Você está na página 1de 4

E.R.

Data - 26/03/18

Aluna - Emilly Julia Moreira Saback

Professora - Jamile

SISTEMA LOCOMOTOR

O sistema locomotor, ou sistema esquelético, sustenta e protege os órgãos


internos, armazena minerais e íons e produz células sanguíneas. O crânio é a
estrutura mais complexa do esqueleto, sendo este constituído por 27 ossos. Ele
compreende o neurocrânio, que protege o encéfalo, e o cionocrânio, que forma a
face. A coluna vertebral sustenta o corpo, é constituída por 33 vértebras que se
alternam com discos intervertebrais permitindo flexibilidade ao tronco.
Um osso pode ligar-se a outro osso ou a outros ossos através das ligações
traumáticas. Variam no tamanho e na forma: longos (com o comprimento maior que
a largura e a espessura, como o úmero e o fêmur, finos e achatados, como grande
parte dos ossos do crânio e as costelas), curtos (com as três dimensões
aproximadamente iguais, como os do carpo e os do tarso), irregulares (como as
vértebras).
Os músculos são constituídos pelas fibras musculares, células alongadas
ricas em miofibrilas de proteínas, responsáveis pela contração muscular. Ao se
contrair, o músculo ocasiona o movimento do corpo ou de órgãos internos. Os
músculos apresentam-se em três tipos: estriado esquelético (ligado ao esqueleto e
com contração voluntária), liso (encontrado na parede dos órgãos ocos, apresenta
contração involuntária), estriado cardíaco (possui fibras de contração involuntária).
EFEITOS DA ATIVIDADE FÍSICA

Efeitos da atividade física no organismo humano:

Cérebro:
- Proporciona sensação de bem estar.
- Melhora a auto-estima.
- Reduz sintomas depressivos e ansiosos.
- Melhora o controle do apetite.

Como funciona: A atividade física estimula a liberação de substâncias que


"melhoram" o funcionamento do sistema nervoso central.

Nariz e Garganta:
- Reduz a ocorrências de gripes, resfriados e infecções respiratórias em geral.

Como funciona: A atividade física estimula a produção de alguns


aminoácidos (componentes das proteínas) que melhoram a ação protetora do
sistema imunológico.

Pulmões:
- Melhora a capacidade pulmonar;
- Aumenta a capacidade de consumo de oxigênio.

Como funciona: A atividade física aumenta a rede de pequenos vasos que irrigam
os alvéolos pulmonares (estruturas de troca de gases), melhorando o
aproveitamento de oxigênio pelo pulmão. Desse modo, a respiração fica mais
eficiente.

Coração:
- Melhora o funcionamento do coração (para um mesmo esforço, o trabalho cardíaco
passa a ser menor).
- Aumenta a resistência aos esforços físicos e ao estresse
- Reduz doenças cardíacas (angina, infarto, arritmias, insuficiência etc).
- Aumenta a sobrevida até mesmo nas pessoas que já tiveram um infarto.

Como funciona: Estimula uma melhor vascularização (aumento da irrigação de


sangue para o próprio coração), o que garante melhor funcionamento do órgão.
Reduz fatores de risco para artérias coronárias - como pressão arterial e colesterol.
Barriga:
- Facilita a perda de peso ou a manutenção do peso desejado
- Combate a obesidade.

Como funciona: Reduz a gordura e aumenta a massa muscular.


O músculo é um tecido muito ativo, que ajuda no maior consumo de calorias ao
longo do dia.

Pâncreas:
- Facilita o controle do diabetes.

Como funciona: Diminui a resistência à ação da insulina (hormônio que facilita a


entrada de glicose nas células), favorecendo um melhor controle dos níveis de
açúcar no sangue.

Pernas:
- Diminui edemas, varizes e o risco de trombose.

Como funciona: Aumenta a pressão dos músculos sobre as veias das pernas.
Funciona como uma espécie de bomba, que ajuda o sangue a vencer a força da
gravidade e voltar mais facilmente para o coração.

Vasos Sangüíneos:
- Reduz obstruções nas paredes dos vasos, diminuindo problemas como
aterosclerose (placas de gordura), "derrames cerebrais" e infartos.

Como funciona: Reduz as taxas de colesterol total e eleva o HDL (colesterol


"bom"), que protege contra a formação de placas de gordura nas artérias. Combate
a hipertensão, reduzindo os níveis de pressão arterial.

Músculos:
- Fortalece a massa muscular;
- Aumenta a flexibilidade.

Como funciona: A atividade estimula o desenvolvimento das fibras musculares


que compõem os diversos músculos do corpo.

Ossos:
- Reduz os riscos de osteoporose (enfraquecimento dos ossos) e fraturas na velhice

Como funciona: Estimula a proliferação dos chamados osteoblastos (células que


contribuem para o crescimento do tecido ósseo).
DOENÇAS MAIS COMUNS CAUSADAS PELA AUSÊNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA

Diabetes Mellitus Tipo II

Atualmente essa é uma doença que cresce no mundo inteiro em níveis


alarmantes. A corrida de rua ajuda no controle e manutenção do peso corporal. A
perda de peso corporal melhora a resistência à insulina, que se caracteriza por uma
condição na qual o corpo do indivíduo, em função dessa resistência aumentada,
passa a não usar esse hormônio de maneira adequada. A perda de peso corporal
proporcionada pela prática regular da corrida melhora a sensibilidade do corpo à
insulina, aos níveis glicêmicos sanguíneos, ao colesterol, além de reduzir a pressão
arterial. A melhora de todas estas condições ajuda na prevenção da Diabetes tipo II
e na manutenção da saúde de indivíduos que já possuem essa doença.

Obesidade

O controle da obesidade pode ser feito através de uma combinação entre


alimentação saudável e a corrida de rua. A atividade física aeróbica ajuda na
redução da gordura corporal. Evidências científicas provaram que um quadro de
obesidade é fator de risco primário para diversas doenças. Controlar a obesidade é
crucial para quem deseja evitar a instalação de doenças cardíacas coronarianas e
diabetes.

Osteoporose

Esta é uma doença caracterizada por uma redução na densidade dos ossos do
corpo. Eles ficam mais fracos e, portanto, mais sujeitos ao risco de fratura. Praticar
atividade física que promove impacto no corpo (ex. corrida de rua, subir escadas,
dança, musculação, caminhadas e entre outros) fortalece os ossos e, portanto,
previne a osteoporose que acomete, com maior frequência, mulheres na
menopausa.

FONTES:
1. https://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_locomotor
2.http://www.saudeemmovimento.com.br/conteudos/conteudo_frame.asp?cod_noticia=641
3. https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/educacao-fisica/doencas-
causadas-por-falta-de-exercicios/64730