Você está na página 1de 5
Constituicao de Associagio--—~ Primeiro: ANA MARISA DE SOUSA FERRAZ, solteira, maior, natural da freguesia de Belas (extinta), concelho de Sintra, residente em Rua Domingos Jardo, Numero 20, sub/eave dta, Belas, Sintra, contribuinte n° 252004655 Segundo: ANA SOFIA GUERRA MADEIRA, casada, natural da freguesia de ‘Venda Nova (extinta), concelho de Amadora, residente em Rua Dr. Anténio Luz, Lote 47, 2.° dto, Amadora, contribuinte n? 236936131 Tereeiro: MIGUEL AFONSO DA SILVA RIBEIRO REIS, solteiro, maior, natural da freguesia de Sio Domingos de Benfica, concetho de Lisboa, residente em Rua da Venezuela, Néimero 29, 13.° esq., Lisboa, contribuinte n° 235118974. Que constituem uma Associagdo que se regerd pelo disposto nos artigos seguintes: Artigo 1.° Denominago, sede ¢ duragio 1. A associagao, sem fins lucrativos, adota a denominagdo ASSOCIACAO ARTE DE APRENDER , ¢ tem a sede na Avenida Joao de Belas, Numero 29-B, Belas , freguesia de Queluz ¢ Belas , concelho de Sintra e constitui-se por tempo indeterminado. 2. A associag#o tem 0 mimero de pessoa coletiva 514070455 ¢ 0 niimero de identificagao na seguranga social 25140704557. Artigo 2.° Fim ‘A associagto tem como fim: Assegurar 0 desenvolvimento social, cultural € educative dos jovens, promovendo 0 apoio académico ¢ civico iit contexto de entreajuda e troca de conhecimentos e experiéncias. Apoiar os Pais Encarregados de Educago no ensino e progressao escolar dos seus educandos. Estimular as relagGes interpessoais entre os jovens através da promogao de alividades lidico-recreativas diversas. Garantir a ocupago dos jovens nos seus tempos livres, tanto no periodo escolar como no periodo de férias, integrando-os num ambiente multidisciplinar, solidério, inclusivo e intercultural. Fomentar atividades de cardter pedagégico, formativo, cultural, cientifico, social ¢ desportivo. Artigo 3.° Receitas Constinuem receitas da associagao, designadamente: 2) a joia inicial paga pelos sécios; 'b) 0 produto das quotizagdes fixadas pela assembleia geral; ) os rendimentos dos bens priprios da associagao ¢ as receitas das atividades sociais; 4) as liberalidades aceites pela associagao; e) 08 subsidios que Ihe sejam atribuidos. Artigo 4.° Orgios 1, Sdo érgios da associagao a assembleia geral, a direzdo ¢ 0 conselho fiscal, 2. O mandato dos titulares dos érgios sociais é de 4 ano(s). Artigo 5.° Assembleia geral 1. A assembleia geral ¢ constituida por todos os associados no pleno gozo dos seus direitos. 2. A competéncia da assembleia geral ¢ a forma do seu funcionamento sao os estabelecidos no Cédigo Civil, designadamente no artigo 170°, e nos artigos 172° a 179", 3. A mesa da assembleia geral ¢ composta por trés associados, um presidente ¢ dois secretérios, competindo-thes dirigir as reunides da assembleia ¢ lavrar as respetivas atas, Artigo 6.° Diregao 1.A diregdo, eleita em assembleia geral, ¢ composta por 3 associados. 2. A diregdo compete a geréncia social, administrativa e financeira da associacao, representar a associagao em juizo e fora dele 3. A forma do seu funcionamento é a estabelecida no artigo 171° do Cédigo Civil 4. A associacao obriga-se com a intervengao de duas assinaturas Artigo 7.° Conselho Fiscal 1. 0 conselho fiscal, eleito em assembleia geral, é composto por 3 associados, 2. Ao conselho fiscal compete fiscalizar os atos administrativos e financeiros da diregao, fiscalizar as suas contas € relatérios, e dar parecer sobre os.atos que impliquem aumento das despesas ou diminuig&o das receitas. 3. A forma do seu funcionamento é a estabelecida no artigo 171° do Cédigo Ci As condighes de admissio e exclusio dos associados, suas categorias, direitos ¢ obrigagdes, constardo de regulamento a aprovar pela assembleia geral. Artigo 9.° Extingao. Destino dos bens. Entinta a associagdo, o destino dos bens que integrarem o patriménio social, que no estejam afetados a fim determinado e que nao Ihe tenham sido doados ou deixados com algum encargo, sera objeto de deliberagdo dos associados. 5 associados declaram ter sido informados de que devem proceder a entrega da declaragao de inicio de atividade para efeitos fiscais, no prazo legal de 90 dias. Aos 31 dias do més de Agosto de 2016 tie Aro Mariso de Sousa Femoe Ana Sofa Geanr bz dene MA Reo Reconhego as assinaturas supra de ANA MARISA DE SOUSA FERRAZ, ANA SOFIA GUERRA MADEIRA e MIGUEL AFONSO DA SILVA RIBEIRO REIS, feitas na minha presenga pelos proprios, pessoas cuja identidade verifiquei pela exibigao dos CC, respectivamente n.” s 15333381, vilido até 21/03/2018; 12603973, valido. até 11/06/2020-e 11262393, valido até 23/09/2020. Cettificado de asnssyy fade n 56395, de 29/07/2016.