 Teleatendimento aos Surdos: 0800 646 4747
Ouvidoria: 0800 647 8877 Atualizado em: Mar/17 Central de Atendimento BACEN: 145
Orientações Importantes da Proposta

2. Cópia dos três últimos comprovantes de renda (do casal, se for o caso):

É imprescindível que o contracheque permita a consulta da margem consignável. Essa informação deverá ser parte integrante da
documentação a ser apresentada para análise.

O proponente e/ou cônjuge/companheiro que trabalhe em empresa regida pela CLT deverá anexar cópia legível das páginas de
identificação do trabalhador, qualificação civil, todas as contratações do empregado e da opção pelo FGTS, constantes na CTPS,
comprovando, assim, o vinculo empregatício. Caso seja do interesse utilizar os recursos do FGTS na operação, a cópia deverá ser
autenticada por cartório ou pelo Ponto de Atendimento mediante carimbo de "confere com o original".

Quando se tratar de proponente e/ou cônjuge/companheiro autônomo, empresário e/ou assemelhado, deverá encaminhar a
Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos - DECORE, original, com renda dos três últimos meses, obtida com
contador. Ressaltamos que para estes proponentes, a DECORE é o único documento de comprovação de renda para fins de
concessão de financiamento imobiliário pela Instituição. Convém lembrar que os rendimentos informados na referida declaração
deverão estar compatíveis com os declarados à Receita Federal. Quando os rendimentos forem provenientes de "distribuição de
lucros", a DECORE deverá ser firmada pelo contador responsável pelas contas da empresa e também deverá encaminhar cópia
do contrato social da empresa e de todas as suas alterações (se houver).

Observação: deverá ser encaminhada Cópia da Carteira de Identidade Profissional do Conselho Regional de Contabilidade do
profissional (contador) que emitir a DECORE.

3. Cópia completa e atualizada da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (do casal, se for o caso) acompanhada do
recibo de envio e confirmação de recebimento pela Receita Federal:

Se houver retificação da DIRPF, além da original anteriormente enviada a Receita Federal, deverá ser encaminhada cópia de
todas as Declarações Retificadoras com seus respectivos recibos.

Se desejar utilizar os recursos do FGTS, a cópia de todas as páginas encaminhadas deverão ser autenticadas por cartório ou pelo
Ponto de Atendimento mediante carimbo de "confere com o original". Inclusive do cônjuge/companheiro, mesmo que não
participe da operação com renda. A apresentação desses documentos é obrigatória por determinação na legislação que
regulamenta o uso de tais recursos.

4. Declaração Pessoal de Saúde - DPS:

Caso o proponente e/ou seu cônjuge/companheiro, apresente problema de saúde, deverá anexar Laudo Médico a fim de
subsidiar a cobertura securitária pela seguradora.

5. Simulado de Financiamento Imobiliário:

O simulado deverá ser assinado pelo proponente e pelo cônjuge/companheiro (se for o caso). É importante verificar se o
simulado está de acordo com as condições escolhidas.

6. Cópia do comprovante de pagamento da Tarifa de Confecção de Cadastro para Inicio de Relacionamento - TCCIR:

O boleto para pagamento será emitido por nosso Ponto de Atendimento.

7. Cópia do comprovante de Poupança POUPEX.

Orientações Importantes da Proposta


Teleatendimento ao Cliente: 0800 61 3040 2 de 3 Teleatendimento aos Surdos: 0800 646 4747
Ouvidoria: 0800 647 8877 Atualizado em: Mar/17 Central de Atendimento BACEN: 145
Orientações Importantes da Proposta

Informações Gerais
1. Uso do FGTS

Destacamos que os recursos do FGTS SOMENTE poderão ser utilizados para Aquisição Residencial, as demais tratam-se de
operações fora do Sistema Financeiro de Habitação - SFH.

2. Pessoa Exposta Politicamente - PEP:

Conforme Circulares BACEN 3.461/2009 e 3.654/2013, consideram-se pessoas expostas politicamente os agentes públicos
brasileiros que desempenham ou tenham desempenhado, nos últimos 5 (cinco) anos, no Brasil ou em países, territórios e
dependências estrangeiros, cargos, empregos ou funções públicas relevantes, assim como seus representantes, familiares e
outras pessoas de seu relacionamento próximo, conforme a relação abaixo:

- Detentores de mandatos eletivos dos Poderes Executivo e Legislativo da União;


- Ocupantes de cargo, no Poder Executivo da União:
> de ministro de estado ou equiparado;
> de natureza especial ou equivalente;
> de presidente, vice-presidente e diretor, ou equivalentes, de autarquias, fundações ou empresas públicas, ou
sociedades de economia mista;
> do Grupo Direção e Assessoramento Superiores - DAS, nível 6, ou equivalentes;

- Membros do Conselho Nacional de Justiça, do Supremo Tribunal Federal, tribunais superiores, dos tribunais regionais
federais, do trabalho e eleitorais, do Conselho Superior da Justiça do Trabalho e do Conselho da Justiça Federal;

- Membros do Conselho Nacional do Ministério Público, o Procurador-Geral da República, o Vice-Procurador-Geral da


República, o Procurador-Geral do Trabalho, o Procurador-Geral da Justiça Militar, os Sub-Procuradores-Gerais da República e os
Procuradores-Gerais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal;
- Membros do Tribunal de Contas da União e o Procurador-Geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da
União;

- Governadores de Estado e do Distrito Federal, os presidentes de tribunal de justiça, de assembleia e cârnara legislativa, os
presidentes de tribunal de contas de Estado, do Distrito Federal e de Município e de conselho de contas dos Municípios;
- Prefeitos e presidentes de Câmara Municipal das capitais de Estado.

3. Conclusão da análise da documentação

Após análise da documentação entregue, em caso de deferimento, o Ponto de Atendimento emitirá carta de deferimento prévio
e relação de documentos que deverão ser providenciados para a formalização do processo.

Em caso de indeferimento do pedido de Financiamento Imobiliário, o Ponto de Atendimento emitirá carta informando o motivo
da não aprovação do crédito.

Orientações Importantes da Proposta


Teleatendimento ao Cliente: 0800 61 3040 3 de 3 Teleatendimento aos Surdos: 0800 646 4747
Ouvidoria: 0800 647 8877 Atualizado em: Mar/17 Central de Atendimento BACEN: 145

Você também pode gostar