Você está na página 1de 45

1231 4 56 1785

9: /; ;
" .

!" #$
% & '((( & ) * $ ' & +& ) *
, '## -- . $/.#0 . $/ / . $/ !! , -' . $/.
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

© 1996, GRAMEYER Equipamentos Eletrônicos.


Todos os direitos reservados.

Esta publicação não poderá em hipótese alguma ser reproduzida, armazenada ou transmitida
através de nenhum tipo de mídia, seja eletrônica, impressa, fonográfica ou qualquer outro meio
audiovisual, sem a prévia autorização da GRAMEYER Equipamentos Eletrônicos Ltda. Os infratores
estarão sujeitos às penalidades previstas em lei.

Esta publicação está sujeita a alterações e/ou atualizações que poderão resultar em novas revisões
dos manuais de instalação e operação, tendo em vista o contínuo aperfeiçoamento dos produtos
GRAMEYER. A GRAMEYER se reserva o direito da não obrigatoriedade de atualização automática
das informações contidas nestas novas revisões. Contudo, em qualquer tempo o cliente poderá solicitar
material atualizado que lhe será fornecido sem encargos decorrentes.

* Em caso de perda do manual de instruções, a GRAMEYER poderá fornecer exemplar avulso, e se necessário,
informações adicionais sobre o produto. As solicitações poderão ser atendidas, desde que informado o número de série e modelo
do equipamento.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 2

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Informações sobre segurança

Para garantir a segurança dos operadores, a correta instalação do equipamento e sua preservação,
as seguintes precauções deverão ser tomadas:

Os serviços de instalação e manutenção deverão ser executados somente por pessoas qualificadas e
com a utilização dos equipamentos apropriados;

Deverão sempre ser observados os manuais de instrução e a documentação específica do produto


antes de proceder a sua instalação, manuseio e parametrização;

Deverão ser tomadas as devidas precauções contra quedas, choques físicos e/ou riscos à segurança
dos operadores e do equipamento;

Não toque nos conectores de entradas e saídas. E mantenha-os sempre isolados do


restante do circuito de comando do painel, salvo orientações em contrário.

Sempre desconecte a alimentação geral antes de tocar em qualquer componente elétrico


associado ao equipamento, isto inclui também os conectores de comandos. Não abra a
tampa do equipamento sem as devidas precauções, pois altas tensões podem estar
presentes mesmo após a desconexão da alimentação.

Os cartões eletrônicos do equipamento podem possuir componentes sensíveis a


descargas eletrostáticas. Não toque diretamente sobre componentes ou conectores. Caso
necessário, toque antes na carcaça metálica aterrada ou utilize pulseira de aterramento
adequada.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 3

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Informações sobre armazenamento

Em caso de necessidade de armazenagem do equipamento bem como de suas partes constituintes,


sejam eles, cartões eletrônicos, painéis, componentes eletrônicos, peças sobressalentes, etc..., por um
breve período de tempo que anteceda a sua instalação e/ou colocação em funcionamento, deverão ser
tomadas as seguintes precauções:

Os equipamentos e suas partes constituintes deverão ser mantidos nas suas embalagens originais
ou embalagens que satisfaçam as mesmas condições de segurança contra danos mecânicos,
temperatura e umidade excessivas, para prevenir a ocorrência de oxidação de contatos e partes
metálicas, danos a circuitos integrados ou outros danos provenientes da má conservação;

O equipamento devidamente acondicionado deverá ser abrigado em local seco, ventilado em que
não ocorra a incidência direta dos raios solares, bem como a chuva, vento e outras intempéries,
para garantir a manutenção de suas características funcionais;

A não observância das recomendações acima, poderá eximir a empresa fornecedora do


equipamento de quaisquer responsabilidades pelos danos decorrentes, bem como a perda
da garantia sobre o equipamento ou parte danificada.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 4

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

ÍNDICE

REGULADOR DE TENSÃO DIGITAL .............................................................................................. 7

1- CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: ................................................................................................ 7

2-DESCRITIVO GERAL DO EQUIPAMENTO ................................................................................ 8


2.1- CONEXÃO BÁSICA DO EQUIPAMENTO AO GERADOR ........................................................................ 11
2.2- CONFIGURAÇÃO EM REDE SUPERVISIONADA PELO VIRCOS*............................................................ 12
2.3- SOFTWARE DE SUPERVISÃO VIRCOS (OPCIONAL) ......................................................................... 14
3-DIAGRAMA DE LIGAÇÃO GERAL DO REGULADOR GRMP03-1 ...................................... 14

4-TELAS & MENSAGENS ................................................................................................................. 16


4.1- TELAS DE LEITURAS ......................................................................................................................... 16
4.2-TELAS DE PROGRAMAÇÃO ................................................................................................................. 16
Tela 3.................................................................................................................................................. 16
Tela 4.................................................................................................................................................. 17
Tela 5.................................................................................................................................................. 17
Tela 6.................................................................................................................................................. 17
Tela 7.................................................................................................................................................. 18
Tela 8.................................................................................................................................................. 18
Tela 9.................................................................................................................................................. 18
Tela 10 ................................................................................................................................................ 18
Tela 11 ................................................................................................................................................ 19
Tela 12 ................................................................................................................................................ 19
Tela 13 ................................................................................................................................................ 19
Tela 14 ................................................................................................................................................ 19
Tela 15 ................................................................................................................................................ 20
Tela 16 ................................................................................................................................................ 20
Tela 17 ................................................................................................................................................ 20
Tela 18 ................................................................................................................................................ 20
Tela 19 ................................................................................................................................................ 21
Tela 20 ................................................................................................................................................ 21
Tela senha.................................................................................................................................... 21
5-PROGRAMAÇÃO ............................................................................................................................ 22
5.1-DIGITANDO A SENHA ......................................................................................................................... 22
Desativando a senha........................................................................................................................... 22
Ativando a senha ................................................................................................................................ 22
5.2-ALTERAÇÃO DE PARÂMETROS........................................................................................................... 22
6-OPERAÇÕES.................................................................................................................................... 24
6.1- OPERAÇÃO : MANUAL / AUTOMÁTICO............................................................................................. 25
6.1.1 -Operação no modo Automático................................................................................................ 25
6.1.2 -Operação no modo manual ...................................................................................................... 25
6.2-RAMPA DE SUBIDA ............................................................................................................................ 25
6.4-CONTROLE DE TENSÃO DO GERADOR - MODO AUTOMÁTICO ............................................................ 27
6.5-CONTROLE DE CORRENTE DE EXCITAÇÃO - MODO MANUAL ............................................................ 27
6.6-OPERAÇÃO U/F CONSTANTE ............................................................................................................. 28
6.7- OPERAÇÃO EM PARALELO................................................................................................................ 29
6.7.1 - FP Constante........................................................................................................................... 30
6.7.2 - Reativo Constante ................................................................................................................... 30
6.7.3- Compensação de Reativos........................................................................................................ 31
6.7.4 - Compensação de Queda de Linha........................................................................................... 31
6.8- CONTROLE DE TENSÃO POR CONTATOS REMOTOS ............................................................................ 32
6.9- CONTROLE DE TENSÃO PELA ENTRADA ANALÓGICA ±9V (OPCIONAL)............................................ 32
7-PROTEÇÕES .................................................................................................................................... 33
Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 5

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

SOBRE-TENSÃO: ...................................................................................................................................... 33
SUB-FREQUÊNCIA: .................................................................................................................................. 33
SOBRE-EXCITAÇÃO: ................................................................................................................................ 33
SUB-EXCITAÇÃO: .................................................................................................................................... 33
TEMPO EXCESSIVO ESCORVAMENTO ...................................................................................................... 33
FALTA DE FASE: ...................................................................................................................................... 33
FALTA DE REALIMENTAÇÃO: .................................................................................................................. 33
DESABILITANDO PROTEÇÕES .................................................................................................................. 34
PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO:............................................................................................................. 34
RESET DOS ALARMES............................................................................................................................... 35
8-LIMITADOR DE CORRENTE DE EXCITAÇÃO (LIMITE TÉRMICO) ................................ 35

9-COMANDOS EXTERNOS .............................................................................................................. 36

10-SAÍDAS ANALÓGICAS ................................................................................................................ 38

11- RELÉS DE SAÍDAS....................................................................................................................... 40

12- INDICADORES DE OPERAÇÃO ............................................................................................... 40


12.1 - RELÉS INDICADORES ..................................................................................................................... 40
12.2- LEDS INDICADORES........................................................................................................................ 41
13- ENTRADAS ANALÓGICAS........................................................................................................ 42

14-COMUNICAÇÃO SERIAL EM REDE........................................................................................ 42

TERMO DE GARANTIA.................................................................................................................... 45

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 6

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Regulador de Tensão Digital

GRMP03-1
1- Características técnicas:
• Regulação Estática < 0,5 %
• Resposta Dinâmica ajustável 4 à 500 ms
• Operação U/F 40-60Hz (com relação programável)
• Ajuste de Tensão Externo via botoeiras / PC /
• Ajuste de Droop p/Op.Paralelo 0 à 25.0 %
• Resolução (indicação) 1 V / 0.1Hz / 0.01 FP
• Peso aproximado 7 Kg (sem módulo potência)
• Estabilidade Térmica 0,5% de 0° à 60°C
• Temperatura de Operação 0° ∼ +60°C

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 7

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

2-Descritivo Geral do Equipamento


O Regulador Digital de Tensão GRMP03-1 é composto basicamente por dois
módulos:
a) CONTROLADOR (RAT) :Responsável pelo controle da tensão do gerador,
conforme os modos de operações definidos, e pelo acionamento dos alarmes;
b) INTERFACE DE PROGRAMAÇÃO (GIP): Permite a visualização e
programação dos parâmetros utilizados para o controle, enviando e recebendo
dados do RAT. Também realiza a comunicação com a rede RS-485.

RAT

GIP

Fig.2.1: Diagrama de ligação RAT-GIP

O RAT é formado por várias placas* conectadas dentro de um rack padrão de 19’’.
São elas:

EXT_AQUIS Função: Condicionamento e isolação da tensão do gerador


fases R, S, T e N, tensão de excitação e oito (08) entradas
digitais;
Descrição: TR1, TR2 e TR3 são transformadores isoladores
para as tensões R, S, T do gerador; U1:B, U1:C, U1:D
transformam sinal senoidal em onda quadrada; TPH1 é um TP
de efeito hall para isolação da medição da tensão de excitação;
U1:A é um amplificador não inversor que envia o sinal para o
A/D; U2, U3, U4, U5, U6, U7, U9 e U10 são opto isoladores
tipo TIL 111; U8 é uma fonte isolada.

AQUIS_1 Função: Condicionamento e isolação da corrente de


excitação, corrente do gerador fase T e CPU para cálculos das
medições analógicas e digitais;
Descrição: U2 é o DSP; U3 e U4 são memórias RAM; U17
define endereço; U16 comunicação RS 232; U8 é o conversor
A/D; U6 buffer de entrada do DSP; TC1 a TC3 são os TCs de
efeito hall para medição das correntes do gerador; U9:A, U9:B
são condicionadores de sinal corrente da fase R; U9:C
transforma onda senoidal em onda quadrada; U12:1, U12:B
são condicionadores de sinal de corrente da fase S; U12:C
transforma onda senoidal em onda quadrada; U14:A, U14:B
são condicionadores de sinal de corrente da fase T; U14:C
transforma onda senoidal em onda quadrada; U12D é
Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 8

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

condicionador de sinal de corrente de excitação proveniente


do TC de efeito hall externo.

CONTROL_1 Função: CPU de controle central;


Descrição: U13 é responsável por watch-dog; U2 é o DSP; U6
memória interna; U17 decodificador de endereço; U5:A até F
buffers para disparo dos tiristores; U11 isolador dos sinais de
sincronismo; U7, U9, U10 aacoplamento sinal TTL para saída
diferencial em 485 para o GIP;

SINCR_1 Função: Sincronismo da potência e saídas analógicas;


Descrição: TR1, TR2, TR3 são transformadores isoladores para
sinais de tensão de sincronismo; U1:A, U1:C e U1:D transforma
sinal senoidal em onda quadrada, cujo sinal é enviado ao cartão
control_1;U2, U5, U6, U7 recebem sinal de control_1 e são
conversores D/A das saídas analógicas; U3:A, U3:C, U3:B são
condicionadores de sinal para as saídas em tensão; U8, U9, U11
são fontes isoladas;

DRIVER_1 Função: Amplificador de pulsos dos tiristores;


Descrição: TR1 a TR6 são transformadores de pulso para
gatilho dos tiristores; U2 e U3 convertem tensão de 5 Vcc para
24 Vcc para alimentar o secundário dos trafos de pulso.

FONTE Função: Fonte de alimentação para o RAT;

RELE_1 Função: Acionamento dos relés de indicação de operação e


alarmes.
Descrição: U2 driver; K1 até K7 relés de saída.

RELE_2 Função: Acionamento dos relés de indicação de operação e


alarmes.
Descrição: U2 driver; K1 até K7 relés de saída.

EXTENSÃO Não contém placa, somente leds p/indicação de 2 entradas


digitais.

* Dependendo das funções disponíveis, poderão haver outras placas não descritas neste capítulo.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 9

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

A interação entre as placas é efetuada conforme o diagrama em blocos abaixo:

GIP

8 Entradas
Digitais

Tensão
R, S, T e
N
Tiristores
Driver_1 Control_1 Aquis_1 Ex_Aquis

Tensão de
Excitação

I gerador I exc

R
Sincronismo S Saídas
Sincr_1
T Relé_1 Contatos
Secos

Saídas
Analógicas
Saídas
Relé_2 Contatos
Secos

As cores dos leds seguem o seguinte padrão:


Led Verde: Operação normal e Fontes de alimentação
Todas as placas são alimentadas pela placa ´Fonte’, assim todos os leds verdes
indicando a alimentação (+5, -15, +15, +24V) devem estar sempre acesos. Os
leds referentes as tensões com terminação ‘ISO’ (-15V_ISO e +15V_ISO) são
referente as tensões isoladas geradas pelas micro-fontes presentes nas placas.
As seguintes placas são controladas por microprocessadores independentes,
permitindo indicar se a mesma está operando corretamente:
AQUIS_1;
RELE;
CONTROL_1.
Esta operação correta é confirmada monitorando o led verde ‘µ µP OK’, que
deve estar piscando (a cada 1segundo). Obs.: Estes leds (‘µ µP OK’) realmente
devem piscar, se permanecerem acesos ou apagados, algum problema está

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 10

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

ocorrendo com a placa.


Led Amarelo: Indicação de estados/operações ativas;
Estes leds estão presentes na placa de aquisição externa ‘EXT_AQUIS’ e nas
placas de ‘RELE’, possuindo interpretações diferenciadas.
Na placa EXT_AQUIS, o led amarelo indica se a entrada digital está
fechada (led aceso) ou aberta (led apagado).
E na placa RELE, indica se operação a qual o led se refere, está sendo
realizada (led aceso).

Led Vermelho: Falha e alarmes


Assim, quando o GRMP03 estiver operando normalmente, nenhum led
vermelho poderá estar aceso. Led vermelho indica anomalia no sistema ou
atuação de proteção.

2.1- Conexão básica do Equipamento ao Gerador

Embora o conjunto regulador GRMP03-1 tenha uma série de possibilidades de


operações e proteções , o equipamento é facilmente ligado ao gerador e ao painel de
comando do mesmo. A idéia básica da ligação do GRMP03-1 é dada na Fig.2.2

R
S G
T Campo

Módulo
de
Potência

Fonte alimentação

Comandos do Painel Relés de Proteção

Fig.2.2: Diagrama básico de ligação com o Gerador

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 11

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

2.2- Configuração em rede Supervisionada pelo Vircos*

O GRMP03-1 tem a possibilidade de ser monitorado individualmente (Fig.2.3) ou em


rede (Fig.2.4) via computador PC, através do software Vircos e conversores de sinais
RS-485 / RS-232. (Ambos fornecidos pela Grameyer ).

GIP

RS-485

Conversor
RS485 / RS232

RS-232

Fig.2.3: Diagrama do GRMP03-1 monitorado via computador

*OPCIONAL

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 12

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

A seguir temos um exemplo de ligação em rede com 3 reguladores, todos


supervisionados por um único PC, utilizando o software Vircos*.

Endereço do Equipamento: ( 03 )
RAT

GIP

Endereço do Equipamento: ( 02 )
RAT
RS-485
GIP

Endereço do Equipamento: ( 01 )

RAT

GIP

Conversor
RS485 / RS232

RS-232

Fig.2.4: Diagrama com vários reguladores GRMP03-1 em rede


Os detalhes das conexões da rede são mostradas no item 14 - Comunicação serial em
rede.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 13

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

2.3- Software de supervisão Vircos (OPCIONAL)

O software de supervisão Vircos tem as seguintes características básicas:

Monitoração de todos os parâmetros medidos pelo GRMP03-1, até 10


equipamentos ligados em redes;
Alteração dos parâmetros de referência;
Geração de gráficos, com programação do período e das variáveis desejadas;
Indicação dos alarmes ocorridos e das operações realizadas.

Informações mais detalhadas estão contidas no Manual do Usuário do software


Vircos.

3-Diagrama de Ligação Geral do Regulador GRMP03-1


O GRMP03-1 contém vários bornes para conexão com o gerador, tiristores, relés de
operação, proteção e etapa de potência.

O diagrama abaixo mostra os bornes de conexão. Para maiores detalhes consultar “O


GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÕES E INSTALAÇÃO”.

Na figura 3.1, apresentamos a forma geral de conexão do GRMP03-1.

Fig.3.1 - Vista geral do módulo de controle (RAT)

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 14

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Realize as conexões com o equipamento desligado !

Para a correta operação da medição e correção do FP, o TC


(transformador de corrente) deve estar conectado na fase T do gerador, e no
sentido correto; conforme desenho a seguir :

S1 S2

GERADOR
S

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 15

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

4-Telas & Mensagens


O GRMP03-1 além de regular e controlar a tensão, o reativo ou FP do gerador, ainda
indica seus valores no display do GIP (IHM).

Devido ao grande número de funções, medições e programações, existem várias telas


no GIP.

Para alternar entre uma tela e outra, basta pressionar as teclas ‘ ’ , ou ‘ ’.

4.1- Telas de leituras

As grandezas medidas (U, f , FP, Iexc, Uexc) são indicadas na tela 1.

tela 1 Ug=13.8 kV 60.0 Hz


FP= +0,95

Ue=70V Ie=5,0 A

E as grandezas (P, S, Q, Ig) são indicadas na tela 2.

tela 2 P= 3.95 MW
S= 4.10 MVA
Q=0.50 MVAr
Ug=13.8 kV Ig=250A

4.2-Telas de programação

As demais telas são chamadas de programação, onde sempre terão pelo menos dois
parâmetros programáveis. Para visualizá-las pressiona-se ‘ ’ , ou ‘ ’, caso deseja-
se mudar o valor veja o item 5-Programação. Mas caso deseja-se somente verificar a
programação ou mesmo voltar para tela continue pressionando ‘ ’, ou ‘ ’.

Todas as telas mostram, também, a tensão de saída do gerador. Deste modo, pode-se
observar a tensão de saída, enquanto se altera qualquer valor.

Tela 3

Programação da tensão de referência (Uref) e da rampa inicial. Uref é a tensão


desejada na saída do gerador (quando operando no modo automático). Rampa inicial é
o tempo que o gerador levará para atingir a tensão de referência a partir do momento
em que o regulador é habilitado.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 16

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

tela 3
Tela 3
Uref = 13.8 kV
Rampa inicial = 10s
Ug = 13.8kV

Tela 4

Tensão de excitação de referência (Uexcref) e endereço do GIP (GIP_end). Uexcref é


a tensão que o regulador usará como referência quando estiver no modo de operação
manual, ver item 6.1.2 -Operação no modo Manual. GIP_end, este parâmetro é
utilizado para comunicação com o PC, no caso de haver mais de uma excitatriz ligada
ao PC, cada GIP deverá ter um endereço diferente.

Tela 4
tela 4 Uexcref = 1 V
GIP_end = 001
Ug = 13.8kV

Tela 5

Tensão máxima de saída (Umáx) e Tempo Umáx. Umáx é a tensão máxima que o
gerador poderá atingir sem que o regulador acione o alarme de Umáx. Tempo Umáx é
o tempo que o regulador levará para acionar o alarme de sobre-tensão.

Tela 5
tela 5 Umax = 15.18 kV
Tempo Umax = 3s
Ug = 13.8kV

Tela 6
Freqüência mínima (Fmín) e Tempo Fmín. Fmín é a freqüência mínima que o gerador
poderá atingir sem que o regulador acione o alarme de Fmín. Tempo Fmín é o tempo
que o regulador levará para acionar o alarme de sub-freqüência.

Tela 6
Fmín = 55.0 Hz
tela 6 Tempo Fmin = 4s
Ug = 13.8kV

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 17

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Tela 7
Corrente de excitação máxima (Iexc_máx) e Tempo Iexc_máx. Iexc_máx é a corrente
máxima de excitação sem ocorrer alarme. Tempo Iexc_max é o tempo que o
regulador levará para acionar o alarme de sobre-excitação.

Tela 7
Iexc. max = 6.0 A
tela 7
Tempo Iex max = 3s
Ug = 13.8kV

Tela 8
Corrente de excitação mínima (Iexc_mín) e Tempo Iexc_mín. Iexc_mín é a corrente
mínima de excitação sem ocorrer alarme. Tempo Iexc_mín é o tempo que o regulador
levará para acionar o alarme de sub-excitação.

Tela 8
Iexc. mín = 1.0 A
tela 8
Tempo Iexc mín= 5s
Ug = 13.8kV

Tela 9
Existe quatro possibilidades de Comando: FP Cte. (FP constante - item 6.7), Q Cte.
(Reativo faixa L1/L2 - item 6.7), Comp.Q (Compesação de Reativo - item 6.7) e
Queda L. (Compensação de queda de Linha - item 6.7).

Tela 9
tela 9 Comando = FP Cte.

Ug=13.8kV

Tela 10
FP de referência (FPref) e o percentual do Droop. O regulador usará o valor FPref
como referência de Fator de Potência quando o comando for Fpcons (Comando é
definido na tela 10, item 6.7-Operação em paralelo). O quanto as correções da
operação em paralelo irão atuar são definidas em Droop, ver item 6.7 (Droop).

Tela 10
FPref = 0,98
tela 10
Droop = 5.0 %
Ug=13.8kV FP= 1.00

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 18

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Tela 11
‘Ciclos’ indica a velocidade com que o controle irá atuar na tensão do gerador e
‘KP_Correção’ é o ganho Proporcional quando no modo ‘FP Cte’ e ‘Q Cte’. Ver item
6.7-Correção de FP.

Tela 11
Ciclos = 40
KP_Correçao = 3
tela 11 Ug=13.8kV FP= 1.00

Tela 12
Limites da correção de Reativos. L1 e L2 são os limites superior e inferior. Não
importa a ordem de programação, o GRMP03 corrige para atuar dentro da faixa L1 e
L2.

Tela 12
L1 = +170 KVAr
L2 = -120 KVAr
tela 12
Ug=13.8kV FP= 1.00

Tela 13
Limite Térmico da Iexc (LTIexc) e tempo para atuação (Tempo LTIexc). Ver item
6.8-Limite Térmico Iexc.

Tela 13
LTIexc = 6 A
tela 13 Tempo LTIexc = 5s
Ug=13.8kV

Tela 14
Constantes do controlador PI da Limitação de Iexc, Proporcional (KP_LTI) e Integral
(KI_LTI). Ver item 6.8-Limite Térmico Iexc.

Tela 14
KP_LTI = 50
tela 14 KI_LTI = 40
Ug=13.8kV

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 19

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Tela 15
Freqüência do U/F (F-U/f) e relação do U/f (Volt/Hz). Ver item 6.6-Operação U/F
Constante.

Tela 15
F-U/f= 58.0Hz
tela 15 Volt/Hz = 30
Ug=13.8kV

Tela 16
O ‘Angulo’ é usado para se disparar o tiristores num ângulo fixo, quando no modo
manual. Quando operando normalmente, deve-se deixar o ‘Angulo’ em ‘Auto’.
Obs: ‘Angulo = Auto’ significa que o controle é pela Uger (Modo Automático) ou
Uexc (Modo Manual).

Relação de transformação do TP, indica o transformador de potencial que está sendo


utilizado para medição da tensão de realimentação.

Tela 16
tela 16 Angulo = Auto
TP = 13800 / 115
Ug=13.8kV

Tela 17
Relação do ‘TC de excitação’ e o do ‘TC de saída’ do gerador.

Tela 17
tela 17 R.TCexc = 100
R.TC saída = ???
Ug=13.8kV

Tela 18

Tensão de escorvamento (Uescorv) e Tempo de escorvamento. Uescorv é a tensão até


a qual o gerador será excitado pelo escorvamento. A partir deste valor de tensão o
gerador passa a ser excitado pelo controle do regulador.
Esta tensão está relacionada ao secundário do transformador. Portanto enquanto a
tensão de saída do gerador, no lado de baixa (115V), for menor que “ Uescorv’’ ,o
gerador será excitado pelo relé de escorvamento.
O ‘Tempo escorv.’ refere-se ao tempo máximo que o relé de escorvamento poderá
ficar habilitado, caso a tensão de saída do gerador não alcance Uescorv.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 20

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Tela 18
tela 18
Uescorv = 47 V
Tempo escorv. = 8s
Ug=13.8kV

Tela 19

Ganho Proporcional (KP_M) e Ganho Integral (KI_M) do controlador PI, quando


operando no Modo Manual. Ver item 6.4-Controle de tensão do gerador .
Obs.: ‘y’ indica a ação de saída do controlador (0-100%)

Tela 19
KP_M = 10
tela 19 KI _M = 15
Ug= 13.8kV y= 45%

Tela 20

Ganho Proporcional (KP_A), Ganho Integral (KI_A) e Ganho Derivativo (KD_A) do


controlador PID, quando operando no Modo Automático. Ver item 6.4-Controle de
tensão do gerador .
Obs.: ‘y’ indica a ação de saída do controlador (0-100%)

KP_A = 14
KI _A = 8
tela 20 KD_A = 14
Ug= 13.8kV y= 45%

Tela senha

Esta tela aparece sempre que a tecla “chave” for pressionada, ou quando tenta-se
alterar qualquer valor com a senha ativada.

DIGITE A SENHA
000
tela senha
ATIVADA (X)

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 21

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

5-Programação

5.1-Digitando a senha

Para aparecer no display a tela senha, basta pressionar a tecla ‘chave’. O “X” entre
parênteses indica senha ativada (o display mostra “000” ), e sem o “X” indica senha
desativada (o dispaly mostra “ valor da senha”). Para sair desta tela pressiona-se a
tecla ‘chave’.

Desativando a senha

Para desabilitar a senha deve-se pressionar a tecla ‘P’, logo em seguida o cursor
piscará no primeiro dígito, desta forma pode-se alterar este dígito pressionado-se
somente a tecla ‘ ’, quando atingir o valor desejado, pressiona-se ‘P’ novamente. O
cursor piscará, agora, no segundo dígito. Procede-se da mesma maneira até o último
dígito, caso a senha esteja correta o cursor piscará entre os parênteses, assim,
pressionando-se a tecla ‘ ’ o “X” aparece ou desaparece, indicando senha ativada ou
desativada. Caso a senha esteja incorreta o cursor irá parar de piscar e o display
mostrará “000” novamente.

Ativando a senha

Basta seguir os mesmos passos do item anterior. Caso não deseja-se alterar o valor da
senha, pressiona-se somente a tecla ‘P’, até o cursor piscar entre os parênteses. Se o
valor da senha for alterado, este será o novo valor da senha.

5.2-Alteração de parâmetros

Só é possível alterar qualquer parâmetro quando a senha estiver desativada.


São vários os parâmetros a serem programados. Na Tabela-II constam os parâmetros e
as faixas de valores permitidas para cada parâmetro.

OBS.: Preencha na Tabela-II o item : Ajuste Usuário , com os valores que você
programou seu equipamento. Isto é importante para acompanhar as alterações que
podem ocorrer.

Para iniciar a programação, deve-se entrar na tela onde está o parâmetro que se deseja
alterar (‘ ’ , ou ‘ ’), pressionando a tecla ‘P’ o cursor piscará em cima do
primeiro parâmetro, deste modo, pode-se alterar este valor pressionando as teclas ‘
’ , ou ‘ ’. Após atingir o valor desejado basta pressionar a tecla ‘P’ novamente, e o
cursor piscará, agora, no segundo parâmetro. Caso se deseja alterar este parâmetro
também, pressiona-se as teclas ‘ ’ , ou ‘ ’. Pressionando-se ‘P’ novamente o
cursor desaparece. Após feito isso, os novos valores já estarão salvos.

Exemplo :1
Deseja-se alterar a tensão de referência, e o display está mostrando a tela 1.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 22

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Pressiona-se :
1. as teclas ‘ ’ , ou ‘ ’, até aparecer a tela 3. Neste caso duas vezes a tecla ‘ ’
já é suficiente;
2. a tecla ‘ P ’. O cursor piscará em cima do valor referente ao Uref;
3. a tecla ‘ ’ para aumentar o valor, ou ‘ ’ para diminuir o valor;
4. a tecla ‘ P ’. O cursor piscará em cima do valor referente à rampa inicial ( caso
quisesse-mos alterar este valor, pressionaríamos as teclas ‘ ’ , ou ‘ ’)
5. a tecla ‘ P ’. O cursor desaparece.

TABELA - II

Parâmetros a serem programados


Parâmetro Função Unid. Faixa Ajuste Usuário Inibição
Uref Set point tensão V 0 - 15000
Rampa Inicial Rampa inicial de subida s 0 - 99 0
Uexcref Set point tensão de excitação V 0 - 500
GIP_end Endereço do GIP p/ comunic. Serial ---- 0 - 255
Umáx Máxima tensão V 0 - 18000
Tempo Umáx Tempo p/ acionar alarme s 0 -99 ---
Fmín Frequência mínima Hz 30 -60
Tempo Fmin Tempo p/ acionar alarme s 0 -99 ---
Iexcmáx Corrente de excitação máxima A 0 - 800
TIexcmáx Tempo p/ acionar alarme s 0 - 99 ---
Iexcmín Corrente de excitação mínima A 0 - 500
TIexcmin Tempo p/ acionar alarme s 0 - 99 ---
Comando FP Cte / Q Cte / Comp Q / Queda L --- --- ---
FPref FP de referência - 0,30 /+0,30
Droop Droop % 0 - 25.0 0
Ciclos Velocid. Correção FP/Q (Paralelo) ciclos 0 - 99
KP_Correção Ganho Proporcional FP/Q (Paralelo) 0 - 255
L1 Limite 1 Faixa Q kVAr -30M +30M
L2 Limite 2 Faixa Q kVAr -30M +30M
LTIexc Limite Térmico Iexc A 0 - 500
Tempo LTIexc Tempo atuação Limite Térmico s 0 - 99 ---
KP_LTI Ganho Proporc. Controle Iexc 0 - 200
KI_LTI Ganho Integral Controle Iexc 0 - 200
F - U/F Frequência de Operação do U/F Hz 30 - 60
Volt/Hz Relação Volt / Hz V/Hz 0-250 0
Angulo Angulo Fixo ° 0 -150 Auto
TP Relação do TP --- 110 - 15000/115
TCexc Relação do TC de excitação 5 - 10000/5
TCsaida Relação do TC de saída 5 - 10000/5
Uescorv. Tensão de escorvamento V 0 - 100
Tempo escorv. Tempo máximo de escorvamento s 0 - 99
KP_M Ganho Proporcional (Manual) 0 -200
KI_M Ganho Integral (Manual) 0 -200
KP_A Ganho Proporcional (Automatico) 0 -200
KI_A Ganho Integral (Automatico) 0 -200
KD_A Ganho Diferencial (Automatico) 0 -200

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 23

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

6-Operações
O Regulador de tensão microprocessado GRMP03-1 realiza ao mesmo tempo,
vários controles. O controle básico, sem dúvida, é o de manter a tensão de saída do
gerador constante, ou seja, igual ao valor de referência programado. (Isto no modo
Automático, veja item 6.1.1). Temos também a atuação U/F constante, que é
utilizado para abaixar a tensão de saída do gerador proporcionalmente à queda de
freqüência. (Veja item 6.6). Existem os controles para manter o FP constante (= FP
programado), o de Compensação de Reativos, o de queda na linha e o controle de
Reativo em faixa L1/L2, quando operando em paralelo.
A seguir, vemos o diagrama de blocos do GRMP03-1.
Y Y R
L1 CONVERSOR RS485
L2 S
A/D 14 BITS
L3 T Interface
de
P
r Comunicação
N
U-SINC o GIP
TRANSFORMADOR DE
c
REALIMENTAÇÃO
e
Entradas
s
digitais
s
SENSOR a
DE d
CORRENTE o
I-SINC
r R
e E
s
L
S É
S
UEXC_SINC

TRANSFORMADOR
DE EXCITAÇÃO ponte tiristor.
trifásico
Y∆
U
V
W

L1 L2 L3

TC Efeito Hall

CAMPO

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 24

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

6.1- Operação : Manual / Automático

6.1.1 -Operação no modo Automático

Sem dúvida a função inicial de regulador de tensão é manter a tensão de saída do


gerador igual ao valor de referência previamente programado. Para esta função, o
regulador deve estar atuando no modo Automático (veja item 9-Comandos Externos),
onde a tensão de saída do gerador é utilizada como realimentação.

Durante o modo Automático, outros controles podem atuar na tensão de referência,


são eles: Rampa de Subida, Operação U/F e Correção FP/Q, queda na linha e reativo
em faixa L1/L2.
A tensão de referência pode ser a programada no GIP, botoeiras remotas ou ainda pela
rede supervisionada pelo software Vircos*.

6.1.2 -Operação no modo manual

Neste modo de operação a tensão de realimentação da excitatriz estática passa a ser a


corrente de excitação. Este modo de operação é selecionado através de uma chave na
de seleção (automático/manual) e é utilizado durante ensaios de comissionamento, ou
secagem do gerador.

O valor de referência é programado na Tela 4- “Uexcref ”.

Obs.1 : A referência do regulador será a corrente de excitação somente se o


valor programado em ‘Angulo’ for igual à ‘Auto’ (Tela 18). Caso
contrário, o GRMP03 irá disparar os tiristores num ângulo constante
igual ao programado nesta variável. O controle pelo angulo poderá
somente ser realizado quando o transformador de excitação estiver
sendo alimentado por uma fonte independente (ex.: pela Rede).

Obs.2: Quando no modo Manual, o GRMP03 não terá as seguintes funções:


ο Rampa de subida;
ο Escorvamento Automático;
ο Operação U/F;
ο Operação em Paralelo;

6.2-Rampa de subida

A fim de evitar ‘overshoot’ e outros problemas, o GRMP03-1 tem uma função


chamada ‘Rampa de Subida’. Quando se energiza o GRMP03-1, a tensão de saída se
mantém no mínimo (0V) enquanto estiver Desabilitado (item 9-Comandos Externos
<Habilita Regulador>). Ao habilitar, a tensão de referência começa a subir numa
rampa, até o valor programado em Uref (Tela 3). Quando se desabilita, o ângulo de
disparo é jogado para 150o, provocando a desexcitação rápida do sistema de
regulação, diminuindo a tensão do gerador até 0 V.
Obs.: A tensão 0V é de referência, mas a tensão real na saída do gerador depende do
remanente da máquina .

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 25

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

A inclinação da rampa, é programada na Tela-3 - “Rampa Inicial”. Onde o valor


programado define em quanto tempo o valor de referência (Uref) será atingido.

O escorvamento poderá gerar descontinuidade na rampa, de modo que se o valor da


tensão de escorvamento estiver muito próxima da tensão de referência poderá ocorrer
sobretensão (‘overshoot’).

Obs: 1) Enquanto estiver na rampa, os modos de correção de FP, comp Q, quada na


linha, reativo faixa L1/L2 e U/F constante estarão desabilitados.
2) Se o modo de operação for ‘Manual’ não haverá rampa de subida.
6.3 - Escorvamento Automático

O GRMP03-1 tem a habilidade de escorvar o gerador automaticamente quando todas


a condições abaixo forem atendidas:
a tensão de saída do gerador for menor que a programada na tela 18 (Uescorv);
contato Habilita regulador estiver fechado;
nenhum alarme estiver acionado;
estiver operando no Modo Automatico;
programação da tensão de escorvamento: Uescorv >0.

A seguir temos um exemplo de inicialização de regulação, onde diversas funções são


identificadas. Observe a tensão remanente gerada pelo gerador enquanto o regulador
não está habilitado. O tempo ‘Rampa Inicial’, somente começa a contar após habilitá-
lo, e o relé de escorvamento desliga após a tensão atingir o valor de Uescorv.
V
Rampa Inicial

UREF

Regulador “Rampa Subida” “Condição Normal”


Desabilitado Pode atuar com:
U/F Cte
FP/Q Cte

UESCORV

UREMANENTE
t
Habilita Fim da Rampa
Regulador (atingiu Uref)
(Início
Escorv.) Fim do
Escorvamento

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 26

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Caso a tensão do gerador não suba, e permaneça abaixo da tensão de Uescorv, então o
relé de Escorvamento ficará acionado até o tempo ‘Tempo escorv.’ terminar.(Tela
18). Após este tempo terminar, caso a tensão ainda assim não tenha passado por
Uescorv., o alarme ‘Tempo Escorv.Excessivo’ será acionado.

Obs.: Para desabilitar o escorvamento automático deve-se programar Uescorv = 0.

6.4-Controle de tensão do gerador - Modo Automático

O regulador GRMP03-1, realiza um controle PID (Proporcional + Integral +


Derivativo) para manter a tensão de saída do gerador igual a referência, quando
operando no modo Automático.

A realimentação vem da saída do gerador (fases RST), a tensão de referência é


programada em Uref (Veja item 5-Programação) e a saída do controle atuará na
excitação do regulador, através dos bornes I+ e K-.

As constantes devem ser programadas de modo que o regulador estabilize a tensão de


saída do gerador. Um exemplo de valores programados para as constantes do
controlador, são:
-KP_A =14 (ganho Proporcional)
-KI_A =08 (ganho Integral)
-KD_A=14 (ganho Derivativo)

Logo, para programar tais valores, recorra ao item 5-Programação, e altere o valor de
KP_A, KI_A e KD_A.

6.5-Controle de corrente de Excitação - Modo Manual

O regulador GRMP03-1, realiza um controle PI (Proporcional + Integral ) para


manter a corrente de excitação constante, quando operando no modo Manual.

A realimentação vem do campo do gerador (corrente de excitação), a corrente de


referência é programada em Iexcref (Veja item 5-Programação) e a saída do controle
atuará na excitação do regulador, através dos bornes I+ e K-.

As constantes devem ser programadas de modo que o regulador estabilize a corrente


de excitação do gerador. Um exemplo de valores programados para as constantes do
controlador, são:
-KP_M=2 (ganho Proporcional)
-KI_M =15 (ganho Integral)

Logo, para programar tais valores, recorra ao item 5-Programação, e altere o valor de
KP_M, KI_M.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 27

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

6.6-Operação U/F constante

Quando a freqüência do gerador cai abaixo do valor programado para a freqüência


U/F, a tensão de saída do gerador diminuirá na proporção programada pela relação
Volt/Hz.

Quando o regulador opera neste modo, o led ‘U/F Constante’ no GIP acenderá. Isto
irá acontecer quando a freqüência medida for menor que a programada em F-U/f (Tela
15).
Obs.: A operação U/F somente está habilitada quando se está no Modo Automático, e
não está em Paralelo.

Veja o gráfico a seguir que mostra a operação U/F constante.

100%
U_REF
0.0 V/Hz

TENSÃO
GERADOR

200 V/Hz

0 40 Hz UF
FREQUÊNCIA DO GERADOR

- Operação ajustável entre 0 à 250 V/Hz;

- Atuação da proteção sub_freqüência, onde 40Hz é o mínimo valor possível


para atuação da proteção (casoTempo Fmin seja programado como “---”
não ocorrerá alarme).

Observe que temos dois valores para programar. Um será a freqüência U/F, para a
qual o equipamento entrará neste modo quando a freqüência medida for menor que
ela, e outro parâmetro será a relação U/F.

Os dois parâmetros são programados conforme item 5-Programação.


Para desabilitar a operação U/F deve-se programar a relação ‘Volt/Hz = 0’.

Por exemplo, vamos programar o GRMP03-1 para entrar em U/F quando a freqüência
for menor que 54 Hz (supondo que está acoplado num gerador de 60Hz) e fazer com
que a tensão diminua 4V por Hz. No display teremos:

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 28

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Tela 15
F-U/f= 54.0Hz
Volt/Hz = 4
Ug=13.8kV

6.7- Operação em Paralelo

Quando o gerador estiver operando ligado a uma rede ou outro gerador, é dito que o
mesmo está operando em Paralelo. Neste caso algum controle adicional é realizado. O
GRMP03 realiza os seguintes controles: (seleção feita pelo ‘COMANDO’ na Tela
19).
ο Fator de Potência Constante (FP Cte);
ο Reativo Faixa L1/L2 (Q Cte);
ο Compensação de Reativos (Comp.Q);
ο Compensação de Queda de Linha (Queda L).

Após o gerador ser ligado à rede ou à outro gerador, o GRMP03-1 deverá reconhecer
o modo paralelo, o que é feito através da entrada digital 2 (Bornes 3-4 em X4)
Observe que o led Oper paralelo do GIP irá acender.

O GRMP03-1 informa o FP e Q (Potência Reativa) onde:

+ INDUTIVO - CAPACITIVO.

Para operação em Paralelo, alguns parâmetros são usados conforme a seleção em


‘Comando’ (Tela 9). De modo geral suas funções são:

FPref: referência do FP, usado somente quando selecionado para ‘FP Cte.’ (FP
constante)

Droop: usado para limitar a variação da tensão dos geradores, quando estiver
operando em paralelo com geradores que não ‘seguram’ a tensão da linha.
Por exemplo dois geradores em paralelo. Usado nos modos: ‘FP Cte.’, ‘Q
Cte.’, ‘Comp.Q’ e ‘Queda L.’

Ciclos: Velocidade com que o controle irá atuar para corrigir o FP/Q. Quanto menor
o valor, mais rápido ele irá atuar. Cada ciclo de controle é executado em 16
ms, logo se esta variável for programada como = 1, então a cada 16 ms a
tensão de saída irá variar para manter o FP/Q constante. Um bom valor na
prática está em torno de 30 (~480ms), mas depende da carga da rede e do
gerador. Usado nos modos: ‘FP Cte.’e ‘Q Cte.’.

Kp_correção: Este ajuste é do ganho proporcional do controle de FP/Q, somente


usado quando estiver operando no modo ‘FP Cte.’ ou ‘Q Cte.’.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 29

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Para operar em paralelo com uma rede, o usuário deverá ter uma autorização da
companhia concessionária. Pois essas ligações devem ser informadas e aprovadas pelas
distribuidoras de energia a fim de evitar problemas e acidentes.

A Grameyer Equip. Eletrônicos Ltda não realiza a operação em paralelo sem a


autorização da companhia concessionária e portanto não se responsabiliza pelo uso
indevido do equipamento nessas condições.

6.7.1 - FP Constante

Programação: << Tela 9>> Comando = FP Cte.

Neste modo, quando em paralelo, o objetivo da regulação é manter o FP constante e


igual ao programa no valor de referência do FP (FPref). O FP de referência é limitado
entre +0.30 e - 0.30. Observe que o sinal + indica INDUTIVO, e - indica
CAPACITIVO.

Além do FP de referência temos mais três ajustes referente a esse controle:

Velocidade de controle (Ciclos): Velocidade com que o controle irá atuar para
corrigir o FP. Quanto menor o valor, mais rápido ele irá atuar. Cada ciclo de controle
é executado em 16 ms, logo se esta variável for programada como = 1, então a cada
16 ms a tensão de saída irá variar para manter o FP constante. Um valor bom na
prática está em torno de 30 (480ms), mas depende da carga da rede e do gerador.
Valor muito baixo (correções muito rápidas) pode levar à oscilações.

DROOP: Outro ajuste importante é o do droop. Ele indica até quantos porcentos da
tensão nominal dada pela relação do TP, que o regulador poderá variar para
manter o FP constante. Esse parâmetro varia de 0-25% da tensão nominal.
Logo se programá-lo = 0, não haverá correção de FP.
Assim, esse parâmetro evita com que uma máquina interfira muita na outra, não
permitindo grande variação de tensão em ambas.

FP_Correção: Este ajuste é do ganho proporcional do controle de FP, usado quando


estiver operando no modo paralelo.

6.7.2 - Reativo Constante

Programação: << Tela 9>> Comando = Q Cte.

Neste modo, quando em paralelo, o objetivo da regulação é manter a Potência


Reativa, Q, dentro de uma faixa determinada pelos limites L1 e L2. Observe que o
sinal + indica INDUTIVO, e - indica CAPACITIVO.

Além dos limites da faixa L1 e L2 temos mais três ajustes referente a esse controle:

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 30

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Velocidade de controle (Ciclos): Velocidade com que o controle irá atuar para
corrigir o Q. Quanto menor o valor, mais rápido ele irá atuar. Cada ciclo de
controle é executado em 16 ms, logo se esta variável for programada como
= 1, então a cada 16 ms a tensão de saída irá variar para manter o Q dentro
da faixa L1 e L2. Um bom valor na prática está em torno de 30 (~480ms),
mas depende da carga da rede e do gerador. Valor muito baixo (correções
muito rápidas) pode levar à oscilações.

DROOP: Outro ajuste importante é o do droop. Ele indica até quantos porcentos da
tensão nominal dada pela relação do TP, que o regulador poderá variar para
manter a Potência Reativa dentro da faixa programada. Esse parâmetro varia
de 0-25% da tensão nominal. Logo se programá-lo =0, não haverá correção
de Q.

Assim, esse parâmetro evita com que uma máquina interfira muita na outra, não
permitindo grande variação de tensão em ambas.

FP_Correção: Este ajuste é do ganho proporcional do controle de Q, usado quando


estiver operando no modo paralelo.

6.7.3- Compensação de Reativos

Programação: << Tela 9>> Comando = Comp. Q

O GRMP03-1 pode fazer a compensação de reativos quando estiver operando em


paralelo. Para realizar a compensação, a tensão de saída deverá variar, conforme a
impedância do barramento da rede. Esta operação é a mesma realizada pelos
reguladores analógicos antigos.

O único parâmetro necessário para Compensação de reativos é o DROOP indica o


quanto o controle irá alterar a tensão de saída do gerador para compensar os reativos
na linha. Logo se programá-lo como 0, não haverá compensação de Reativos.

6.7.4 - Compensação de Queda de Linha

Programação: << Tela 9>> Comando = Queda L

Para evitar as quedas de tensão provenientes de uma variação muito grande de carga,
o GRMP03-1 tem a função de compensar a queda de tensão da linha.

Além da tensão de saída do gerador, o GRMP03-1 irá analisar a corrente de saída do


gerador, medido pelo TC da fase R. Independente do FP medido, o valor real da
medida de corrente irá interferir na realimentação, na proporção programada em
DROOP.

Obs.:Caso o seu sistema necessite desta operação, entre em contato conosco, pois este
modo depende dos parâmetros do gerador, do sistema e do tipo de operação desejada.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 31

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

6.8- Controle de tensão por contatos remotos

Duas entradas digitais permitem aumentar e diminuir a tensão do gerador quando no


modo Automático ou a tensão de excitação quando no modo Manual.

Operando no modo Automático

A tensão de saída do gerador pode ser controlada a distância, através da conexão de


botoeira.
A máxima variação permitida é de ±10% da nominal.

Importante: O valor de referência não será salvo pelo GIP, ou seja quando o
equipamento for desabilitado (Conector ‘Habilita Regulador’ = aberto) o
valor de referência irá desconsiderar as alterações causadas pelas
botoeiras. Quando o GRMP03-1 for novamente Habilitado o valor de
referência será novamente o programado pelo GIP.

Operando no modo Manual

A corrente ou tensão de Excitação do gerador pode ser controlada a distância, através


da conexão de botoeiras.
A máxima variação permitida é de ±10% da nominal.

Importante: O valor de referência não será salvo pelo GIP, ou seja quando o
equipamento for desabilitado (Conector ‘Habilita Regulador’ = aberto) o
valor de referência irá desconsiderar as alterações causadas pelas botoeiras.
Quando o GRMP03-1 for novamente Habilitado o valor de referência será
novamente o programado pelo GIP.

6.9- Controle de tensão pela entrada analógica ±9V (Opcional)

Uma entrada analógica possibilita o ajuste remoto da tensão de referência (Ug)


através de uma fonte de tensão variável entre –9V e +9V. O curso máximo é de +10%
da tensão nominal quando +9V , e –10% quando aplicado –9V. Logo, com esta
entrada desconectada ou com 0V, não haverá variação na tensão de saída do gerador.
Este controle é disponível tanto no modo “automático” quanto no modo “manual”.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 32

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

7-Proteções
Após o acionamento do alarme, o GRMP03-1 pára de regular (ângulo irá para 150°), e
indicará no GIP qual alarme ocorreu. Os alarmes são temporizados, de acordo com o
valor programado, evitando assim alarmes falsos. Veja quais são eles:

Sobre-tensão:
- tensão maior que a programada em Umax
- quando atua, acende o led sobre tensão;
(Somente atua no modo Automático)

Sub-Frequência:
- freqüência menor que a programada em Fmín
- quando atua, acende o led sub frequência;

Sobre-Excitação:
- corrente maior que a programada em Iexcmáx
- quando atua, acende o led sobre excitação;

Sub-Excitação:
- corrente menor que a programada em Iexcmín
- quando atua, acende o led sub excitação;

Tempo Excessivo Escorvamento


- tensão de saída permaneceu menor que ‘Uescorv’ por um
período maior ‘Tempo escorv’ .

Os próximos dois alarmes tem temporização fixa de 1s e não podem ser


desabilitados:

Falta de Fase:
- detectou falta em pelo menos uma das fases da potência
- quando atua, acende o led falta de fase;

Falta de Realimentação:
- detectou falta em pelo menos uma das fases de realimentação
- - quando atua, acende o led falta de realimentação;
(Somente atua no modo Automático)

Para alterar os demais valores veja item 5-Programação.


Embora qualquer limite de operação de proteção será aceito para programação, para
sobrecorrente (Excitação ou do gerador) o máximo permitido é de 25% acima da
Nominal.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 33

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Ex.: Se o TC do gerador for 150/5A o máximo de sobrecorrente de saída


programada deverá ser 187 A (150A + 25%).

IMPORTANTE:As proteções somente serão monitoradas com o regulador


HABILITADO (indicado no GIP).

ATENÇÃO: Após ocorrer alarme o GRMP03-1 somente voltará a regular caso as


proteções sejam resetadas através do comando externo, Reset
Alarmes e desabilitando e habilitando (Habilita Regulador) o
regulador novamente.

Desabilitando Proteções

Para desabilitar algum alarme deve-se programar o seu respectivo tempo com “---”
(aparece após o ‘99’ ).
Quando o regulador está DESABILITADO nenhuma proteção atuará.

Princípio de Funcionamento:

Para cada alarme temos então dois parâmetros, o valor máximo ou mínimo da
grandeza a ser monitorada e o tempo máximo que o GRMP03-1 deve esperar para
disparar o alarme. O importante é lembrar que não ocorrerá alarme se a condição
voltar ao normal antes de atingir o tempo programado, como pode ser visto no gráfico
a seguir:

V
Maior que o tempo
Menor que o tempo programado
programado
Umáx

UREF (ALARME)
(Nada ocorre, pois
voltou ao normal)

t
Atuação da
Proteção

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 34

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

A proteção de Falta de Realimentação irá somente ser habilitada quando a tensão


média da tensão de Saída do Gerador for maior que 10 % do TP selecionado. E após
isto, irá disparar o alarme quando qualquer uma das tensões tiver fora da faixa de 30%
da tensão média. O delay para o disparo será fixo (1 segundos).

Reset dos alarmes

Após ocorrer algum alarme, o GRMP03-1 para de regular (tensão de referência vai
para zero), e a indicação do alarme ocorrido permanece aceso no GIP.

Para resetar os alarmes, deve-se:

Fechar os contatos ‘Reset Alarmes’, por um pequeno período, por exemplo 1


segundo;

Ou pode-se resetar os alarmes através do GIP, mantendo a tecla P pressionada por


aproximadamente 3 segundos na tela principal (tela 1);

Outra maneira, não muito comum, é a de desligar o GRMP03-1 (desconectar a


alimentação).

Retornando a regulação normal

Para retornar a operação, deve-se desabilitar o regulador (chave externa HABILITA


Regulador) e em seguida habilitar. Após os alarmes terem sido resetados!

8-Limitador de Corrente de Excitação (Limite Térmico)


O GRMP03-1 poderá ser programado para limitar a corrente de excitação do gerador
após um determinado tempo. Este tempo permite que o gerador responda a
transitórios que exigem uma corrente de excitação elevada. O limitador usa um
controlador de P+I, proporcional mais integral, cujas constantes devem ser ajustadas.

Os parâmetros de Limite Térmico de Corrente e o tempo são programáveis na Tela


13, através dos respectivos dados: LTIexc e Tempo LTIexc. O valor de
Iexcmax também é usado aqui pelo limitador, como mostra a figura abaixo, e é
programado na Tela 7.

Os ganhos do controlador PI, são ajustados na Tela 14, através dos dados:
KP_LTI e KI_LTI.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 35

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

A figura abaixo fornece a idéia de como o limitador térmico da Iexc funciona.

IEXC (A)

Iexcmax

LTI_IEXC

t (s)
Tempo LTIexc

Para desabilitar a limitação de corrente basta aumentar o parâmetro: Tempo


LTIexc, até aparecer no display: Tempo LTIexc = - - - .

De forma geral, os valores para os ganhos do controlador normalmente são:

KP_LTI = 25 KI_LTI = 15

Para o correto funcionamento, as seguintes condições devem ser atendidas:

1) Os parâmetros LTIexc e Iexcmax não devem ser maiores que o dobro do


TC_EXC.

2) O parâmetro Iexcmax deve ser pelo menos 10% maior que o valor de LTIexc.

3) O Limite Térmico de Corrente, LTIexc , deve ser pelo menos 5% maior que a
corrente nominal do gerador, a fim de evitar constantes limitações de corrente.

9-Comandos Externos
O GRMP03-1 possui dez entradas digitais destinadas aos comandos externos via CLP
ou botoeiras. A seguir relacionamos as principais funções que lhes são atribuídas:

Habilita o Regulador: Com os contatos fechados, o GRMP03-1 está habilitado


para regular normalmente, podendo ser desabilitado abrindo estes contatos. Ou
ainda pelos alarmes ou comando de desexcitação rápida.

Operação Paralelo: Estes contatos habilitam a correção de FP/Q quando estiver


fechado. Logo deve ser mantido aberto quando não se deseja operar em paralelo.
Veja o item 6.7-Operação Paralelo.

Reset dos Alarmes: Estes contatos resetam os relés de alarmes, e apagam os leds
de alarmes no GIP. Este comando deve ser dado após a ocorrência de alarme,
quando se desejar voltar a operação normal. Importante: Enquanto estes contatos
permanecerem fechados, nenhum alarme ocorrerá. Logo, para resetar algum
alarme, deve-se somente fechá-los por um instante (1s)

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 36

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Os dois comandos externos a seguir, somente funcionam quando operando no modo


LOCAL:
Aumenta Tensão Referência: Fechando este contatos, a ação dependerá do modo
de operação MAN/AUT
a) AUT: tensão da saída do gerador irá aumentar. Veja item 6.8- Controle de
Tensão por controle remoto;
b) MAN: tensão de excitação do gerador irá aumentar. Veja item 6.8- Controle
de Tensão por controle remoto.

Diminui Tensão Referência: Fechando este contatos, a ação dependerá do modo


de operação MAN/AUT
a) AUT: tensão da saída do gerador irá diminuir. Veja item 6.8- Controle de
Tensão por controle remoto;
b) MAN: tensão de excitação do gerador irá diminuir. Veja item 6.8- Controle de
Tensão por controle remoto.

Automático / Manual: Estes contatos selecionam o modo de Operação Manual


ou Automático do gerador. Quando está aberto o modo é Manual, e fechado o
modo é Automático. Veja o item 6.1: Operação / Automático.
Local / Remoto: Estes contatos indicam se a operação é realizada no local,
quando fechados; ou remotamente pela rede RS485, quando abertos.
Fusível Potência aberto: Indica que pelo menos um dos fusíveis das fases que
alimentam a potência está aberto.

GRMP03-1
Conector X4

1 2 3 4 ............... 17 18 19 20

Hab.Reg Hab.Paral. Fusível cc. Reserva


h

Exemplo de ligação das entradas digitais

Atenção: Nenhuma tensão deverá ser aplicada nestes bornes, somente devem ser
mantidos abertos ou fechados. Como mostra o desenho.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 37

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

10-Saídas Analógicas
O GRMP03-1 contém 4 saídas analógicas isoladas de 4-20 mA ou 0 +10V. Verifique
como o seu GRMP03 está configurado na GUIA DE CONFIGURAÇÕES E
INSTALAÇÃO, pois somente uma das opções acima está disponível.

A Tabela-III a seguir informa as grandezas disponíveis, que servem para qualquer


configuração (I ou U):

Tabela-III
Grandeza
Tensão de Realimentação
Corrente do Gerador
Tensão de Excitação
Corrente de Excitação

Fórmulas para cálculo das grandezas medidas:

Saída de Corrente 4-20mA:


Utilize a seguinte fórmula:

Valor = [ FS * (Is - 4ma) ] / 16

Onde: Valor : grandeza medida (V, A, kW, kVA, kVAr)


FS: fundo de escala (ver no GUIA DE CONFIGURAÇÃO E INSTALAÇÃO)
Is : corrente gerada pela saída em questão (em mA).

Exemplos:
Ex1: Com o FS = 10000 e corrente na saída A = 14mA, significa que a tensão de
saída do gerador é de: Valor = [10.000 * ( 14-4) ] / 16
Valor = 6.250 V

Ex2: Com o FS = 5000 para a potência ativa, sendo a corrente na saída B = 10mA,
significa que a Potência Aparente é de: Valor = [ 5000 * ( 10-4) ] / 16
Valor = 1875 kVA

Saída de Tensão 0 +10V:

Utilize a seguinte fórmula:

Valor = ( FS * Us ) / 10

Onde: Valor : grandeza medida (V, A, kW, kVA, kVAr)


FS: fundo de escala
Us : tensão gerada pela saída em questão (em U).

Exemplos:
Ex1: Com o FS = 10000 e tensão na saída A = 8.25 V, significa que a tensão de
Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 38

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

saída do gerador é de: Valor = (10.000 * 8.25) / 10


Valor = 8.250V

Ex2: Com o FS = 5000 para a potência ativa, sendo a tensão na saída B = 4.35
V, significa que a Potência Aparente é de: Valor = ( 5000 * 4.35 ) / 10
Valor = 2175 kVA

Dados técnicos:

A precisão do conversor D/A utilizado para gerar a corrente de saída é de 16 bits


(65536 níveis). Logo temos uma precisão de aproximadamente 0.3 µA ou 30mV;
Os valores de saída são atualizados a cada 32ms;
Erro de Linearidade e off-set = 0.5 % FS;
As saídas são isoladas do restante do equipamento, mas seus pontos terra das 8
saídas (GND) são internamente ligadas juntas.

Na parte do outro equipamento receptor de corrente (CLP, placa de aquisição....)


haverá um resistor para converter essa corrente em tensão. Observar que este resistor
deverá ser no máximo de 400Ω Ω.

Um exemplo de ligação com um CLP lendo as medidas do GRMP03-1, quando está


configurado para saída de corrente 4-20mA, é dado a seguir:

GRMP03-1
X1 X1 X1 X1 X1 X2 X2 X2
20 21 22 23 24 1 2 3

GND GND GND GND


Entradas 4-20 mA
“ CLP ”

Carga máx. de cada entrada do CLP: 400 Ω

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 39

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

11- Relés de Saídas


O GRMP03-1 contém vários relés de saídas para indicações de operações normais e
de alarmes.

OBS.: Alguns relés podem não estar sendo utilizados (RESERVADO).

Atenção: Conecte os relés em circuitos que consumam no máximo 5 A.

Ainda referente aos alarmes, temos um relé chamado ‘Alarme Geral’ que é ativado
sempre que ocorrer algum alarme, menos o Falta de Realimentação. (somente alarme,
portanto não se inclui: Operando em Paralelo, Regulador Habilitado, Escorvamento,
Campo ou Limitação de Iexc).

12- Indicadores de Operação


Além da sinalização dos alarmes, o GRMP03-1 indica também a operação que está
sendo realizada de duas formas:

• visual > leds verdes no GIP , leds laranja no RAT


• mecânica > relés no módulo RAT;

Estes relés e leds indicam o que realmente está sendo realizado pelo GRMP03-1.

12.1 - Relés Indicadores

Regulador Habilitado: O relé irá atuar quando o regulador estiver regulando. A


condição necessária é Habilitar através do comando externo. Mas se algum alarme
ou Desexcitação rápida ocorrer, o relé irá desligar.
Quando o comando ‘Habilita Regulador’ estiver fechado mas pelos motivos acima
descritos, o GRMP03-1 não estiver efetivamente realizando esta operação, o led
‘Reg.Habilitado’ ficará piscando.

Escorvamento: Mais do que uma sinalização, este relé pode ser usado para
excitar diretamente o campo do gerador, a fim de realizar o escorvamento inicial.
O led apagará junto com o desligamento do relé.

Campo: Indica que houve falha no diodo girante.

Aut/Man : Este relé indica se o regulador está operando no modo Automático


(fecha contato NA) ou Manual (NA aberto);

Operação Paralelo: O relé irá atuar quando o regulador estiver corrigindo o FP


ou Reativo. Através do fechamento do contato de Paralelismo com o regulador
Habilitado e após o fim da rampa de subida este modo pode ser realizado. O led
‘Oper.Paralelo’ ficará aceso juntamente com a energização do relé.
Mas quando ocorrer algum alarme ou durante a rampa, o relé será desligado e o led
apagado.
Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 40

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Operação Limite Iexc: O relé irá atuar sempre que o regulador atuar para limitar
a corrente de Excitação.

Quando o comando ‘Paralelismo’ estiver fechado (Habilitando a operação em


Paralelo), mas pelos motivos acima descritos, o GRMP03-1 não estiver efetivamente
realizando tal operação, o led ‘Oper.Paralelo’ ficará piscando.

12.2- Leds Indicadores

No GIP temos os leds verdes que indicam a operação do GRMP03-1. Além dos leds:
-Reg. Habilitado, -Escorvamento e -Oper.Paralelo já foram citados, temos ainda os
leds:

Crowbar: Não é utilizado!

U/F Constante: acende quando estiver operando neste modo, veja item 6.6-
Operação U/F Constante.

FP Constante: acende quando estiver operando em Paralelo (junto com Operando


Paralelo) quando selecionado, conforme item 4.2 -Telas de Programação - <Tela
9>.

Reativo Constante: acende quando estiver operando em Paralelo (junto com


Operando Paralelo) quando selecionado, conforme item 4.2 -Telas de
Programação - <Tela 9>.
(Não disponível nesta versão)

OBS.: Somente para salientar: os relés não refletem diretamente o estado dos
comandos externos. Por exemplo:

1) uma chave pode estar Habilitando o Regulador, mas se ocorreu alarme;


2) se os contatos que habilitam o Paralelismo estiverem fechados, mas o regulador
estiver desabilitado, então , o relé ‘Operando em Paralelo’ estará desligado e o led
´Oper.Paralelo’ ficará piscando.

Esta característica nos permite visualizar os estados reais das chaves de comando,
mesmo que sua função não esteja sendo realizada.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 41

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

13- Entradas Analógicas


Para realizar as medições de tensão e corrente necessária para realizar o controle, o
GRMP03-1 contém várias entradas analógicas, são elas:

Realimentação da tensão de saída do gerador (3 sinais - Trifásico);


Correntes de saída do gerador (1 sinal);
Tensão de Excitação (1 sinal);
Correntes de Excitação (1 sinal);
Tensão de comando externo.

Atenção: Observe na GUIA DE CONFIGURAÇÕES E INSTALAÇÃO e garanta


que os sinais de entrada estarão dentro dos limites especificados.

14-Comunicação Serial em Rede


A ligação necessária para realizar uma rede composta por vários GRMP03-1 é bem
simples, mas alguns aspectos devem ser considerados e serão tratados a seguir.

14.1- Diagrama de ligação da rede:

A rede do tipo RS-485 utiliza somente um par trançado para cada GRMP03-1, que são
ligados em paralelo um com os outros, inclusive com o computador PC. A conexão é
realizada pela parte traseira do GIP, conforme mostra a fig.14.1.

p/ RAT p/ Rede
CON1 CON2
(módulo de (RS-485)
controle)

p/ Rede
CON3 (RS-485)

Fig.14.1 - Vista traseira do GIP

Os conectores CON1 e CON2 são do tipo DB9, e o CON3 é um convencional de 4


vias. O conector CON1 é ligado através do cabo padrão (enviado junto com o
GRMP03-1) ao RAT (módulo de controle) e serve para realizar a comunicação entre
ambos.

Para a comunicação serial, utiliza-se o CON2 ou o CON3. Na verdade, os pinos de


comunicação estão presentes nos dois conectores.
Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 42

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Para a ligação, deve-se respeitar a polaridade da linha de comunicação A e B. Ou


seja, liga-se todos os A de cada equipamento juntos num fio de par trançado, e no
outro fio, todos os B de cada equipamento. Na fig.14.2 temos um exemplo da rede
utilizando o conversor da Semikron, fornecido pela Grameyer Equip.Eletr.Ltda.
Os os pontos da comunicação A e B, se encontram tanto no conector CON2 (pinos
3,8) como no CON3 (pinos 1,2). Logo se tem a possibilidade de escolher entre os dois
diferentes conectores.

A fim de aumentar a integridade da transmissão deve haver um casamento de


impedância, ou seja, a resistência da saída do Conversor RS232/485 deverá ser igual a
da linha. Isto é realizado curto circuitando os pinos 3 e 4 de CON3 do último
equipamento da linha (Fig.14.2). Assim um resistor interno de 120 Ω será colocado
em paralelo com a linha de dados A e B.

Obs.: A distância máxima da rede é de 1.200 m (utilizando fio 24 AWG).

Conversor 3 A 1
RS485 7
x CON3 GIP
RS232 8
01
B 2
Semikron 9

A 1
2 GIP
B
02
CON3

A 1
B 2 GIP
03
CON3

A 1
B 2
GIP
3 04
4
CON3

Fig.14.2 - Ligação de uma rede com 4 GRMP03-1.

Na Fig.14.1, optou-se por conectar a rede no CON3, mas podería-se optar pelo CON2,
mas neste caso A seria conectado no pino 3 e B no pino 8. Mesmo assim para o caso
do último equipamento (GIP4) a inclusão do resistor só pode ser efetuado ligando o
pino 3 com 4 no CON3.

Obs.: Como todos os equipamentos são ligados em paralelo, o protocolo de


Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 43

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

comunicação exige que cada um tenha um endereço (veja item 4.2, Tela 4). O
software Vircos se comunicará com cada um através destes endereços. Este
endereços não podem se repetir .

Parâmetros de Comunicação:

9600 bps
8 bits
1 stop bit
none paridade

Leitura – MODBUS – RTU

Address:

Tensão de excitação – A4
A4=>Tensão de excitação – hight byte
A5=>Tensão de excitação – low byte

Corrente de excitação – A6
A6=>Corrente de excitação – hight byte
A7=>Corrente de excitação – low byte

O valor contido nesses endereços deve ser dividido por 10, ou seja:

Vexc=343h=835=> 83,5 V
Iexc=8 A=138=>13,8A

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 44

GRAMEYER
MANUAL DE OPERAÇÃO - GRMP03-1 rev.04 de 18/07/2003

Termo de Garantia
O equipamento ou serviço é garantido pelo período de 12 (Doze) meses à contar da data de
emissão da Nota Fiscal, contra qualquer defeito de fabricação ou de material, desde que o defeito seja
devidamente comprovado.
O equipamento deve ser entregue e retirado pelo cliente.

Os requisitos abaixo deverão ser observados e satisfeitos:


- O transporte, manuseio e armazenagem deverão ser adequados;
- A instalação deverá ser feita da forma correta e dentro das condições ambientais especificadas
sem a presença de agentes agressivos;
- As condições da rede onde o equipamento for instalado, deve estar dentro dos limites
especificados;
- Realização periódica das devidas manutenções preventivas;
- Não tenha sofrido sobre tensões ou sobre correntes acima dos limites especificados;
- Não tenha sofrido descargas atmosféricas;
- A realização de reparos e/ou modificações somente poderão ser efetuados por pessoas
autorizadas por escrito pela GRAMEYER EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA.;
- O equipamento, na ocorrência de alguma anomalia esteja disponível para o fornecedor por um
período mínimo necessário à identificação da causa da anomalia e seus devidos reparos;
- Aviso imediato, por parte do comprador dos defeitos ocorridos e que os mesmos sejam
posteriormente comprovados pela GRAMEYER EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS
LTDA. como defeitos de fabricação;
- O julgamento destes requisitos será de responsabilidade do corpo de engenharia da
GRAMEYER EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA., com base nas informações
que obtiver junto ao cliente e após análise da peça danificada;
Não estão inclusos na Garantia:
- Serviços de desmontagem nas instalações do comprador;
- Custos de transportes e serviços de locomoção, hospedagem e alimentação do pessoal de
assistência técnica, quando solicitado pelo cliente, serão cobrados;
- Componentes cuja vida útil, em uso normal, seja menor que o período de garantia;
- Excluem-se também os seguintes componentes: FUSÍVEIS, LÂMPADAS, TIRISTORES,
TRANSISTORES DE POTÊNCIA, DIODOS DE POTÊNCIA E VARISTORES (QUANDO
HOUVER);
- - O reparo e/ou substituição de peças ou produtos, a critério da GRAMEYER
EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA., durante o período de garantia, não prorrogará o
prazo de garantia original;

A presente garantia limita-se ao produto fornecido, não se responsabilizando a GRAMEYER


EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA., por danos a pessoas, a terceiros, a outros
equipamentos ou instalações, lucros cessantes ou quaisquer outros danos emergentes ou conseqüentes.
A remoção da etiqueta de identificação e/ou do número de série, ocasionará a perda da garantia.
A GRAMEYER EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA. reserva-se o direito de alterar as
características técnicas de seus produtos, bem como informações, sem prévio aviso.

Grameyer Equipamentos Eletrônicos Ltda Fone: 0xx47-374-1356 45

GRAMEYER