Você está na página 1de 10

Faculdade de Tecnologia e Ciências – FTC

Departamento de Neurociências e Saúde


Bacharelado em Educação Física

Alex Lima

Motivos de adesão em academias de ginástica em academias


do Bairro Cadeias e Bairro Brasil da cidade de Vitória da
Conquista-Bahia.

Pré-projeto de pesquisa apresentado a disciplina


de Trabalho de Conclusão de Curso 1 do Curso de
Educação Física da Faculdade de Tecnologia e
Ciências – FTC da cidade de Vitória da Conquista
-Bahia.
Vitória da Conquista
2017

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO ....................................................................................................... 3

2. OBJETIVO .............................................................................................................. 4
2.1. Objetivo geral ................................................................................................. 4
2.2. Objetivos específicos ......................................................................................... 4

3. JUSTIFICATIVA ..................................................................................................... 5

4. FUNDAM ENTAÇÃO TEÓRICA E PROBLEMATIZAÇÃO ........................... 5

6. METODOLOGIA ................................................................................................... 6

7. CRONOGRAMA .................................................................................................... 8

8. ORÇAMENTO ........................................................................................................... 8

5. REFERÊNCIAS ...................................................................................................... 9
3

1. INTRODUÇÃO

Se levarmos em consideração a rotina da vida do homem contemporâneo que é


considerado um homem multifacetado por atender várias demandas familiares, educacionais e
profissionais, é percebido que este homem contemporâneo também se preocupa e a mesmo
tempo, procura sentir-se bem de corpo o mente como já destaca Tahara; Schwartz & Silva
(2003). Por isso, a busca por atividades físicas locais mais seguros e sociáveis como academias
de ginásticas que oferecem distintos serviços também tornou-se uma realidade principalmente
em um país com dimensões continentais como o Brasil como mostra a própria pesquisa da
Vigitel (2013). Junte-se a isso, a busca por melhor qualidade de vida.
Em Vitória da Conquista- Ba, a situação não é diferente. Com uma população estimada
de 346 mil habitantes, segundo dados do IBGE (2016), a cidade é a terceira maior do estado
da Bahia e já é considerada por muitos pesquisadores da Universidade Estadual do Sudoeste da
Bahia – UESB, como a capital do Sudoeste baiano devido ao seu pólo industrial e educacional,
o moradores da cidade também se preocupa por melhores condições de vida e bem-estar físico
e mental, como uma das alternativas de amenizar o stress causados pela vida agitada das
grandes cidades e, que muitas vezes contribui para o surgimentos de rotinas sedentárias, má
alimentação e diversos outros malefícios da vida moderna com argumenta Tahara (2003).
Segundo o site do Ministério da Saúde, em outubro de 2014, a Vigilância de Fatores de
Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônica - Vigitel realizou mais uma
pesquisa cujo resultado afirma que o número de adeptos a atividades físicas em academias do
território brasileiro estava em pleno vapor. Pois para a Vigitel (2014), o resultado da pesquisa
mostra que 18,97% dos adultos optam atualmente pela a pratica de atividades físicas em
academias e que chega a marca dos 50% de novas adesões em relação aos números de pesquisas
anteriores aos anos de 2006 e 2014 realizadas pelo mesmo Órgão de pesquisa. Segundo a
diretora da Coordenação-Geral de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (CGDANT) do
Ministério da Saúde, este aumento pode ser considerados de grande relevância, ao afirmar que:
“[...] esse aumento é expressivo e estatisticamente significativo: 11% entre 2009 e 2013 é
muito”(MALTA, 2014, p.1). Já para Arthur Chioro, então Ministro da Saúde da época,
considerava que: “[...] o aumento da atividade física é um fator determinante para uma
sociedade mais saudável.” (CHIORO, 2014, p.1).
Diante do exposto e procurando entender os motivos da prática de adesão nas academias
de ginásticas da cidade de Vitória da Conquista - Bahia e em especial a adesão nas academias
dos bairros: Brasil e Candeias. Por serem dois importantes centros habitacional, econômico,
4

cultural e de grande visibilidade da cidade, juntando-se a isto, o grande número de academias


existente na localidades expostas, é, que este pré-projeto de pesquisa tem por intuito apresentar
uma proposta de investigação sobre os “Motivos de adesão em academias de ginástica em
academias do Bairro Cadeias e Bairro Brasil da cidade de Vitória da Conquista-Bahia.” e
desta maneira tentar compreender os motivos de adesão, motivação, barreiras, interrupções e
desistência que tanto assolam os proprietários de academias da cidade. Sobre a importância
desse ensaio, pode-se trazer à luz o as pesquisas de Saba (1999) ao afirmar que: “nas grandes
cidades as academias de ginástica, se tornaram importantes locais para a prática de exercício
físico.” (SABA, 1999, p. 01). E continua: “[...] isso deve-se ao fato de que a estrutura física
dessas instituições permite o oferecimento de uma ampla variedade de programas de exercícios
físicos que pode também incentivar o convívio social.” (SABÁ, 1999, p.1). Em 2001, o autor
vai além, ao afirmar que as atividades físicas contribue não só como atividade benéfica para o
corpo, mas também para o psicológico dos adeptos de atividades físicas como destaca Saba
(2001). Referenciando Corbim & Lindsey (1996), Dishman, (1994); Neieman (1998), o autor
reafirma que: “os benefícios advindos da prática de EF são evidenciados nas três dimensões
básicas do ser humano: bio, psico e sociológica.” (SABA, 1999, p. 16).

2. OBJETIVO

2.1. Objetivo geral

Analisar o motivo de adesão dos clientes que frequentam as academias de ginástica


localizada no lado leste e no lado oeste da cidade de Vitória da Conquista - Bahia.

2.2. Objetivos específicos

 Identificar o nível de satisfação dos clientes nas academias;


 Analisar o motivo de adesão dos alunos de cada academia;
 Avaliar os fatores motivacionais à prática de exercício físico;
 Verificar a existência de relação entre idade, sexo e motivos de adesão;
 Verificar os principais fatores motivacionais que leva a sua pratica.
 Analisar o motivo de desistência;
 Verificar os principais fatores motivacionais;
 Investigar os motivos que levam a prática de atividade física.
5

3. JUSTIFICATIVA

A proposta desta investigação se justifica devido ao grande número de academias e de


pessoas que buscam se exercitar em academias de ginásticas da cidade de Vitória da Conquista
– Bahia e em especial nos bairros Brasil e Candeias. Desta forma, percebe-se a necessidade
de uma investigação científica para discorrer e debater sobre a problemática. Sendo este pré-
projeto o primeiro a planejar um estudo de caso que envolve ambas as localidades, tornando a
pesquisa inédita dentro do contexto não só dos bairros envolvidos, mas da cidade. Uma vez que
este tema já considerado com um dos assuntos mais estudados por importantes pesquisadores
– podendo ser citado os trabalhos de Sabá (1999) e (2001). Junta-se a isto, alta competitividade
das academias, Pois estas empresas estão se preocupando em investir cada vez mais em
propiciar melhores atendimentos no que se refere aos profissionais que exercem funções de EF,
levando sempre em consideração a satisfação individual dos clientes o que certamente
propiciará maiores lucratividade a longo prazo

4. FUNDAM ENTAÇÃO TEÓRICA E PROBLEMATIZAÇÃO

A vida contemporânea possibilitou ao homem do século XXI alguns hábitos que tendem
a ser pouco saudáveis devido ao do ritmo acelerado que esta sociedade tecnológica nos impõe
(TAHARA; SCHWARTZ; SILVA, 2003). Porém, também é perceptível que estes indivíduos
do século XXI também se preocupam com o seu bem-estar social, físico e psicológico e devido
a isto, estão sempre em busca de atividades para cuidar de si e desta maneira dá um up! em sua
vida cotidinada. Desta maneira, grande parte dos moradores dos grandes centros urbanos, veem
nas academias de ginásticas uma alternativa para voltarem a ter hábitos saudáveis e ao mesmo
manter-se inseridos na vida em sociedade e desta maneira combater o sedentarismo causado
pelo o stress das grandes cidades e assim, promover melhoras em sua qualidade de vida.
Baseando-se em Samulski & Noce (2000), Milagres; Do Valle, Carvalhais & Zazá
(2009) agurmantam que estas mudanças de hábitos do homem urbano pode ser vistas
principalmente quando se observam os espaços abertos para atividade física, como praças e
área para corridas, ao afirmar que: “ [...] esta concepção pode ser observada na procura
aumentada pelas praças de esporte, lugares públicos destinados à prática do exercício físico,
clubes esportivos e academias de ginástica.” (SAMULSKI; NOCE, 2000 apud Milagres; Do
Valle, Carvalhais & Zazá, 2009, p. 1 ). Em Saba (2001) lê-se que, as academias de ginásticas
se tornaram ótimas opções para as pessoas que aderem aos exercícios físicos como um meio
6

motivador para obter o aumento no bem estar e atém mesmo da alto estima em geral. Desta
maneira, pode-se afirmar que as academias de ginásticas em geral podem ser caracterizadas
como geradoras de manutenção da saúde e ao mesmo tempo com fins lucrativos, uma vez que
oferecem espaços adequados para a prática de atividades físicas e que operam com professores
de Educação Física que avaliam e orientam os alunos ou frequentadores das mesmas como
argumenta Saba (1999). Sobre essa nova fase das academias de ginásticas, Milagres; Do Valle,
Carvalhais & Zazá (2009) vão além ao afirmar que: “[...] as academias de ginástica, nos dias de
hoje, oferecem diversificadas possibilidades para a prática de atividade física.” (AMOEDO,
2004 apud Milagres; Do Valle, Carvalhais & Zazá, 2009, p. 02) ). Ainda segundo Milagres;
Do Valle, Carvalhais & Zazá (2009), estas novas academias ornaram-se verdadeiros centros o
especializados em ginásticas e bem estar pois possui como principal fundamento e
caracteristicas, a elevação da qualidade de vida dos seus frequentadores daquele local. Desta
maneira, percebe-se que: “[...] para atingir este objetivo, um aspecto fundamental é a aderência
das pessoas por períodos prolongados, ou seja, a realização regular de atividade física.(
Milagres; Do Valle, Carvalhais & Zazá, 2009, p. 04) Ainda segundo o autores, é necessário
que se consiga orientar e direcionar de forma mais efetiva o aluno ou adepto da academia para
uma modalidade de atividade física, assim como, auxiliá-lo na escolha desta modalidade,
sempre respeitando as suas espectativas. E acrescenta: “ quando seus interesses individuais é
necessário considerar os fatores que motivam os indivíduos a praticarem atividade física
regularmente (COSTA et al., 2003 apud Milagres; Do Valle, Carvalhais & Zazá (2009, p. 01 ).
Assim sendo, conseguir um aumento na aderência às atividades oferecidas nas academias pode
estar relacionado com um maior detalhamento dos vários motivos e fatores que levam uma
pessoa a tomada de decisão pela prática de uma atividade física (TAHARA; SCHWARTZ;
SILVA, 2003 apud Milagres; Do Valle, Carvalhais & Zazá (2009, p. 01 ).
É partindo dos pré-supostos anteriores que se buscará as respostas para entender quais
os “Motivos de adesão em academias de ginástica em academi as do Bairro Cadeias e Bairro
Brasil da cidade de Vitória da Conquista-Bahia” e desta maneira pontuar e debater o motivos
levam os adeptos da prática esportivas aderirem à prática de exercícios físicos nas academias
de ginásticas que serão usadas como Corpus desta pesquisa.

6. METODOLOGIA

A pesquisa terá como método, o de Estudo de Caso. Já que segundo Yin (2001) esta
metodologia se propõe a: “investiga um fenômeno contemporâneo dentro de seu contexto da
7

vida real, especialmente quando dos limites entre o fenômeno e o contexto não estão claramente
definido”(YIN, 2001, p.32). Ou seja, esta metodologia baseia-se em várias fontes, o que
beneficia o desenvolvimento prévio de um questionário ou proposições teóricas para desta
maneira conduzir a coleta dos dados almejados e posteriormente analisá-los. Com isso, percebe-
se que este método de pesquisa, pode ser considerado como o mais eficiente para responder as
questões inerentes a esta proposta de Trabalho de Conclusão de Curso, TCC. Sobre a
importância e credibilidade do método, Yin (2001), afirma: “o estudo de caso como estratégia
de pesquisa compreende um método que abrange tudo - com a lógica de planejamento
incorporando abordagens específicas à coleta de dados e à análise de dados.”(YIN, 2001, p.33),
e baseando-se Stoecke (1991), completa: “[...] nesse sentido, o estudo de caso não é nem uma
tática para a coleta de dados nem meramente uma característica do planejamento em si
(Stoecker, 1991), mas uma estratégia de pesquisa abrangente.”(YIN, 2001, p. 33). E por fim,
reafirma:” A maneira como a estratégia é definida e implementada constitui, na verdade, o
tópico do livro inteiro.”(YIN, 2001, p. 33;34). Desta maneira, como afirmado anteriormente
e agora, reafirmado por Yin(2001), terá como escorpo: “as questões de um estudo; 2. suas
proposições, se houver; 3. sua(s) unidade(s) de análise; 4. a lógica que une os dados as
proposições; e 5. os critérios para se interpretar as descobertas.(YIN, 2001, p. 39). Ainda sobre
a metodologia escolhida para a execução desta pesquisa podemos afirmar que se trata de uma
investigação qualitativa.
Desta maneira, buscar-se-á captar e compreender as percepções dos motivos da adesão
e manutenção da adesão nas academias de ginásticas dos bairros Brasil e Candeias da cidade
de Vitória da Conquista-Bahia. E para alcançar os resultados preteridos, será usada como
métodos as pesquisa qualitativa. Uma vez que, este método é o mais adequado para se
compreender a complexidade dos fenômenos sociais por meio da análise e busca dos
significados contidos nas ações e informações advindas das pessoas que participam de
determinados estudos como afirmado por Triviños (1987). A amostra contará com a
participação de 50 indivíduos, sendo que 25 referentes ao Bairro Brasil e 25 referentes ao Bairro
Candeias que freqüentam as academias de seus respectivos bairros. Para alcançar os dados
almejados, será aplicado um questionário semi-estruturado devidamente elaborado para a
realização desta pesquisa contendo dez questões referentes ao tema deste pré-projeto.
Ainda sobre a metodologia escolhida para, podemos afirmar que este método é o mais
coerente para a realização desta investigação. Uma vez que, ao aplicar este método: “[...] os
sujeitos de estudo não são reduzidos a variáveis isoladas ou a hipóteses, mas vistos como parte
de um todo, em seu contexto natural, habitual.” (SILVA 1996, p. 09). Ainda segundo a autora:
8

“[...] considera-se que ao reduzir pessoas a agregados estatísticos, perde-se de vista a natureza
subjetiva do comportamento humano.” (SILVA, 1996, p. 09) E acrescenta:

Há uma possibilidade de conhecer melhor os seres humanos e compreender


como ocorre a evolução das definições de mundo destes sujeitos fazendo uso
de dados descritivos derivados de registros e anotações pessoais, de falas de
pessoas, de comportamentos observados. (SILVA, 1996, p.09).
Baseando-se em Chizzotti (1991) apud Silva (1996) afirmar que: “[...] o conhecimento
não se reduz a um rol de dados isolados, conectados por uma teoria explicativa; o sujeito-
observador é parte integrante do processo de conhecimento e interpreta os fenômenos,
atribuindo-lhes um significado.” (Chizzotti, 1991, p.79 apud Silva, 1996, p. 12), reafirmando
que: “ [...] o objeto não é um dado inerte e neutro; está possuído de significados e relações que
sujeitos concretos criam em suas ações” (Chizzotti, 1991, p.79 apud Silva, 1996, p. 12). Será
através deste método que poder-se-á a analisar e logo após, a discutir os dados adquiridos –
todos detalhadamente embasados com os principais referenciais e paradigmas teóricos que
abordam a temática desta investigação dentro da Educação Física sendo a priori, os estudos e
paradigmas de Saba (1999) e (2001).

7. CRONOGRAMA

ATIVIDADE PERÍODO
Levantamento bibliográfico Agosto de 2017
Cumprimento de Disciplinas e atividades Agosto a Dezembro de 2017
complementares
Revisão de Projeto Agosto de 2017
Analise do Corpus Setembro de 2017
Desenvolvimento do TCC Setembro a novembro de 2017
Finalização do TCC Novembro a Dezembro de 2017
Apresentação dos Resultados Dezembro de 2017
Entrega da versão final da dissertação Janeiro de 2018.

8. ORÇAMENTO

Discriminação Quantidade Valor unitário Valor total


Passagem coletivo urbano Vca - Até o
Bairro Brasil 10x 3.60 R$ 36.00R$

Passagem coletivo urbano Vca - Até o


Bairro Candeias 10x 3.60 R$ 36.00R$

Resma de Papel Oficio 01 5.00 R$ 5.00R$


9

Impressão do questionário 50 0.08 R$ 4.00R$


Impressão de cópias TCC 03 7.00 R$ 21.00R$

Impressão e encadernação TCC 01 57.00R$ 57.00R$

Total - - 127,00R$

9. REFERÊNCIAS

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. São Paulo, Cortez, 1991.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografi a e Estatística. Cidades. Disponível em:


https://cidades.ibge.gov.br/v4/brasil/ba/vitoria-da-conquista/panorama. Acessado em: 17 de
junho de 2017.

MALTA & CHIORO. In: Ministério da Saude (2014). Disponível em:


http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/leia-mais-o-ministerio/671-
secretaria-svs/vigilancia-de-a-a-z/doencas-cronicas-nao-transmissiveis/17908-o-que-e-o-
vigitel. Acessado em: 17 de junho de 2017.

MILAGRES ÉF, VALLE AA, CARVALHAIS EP, ZAZÁ DC. Motivos de adesão a
atividade física em academias de ginástica. Coleção Pesquisa em Educação Física.
2009;8:143-148

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por
inquérito telefônico – VIGITEL 2006-2014. Disponível em http://portal.saude.
gov.br/portal/arquivos/pdf/vigitel2007_final_web.pdf Acessado em 16 de junho de 2017.

SABA, Fabio K. F. Determinantes da prática de exercício físico em academias de ginástica.


1999. 56f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – EEFE, Escola de Educação Física e
Esporte, São Paulo, 1999.

SABA, Fabio K. F. Aderência: A pratica do exercício em academias, São Paulo, Mande 2001

SILVA, S.A.P.S. A pesquisa qualitativa em educação física . Centro Esportivo Vitual,


CDD. 20.ed. 001.42, 1994. Disponível em: http://cev.org.br/biblioteca/a-pesquisa-qualitativa-
educacao-fisica/. Acessado em 17 de Junho de 2017.

.
TAHARA, A.K.; SCHWARTZ, G. M.; SILVA, K. A. Aderência e manutenção da prática
de exercícios em academias. R. bras. Ci e Mov. 2003; 11(4): 7-12

VIGITEL - Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito
telefônico - . PESQUISAS. In: MINISTÉRIO DA SAUDE (2014). Disponível em:
http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/leia-mais-o-ministerio/671-
10

secretaria-svs/vigilancia-de-a-a-z/doencas-cronicas-nao-transmissiveis/17908-o-que-e-o-
vigitel. Acessado em: 17 de junho de 2017.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos / Robert K. Yin; trad. Daniel Grassi
- 2.ed. -Porto Alegre : Bookman, 2001.