Você está na página 1de 34

Escola Municipal Adélia Hosken Ayres

Nome: Data: / /

Professor(a): Maria Pagiola Nº Série: 6°


ANO

A Terra por dentro e por fora

1. “A Terra apresenta basicamente três camadas que representam diferentes espessuras e


temperaturas. A temperatura aumenta de fora para dentro, impossibilitando a presença humana nas
profundidades do interior.” (Projeto Araribá – Geografia - 5ª série – 2006)

De acordo com o que você aprendeu e com o texto acima, identifique as camadas que formam a
TERRA:

A.____________________________

B. ___________________________

C. ___________________________

2. Um agricultor, chamado Donizete, tem um sítio muito bonito, com várias plantações e criação de
animais. Um rio corta o sítio fornecendo água para plantas e animais. Em torno desse rio existem
várias árvores, que são visitadas por aves e outros animais em busca de alimento.

Seu Donizete resolveu cortar essas árvores para dar mais espaço para a pastagem do gado bovino.

Assinale a atitude de seu Donizete e escolha a alternativa mais adequada:

( ) Ele está correto, pois o aumento da área do pasto vai alimentar muitos animais.

( ) Ele está correto, pois as árvores podem ser plantadas em outro local do sítio, sem prejuízo algum.

( ) Ele está errado, pois sem as árvores, que compõem a mata ciliar, o solo poderá são e acarretar
graves prejuízos ao ambiente.

( ) Ele está correto, porque as árvores em volta do rio só retiram água do solo.
1) Relacione corretamente as palavras.
1) Crosta terrestre 2) Manto 3) Núcleo 4) Biosfera 5)
Atmosfera 6) hidrosfera
( ) Conjunto de todas as águas do planeta.
( ) Centro da terra.
( ) Camada onde os seres humanos vivem. Escola de Educação Básica
( ) Camada de gases que envolve a Terra.
( ) Camada em que se encontra o magma.
( ) Setor que reúne as condições necessárias para se

02) Escreva as principais características do das camadas da


terra.
Crosta Terrestre:
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
Biosfera:
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
07- Sobre as camadas da Terra, ligue cada camada à sua respectiva definição.
Crosta terrestre # *camada intermediária da
Terra.
Manto # *é camada externa da Terra conhecida como litosfera.
Núcleo # *é a camada central da Terra, pode chegar a 6.000° C .

3. Um agricultor que usar práticas menos agressivas ao ambiente, mas que dêem também bons
resultados.

Assinale quais das técnicas apresentadas a seguir ele poderia usar:

( ) plantação em terraços ( ) retirada da mata ciliar

( ) monocultura ( ) queimadas

( ) plantação em curvas de nível ( ) adubo orgânico

4. Os ventos as chuvas, as ondas do mar, as mudanças de temperatura são exemplos de agentes


importantes na formação das rochas.

Assinale a alternativa que se refere às rochas que dependem desses agentes para serem formadas:

( ) Rochas Magmáticas intrusivas ( ) Rochas Metamórficas

( ) Rochas Magmáticas extrusivas ( ) Rochas Sedimentares

5. (Saresp) Uma região apresenta um solo raso, pobre, esburacado, sem vegetação. É possível afirmar
que nele ocorreu:

( ) Adubação. ( ) Erosão por desmatamento. ( ) Rotação de cultura. ( ) Drenagem.

6. Leia e responda.
No Brasil é comum o cultivo de cana-de-açúcar em grandes áreas. Após alguns anos de
sucessivos plantios, observa-se que o solo apresenta deficiência de alguns nutrientes e faz-se
necessária a utilização de adubos. Há uma maneira de evitar esse esgotamento do solo.

Como se chama essa prática que evita o esgotamento e como ela deve ser feita?

( ) Plantio em curvas de nível. Deve-se planejar o plantio de maneira que a água de chuva e a de
irrigação não corra morro abaixo, levando os nutrientes.

( ) Rotação de culturas. Devem-se alternar culturas diferentes, periodicamente, utilizando-se de


preferência culturas de vegetais, como a soja e o feijão, que enriquecem o solo com nitrogênio.

( ) Eliminação de queimadas. Sem as queimadas a matéria orgânica é preservada no solo.

( ) Plantio de árvores.

7. Analise as seguintes medidas de prevenção de doenças:

I. Usar calçados para caminhar sobre o solo.

II. Usar luvas de proteção para trabalhar com o solo e com ferramentas.

III. Manter as mãos sempre limpas, principalmente ao manipular alimentos, beber água tratada e lavar bem
os alimentos, principalmente hortaliças.

Faça a relação entre as medidas e as doenças que elas previnem:

( ) Tétano.

( ) Oxiurose.

( ) Amarelão.

8. Quem nunca tropeçou em uma pedra? Essa palavra – pedra – é utilizada frequentemente no nosso dia-
a-dia, mas com esse sentido, não tem valor para a Ciência. No entanto, algumas pedras, podem ser
fragmentos de rochas. Responda, então:

a) O que é Rocha?

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

b) Quais são os três tipos de rocha, quanto à origem?

______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________

9. Você já reparou que nos vasos com terra existe um furo no fundo? Qual a importância desse furo para
as plantas?

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

10. Qual é a alternativa usada para as plantações em locais onde chove pouco ou as chuvas são mal
distribuídas?

______________________________________________________________________________

11. Utilizando seus conhecimentos sobre rochas complete corretamente a CRUZADINHA abaixo:

1. Rochas formadas pelas transformações de outras sob grandes pressões e altas


temperaturas.

2. O tipo mais comum de rocha magmática, formada de quartzo, feldspato e mica.

3. Um dos minerais que fazem parte da composição do granito e do gnaisse. Pode ser de
algumas cores como preta, roxa e branco amarelado.

4. São agregados de minerais que ocorrem em grande extensão. É toda pedreira ou elevação.
5. Rochas primitivas de origem vulcânicas.

6. Rochas formadas pela deposição em sucessivas camadas do material decorrente da erosão


de outras rochas.

1. R
2. O
3. C
4. H
5. A
6. S

12. Henrique resolveu fazer uma horta no fundo de seu quintal. Para isso, seguiu as instruções de seu
professor de Ciências.

Henrique revolveu o solo e misturou restos de hortaliças e frutos, que geralmente vão para o lixo.

Esperou o tempo recomendado, fez os canteiros e semeou alface, agrião, tomate e rabanete.

Regou regularmente os canteiros e, após alguns dias, verificou que as sementes estavam brotando.

Responda:

a) Como é chamada a prática que Henrique utilizou ao enterrar restos de vegetais?

______________________________________________________________________________

b) O que ocorre com os restos de vegetais enterrados? Como isso acontece?

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

c) Cite dois procedimentos importantes que Henrique utilizou para o sucesso de sua horta.
______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

Após a leitura do texto abaixo, utilize seus conhecimentos para responder as questões 13 e 14.

Andes
Cadeia de montanhas da América do Sul que se estende por mais de 6.400km. Forma a
espinha dorsal do continente, ficando paralela à costa do Pacífico desde a Terra do Fogo,
na Argentina ao sul e através do Chile, Bolívia, Peru e Equador até as costas caribenhas da
Colômbia e Venezuela, ao norte. Seus cumes incluem o Aconcágua, com 6.960m, a maior
montanha da América do Sul, e outros picos famosos como o Illimani, o Chimborazo e o
Cotopaxi. A cadeia foi formada pelo enrugamento e aparecimento de falhas nos períodos
Terciário e Cretáceo e ainda está crescendo. Ao longo da cadeia há formações vulcânicas
em vários lugares e os terremotos são uma ocorrência freqüente. A linha de neve vai
desde 5.300m, a 15º S, nas cordilheiras ocidentais, até 800m no sul da Patagônia, onde
ocorrem as geleiras. Encontram-se muitos metais não-ferrosos importantes nos Andes, tais como cobre, prata,
estanho e antimônio; também, encontra-se petróleo.

(Fonte: Folha de São Paulo, 1996. p. 46 e 572 in http://www.santamaria.pucminas.br/bd/2006/081.pdf)

13. As cadeias de montanhas não existem em qualquer lugar do Planeta.

a) Qual é a localização da cadeia dos Andes?

______________________________________________________________________________

b) Como a teoria das placas tectônicas explica a localização dessa cadeia?

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________
14. “Ao longo da cadeia há formações vulcânicas em vários lugares.”

O basalto é um tipo de rocha originada por formações vulcânicas.

Qual é o nome desse tipo de rocha? Como ela se forma?

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

15. Um agricultor intercala milho e soja em plantios sucessivos num mesmo terreno. Depois da colheita da
soja, ele corta as plantas, misturando-as com a terra, já pensando no plantio de milho do ano seguinte.

a) Que técnica foi usada pelo agricultor?

______________________________________________________________________________

b) Explique por que ele usou essa técnica.

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________

“A espécie humana é a maior responsável pela exploração deste planeta. O solo, a água e o ar são
insubstituíveis e, por isso, devem ser preservados.” Projeto Araribá – 5ª série – Pág. 70 Editora moderna

Associar informações sobre fenômenos naturais como vulcões, terremotos e tsunamis às suas causas e
efeitos ou ao modelo das placas tectônicas. A atividade vulcânica pode provocar grandes catástrofes,
como a ocorrida em 479 a.C. na cidade italiana de Pompéia. Naquele ano, o vulcão Vesúvio entrou em
erupção expelindo uma grande quantidade de magma e cinzas, arrasando a cidade erguida em seu
entorno.
A figura abaixo representa um vulcão em erupção.
Os vulcões, como o Vesúvio, podem entrar em erupção quando
a) a pressão no interior do manto aumenta o que empurra o magma através das rupturas na crosta
terrestre.
b) a água fria dos oceanos penetra pelas fendas abissais e força o núcleo a expelir magma através das
rupturas na crosta terrestre.
c) placas de gelo (icebergs) se chocam, forçando o manto a expelir magma através das rupturas na
câmara magmática.
d) a água quente, proveniente dos gêiseres, invade o manto e empurra o magma através das rupturas no
manto terrestre.
Resposta: a

5) (Saresp) A figura abaixo mostra a composição da Terra:

Cada camada possui estrutura e elementos característicos. É correto afirmar que:


a) Núcleo é a camada mais fria e fica próximo à atmosfera.
b) Crosta terrestre é a camada de água e muitos materiais nela dissolvidos.
c) Manto é a camada intermediária com uma grande espessura.
d) Atmosfera é a camada mais interna da Terra.
resposta: c

6) Rocha formada pelos fragmentos provenientes do desgaste de outras rochas.


a) arenito.
b) basalto.
c) ardósia.
d) granito.
Resposta: a

IDENTIFICANDO

1) Considere a estrutura do planeta Terra abaixo:


a) Identifique as camadas da Terra apontadas pelos números 1, 2, 3 e 4.
Resposta: 1 crosta terrestre; 2 manto; 3 núcleo externo; 4 núcleo interno.

b) De que elementos são formadas a região 3 e 4? Qual a diferença no estado físico dos materiais?
Resposta: De ferro e níquel.
Região 3 o material apresenta no estado líquido. N região 4 o material apresenta no estado sólido.

2) Identifique as rochas com base nas características apresentadas abaixo:


a) Originam-se após as rochas sofrerem aumento de pressão e temperatura nas partes profundas da
crosta. Resposta: Rochas metamórficas.
b) Formadas pelo resfriamento e solidificação do magma, material fundido proveniente do
manto. Resposta: Rochas magmáticas
c) Formadas pela acumulação de fragmentos de outras rochas. Resposta: Rochas sedimentares.

3) Agora, classifique cada rocha abaixo como magmática, sedimentar ou metamórfica:


a) mármore.
b) granito.
c) basalto.
d) arenito.
e) ardósia.
f) gnaisse.
g) pedra-pomes.
Resposta: a. metamórfica; b. magmática; c. magmática; d. sedimentar; e. metamórfica; f. metamórfica; g.
magmática

Para fazer estimativas da idade da Terra, os cientistas utilizam três métodos de estudo:

- a análise das rochas sedimentares, que se formam em camadas (estratos) ao longo do tempo: método
estratigráfico;

- o estudo de fósseis de animais e plantas contidos em certas rochas: método paleontológico; e

- o estudo da radioatividade de certos minerais, que permite medir a idade de rochas em que eles estão presentes:
método geocronológico.
A foto ao lado é de um pedaço de rocha com um animal fossilizado, que viveu há cerca de 140 milhões de anos, o
que permitiu determinar a idade da rocha. O método utilizado nessa determinação foi:

(A) Estratigráfico

(B) Geocronológico

(C) Paleontológico

(D) Impossível determinar

02. A respeito dos vulcões, é correto afirmar que:

(A) Todos os vulcões têm a forma parecida com a de um cone

(B) Os vulcões podem ocorrer na superfície de ilhas e continentes ou no fundo dos oceanos

(C) Depois que um vulcão para de expelir lava, não entra mais em erupção

(D) Não existem erupções vulcânicas no fundo dos oceanos

03. Esta outra foto a seguir é de uma rocha formada por sobreposições de materiais ao longo de centenas de anos.
O método que poderia ser utilizado para determinar a idade desta rocha é:

(A) Estratigráfico

(B) Paleontológico

(C) Geocronológico

(D) Impossível determinar

04. Nosso planeta, assim como a Lua e o Sol, tem uma estrutura interna conhecida por meio de estudos indiretos.
Com relação à estrutura da Terra, indique a única afirmação correta:

(A) A Terra é uma esfera com composição uniforme, desde a superfície até o centro

(B) A Terra tem uma crosta esférica com espessura variável e é oca por dentro

(C) Nosso planeta tem uma crosta externa e internamente é preenchido por lava

(D) A Terra é estruturada em quatro camadas, e a mais externa é denominada crosta

As placas tectônicas vizinhas podem apresentar três tipos de movimento, uma em relação à outra:

- convergente, quando uma mergulha por baixo da outra;

- divergente, quando uma se afasta da outra, com lava emergindo entre elas; e

- deslizamento lateral, ou conservativo, quando cada placa conserva seu tamanho, pois não há sobreposição nem
afastamento.

De acordo com esses movimentos, os cientistas classificam os limites das placas tectônicas como convergentes,
divergentes ou conservativos.
Esta figura mostra o planisfério com a representação das placas tectônicas e setas que indicam os movimentos
relativos entre as placas vizinhas.

O limite entre as placas de Nazca e Sul-Americana é do tipo:

(A) Conservativo

(B) Divergente

(C) Convergente

(D) Sem classificação definida

Até a segunda metade do século XIX, pensava-se que o mapa do mundo fosse praticamente uma
constante. Alguns, porém, admitiam a possibilidade da existência de grandes pontes terrestres,
agora submersas, para explicar as semelhanças entre as floras e faunas da América do Sul e da
África. De acordo com a teoria da tectônica de placas, toda a superfície da Terra, inclusive o
fundo dos vários oceanos, consiste em uma série de placas rochosas sobrepostas. Os continentes
que vemos são espessamentos das placas que se erguem acima da superfície do mar.
Segundo Morgan, esses movimentos são possíveis porque os continentes e os oceanos estão
sobre placas que flutuam sobre uma massa flexível denominada ASTENOSFERA. Esses
movimentos fizeram com que a crosta terrestre se dividisse em pelo menos de 15 placas
tectônica de espessura média de 150 km. Acredita-se que esse movimento ocorre devido a
asternosfera recebe tanta energia do interior da Terra o que faz com que esta impulsione as
placas tectônicas pelo menos para três tipos de
movimentos: convergentes, divergentes e transcorrentes. Esses diferentes movimentos das
placas, é que irão deslocar os continentes e os oceanos.

a) convergente: é aquele que promove o choque entre elas, ou seja, as placas se movem no
mesmo sentido. Quando isto ocorre as consequências podem ser: fortes tremores de terra e
intensa atividade vulcânica que podem originar ilhas ou cadeias de montanhas.
b) divergente:é aquele em que as placas se movem em sentidos contrários, formando uma zona
de dispersão, ou seja, uma zona de separação.
c) transcorrente::é nesse movimento onde que encontramos a zona de contato entre as placas.
Podendo ocorrer terremotos que alteram a superfície terrestre e originando falhas e fraturas na
crosta terrestre, ou seja, com áreas elevadas e rebaixadas no terreno.

Como é que esse assunto é cobrado no ENEM!!!!!???????

Atividade de Aula
1ª Questão: (UFRGS- 2010) A figura a seguir representa processos associados à tectônica de
placas

Identifique os processos destacados pelas letras A, B e C, respectivamente.

(A) orogenia – subducção – movimentos convectivos


(B) orogenia – erosão – subducção
(C) dobramentos modernos – orogenia – movimentos convectivos
(D) erosão – subducção – dobramentos modernos
(E) dobramentos modernos – erosão – subducção

Alternativa correta LETRA “A”

GEOGRAFALANDO COMENTA:

Galera a questão trata dos movimentos tectônicos. Observa-se que a figura mostra o movimento
convergente, ou de choque, de duas placas tectônicas. As placas se movimentam a partir da
ocorrência de movimentos convectivos do magma

Leitura da gravura:
A = Mostra o movimento horizontal (orogênico)
B = choque de duas placas de densidades diferentes
(subducção)
C = movimento do magma (convectivo)

Veja:
Na área de contato entre as duas placas convergentes, identifica-se o afundamento da placa mais
densa (subducção, letra B).
Na porção logo abaixo da crosta, ocasionados por diferenças de temperatura e densidade temos
o movimento de convecção ou circulação do magma zona de convecção (letra C).
Por conseqüência, ocorre o soerguimento e a formação de montanhas, conhecida como orogenia
ou orogênese resultado típico do movimento convergente de placas tectônicas. (letra A),

2ª Questão:Assinale com V (verdadeiro) e F (falso) as afirmações abaixo, referentes à dinâmica


das placas litosféricas.

( ) A primeira teoria a defender que a crosta terrestre é uma camada composta de fragmentos
móveis e, não, uma camada rígida inteiriça de rochas ficou conhecida como Teoria do Ciclo
Geográfico.
( ) O afastamento ou a colisão entre placas litosféricas é um movimento muito
lento, que ocorre a uma velocidade média de dois a três centímetros por ano.
( ) O deslocamento das placas litosféricas é decorrente de forças endógenas do planeta, geradas
pelas correntes de convecção no interior do manto terrestre.
( ) O movimento entre duas placas, em sentido contrário, provoca grandes dobramentos em suas
bordas de cantata, devido ao fenômeno de subducção .

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

(A) V - F - F - V.
(B) F - V - V - F.
(C) V - F - F - F.
(D) F - F - V - V.
(E) F - V - F - F.

Alternativa correta LETRA: "A"

GEOGRAFALANDO COMENTA:
A teoria a que se refere a primeira afirmativa é a teoria da Deriva Continental, formulada por
Alfred Wegener no início do século XX e incorporada à teoria da Tectônica de Placas no pós-
guerra.

As placas tectônicas se movimentam lentamente devido ao movimento de convecção do magma


que ocorre na astenosfera, porção superior do manto.
Tanto em limites convergentes, quanto em limites divergentes, as placas se movimentam em
sentido contrário. Para que a quarta afirmativa possa ser considerada como falsa, a banca deve
ter entendido que sentido contrário é um limite divergente de placas.

Nesse caso, é impossível a subducção – mergulho de uma placa sob a outra – e a conseqüente
formação de dobramentos; mesmo que tais dobramentos também possam ser originados por
obducção

AGORA É A SUA VEZ....!!!!!!


Observe o mapa a baixo e com base na leitura deste responda os enunciados das questões 03 e
04:

3ª Questão: A relação entre as margens ativas de placas tectônicas e a morfologia do relevo


terrestre está corretamente expressa, EXCETO:

(A) pela presença de grandes alinhamentos montanhosos.


(B) pela ocorrência de arcos de ilhas.
(C) pela ocorrência de superfícies de aplainamento.
(D) pela presença de fossas oceânicas.

4ª Questão: A partir da observação do mapa, é CORRETO afirmar em relação ao movimento


das placas tectônicas:

(A) Predominam movimentos divergentes, o que indica que os agentes internos, modeladores do
relevo terrestre, estão pouco ativos.
(B) Porções centrais de placas tectônicas podem tornar-se ativas e gerar novas placas, como está
acontecendo no leste africano.
(C) Placas tectônicas podem apresentar movimentos paralelos e, nesse contato, gerar cadeias
montanhosas.
(D) O movimento das placas se faz preferencialmente no sentido Norte-Sul e promove a
reciclagem de material crustal.

5º Questão (UTFPR) Verifique a figura a seguir e identifique as camadas da Terra que ela
representa e, na seqüência, identifique qual das alternativas traz a associação correta dessas
camadas.

(A) I - Núcleo interno, II - Núcleo externo, III – Manto e IV - Crosta.


(B) I - Núcleo externo, II - Núcleo interno, III – Manto e IV - Crosta.
(C) I - Crosta, II - Núcleo externo, III - Manto e IV - Núcleo interno.
(D) I - Núcleo interno, II - Manto, III - Núcleo externo e IV - Crosta.
(E) I - Crosta, II - Manto, III - Núcleo externo e IV – Núcleo Interno.

Alternativa correta LETRA: "D"

GEOGRAFALANDO COMENTA:
Nessa divisão, a crosta é a camada superficial sólida, com espessura de 35 km. Abaixo da crosta
situa-se o manto As rochas do manto comportam-se como um fluido muito viscoso para grandes
intervalos de tempo, com matérias sólidos e rígidos desde a base da astenosferas até chegar a
profundidade de 2.883 km.
A camada mais interior é o núcleo, fluido extremamente solido na parte mais interna da Terra.
Costuma ser dividido em núcleo interno sólido - e núcleo externo liquido . Essa e o modelo de
representar a estrutura interna da Terra sob o modelo químico "geoquímico".

6ª Questão:A figura a seguir representa diversos aspectos da crosta terrestre, segundo a ótica da
Tectônica de Placas. A análise dessa figura e os conhecimentos sobre esse assunto permitem
concluir que:

0-0) as fossas submarinas ou trincheiras oceânicas, como também são denominadas, são
encontradas em locais de subdução de placas litosféricas

1-1) a separação de placas pode ocasionar a formação de grandes rupturas na crosta, mais
especificamente no assoalho submarino, conhecidas como falhas.

2-2) o mecanismo físico das correntes de convecção do manto é uma das causas mais
importantes da separação das placas litosféricas.

3-3) a formação de cadeias orogenéticas se dá exatamente nas áreas em que duas placas
litosféricas se afastam.

4-4) as cristas das dorsais oceânicas formam planos interrompidos em face da cinemática das
placas litosféricas.
(A) VVFFV
(B) VVVFF
(C) VVVFV
(D) VFVFV
(E) FVVFV

Alternativa correta LETRA “C”

GEOGRAFALANDO COMENTA:

Afirmativa 0-0 Verdadeira.


Galera as trincheiras oceânicas ou fossas oceânicas originam-se em zona de subdução ou de
colisão de uma placa oceânica com uma placa continental como é o exemplo no choque entre as
placa nazca e sul-américana, lembrem-se que fossas submarinas ou trincheiras oceânicas são
sinônimos, então esse enunciado está correto
.

Afirmativa 1-1 Verdadeira.


A dinâmica das placas litosféricas ocasiona, muitas vezes, extensas falhas geológicas, mais
especificamente no assoalho submarino, por serem mais finos (entre 1 à 6 km) quando
comparados os as placas continentais (que vão até 35km)

Afirmativa 2-2 Verdadeira.


A separação das placas litosféricas é explicada pelo mecanismo das correntes de convecção que
se verificam no manto que ocorrem por diferenças de temperatura e densidade do material
magmático .

Afirmativa 3-3 Falsa.


A formação de cadeias de montanhas ocorre exatamente na zona de colisão de placas, tomemos
como exemplo o choque entre as placa nazca e sul-americana daqual originam as cordilheiras
dos Andes . Em áreas de separação existem e a formação de oceanos com a separação de terras
continentais.

Afirmativa 44- Verdadeira. O movimento das placas litosféricas oceânicas origina uma
descontinuidade das cristas das dorsais oceânicas, pois a cinemática das placas litosféricas (os
movimentos das placas) não são sincronizados nem uniformes descontinuidades em seu
modelado)
6ª Questão: Com o desenvolvimento da Teoria da Tectônica de Placas, fenômenos como a
formação das cadeias montanhosas e das fossas submarinas foram melhor compreendidos. Com
isso, sabe-se que a Cordilheira dos Andes se encontra em uma região da crosta terrestre que:

(A) apresenta uma área de colisão de placas tectônicas.


(B) forma margem continental do tipo passiva.
(C) se situa em uma área de expansão do assoalho oceânico.
(D) apresenta uma área falhada pela formação de uma dorsal oceânica.
(E) coincide com limites divergentes de placas tectônicas.

Alternativa correta LETRA: "A"

GEOGRAFALANDO COMENTA

A ocorrência das cadeias montanhosas como a Cordilheira dos Andes é explicada através
da colisão de placas tectônicas que é explicado pelo movimento convegente do magma que
ocorre no interior do planeta. As placas tectônicas se movimentam lentamente devido ao
movimento de convecção do magma que ocorre na astenosfera, porção superior do manto. No
caso do surgimento de montanhas temos uma área de colisão de placas tectônicas
E o movimento responsável por essa construção de montanhas é o convergente: é aquele que
promove o choque entre elas, ou seja, as placas se movem no mesmo sentido. Quando isto
ocorre as consequências podem ser: fortes tremores de terra e intensa atividade vulcânica que
podem originar ilhas ou cadeias de montanhas.

AGORA É A SUA VEZ....!!!!!!

7ª Questão: (FATEC) A teoria da “tectônica de placas”, hoje mais do que comprovada


empiricamente, explica fenômenos como vulcões, terremotos e tsunamis. Segundo essa teoria,
as placas tectônicas

(A) atritam entre si nas extremidades da Terra, derretendo as calotas polares.


(B) movem-se porque flutuam debaixo dos solos dos oceanos, causando abalos no continente.
(C) deslizam sobre o magma do interior da Terra e chocam-se em alguns pontos da crosta.
(D) movimentam-se em conjunto, desenvolvendo abalos sísmicos coordenados e previsíveis.
(E) encostam uma na outra e bloqueiam seu movimento natural, causando abalos nos mares.

8ª Questão UEPIA- (adaptado) Teoria da Tectônica de Placas compreende que a litosfera é


segmentada por fraturas, formando um mosaico de placas que deslizam horizontalmente,
arrastando os continentes por cima da astenosfera. As placas são geradas junto às dorsais
oceânicas, com a formação do assoalho oceânico, e são destruídas nas fossas oceânicas, ditas
zonas de subducção. A Cordilheira dos Andes é formada pela colisão de placas convergentes, ou
seja, duas placas que se movem uma em direção à outra. Fossas oceânicas e margens
continentais ativas são formadas nesses eixos de colisão. Assim A Teoria da Tectônica de Placas
explica diversos tipos de estrutura verificados na Litosfera. Observe a ilustração a seguir
De acordo com essa teoria, esse desenho esquemático ilustra o (a)

(A) colisão de placas ocênica e continental.


(B) mecanismo de subdução de placas litosféricas.
(C) gênese dos arcos de ilhas e subsidência magmática.
(D) formação tricheiras oceânicas.
(E) expansão do assoalho submarino e a ascensão do magma.

9ª Questão (UFLA/2007) Com base no esquema a seguir, pode-se classificar o movimento


de criação da dorsal identificada como:

(A) Movimento convergente.


(B) Movimento tangencial.
(C) Movimento transformante.
(D) Movimento divergente.
(E) Movimento marítimo.

10ª Questão Unesp/2005-2 O processo que gerou a atual configuração dos continentes na
superfície do planeta Terra resultou da fragmentação e do afastamento das terras emersas
que, no princípio, constituíam um único bloco chamado Pangéia. Duas teorias tentam
explicar esse processo. São elas:

(A) a das placas tectônicas e a da descontinuidade de Mohorovicic.


(B) a da deriva continental e a da descontinuidade de Gutemberg.
(C) a das placas tangenciais e a das placas continentais.
(D) a das placas tectônicas e a da deriva continental.
(E) as das descontinuidades de Mohorovicic e de Gutemberg.

AGORA É A VEZ DO PROFESSOR....!!!!!!

11ª Questão (UEL) té a segunda metade do século XIX, pensava-se que o mapa do mundo
fosse praticamente uma constante. Alguns, porém, admitiam a possibilidade da existência
de grandes pontes terrestres, agora submersas, para explicar as semelhanças entre as
floras e faunas da América do Sul e da África. De acordo com a teoria da tectônica de
placas, toda a superfície da Terra, inclusive o fundo dos vários oceanos, consiste em uma
série de placas rochosas sobrepostas. Os continentes que vemos são espessamentos das
placas que se erguem acima da superfície do mar.
Adaptado de: DAWKINS, R. O Maior Espetáculo da Terra.
São Paulo: Companhia das Letras, 2009. p.257-258.
Com base nas informações contidas no texto, nos mapas e nos conhecimentos sobre placas
tectônicas, considere as afirmativas a seguir.

Figura 1: Mapa de Placas Tectônicas. (SIMIELI, Maria Helena. Geoatlas. São Paulo:
Ática, 2000.)

Figura 2: Mapa de Zonas Sísmicas e Vulcões.


(SIMIELI, Maria Helena. Geoatlas. São Paulo: Ática, 2000.)
I. As placas tectônicas que dividem as Américas da Europa e da África são divergentes,
comprovando a teoria de Wegener, segundo a qual os continentes estão se afastando.
II. As áreas de subducção são locais de encontro de placas tectônicas, resultando em
formação de cadeias de montanhas, como os Andes e o Himalaia.
III. As áreas propensas a tsunamis, como Tailândia e Japão, coincidem com as faixas de
incidência de choques entre placas tectônicas.
IV. O Brasil não sofre a influência de tsunamis apesar de possuir um vasto litoral e de
localizar-se em uma área de instabilidade tectônica.

Assinale a alternativa correta.

(A) Somente as afirmativas I e IV são corretas.


(B) Somente as afirmativas II e III são corretas.
(C) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
(D) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
(E) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas.

Alternativa correta LETRA: "D"


GEOGRAFALANDO COMENTA:

O território brasileiro é caracterizado pela ausência de processos vulcânicos atuais, embora haja
evidências de antigos vulcões e extensos campos de lavas eruptivas. O motivo disso é devido O
território brasileiro está no centro de uma placa tectônica chamada "Placa Sul-Americana", que
inicia no meio do Oceano Atlântico e vai até a Cordilheira dos Ande.Dessa forma, o item IV
está INCORRETO, pois o Brasil não sofre a realmente de influência de tsunamis apesar de
possuir um vasto litoral mas não se localizar em uma área de instabilidade tectônica, e sim de
estabilidade tectônica.

12ª Questão (CESGRANRIO/1995)Com o desenvolvimento da Teoria das Placas


Tectônicas, nos anos 60 e 70, fenômenos como o vulcanismo, os terremotos e a formação de
cadeias montanhosas vêm tendo uma compreensão mais aprofundada. Isto permite,
inclusive, a previsão de eventos de alta intensidade destrutiva, conforme a possibilidade de
que a Califórnia, nos próximos anos, venha a sofrer um grande terremoto, já que, nessa
região, a crosta terrestre:

(A) apresenta uma zona de encontro de placas tectônicas com expansão do assoalho oceânico.
(B) se encontra profundamente fraturada pela formação de uma dorsal oceânica.
(C) está sendo empurrada para baixo formando uma fossa abissal.
(D) forma uma área de separação de placa com forte epirogênese.
(E) se divide em duas placas que deslizam paralelamente em sentidos contrários.

Alternativa correta LETRA: "E"


GEOGRAFALANDO COMENTA:

Trata-se do movimento tangencial entre as placas do pacífico e norte -americana e a falha de San
Andréas. É nessse movimento transcorrente que encontramos a zona de contato entre as placas.
Podendo ocorrer terremotos que alteram a superfície terrestre e originando falhas e fraturas na
crosta terrestre, ou seja, com áreas elevadas e rebaixadas no terreno.
AGORA É A SUA VEZ....!!!!!!

13ª Questão: As massas continentais que conhecemos não são fixas, mas se separam, se
chocam, abrem fendas a levantam montanhas. Com base na teoria da Deriva dos
Continentes, aperfeiçoada pela teoria da Tectônica de Placas, é possível admitir que

(A) o material magmático que sobe para a crosta terrestre vem impedindo que o "Chifre da
África" se separe do restante do continente africano.
(B) os continentes, massas flutuantes sobre um mar de magma, tendem a se agrupar em um
único megabloco, denominado Pangéia.
(C) o "anel de fogo" do Pacífico sofrerá os efeitos do terremoto Big One, exceto a Califórnia
situada na borda da placa Norte-Americana, onde a energia acumulada é menor.
(D) a África e a América do Sul estão se distanciando, com o alargamento do Oceano Atlântico
a o deslocamento da placa Sul-Americana em direção à de Nazca.
(E) o surgimento dos Apalaches e das fossas do Pacífico resultou do choque entre as placas
Americana a Asiática no período terciário da era atual.

14ª Questão (Ufba) – Adaptada – Observe a figura a seguir. Sobre o tema


esquematicamente representado, é correto afirmar que:

I – se trata de uma representação da estrutura geológica comumente designada como


“fossas tectônicas”.
II – esse tipo de estrutura geológica ocorre especialmente em áreas da crosta onde
acontecem colisões de placas litosféricas.
III – essa estrutura geológica inexiste no Brasil, uma vez que esse país se situa numa
margem passiva da placa sul-americana.
IV – essa estrutura geológica ocorre quando os esforços tectônicos atuantes na crosta
terrestre são de distensão.

Estão corretas:

(A) apenas I, II e IV
(B) apenas II e IV
(C) apenas I e IV
(D) todas estão corretas

15ª Questão O bloco diagrama representa o processo de formação de um fenômeno natural


de grande magnitude, decorrente da movimentação de placas tectônicas.
Assinale a alternativa sobre o local e as condições de movimentação das placas tectônicas e
o consequente fenômeno natural.

(A) No fundo do oceano, com terremoto em profundidade, sem deslocamento do solo e


propagação de ondas gigantes; tsunami.
(B) Em superfície, sem deslocamento do solo oceânico e propagação de ondas gigantes;
maremoto.
(C) No fundo do oceano, com deslocamento do solo sem propagação de ondas; terremoto.
(D) No fundo do oceano, com terremoto em profundidade, deslocamento do solo e propagação
de ondas gigantes; tsunami.
(E) Em superfície, com terremoto em profundidade, deslocamento do solo oceânico e
propagação de ondas; maremoto.

16ª Questão: Com relação à constituição interna da Terra, suas camadas e características
gerais, é correto dizer-se que

(A) a tectônica é responsável por fenômenos como formação de cadeias montanhosas, deriva
dos continentes, expansão do assoalho oceânico, erupções vulcânicas e terremotos.
(B) o núcleo interno, constituído, principalmente, de ferro e níquel, encontra-se em
estado líquido devido às altas temperaturas ali reinantes.
(C) o núcleo externo encontra-se em estado sólido e apresenta uma constituição rochosa. Nele,
são geradas correntes elétricas que imantam o núcleo interno e criam o campo magnético da
Terra.
(D) a astenosfera, porção do núcleo terrestre dotada de plasticidade, é a sede das correntes de
convecção que movimentam as placas litosféricas.
(E) as placas continentais e as oceânicas possuem semelhante composição mineralógica básica,
uma vez que essas placas compõem a crosta terrestre.

15ª Questão: Sobre a deriva continental e a tectônica de placas, assinale o que for correto.

(01) Há cerca de 250 a 300 milhões de anos, existia uma única grande massa continental,
denominada Pangeia, cercada por um único oceano, chamado
Pantalassa. A partir da fragmentação da Pangeia, deu-se origem à configuração atual dos
continentes.
(02) A isostasia é o estado de equilíbrio dos blocos continentais que flutuam sobre o manto. Os
blocos mais espessos, portanto, mais pesados, encontram-se profundamente mergulhados no
substrato magmático, enquanto os blocos mais finos e leves encontram-se pouco mergulhados
no magma.
(04) A litosfera compreende as rochas da crosta, formada por placas rígidas e móveis,
conhecidas como placas tectônicas. A mobilidade dessas placas se dá devido à
existência de uma camada logo abaixo da litosfera, chamada de astenosfera, constituída por
rochas parcialmente fundidas e menos rígidas.
(08) A cordilheira dos Andes é formada a partir do contato entre duas placas tectônicas
divergentes: a Placa Sul- Americana e a Placa do Pacífico. Nesse caso, as
placas deslizam lateralmente entre si, não ocorrendo destruição nem formação da crosta,
tratando-se, assim, de placas conservativas, embora provoquem falhas e terremotos.
(16) A Dorsal Meso-Atlântica é formada pelo contato entre a Placa Sul-Americana e a Placa de
Nazca. A Placa Sul-Americana, por ser menos densa, mergulha sob a Placa de Nazca, formando
uma subducção no assoalho marinho, que causa o estreitamento do fundo do Oceano Atlântico.
RESPOSTA: Total__________________

18ª Questão: Cientistas da Universidade de Oxford, Inglaterra, detectaram que as placas


tectônicas que formam a África e a Arábia encontram-se em movimento. Imagens de
satélite detectaram o aparecimento de uma fratura recente na crosta terrestre, no deserto
de Afar (perto do Mar Vermelho). Por monitoramento, observaram que, em apenas três
semanas, a fenda atingiu 8 metros de profundidade ao longo dos 60 quilômetros de
extensão, tendo preenchimento de magma.

ASSINALE a alternativa que apresenta o nome desse processo.

(A) colisão entre placas tectônicas.


(B) zona de Subducção entre placas tectônicas
(C) divergência de placas tectônicas
(D) transcorrência entre placas tectônicas.

19ª Questão "Tudo virou um inferno, como se a II Guerra Mundial estivesse acontecendo
novamente: 4.500 mortos, 23.760 feridos e 270 mil desabrigados."
("ISTO É", 25-01-95).
Com base na figura a seguir, é correta a explicação para o acontecimento que atingiu a
cidade de Kobe, no Japão:
(A) Em uma falha geológica, houve deslocamento e posterior encontro de placas tectônicas - no
caso, a placa Euroasiática com a placa das Filipinas.
(B) Houve um processo de orogênese, isto é, movimento horizontal e prolongado que, atuando
sobre as camadas de rochas sedimentares, provoca o dobramento dessas camadas.
(C) Houve um processo de epirogênese, ou seja, movimento vertical leve e prolongado, capaz de
provocar elevações e abaixamentos de grandes extensões continentais.
(D) Houve um desmoronamento das rochas no interior da Terra, provocando acomodações das
camadas de sedimentos devido ao seu próprio peso.
(E) Ocorreu um rompimento da crosta terrestre pela ação de forte pressão causada pelo magma
que, através da falha ou fratura, subiu até a superfície.

20ª Questão: Observe a figura e analise as proposições:

( ) A distribuição geográfica dos vulcões coincide com as áreas orogenéticas muito antigas.
( ) É muito comum a ocorrência do fenômeno vulcânico no interior dos continentes.
( ) Atualmente, não existem vulcões ativos no Brasil. Entretanto, em épocas geológicas
passadas, o Brasil foi palco de diversas atividades vulcânicas.
( ) O círculo do fogo do Pacífico forma um alinhamento vulcânico que vai desde a Cordilheira
dos Andes até as Filipinas, passando pela costa Ocidental da América do Norte e pelo Japão.
( ) As principais áreas vulcânicas modernas ocorrem ao longo das costas oceânicas.

A opção correta é:
(A) FFVVV
(B) FVVFF
(C) FVFFV
(D) VVFFF

21ª Questão Analise o mapa a seguir:

A distribuição espacial dos terremotos apresentada no mapa coincide com

(A) áreas de expansão do assoalho oceânico.


(B) dorsais oceânicas.
(C) limites divergentes de placas tectônicas.
(D) margens continentais passivas.
(E) zonas de colisão de placas tectônicas.

22ª Questão Sobre os enunciados que se seguem é correto afirmar, EXCETO:

(A) A Dorsal Atlântica foi formada pelo resultado do deslocamento divergente entre as Sul-
Americana e Africana.
(B) A Cordilheira dos Andes foi formada pelo resultado de colisão entre as Placas Sul-
Americana e Nazca.
(C) Entre as Placas do Pacífico e a Nazca, verifica-se um movimento predominantemente
tangencial.
(D) Das zonas de agregação podem subir materiais do manto para a crosta.
(E) Na zona de subducção, podem ocorrer tremores e atividades vulcânicas.

23ª Questão: Considere as informações a seguir sobre a tectônica de placas:

I - A crosta terrestre é formada por várias placas litosféricas, que se movem umas em
relação às outras, sendo carreadas por lentas correntes de convecção existentes na
astenosfera.

II - O Japão, localizado na Placa Eurasiana, desenvolve avançadas tecnologias em


construção civil, já que sua borda oriental é uma das regiões de maior incidência de
terremotos, tsunamis e vulcões.
III - Os limites de contato entre as placas tectônicas são de três tipos: convergentes,
divergentes e transformantes.

IV - A fossa mesoceânica constitui uma fratura que se estende paralelamente às cristas


mesoceânicas, enquanto a fossa submarina é um depressão longa e estreita que ocorre
junto à margem ativa dos continentes.

Assinale a opção que contém as afirmativas corretas.


(A) Apenas I, II e III.
(B) Apenas I, II e IV.
(C) Apenas I, III e IV.
(D) Apenas II, III e IV.
(E) I, II, III e IV.

24ª Questão (PUC – MG) A teoria da Tectônica de Placas explica como a dinâmica interna
da Terra é responsável pela estrutura da litosfera, sendo INCORRETO afirmar:

(A) A litosfera é a parte rígida que compõe a crosta terrestre; é segmentada em placas que
flutuam em várias direções sobre o manto.
(B) O movimento das placas pode ser convergente ou divergente, aproximando-as ou afastando-
as, ou ainda deslizando-as uma em relação à outra.
(C) A tectônica é responsável por fenômenos como formação de cadeias montanhosas, deriva
dos continentes, expansão do assoalho oceânico, erupções vulcânicas e terremotos. (D) As
placas continentais e oceânicas possuem semelhante composição mineralógica básica, uma vez
que essas placas compõem a crosta terrestre.

25ª Questão: (FATEC) O 'tsunami' que matou, em dezembro de 2004, muitos milhares de
habitantes de países banhados pelo Oceano Índico já estava quase esquecido quando, em
final de maio de 2006, um forte tremor de terras na ilha de Java (Indonésia) fez novas
vítimas, que chegam a cerca de 5 mil mortos. Os dois fenômenos, tsunamis e terremotos,

(A) estão relacionados às estruturas geológicas cristalinas, predominantes na região.


(B) representam ocorrência comum nas regiões situadas no centro de uma placa tectônica.
(C) resultam dos desequilíbrios geotérmicos que ocorrem no núcleo, parte central da Terra.
(D) demonstram que os epicentros, locais de formação dos tremores, estão concentrados no
hemisfério Sul.
(E) têm origens semelhantes, pois ocorrem devido à movimentação das placas tectônicas.

26ª Questão: (FACID) Terremotos são gerados pelos movimentos naturais das placas
tectônicas da Terra, que causam ajustes na crosta terrestre, afetando a organização das
sociedades, como ilustra a figura abaixo. Em relação aos sismos naturais, é correto afirmar
que eles são causados por:
Fonte: camerataallegro.com.br. Acesso em 22/10/2011

(A) forças endógenas incontroláveis.


(B) energias exógenas excepcionais.
(C) forças antrópicas descontroladas.
(D) energias antrópicas excepcionais.
(E) forças endógenas e antrópicas.

27ª Questão: Segundo a Teoria da Deriva Continental, os continentes se separaram a


partir de um bloco único denominado Pangéia. Quais são os dois continentes cujo perfil do
litoral apresenta um encaixe perfeito, embasando essa teoria?

(A) Antártica e Europa


(B) Europa e Oceania
(C) Oceania e América do Norte
(D) América do Sul e África
(E) África e América do Norte

28ª Questão: Assinale a alternativa que melhor define a Deriva Continental:

(A) é a hipótese de que todos os continentes são derivados de um substrato magmático que
emergiu através de fissuras ou falhas geológicas;
(B) é o sistema de classificação dos continentes, conforme as suas respectivas origens;
(C) é a teoria que afirma que todos os continentes, no passado, formavam apenas um, o Pangeia,
e que posteriormente se fragmentou graças à tectônica das placas.
(D) é o postulado da economia que debate acerca da dependência financeira dos continentes do
mundo em relação à Europa.
(E) É a lenda relacionada à existência de um continente perdido, denominado Atlantis.

Alternativa correta LETRA: "C"

GEOGRAFALANDO COMENTA:
A Deriva Continental é uma teoria elaborada por Alfred Wegener que preconizava que todos os
continentes atuais encontram-se em constante movimento e que teriam se originado de uma
única massa terrestre, denominada Pangeia.

29ª Questão: (PUC-PR)A composição da Litosfera por placas tectônicas está relacionada ao
conceito de tectonismo e com a Teoria de Wegener da deriva continental. Uma das provas
desse dinamismo da crosta é a existência:

(A) dos desertos costeiros.


(B) das dorsais oceânicas.
(C) das calotas polares.
(D) da precessão dos equinócios.
(E) da taiga boreal.

Alternativa correta LETRA: "B"


GEOGRAFALNDO COMENTA:
A principal evidência da teoria da deriva continental – e que possibilitou a sua comprovação
após a Segunda Guerra Mundial – foi a existência das dorsais oceânicas, que são cadeias de
montanhas submarinas originadas pela expulsão do magma através de fissuras geológicas,
localizadas nos pontos de afastamento entre duas placas tectônicas.

30ª Questão: (UFPE)A Deriva dos Continentes e a Teoria da Tectônica de Placas são os
dois modelos teóricos das geociências que, no século XX, causaram uma revolução dos
conceitos relativos, sobretudo, aos processos geológicos internos. Sobre esses assuntos, o
que é correto afirmar?

( ) A hipótese da Deriva dos Continentes foi elaborada pelo geógrafo Alexander Von Humboldt
e se apoiou na teoria do “Caos Continental”, estruturada por Ratzel.
( ) A hipótese da Deriva dos Continentes propõe que o posicionamento relativo das massas
continentais mudou de forma considerável ao longo do tempo geológico.
( ) A teoria da Tectônica de Placas fornece uma explicação geométrica e cinemática de como a
expansão do fundo oceânico e a deriva das placas litosféricas ocorrem numa superfície
aproximadamente esférica.
( ) A velocidade e a taxa de expansão das placas litosféricas variaram ao longo do tempo
geológico, demonstrando, assim, que as forças responsáveis pelos movimentos dessas placas
também se modificaram.
( ) Os aspectos paleoclimáticos que foram apresentados pelo autor da hipótese da Deriva dos
Continentes não podem ser empregados como argumentos favoráveis à teoria da Tectônica de
Placas.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

(A) V - F - F - V. F.
(B) F - V - V - F.V
(C) V - F - F - F. V.
(D) F - V - V - V. F.
(E) F - V - F - F. V
Alternativa correta LETRA: "D"
GEOGRAFALNDO COMENTA:
(F) – A hipótese da Deriva dos Continentes foi, na verdade, elaborada por Alfred Wegener, e
não por Humboldt, bem como não possui relação com a teoria do “Caos Continental”.
(V) – A deriva dos continentes refere-se justamente à dinâmica das movimentações das massas
continentais
(V) – A teoria da movimentação das Placas Tectônicas busca explicar a dinâmica da crosta no
que se refere aos seus movimentos sobre uma superfície esférica, no caso a Terra.
(V) – Os estudos realizados comprovaram que os movimentos das placas tectônicas nem sempre
ocorrem de maneira constante, isto é, manifestando-se sempre em uma mesma velocidade.
(F) – A teoria da Tectônica de Placas está diretamente associada à Deriva Continental, pois é a
movimentação das placas litosféricas que originam os movimentos das massas continentais.

31ª Questão: Em 1556, o cartógrafo Abraham Ortelius já sugeria que os continentes


estiveram, em outra época, interligados em uma só porção continental. Tal suposição,
séculos mais tarde, originou a Teoria da Deriva Continental. O que fez o elaborador de
mapas chegar a essa conclusão foi:

(A) a forma com que alguns continentes parecem se encaixar (como a costa oeste brasileira com
a costa leste da África).
(B) o fato de que as espécies expostas em seus mapas eram as mesmas em diversas regiões do
mundo conhecido na época.
(C) o sonho dos cartógrafos de todo mundo colonial em descobrir cada vez mais novas terras.
(D) o fato de as feições dos continentes aparentar que esses passaram por bruscos movimentos
causados por deslocamentos repentinos.
(E) pelo fato de, em suas constantes observações, os continentes nunca se encontrarem nas
mesmas faixas de latitudes e longitudes.

Alternativa correta LETRA: "A"


GEOGRAFALNDO COMENTA:
Os cartógrafos antigos, entre os quais Abraham Ortelius se destacou, notavam a forma com que
várias partes do mundo pareciam se encaixar como um quebra cabeça, o que os fazia pensar que,
de certa forma, o mundo poderia ter sido um só em outros tempos.

32ª Questão: O movimento ocasionado pelo choque entre as Placas Tectônicas de Nazca e
Sul-Americana ocasionou o surgimento:
(A) do continente sul-americano.
(B) das cadeias de montanhas do México.
(C) da Cordilheira dos Andes.
(D) da Cordilheira do Himalaia.
(E) do Grand Canyon.

Alternativa correta LETRA: "C"


GEOGRAFALNDO COMENTA:
As placas tectônicas de Nazca e Sul-Americana encontram-se na porção oeste do continente sul-
americano, provocando o soerguimento do relevo que ocasionou, durante alguns milhares de
anos, a formação da Cordilheira dos Andes.
33ª Questão:

Falha de San Andreas, a maior falha Geológica do Mundo

Sobre a falha Geológica de San Andreas, localizada na Califórnia (EUA), podemos afirmar
que:

(A) ela é resultado dos intensos terremotos que assolam a região.


(B) sua origem está relacionada ao movimento de colisão e soerguimento entre duas placas
tectônicas.
(C) sua formação não possui relação com a tectônica de placas, uma vez que ela se manifesta
apenas na superfície terrestre.
(D) ela se formou graças ao movimento de deslocamento tangencial entre duas placas tectônicas.

Alternativa correta LETRA: "D"


GEOGRAFALNDO COMENTA:
Falhas geológicas são formas de relevo que se originam graças ao tectonismo e formam zonas
de grande instabilidade. Elas constituem-se com movimentos de afastamento entre duas placas
tectônicas distintas, que ocasionam o distanciamento direto ou tangencial entre elas. No caso da
falha geológica de San Andreas, a sua formação ocorreu em virtude do movimento de
afastamento tangencial entre as placas Norte-americana e do Pacífico.

34ª Questão: Assinale a alternativa que apresenta somente consequências dos movimentos
das Placas Tectônicas:

(A) dobramentos modernos, falhas geológicas, vulcanismo, cadeias montanhosas.


(B) escudos cristalinos, bacias sedimentares, terremotos, planaltos.
(C) planaltos, falhas geológicas, bacias sedimentares, cadeias montanhosas.
(D) falhas geológicas, vulcanismo, sedimentação, dobramentos modernos.
(E) vulcanismo, cadeias montanhosas, escudos cristalinos, bacias sedimentares.
Alternativa correta LETRA: "A"
GEOGRAFALNDO COMENTA:
Dos elementos citados na questão, são consequências do tectonismo:
- dobramentos modernos – resultantes do choque entre placas no período geológico terciário;
- terremotos – em razão da instabilidade das zonas de atrito entre diferentes placas;
- vulcanismo – causado pelas rupturas nas zonas de encontro entre duas placas que propiciam o
acesso do magma à superfície;
- cadeias montanhosas – resultantes do soerguimento causado pelo atrito entre duas placas;
- falhas geológicas – originam-se graças ao afastamento entre duas placas.

Portanto, a alternativa que apresenta somente as consequências dos movimentos das placas
tectônicas é a letra A.

35ª Questão: (FUVEST)Do ponto de vista tectônico, núcleos rochosos mais antigos, em
áreas continentais mais interiorizadas, tendem a ser os mais estáveis, ou seja, menos
sujeitos a abalos sísmicos e deformações. Em termos geomorfológicos, a maior estabilidade
tectônica dessas áreas faz com que elas apresentem uma forte tendência à ocorrência, ao
longo do tempo geológico, de um processo de:

(A) aplainamento das formas de relevo, decorrente do intemperismo e da erosão.


(B) formação de depressões absolutas, gerada por acomodação de blocos rochosos.
(C) formação de canyons, decorrente de intensa erosão eólica.
(D) produção de desníveis topográficos acentuados, resultante da contínua sedimentação dos
rios.
(E) geração de relevo serrano, associada a fatores climáticos ligados à glaciação.

Alternativa correta LETRA: "A"


GEOGRAFALNDO COMENTA:
Zonas que se encontram mais distantes dos pontos de encontro ou de afastamento entre duas
placas tectônicas, ou seja, que se localizam no interior dos continentes dessas placas, são menos
suscetíveis aos processos causados pelos movimentos tectônicos, que são importantes elementos
endógenos de formação do relevo.
Diante dessa estabilidade geológica, a maior parte das ações de transformação do relevo passa a
ser realizada pelos agentes externos ou exógenos, como a água, os ventos e o clima, que
interferem em processos de erosão e intemperismo, que, com o passar dos séculos, vão
moldando a superfície, tornando-a mais plana e, portanto, menos acidentada.
Diante dessas considerações, a alternativa correta é aquela que se refere ao aplainamento do
relevo em virtude da erosão e do intemperismo. Letra A.

35ª Questão: (IFPE)Geocientistas estimam que, a cada ano, o Himalaia cresça cerca de 4
mm de altura. É um fenômeno imperceptível aos olhos humanos, mas que ocorre há
milhões de anos, contribuindo para a formação dessa importante estrutura geológica. O
movimento tectônico responsável pela formação das cadeias de montanhas, como a do
Himalaia, é conhecido como:

(A) Orogênese
(B) Diogênese
(C) Fotogênese
(D) Paleogênese
(E) Antrogênese

Alternativa correta LETRA: "A"


GEOGRAFALNDO COMENTA:
O Himalaia é uma forma de relevo constituída em um período de curta duração (sob o ponto de
vista do tempo geológico), causado pelo encontro entre duas placas tectônicas. Esse tipo de
movimento recebe o nome de orogênese e costuma ocorrer em formações geológicas recentes e
instáveis, resultando na formação de relevos com declividades e altitudes acentuadas, como as
cadeias de montanhas e cordilheiras.
Portanto, Letra A.