Você está na página 1de 25

NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF

TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS


Prof. Arthur Lima – Aula 00

AULA 00 (demonstrativa): ESTATÍSTICA

SUMÁRIO PÁGINA
1. Apresentação 01
2. Edital e cronograma do curso 03
3. Resolução de exercícios do CESPE 05
4. Questões apresentadas na aula 20
5. Gabarito 25

1. APRESENTAÇÃO

Olá!

Seja bem-vindo a este curso de Noções de Estatística desenvolvido para


auxiliá-lo a se preparar para o próximo concurso de Escrivão da Polícia Civil do
Distrito Federal (PC/DF), a ser aplicado pelo CESPE em 22/09/2013, conforme
edital recém-publicado.
Caso você não me conheça, segue uma breve introdução. Sou Engenheiro
Aeronáutico pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), e trabalhei por 5 anos
no mercado de aviação, até ingressar no cargo de Auditor-Fiscal da Receita Federal
do Brasil, onde ainda me encontro. Na ocasião também fui aprovado para o cargo
de Analista-Tributário da Receita Federal.
Assim como muitos de meus alunos, estudei para o meu concurso enquanto
trabalhava na iniciativa privada. Por este motivo, tenho uma preocupação que talvez
você compartilhe: a busca pela eficiência no aproveitamento do tempo de estudo.
Gostaria de dizer-lhe que este curso objetiva auxiliá-lo a obter um alto rendimento
na prova de Estatística da banca CESPE sem, contudo, comprometer o seu
tempo de estudo das demais matérias. Seguindo este raciocínio, não me
preocuparei com formalidades típicas de aulas acadêmicas, uma vez que o
único objetivo do aluno aqui deve ser acertar as questões de sua prova.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 1


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
Resolveremos juntos diversos exercícios do CESPE, dando destaque
principal àqueles cobrados nos concursos mais recentes. Apresentarei ainda
exercícios de outras bancas de modo que você possa praticar bastante os conceitos
vistos em nossa disciplina. Todas as aulas terão vários exercícios resolvidos e
comentados por mim.
Você observará, inclusive nessa aula demonstrativa, que em alguns casos
as resoluções comentadas são bem extensas. Isso porque eu procuro explicar
todos os pontos da resolução, de forma que mesmo o aluno com maior
dificuldade entenda. Se você tiver mais facilidade, não precisa perder tempo lendo
toda a resolução. Como não estamos em sala de aula, você não precisa ficar
esperando o professor terminar de explicar aquela questão que você já resolveu
sozinho (essa é uma grande vantagem da aula escrita!). Passe direto para a
próxima questão, ou leia apenas os pontos da resolução que sentir necessidade.
Gostaria de terminar esta introdução dizendo que estarei disponível
diariamente para tirar dúvidas através do fórum da área do aluno. Portanto,
encorajo-o a entrar em contato comigo sempre que sentir necessidade, para falar de
nossa disciplina ou mesmo sobre outros assuntos relativos ao concurso nos quais
eu possa auxiliar. Apesar de estarmos neste meio virtual, gostaria de criar um
ambiente informal e de grande proximidade entre professor e aluno.
Ah, e antes de adquirir o curso, sinta-se à vontade para tirar qualquer dúvida
através do email arthurlima@estrategiaconcursos.com.br !

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 2


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
2. EDITAL E CRONOGRAMA DO CURSO
Inicialmente, transcrevo abaixo o conteúdo programático previsto no seu
edital:

NOÇÕES DE ESTATÍSTICA: 1 Estatística descritiva e análise exploratória de


dados: gráficos, diagramas, tabelas, medidas descritivas (posição, dispersão,
assimetria e curtose). 2 Probabilidade. 2.1 Definições básicas e axiomas. 2.2
Probabilidade condicional e independência. 3 Técnicas de amostragem:
amostragem aleatória simples, estratificada, sistemática e por conglomerados.

Observe que, apesar de não mencionado neste edital, será preciso estudar
Análise Combinatória, que é essencial para o correto entendimento da Teoria
da Probabilidade.

Nosso curso será dividido em 05 aulas, além desta aula demonstrativa.


Segue abaixo o calendário previsto:

Dia Número da Aula


26/06/2013 Aula 00 - demonstrativa
Aula 01 - Princípios de contagem (pré-requisito p/
30/06/2013
estudo de Probabilidade)
Aula 02 - Probabilidade. Definições básicas e axiomas.
05/07/2013
Probabilidade condicional e independência.
Aula 03 - Estatística descritiva e análise exploratória de
10/07/2013 dados: gráficos, diagramas, tabelas, medidas descritivas
(posição, dispersão, assimetria e curtose)
Aula 04 - Técnicas de amostragem. Amostragem
aleatória simples. Amostragem estratificada.
15/07/2013
Amostragem sistemática. Amostragem por
conglomerados.
20/07/2013 Aula 05 - Resumo: principais fórmulas e conceitos.

Reitero que na aula 01 começaremos trabalhando os conceitos de Análise


Combinatória (e resolvendo exercícios sobre este tema), para na segunda aula
abordar os temas de Probabilidade propostos em seu edital. Repare ainda que ao

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 3


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
final do curso disponibilizarei ainda um Resumo Teórico com as principais fórmulas
e conceitos que você precisa ter em mente para a resolução dos exercícios do
CESPE.
Sem mais, vamos ao curso.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 4


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
3. Resolução de exercícios do CESPE
Nesta primeira aula resolveremos apenas 10 questões de Estatística do
CESPE. São questões relativas a pontos variados da matéria do seu edital. A idéia
básica aqui é permitir que você comece a se familiarizar com o estilo CESPE de
cobrança, bem como permitir que você conheça o meu estilo de lecionar antes de
adquirir o curso.
É natural que você não saiba resolver essas questões (ou parte delas),
afinal ainda não passamos pelos tópicos teóricos. Mas não se preocupe: à
medida que vermos a teoria voltaremos a esses exercícios para resolvê-los de
maneira mais rápida/direta, ok?

1. CESPE – INSS – 2008)

De acordo com dados do IBGE, em 2007, 6,4% da população brasileira tinha 65


anos de idade ou mais e, em 2050, essa parcela, que constitui o grupo de idosos,
corresponderá a 18,8% da população. Com base nessas informações e nas
apresentadas na tabela acima, julgue os itens seguintes.

( ) Segundo o IBGE, em 2007, para cada idoso com 65 anos de idade ou mais,
havia, em média, pelo menos, quatro crianças de 0 a 14 anos de idade. Em 2050,
para cada idoso com 65 anos de idade ou mais, haverá, em média, no máximo, uma
criança de 0 a 14 anos de idade.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 5


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
( ) Considere-se que os anos de idade estejam distribuídos de forma eqüiprovável
na faixa de 15 a 18 anos. Nessa situação, a média e a mediana das idades nessa
faixa serão ambas iguais a 16,5 anos.
RESOLUÇÃO:
Vamos analisar separadamente cada um dos itens:

( ) Segundo o IBGE, em 2007, para cada idoso com 65 anos de idade ou mais,
havia, em média, pelo menos, quatro crianças de 0 a 14 anos de idade. Em 2050,
para cada idoso com 65 anos de idade ou mais, haverá, em média, no máximo, uma
criança de 0 a 14 anos de idade.
6,4% da população tinha 65 anos ou mais em 2007. Consultando a tabela
fornecida, vemos que neste mesmo período 27,5% da população tinha de 0 a 14
anos. Assim, naquele ano tínhamos 6,4 idosos para cada grupo de 27,5 crianças. A
regra de três abaixo nos permite obter a quantidade de crianças para 1 idoso:

6,4 idosos ------------------- 27,5 crianças


1 idoso -------------------- X

X × 6,4 = 1× 27,5
X = 4,29crianças
Assim, é correto dizer que em 2007 havia pelo menos 4 crianças para cada
idoso. Em 2050 teremos 18,8% de idosos e 17,7% de crianças. Observando que o
percentual de crianças é ligeiramente inferior ao de idosos, podemos dizer que
teremos menos de 1 criança para cada idoso (se preferir, você pode montar a
mesma regra de três acima).
Item CORRETO.

( ) Considere-se que os anos de idade estejam distribuídos de forma eqüiprovável


na faixa de 15 a 18 anos. Nessa situação, a média e a mediana das idades nessa
faixa serão ambas iguais a 16,5 anos.
Dizer que a distribuição de idades entre 15 e 18 anos é equiprovável é
equivalente a dizer que esta distribuição é uniforme, ou seja, existe a mesma
probabilidade de encontrar indivíduos com qualquer idade neste intervalo. Assim, a

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 6


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
idade média desse grupo certamente será a média aritmética dos extremos do
intervalo:
18 + 15
Média = = 16,5 anos
2
Da mesma forma, essa distribuição de idades é simétrica, ou seja, metade
dos indivíduos deve estar entre 15 e 16,5 anos, e a outra metade entre 16,5 e 18
anos. Assim, a mediana também será igual a 16,5.
Item CORRETO.
Resposta: C C

2. CESPE – MEC – 2009) Merendas escolares demandadas em 10 diferentes


escolas:

200, 250, 300, 250, 250, 200, 150, 200, 150, 200.

Com base nessas informações, julgue os próximos itens.

( ) A mediana da distribuição do número diário de merendas escolares é igual a


225.

( ) O desvio padrão amostral dos números diários de merendas escolares é


superior a 50.
RESOLUÇÃO:

( ) A mediana da distribuição do número diário de merendas escolares é igual a


225.

Para obter a mediana, o primeiro passo é colocar os dados em ordem


crescente. Veja isso abaixo:

150, 150, 200, 200, 200, 200, 250, 250, 250, 300.

Temos 10 elementos, portanto n = 10. A seguir devemos calcular o valor de


(n+1)/2, que neste caso será (10+1)/2 = 5,5. Veja que não obtivemos um valor
exato, pois n é par. Assim, a mediana será a média aritmética dos dois termos
centrais da amostra, que são aqueles mais próximos da “posição” 5,5, ou seja, o 5º
e o 6º termo:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 7


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
200 + 200
Mediana = = 200
2

Item ERRADO.

( ) O desvio padrão amostral dos números diários de merendas escolares é


superior a 50.
O desvio padrão amostral é dado por:
n

∑( X i − X )2
s= i =1

n −1
onde n é o número de elementos (n = 10), Xi representa cada elemento da
amostra e X é a média da amostra. A média, neste caso, é:

150 + 150 + 200 + 200 + 200 + 200 + 250 + 250 + 250 + 300
X= = 215
10

Portanto, o desvio padrão será:


n

∑( X i − X )2
s= i =1
n −1

2 × (150 − 215)2 + 4 × (200 − 215)2 + 3 × (250 − 215)2 + 1× (300 − 215)2


s=
10 − 1

2 × ( −65)2 + 4 × ( −15)2 + 3 × (35)2 + 1× (85)2


s=
9
8450 + 900 + 3675 + 7225
s= = 2250
9

Observe que esse número é inferior a 50, pois 50 = 2500 . Assim, o item
está ERRADO.

Resposta: E E

3. CESPE – MEC – 2009) Em uma escola, há 2 mil estudantes distribuídos em 100


turmas: 50 são do turno matutino e as outras 50, do turno vespertino. A figura

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 8


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
abaixo representa a distribuição percentual desses estudantes segundo o turno em
que estão matriculados.

A média das idades dos estudantes matriculados no turno vespertino é 10%


superior à média das idades dos estudantes do turno matutino. A variância das
idades daqueles que estudam no turno matutino ( σ M 2 ) é igual à variância das

idades dos estudantes do turno vespertino ( σ V 2 ). Com base nessas informações,

julgue os itens que se seguem.

( ) O número médio de estudantes por turma no turno matutino é 50% maior que o
número médio de estudantes por turma no turno vespertino.
( ) A média das idades dos dois mil estudantes da referida escola é 4% maior que a
média das idades da parcela dos estudantes que estão matriculados no turno
matutino.
( ) Se a mediana das idades dos 2 mil estudantes da escola em questão for igual a
10 anos, então haverá, pelo menos, 200 estudantes no turno matutino com idades
iguais ou inferiores a 10 anos.

RESOLUÇÃO:
( ) O número médio de estudantes por turma no turno matutino é 50% maior que o
número médio de estudantes por turma no turno vespertino.
Temos 2000 estudantes ao todo, dos quais 60% estão no turno matutino. Isto
quer dizer que o número de alunos no turno matutino é igual a 0,60 x 2000 = 1200.
Da mesma forma, no turno vespertino estudam 0,40 x 2000 = 800 alunos.
Como temos 50 turmas em cada período, a média de alunos por turma no
turno matutino é de 1200 / 50 = 24. E a média de alunos por turma no turno
vespertino é de 800 / 50 = 16. Assim, é CORRETO dizer que a média de alunos por

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 9


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
turma no turno matutino é 50% maior que no vespertino, pois 24/16 = 1,50 (ou seja,
24 = 16 + 50% x 16).

( ) A média das idades dos dois mil estudantes da referida escola é 4% maior que a
média das idades da parcela dos estudantes que estão matriculados no turno
matutino.
Imagine que a média de idade dos alunos do turno matutino é M. Como a
média de idade do turno vespertino é 10% maior, podemos dizer que esta média é
de 1,10xM, ou simplesmente 1,1M.
Lembrando que 60% dos alunos estão no turno matutino e 40% no
vespertino, a média de idades total dos alunos é:
Média = 60% × M + 40% × 1,1M = 1,04M
Veja que esta média é, de fato, 4% superior a M (média dos estudantes do
turno matutino). Item CORRETO.

( ) Se a mediana das idades dos 2 mil estudantes da escola em questão for igual a
10 anos, então haverá, pelo menos, 200 estudantes no turno matutino com idades
iguais ou inferiores a 10 anos.
Se a mediana for de 10 anos, então espera-se que cerca de metade dos
alunos (1000) tenham idade igual ou inferior a 10 anos. No turno matutino,
composto por 1200 estudantes, certamente mais de 200 deverão ter idades iguais
ou inferiores a esta. Item CORRETO.

Resposta: C C C

4. CESPE – CEHAP/PB – 2009)

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 10


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00

O gráfico acima mostra a distribuição percentual de veículos de acordo com suas


velocidades aproximadas, registradas por meio de um radar instalado em uma
avenida. A velocidade média aproximada, em km/h, dos veículos que foram
registrados pelo radar foi

A) inferior a 40.
B) superior a 40 e inferior a 43.
C) superior a 43 e inferior a 46.
D) superior a 46.
RESOLUÇÃO:
A partir do gráfico dado podemos construir a tabela de freqüências abaixo
para auxiliar-nos no cálculo da média:
Velocidade Frequências (% de veículos)
10 0
20 5
30 15
40 30
50 40
60 7
70 2
80 1
90 0
100 0

Veja que para as velocidades de 60, 70 e 80km/h foi preciso “chutar” um


valor aproximado do percentual de veículos, olhando o gráfico. Esses chutes foram
dados de forma que o total da coluna de freqüências somasse 100%. Assim, temos:

Média = 5% × 20 + 15% × 30 + 30% × 40 + 40% × 50 + 7% × 60 + 2% × 70 + 1% × 80


Média = 43,9km / h

Esta velocidade média encontra-se entre 43 e 46km/h, conforme a alternativa


C.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 11


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
Resposta: C

Texto para as 2 questões seguintes:


O custo médio nacional para a construção de habitação com padrão de acabamento
normal, segundo levantamento realizado em novembro de 2008, foi de R$ 670,00
por metro quadrado, sendo R$ 400,00/m2 relativos às despesas com materiais de
construção e R$ 270,00/m2 com mão-de-obra. Nessa mesma pesquisa, os custos
médios regionais apontaram para os seguintes valores por metro quadrado: R$
700,00 (Sudeste), R$ 660,00 (Sul), R$ 670,00 (Norte), R$ 640,00 (Centro-Oeste) e
R$ 630,00 (Nordeste).
Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção
C i v i l. S I NA P I / I BG E , n o v . / 2 0 0 8 ( c o m a d a p t a ç õ e s ) .

5. CESPE – CEHAP/PB – 2009) Com base nas informações apresentadas no texto,


assinale a opção correta.
A) A média aritmética dos custos médios regionais por metro quadrado é igual ao
custo médio nacional do metro quadrado.
B) O custo médio por metro quadrado relativo à região Sul corresponde à mediana
dos custos médios regionais por metro quadrado.
C) Mais de 65% do custo médio nacional do metro quadrado é relativo às despesas
com materiais de construção.
D) O custo médio por metro quadrado relativo à região Sudeste é 10% superior ao
custo relativo à região Nordeste.
RESOLUÇÃO:
Vamos analisar cada alternativa dada.
A) A média aritmética dos custos médios regionais por metro quadrado é igual ao
custo médio nacional do metro quadrado.
A média aritmética dos custos médios regionais por metro quadrado é dada
pelo cálculo abaixo:
700 + 660 + 670 + 640 + 630
Média = = 660
5
Veja que este valor é inferior ao custo nacional. Item ERRADO.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 12


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
B) O custo médio por metro quadrado relativo à região Sul corresponde à mediana
dos custos médios regionais por metro quadrado.
Para obter a mediana dos custos médios regionais, devemos primeiro colocá-
los em ordem:
630, 640, 660, 670, 700
Veja que temos n = 5 valores. Como n é ímpar, a mediana será simplesmente
o termo da posição central, que é a posição (n+1)/2 = (5+1)/2 = 3. O 3º termo é o
660. Portanto, a mediana tem o mesmo valor do custo da região Sul. Item
CORRETO.

C) Mais de 65% do custo médio nacional do metro quadrado é relativo às despesas


com materiais de construção.
Do total de 670 reais, temos que 400 referem-se a materiais. Para obter o
percentual representado pelos materiais, podemos usar a regra de três abaixo:
670 ---------------- 100%
400 ---------------- X
X = 59,7%
Veja que os materiais representam menos de 65% do total. Portanto, o item
está ERRADO.

D) O custo médio por metro quadrado relativo à região Sudeste é 10% superior ao
custo relativo à região Nordeste.
O custo da região Nordeste é de 630, enquanto o da Sudeste é de 700. Para
saber quanto o custo da região Sudeste representa em relação a região Nordeste,
temos:
630 ---------------- 100%
700 ---------------- X
X = 111,1%
Portanto, o custo da região Sudeste é 11,1% (isto é, 111,1% - 100%) superior
ao da região Nordeste. Item ERRADO.
Resposta: B

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 13


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
6. CESPE – CEHAP/PB – 2009) O desvio padrão dos custos médios regionais por
metro quadrado foi
A) inferior a R$ 30,00.

B) superior a R$ 30,01 e inferior a R$ 40,00.


C) superior a R$ 40,01 e inferior a R$ 50,00.
D) superior a R$ 50,01
RESOLUÇÃO:
O cálculo do desvio padrão pode ser feito como vemos abaixo, lembrando
que a média é X = 670 e n = 5:
n

∑(X i − X )2
σ= i =1

n
(700 − 670)2 + (660 − 670)2 + (670 − 670)2 + (640 − 670)2 + (630 − 670)2
σ=
5

(30)2 + ( −10)2 + (0)2 + ( −30)2 + ( −40)2


σ=
5
900 + 100 + 0 + 900 + 1600
σ= = 700
5

Esse número é inferior a 30, pois 30 = 900 . Assim, a alternativa correta é a


letra A.
Resposta: A
Obs.: veja que nessa questão eu usei a fórmula do desvio padrão
populacional ( σ ), e não do desvio padrão amostral (s), uma vez que aqui foi
fornecida toda a “população” de regiões do Brasil, e não apenas uma amostra. A
diferença entre essas duas fórmulas é que nesta última o denominador deve ser
“n-1”, e não apenas “n” como usamos aqui. Ao longo do curso veremos quando
utilizar cada uma dessas fórmulas.

7. CESPE – ABIN – 2010) Considere que um estudo tenha sido realizado para
estimar a média das idades dos empregados de determinado segmento de
empresas, e que, na ocasião em que o estudo foi realizado, o tamanho da
população de funcionários era N = 5.000 funcionários. Essa população foi

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 14


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
estratificada em três grupos de tamanhos N1 = 1.000, N2 = 1.500 e N3 = 2.500. Da
população de funcionários, foi retirada uma amostra aleatória estratificada de
tamanho n = 100 com alocação proporcional ao tamanho dos estratos.

Considerando que o quadro acima mostra os resultados do estudo hipotético em


apreço, julgue os itens subsecutivos.

( ) A estimativa da média populacional das idades foi igual a 44 anos.

RESOLUÇÃO:
A estimativa da média populacional pode ser dada considerando a tabela
abaixo:
Frequências (número de
Estrato Idade média do estrato
indivíduos)
1 30 1000
2 40 1500
3 50 2500

Assim, a média é:

30 × 1000 + 40 × 1500 + 50 × 2500


Média = = 43anos
1000 + 1500 + 2500
Portanto, o item está ERRADO.
Resposta: E

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 15


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
8. CESPE – ABIN – 2010)

Considerando que o diagrama de ramos-e-folhas acima mostra a distribuição das


idades (em anos) dos servidores de determinada repartição pública, julgue os
próximos itens.
( ) O primeiro quartil e o terceiro quartil são, respectivamente, 34 e 46 anos de
idade.
( ) A mediana das idades dos servidores é igual a 39,5 anos.
RESOLUÇÃO:
Neste diagrama de ramos e folhas, a primeira coluna apresenta o algarismo
das dezenas de cada observação, e as colunas à direita da linha vertical
representam o algarismo das unidades. Assim, os elementos dessa amostra são:

21, 23, 22, 26, 34, 33, 35, 38, 37, 46, 42, 41, 49, 46, 54, 52, 50, 55

Colocando-os em ordem crescente, temos:

21, 22, 23, 26, 33, 34, 35, 37, 38, 41, 42, 46, 46, 49, 50, 52, 54, 55

Temos n = 18 elementos. Podemos calcular a posição do primeiro quartil,


mediana (segundo quartil) e terceiro quartil com auxílio das fórmulas abaixo:
1º quartil (n+1)/4 = 19/4 = 4,75
Mediana (n+1)/2 = 19/2 = 9,5
3º quartil 3(n+1)/4 = 14,25
Veja que em nenhum caso encontramos posições exatas. Assim, devemos
calcular a média aritmética das posições anterior e posterior. No caso do 1º quartil,
devemos obter a média entre os elementos da 4ª e 5ª posições:

26 + 33
1º quartil = = 29,5
2
Para a mediana, devemos obter a média entre a 9ª e 10ª posições:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 16


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
38 + 41
Mediana = = 39,5
2
Para o 3º quartil devemos obter a média entre os elementos da 14ª e 15ª
posições:

49 + 50
3º quartil = = 49,5
2
Assim, vemos que a mediana é realmente igual a 39,5, tornando o segundo
item CORRETO, porém o primeiro item encontra-se ERRADO.
Resposta: E C

9. CESPE – EBC – 2011)

Com base nos dados do quadro acima, em que se demonstra a distribuição de


frequência das receitas de todas as empresas de uma cidade, julgue os itens a
seguir.
( ) É correto inferir que a média das receitas das empresas da cidade em apreço é
inferior a R$ 332 mil.
( ) A frequência acumulada relativa das empresas que estão nas classes de 1 a 3 é
de 85%.
RESOLUÇÃO:
( ) É correto inferir que a média das receitas das empresas da cidade em apreço é
inferior a R$ 332 mil.
Veja que temos nessa tabela os valores de receitas organizados em
intervalos (de 0 a 200.000, de 200.001 a 400.000 etc.). Para calcular a média, o
primeiro passo é substituir os intervalos por seus “pontos médios”, que
correspondem à média aritmética das extremidades. Veja isso na tabela abaixo:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 17


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
Quantidade de
Pontos médios
Classe Receitas (em R$) empresas
(PMi)
(freqüências - fi)
1 0 – 200.000 100.000 1100
2 200.001 – 400.000 300.000 900
3 400.001 – 600.000 500.000 550
4 600.001 – 800.000 700.000 300
5 800.001 – 1.000.000 900.000 150

Com isso em mãos, podemos calcular a média através da fórmula abaixo:

∑ PM × f i i
100.000 × 1.100 + 300.000 × 900 + 500.000 × 550 + 700.000 × 300 + 900.000 × 150
Média = i =1
=
n
1.100 + 900 + 550 + 300 + 150
∑f
i =1
i

Média = 333.333,33
Esse valor é superior a 332 mil reais, portanto o item está ERRADO.

( ) A frequência acumulada relativa das empresas que estão nas classes de 1 a 3 é


de 85%.
Note que nessas 3 primeiras classes temos 1100 + 900 + 550 = 2550
empresas. Isso nos permitiria afirmar que a freqüência acumulada absoluta dessas
3 classes é de 2550.
Para obter o valor relativo, ou seja, o percentual que essa quantidade de
empresas no total, é preciso verificar que ao todo temos 3000 frequências
(empresas). Portanto, 2550 representam:
2550
Freq. acum. relativa = = 0,85 = 85%
3000
Assim, o item está CORRETO.
Resposta: E C

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 18


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
10. CESPE – TJ/ES – 2011) Julgue os itens que se seguem, a respeito de análise
de dados discretos.
Em uma amostra x1, x2, x3, ..., xn, em que xi ∈ N e n é ímpar, a mediana é um

número inteiro.
RESOLUÇÃO:
Veremos ao longo do curso que a mediana de um conjunto de “n” dados é:
- o termo da posição (n+1)/2, se n for ímpar;
- a média aritmética dos dois termos centrais, se n for par.
Portanto, se n for ímpar, a mediana será o valor x(n+1)/2. Se todos os valores xi
são inteiros, podemos afirmar que a mediana é um número inteiro. Item CORRETO.
Resposta: C

***************************

Pessoal, por hoje, é só!!

Vemo-nos na aula 01. Se ainda quiser tirar alguma dúvida antes de adquirir o curso,
me escreva!

Abraço,

Arthur

arthurlima@estrategiaconcursos.com.br

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 19


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
4. QUESTÕES APRESENTADAS NA AULA
1. CESPE – INSS – 2008)

De acordo com dados do IBGE, em 2007, 6,4% da população brasileira tinha 65


anos de idade ou mais e, em 2050, essa parcela, que constitui o grupo de idosos,
corresponderá a 18,8% da população. Com base nessas informações e nas
apresentadas na tabela acima, julgue os itens seguintes.

( ) Segundo o IBGE, em 2007, para cada idoso com 65 anos de idade ou mais,
havia, em média, pelo menos, quatro crianças de 0 a 14 anos de idade. Em 2050,
para cada idoso com 65 anos de idade ou mais, haverá, em média, no máximo, uma
criança de 0 a 14 anos de idade.
( ) Considere-se que os anos de idade estejam distribuídos de forma eqüiprovável
na faixa de 15 a 18 anos. Nessa situação, a média e a mediana das idades nessa
faixa serão ambas iguais a 16,5 anos.

2. CESPE – MEC – 2009) Merendas escolares demandadas em 10 diferentes


escolas:

200, 250, 300, 250, 250, 200, 150, 200, 150, 200.

Com base nessas informações, julgue os próximos itens.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 20


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
( ) A mediana da distribuição do número diário de merendas escolares é igual a
225.

( ) O desvio padrão amostral dos números diários de merendas escolares é


superior a 50.

3. CESPE – MEC – 2009) Em uma escola, há 2 mil estudantes distribuídos em 100


turmas: 50 são do turno matutino e as outras 50, do turno vespertino. A figura
abaixo representa a distribuição percentual desses estudantes segundo o turno em
que estão matriculados.

A média das idades dos estudantes matriculados no turno vespertino é 10%


superior à média das idades dos estudantes do turno matutino. A variância das
idades daqueles que estudam no turno matutino ( σ M 2 ) é igual à variância das

idades dos estudantes do turno vespertino ( σ V 2 ). Com base nessas informações,

julgue os itens que se seguem.

( ) O número médio de estudantes por turma no turno matutino é 50% maior que o
número médio de estudantes por turma no turno vespertino.
( ) A média das idades dos dois mil estudantes da referida escola é 4% maior que a
média das idades da parcela dos estudantes que estão matriculados no turno
matutino.
( ) Se a mediana das idades dos 2 mil estudantes da escola em questão for igual a
10 anos, então haverá, pelo menos, 200 estudantes no turno matutino com idades
iguais ou inferiores a 10 anos.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 21


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
4. CESPE – CEHAP/PB – 2009)

O gráfico acima mostra a distribuição percentual de veículos de acordo com suas


velocidades aproximadas, registradas por meio de um radar instalado em uma
avenida. A velocidade média aproximada, em km/h, dos veículos que foram
registrados pelo radar foi

A) inferior a 40.
B) superior a 40 e inferior a 43.
C) superior a 43 e inferior a 46.
D) superior a 46.

Texto para as 2 questões seguintes:


O custo médio nacional para a construção de habitação com padrão de acabamento
normal, segundo levantamento realizado em novembro de 2008, foi de R$ 670,00
por metro quadrado, sendo R$ 400,00/m2 relativos às despesas com materiais de
construção e R$ 270,00/m2 com mão-de-obra. Nessa mesma pesquisa, os custos
médios regionais apontaram para os seguintes valores por metro quadrado: R$
700,00 (Sudeste), R$ 660,00 (Sul), R$ 670,00 (Norte), R$ 640,00 (Centro-Oeste) e
R$ 630,00 (Nordeste).
Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção
C i v i l. S I NA P I / I BG E , n o v . / 2 0 0 8 ( c o m a d a p t a ç õ e s ) .

5. CESPE – CEHAP/PB – 2009) Com base nas informações apresentadas no texto,


assinale a opção correta.
A) A média aritmética dos custos médios regionais por metro quadrado é igual ao
custo médio nacional do metro quadrado.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 22


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
B) O custo médio por metro quadrado relativo à região Sul corresponde à mediana
dos custos médios regionais por metro quadrado.
C) Mais de 65% do custo médio nacional do metro quadrado é relativo às despesas
com materiais de construção.
D) O custo médio por metro quadrado relativo à região Sudeste é 10% superior ao
custo relativo à região Nordeste.

6. CESPE – CEHAP/PB – 2009) O desvio padrão dos custos médios regionais por
metro quadrado foi
A) inferior a R$ 30,00.

B) superior a R$ 30,01 e inferior a R$ 40,00.


C) superior a R$ 40,01 e inferior a R$ 50,00.
D) superior a R$ 50,01

7. CESPE – ABIN – 2010) Considere que um estudo tenha sido realizado para
estimar a média das idades dos empregados de determinado segmento de
empresas, e que, na ocasião em que o estudo foi realizado, o tamanho da
população de funcionários era N = 5.000 funcionários. Essa população foi
estratificada em três grupos de tamanhos N1 = 1.000, N2 = 1.500 e N3 = 2.500. Da
população de funcionários, foi retirada uma amostra aleatória estratificada de
tamanho n = 100 com alocação proporcional ao tamanho dos estratos.

Considerando que o quadro acima mostra os resultados do estudo hipotético em


apreço, julgue os itens subsecutivos.

( ) A estimativa da média populacional das idades foi igual a 44 anos.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 23


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
8. CESPE – ABIN – 2010)

Considerando que o diagrama de ramos-e-folhas acima mostra a distribuição das


idades (em anos) dos servidores de determinada repartição pública, julgue os
próximos itens.
( ) O primeiro quartil e o terceiro quartil são, respectivamente, 34 e 46 anos de
idade.
( ) A mediana das idades dos servidores é igual a 39,5 anos.

9. CESPE – EBC – 2011)

Com base nos dados do quadro acima, em que se demonstra a distribuição de


frequência das receitas de todas as empresas de uma cidade, julgue os itens a
seguir.
( ) É correto inferir que a média das receitas das empresas da cidade em apreço é
inferior a R$ 332 mil.
( ) A frequência acumulada relativa das empresas que estão nas classes de 1 a 3 é
de 85%.

10. CESPE – TJ/ES – 2011) Julgue os itens que se seguem, a respeito de análise
de dados discretos.
Em uma amostra x1, x2, x3, ..., xn, em que xi ∈ N e n é ímpar, a mediana é um

número inteiro.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 24


NOÇÕES DE ESTATÍSTICA p/ Polícia Civil-DF
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
Prof. Arthur Lima – Aula 00
5. GABARITO
01 CC 02 EE 03 CCC 04 C 05 B 06 A 07 E
08 EC 09 EC 10 C

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 25