Você está na página 1de 12

Marcador a laser

Manual de instrução
do processo
para marcações
em metal
Exemplos de Princípios da Características de Diferenças na taxa de
processos de impressão em metal comprimento de absorção para cada
impressão em metal onda material
Relação entre o metal e o marcador a laser

“Marcação direta” em produtos de resina


A “marcação direta” é um método utilizado para identificação de produtos, marcando os dados diretamente nos produtos em vez de usar
etiquetas ou placas de identificação. Embora vários métodos de marcação existam, as vantagens da “marcação direta”, com lasers, tem
atraído a atenção devido à necessidade do gerenciamento confiável do histórico de fabricação.

Exemplos típicos de marcação

Máquina de estampar Impressora industrial a jato de tinta

Marcador de pinos Marcador a laser

Características de cada método de marcação

Estampa Rótulo Impressora a jato de tinta Marcador a laser

Sem desbotamento Normal Bom Bom Excelente


Marcação permanente
(não sai) Ruim Normal Normal Excelente
Não afetada pelos materiais Bom Bom Bom Normal
Menos resíduos Bom Normal Normal Excelente
Marcação em superfícies
irregulares Normal Normal Bom Bom
Flexibilidade para alterações nos
dados marcação Ruim Bom Excelente Excelente
Custo inicial Excelente Bom Normal Normal
Custo de execução Normal Ruim Normal Excelente

Vantagens dos marcadores a laser

Marcação Menos
Marcação Baixo custo
de alta erros de
permanente de execução marcação
qualidade

2
Impressão e processamento para produtos de metal
Como as marcações a laser não podem ser apagadas ou adulteradas e têm custo reduzido, esse método tem sido adotado em larga escala
para marcações de peças. A marcação a laser também é usada para várias aplicações, como a fabricação automotiva, por exemplo.

Virabrequins Chapas de Espelhos Placas de


identificação (disposição) circuito

Lâminas do Alavanca de
limpador câmbio

Blocos do motor Botões do painel


de instrumentos

Rolamentos Medidores

Parafusos Caixas de fusíveis Carroceria do Filtros de ar


veículo

Exemplos típicos de marcação

 arcação de código 2D em
M  arcação de código 2D em
M  arcação nítida em componentes
M
componentes a alta temperatura superfícies fundidas cilíndricos

B l o c o d e m otor Vir a bre q ui m B i c o s Inj etore s

Ao se emitir um laser através de vidro Uma ampla variedade de padrões de É utilizado o controle em 3D para permitir a
resistente ao calor, é possível efetuar a marcação 2D permite a seleção do melhor marcação perfeitamente uniforme e livre de
marcação em peças a alta temperatura método de marcação para a condição da distorções em formatos cilíndricos. Com um laser de
diretamente após terem sido removidas da superfície de uma peça. É possível encontrar alto pico/pulso curto, é possível efetuar marcações
máquina de fundição em molde. É possível facilmente as condições de marcação que que inibem os efeitos do calor em peças, obtendo-
marcar códigos 2D de fácil leitura, permitirão altas velocidades e serão lidas se um acabamento preciso, de alta qualidade e livre
independentemente da temperatura da peça. facilmente por um leitor de código. de chamuscados e degradação térmica.

3
Mecanismo de processamento de marcação em metal

Reflexo, absorção e transmissão

Luz Quando a luz é recebida, todos os objetos apresentam


Refletividade + taxa de
Reflexo “reflexo”, “absorção” e “transmissão”. Esta relação é um absorção + transmitância = 1
elemento muito importante para a marcação e
Objeto processamento a laser. Sem aumentar a temperatura do objeto, o

Absorção A taxa de “reflexo”, “absorção”, e “transmissão” da luz processamento torna-se mais difícil
recebida forma a seguinte relação. conforme o “reflexo” e a “transmissão”
Transmissão
aumentam. A eficiência de processamento
torna-se melhor com o aumento da
Principais tipos de marcação “absorção”.

1. Marcação (por oxidação) negra

Princípio
Quando a luz do laser é irradiada no alvo da marcação, o ponto focal é
alterado e somente o calor é transmitido. Um filme oxidado é criado por
meio da transmissão de calor por fragmentação. Faz-se com que esse
filme tenha coloração preta, o que resulta em marcações negras.

2. Marcação com gravação branca

Princípio
A luz do laser irradia o ponto focal no alvo da marcação.
A superfície do metal é gravada suavemente, tornando-se áspera. Isso
causa um reflexo irregular, o que produz marcações de aspecto branco.

3. Marcação por gravação

Princípio
A luz do laser irradiada gera um ponto focal e faz uma gravura na
superfície do alvo da marcação. Uma gravura profunda pode ser feita
mediante o aumento do valor de gravação, que é alcançado com o
aumento da potência de irradiação do laser.

4. Raspagem de superfície

Princípio
Laser
Utiliza irradiação a laser para raspar a superfície e remover a
galvanoplastia do alvo da marcação. Isso torna o substrato visível e deixa a
Materiais base marcação realçada.

Oscilação de onda contínua (CW) e oscilação pulsada Existem dois métodos de oscilação do laser, conforme abaixo.

Oscilação de onda contínua (CW) Oscilação pulsada


Emite continuamente um laser para aplicar calor constante. Altera a frequência várias vezes para ajustar a energia de pulso.

Um feixe de laser é Um feixe de laser é


emitido constantemente. armazenado e, então, emitido.

● Principais aplicações: Soldagem, marcação em embalagens de CI ● Principais aplicações: Descamação, desenvolvimento da cor

  s marcadores a laser da KEYENCE permitem alternar entre a oscilação de onda contínua (CW) e a oscilação pulsada, de
O
modo que podem ser utilizados com todos os tipos de materiais de resina.

4
Principais tipos de processamento
É chamada de processamento a laser a tecnologia que utiliza irradiação de laser de alta densidade de energia para derreter e vaporizar o objeto alvo por meio da
energia térmica. Estes são os conceitos básicos do processamento a laser geral.

1. Corte

Foca a saída da luz do laser por meio de um oscilador de laser e irradia qualquer ponto fixo a partir da unidade de irradiação, a
fim de derreter o alvo. Como não há contato, não causa reação com o item processado. Deformação e rachadura são mínimas.
Esse processo facilita o corte em materiais finos, como couro ou tecido. Além disso, devido à possibilidade de especificar áreas
de processamento de forma extremamente detalhada, é possível criar furos ou cortes localizados em lugares onde ferramentas
de corte não cabem.

2. Barreira de solda

Luz do laser A tendência ao “menor” e “mais fino” aumentou e, por isso, alguns terminais de conector possuem barreiras de solda
(barreiras de níquel) para evitar que a solda transborde. Convencionalmente, usam-se máscaras em locais onde a
Camada da galvanoplastia não é necessária, mas remover o material da máscara era demorado e trabalhoso. A raspagem de
barreira de Ni
camadas da superfície por meio da luz do laser é eficiente nesses casos.
Revestimento de Au
Revestimento de Ni
Materiais

3. Soldagem autógena

A soldagem a laser é um método que irradia a luz do laser nos alvos e os une em um ponto mediante o derretimento e a
solidificação do metal. É possível irradiar um ponto preciso com energia de alta densidade e concluir o processo a altas
velocidades. A distorção do material devido ao calor é mínima. No passado, a deformação ocorria facilmente. Hoje, até
mesmo materiais finos podem ser soldados.

4. Soldagem de ferro fundido

O calor do laser derrete a massa de soldar e funde o metal.


Luz do laser
Esse processo possibilita a irradiação de pontos localizados do laser, tornando a irradiação adequada para peças
pequenas. Além disso, em comparação ao método de fluxo em que o calor é adicionado à peça como um todo, é possível
reduzir a carga gerada pelo efeito de calor na peça.

Controle de riscos CONVENCIONAL Avançando e retrocedendo ao longo da largura de corte

Cortes convencionais movem a luz do laser na largura do É difícil manter a energia concentrada
corte, e o corte é feito para trás e para frente. O uso desse enquanto o laser move-se para frente e
método de controle dificulta o foco da energia do laser, e Largura do para trás em toda a área.
corte
quanto mais largo for o corte, mais energia será perdida.
O marcador a laser KEYENCE consegue controlar o corte
para obter a largura desejada, já que ele se move para trás NOVA FUNÇÃO CONTROLE DE RISCOS
e para frente com precisão. Como a perda de energia é
O processamento é feito conforme o feixe do laser
reduzida em comparação ao laser convencional, é possível
move-se para trás e para frente ao longo de uma
realizar cortes em períodos menores.
Largura do
distância curta. Isso possibilita o foco da energia, o
corte
que leva a melhorias no tempo de processamento.

5
Efeito nos materiais de comprimentos de onda

Classificação dos marcadores a laser por comprimento de onda

Os marcadores a laser industriais são geralmente


Marcador a laser de CO2 Comprimento de onda 10600 nm divididos em quatro tipos, de acordo com o comprimento
de onda do feixe de laser: Marcadores a laser de CO2,
marcadores a laser de YVO4, marcadores a laser de fibra
Marcador a laser de YVO4 e marcadores a laser SHG (verde).
Em geral, quanto mais curto o comprimento de onda de
Comprimento de onda 1064 nm
(Comprimento de onda fundamental) um laser, mais energia é gerada e mais elevada se torna
a taxa de absorção em um objeto. Os materiais ideais
Marcador a laser de fibra*
para a marcação/processamento dependem do
comprimento de onda do feixe de laser. A seção seguinte
explica as características de cada comprimento de onda.
Marcador a laser SHG
Comprimento de onda 532 nm
(Comprimento de onda SHG) * Marcador a laser de fibra: 1090 nm

Comprimento de onda 10600 nm Marcador a laser de CO2

Espectro invisível (UV) Ultravioleta


Espectro visível Espectro invisível (IR) infravermelho

(nm) 300 380 400 500 532 600 700 780 800 1064 1090 10600

Os lasers de CO 2 possuem um comprimento de onda que é 10 vezes mais longo que um laser YAG, YVO 4 ou de fibra. Entre os lasers industriais
mais amplamente usados, este é o que tem o comprimento de onda mais longo. Os lasers de CO 2 , como o nome indica, geram a mídia laser
por estimulação de gás CO 2 . É possível marcar não apenas papel ou resina, mas também materiais transparentes, como vidro e PET, mas é
difícil marcar o metal porque a luz do laser quase não tem reação (não é absorvida).

Comprimento de onda 1064 nm Marcador a laser de fibra/YVO4

Espectro invisível (UV) Ultravioleta


Espectro visível Espectro invisível (IR) infravermelho

(nm) 300 380 400 500 532 600 700 780 800 1064 1090 10600

O comprimento de onda IR, que é uma abreviatura de raio infravermelho, é


o comprimento de onda de luz mais versátil para o processamento de laser.   Bloco do motor   Rolamento
Como o nome implica, IR é o comprimento de onda um pouco maior do que
o da extremidade vermelha do espectro visível, o que significa que é
invisível ao olho humano (isto é, maior que 780 nm).

Características típicas dos lasers com comprimento de onda de 1064 nm


•U
 ma ampla variedade de aplicações de processamento, desde resinas a metais
• Não é possível processar objetos transparentes, tais como o vidro, pois o
laser atravessa tais objetos.
• Cria contraste facilmente nas resinas.

Comprimento de onda 532 nm Marcador a laser SHG

Espectro invisível (UV) Ultravioleta


Espectro visível Espectro invisível (IR) infravermelho

(nm) 300 380 400 500 532 600 700 780 800 1064 1090 10600

A Geração de Segunda Harmônica (SHG) utiliza um comprimento de onda


que é metade do comprimento de onda típico de 1064 nm. O valor 532 nm   Quadros de ligações em cobre   Embalagem de chapa de metal
fica no espectro visível e é de cor verde. Este comprimento de onda é
produzido através da transmissão de um comprimento de onda de 1064 nm,
por meio de um cristal não-linear que reduz o comprimento de onda pela
metade. Um meio YVO4 é normalmente utilizado porque as características
do feixe são bem adequadas a processamentos complicados.

Características típicas dos lasers com comprimento de onda de 532 nm


•A  ltas taxas de absorção em materiais que não reagem bem com comprimentos
de onda IR e materiais que refletem a luz IR, tais como o ouro e o cobre.
• É possível haver um processamento complexo devido a um ponto de feixe
menor do que os lasers IR.
• Os objetos transparentes normalmente não podem ser processados.

6
Potência de pico e duração de pulso

Potência de pico Características da saída dos lasers de YVO4 e de fibra


200 200 kW
As características da saída de um laser variam consideravelmente,
Laser de YVO4 (valor típico)
dependendo do meio de excitação do laser. As principais diferenças
150 entre os lasers de YVO4 e de fibra são a potência de pico e a duração do
pulso. A potência de pico é a intensidade da luz, e a duração do pulso é
100 a duração da iluminação. Os lasers de YVO4 são produzidos por um
método de excitação que emprega o bombeamento longitudinal, o que

50 permite a fácil focalização do ponto do feixe de laser, criando um feixe de


10 kW
laser de alta qualidade, com alta potência de pico e pulsos curtos. Por
Laser de fibra (valor típico)
0 outro lado, em comparação aos lasers de YVO4, os lasers de fibra têm
4 ns uma saída de alta potência e uma baixa potência de pico.
100 ns
Duração de pulso

Diferenças de princípios entre os lasers de YVO4 e de fibra

Lasers de YVO 4 (Método de bombeamento longitudinal)

Cristal de YVO4 Lasers de YVO4 utiliza um método de bombeamento pelas extremidade, ou


seja, são lasers de estado sólido que usam cristais de YVO4 para o seu
meio de geração. O YVO4 é um cristal de ítrio-vanádio dopado com Nd
(neodímio), semelhante aos que os lasers de YAG. Nesse método, a luz de
bombeamento é aplicada em uma face da extremidade do cristal de YVO4.
Acoplador O ressonador é composto por um par de espelhos com o cristal e o
Diodo de laser de de saída
bombeamento Estado Estado Estado de emissão Q-switch posicionados entre eles.
fundamental excitado estimulada
Espelho totalmente Q-switch Além disso, o grau de amplificação no centro do cristal é grande e a luz de
reflexivo
laser gerada é de modo único, o que possibilita a saída de lasers de alta
qualidade.
Laser de fibra

Amplificador principal Lasers de fibra usam fibras como o meio e têm uma tecnologia de
Pré-amplificador amplificação de retransmissão de comunicação a longa distância que foi
LD semente Isolador
desenvolvida para lasers de alta potência de saída. Fibras ópticas são
compostas por um núcleo que propaga a luz ao longo do seu centro e de
um revestimento que envolve concentricamente o núcleo. Os lasers de
fibra usam esse núcleo como o meio de amplificação. O núcleo é dopado
Diodos de laser de Diodos de laser de com Yb (itérbio).
bombeamento bombeamento

Laser híbrido (original da KEYENCE)

Fibra
O Marcador híbrido a laser da KEYENCE é um oscilador de laser inovador que combina a alta
qualidade e alta intensidade dos lasers de YVO4 à longa vida útil e características excelentes de
radiação dos lasers de fibra. Uma característica exclusiva do Marcador híbrido a laser é a sua
construção em dois estágios, na qual um oscilador de laser de YVO4 (oscilador mestre) é usado
Q-switch
para gerar o pulso, que então é amplificado por um amplificador de YVO4. Isso possibilita amplificar
o pulso gerado pelo oscilador mestre ao mesmo tempo em que se mantém a alta potência de pico e
Acopla-
YVO4 dor de YVO4 alta qualidade do pulso. Além disso, são usados diodos de laser de bombeamento — uma
Oscilação saída Amplificação
vantagem dos lasers de fibra — o que fornece uma densidade térmica menor que a dos diodos de
Espelho traseiro laser multi-emissores (diodos de laser que têm múltiplas superfícies emissoras de luz em um único
chip semicondutor) dos lasers de estado sólido. Isso permite que o Marcador híbrido a laser da
Diodos de laser de Oscilador mestre Amplificador
bombeamento (emissor único) KEYENCE tenha uma longa vida útil, embora seja um laser de estado sólido.

7
Efeito no metal 1 Diferenças na gravação profunda entre laser YVO4 e laser de fibra

Diferença na qualidade da marcação entre um laser de YVO4 e um laser de fibra

Laser de YVO4 para marcações de alta qualidade


  Marcador a laser de YVO4 KEYENCE
A figura à esquerda é uma comparação da qualidade de marcação
entre um laser de YVO4 e um laser de fibra. Um laser de YVO4 produz
um feixe de laser com alta potência de pico e pulsos curtos. A sua
distribuição ideal de intensidade e curto tempo de radiação permitem
uma marcação uniforme e de alta qualidade, com menos influência
Profundidade 210 μm térmica.* Um laser de fibra, ao contrário, produz um feixe de laser
com baixa potência de pico e pulsos longos. A sua distribuição
  Marcador a laser de fibra KEYENCE aleatória da intensidade e longo tempo de radiação aumentam a
influência térmica, o que dificulta uma marcação uniforme.
*: Quando o método de bombeamento longitudinal é usado

Profundidade 320 μm

* O resultado pode variar, dependendo da condição e do material de marcação.

Controle da profundidade de gravação


Na marcação profunda, conforme a gravação avança, o ponto focal é
CONVENCIONAL Distância focal fixa
desalinhado gradualmente para a direita. Um fenômeno ocorre em que,
devido a esse desalinhamento, caso um operador queira perfurar mais Conforme o alvo é gravado, a
profundamente, mais tempo o processo levará e, mesmo assim, a gravação superfície que está sendo
não será tão profunda quanto desejada. processada distancia-se
gradualmente do ponto focal,
Os marcadores a laser KEYENCE possibilitam alterar o ponto focal da
impossibilitando o melhor
marcação durante a gravação profunda. Esse recurso altera a distância focal aproveitamento da energia
automaticamente, evita perda de energia durante a gravação profunda e é concentrada.
capaz de marcar profundamente em um curto intervalo de tempo.
NOVA FUNÇÃO GRAVAÇÃO PROFUNDA

A distância focal é alterada após cada passe.


Isso permite que o processamento seja feito
sempre com o máximo aproveitamento da
energia.

Rigidez do metal e Profundidade da gravação

Na gravação profunda, a dificuldade da gravação muda de acordo com a rigidez do Rigidez do metal e Profundidade da gravação
metal. A tabela à direita relaciona a rigidez do material com a profundidade da Profundidade (μm) Rigidez (HV)
500 200
gravação. Quanto menor a rigidez, mais fácil é a gravação do material. Mesmo sob as
mesmas condições de marcação, a profundidade é diferente. O alumínio tem uma
rigidez baixa comparado ao aço inoxidável e ao ferro. Como ele é fácil de gravar, tem 150
375
mais do que o dobro da profundidade de gravação.
A rigidez é uma qualidade de substâncias e materiais que expressa o grau de
dificuldade com que são deformados ou arranhados. Existem vários métodos 250 100

experimentais de teste de rigidez, mas nós usamos os valores Vickers de rigidez (HV).

125 50

Rigidez (HV)
Profundidade (μm)
0 0
Alumínio Ferro Aço inoxidável

*Use alumínio (A5052), ferro (SPCC) e aço inoxidável (304)


*Os resultados variarão de acordo com as condições ou os materiais de marcação.

8
Comparações da qualidade de marcação

Profundidade do foco

Marcador a laser de fibra KEYENCE Marcador a laser YVO4 do Produto KEYENCE

Z = 4 mm Z = 4 mm
Índice de Ilegível Índice de Ilegível
origem410% origem283%

Z = 3 mm Z = 3 mm
Índice de Ilegível Índice de Classificação: B
origem320% origem225%

Z = 2 mm Z = 2 mm
230% Ilegível Índice de Classificação: A
origem166%

Z = 1 mm Z = 1 mm
Índice de Classificação: A Índice de Classificação: A
origem140% origem108%

Z = 0,0 mm
Classificação: A Classificação: A
Z = 0,0 mm

Z = -1 mm Z = -1 mm
Índice de Classificação: A Índice de Classificação: A
origem140% origem108%

Z = -2 mm Z = -2 mm
Índice de Ilegível Índice de Classificação: A
origem230% origem166%

Z = -3 mm Z = -3 mm
Índice de Ilegível Índice de Classificação: B
origem320% origem225%

Z = -4 mm Z = -4 mm
Índice de
Ilegível Índice de Ilegível
origem410% origem283%

Efeito do ângulo incidente

Marcador a laser de fibra KEYENCE Marcador a laser YVO4 do Produto KEYENCE

ABC ABC

Compare a qualidade de impressão do laser YVO4 com a do laser de fibra. O


laser YVO4 produz um laser de pulso curto de alta potência. A qualidade de
marcação é estável até mesmo sob condições de processamento difíceis, Comparação
como em casos em que o foco muda ou o ângulo de difração é grande, pois o da distribuição
processo de iluminação tem a distribuição de força ideal e produz uma alta de energia do
feixe
energia a laser em um curto espaço de tempo.

Laser de YVO4 Laser de fibra


(Método de bombeamento
longitudinal)

FUNÇÃO AUTO-FOCO
EQUIPADO COM A FUNÇÃO AUTO-FOCO
Nossa câmera integrada possibilita a realização de foco automático, sem a
necessidade de utilizar quaisquer dispositivos externos. Isso é possível mesmo
quando não puder colocar os alvos exatamente na mesma distância focal
eliminando, assim, a necessidade de instrumentos externos. É possível
Medição do comprimento Resultado da medição
minimizar os custos adicionais de produção aumentando, ao mesmo tempo, a apontador a laser

eficiência e o rendimento. +21 mm

*A câmera integrada é usada para monitorar a distância focal utilizando o apontador a laser.
O foco automático é realizado calculando-se a distância focal a partir da posição do ±0
apontador. Pode ser que essa medição não seja possível em alguns casos, devido ao
material, formato e superfície da peça.
-21 mm

9
Efeito no metal 2 Diferenças entre o Laser verde e Laser de onda de base

Princípio de oscilação dos lasers verdes

O laser verde é um termo geral para lasers que emitem luz com um comprimento de onda de 532 nm. Eles são chamados de “lasers
verdes” porque o seu comprimento de onda é visível como uma luz verde emitida.

Uma luz com comprimento de onda de 1064 nm (comprimento de


Luz de excitação Comprimento de onda padrão Comprimento de onda SHG
onda padrão), gerada através de um meio cristalino de YVO4, é
convertida a seguir em uma luz com comprimento de onda de 532
nm, através de um cristal ótico não-linear (cristal de conversão do
comprimento de onda).
Um laser verde também é chamado de laser de SHG (Geração de
Cristal de YVO4 Cristal ótico não-linear Segunda Harmônica). Um laser de YAG que gera luz através do
processo de SHG é chamado de “laser de SHG: YAG ”, e um laser
de YVO4 que gera luz por meio do processo SHG é chamado de
“laser de SHG: YVO4”.

Diferença no diâmetro de ponto entre o laser verde e os lasers fundamentais

Quanto mais curto for o comprimento de onda de


um marcador a laser, menor será o diâmetro do λ: Comprimento de onda
ponto de laser que pode ser definido. O diâmetro 4 × λ × M2 × f M2: M ao quadrado
de ponto de um laser é determinado pelo cálculo Diâmetro de ponto = f: Distância focal
mostrado à direita. π×D D: Diâmetro do feixe
incidente

Exemplo de micromarcação com um marcador a laser verde


O comprimento de onda do laser verde é metade
dos lasers fundamentais. Portanto, o ponto de feixe
Marcação de 0,1 × 0,1 milímetros Marcação de 0,04 × 0,04 milímetros
pode ser focado em cerca da metade do tamanho
convencional. Isso indica que os lasers verdes são
mais eficazes em aplicações que requerem
micromarcação/processamento, tais como
componentes eletrônicos.
Marcação sem distorção, mesmo com caracteres que sejam 0,1 mm ou menores

Considerações sobre como obter o posicionamento


preciso para a marcação
Alvos que requerem uma micro marcação/processamento devem ser posicionados com
precisão, para permitir a marcação dentro de um espaço limitado, a KEYENCE oferece uma
função chamada “Viewfinder”, que exibe uma imagem capturada usando o mesmo eixo que o
laser no monitor. Isto permite o posicionamento fácil e seguro da marcação/processamento,
mesmo em um espaço muito pequeno, no qual tais operações não podem ser alinhadas
corretamente a olho nu.
Ele também reduz o número de peças descartadas e a mão de obra necessária para deixar o
sistema em pleno funcionamento.

10
Taxa de absorção para metais

70
532 nm 1.064 nm O gráfico à esquerda mostra a taxa de transmissão de um laser
60 Laser verde Onda padrão fundamental (1064 nm) e de um laser verde (532 nm) para vários
Taxa de absorção [%]

materiais de resina. No caso de PVC, ABS e poliestireno, tanto os


50
lasers fundamentais e verdes mostram uma baixa taxa de transmissão
40 e alta taxa de absorção, o que garante uma boa marcação. Por outro
lado, a taxa de transmissão da poliimida é de cerca de 30% com um
30
laser verde (532 nm), mas acima de 90% com um laser fundamental
20 (1064 nm). A taxa de absorção varia muito, dependendo do
comprimento de onda.
10

0
450 550 650 750 850 950 1.050 1.150
Comprimento de onda [nm]
Cu Au Ni Fe Al
(Cobre) (Ouro) (Níquel) (Ferro) (Alumínio)

Diferenças na qualidade da marcação/processamento entre o laser verde e os lasers fundamentais

Veja a comparação da marcação em cobre. Com o comprimento de

Laser de base Laser verde onda básico, fuligem é criada pelo efeito do aquecimento.
Por contraste, os lasers verdes têm uma alta taxa de absorção no
Placa de circuito impresso material, portanto, é possível contrapor o stress térmico. Além disso,
para marcar códigos bidimensionais em materiais em alumínio, os
lasers verdes são capazes de focar o diâmetro do ponto do laser
melhor que os lasers de comprimento de onda padrão; desta forma,
eles podem produzir marcações que não desgastam, mesmo em
peças de elemento denso.

Material em alumínio

0,3 mm

0,67 mm

Como encontrar condições adequadas para qualquer metal?


Função de marcação de amostra
Ao fazer uma impressão no metal, há grandes mudanças nas cores de
acordo com a qualidade do alvo de marcação ou com as condições de
impressão do marcador a laser.
A função de marcação de amostra usa software para extrair as condições
automaticamente, apenas selecionando o material. Basta olhar os resultados
da marcação para que os usuários identifiquem as condições ideais.
Normalmente, a configuração das condições da marcação que precisam de
experimentação pode ser concluída em pouco tempo.
Selecione o material. Encontre rapidamente
as condições ideais.

11
Teste de marcação/processamento gratuito disponível
Envie peças a serem testadas para a nossa equipe
especializada. Para obter mais informações,
sinta-se à vontade para entrar em contato conosco
através da página da nossa empresa ou do
escritório da KEYENCE mais próximo.

Antes do Após o
processamento processamento

Aplicação de marcação Aplicação de processamento

www.keyence.com.br
E-mail : info@keyence.com.br

Copyright (c) 2017 KEYENCE CORPORATION. All rights reserved. MDXMetalMarktext-KBR-C-BR 1037-1 614157