Você está na página 1de 3

Licensed to Ronaldo Costa Pinto Filho , E-mail: ronaldocpi@yahoo.com.

br

História Naval
A História da Navegação

Quais são os meus objetivos?

❖ Identificar os tipos básicos de navios da antiguidade


❖ Identificar os desenvolvimentos tecnológicos necessários para as grandes navegações

OS NAVIOS DE MADEIRA

GALÉS: eram embarcações movidas principalmente por


remos, algumas com muitos remadores, embora pudessem
também ter velas.

NAVIO: uma embarcação grande, construída há mais de


dois mil anos. Empregava-se a madeira, pois ela foi o
primeiro material que se mostrou mais adequado para a
construção naval.

1
Acesse: www.temporario.engemarinha.com.br/curso-smv-marinha
Licensed to Ronaldo Costa Pinto Filho , E-mail: ronaldocpi@yahoo.com.br

O DESENVOLVIMENTO DOS NAVIOS PORTUGUESES

CARAVELAS: origem em embarcações de pesca. Tinham, em


geral, velas latinas. As velas latinas são próprias para navegar
com qualquer vento e, por isso, adequadas às explorações da
costa da África.

NAU: navio maior, destinado às navegações e ao transporte de


mercadorias.

GALEÃO: navio de guerra maior e com mais canhões, para


combater turcos no Oriente, corsários e piratas. Foi a origem do
navio de guerra

Por que surgiram os navios de guerras?


Os navios de guerra surgiram para proteger os navios mercantes de ataques piratas.
Eram mais estreitos e de fundo chato, visando oferecer pouca resistência à água. A
propulsão principal era o remo, inicialmente manejado pelos próprios guerreiros, depois por escravos.

2
Acesse: www.temporario.engemarinha.com.br/curso-smv-marinha
O DESENVOLVIMENTO DA NAVEGAÇÃO OCEÂNICA: OS
INSTRUMENTOS E AS CARTAS DE MAREAR

Desenvolvimentos tecnológicos que somados as questões políticas, permitiram com que


Portugal liderasse as navegações oceânicas a partir do final do século XV:

- Bússola;
- Cronômetro;
- Astrolábio;

- Cartas Náuticas: eram imprecisas;

- Projeção de Mercator: utilizadas até hoje, onde os


meridianos e paralelos são representados por linhas
retas, que se interceptam formando ângulos de 90 graus.

A VIDA A BORDO DOS NAVIOS VELEIROS

O escorbuto (falta de vitamina C) foi o responsável pelo


maior número de mortes em navios.

3
Acesse: www.temporario.engemarinha.com.br/curso-smv-marinha