Você está na página 1de 3

MUNDO DAS ESPECIALIDADES

CACTOS – ESTUDO DA NATUREZA – 015


Texto: Aretha Stephanie; Diagramação: Khelven Klay

ARETHA STEPHANIE
Formada em Letras pela UNEB—DCH Campus IV, Bahia

A
palavra cacto vem do grego kaktos e era empregada antigamente
para designar uma espécie de cardo espinhoso. Hoje, porém,
sabemos que um cacto vai muito além disso. Pertencente à famí-
lia das cactáceas (cactaceae), os cactos vem ganhando espaço
no paisagismo como planta ornamental, tanto de exteriores, como nos interiores das
casas de todo o país, quiçá, do mundo. Existem mais de 1.400 espécies catalogadas
somente nas Américas, e apenas uma espécie na África tropical, Madagascar e Sri
Lanka: a Rhipsalis baccífera. Ou seja, o cacto é uma planta nativa americana. Outra
característica que permite aos cactos serem mais resistentes à altas temperaturas
são suas raízes. Elas são superficiais, longas e ramificadas, permitindo o aproveita-
mento de uma grande área de solo que permanece úmida por pouco tempo quando
chove, e há espécies que tem uma raiz principal muito grossa para acumular um bom
volume de água e substancias nutritivas. Muitas vezes, essas raízes são maiores que
a parte aérea da planta. Atualmente, os cactos são cultivados no mundo inteiro, ge-
ralmente em países com clima mais quentes ou onde o fornecimento de água é mais
limitado, como na Austrália. Cactos são também usados, comumente, em cercas
vivas, as características de algumas espécies, além de suas qualidades de seguran-
ça, tornam-nas uma alternativa considerável às cercas e muros artificiais.
Mas além de plantas de jardim, muitas espécies tem usos comerciais impor-
tantes. Alguns cactos produzem frutas comestíveis, como o figo da índia e o hiloce-
reus, que produz a fruta dragão, também conhecida como pitaya. Alguns cactos, na
América Central são usados como hospedeiros para a criação de cochonilhas (em
anexo). Em grande parte do Nordeste brasileiro, o cacto é usado como alimento do
gado bovino em tempos de seca, a palma - Opuntia Cochenillifera - muitos fazendei-
ros cultivam essa espécie de cacto para alimentar seu gado e até para comercializar
com outros criadores de gado que não cultivam.

ESTUDO DA NATUREZA 1
CACTOS
DIREITOS RESERVADOS: A reprodução deste material seja de forma total ou parcial de seus textos ou imagens é permitida, desde que seja referenciado
pela nova autoria ao fim de seu material. Todos os direitos reservados para Mundo das Especialidades - Julho de 2013/União Nordeste Brasileira da Igreja
Adventista do Sétimo Dia -Clube de Desbravadores – Brasil - Rio Grande do Norte
MUNDO DAS ESPECIALIDADES
mundodasespecialidades.com.br

NEM TUDO QUE TEM ESPINHO É CACTO!

As suculentas em geral conseguem sobreviver à falta de água e luz.


São plantas capazes de armazenas umidade no tecido carnudo de
seus caules, folhas e raízes e que desenvolveram sistemas de redu-
ção de perda de água. A principal diferença entre suculentas e cac-
tos é que os cactos possuem aréolas, que são pequenos círculos
salientes de onde nascem rebentos, espinhos e flores.
Cochonilha refere-se tanto ao corante cor carmim utilizado
em tintas, cosméticos e como aditivo alimentar, quanto ao peque-
no inseto (Dactylopius coccus) de onde ele é extraído, ou ainda a
certos grupos de insetos, como a superfamília Coccoidea ou a famí-
lia Coccidae. Originário do México, mede de 2 a 5 milímetros de com-
primento, é geralmente marrom ou amarelo, e se alimenta parasitan-
do a seiva de cactos e plantas e da umidade ali presente.
Para defender-se da predação por outros insetos, pro-
duz ácido carmínico, que extraído de seu corpo e ovos é utilizado
para fazer o corante alimentício que leva seu nome. O corante de cor
vermelho-escura é utilizado em larga escala pela indústria cosmética
e alimentícia, emprestando sua cor a biscoitos, geléias, sobremesas,
sendo também utilizado em medicamentos e roupas, normalmente OBSERVE:
especificado como "Corante natural carmim de Cochonilha", C.I. A cochonilha do carmim ataca principal-
75470 ou E120 nas composições dos produtos. mente a palma forrageira que é utilizada
na alimentação do gado em regiões
secas. A cochonilha é usada para obten-
ção de corantes naturais que são utili-
CULTIVAR, PELO MENOS, TRÊS ESPÉCIES DE zados na indústria.
CACTOS DURANTE DOIS MESES:
Para o cultivo em vaso, um bom substrato é essencial, podendo ser com-
posto de 50% de areia lavada de rio, 50% de terra vegetal e pode ser
acrescentado o húmus de minhoca na proporção de um terço do volume
de terra vegetal. Os espécimes jovens não devem ser expostos direta-
mente ao sol o dia inteiro, precisando apenas de luminosidade intensa. A
rega não deve ser excessiva, pois pdoe apodrecer o cacto. Ornamente
com pedras à vontade.

CURIOSIDADES
SOBRE OS CACTOS

A origem do nome: o termo 'cactos' foi


apenas caule e espinhos e as suculentos Algumas espécies dão frutos comestíveis.
usado há cerca de 300 anos antes de Cris-
também têm folhas e nem sempre espi- É o caso do cacto mexicano Opuntia Ficus-
to pelo grego Teofrastus. Em seu trabalho
nhos. indica, que produz o conhecido figo-da-
chamado Historia Plantarum, ele associa o
índia.
nome cacto à plantas com fortes espinhos.
Todos os cactos florescem, porém algu-
Embora os cactos possam ter formas diver-
mas espécies só dão flores após os 80 Cactos podem viver até 200 anos e al-
sas, ainda hoje associamos a idéia de que
anos de idade ou atingir altura superior a cançar 20 metros de altura (como o Corne-
são plantas com muitos espinhos.
dois metros. Depois da primeira floração, gia gigantea, originário dos EUA e México).
todo ano, na mesma época, as flores vol- Mas também existem espécies minúsculas.
Nem todas as plantas que mantêm água
tam a aparecer. A menor conhecida é o Blosfeldia liliputa-
dentro da sua estrutura são cactos. Essa
na, dos Andes bolivianos, com apenas 0,5
característica também é comum às plantas
centímetros de diâmetro.
suculentas. A diferença é que os cactos têm

ESTUDO DA NATUREZA 2
CACTOS
MUNDO DAS ESPECIALIDADES
mundodasespecialidades.com.br

PRATICANDO...
Demos aqui o início de seis diferentes espécies. Agora o trabalho é com você de montar um álbum de fotografias com no mínimo
15 espécies de cactos. Deve também cultivar pelo menos 3 diferentes cactos pelo período de dois meses.

3 ESTUDO DA NATUREZA
CACTOS