Você está na página 1de 8

APEOESP SBC

JORNAL DA Gestão 2010 - 2011


Oposição Alternativa

SUBSEDE Agosto 2010

SOBRE OS HTPCs p.3

Banco do Brasil
incorpora a Nossa
Caixa e ataca direitos
dos professores p.4

Subsede dará inicio a ORIENTAÇÕES DO JURÍDICO


campanha contra o SOBRE A AVALIAÇÃO FINAL DO
ESTÁGIO PROBATÓRIO. p. 3
Assédio Moral p.5
ENEM do Professor:
Haddad imita Paulo Renato e institui Exame Nacional
de Ingresso na Carreira Docente!!! p. 5

Violência contra a A crise de 1929 sob o


mulher: quantas olhar da literatura e do
mais? p.6 cinema. p 7
2

EDITORIAL
A Luta tem que Continuar!
Fortalecer Nossa Organização para derrotar a Política
Educacional de Paulo Renato/Haddad
Nos dias 02, 03 e 04 de dezembro Nós temos convicção que Serra Os governistas no sindicato
ocorre o XXIII Congresso da foi péssimo para a educação e limitam nossa luta. Temos que
APEOESP. É no congresso que se para São Paulo e será péssimo aprovar nesse congresso uma
define as diretrizes da APEOESP para o Brasil, porém a sua campanha:
para o próximo período. Garantir política educacional é a mesma ✗ Contra a Meritocracia e
uma ampla participação dos(as) de Lula. Portanto para derrotar Avaliações externas! (revogação
professores(as) é fundamental para a meritocracia de Serra é ne- da lei 1097/09).
colocar a APEOESP no rumo certo, cessário derrotar o PDE de Lula. ✗ Estabilidade para Todos os(as)
na luta contra a política meri- Professores(as)!
Enquanto estávamos em greve,
tocrática aplicada por Paulo ✗ Abaixo as Provas! (revogação
ocorreu greve de professores da lei 1093/09 e 1094/09)!
Renato/Serra/Goldman e apoiada no em mais de 15 estados, e a ✗ Em defesa da Saúde do(a)
PDE de Haddad/Lula. CNTE (Confederação Nacional Professor(a)! (revogação da lei
É a Hora de Virar a Mesa. Nossa dos Trabalhadores de Educação- 1041/08-Falta Médica).
greve demonstrou que a direção ligada a CUT) sequer convocou ✗ Abaixo o PDE de Lula/Haddad!
majoritária da APEOESP (CUT) não manifestações unificadas, em (Plano de Desenvolvimento da
está altura das necessidades dos que pese que todas as greves Educação).
professores(as). O apoio ao governo foram contra políticas merito- ✗ Desfiliar a APEOESP da CUT!
Lula fez o setor majoritário(CUT) se cráticas embasadas no PDE. Plebsicito já!
preocupar exclusivamente em des- Com o objetivo de proteger o
gastar Serra, limitando nossa luta. governo Lula.

Visite nosso blog:


apeoesp.blogspot.com

Moção de Apoio
Moção de Apoio da Subsede da APEOESP de São Bernardo do Campo ao companheiro Aldo Santos

Aldo Santos é Ficha Limpa e vitima da criminalização dos movimentos sociais

No dia 26 de Julho, a Procudoria Regional Eleitoral de São Paulo decidiu pedir a impugnação da candidatura de Aldo
Santos, que concorre pelo PSOL ao cargo de vice-governador de São Paulo, recorrendo a lei da “Ficha Limpa”, que
deveria servir para barrar a candidatura de corruptos, foi desvirtuada de forma a reforçar a crescente criminalização
dos movimento sociais.
Não pesa contra Aldo Santos nenhuma suspeita de corrupção. Os motivos pelos quais buscam impedi-lo de concorrer
são de outra ordem: Aldo é acusado de usar o mandato como vereador em São Bernardo do Campo para dar apoio
ao Movimento de Trabalhadores Sem Teto (MTST) em 2003, na ocupação de um terreno por 7 mil pessoas que
reivindicavam condições dignas de moradia.
ALDO SANTOS é um militante pautado pela luta em defesa das causas populares, em particular em defesa da
Educação Pública de qualidade e dos profissionais que nela atuam. Por isso, nós Representantes de Escola da
Subsede da APEOESP de São Bernardo do Campo, reunidos na data acima empenhamos aqui toda a nossa
solidariedade a esse companheiro.
São Bernardo do Campo, 10 de agosto de 2010
REPRESENTANTES DE ESCOLAS DA SUBSEDE DA APEOESP SBC
3
ORIENTAÇÕES DO JURÍDICO
SOBRE OS HTPCs SOBRE A AVALIAÇÃO FINAL
Por Wagner Poleto, professor da EE Vladimir Herzog e
membro da Executiva Regional da APEOESP SBC
DO ESTÁGIO PROBATÓRIO
Em função dos casos de
Foi em resposta aos ata- caminhamentos do processo professores que foram mal ava-
ques da ditadura em nossos escolar local. Os tentáculos do liados e sofreram ameaças de
país atingindo a autonomia no poder central se tornam pre- exoneração apresentaremos al-
gerenciamento da escola públi- sentes na rotina da vida escolar gumas instruções. Ao final do
ca, que, no processo de rede- e, particularmente, nos HTPCs estágio probatório deve ser re-
mocratização incluiu-se, entre garantidos pela condução buro- passado para o servidor cópia
outras medidas, as reuniões de crática. de toda a documentação rela-
HTPCs, uma vez que só havia Está se tornando comum tiva às três etapas de sua avali-
jornada com aulas dadas e usar os HTPCs para responsa- ação, a fim de que este tome
quem ditava as regras locais bilizar o professor por tudo que ciência. Caso o servidor recuse
era o diretor, reproduzindo o dá errado no processo escolar e tomar ciência, será registrado
ditador no poder e dependendo a prática do assédio moral vem tal fato na presença de duas
do mesmo, poder-se-ia até se intensificando, causando testemunhas que deverão ser
consultar os professores sobre mal estar aos docentes já muito devidamente identificadas. De-
as resoluções tomadas. Tam- insatisfeitos e estressados com pois de emitido o relatório, no
bém não havia os Conselhos de problemas de dentro da sala de caso de proposta de exonera-
Escola, criados após, com a aula e sem apoio necessário ção, da ciência dada ao servi-
intenção de relativizar esse po- para resolvê-los. dor será aberto o prazo de 10
der do diretor no gerenciamen- Todos nós já estamos dias para apresentação das ra-
to escolar. vendo “onde vai dar” essa zões de defesa, podendo tal de-
Uma vez estabelecidos política de metas pelo IDESP: fesa ser apresentada pelo pró-
os HTPCs, vivenciamos uma ESTÁ LEVANDO A ESCOLA prio servidor ou procurador
relativa oxigenização no proces- PÚBLICA A UMA DESMORALIZA- constituído, garantindo-se a
so pedagógico escolar, onde ÇÃO TOTAL, com a qualidade ampla defesa e o contraditório.
não havia necessariamente do ensino piorando dia-a-dia, Caso o Secretário da Pasta opte
uma condução caracteristica- pois não importa mais a pela exoneração, publicando-se
mente burocrática nas reuniões. formação educacional mas tudo a decisão, dentro dos 120 dias
Os coordenadores eram escolhi- que eleve os índices nas subseqüentes, mediante as pro-
dos pelos Conselhos de Escola, escolas num processo que vas apresentadas, se for o caso,
mediante votação, precedida de podemos chamar de poderemos impetrar Mandando
apresentação de planos de “maquiagem dos índices” de Segurança. Esclarecemos
trabalho de vários candidatos valendo a regra “os fins que todos os recursos inerentes
que, no geral, se identificavam justificam os meios”, incluindo podem ser interpostos pelo
com a causa dos professores. progressão continuada, nosso Departamento Jurídico,
Mas, com a implantação reclassificação, pressão sobre ressaltando-se mais uma vez, a
da política de metas estabe- professores por avaliações atenção à documentação com-
lecidas por busca de melhora descaracterizadas dos alunos, probatória bem como ao prazo
dos índices do IDESP e da etc. para apresentação do recurso.
valorização por mérito, respon- Só há uma forma de Caso haja professores com pro-
sabilizando o professor pelo superar a burocratização no blemas na avaliação do Estágio
fracasso das políticas educacio- gerenciamento escolar: a não Probatório na sua escola, de-
nais no Estado de São Paulo, omissão na participação nuncie na APEOESP SBC. São
um processo de burocratização coletiva, consciente e importantíssimas as cópias pa-
na condução da escola vem se organizada dos educadores no ra apresentação da defesa e as
intensificando. Os coordenado- processo escolar, acreditando provas que o servidor possuir
res foram transformados em que os agentes que mudarão que comprovem o contrário das
cargos de confiança do diretor e essa triste realidade são alegações. Mais importante
não são mais submetidos aos aqueles que vivenciam, no dia- ainda é o respeito ao prazo le-
Conselhos de Escola. Aliás, os a-dia, os graves problemas na gal para apresentação da defe-
próprios Conselhos de Escola sala de aula. Não podemos sa administrativa que é de 10
não se reúnem mais e seus deixar que burocratas fora do dias da ciência. Após o recurso
integrantes são “escolhidos” de ambiente escolar falem e ser apresentado, abre-se vista
uma forma que não pode ser decidam por nós, calandonos. à Diretoria de Ensino (Co-
considerada como democrática Não podemos admitir o missão) que ratificará ou retifi-
pois não ocorrem mais eleições silêncio, que nos massacra cará mediante as provas apre-
com votação mas um convite como profissionais e a sentadas o parecer anterior,
feito pela direção da escola. submissão a essa política decisão esta, que posterior-
Os HTPCs deixaram de educacional maligna às causas mente será encaminhada para
ser um momento de debate da comunidade escolar. o DRHU para apreciação do
democrático das questões e en- Secretário da Pasta.
4
DENUNCIA

BANCO DO BRASIL INCORPORA A NOSSA CAIXA E


ATACA DIREITOS DOS PROFESSORES
Por Fernando de Souza (professor da EE São Pedro e membro da Executiva
Regional da APEOESP SBC) e Bruno Assis de Oliveira.
Não bastassem os bancos cresce, e também a
ataques brutais desferidos exploração de seus funcionários
pelos governos Serra e e clientes. Os bancos que per-
Goldman contra a educação, manecem no mercado lutam de
materializados no sucatea- forma selvagem para aumentar
mento da escola pública em os ganhos. Por um lado, isso
nosso Estado, agora somos significa focar operações que
tratados de forma ainda mais dêem lucro para o banco e
truculenta e desrespeitosa pelo expulsar os clientes que não dão
Banco do Brasil, empresa para o retorno desejado, como é o
a qual fomos obrigados a caso dos professores. Por outro,
migrar nossas contas a partir existe a necessidade permanente
da compra da Nossa Caixa. de reduzir custos com pessoal a
A sociedade e a nossa qualquer preço.
categoria uma vez mais paga a Com a venda da Nossa
conta: filas intermináveis para Caixa, José Serra e Goldman,
qualquer tipo de atendimento avançam o processo de pri-
nas agências, problemas fazer pra pagar o aluguel, vatização no setor bancário.
relativos à senha dos clientes, alimentação, transporte e as Assim tem sido desde a
idosos e gestantes em filas contas do mês com R$400,00?”, implementação das Parcerias Pú-
comuns, privatização do disse a professora. A situação blico-Privadas (PPPs) no Estado e
estacionamento da agência da dos professores OFA´s é ainda a venda pelo governo Lula das
Rua Marechal, terminais inope- mais difícil. Paula**, professora ações do Banco do Brasil ao
rantes e um problema crucial da rede há 9 anos, se diz capital financeiro internacional
que se refere a exclusão do inconformada com a maneira em 2006. Pouco antes, Lula havia
limite do cheque especial sem que os professores temporários consumado a “doação” ao Bra-
aviso prévio aos clientes, são tratados. Segundo ela, no desco dos bancos estaduais do
causando com isso uma mês de julho, seu limite de Maranhão e Ceará, BEM e BEC.
situação de desespero para cheque especial, concedido pelo APEOESP SBC exige respeito
muitas famílias. banco Nossa Caixa, foi aos professores
Banco do Brasil corta limite simplesmente cortado sem
do especial dos professores aviso prévio. Comparecendo a É importante que os
de forma arbitrária agência do BB para ter professores denunciem à
esclarecimentos, ouviu de um APEOESP SBC os problemas que
Devido ao corte do funcionário que se fosse efetiva vêm enfrentando com o Banco do
limite de crédito especial, “até seria possível rever a Brasil. Com objetivo de discutir-
muitos professores procuraram situação”, uma mentira como mos tais problemas, apresen-
a subsede da APEOESP SBC vimos com o caso da outra tamos um ofício junto à gerência
para ter maiores esclare- professora. do BB de SBC solicitando uma
cimentos. A professora Maria reunião. Exigimos, no mínimo, a
do Carmo**, efetiva há 5 anos, Lula e Serra avançaram na manutenção das condições esta-
conta que depois de dois privatização do setor belecidas pelo Banco Nossa Caixa
meses de desconto de salário bancário (taxas, tarifas etc), a garantia do
em decorrência dos 33 dias de limite do especial aos clientes, a
greve, o Banco do Brasil cortou No sistema financeiro solução para o problema das filas
seu limite do especial de internacional, os bancos fazem intermináveis e a volta do esta-
maneira arbitrária no mês de megafusões que resultam em cionamento gratuito para todos
julho, descontando antes o seu milhares de demissões e no os clientes.
salário. A professora que aumento dos lucros. A lógica de
costuma receber algo em torno mercado impõe uma redução ** Foram preservados os nomes reais dos
de R$1600,00, teve um des- ainda maior do número de entrevistados, os nomes apresentados
conto de R$1100,00, restando bancos no sistema financeiro são fictícios.
apenas R$400,00. “Como vou nacional. A concentração dos
5
NACIONAL
ENEM do Professor
Haddad imita Paulo Renato e institui Exame Nacional
de Ingresso na Carreira Docente!!!
Para quem ainda tinha de docentes para a educação
dúvidas sobre a política básica...”
educacional do governo É a nacionalização da
federal de Lula/Haddad, lei 1093/09 que instituiu a
agora não deve ter mais. A prova aqui em São Paulo. É a
Portaria Normativa nº 14 de unidade de Lula/Haddad com
21 de maio de 2010, institui o Serra/Goldman/Paulo Renato
Exame Nacional de Ingresso para responsabilizar os
na Carreira Docente, que no professores pela crise
Art. 1º diz: que o Exame “... educacional. Por um lado Lula
constituí-se de uma avaliação reduz verba e institui prova,
de conhecimentos, por outro Serra não negocia
competências e habilidades com os professores e institui
Serra assinando PDE, ao lado Haddad e ao fundo Bebel
para subsidiar a contratação prova e demissão.

Governo Lula/Haddad
corta R$ 1,2 bilhão da Educação!!!
O governo Lula anunciou um Lula, está o veto ao fim do mais por ano de juros das dívidas
corte de R$ 10 bilhões das fator previdenciário e a a partir do aumento de 0,75% da
diversas áreas sociais. A reposição de 7,7% aos taxa selic. Ou seja, Lula tem R$
alegação do governo é conter aposentados. Para se ter uma 30 bilhões aos credores da dívida
a inflação. Quem sofre o maior idéia, o fim do fator e não tem R$ 15 bilhões aos
corte, mais uma vez é o previdenciário e a reposição aposentados e demais
Ministério da Educação, com aos aposentados, representam trabalhadores e nem 2, 34
redução de R$ 1,28 bilhão. No um aumento de R$ 15 bilhões bilhões para a educação. Essa
total, em 2010, o governo já por ano aos cofres públicos. O atitude de Lula demonstra de que
reduziu as verbas da educação mesmo Lula que diz que o país lado Lula está, e não é o lado dos
em R$ 2,34 bilhões. quebra caso não vete estas trabalhadores.
Como parte desta política de leis, irá gastar R$ 30 bilhões a

CAMPANHA
APEOESP SBC DARÁ INÍCIO A CAMPANHA
CONTRA O ASSÉDIO MORAL
A Subsede da APEOESP SBC Publicaremos uma cartilha para Não esqueça que o medo
dará início ainda no mês de ser distribuída entre os reforça o poder do agressor!
agosto a uma campanha professores sobre o tema e
contra o ASSÉDIO MORAL. colocaremos nossos CONCEITO E DEFINIÇÃO DO
Em função do autoritarismo do conselheiros à disposição para ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO
governo e da secretaria de discutirem o assunto nas
educação temos notado um escolas. O ASSÉDIO MORAL caracteriza-
aumento no número de Dar basta ao ASSÉDIO MORAL se pela exposição dos
professores que procuram o depende de informação, trabalhadores a situações
sindicato ou os representantes organização e mobilização dos humilhantes e de pressão
de escola (RE´s), para trabalhadores. Se você é repetidamente durante a
denunciar a postura de testemunha de cena(s) de jornada de trabalho e no
diretores, vices, supervisores e pressão e humilhação no exercício de suas funções. O
coordenadores que se sentem trabalho supere seu medo, seja Assédio Moral é uma
no direito de submeter os solidário com seu colega. Você experiência que acarreta
professores (as) as mais poderá ser “a próxima vítima” prejuízos práticos e emocionais
variadas formas de pressão e e nesta hora o apoio dos seus para o trabalhador e mesmo
humilhação repetidamente. colegas também será precioso. para a organização do trabalho
6

Violência contra a mulher:


quantas mais?
Por Alessandra Fahl Cordeiro -
Conselheira da Subsede da
Apeoesp de São Bernardo do
Campo e professora de História
nas E.E.´s “Prof. Jorge Rahme”
e “Prof. Ismael da Silva Júnior”.

Impossível não reparar, namorado, não aceitando a industrial, virtual e geneticista,


- mesmo que através da recusa, baleou a menina com não significa que estes traços
imprensa burguesa e seis tiros. Apesar de sua mais primitivos de
sensacionalista, a mesma que incrível força para sobreviver organização social tenham
descaracteriza as ao ataque e de buscar ajuda desaparecido. Em todas essas
problemáticas que envolvem a sozinha, ela perdeu um dos histórias, homens se acharam
escola pública e ataca olhos, além de carregar no direito de tirar a vida das
constantemente o magistério cicatrizes físicas e psicológicas mulheres com as quais se
– a quantidade de casos para o resto da vida. relacionaram.
divulgados sobre a violência No futebol, a cultura Se por um lado a
contra a mulher. Dois casos machista parece ser cultura da violência machista
repercutiram em especial: o considerada normal e contra a mulher é mais antiga
assassinato da modelo Eliza aceitável. Chega mesmo a ser que a invenção do dinheiro,
Samudio, e da advogada explicitamente manifestada. O não podemos nos esquecer,
Mércia Nakashima. No caso de goleiro Bruno – o mesmo que em hipótese alguma, que a
Eliza, a Justiça conhecia as está detido pela polícia – já sociedade de classes acirra
agressões e ameaças que ela havia declarado na imprensa ainda mais o problema. É
havia sofrido. qual a sua opinião sobre o justamente nas áreas mais
Há alguns meses atrás, relacionamento entre homens pobres do país, onde as
em janeiro, o mesmo e mulheres. Quando seu mulheres já sofrem por
aconteceu com a cabeleireira colega de trabalho, o também receberem salários em média
Maria Islaine de Moraes, que jogador de futebol Adriano, mais baixos do que os
fez oito queixas na polícia de passou por um escândalo de homens, também sofrem mais
Minas Gerais denunciando as briga e agressões conjugais, com a violência, seja esta
ameaças de morte que sofria Bruno declarou: “quem é que direta ou indireta mente
de seu ex - marido. Segundo a nunca teve uma briga com a dirigida às mulheres. Em dez
aplicação da Lei Maria da mulher, ou mesmo não chegou anos, dez mulheres foram
Penha, ele deveria a sair na mão?”. Durante a assassinadas por dia no Brasil,
permanecer pelo menos a 300 Copa do Mundo, o volante da média que fica acima do
metros de distância da vítima. Seleção Brasileira, Filipe Melo, padrão internacional.
Mesmo assim, ele entrou conseguiu conjugar (DataSUS). Alarmantemente, a
calmamente em seu local de estereótipos e violência em maioria dos crimes teve
trabalho e lhe tirou a vida com uma só frase. Comentando “motivação passional”.
sete tiros à queima roupa. sobre as características da Juridicamente, o país
Mais uma prova da ineficácia bola Jabulani, disse que "A vive um retrocesso. Ao mesmo
dessa legislação, que apenas outra bola é igual a mulher de tempo em que é evidente que
realiza uma boa figuração malandro: você chuta e ela a Lei Maria da Penha não
para o governo brasileiro em continua ali. Essa de agora é mudará a vida de nenhuma
âmbito internacional, mas que igual Patricinha, que não quer mulher, o crime de estupro
na prática não alterou em ser chutada de jeito nenhum". terá a pena reduzida de doze
nada a vida das mulheres Em comum a todos estes para seis anos de reclusão.
brasileiras. casos, é notável a existência Isso porque antes acumulava –
Em julho deste ano, de uma cultura de violência se o crime de estupro e de
uma adolescente de 16 anos acima de tudo machista, que atentado violento ao pudor.
(o nome não foi divulgado banaliza e aceita como normal Agora, todos os crimes do tipo
para preservar a identidade da e corriqueiro bater, ofender, serão enquadrados como
vítima), recusou um pedido de estereotipar e subjugar. O fato estupro, reduzindo a pena do
namoro. O pretenso namorado de estarmos no mundo réu.
7
Transpondo o problema sem contar os casos extremos
para a nossa categoria de em que se aplica a violência
professores, sabemos que a física. Não existe lei que alterará Reunião do Coletivo de
mulher está muito mais este quadro. Somente a luta dos
exposta à violência nas trabalhadores e trabalhadoras Mulheres - Dia 28/10
poderá construir uma sociedade
escolas. A maioria do quadro
docente nas escolas é em que, tanto a mulher, quanto o
Sábado às 14h
composta por mulheres, mas homem, possam viver livres da Na Apeoesp-SBC
mesmo assim são estas que violência. Lutar contra o
sofrem mais com os diversos machismo significa lutar pelo fim Todas as professoras
tipos de violência escolar. Isso da exploração de um ser humano
muitas vezes acaba se contra outro, pois, a opressão do
estão convidadas
aplicando não somente às homem sobre a mulher nada
professoras, mas também às mais é do que uma parte da
alunas. As violências variam exploração que vivemos na
do assédio moral ao assédio sociedade de classes, que
sexual,à criação e reprodução sempre construiu miséria e
de estereótipos, a um tipo de divisionismo, ao invés do livre
ditadura estética em que não desenvolvimento material e
se respeitam as características intelectual.
individuais do ser humano;

CULTURA
A crise de 1929 sob o olhar da literatura e do cinema.
Por Antonio Lucas.

Vivemos sob o signo de terras pelos credores parte em filme tem uma visão otimista
uma profunda crise econômica direção à Califórnia - um do futuro. Graças ao presiden-
que teve início nos EUA e – espécie de Canaã para as te Franklin Delano Roosevelt e
como um efeito dominó – se vítimas da grande Depressão - o seu plano econômico, o New
espalhou por outros países. A em busca de emprego e um Deal, a crise será superada e
burguesia procura transferir o lugar para recomeçar sua vida. os trabalhadores terão uma vi-
ônus da crise para os Em meio a esta procura da melhor, esta é a mensagem
trabalhadores. Basta olhar o desesperada por emprego final do filme, no meu
que está acontecendo em alguns personagens percebem entender. O que não deixa de
Portugal e Espanha. Nestes que é necessário se organizar e ser uma propaganda do
países os governos aplicam lutar contra a fome, o presidente Roosevelt.
duros planos de austeridade desemprego, a miséria. Em Isto, a confiança em governos
que consistem em uma bela passagem do salvadores, transportado para
congelamentos ou mesmo romance um personagem diz a as eleições na democracia bur-
corte de salários, retirada de um grupo de sem terras e guesa faz do ato de votar um
direitos trabalhistas e políticas desempregados; eu perdi as único meio de transformar a
sociais, aumentos de impostos minhas terras; um trator, um só, sociedade. Os ideólogos da
etc. Mas é na Grécia que os tomou- mas... Aí está o nó, ó tu que burguesia procuram incutir na
planos são mais duros. Os odeias mudanças e temes cabeça dos trabalhadores que
cortes incluem diminuição de revoluções! Porque aí começa as eleições (somente elas) mu-
5% a 20% dos salários dos aquilo que tu temes... Porque aí darão suas vidas, desde que
funcionários públicos, de 10% transforma-se o “ Eu perdi minhas eles votem conscientemente e
no valor das aposentadorias, terras” em “ Nós perdemos nossas fiscalizem os seus candidatos.
aumento da idade para se terras”. E desse primeiro “Nós” A ideologia subjacente neste
aposentar. nasce algo muito perigoso... Mas tu discurso é de que o voto
Muitos analistas não poderás saber disso. Pois que consciente é capaz de operar
econômicos comparam esta a qualidade de “dono” mergulha-te grandes mudanças na vida das
crise com a de 1929 – sempre no “eu’’ e sempre te isola do pessoas. Para a burguesia é
seguramente a maior de todos “Nós’’. Curiosamente Jonh fundamental que os trabalha-
os tempos do mundo Steinbeck nunca foi um escritor dores canalizem seu potencial
capitalista. A crise de 1929 e ligado à esquerda. O final do revolucionário para as elei-
seus desdobramentos foi tema livro é comovente. ções, forma segura de manter
de um belo romance do escritor Escrito em 1939 o sua hegemonia.
estadunidense John Steinbeck, romance foi levado à tela por Penso diferente. Acredito que a
chamado as Vinhas da Ira. O Jonh Ford em 1940. O filme transformação da sociedade
livro narra a saga de uma também se chama as Vinhas da será obra dos trabalhadores
família de pequenos agricul- Ira – recentemente lançado em organizados e mobilizados.
tores que expulsa de suas DVD. Ao contrário do livro o Só com lutas a vida irá mudar!
8
TIRE SUAS DÚVIDAS
1 – ACABOU A PROVINHA DO 3 – NÃO HÁ MAIS 5 – QUEM PODERÁ SE
FINAL DO ANO? PRORROGAÇÃO DE LICENÇA INSCREVER PARA
Não. Por causa do caos MÉDICA? ATRIBUIÇÃO PELO ART.22?
causado pelo governo, com as Não. A partir do dia 2 Todos os professores
leis 1093/1094 e 1097, houve de julho de 2010 todas as
um recuo momentâneo. No 2º efetivos, sócios da Apeoesp. Por
licenças médicas são iniciais. O conta de sentença favorável,
Semestre de 2010, o governo cuidado a ser tomado é
leberou as aulas para todos, em ação coletiva impetrada
solicitar a guia médica no pela Apeoesp, a Justiça
inclusive para os que não primeiro dia após o termino da
realizaram o processo seletivo determinou que todos os
licença médica anterior, para filiados da Apeoesp, inclusive os
dói final do ano passado. No não ficar sem o pagamento. É
entanto, as leis não foram que estão em estagio
mais uma medida arbitraria probatório, poderam se ins-
revogadas. Dessa forma haverá que do governo que para
processo seletivo no final de crever pelo artigo 22 da lei
resolver seus problemas 444/85, com exceção dos que
2010. A prova é obrigatória, burocráticos piorou ainda mais,
sendo facultativa apenas para tiverem mais do que 12 faltas
a situação dos professores e injustificadas. Essa decisão
os que foram aprovados no servidores públicos em geral contraria a vontade do governo
processo seletivo do ano que, muitas vezes, ficam de impossibilitar a inscrição por
passado, na prova de mérito de doentes pelas péssimas
fevereiro/2010 ou no concurso, esse artigo, de boa parte da
condições de trabalho. categoria, inclusive impossi-
ainda não concluído. A
bilitando de participar da atri-
quarentena (200 dias fora da
4 – APÓS A REPOSIÇÃO DA buição da sua escola de origem.
rede) continua valendo.
GREVE O GOVERNO
6 – QUAIS AS PESPECTIVAS
2 – PROFESSORES RETIRARÁ AS FALTAS?
DE LUTA PARA NOSSA
CONCURSADOS VÃO CATEGORIA E PARA OS
Oficialmente o governo
ASSUMIR AINDA ESSE ANO? TRABALHADORES EM GERAL
se recusa a tirar as faltas dos
Não. O concurso ainda professores, dizendo que não NO PROXIMO PERÍODO?
não está concluído. De acordo existe amparo legal. Na última
com o Edital, ele tem 3 fases. A reunião com a Secretaria de As perspectivas depen-
última o curso de 4 meses. O Educação o secretário ficou de dem da organização que
governo convocou cerca de consultar seu departamento tivermos. Por esse motivo
12.000 dos aprovados para a jurídico. inssistimos na necessidade de
escolha de escolas, no entanto, A única novidade é que que nas escolas que ainda não
isso não ga-rante nada. Após a a justiça deu ganho de causa há representantes nos empe-
escolha haverá o curso, on line, para a ação impetrada pela nhemos em elege-los, depende
cuja lei estabelece uma bolsa Apeoesp em nome de duas também da participação de
de 75% do salário da jornada professoras, sobre a greve de todos nas atividaddes e na
ini-cial. O governo pagará a 2000, obrigando o governo a divulgação de informações. Não
bolsa sobre a jornada integral retirar suas faltas referente podemos agir individualmente,
(R$ 1.383,11) mas isso não esta aquela greve, abrindo acreditando apenas no boato
garantido. Os convocados, pri- jurisprudência, o que colabora que nos interessa individual-
meiro farão a escola juridicamente para a retirada mente. Temos que organizar a
preparatória, e se aprovados das faltas da greve de 2010 (o luta em cada escola e ganhar o
assumem no final do ano, ou no que não significa que em caso apoio da comunidade escolar,
próximo ano. Porém podem ser de ação esta será causa cotidianeamente, não somente
reprovados, o que deixa em ganha). nos períodos de greve. Nas
aberto a possibilidade para a Sobre a greve atual, o lutas gerais, a subsede de São
convocação de outros jurídico da Apeoesp entrou com Bernado do Campo e a oposição
aprovados para também fazer a ações de alguns professores alternativa estão empenhados
escola de quatro meses, que já concluíram a reposição. na construção de uma nova
somente após a contratação ou Aqueles que optaram por repor central sindical e popular a
eliminação dos primeiros, dessa devem solicitar a retira de partir da experiência que
forma não haverá posse dos faltas do prontuário, e com a tivemos na conlutas, para
novos efetivos antes do final do negativa entrar em contato organizar os trabalhadores
ano. A não convoca-ção de com o jurídico da Apeoesp para contra os ataque dos patrões e
todos os aprovados para a ter- empetrar ação, mas não governos, rompendo com o
ceira fase do concurso, é devemos nos iludir, se não governismo da CUT central a
polêmica, e pode demandar houver luta as pequenas qual a Apeoesp, infelizmente,
ação. vitórias serão momentâneas. continua fíliada