Você está na página 1de 29

Economia Política Internacional

Reinaldo Gonçalves
rgoncalves@alternex.com.br
Guerra de Tróia
Determinantes
 Politólogo  Projeto de poder de Agamenon
 Geopolítico  Posição geográfica
 Sociólogo  Estamentos militares: prestígio
e poder
 Economista  Interesses dos armadores
 Advogado  Seqüestro de Helena
 Psicólogo  Indíviduos e semi-deuses:
Aquiles (glória), Ajax (bravura),
Menelau (ira, vingança), Páris
(vaidade), Heitor (coragem),
Príamo (insensatez), Ulisses
(solércia)
Economia Política Internacional

1. EPI: Método de análise


2. Fundamentos teóricos
 Economia
 Política Internacional

3. Economia mundial: Retrospectiva


histórica
4. Brasil: Relações econômicas
internacionais
Economia Política Internacional

1. EPI: Método de análise


2. Fundamentos teóricos
 Economia
 Política Internacional

3. Economia mundial: Retrospectiva


histórica
4. Brasil: Relações econômicas
internacionais
Economia Política Internacional
Fundamentos Teóricos e Experiência Brasileira

Sumário

PARTE I: ECONOMIA POLÍTICA INTERNACIONAL: FUNDAMENTOS


TEÓRICOS
Capítulo 1. Economia Política Internacional: Método de análise
Capítulo 2. Estado e Atores Principais
Capítulo 3. Estado, Poder e Classes Sociais
Capítulo 4. Relações Econômicas Internacionais

PARTE II. ECONOMIA POLÍTICA INTERNACIONAL: EXPERIÊNCIA


BRASILEIRA
Capítulo 5. Poder e Vulnerabilidade Externa
Capítulo 6. FMI e Ajuste Externo
Capítulo 7. Investimento Externo Direto
Capítulo 8. Transações Internacionais de Serviços
Capítulo 9. Comércio Exterior
Capítulo 1. Economia Política
Internacional: Método de análise
Para além do Estado e do Mercado

EPI: Questão de método

Sistema Internacional

Vulnerabilidade externa e poder

Síntese
A Economia Política Internacional
(EPI) procura superar as limitações
específicas de cada campo teórico
ao apresentar um enfoque analítico
eclético ou abrangente para os
fenômenos próprios do sistema
internacional, em geral, e do
sistema econômico internacional,
em particular.
Economia Política

“O principal objeto da economia


política de todo país é o aumento da
riqueza e do poder desse país”.

(Adam Smith, 1776, p. 352).


Tradição anglo-americana

 Charles Kindleberger, Power and


Money, 1970
 Klaus Knorr, Power and Wealth, 1973
 Susan Strange, States and Markets,
1988
 Robert Gilpin, The Political Economy of
International Relations, 1987
EPI: Definição
Tradição anglo-americana

"o impacto da economia mundial de


mercado sobre as relações dos Estados e
as formas pelas quais os Estados
procuram influenciar as forças de mercado
para sua própria vantagem."

(Gilpin, 1987, p. 24).


EPI
Geração e distribuição de
riqueza e poder em escala
mundial
Foco: mercado e estado
Restringe a complexidade
 Viés institucionalista (Estado, mercado)
 Viés: produtores e consumidores, e
Estado
 Negligencia: papel de outros atores;
conflitos de classes e grupos de
interesses
 Negligencia: aspectos subjetivos
Foco: mercado e estado
Restringe a complexidade

 homo economicus tem como objetivo único


maximizar seus benefícios econômicos
(interesses materiais) considerando as
restrições de renda, dotação de fatores,
tecnologia, assimetria de informação, poder de
mercado, etc.

 homo politicus tem como objetivo maximizar o


seu poder com base nas restrições existentes.
EPI tradição anglo-americana:
Viés político
Balaam e Veseth Realista/nacionalismo/mercantilismo; liberal;
estruturalista/marxista; escolha racional
Burch e Denemark Liberal; realista; estruturalista/marxista; estabilidade
hegemônica; construtivista
Chavagneux Realista; estabilidade hegemônica; liberal; regimes;
marxista/classes dominantes
Cohn Realista; liberal; histórica/estruturalista

Crane e Amawi Mercantilismo; liberalismo; marxista;


neoliberalismo/interdependência; neomarxista;
neorealista; escolha pública; estabilidade
hegemônica; regimes; pós-modernismo
Gilpin Liberal; nacionalista; marxista

Kebabdjian Liberal; marxista; realismo; regimes; estabilidade


hegemônica; neoliberal; neorealista; cognitivista;
construtivista
EPI: Questão de Método
A EPI é um método de análise que tem
como foco a dinâmica do sistema
econômico internacional em suas distintas
esferas e dimensões, que resulta das
decisões e ações de atores nacionais e
transnacionais, cuja conduta é
determinada por fatores objetivos e
subjetivos.
EPI: método

EPI permite associar uma análise


econômica e política profunda a uma
apreciação ideológico-cultural fina
Economia Política Internacional: Esquema Analítico Básico

DIMENSÃO ESFERA
Comercial
Bilateral Produtivo-real
Plurilateral Tecnológica
Multilateral Monetário-financeira

ECONÔMICO

Político Cultural

SISTEMA INTERNACIONAL
SISTEMA INTERNACIONAL

ATORES

Estados Org. intergovernamentais


Empresas transnacionais Banca internacional
Org. não-governamentais Opinião pública e mídia
Grupos sociais Grupos de interesse
Classes sociais Indivíduos

DETERMINANTES DA AÇÃO

Interesse material Poder


Valores e ideais Subjetividade dispersa
Conceito-chave:
Sistema internacional

locus de encontro de atores de diferentes


nacionalidades e atores transnacionais
no exercício do poder (político,
econômico e cultural)
Conceito-chave:
Poder

probabilidade de um ator social realizar a


própria vontade independentemente da
vontade alheia

(Weber)
Poder: Formas
 Poder político: força, violência, coação,
ameaça, consentimento, legitimidade
(tradição, carisma, racionalidade)

 Poder ideológico: idéias, valores e ideais

 Poder econômico: posse de bens, meios


de produção
Conceito-chave:
Vulnerabilidade externa

probabilidade de resistência a pressões,


fatores desestabilizadores e choques
externos, bem como o custo dessa
resistência
EPI: Principais temas
Balaam e Chavagn Cohn Crane e Frieden e Gilpin Grieco e Kebabd Masw Total
Temas/autores Veseth eux Amawi Lake Ikenberry jian ood de
referên
cias

Comércio X X X X X X X X X 9
internacional

Sistema X X X X X X X X 8
monetário/finance
iro internacional

Empresas X X X X X X X 7
transnacionais/In
vestimento
externo direto
Hierarquia/hegem X X X X X 5
onia/EUA

Desenvolvimento X X X X 5
econômico/Paíse
s em
desenvolvimento
Integração X X X X 4
regional
EPI: Principais temas
Dívida externa X X X 3
Países em X X X 3
transição/Rússia/China
Governança global X X X 3
Segurança X X 2
Tecnologia X 1
Energia/petróleo X 1
Meio ambiente X 1
Alimentos e Fome X 1
Normas trabalhistas X 1
Desigualdade X 1
Estabilização X 1
macroeconômica/inflação
Síntese
 EPI: método de análise
 Fundamentos teóricos: campos específicos do
conhecimento (Economia, Ciência Política,
Direito, etc)
 Conceitos-chave: poder, mercado, Estado,
sistema internacional, vulnerabilidade externa
 EPI: ir além do entendimento da EPI à la Gilpin,
ou seja, na articulação entre duas instituições
(Estado e mercado).
 Método: referência os determinantes da ação
dos principais atores do sistema internacional
Síntese
 Sistema internacional é formado por
subsistemas: econômico, político e cultural
 Foco da EPI: temas mais específicos ao sistema
econômico internacional (temas afins)
 Sistema econômico internacional: esferas
específicas em distintas dimensões
 Esferas: comercial, produtiva, tecnológica e
monetário-financeira
 Dimensões: bilateral, plurilateral e multilateral
EPI: Método
A EPI é um método de análise que tem
como foco a dinâmica do sistema
econômico internacional em suas distintas
esferas e dimensões, que resulta das
decisões e ações de atores nacionais e
transnacionais, cuja conduta é
determinada por fatores objetivos e
subjetivos.
EPI:
Eixo estruturante

Rivalidades interestatais e
antagonismos intra-estatais
Fim
(Cap. 1)

Obrigado!