Você está na página 1de 48

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

REGIONAL JATAÍ
CURSO: MEDICINA VETERINÁRIA
DISCIPLINA: ANATOMIA VETERINÁRIA II

Sistema Urinário
Professora Dra.Guadalupe Sampaio
Ferreira
Jataí
2018
1. Introdução

Aparelho Gênito
Gênito--Urinário –

Componentes:
• - Rins
• - Ureteres
• - Vesícula/Bexiga Urinária
• - Uretra
1. Introdução

Produção, armazenamento e
eliminação da urina
**Sistema Circulatório
2. Rins

Funções:

- Renina,
Produção
bradicinina e
urina
eritropoetina
2. Rins
 Localização:
- Parede dorsal do abdômen
- Retroperitoneal
- Ruminantes:
- Esquerdo “penduloso”
- Intraperitoneal
- Rim direito mais cranial
- Exceto suíno
- Cápsula de gordura perirrenal
 Com cápsula renal  Sem cápsula renal
Felinos
 Rim envolto por gordura perirrenal

A urina normal de felinos


apresenta glóbulos de gordura,
que podem deixar a urina
ligeiramente turva.

O tecido adiposo – protege


contra pressão dos órgãos
vizinhos.
MAMÍFEROS DOMÉSTICOS
RUMINATES – Rim esquerdo – metade
direita do abdome

1.Veia cava caudal


2. Córtex renal -Rim esquerdo
3. Medula renal -Rim esquerdo
4. Seio renal
M. Rúmen
2. Rins
 Coloração: pardo/marrom-
pardo/marrom-avermelhada

 Faces:
- Dorsal
- Ventral

 Margens/Bordas:
- Lateral
- Medial
- Hilo renal
2. Rins
 Extremidades/Pólos:
- Cranial
- Caudal

 Morfologia:
- Carnívoros, suíno e pequenos ruminantes → Reniforme
- Bovino → Oval irregular e lobado
- Equino:
- Direito → Cordiforme
- Esquerdo → entre cordiforme e triangular
2. Rins
FORMA
2. Rins
FORMA
2. Rins
FORMA

DIREITO
2. Rins
FORMA
2. Rins

Cão

Rim direito
Equino Bovino
2. Rins
 Estrutura:
- Cápsula fibrosa
- Córtex:
- Pardo
Pardo--avermelhado
- Aspecto granular
- Medula:
- Externa/Periférica: mais escura
- Interna/Central: mais pálida
Obs.:
Obs.: Néfron
Rins
Urina primária ou
ultrafiltrado Urina secundária
Rim suíno - secção longitudinal
Córtex
2. Rins Medula
Coluna renal
Pirâmide renal
 Morfologia Interna (Suínos): Veia renal
Pelve renal
Cálice maior
- Córtex Artéria renal Cálices menores

Ureter
Papila renal
- Medula: Cápsula renal

- Colunas renais
- Pirâmides renais:
- Ducto papilar → Papila
renal

- Seio renal:
- Cálices menores → maimaior
or
- Pelve renal:
- Dilatação do ureter

- Ureter
Suíno
2. Rins
 Morfologia Interna (Bovinos):

- Córtex não fusionado

- Medula:
- Pirâmide renal:
- Ducto papilar
- Papila renal

- Seio renal:
- Cálices
- Não há pelve renal

- Ureter
Bovino
2. Rins
 Morfologia Interna (Carnívoros,
(Carnívoros, Equinos e Pequenos Ruminantes
uminantes):
):

- Córtex

- Medula:
- Pirâmides renais fusionadas:
- Ducto papilar
- Papila renal → Crista renal (1)

- Seio renal:
- Pelve renal:
- Recessos renais
(artérias e veias
interlobares))
interlobares
1
- Dilatação do ureter

- Ureter
Cão
Equino
Em carnívoros e pequenos ruminantes
Obs.:
Obs.: Recessos renais ocorre a presença de um recesso pélvico,
não há papila e sim uma crista renal.
Obs.:
Obs.: Recessos renais

Em equinos, pelo fato de terem os rins em formato de coração, a


pelve é muito pequena para coletar a urina produzida pelos rins. Para
suprir a pelve pequena, o rim do equino possui os recessos terminais
que coletam a urina dos pólos do rim.
Equinos
 Albuminúria fisiológica – Pelve renal

Secreção mucosa

A. Artéria e veia renais


B. Ureter
C. Reposição terminal
D. Crista renal
E. Pélvis renal
F. Seio renal
2. Rins
 Embriologicamente: rins lobados

 Classificação quanto à superfície renal:


- Rim simples:
- Cortical e medular fundidas
- Carnívoros, equino, pequenos ruminantes e suíno (córtex)
- Rim multilobado:
- Cortical e medular não fundidas
- Bovino

Cão - Rim simples Bovino - Rim multilobado


2. Rins
 Classificação quanto à fusão das pirâmides:
- Rim unipiramidal:
- Carnívoros, equino e pequenos ruminantes
- Rim multipiramidal:
- Bovino e suíno
3. Ureteres
 Urina: rins → bexiga urinária
 Tubos musculomembranosos
 Porções:
- Abdominal
Ureter
- Pélvica
- Intramural Ureter
intramural

Ureter
submucoso

Ureter

Parede da bexiga

Uretra

Lúmen da bexiga
4. Vesícula/Bexiga Urinária
 Armazenamento da urina
 Órgão musculomembranoso oco
 Tamanho, forma e posição variáveis
- Vazia: globular → assoalho pélvico
- Repleta: piriforme → penetra no abdômen
- Ápice cranial
- Corpo intermediário
- Colo caudal
 Trígono vesical
4. Vesícula/Bexiga Urinária
Úraco

Artéria
Artéria
Veia Úraco
Úraco
Úraco
5. Uretra do Macho
 Eliminação da urina e sêmen
 Óstio interno: bexiga
 Óstio externo: glande peniana
 Porção pélvica
- Pré
Pré--prostática
- Prostática
 Porção peniana

Corpo Cavernoso

Uretra

Corpo Esponjoso
6. Uretra da Fêmea
 Eliminação da urina
 Óstio interno: bexiga
 Óstio externo:
- Ventralmente
- Vagina ↔ vestíbulo vaginal
 Mais curta que do macho
 Vaca e porca: divertículo sub-
sub-uretral

Vaca e
Porca Égua

Cadela
e Gata
Perspectivas

Urolitíase
Perspectivas
Excesso de proteínas na
alimentação
A urina equina
normal é rica em cristais de
carbonato de cálcio.
A grande quantidade de muco que
também está presente na urina equina, que
parece atuar como lubrificante, impedindo a
aderência dos cristais no uroepitélio

A urina de equinos é
normalmente turva devido à presença de
muco e cristais de carbonato de cálcio.

MELO et al.
CISTOLITÍASE EM ÉGUA – RELATO DE CASO
Perspectivas
 Rim policísticos
Obrigada!

Você também pode gostar