Você está na página 1de 3

Lista de Exercícios no1 – Lei de Coulomb e Campo Elétrico

1. Um bastão carregado atrai pedacinhos de cortiça seca, muitos dos quais, assim que tocam o bastão são
subitamente repelidos. Explique por que.

2. Um bastão de vidro positivamente carregado atrai um objeto suspenso por um fio de seda. Podemos
concluir que o objeto está carregado positivamente? O mesmo bastão repele um outro objeto também
suspenso por um fio isolante. Podemos, agora, concluir que o objeto está carregado positivamente?

3. Duas linhas de campo elétrico nunca se cruzam. Por quê?

4. Os elétrons livres de um metal são atraídos pela força de gravidade da Terra. Então, por que eles não se
acumulam na base de um condutor, tal como a sedimentação de partículas no fundo de um rio?

5. Quando você caminha sobre um tapete de náilon e a seguir toca em um objeto metálico grande, tal como
uma maçaneta, pode ocorrer uma faísca e você sentirá um choque. Por que em um dia seco existe maior
probabilidade de isso ocorrer do que em um dia úmido? Por que quando você toca um objeto pequeno,
como um clipe de papel, a probabilidade de choque é menor?

6. Uma esfera de chumbo, de massa igual a 8,00 g, possui uma carga líquida igual a −3,2 × 10−9 C devido ao
excesso de elétrons. (a) Calcule o número de elétrons em excesso sobre a esfera. (b) Quantos elétrons em
excesso existem por átomo de chumbo? O número atômico do chumbo é igual a 82 e sua massa atômica
é 207 g/mol.

7. Duas esferas pequenas de plástico possuem cargas elétricas positivas. Quando elas estão separadas por
uma distância igual a 15,0 cm, a força de repulsão entre elas possui módulo igual a 0,220 N. Qual será a
carga de cada esfera (a) se as cargas das esferas forem iguais? (b) se a carga de uma esfera for o quádruplo
da carga da outra esfera?

8. A força eletrostática entre dois cátions iguais, separados por uma distância de 5,0×10−10 m, é igual a
1,48 × 10−8 N. (a) Calcule a carga elétrica de cada íon. (b) Quantos elétrons estão faltando em cada
íon?

9. Uma certa carga Q deve ser dividida em duas: q e Q−q. Qual deve ser a relação entre Q e q para que a
repulsão Coulombiana entre as duas partes seja máxima?

10. Duas cargas puntiformes estão localizadas sobre o eixo Oy do seguinte modo: q1 = −1,50 nC no ponto y =
−0,60 m e q2 = +3,20 nC na origem (y = 0). Qual é a força resultante (módulo, direção e sentido) que essas
duas cargas exercem sobre uma terceira carga q3 = +5,00 nC localizada no ponto y = −0,40 m?

11. Quatro cargas idênticas q são colocadas nos vértices de um quadrado de lado igual a L. Determine o
módulo, a direção e o sentido da força resultante exercida por três cargas sobre a outra restante.

12. Coloca-se uma carga Q em dois vértices opostos de um quadrado de lado l e uma carga q em cada um dos
demais. (a) Qual deve ser a relação entre Q e q para que a força resultante nas cargas Q seja nula? (b) Será
possível escolher um valor de q de modo que a resultante seja nula sobre qualquer carga?

13. Duas partículas cujas cargas são q1 = 0,5 nC e q2 = 8,0 nC estão separadas por uma distância de 1,2 m. Em
que ponto entre as cargas o campo elétrico resultante das duas cargas é igual a zero?

14. Uma carga puntiforme q1 = 4,0 nC está no ponto P1(0,6;0,8) m e outra carga puntiforme q2 = −6,0 nC está
localizada em P2(0,6;0,0) m. Calcule o módulo, a direção e o sentido do campo elétrico produzido na
origem por essas duas cargas.

15. Qual deve ser a carga (sinal e módulo) de uma partícula com 1,45 g para que ela permaneça em repouso
quando colocada em um campo elétrico orientado verticalmente de cima para baixo, cujo módulo é igual
a 650 N/C ?

16. Uma linha reta infinita possui uma densidade linear de cargas λ constante. Determine o campo elétrico
em um ponto situado a uma distância r perpendicular à direção da linha.
17. Uma carga positiva Q é distribuída uniformemente sobre o eixo Ox, de x = 0 até x = a. Uma carga
puntiforme positiva q está sobre a parte positiva do eixo Ox, no ponto x = a + r, a uma distância r à direita
da extremidade de Q (fig. 1). (a) Determine os componentes x e y do campo elétrico produzido pela
distribuição de cargas Q no pontos da parte positiva do eixo Ox, para x > a. (b) Obtenha a força (módulo,
direção e sentido) que a distribuição de cargas Q exerce sobre a carga q. (c) Mostre que para os pontos r
>> a, o módulo da força calculada no item (b) é aproximadamente igual a qQ/4π²0r2. Explique a razão
desse resultado.

18. Uma carga positiva Q é distribuída uniformemente ao longo de uma semicircunferência de raio a (fig. 2).
Obtenha o campo elétrico (módulo, direção e sentido) no centro de curvatura P.

19. Duas cargas puntiformes positivas Q são mantidas fixas sobre o eixo Ox, nos pontos x = −d/2 e x = d/2.
Uma terceira carga puntiforme negativa q, com massa m, é colocada sobre o eixo Oy afastada da origem,
em um ponto y tal que y << d. Esta carga q, que pode se mover livremente, é a seguir liberada. Mostre que
ela executa um movimento harmônico simples em torno da origem e determine a frequência angular ω
das suas oscilações.

Figura 1: Exercício 17. Figura 2: Exercício 18. Figura 3: Exercício 19.

20. Uma carga Q está distribuída uniformemente ao longo de um condutor em forma de anel com raio a.
Determine o campo elétrico em um ponto P situado sobre o eixo do anel (eixo Ox) a uma distância x de
seu centro, situado na origem.

21. A distância entre duas cargas puntiformes q1 = −4,5 nC e q2 = +4,5 nC é igual a 3,1 mm, formando um
dipolo elétrico. (a) Calcule o momento de dipolo elétrico. (b) As cargas estão no interior de um campo
elétrico uniforme cuja direção faz um ângulo de 36,9◦ com o eixo que liga as cargas. Qual é o módulo desse
campo elétrico, sabendo que o módulo do torque exercido sobre o dipolo elétrico ´e igual a 7,2 × 10−9 N.m?

22. Três cargas puntiformes estão distribuídas ao longo do eixo Oy: uma carga q no ponto y = a, uma carga
−2q na origem e uma carga q no ponto y = −a. Esse arranjo é chamado de quadrupolo elétrico. (a)
Determine o módulo, a direção e o sentido do campo elétrico resultante em um ponto sobre o eixo Oy
para y > a. (b) Use a série binomial para mostrar que, em pontos muito afastados do centro do quadrupolo,
ou seja, para y >> a, o campo elétrico é proporcional a y−4. (c) Determine o módulo, a direção e o sentido
do campo elétrico resultante sobre os pontos da parte positiva do eixo Ox. (d) Use a série binomial para
encontrar uma expressão aproximada para o campo elétrico válida para x >> a. (e) Compare esses
comportamentos com o campo elétrico produzido por uma carga puntiforme e com o campo produzido
por um dipolo elétrico.

23. Um elétron é projetado com velocidade inicial v0 = 1,60 × 106 m/s para dentro do campo elétrico uniforme
entre as placas paralelas indicadas na fig. (4). Considere igual a zero o campo fora das placas e que o
elétron entra no campo em um ponto situado a 0,5 cm de uma das placas. (a) Sabendo que o elétron
tangencia a placa superior quando ele sai do campo, calcule o módulo de E. (b) Suponha que na fig. (4) o
elétron seja substituído por um próton com a mesma velocidade inicial v0. O próton colide com uma das
placas? Se o próton não colide com nenhuma das placas, qual deve ser o módulo, a direção e o sentido do
seu deslocamento vertical quando ele sai da região entre as placas? (c) Compare as trajetórias seguidas
pelo elétron e pelo próton e explique as diferenças.

24. Duas esferas idênticas de massa m, cada uma com carga elétrica q, estão suspensas em fios de seda de
comprimento L, como indica a fig. (5). O raio de cada esfera é muito pequeno em comparação com a
distância entre as esferas, de modo que elas podem ser consideradas cargas puntiformes. Mostre que, se
o ângulo θ for pequeno, a distância d no equilíbrio entre as esferas será dada por d = (q2L/2π²0mg)1/3.
Dica: quando θ for pequeno, então tanθ ≃ senθ.

25. Uma coroa anular (disco fino com um buraco circular concêntrico) possui uma densidade superficial de
carga σ constante sobre sua superfície. (a) Determine a carga total sobre a coroa anular. (b) A coroa anular
está sobre o plano yz com seu centro na origem. Para um ponto arbitrário sobre o eixo Ox determine o
módulo, a direção e o sentido do campo elétrico E. Considere todos os pontos acima e abaixo do plano da
coroa anular da fig. (6). (c) Mostre que, para os pontos sobre o eixo Ox suficientemente próximos da
origem, o módulo do campo elétrico é aproximadamente proporcional à distância entre o centro da coroa
e o ponto considerado. Qual á a distância que pode ser considerada “suficientemente próxima” ?

x
R2
R1 z

σ o y

Figura 4: Exercício 23. Figura 5: Exercício 24. Figura 6: Exercício 25.

Respostas. ...................................................

6) (a) 2 × 1010, (b) 8,58 × 10−13.


7) (a) 7,42 × 10−7 C cada uma, (b) 3,71 × 10−7 C e 1,48 × 10−6 C.
8) (a) 6,4 × 10−19 C, (b) quatro.
9) q=Q/2.
10) F = - (2,58 x 10-6 N) j.
11) F = kq2(1+2√2)/(2L2).
12) (a) Q = -2q√2.
13) 0,24 m a partir de q1.
14) E = 131,6 N/C, 12,7◦ com −x.
15) q = −21,9µC.

21) (a) p = 1,4 × 10−11 C.m, (b) E = 860 N/C.


22) (a) Ey = (q/4π²0)[(y − a)−2 + (y + a)−2 − 2y−2], (b) Ey>>a ≃(1/4π²0)6qa2/y4,
(c) Ex = (q/2π²0x2)[1 − (1 + a2/x2)−3/2], sentido −x, (d) Ex>>a ≃ 3qa2/4π²0x4.
23) (a) E = 364 N/C, (b) não, 2,73µm para baixo.
25) (a) Q = σπ(R22 − R12), (b) , 𝑬 = (−𝜎/2𝜀0 )[(1/√(𝑅2 /𝑥)2 + 1) − (1/√(𝑅1 /𝑥)2 + 1)](|𝑥|/𝑥)𝒊̂

, ponto muito próximo significa que (x/R1(2))2 << 1.