Você está na página 1de 3

PROGRAMA DE DISCIPLINA

METODOLOGIA DE ENSINO DO TEATRO

CURSO DE LICENCIATURA EM TEATRO


Departamento de Artes / Centro de Ciências Humanas
Disciplina: Metodologia do Ensino do Teatro
Código: 5837-7 Créditos: 3 Carga horária: 60 horas
Pré-requisito: Não possui

EMENTA:
Aspectos metodológicos do ensino do Teatro na educação básica e na ação cultural. Estudo
das contribuições dos grandes mestres da pedagogia do teatro. Elaboração de programas,
planos de curso, de unidade didática e de aula para o ensino do Teatro, na perspectiva da
área de Arte. Aprofundamento de conhecimentos teóricos e práticos acerca do ensino do
Teatro, com aplicação investigativa em situação concreta. Elaboração de um programa
didático de ensino voltado para a educação regular e ação cultural.
.

OBJETIVOS:

• Propiciar um posicionamento crítico sobre o ensino de Arte/Teatro na atualidade, tendo


em vista os seus principais conceitos, fundamentos e correntes estético-pedagógicas.
• Compreender as abordagens metodológicas inerentes ao ensino de Arte numa
perspectiva histórica, com ênfase na situação e legislação brasileira da atualidade.
• Compreender as funções, os objetivos e os processos de expressão e comunicação
inerentes à linguagem cênica aplicada à educação escolar.
• Estimular o desenvolvimento de estudos, reflexões, vivências e pesquisas sobre a
prática pedagógica do professor de Arte / Teatro, analisando seu papel junto ao aluno
concreto.
• Planejar, executar e avaliar experiências de ensino-aprendizagem, seja no âmbito da
sala de aula (micro-aulas e seminários) ou oficinas de arte (comunidade externa).

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

UNIDADE I – Conceituações relativas ao ensino das linguagens artísticas:


• Relações entre arte e educação no contexto da realidade brasileira;
• Fundamentos teórico-metodológicos do ensino de Teatro;
• Natureza e sentido do planejamento pedagógico na perspectiva das linguagens artísticas.
UNIDADE II – A práxis do ensino de Arte / Teatro:
• Metodologias de ensino aplicadas à educação básica e informal;
• Principais tendências pedagógicas presentes na historiografia nacional.

UNIDADE III – Prática e avaliação no ensino do Teatro:


• Estudo dos recursos didáticos para o ensino do Teatro;
• Elaboração do planejamento de ensino
• Elaboração de projeto de oficinas em turmas de educação continuada.
.

PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS

A disciplina será pautada na articulação entre teoria e prática, com ênfase na realização de
atividades de leitura, aulas teóricas, trabalhos de grupo, seminários, exercícios práticos e
oficinas, visando-se à construção de um pensamento sistematizado acerca da temática
formação do professor de Teatro.
O material didático deverá ser composto de textos selecionados na literatura especializada,
vídeos, filmes, recursos da internet e outras formas interativas. Utilização de técnicas de
registro de aulas (protocolo, portfólio ou diário de bordo) no decorrer do processo didático, bem
como de planejamento pedagógico e relatório de atividades, produzidos pelos discentes com a
orientação do professor.

SISTEMA DE AVALIAÇÃO

No curso das aulas será desenvolvida uma avaliação acerca do processo coletivo e individual.
Para efeitos de nota, serão observados os seguintes aspectos:
1- Participação qualitativa nas aulas;
2- Envolvimento nas atividades teóricas e práticas;
3- Contribuição para a produção e discussão de idéias em sala de aula;
4- Preparação de material reflexivo acerca das atividades realizadas (protocolo, portifólio,
diário de bordo, relatórios e similares);
5- Desempenho quanto à capacidade de leitura e produção textual;
6- Participação no Projeto Oficinas de Arte no Interior Maranhense.

Elaboração:
Aprovado em Reunião:

BIBLIOGRAFIA BÁSICA
ABRAMOVICH, Fanny. Teatricina. Rio de Janeiro: MEC/SNT, 1979.
BARBOSA, Ana Mae. Recorte e colagem: a influência de John Dewey no Brasil. São Paulo:
Cultrix, 1984.
CABRAL, Beatriz. Drama como método de ensino. São Paulo: HUCITEC, 2006.
_______. Ensino do teatro: experiências interculturais. Florianópolis: Imprensa Universitária,
1999.
CHACRA, Sandra. Natureza e sentido da improvisação teatral. São Paulo: Perspectiva, 1983.
DESGRANGES, Flávio. Pedagogia do teatro: provocação e dialoguismo. São Paulo: HUCITEC,
2006.
FERRAZ, Maria H. & FUSARI, Maria F. R. Metodologia do ensino da arte. São Paulo: Cortez,
1993.
JAPIASSÚ, Ricardo. Metodologia do ensino do teatro. Campinas (SP), Papirus, 2001.
KOUDELA, Ingrid Dormien. Texto e jogo. São Paulo: Perspectiva, 1996.
MARTINS, Míriam C., PICOSQUI, Gisa & GUERRA, Maria T. T. Didática do ensino da arte: a
língua do mundo — poetizar, fruir e conhecer arte. São Paulo: FTD, 1998.
PENNA, Maura (coord.). Os parâmetros curriculares nacionais e as concepções de arte. João
Pessoa: UFPB/CCHLA - Caderno de Textos n. 15, 1999.
SANTANA, Arão Paranaguá de (Coord.); SOUZA, Luís Roberto de; RIBEIRO, Tânia Costa.
Visões da Ilha: apontamentos sobre teatro e educação.
PUPO, Maria Lúcia. Entre o Mediterrâneo e o Atlântico. São Paulo: Perspectiva, 2004.
SEVERINO, Antonio J. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez, 1986.
SPOLIN, Viola. Jogos teatrais no livro do diretor. São Paulo: Perspectiva, 2002.
SPOLIN, Viola. Jogos teatrais na sala de aula. São Paulo: Perspectiva, 2007.

São Luís, __/___/_______

___________________________
Assinatura Chefe do Departamento