Você está na página 1de 14

ENSINO MÉDIO

Prova de Física Volume 5 Data:

Aluno:

Turma: Número de chamada: Nota:

Estática dos sólidos e dos fluidos


Equilíbrio do ponto material

Sobre o equilíbrio estático de um ponto material descreva no quadro abaixo em qual situação
cada método de resolução pode ser utilizado.
Método da decomposição
Método poligonal
Teorema de Lamy
Gabarito:
Para qualquer problema de equilíbrio de ponto material. / Para cálculos de algum tipo
específico de polígono, como o triângulo retângulo. / Para problemas que tenham três forças
em equilíbrio.

(UFPR – PR) Três blocos de massas m1, m2 e m3, respectivamente, estão unidos por cordas de
massa desprezível, conforme mostrado na figura. O sistema encontra-se em equilíbrio estático.
Considere que não há atrito no movimento da roldana e que o bloco de massa m1 está sobre
uma superfície horizontal. Assinale a alternativa que apresenta corretamente (em função de m1
e m3) o coeficiente de atrito estático entre o bloco de massa m1 e a superfície em que ele está
apoiado.

1
m3
2 m1

m1
2 m3

3 m3
2 m1

3 m1
2 m3

3 m1
m3

Gabarito: a

Momento de força

(ENEM) Retirar a roda de um carro é uma tarefa facilitada por algumas características da
ferramenta utilizada, habitualmente denominada chave de roda. As figuras representam alguns
modelos de chaves de roda:

2
Em condições usuais, qual desses modelos permite a retirada da roda com mais facilidade?
1, em função de o momento da força ser menor.
1, em função da ação de um binário de forças.
2, em função de o braço da força aplicada ser maior.
3, em função de o braço da força aplicada poder variar.
3, em função de o momento da força produzida ser maior.
Gabarito: b

(UECE) Uma gangorra em um parquinho infantil é ocupada por dois gêmeos idênticos e de
mesma massa, Cosmo e Damião. Na brincadeira, enquanto um dos irmãos sobe num dos
acentos do brinquedo, o outro desce no outro acento. O brinquedo pode ser descrito como uma
haste rígida, com um acento em cada extremidade, e livre para girar em um plano vertical em
torno do ponto central. Considere os torques na haste da gangorra exercidos pelas forças peso
de Cosmo (c) e de Damião (d), em relação ao ponto central. Na configuração em que Damião
está na posição mais alta, é correto afirmar que
|c| < |d|
|c| = |d|
|c| > |d|
|c| > –|d|
Gabarito: b

Estática do corpo extenso

(IME – RJ)

A figura acima mostra uma viga em equilíbrio. Essa viga mede 4 m e seu peso é desprezível.
Sobre ela, há duas cargas concentradas, sendo uma fixa e outra variável. A carga fixa de 20 kN

3
está posicionada a 1 m do apoio A, enquanto a carga variável só pode se posicionar entre a
carga fixa e o apoio B. Para que as reações verticais (de baixo para cima) dos apoios A e B
sejam iguais a 25 kN e 35 kN, respectivamente, a posição da carga variável, em relação ao
apoio B, e o seu módulo devem ser

1,0 m e 50 kN
1,0 m e 40 kN
1,5 m e 40 kN
1,5 m e 50 kN
2,0 m e 40 kN
Gabarito: b

(Cesgranrio – RJ) Uma barra homogênea, com peso igual a 18 newtons e 12 metros de
comprimento está suspensa na horizontal, em repouso, por 2 fios verticais que estão presos às
suas extremidades A e B, conforme a ilustração a seguir. Uma esfera com peso igual a 2
newtons está pendurada a uma distância x da extremidade A. Seja FB a tração exercida pelo fio
sobre a extremidade B. A função que associa FB à distância x (0 ≤ x ≤ 12) é uma função de 1o
grau, cujo coeficiente angular vale

1/10
1/6
1/5
1/4
1/3
Gabarito: b

4
Suponha-se que o conjunto abaixo não esteja em equilíbrio e tenha a tendência de girar no
sentido horário em torno do ponto B. Para que o sistema retorne para a posição de equilíbrio,
pode-se

afastar o bloco C do poio B empurrando-o para a direita.


aproximar o apoio A do apoio B empurrando-o para a direita.
reduzir a distância entre o ponto B e o bloco C.
mudar a origem para o apoio B.
Gabarito: c

Suponha-se que o conjunto abaixo não está em equilíbrio e tenha a tendência de girar no
sentido horário em torno do ponto B. Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) para as possíveis
opções de se manter o equilíbrio.

( ) aumentando o peso do bloco C.


( ) afastar o apoio B do apoio A empurrando-o para a direita.
( ) reduzir a altura do ponto de apoio A.
( ) trocar a barra por outra barra mais leve.
Gabarito: F, V, V, F

Densidade e massa específica

5
Com base nos seus estudos sobre densidade e massa específica, associe as colunas de
acordo com o conceito relacionado e assinale a alternativa correta.
(1) Massa específica
(2) Peso específico
(3) Densidade
(4) Densidade relativa

( ) Razão entre a densidade de dois corpos.


( ) Razão entre a massa e o volume de um substância.
( ) Razão entre a massa e o volume de um corpo.
( ) Razão entre o peso e o volume de um substância.

1,2,3,4.
1,4,3,2.
4,3,1,2.
4,1,3,2.
4,3,2,1.
Gabarito: d

Os conceitos relacionados à densidade e à massa específica de corpos e substâncias


estruturam os estudos da Hidrostática. Assinale as afirmativas com V para verdadeira e F para
falsa, corrigindo as alternativas falsas.
( ) Se uma substância A tem massa específica maior do que a de uma substância B, o
peso específico de A também é maior do que o peso específico de B (mantendo-se a
aceleração gravitacional igual para as duas substâncias).

( ) Um corpo com densidade relativa entre 0 e 1 tem densidade maior do que a da água.

( ) Um corpo que flutua pode ter a densidade superior à densidade da água.

6
( ) Os navios têm densidade maior do que a da água, pois são feitos de metal com peso
específico maior do que o da água.

( ) Para um corpo constituído de uma única substância, quanto maior o seu volume, menor
sua densidade.

Gabarito:
a) V.
b) F. Uma substância com densidade relativa entre 0 e 1 tem a densidade menor do que a
água.
c) F. Todo corpo que flutua tem densidade menor do que a água.
d) F. Os navios têm densidade menor do que a da água, pois não são feitos de metal
maciço (eles têm vários espaços vazios em seu interior).
e) V.

Pressão

A pressão tem uma grande variedade de unidades de medidas utilizadas. Complete as frases
com as medidas dentro da caixa abaixo
N/m2 mmHg cmHg lbf/in2 atm
A unidade de medida utilizada para pressão arterial é:
A unidade de medida utilizada para medir a pressão do ar em um pneu é:
A pressão atmosférica é medida no SI em:
Gabarito: a) cmHg; b) lbf/in2; c) N/m2

Um carro carregado deve ter uma calibragem nos pneus maior do que quando o carro está
vazio. Isso ajuda o veículo a manter o mesmo consumo. Explique utilizando os conceitos da
Física por que isso acontece.

7
Gabarito: Quando se aumenta o peso do carro, aumenta-se a área de contato dos pneus com
o solo, portanto a força que o carro deve fazer fica maior, aumentando o consumo. Ao
aumentar a pressão dos pneus, a área de contato do pneu com o chão fica menor, diminuindo
a força aplicada e, consequentemente, o consumo.

Lei de Stevin

(UFPR) Um reservatório cilíndrico de 2 m de altura e base com área 2,4 m², como mostra a
figura ao lado, foi escolhido para guardar um produto líquido de massa específica igual a 1,2
g/cm³. Durante o enchimento, quando o líquido atingiu a altura de 1,8 m em relação ao fundo do
reservatório, este não suportou a pressão do líquido e se rompeu. Com base nesses dados,
assinale a alternativa correta para o módulo da força máxima suportada pelo fundo do
reservatório.

É maior que 58 000 N.


É menor que 49 000 N.
É igual a 50 000 N.
Está entre 50 100 N e 52 000 N.
Está entre 49 100 N e 49 800 N.
Gabarito: d

8
(UEM – PR) A figura a seguir representa um tubo aberto para a atmosfera, contendo dois
líquidos A e B, cujas densidades são respectivamente ρA e ρB. O líquido A ocupa as
extremidades livres do tubo, enquanto o líquido B ocupa o centro. As pressões nas superfícies
dos líquidos são P1, P2, P3, P4, P5 e P6.

Em relação às condições mostradas na figura, é correto afirmar que


(01) P2 = P5.
(02) P3 = P6.
(04) P2 > P1.
(08) P4 = P5.
(16) ρA = ρB.
Gabarito: 28 (04+08+16)

Princípio de Pascal

(UFSM – RS) Um braço mecânico de um trator usado para fazer valetas tem um sistema
hidráulico que se compõe, basicamente, de dois cilindros conectados por uma mangueira
resistente a altas pressões, todos preenchidos com óleo. Se, no equilíbrio, P é a pressão num
cilindro, a pressão no outro, que tem área 10 vezes maior, é
10P
5P
P
P/5
P/10
Gabarito: c. Pelo Princípio de Pascal, a pressão é a mesma em todos os pontos. Portanto,
será igual em cada cilindro.

9
(UFF – RJ) Uma prensa hidráulica, sendo utilizada como elevador de uma carro de peso P,
encontra-se em equilíbrio, conforme a figura. As secções retas dos pistões são indicadas por
S1 e S2, tendo-se S2 = 4S1.

A força exercida sobre o fluido tem intensidade F1 e a força exercida pelo fluido tem intensidade
F2. A situação descrita obedece:
ao Princípio de Arquimedes e, pelas leis de Newton, conclui-se que F1 = F2 = P;
ao Princípio de Pascal e, pelas leis de ação e reação e de conservação da emergia
mecânica, conclui-se que F2 = 4F1 = P;
ao Princípio de Pascal e, pela lei da conservação da energia, conclui-se que F2 = 4F1 ≠ P;
apenas às leis de Newton e F1 = F2 = P;
apenas à lei de conservação de energia.
Gabarito: b

Prensa hidráulica

(PUC – RJ)

10
Um bloco de massa m = 9 000 kg é colocado sobre um elevador hidráulico como mostra a
figura acima. A razão entre o diâmetro do pistão (dP) que segura a base do elevador e o
diâmetro (dF) onde deve-se aplicar a força F é de dP/dF = 30. Encontre a força necessária para
se levantar o bloco com velocidade constante. Considere g = 10 m/s2 e despreze os atritos.
100 N
300 N
600 N
900 N
1 000 N
Gabarito: a

A imagem a seguir apresenta a representação do que ocorre quando uma força ⃗F é aplicada
sobre um êmbolo móvel contendo um líquido. Sobre essa situação, leia as frases a seguir e
marque V para as afirmações verdadeiras e F para as falsas, corrigindo as alternativas falsas.

( ) A variação de pressão nos pontos do fluido na saída é maior do que nos pontos do
fluido na entrada.

( ) O deslocamento de um êmbolo na entrada é igual ao deslocamento na saída.

( ) A força na saída é maior que a força na entrada proporcionalmente à razão entre as


áreas de saída e de entrada.

11
( ) O trabalho realizado pela força da entrada é igual ao trabalho realizado pela força na
saída.

( ) A diferença de forças entre a saída e a entrada prova que não há conservação de


energia para o sistema.

Gabarito:
a) F. A variação da pressão em qualquer ponto do fluido é igual.
b) F. O deslocamento do embolo na entrada é maior que o deslocamento do embolo na
saída.
c) V.
d) V.
e) F. A diferença de forças entre a saída e a entrada não prova que não há conservação de
energia para o sistema, pois o trabalho realizado pela força de entrada é igual ao trabalho
realizado pela força de saída.

Princípio de Arquimedes

(UFPR) Um reservatório contém um líquido de densidade ρL = 0,8 g/cm3. Flutuando em


equilíbrio hidrostático nesse líquido, há um cilindro com área da base de 400 cm2 e altura de 12
cm. Observa-se que as bases desse cilindro estão paralelas à superfície do líquido e que
somente 1/4 da altura desse cilindro encontra-se acima da superfície. Considerando g = 10
m/s2, assinale a alternativa que apresenta corretamente a densidade do material desse cilindro.
0,24 g/cm3
0,80 g/cm3
0,48 g/cm3
0,60 g/cm3
0,12 g/cm3

12
Gabarito: d

(PUC – PR) O empuxo é um fenômeno bastante familiar. Um exemplo é a facilidade relativa


com que você pode se levantar de dentro de uma piscina em comparação com tentar se
levantar de fora da água, ou seja, no ar. De acordo com o princípio de Arquimedes, que define
empuxo, marque a proposição correta:
Quando um corpo flutua na água, o empuxo recebido pelo corpo é menor que o peso do
corpo.
O princípio de Arquimedes somente é válido para corpos mergulhados em líquidos e não
pode ser aplicado para gases.
Um corpo total ou parcialmente imerso em um fluido sofre uma força vertical para cima e
igual em módulo ao peso do fluido deslocado.
Se um corpo afunda na água com velocidade constante, o empuxo sobre ele é nulo.
Dois objetos de mesmo volume, quando imersos em líquidos de densidades diferentes,
sofrem empuxos iguais.
Gabarito: c

Condição de flutuação

(UEM – PR) Um béquer é preenchido com 1,0 kg de água até o volume de 1,0 litro. Considere o
valor da pressão atmosférica 1,01 · 105 Pa e g = 9,8 m/s2. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s).

(01) A pressão em um ponto p situado 5,0 cm abaixo da superfície do líquido é,


aproximadamente, 1,01 · 105 Pa.
(02) Se colocarmos uma pedra de gelo de 1,0 cm3 e densidade 0,58 g/cm3 no interior do
béquer, ela afundará.
(04) Se colocarmos uma pedra de gelo de 1,0 cm3 e densidade 0,58 g/cm3 no interior do
béquer, ela estará sujeita a um empuxo de 10,5 · 10−1 N.
(08) Se colocarmos uma pedra de gelo de 1,0 cm3 e densidade 0,58 g/cm3 no interior do
béquer, o volume de líquido deslocado será 0,35 cm3.
(16) Se aquecermos o líquido no interior do béquer à temperatura de 50,0 ºC, sua densidade
diminuirá e seu volume aumentará.
Gabarito: 17 (01+16)

13
(UEM – PR) Um balão cheio de certo gás tem volume igual a 5,0 m3. A massa total do balão
(incluindo o gás) é de 4,0 kg. Considerando a densidade do ar igual a 1,3 kg/m3 e g igual a 10,0
m/s2, assinale o que for correto.

(01) O peso do balão é 40,0 N.


(02) Se o balão for abandonado, ele cairá, porque sua densidade é maior que a do ar.
(04) O empuxo que o balão recebe do ar é de 65,0 N.
(08) Para uma pessoa manter o balão em equilíbrio, ela deverá exercer sobre ele uma força
igual e contrária ao empuxo que ele sofre do ar.
(16) Se esse balão fosse abandonado na Lua, ele não receberia empuxo, pois lá não existe
atmosfera.
Gabarito: 21 (01+04+16)

14

Interesses relacionados