Você está na página 1de 2

1

Ainda que Balaque me desse a sua casa cheia de prata e ouro, não
poderia ir além da ordem do Senhor, fazendo bem ou mal de meu
próprio coração; o que o Senhor falar, isso falarei eu?
Agora, pois, eis que me vou ao meu povo; vem, avisar-te-ei do que este
povo fará ao teu povo nos últimos dias.
Então proferiu a sua parábola, e disse: Fala Balaão, filho de Beor, e fala
o homem de olhos abertos;
Fala aquele que ouviu as palavras de Deus, e o que sabe a ciência do
Altíssimo; o que viu a visão do Todo-Poderoso, que cai, e se lhe abrem
os olhos.
Vê-lo-ei, mas não agora, contemplá-lo-ei, mas não de perto; uma
estrela procederá de Jacó e um cetro subirá de Israel, que ferirá os
termos dos moabitas, e destruirá todos os filhos de Sete.
(Números 24:13-17).
Os judeus interpretam isso como uam referencia ao Messias. O Rabino Aquiva no ano 132-135
d.C. apelou a esta passagem para a rebelião patriota, proclamando a Simão Bar Kokhba como o
“filho de uma estrela”, ou seja, o Messias.
Quando IBN ezdras explica esta profecia, ele vê evidencias que a vinda do Messias seria para
muitos anos. O êxito que teve um falso messias entre os judeus foi justamente por que seu nome
era Shabbatai Tsevi que sig. Saturno.

Os movimentos das estrelas são traçados no oriente por milênios.


O calendário dos Hindus foi inspirado por um fenômeno que apareceu no dia 17 de fevereiro do
ano 3.102 a. C. neste dia houve uma conjunção de Júpiter e saturno junto com outros planetas
do zodíaco, produzindo um espetáculo celestial. Daí surgiu o calendário “kali yuga.
O calendário chinês foi iniciado no dia 29 de janeiro do ano 2449 a.C. a partir de um eclipse total
no sol e da observação da conjunção de planetas.
A observação das estrelas era feita com um cuidado escrupuloso desde 3000 a.C. os egípcios
fizeram seu calendário em que a duração de um ano se calculava em 365 dias e já sabia que era
curta por 6 horas.

A opinião do pai da astronomia


Em dezembro de 1603 Johannes Kepler, observou uma conjunção de Júpiter e saturno na casa
de peixe. Subitamente notou nova estrela particularmente brilhante e de cor estranho entre
Júpiter e saturno que logo desapareceu. Em sua opinião a estrela de Belém pode ter sido esta
classe de fenômeno de “Ascenso” ,”en te anatole” (Mt 2.2,)lit. Ascenso.
Os judeus falavam da estrela de Moises e do Messias.
No livro “la vida y tempos de Jesus” faz uma referencia ao rabino Yitshak Bem Yehuda Abrabanel
(1437-1508) que escreveu que a conjunção de saturno e Júpiter na casa de peixe tem um
significado especial para Israel, e sustenta que 3 anos antes de Moises nascer esta conjunção
apareceu como sinal da primeira libertação de israel. E que, portanto, o nascimento do Messias
e a redenção final de Israel serão pressagiados por fenômenos celestiais.
O autor do livro, também se refere a colecção Midrashim, em que na raggada sobre o Messias
fala da aparição de “uma estrela do oriente” e será a estrela do Messias. Nos mistérios de R.
2

Simom filho de Johai, lemos que uma estrela no oriente ia aparecer 2 anos antes do nascimento
do messias.
Mas, dois anos antes do nascimento do Messias, que segundo temos
calculado, ocorreu em dezembro 749 A.U.C. (Ab urbe condita, isto é,
desde a fundação de roma em 753 a.C.), ou 5 a.C. nos coloca em 747
A.U.C. ou 7 a.C. quando tal estrela apareceu no oriente.
Esta constelação aparece a cada 800 anos uma só vez, porem no ano 747 ou seja 2 anos antes
de cristo ocorreu não menos que três vezes: em maio, outubro e dezembro. Esta conjunção é
conhecida por todos os astrônomos.
Que diz a arqueologia?
Em Berlim se conserva uma tabua de argila de movimentos planetários que mostra que no ano
17 a.C. se elaborou um catálogo dos movimentos previstos dos planetas ate o ano 10 d.C. esta
tabua foi copiada ao papiro em 42 d.C. e menciona a conjunção de Júpiter e saturno no ano 7
a.C.
A pertinência simbólica de augúrio era evidente para as pessoas.
As constelações do zodíaco se identificavam com varias nações. Exemplo: peixe se considerava
a constelação de da síria e palestina, e revela os últimos dias. Saturno, se associa com palestina
segundo a astrologia babilônica, enquanto Júpiter era o planeta real, pressagiando uma era de
ouro política. Assim quando Júpiter faz conjunção com saturno em peixe, era obvio que o
governante dos últimos dias havia chegado.
Esta conjunção durou 9 meses!