Você está na página 1de 1

Vizinhos da folia de SP 'fogem' de casa para escapar de blocos de rua

Prefeitura e Promotoria atuam para tentar disciplinar ocupação das ruas

Por Mariana Zylberkan


SÃO PAULO

Seria mais uma tarde tranquila de feriado de Carnaval para a


aposentada Mari Menda, 62, se as paredes de seu apartamento, na rua
Augusta, no centro de São Paulo, não tivessem começado a tremer, no ano
passado.

Ainda sentada à máquina de costura, em um quarto distante da janela


que dá para a rua, ela começou a se sentir mal de nervoso. "Achei que estava
maluca, mas na quinta vez peguei meus cachorros e desci para a rua. Para
mim, o prédio ia cair."

O tremor era tanto que ela chegou a gravar com o celular o vidro de
perfume que balançava sobre a estante.

O "terremoto" era provocado pelo som do trio elétrico comandado


pela cantora Daniela Mercury, que descia a rua da Consolação a poucos
metros da sua casa. "Tentei ligar na Defesa Civil, mas ninguém atendia. Foi
um desespero sem fim. Não conseguia nem ficar na rua por causa da
multidão."

Neste ano, Mari preferiu não arriscar e alugou uma casa em Itapecerica
da Serra, na região metropolitana de São Paulo, para passar a semana de
Carnaval. "Vou investir na minha saúde mental."

O retiro forçado de Carnaval, porém, não deve livrá-la do trio de


Daniela Mercury, que está programado para descer a rua da Consolação no
domingo pós-carnaval (18). "Posso até pegar febre amarela no meio do mato,
mas pelo menos tenho certeza que vou ficar longe dos blocos", brinca Mari.

O sofrimento de paulistanos que moram no entorno dos trajetos por


onde passam os megablocos tem crescido na mesma proporção do Carnaval
de rua, que neste ano deve reunir mais uma vez milhares de pessoas.

Para tornar o período menos sofrido para quem se incomoda com a


folia, associações de bairros têm se articulado com a prefeitura e o Ministério
Público para tentar de alguma forma disciplinar a ocupação das ruas pela
multidão carnavalesca.
Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/02/vizinhos-da-folia-de-sp-fogem-de-casa-para-escapar-de-blocos-
de-rua.shtml (acessado em 03/02/18 às 10h23min)