Você está na página 1de 2

ORIENTAÇÕES DESFRALDE

-Coloque a criança no vaso sanitário assim que acordar entre 3 e 5 minutos, pois neste
momento a criança terá bastante líquido acumulado e terá maior facilidade para fazer
xixi

-Deixe-a sem fralda em casa durante o dia, apenas de cueca

-Proteger as mobílias da casa (ex. sofá, tapetes) forrando com um plástico para evitar
“acidentes”

-Levar a criança em períodos curtos ao vaso sanitário, inicialmente entre 15 em 15


minutos, à medida que a cueca for permanecendo seca ir aumentando este intervalo aos
poucos, levando-o ao banheiro de 20 em 20 minutos, 30 em 30 minutos e assim por
diante

-Utilizar pistas visuais para que a criança entenda que é hora de ir ao banheiro, como:
uma foto da criança sentada no vaso sanitário ou uma imagem desta ação

-Utilizar um assento para vaso infantil para que a criança fique bem apoiada ao sentar
no vaso sanitário (evitar o uso de penico e afins)

-Utilizar um banquinho ou escadinha para que ele possa subir e descer do vaso sozinho
e apoiar os pés enquanto sentado, evitando que os mesmos fiquem pendurados e gerem
insegurança para a criança

-Quando a criança conseguir fazer o xixi ou o cocô no vaso deve se utilizar um reforço
ao final para que a criança se sinta motivada a continuar usando o vaso, que podem ser
elogios verbais, bater palmas, brincadeiras, cantar sua música favorita, dar um
brinquedo que ele goste (desde que esse brinquedo seja utilizado apenas com a função
de reforçador, não podendo ser utilizado em outros momentos durante o dia)

-Pode ser utilizado também um quadro reforçador, em que a criança coloque uma
estrelinha (ou outra figurinha que ele goste) no dia em que ele conseguiu fazer o xixi ou
cocô no vaso

-Se ele fizer o cocô na cueca leve-o para joga-lo no vaso, dizer-lhe que ali é o local do
mesmo, dar a descarga e dar “tchau” para o cocô

-Ensine-o a lavar as mãos ao final

-Se ele não fizer nada, ensine-o a levantar do vaso e levantar a cueca, e diga num tom de
voz neutro: “Você não precisava fazer xixi agora”

-Acidentes vão acontecer com certeza. Tente ficar calmo e não punir nem censurar. Em
vez disso, use as consequências naturais: “Quando fizer xixi no chão tem que me ajudar
a limpar (Garanta que ele ajude)
-Cuecas molhadas ou sujas devem ser imediatamente trocadas para a criança não ser
dessensibilizada da sensação de humidade ou sujidade em contato com sua pele

*Lembre-se: o treino do uso do vaso necessita de tempo, dedicação e persistência para


que o desfralde aconteça, e o tempo vai variar de acordo com cada criança, o importante
é não desistir!

Qualquer dúvida estou à disposição,

Yasmin Nunes
Terapeuta Ocupacional

Interesses relacionados