Você está na página 1de 2

Aluna: Alice de Mesquita Queiroz Falcão

Prof. Emídio Prata


Tarefa: História da Igreja

Laodicéia (Apocalipse 3:14-22) - a igreja com a fé morna

“Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente: Quem dera
fosses frio ou quente. ”
Muito é dito pelo fato de que haviam fontes de água quente na
área. Talvez esta é realmente uma referência às águas termais em
Laodicéia, mas independentemente disso, ainda podemos inferir uma
verdade espiritual.
Água fria traz refresco, e água quente pode trazer limpeza, mas
muito poucos de nós em qualquer sociedade tem muito uso de água
morna. Espiritualmente falando, parece que aqueles que são como
"brasas" e queimam com paixão por Jesus Cristo podem trazer
mudança para que os rodeiam. Consequentemente, aqueles que são
frios são mais aptos a reagirem quando entram em contato com o
calor e a luz. Parece que é mais fácil obter um indivíduo "frio" (alguém
claramente fora de comunhão com Deus) para reconhecer o seu /
sua necessidade de arrependimento. Por outro lado, é muito mais
complicado conseguir que uma pessoa “morna” assuma a
responsabilidade por suas ações. Cristo nos disse que "o sal é bom",
mas se o sal perder o sabor, para nada servirá.
Apocalipse 3:16: “Assim, porque és morno, nem frio nem
quente, vomitar-te eu vou sair da minha boca.”
A condição espiritual morna é uma abominação para um Deus
santo. Como podemos ser tão apáticos quando Cristo fez grandes
coisas por nós? Como escaparemos nós, se nós "negligenciarmos
tão grande salvação" que Jesus nos proporcionou? Aqueles que
optarem por ser indiferente aos mandamentos de Cristo e ainda
assim permanecer "no banco de igreja" fazê-lo em seu próprio risco.
Vemos que, talvez, o maior perigo reside em um tipo de "medíocre"
da fé.
Infelizmente, esta é a condição predominante nestes últimos
dias. Encontramos (especialmente no Ocidente) um mundo onde
quase todas as pessoas dizem ser "cristãos". A maioria das pessoas
baseia essa profissão não no fato de que eles realmente se
arrependeram de seus pecados e nasceram de novo, mas sim por
causa da crença religiosa, como "Eu sou um membro de tal e tal
igreja", ou "eu fui criado em um lar cristão ", ou "Eu fui batizado
quando criança. "
É muito difícil estabelecer uma nítida distinção entre a igreja e
o mundo nestes últimos dias. Paulo advertiu a Timóteo que nos
últimos dias a igreja estaria infectado com aqueles que "têm uma
forma de piedade, mas negando a eficácia dela ... Destes afasta-te."
Muito do que passa para o cristianismo, não é nada mais do
que "psicologia pop" ou pensamento positivo. O destino da igreja
morna é realmente terrível: ser vomitada da boca de Deus.