Você está na página 1de 23

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

SINTAXE DO PERÍODO SIMPLES I CLASSIFICAÇÃO DO SUJEITO

Tradicionalmente, sujeito é classificado em:


CONCEITOS FUNDAMENTAIS
SUJEITO SIMPLES
FRASE
É aquele constituído por apenas um núcleo.
Frase é todo enunciado capaz de transmitir nossas
idéias. Exemplos: Exemplo:
Os primeiros dias de paz começam cedo.
Uma lua clara iluminava o céu.
SUJEITO: OS PRIMEIROS DIAS DE PAZ
Socorro!
NÚCLEO DO SUJEITO: DIAS
ORAÇÃO
SUJEITO COMPOSTO
É toda frase construída em torno de um verbo.
É aquele que apresenta dois ou mais núcleos.
Os alunos passarão no concurso.
Exemplo:
Uma lua clara iluminava o céu.
O velho e o garoto voltaram à igreja.
PERÍODO
SUJEITO: O VELHO E O GAROTO
É a frase formada por uma ou mais orações. O
período pode ser: NÚCLEOS DO SUJEITO: “VELHO” e “GAROTO”

SIMPLES: formado por uma única oração. Exemplo: SUJEITO ELÍPTICO OU OCULTO

Eu já decidi meu destino. É aquele que só se pode conhecer examinando a


desinência (terminação) do verbo da oração:
COMPOSTO: formado por duas ou mais orações. Exemplo:
Chegaremos à cidade amanhã.
Silvia lava a louça e Carolina varre o chão.
SUJEITO OCULTO: NÓS
SUJEITO
Voltarás à casa de teus pais.
É o ser a respeito do qual afirmamos ou negamos
SUJEITO OCULTO: TU
alguma coisa.
Em geral, uma oração é constituída pelo sujeito e por
uma declaração (afirmação ou negação) que se faz a seu SUJEITO INDETERMINADO
respeito.
Tal declaração denomina-se predicado, o que Ocorre quando não queremos ou não podemos
sempre apresenta um verbo em sua estrutura. indicar o sujeito da oração, embora ele exista. Existem duas
maneiras de se indeterminar o sujeito. São elas:
ORAÇÃO → SUJEITO + PREDICADO
1) usando o verbo na terceira pessoa do singular,
Em nosso exemplo temos:
acompanhado do pronome SE.

Milhares de abelhas invadiram a cidade. Exemplos:

SUJEITO: Milhares de abelhas Come-se bem naquele restaurante.

PREDICADO: invadiram a cidade Acreditava-se em assombrações.

OBSERVAÇÃO: nesses casos, o pronome SE é chamado


de índice de indeterminação do sujeito.

1
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

2) usando o verbo na terceira pessoa do plural. 3) SER (indicando “hora”, “data”, “distância”)

Exemplos: É meio-dia e meia. (HORA)

*Atropelaram um cão na rua. Hoje são 03 de março. (DATA)



3ª pessoa do plural Daqui ao colégio são dois quilômetros.

*Atualmente falam muito mal de você. 4) VERBOS INDICATIVOS DE FENÔMENOS DA


↓ NATUREZA
3ª pessoa do plural
Depois do almoço, choveu muito.
OBSERVAÇÃO: Eles falam mal de você.
No inverno, amanhece mais tarde.
Em frases como essa, embora a forma verbal esteja na
3ª pessoa do plural (falam), o sujeito não é indeterminado,
pois sabemos quem fala, isto é, podemos determinar o OBSERVAÇÃO: Os verbos formadores de orações sem
sujeito: eles. sujeito são chamados de verbos impessoais e, excluindo o
verbo ser, ficam sempre na 3ª pessoa do singular.
ORAÇÃO SEM SUJEITO
(SUJEITO INEXISTENTE) CLASSIFICAÇÃO DOS VERBOS
VERBO SIGNIFICATIVO
Ocorre, principalmente, com os seguintes verbos:
É todo verbo que, fundamentalmente, exprime uma ação, um
1) HAVER (no sentido de: existir, acontecer, tempo fato ou um fenômeno. Exemplo:
passado).
O pescador dormia à sombra da árvore.
Houve muita confusão. (haver = acontecer)
Ontem choveu muito.
Não havia guardas lá. (haver = existir)
Poucas pessoas gostam desse lugar
Há dois anos, chegamos aqui. (haver = tempo passado)

ATENÇÃO: TIPOS DE VERBOS SIGNIFICATIVOS


Quando o verbo haver tem sentido de existir, o sujeito
classifica-se como inexistente, mas quando se usa o próprio Os verbos significativos classificam-se em:
verbo existir, a oração tem sujeito normalmente.
VERBO INTRANSITIVO
Não havia pessoas na rua. (sujeito inexistente)
↓ É aquele que, por si mesmo, tem sentido completo, isto é,
NÃO É O SUJEITO (OBJETO DIRETO) não exige nenhum complemento. Exemplo:

Não existiam pessoas na rua. (sujeito simples) A criança nasceu.



SUJEITO Pouco a pouco, chegaram os vizinhos.

Observe que o verbo haver fica no singular, não ATENÇÃO!


concordando com pessoas, e o verbo existir vai para o
plural, concordando com o sujeito pessoas.
Esse tipo de verbo pode vir seguido de determinadas
expressões que traduzem algumas circunstâncias, mas elas
2) FAZER (indicando tempo ou fenômeno da natureza) não são obrigatoriamente exigidas pelo verbo. Exemplo:
Aquele gato morreu de fome.
Faz seis anos que ele sumiu.

verbo intransitivo
Faz muito frio.

2
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

VERBO TRANSITIVO DIRETO Observe:

É todo verbo que, por não ter sentido completo, exige um Joaninha anda rapidamente (anda é verbo significativo)
complemento sem preposição. Tal complemento é
chamado de OBJETO DIRETO. Exemplos: Joaninha anda triste. (anda é verbo de ligação)

*Nós alugamos um velho caminhão. Há orações em que o verbo de ligação fica subentendido,
oculto:
ALUGAMOS: VERBO TRANSITIVO DIRETO *A garota voltou cansada.
UM VELHO CAMINHÃO: OBJETO DIRETO
Veja:
*A garota voltou (e estava) cansada.
*Todos receberão o aviso.
O verbo de ligação “estava”, que liga o predicativo “cansada”
RECEBERÃO: VERBO TRANSITIVO DIRETO
ao sujeito, ficou subentendido.
O AVISO: OBJETO DIRETO
LEITURA COMPLEMENTAR
VERBO TRANSITIVO INDIRETO
Os pronomes oblíquos O, A, OS, AS funcionam sempre
É o verbo que exige um complemento obrigatoriamente como objeto direto.
iniciado pela preposição. Esse complemento é chamado de
OBJETO INDIRETO. Exemplos:
*O guarda prendeu o rapaz. (o rapaz: objeto direto)
*A criança necessitava de cuidados.
*O guarda prendeu-o. (o: objeto direto)
NECESSITAVA: VERBO TRANSITIVO INDIRETO
DE CUIDADOS: OBJETO INDIRETO Às vezes, o objeto direto pode aparecer com preposição.
Nesses casos ele é chamado objeto direto preposicionado.
*Ninguém confia mais em você. Exemplo:

CONFIA: VERBO TRANSITIVO INDIRETO *A chuva molhou a ambos.


EM VOCÊ: OBJETO INDIRETO
MOLHOU: VERBO TRANSITIVO DIRETO
VERBO TRANSITIVO DIRETO E INDIRETO A AMBOS: OBJETO DIRETO PREPOSICIONADO.
É o verbo que exige, ao mesmo tempo, dois Os pronomes oblíquos LHE e LHES são sempre objetos
objetos; um deles sem preposição (objeto direto) e outro indiretos.
com preposição (objeto indireto). Exemplos:
*Envie o livro a ele. (a ele: objeto indireto)
*Não diremos a verdade a você.
*Envie-lhe o livro. (lhe: objeto indireto)
DIREMOS: VERBO TRANSITIVIVO DIRETO E INDIRETO
A VERDADE: OBJETO DIRETO PARTÍCULA SE
A VOCÊ: OBJETO INDIRETO
A PARTÍCULA SE pode ser:
Observe o uso da estrutura prática:
1. Pronome reflexivo
QUEM DIZ DIZ “ALGUMA COISA” “A ALGUÉM” 2. Pronome recíproco
3. Pronome apassivador
ALGUMA COISA: OBJETO DIRETO (SEM PREPOSI-ÇÃO) 4. Índice de indeterminação do sujeito
5. Parte integrante do verbo
A ALGUÉM: OBJETO INDIRETO (COM A PREPOSI-ÇÃO 6. Conjunção condicional
“A”) 7. Palavra expletiva ou de realce
VERBO DE LIGAÇÃO
Lembrem-se de que um verbo só pode formar VOZ
Como o próprio nome diz, verbo de ligação é todo verbo que PASSIVA, por meio da PARTÍCULA SE, se tiver OBJETO
liga qualidade, condição ou estado ao sujeito. Essa DIRETO (VTD ou VTDI). A PARTÍCULA SE, nos demais
característica atribuída ao sujeito através do verbo de ligação casos (VTI, VI, VL), gera a indeterminação do sujeito (regra
chama-se predicativo do sujeito. geral). Exemplos:

3
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

*Analisaram-se os pontos controvertidos. VOZES VERBAIS

VTD+SE → VOZ PASSIVA VOZ ATIVA


*Pagou-se a conta ao garçom. VOZ PASSIVA ANALÍTICA (SER + PARTICÍPIO)
VOZ PASSIVA SINTÉTICA (VERBO + SE)
VTDI+SE → VOZ PASSIVA VOZ REFLEXIVA
VOZ REFLEXIVA RECÍPROCA
*Trata-se de pontos controvertidos.
TESTES (VOZ ATIVA E VOZ PASSIVA)
VTI+SE → SUJEITO INDETERMINADO
01. (FCC-2007) Transpondo-se para a voz passiva a
*Vive-se bem em Pomerode (linda cidade alemã). construção O homo sapiens estabeleceu critérios de controle
dos impulsos primitivos, a forma verbal resultante será
VI+SE → SUJEITO INDETERMINADO
a) foi estabelecido
*Era-se feliz naquele tempo. b) são estabelecidos
c) tem estabelecido
VL+SE → SUJEITO INDETERMINADO. d) têm sido estabelecidos
e) foram estabelecidos
CUIDADO! Essa é apenas a regra geral! Vejam:
02. (FCC-2008) Não admite transposição para a voz passiva
*A situação tornou-se insuportável. a frase:
a) Os adeptos da ética de princípios não se queixam da
TORNA-SE é verbo de ligação. Incabível, porém, distância das estrelas.
afirmar que se trata de sujeito indeterminado. O sujeito está b) O uso da camisinha contribui para diminuir a propagação
claro: A SITUAÇÃO. da Aids.
c) Essa é a única pergunta que o médico fará.
Nesse caso, exclui-se VOZ PASSIVA, porque o verbo d) Ele não desviará os seus olhos suplicantes daquela
(VL) não tem objeto direto; exclui-se SUJEITO mulher.
INDETERMINADO, pois ele está expresso na oração. e) Vou aplicar a metáfora a uma situação do nosso cotidiano.
Conclui-se que a PARTÍCULA SE é PARTE INTEGRANTE
DO VERBO (TORNAR-SE). É o que ocorre com REFERIR- 03. (FCC-2008) Transpondo-se para a voz passiva a
SE, QUEIXAR-SE, SUICIDAR-SE. construção a voz do futuro nos acorda, a forma verbal
resultante será:
OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: a) temos acordado
b) teremos acordado
Sempre que a PARTÍCULA SE for ÍNDICE DE c) seremos acordados
INDETERMINAÇÃO DO SUJEITO, o verbo ficará no d) somos acordados
SINGULAR. E quando for PARTÍCULA APASSIVADORA, o e) temos sido acordados
verbo deve concordar em número com o SUJEITO
PASSIVO. 04. (FCC-2006) ...o Sudeste está descortinando sua vocação
para os serviços. Transpondo-se para a voz passiva, a forma
Os demais casos são flagrados com facilidade! Vamos verbal passa a ser, corretamente:
à frente! a) estão descortinando
b) serão descortinados
Já que estamos falando da PARTÍCULA SE, não nos c) vai ser descortinada
custa mencionar os dois tipos de VOZ PASSIVA: SINTÉTICA d) está sendo descortinada
e ANALÍTICA. e) está para ser descortinados
A voz passiva sintética ou pronominal forma-se por
meio da partícula SE (acabamos de revisar a matéria). E a 05. (FCC-2006) Transpondo-se para a voz passiva a frase
voz passiva analítica forma-se por LOCUÇÃO VERBAL leva a sério uma das mais exigentes profissões do mundo, a
PASSIVA (VERBO SER + PARTICÍPIO). Vejam: forma verbal resultante será
a) tem sido levado a sério
*Analisaram-se os pontos controvertidos (VOZ PASSIVA b) tem levado a sério
SINTÉTICA OU PRONOMINAL). c) são levadas a sério
d) será levada a sério
*Os pontos controvertidos foram analisados (VOZ PASSIVA e) é levada a sério
ANALÍTICA).

4
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

06. (FCC-2006) A frase que admite transposição para a voz ADJUNTO ADVERBIAL DE CONDIÇÃO
passiva é:
a) O país pode chegar a uma situação caótica. * Com sorte, chegarei à solução.
b) O editorial é um desrespeito à soberania cubana.
c) A atenção do Estado cubano para com a saúde popular é ADJUNTO ADVERBIAL DE FINALIDADE
exemplo para todos.
d) Houve indignação e protestos contra o editorial da revista. * Visitou o estabelecimento para fiscalização.
e) Cuba tem auxiliado países vítimas de catástrofes.
ADJUNTO ADVERBIAL DE ASSUNTO
GABARITO
01. E * “Não discuto sobre religião.
02. A
03. D ADJUNTO ADVERBIAL DE MEIO
04. D
05. E * Mandei notícias por um bilhete.
06. E
ADJUNTO ADVERBIAL DE INSTRUMENTO
ADJUNTOS ADVERBIAIS
* Ele assassinou o inimigo com uma faca.
É o termo da oração que gira em torno de verbos,
adjetivos e advérbios, modificando-lhes o sentido. O ADJUNTO ADVERBIAL DE CAUSA
adjunto adverbial pode ser expresso por um advérbio ou por
uma locução adverbial. Exemplos: * Empobreceu com as secas.

ADJUNTO ADVERBIAL DE COMPANHIA


ADJUNTO ADVERBIAL DE LUGAR
* Irei ao cinema com minha mulher.
* “Corre o rio e entra no mar.” (Fernando Pessoa)
ADJUNTO ADVERBIAL DE VALOR
ADJUNTO ADVERBIAL DE TEMPO
* Comprei uma camisa por duzentos reais.
* Às duas horas começa outra aula.
ADJUNTO ADVERBIAL DE CONFORMIDADE
ADJUNTO ADVERBIAL DE MODO
*De acordo com o texto, marque a correta.
* O aluno fez o trabalho apressadamente.
ATENÇÃO!
ADJUNTO ADVERBIAL DE INTENSIDADE
1. O homem, por sua vez, não quis manifestar-se.
* O candidato estuda à beça.
2. Com base nisso, os técnicos farão o relatório.
* Que linda era aquela paisagem.
3. A questão foi decidida em situação de caos.
ADJUNTO ADVERBIAL DE AFIRMAÇÃO
4. Não se percebem, nesse contexto, as diferenças
* Com certeza ele virá. semânticas.

ADJUNTO ADVERBIAL DE NEGAÇÃO QUESTÃO SOBRE COMPLEMENTOS VERBAIS (FCC)

* Jamais isto será feito. (FCC-METRÔ-2010) O deslocamento de uma pessoa por


automóvel consome 26 vezes mais energia ...
ADJUNTO ADVERBIAL DE DÚVIDA
A frase cujo verbo exige o mesmo tipo de complemento
* Possivelmente ele virá. que o grifado acima é:

ADJUNTO ADVERBIAL DE CONCESSÃO (A) ... porque nesse período a frota de carros particulares
passou de 3,09 milhões para 3,60 milhões.
* “Não obstante a defesa do escudeiro, Pery conseguiu (B) Os veículos coletivos respondem por 55% do transporte e
amarrá-lo...” (José de Alencar) os automóveis, por 30%.
5
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

(C) E esse não é o único desperdício ... O trem estava atrasado. (predicado nominal)
(D) ... que, em média, têm 20 anos de uso, sem inspeção
veicular ...
(E) ... que trabalham de 20 a 30 horas seguidas. O trem chegou atrasado. (predicado verbo-nominal)
SINTAXE DO PERÍODO SIMPLES II
Observe como o verbo de ligação (estava) fica oculto.
O PREDICADO DA ORAÇÃO
No exemplo acima, temos uma primeira estrutura
PREDICADO VERBAL possível para o predicado verbo-nominal:

verbo significativo + predicativo do sujeito


Dizemos que um predicado é verbal quando ele apresenta
verbo significativo (que pode ser um verbo transitivo ou
intransitivo). O verbo significativo é considerado o núcleo Veja, agora, por meio de exemplos, uma outra estrutura
(palavra mais importante) do predicado verbal. Exemplo: possível para o predicado verbo-nominal:

As crianças invadiram a praça. *O sucesso tornou orgulhoso o atleta.



TORNOU ORGULHOSO O ATLETA: PREDICADO VERBO-
Predicado verbal
NOMINAL
O ATLETA: OBJETO DIRETO
*INVADIRAM (verbo transitivo): núcleo do predicado verbal.
ORGULHOSO: PREDICATIVO DO OBJETO
Os pessegueiros floriam rapidamente.
*O juiz considerou válida a nossa argumentação.

Predicado verbal
CONSIDEROU VÁLIDA A NOSSA ARGUMENTAÇÃO:
PREDICADO VERBO-NOMINAL
*FLORIAM (verbo intransitivo): núcleo do predicado verbal.
A NOSSA ARGUMENTAÇÃO: OBJETO DIRETO.
VÁLIDA: PREDICATIVO DO OBJETO.
PREDICADO NOMINAL
ADJUNTO ADNOMINAL
O predicado é nominal quando apresenta verbo de ligação.
O núcleo do predicado nominal não é o verbo de ligação, e
É o termo da oração que caracteriza, especifica ou delimita o
sim um nome: o predicativo. Exemplos:
significado de um substantivo. Exemplos:
*Os pessegueiros estão floridos.
Os alunos estudiosos passaram no concurso.

Predicado nominal
Observe que o sujeito da oração é OS ALUNOS
ESTUDIOSOS.
ESTÃO: verbo de ligação.
Tal sujeito é constituído pelo núcleo ALUNOS
FLORIDOS (predicativo do sujeito): núcleo do predicado
(substantivo) e por dois adjuntos adnominais: OS e
nominal
ESTUDIOSOS.
*Todos nós ficamos muito felizes.
Ele só lê antigos livros de aventuras.

Predicado nominal
Os termos antigos e de aventuras são adjuntos ad-
nominais, visto que caracterizam o substantivo “livros”.
FICAMOS: verbo de ligação
FELIZES (predicativo do sujeito): núcleo do predicado
Os adjuntos adnominais podem ser expressos por:
nominal
*ADJETIVOS: terras férteis; ares poluídos.
PREDICADO VERBO-NOMINAL
*ARTIGOS: o concurso; uma mulher.
O predicado verbo-nominal tem sempre dois *PRONOMES ADJETIVOS: minha apostila; este país.
núcleos: um verbo significativo e um nome (predicativo). *NUMERAIS: duas orelhas; primeiro ano.
Observe:
*LOCUÇÕES ADJETIVAS: casa de madeira, livro do
O trem chegou. (predicado verbal) professor.

6
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

COMPLEMENTO NOMINAL VOCATIVO

Há nomes (substantivos, adjetivos e advérbios) que, por não 1. “Pai, afasta de mim esse cálice.” (Chico Buarque)
terem sentido completo, exigem um termo para completá-lo.
A esse termo dá-se o nome de complemento nominal APOSTO
(sempre precedido de preposição). (Faraco & Moura)

Exemplos: 1. EXPLICATIVO
*Jorge, o cozinheiro, lembrou que peixe cru é muito
Impedimos a derrubada da mata. nutritivo.
*Logo acontecerá a grande novidade: a nomeação de Jorge
*DERRUBADA (substantivo) para delegado.
*DA MATA: complemento nominal. *Os três – o pai, a mãe e a filha – saíram de Vitória no dia
07 de janeiro.
Você é igual a ele.
2. ENUMERATIVO
*IGUAL (adjetivo) *Debaixo de um juazeiro grande, todo um bando de
*A ELE: complemento nominal. retirantes se arranchara: uma velha, dois homens, uma
mulher nova, algumas crianças. (R. Queiroz)
Estamos longe da estação.
3. RECAPITULATIVO
*LONGE (advérbio) *Dinheiro, amor, férias, nada seduzia o pobre homem.
*DA ESTAÇÃO: complemento nominal.
4. ESPECIFICADOR
DIFERENÇA ENTRE COMPLEMENTO NOMINAL E *O presidente Vargas cometeu suicídio.
ADJUNTO ADNOMINAL
QUESTÕES DE CONCORDÂNCIA (FCC)
Os substantivos, como foi visto, podem estar
acompanhados de adjuntos adnominais ou de 01. (FCC - TRT DA 23ª REGIÃO – ANALISTA - 2007)
complementos nominais. Pode haver dúvidas, portanto, Quanto às normas de concordância verbal, a frase
quanto à distinção desses dois termos oracionais. inteiramente correta é:

Observe: (A) Mais gente, assim como o fez a juíza brasileira, deveriam
Quando o termo da oração se refere ao substantivo ponderar as sábias palavras que escolheu Disraeli para
indicando posse, origem, matéria, semelhança, qualidade, convocar a ação dos justos.
trata-se de adjunto adnominal. Exemplos: (B) A muitas pessoas incomodam reconhecer que sua
omissão diante da barbárie as torna cúmplices silenciosas
*Encontrei a bolsa de Maria. (posse) dos contraventores e criminosos.
*Tomei a água da fonte. (origem) (C) É comum calarmos diante dos descalabros a que
*Comprei um anel de brilhantes. (matéria) costumam dar destaque o noticiário da imprensa, e
*Ele tem cara de cavalo. (semelhança) acabamos, assim, por consenti-los.
*É um homem sem caráter. (qualidade) (D) Quando não se opõem à ação do homem canalhado,
quando ocorre essa grave omissão, os homens justos
ATENÇÃO! deixam de fazer valer seu peso político.
(E) Se tivessem havido firmes reações aos descalabros dos
1) DECLARAÇÃO DO PREFEITO (adjunto adnominal): note canalhas, estes não desfrutariam, com sua falta de
que o prefeito é o agente da ação de declarar. Portanto, o escrúpulo, de um caminho já aplainado.
adjunto adnominal também pode ser o agente da ação
representada pelo nome. Da mesma forma: amor de mãe; 02. (FCC - TRT DA 23ª REGIÃO – ANALISTA - 2007) O
aviso de amigo. verbo indicado entre parênteses deverá flexionar-se numa
forma do plural para preencher de modo correto a lacuna da
2) DECLARAÇÃO DE GUERRA (complemento nominal): frase:
agora, o termo “de guerra” não é adjunto adnominal, porque
não é o agente da ação de declarar. Neste exemplo, (A) Se a cada um de nós efetivamente ...... (perturbar) os
ALGUÉM FAZ UMA DECLARAÇÃO DE GUERRA. Da que agem mal, a impunidade seria impossível.
mesma forma: empréstimo de dinheiro; descoberta de (B) ...... -se (dever) aos homens de ação o aperfeiçoamento
petróleo; amor à mãe. estrutural de uma sociedade.

7
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

(C) Nas palavras dos piores contraventores ...... (costumar) e) Não ...... (caber) aos leitores, por força do texto, criticar o
haver insolentes alusões à moralidade. lucro razoável de alguns feirantes, mas sim, a inaceitável
(D) Aos bons cidadãos não ...... (ocorrer) que os maus impiedade de outros.
contam com o silêncio da sociedade para seguirem sendo o
que são. 06. (FCC – TRT/AL – TÉCNICO - 2008) A concordância
(E) Aqueles de quem não ...... (advir) qualquer reação contra verbo-nominal está inteiramente correta na frase:
os desonestos acabam estimulando a corrupção.
a) No século XIX foi feito previsões catastróficas sobre a falta
03. (FCC - TRT DA 23ª REGIÃO – TÉCNICO - 2007) A frase de alimentos no mundo, mas não se levou em conta os
em que a concordância verbo-nominal NÃO respeita a norma progressos da tecnologia.
culta é: b) Novos usos para o etanol têm sido pesquisados, como
seu emprego até mesmo em aviões, além do aproveitamento
a) O frio e o clima seco de montanha possibilitaram a da biomassa da cana-de-açúcar.
conservação, de um modo admirável, de um corpo c) Produtos agrícolas, por sua natureza, é renovável, ao
mumificado, assim como de seus objetos pessoais. contrário do petróleo, cada vez mais escasso e, portanto,
b) Os representantes do homem de Neandertal não deixou com preços cada vez mais elevados.
sinais evidentes de rituais que pudesse dar testemunho da d) Existe muitas críticas, sempre dirigida às condições de
criatividade característica da espécie humana. trabalho na colheita da cana-de-açúcar, e também
c) O mais provável ponto de partida de nossos ancestrais preocupação com o meio ambiente.
parece ter sido o continente africano, habitado por um dos e) Pesquisas realizadas pela comunidade científica tenta
ramos extintos da evolução do homem. desenvolver projetos sustentáveis de energia inteiramente
d) Encontraram-se vestígios fósseis que comprovam a limpa e renovável.
origem do homem de Cro-magnon bem distantes de seu
local de origem. 07. (FCC-BC) Na proposta de uma nova redação para uma
e) A mais antiga múmia foi encontrada numa geleira dos frase do texto, cometeu-se um deslize quanto à
Alpes, inteiramente preservada, até mesmo com roupas concordância verbal em:
intactas.
a) Não teriam sido suficientes quatro ou cinco séculos para
04. (FCC – TRT/AL – ANALISTA - 2008) As normas de que se extinguissem de vez as manifestações de violência
concordância estão plenamente observadas na frase: principiadas no século XVI?

a) Costumam-se especular, nos meios acadêmicos, em torno b) Fez-se necessária não só a criação, mas também a
de três acepções de Ética. multiplicação de sujeitos descartáveis para que se
b) As referências que se faz à natureza da ética consideram- caracterizassem as condições de um capitalismo
na, com muita freqüência, associada aos valores morais. globalizado.
c) Não coubessem aos juristas aproximar-se da ética, as leis c) Vendam-se os mesmos sabonetes ou filmes para todos, o
deixariam de ter a dignidade humana como balizamento. principal requisito dos procedimentos neoliberais vai além
d) Não derivam das teorias, mas das práticas humanas, o disso, e atende a exigências que são de alta sofisticação.
efetivo valor de que se impregna a conduta dos indivíduos. d) Devem-se notar, comparando-se as massas do século XVI
e) Convém aos filósofos e juristas, quaisquer que sejam as e os migrantes da globalização, um quadro de semelhanças
circunstâncias, atentar para a observância dos valores que não exclui uma importante diferença.
éticos. e) Ao nos agraciar com sonhos de perfectibilidade, a
máquina liberal inclui entre seus segredos estratégicos o
05. (FCC – TRT/AL – ANALISTA - 2008) O verbo indicado sentimento da insatisfação radical.
entre parênteses deverá flexionar-se no plural para
preencher de modo correto a lacuna da frase: GABARITO
01. D
a) Frutas e verduras, mesmo quando desprezadas, não ...... 02. A
(deixar) de as recolher quem não pode pagar pelas boas e 03. B
bonitas. 04. E
b) ......-se (dever) aos ruidosos funcionários da limpeza 05. D
pública a providência que fará esquecer que ali funcionou 06. B
uma feira. 07. D
c) Não ...... (aludir) aos feirantes mais generosos, que
oferecem as sobras de seus produtos, a observação do autor
sobre o egoísmo humano.
d) A pouca gente ...... (deixar) de sensibilizar os penosos
detalhes da coleta, a que o narrador deu ênfase em seu
texto.
8
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

PRONOMES RELATIVOS b) Um homem moral empenha-se numa conduta cujo o


padrão moral ele não costuma impingir na dos outros.
01. (FCC) Está correto o emprego de ambas as expressões c) Os pecados aos quais insiste reincidir o moralizador são
sublinhadas na frase: os mesmos em que ele acusa seus semelhantes.
d) Respeitar um padrão moral das ações é uma qualidade da
a) Os delitos onde ocorre a participação de menores qual não abrem mão os homens a quem não se pode acusar
costumam causar maior escândalo diante da opinião pública. de hipócritas.
b) A mais grave sanção à qual se pode estender a um menor e) Quando um moralizador julga os outros segundo um
é a de reclusão, cujo o período máximo é o de três anos. padrão moral de cujo ele próprio não respeita, demonstra
c) A atividade criminosa, pela qual muitos menores são toda a hipocrisia em que é capaz.
compelidos, é promovida por maiores de idade, com os quais
a penalização é muito severa. 05. (FCC) Está adequado o emprego do elemento
d) Se a repressão policial é uma medida da qual não se pode sublinhado na frase:
abrir mão, a inclusão social é um desafio para o qual não se
pode fazer vista grossa. a) A resignação diante dos descalabros é uma reação de
e) A redução da maioridade penal, na qual há tantos cujos efeitos só trazem benefícios aos maus cidadãos.
defensores, pode ser uma medida inócua, pela qual muitos b) A firme reação dos justos será uma surpresa de que os
venham a se arrepender. desonestos jamais estarão preparados.
c) A desonestidade e o egoísmo são defeitos de cujos
02. (FCC) Está correto o emprego de ambos os elementos nenhum contraventor se envergonha.
sublinhados na frase: d) Os princípios de dignidades aos quais o homem honesto
vê uma prioridade devem transformar-se em ação.
a) Os sonhos de cujos nos queremos alimentar não e) A inação dos justos é uma condição com que contam os
satisfazem os desejos com que a eles nos moveram. desonestos para continuar operando.
b) A expressão de Elio Gaspari, a qual se refere o autor do
texto, é “cidadãos descartáveis”, e alude às criaturas GABARITO
desesperadas cujo o rumo é inteiramente incerto. 01. D
c) Os objetivos de que se propõem os neoliberais não 02. D
coincidem com as necessidades por cujas se movem os 03. D
“cidadãos descartáveis”. 04. D
d) As miragens a que nos prendemos, ao longo da vida, são 05. E
projeções de anseios cujo destino não é a satisfação
conclusiva.
e) A força do nosso trabalho, de que não relutamos em ARTICULAÇÃO DE FRASES E UM SÓ PERÍODO
vender, dificilmente será paga pelo valor em que nos
satisfaremos. 01. (FCC-2009)

03. (FCC) O tráfico de animais silvestres constitui prática Houve promessas de que o crescimento do PIB seria
ilegal. Para coibir a prática ilegal, as autoridades importante para reduzir a pobreza.
responsáveis montam barreiras nas estradas, o objetivo
dessas barreiras é impedir as tentativas de exportar os As desigualdades econômicas se mantêm.
animais silvestres.
A cada US$ 160 produzidos no mundo, só US$ 0,60
Para tornar o segmento acima inteiramente correto, é preciso chegam efetivamente aos mais pobres.
substituir os trechos grifados pelos pronomes
correspondentes, na ordem, As frases acima articulam-se em um único período com
correção, clareza e lógica, em:
(A) coibir-a - cujo o objetivo - exportá-los.
(B) coibir ela - onde o objetivo - exportar-lhes. (A) Houve promessas para que o crescimento do PIB seria
(C) coibir-na - onde o objetivo - exportá-los. importante em reduzir a pobreza, como as desigualdades
(D) coibi-la - cujo objetivo - exportá-los. econômicas que se mantêm, sendo que a cada US$ 160
(E) coibi-la - que o objetivo - exportar-lhes. produzidos no mundo, só US$ 0,60 chegam efetivamente
aos mais pobres.
04. (FCC) Está correto o emprego de ambos os elementos (B) As desigualdades econômicas se mantêm a cada US$
sublinhados na frase: 160 produzidos no mundo, onde só US$ 0,60 chegam
efetivamente aos mais pobres, sem dúvida que as
a) O moralizador está carregado de imperfeições de que ele promessas do crescimento do PIB seriam importantes para
não costuma acusar em si mesmo. reduzir a pobreza.

9
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

(C) A cada US$ 160 produzidos no mundo, só US$ 0,60 Pesquisa revela o impacto na atmosfera causado pela
chegam efetivamente aos mais pobres, com as promessas produção dos aparelhos.
em que o crescimento do PIB seria importante para reduzir a A área de tecnologia da informação é responsável por
pobreza, cujas desigualdades econômicas se mantêm. 2% das emissões de gases do efeito estufa.
(D) Apesar das promessas de que o crescimento do PIB As frases acima articulam-se num único período com
seria importante para reduzir a pobreza, as desigualdades clareza, correção e lógica em:
econômicas se mantêm, tendo em vista que a cada US$ 160
produzidos no mundo, só US$ 0,60 chegam efetivamente (A) A Motorola anunciou o primeiro celular do mundo feito
aos mais pobres. com garrafas plásticas enquanto que a fabricante Asus
(E) As desigualdades econômicas se mantêm, por que em produz um laptop a partir do bambu, sendo que uma
cada US$ 160 produzidos no mundo, só US$ 0,60 chegam pesquisa revela o impacto na atmosfera causado pela
com efeito aos mais pobres, diante das promessas de que o produção desses aparelhos, cuja área de tecnologia da
crescimento do PIB seria importante para reduzir a pobreza. informação é responsável por 2% das emissões de gases do
efeito estufa.
02. (FCC-2009) (B) Já que a pesquisa revela o impacto na atmosfera
causado pela produção desses aparelhos, onde a área de
Dizem que a preocupação excessiva com o ambiente é tecnologia da informação é responsável por 2% das
obstáculo para o desenvolvimento. emissões de gases do efeito estufa, a Motorola anunciou o
Quando a preocupação com o ambiente não é levada em primeiro celular do mundo feito com garrafas plásticas e a
conta, ocorrem tragédias. fabricante Asus produz um laptop a partir do bambu.
Enchentes afetaram vários municípios brasileiros. (C) Tendo uma pesquisa revelado que a área de tecnologia
A população de várias cidades sofreu graves da informação é responsável por 2% das emissões de gases
conseqüências com enchentes. do efeito estufa, impacto causado pela produção dos
aparelhos, a Motorola anunciou o primeiro celular do mundo
As frases acima articulam-se num único período com feito com garrafas plásticas e a fabricante Asus produz um
clareza, correção e lógica em: laptop a partir do bambu.
(D) A área de tecnologia da informação é responsável por
(A) Mesmo quando dizem que a preocupação excessiva com 2% das emissões de gases do efeito estufa, enquanto
o ambiente é obstáculo para o desenvolvimento embora essa pesquisa revela o impacto na atmosfera causado pela
preocupação não é levada em conta, ocorrem as enchentes, produção desses aparelhos, a Motorola anunciou o primeiro
tragédias com a população sofrendo graves consequências celular do mundo feito com garrafas plásticas, com a
com elas, que afetaram vários municípios brasileiros. fabricante Asus que produz um laptop a partir do bambu.
(B) Apesar de dizerem que a preocupação excessiva com o (E) Sendo a área de tecnologia da informação responsável
ambiente é obstáculo para o desenvolvimento, quando ela por 2% das emissões de gases do efeito estufa, conforme
não é levada em conta ocorrem tragédias como as pesquisa revela o impacto na atmosfera causado pela
enchentes que afetaram vários municípios brasileiros, com produção desses aparelhos, a fabricante Asus produz um
graves consequências à população. laptop a partir do bambu e a Motorola anunciou o primeiro
(C) Quando não se leva em conta a preocupação com o celular do mundo feito com garrafas plásticas.
ambiente, ocorrem tragédias como se diz, que a
preocupação excessiva com o ambiente é obstáculo para o 04. (FCC-2009)
desenvolvimento as quais acabam afetando vários O desmatamento de florestas tropicais é condenado
municípios brasileiros, que a população sofreu graves internacionalmente.
consequências com essas enchentes. Não há preocupação com a devastação do cerrado.
(D) Enchentes afetaram vários municípios brasileiros, a cuja O cerrado é um bioma rico em espécies da fauna e da
população sofreu graves consequências com elas, daí a flora.
preocupação excessiva com o ambiente e mesmo se A devastação do cerrado gera conseqüências
ocorrem tragédias, é obstáculo para o desenvolvimento. socioeconômicas e ambientais.
(E) A população de várias cidades vem sofrendo graves
consequências com enchentes, as quais afetaram vários As afirmativas acima estão articuladas em um só período
municípios brasileiros, embora dizem que a preocupação com lógica, clareza e correção em:
excessiva com o ambiente é obstáculo para o (A) Sem a preocupação com a devastação do cerrado, o
desenvolvimento que, se não for considerada, ocorrem desmatamento de florestas tropicais é condenado
tragédias. internacionalmente, com conseqüências socioeconômicas e
ambientais de um bioma rico em espécies da fauna e da
03. (FCC-2009) flora.
(B) A devastação do cerrado gera conseqüências
A Motorola anunciou o primeiro celular do mundo feito socioeconômicas e ambientais, e como o desmatamento de
com garrafas plásticas. florestas tropicais é condenado internacionalmente, apesar
A fabricante Asus produz um laptop a partir do bambu.
10
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

de que não há preocupação com a devastação do cerrado, As frases acima articulam-se em um único período com
um bioma rico em espécies da fauna e da flora. clareza, correção e lógica em:
(C) O desmatamento de florestas tropicais é condenado
internacionalmente, mas não há preocupação com a (A) Com uma característica do comportamento de multidão
devastação do cerrado, o que gera conseqüências que é a improvisação em eventos que duram não mais do
socioeconômicas e ambientais, por ser ele um bioma rico em que poucos minutos, são os jovens os quais se mostram
espécies da fauna e da flora. atualmente mais adaptados ou predispostos a esse
(D) A devastação do cerrado, como o desmatamento de comportamento.
florestas tropicais que é condenado internacionalmente, não (B) Os jovens se mostram atualmente mais adaptados ou
preocupa por suas conseqüências socioeconômicas e predispostos ao comportamento de multidão, cuja
ambientais, sendo um bioma rico em espécies da fauna e da característica é a improvisação em eventos que duram não
flora. mais do que poucos minutos.
(E) Sendo o cerrado um bioma rico em espécies da fauna e (C) São em eventos que duram não mais do que poucos
da flora, a devastação dele gera conseqüências minutos de que os jovens se mostram atualmente mais
socioeconômicas e ambientais, mas o desmatamento de adaptados ou predispostos a um comportamento de
florestas tropicais é condenado internacionalmente. multidão, na característica de improvisação.
(D) A característica do comportamento de multidão é a
05. (FCC-2009) improvisação cujos os jovens se mostram atualmente mais
A agricultura é a mais vulnerável às mudanças adaptados ou predispostos, os quais são eventos que não
climáticas. duram mais do que poucos minutos.
A agricultura é a atividade que mais depende do clima. (E) Os jovens de cuja característica do comportamento de
O agricultor não pode controlar a atmosfera. multidão é a improvisação, se mostram atualmente mais
O agricultor pode preparar o solo e selecionar as adaptados ou predispostos em eventos que não duram mais
sementes. do que poucos minutos.

As frases acima estão articuladas em um único período 07. (FCC-2009)


com clareza, lógica e correção, em:
É inegável que o Código de Defesa do Consumidor
(A) A agricultura é a atividade que mais depende do clima, trouxe muitos avanços.
sendo, portanto, a mais vulnerável às mudanças climáticas, A participação de todos os envolvidos na aplicação do
tendo em vista que o agricultor pode preparar o solo e Código de Defesa do Consumidor é necessária.
selecionar as sementes, mas não pode controlar a Deve haver atuação integrada para a ampla eficácia do
atmosfera. Código de Defesa do Consumidor.
(B) O agricultor pode preparar o solo e selecionar as
sementes, já que a agricultura é a mais vulnerável às As afirmativas acima articulam-se em um único período
mudanças climáticas e como está dependendo do clima, ele com clareza, correção e lógica em:
não pode, porém, controlar a atmosfera.
(C) A agricultura é a mais vulnerável às mudanças (A) Inegavelmente o Código de Defesa do Consumidor
climáticas, cuja atividade é a que mais depende do clima, trouxe muitos avanços, mas, para sua ampla eficácia, deve
conquanto o agricultor não pode controlar a atmosfera haver atuação integrada, com a participação de todos os
embora possa preparar o solo e selecionar as sementes. envolvidos em sua aplicação.
(D) A agricultura é a atividade mais vulnerável às mudanças (B) É inegável que o Código de Defesa do Consumidor
climáticas onde mais depende do clima, caso o agricultor não trouxe muitos avanços, com a necessária participação de
possa controlar a atmosfera, ele pode preparar o solo e todos os envolvidos na aplicação desse Código de Defesa do
selecionar as sementes. Consumidor, a que deve haver atuação integrada para sua
(E) Como o agricultor não pode controlar a atmosfera, o ampla eficácia.
mesmo pode preparar o solo e selecionar as sementes, (C) É inegável os muitos avanços que o Código de Defesa
mesmo que a agricultura seja a mais vulnerável às do Consumidor trouxe na participação de todos os
mudanças climáticas, sendo a atividade que mais depende envolvidos na aplicação do Código, sendo necessário
do clima. atuação integrada para a ampla eficácia do mesmo.
(D) A participação de todos os envolvidos na aplicação do
06. (FCC-2009) Código de Defesa do Consumidor é necessária, já que deve
Os jovens se mostram atualmente mais adaptados ou haver atuação integrada para uma eficácia do Código de
predispostos ao comportamento de multidão. Defesa, inegavelmente com muitos avanços.
A característica do comportamento de multidão é a (E) É necessário uma atuação integrada para a ampla
improvisação. eficácia do Código de Defesa do Consumidor, que trouxe
São eventos que duram não mais do que poucos muitos avanços, com a participação de todos os envolvidos
minutos. na aplicação do tal Código.

11
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

08. (FCC-2009) (D) Apresentando topografia elevada e localizado


A maria-sem-vergonha, usada como ornamento, veio da estrategicamente no Planalto Central o Cerrado está
África. funcionando como gigante coletor e distribuidor da água cujo
A maria-sem-vergonha é também conhecida como beijo. elemento crucial vai para o abastecimento das outras regiões
Ela tem rápida propagação em áreas de sombra e em brasileiras.
ambientes úmidos. (E) Com topografia elevada e localizado estrategicamente no
A maria-sem-vergonha desloca plantas nativas. Planalto Central brasileiro, o Cerrado funciona como
gigantesco coletor e distribuidor de água, elemento crucial no
As frases acima se organizam em um único período com abastecimento das demais regiões.
clareza, correção e lógica em:
(A) Também conhecida como beijo, a maria-sem-vergonha 10. (FCC-2009)
veio da África para ser usada como ornamento, mas desloca
plantas nativas por sua rápida propagação em áreas de A visão da água como um bem barato ou gratuito
sombra e em ambientes úmidos. permanece arraigada em muitos lugares.
(B) A maria-sem-vergonha, que desloca plantas nativas Parte das alternativas referentes ao uso adequado da
usada como ornamento, veio da África, também conhecida água está sendo adotada ao redor do mundo.
como beijo, além de se propagar rapidamente em áreas de Muitos agricultores relutam em rever seus métodos de
sombra e em ambientes úmidos. plantio e de cultura.
(C) A maria-sem-vergonha, usada como ornamento, veio da As medidas para resolver o problema tardam a ser
África também conhecida como beijo, se propagando tomadas.
rapidamente em áreas de sombra e em ambientes úmidos,
ainda com deslocamento das plantas nativas. As frases acima articulam-se em um único período com
(D) Ela, que é a maria-sem-vergonha, vindo da África, e clareza, correção e lógica, em:
também conhecida como beijo, vai se propagando
rapidamente em áreas de sombra e em ambientes úmidos, e (A) As medidas para resolver o problema da água como um
assim a maria-sem-vergonha desloca plantas nativas, usada bem barato ou gratuito com a qual permanece arraigada em
como ornamento. muitos lugares tardam a ser tomadas, sendo parte das
(E) Conquanto é usada como ornamento, veio da África a alternativas ao uso adequado da água que está sendo
maria-sem-vergonha que é também conhecida como beijo, adotada ao redor do mundo mesmo que muitos agricultores
se propagando rapidamente em áreas de sombra e em relutam em rever seus métodos de plantio e de cultura.
ambientes úmidos e desloca plantas nativas. (B) Parte das alternativas referentes ao uso adequado da
água está sendo adotada ao redor do mundo, porém muitos
09. (FCC-2009) agricultores relutam em rever seus métodos de plantio e de
O Cerrado apresenta topografia elevada. cultura, pois a visão da água como um bem barato ou
O Cerrado se localiza estrategicamente no Planalto gratuito permanece arraigada em muitos lugares, de modo
Central brasileiro. que as medidas para resolver o problema tardam a ser
O Cerrado funciona como gigantesco coletor e tomadas.
distribuidor de água. (C) A visão da água como um bem barato ou gratuito
A água do Cerrado é elemento crucial no abastecimento permanece arraigada em muitos lugares, como parte das
das demais regiões brasileiras. alternativas referentes ao uso adequado a qual está sendo
adotada ao redor do mundo, com muitos agricultores
As frases acima se organizam em um único período, com relutando em rever seus métodos de plantio e de cultura, já
clareza, correção e lógica, em: que as medidas para resolver o problema tardam a ser
tomadas.
(A) O Cerrado apresenta topografia elevada que se localiza (D) Muitos agricultores, relutando em rever seus métodos de
estrategicamente no Planalto Central brasileiro funcionando plantio e de cultura, onde as medidas para resolver o
então como um gigantesco coletor e distribuidor de água, problema tardam a ser tomadas, faz parte das alternativas
onde ela vem sendo elemento crucial para o abastecimento referentes ao uso adequado da água, que está sendo
das demais regiões. adotada ao redor do mundo, com a visão dela como bem
(B) A água do Cerrado é elemento crucial para o barato ou gratuito.
abastecimento das outras regiões brasileiras, sendo de (E) Como fazem parte das alternativas referentes ao uso
topografia elevada, que se localiza estrategicamente no adequado da água, muitos agricultores relutam em rever
Planalto Central, funcionando como gigantesco coletor e seus métodos de plantio e de cultura com as medidas
distribuidor dessa água. tardando a ser tomadas para resolver o problema da visão
(C) O Cerrado se localiza estrategicamente no Planalto da água como um bem barato ou gratuito, arraigado em
Central brasileiro, sendo o gigantesco coletor e distribuidor muitos lugares.
de água, de que ela, é elemento crucial para o
abastecimento das demais regiões.

12
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

GABARITO 1. O critério utilizado pelo autor do texto para assinalar a


01. D principal distinção entre as DUAS SOCIEDADES diz
02. B respeito, fundamentalmente,
03. C
04. C (A) à ambição política das classes subalternas.
05. A (B) às formas de fanatismo religioso que as modelaram.
06. B (C) ao grau de tolerância no trato com as diferenças.
07. A (D) à homogeneidade que cada uma soube constituir.
08. A (E) ao projeto cultural alimentado por ambas.
09. E
10. B 2. Considerando-se o contexto, traduz-se
adequadamente o sentido de um segmento em:
FCC/2010 - TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO
ESTADO DO PARÁ - Técnico de Controle Externo (A) incorpora o pluralismo étnico = institui a dissimulação
racial.
Atenção: As questões de números 1 a 10 referem-se ao texto (B) à sua natureza mais íntima = à sua mais profunda
seguinte. inclinação.
(C) presença constritora da lei = atuação subjacente dos
Duas sociedades códigos legais.
(D) castigo do réprobo = estigma de quem reprova.
Na formação histórica dos Estados Unidos, houve (E) enganadora fraternidade = solidariedade reprimida.
desde cedo uma presença constritora da lei, religiosa e civil,
que plasmou os grupos e os indivíduos, delimitando os 3. A frase E ganhou em flexibilidade o que perdeu em
comportamentos graças à força punitiva do castigo exterior e inteireza e coerência deve ser compreendida como uma
do sentimento interior do pecado. avaliação final do autor, para quem
Esse endurecimento do grupo e do indivíduo
confere a ambos grande força de identidade e resistência, (A) a nossa sociedade é incoerente por ser tão áspera
mas desumaniza as relações com os outros, sobretudo os quanto flexível.
indivíduos de outros grupos, que não pertençam à mesma lei (B) as duas sociedades se opõem por conta de seus projetos
e, portanto, podem ser manipulados ao bel-prazer. A políticos.
alienação torna-se ao mesmo tempo marca de reprovação e (C) a nossa sociedade é menos inteiriça e áspera que a dos
castigo do réprobo; o duro modelo bíblico do povo eleito, EUA.
justificando a sua brutalidade com os não eleitos, os outros, (D) as duas sociedades se completam por causa de suas
reaparece nessas comunidades de leitores cotidianos da diferenças.
Bíblia. Ordem e liberdade – isto é, policiamentos internos e (E) a sociedade dos EUA é menos conflitiva e mais coerente
externos, direito de arbítrio e de ação violenta sobre o que a nossa.
estranho – são formulações desse estado de coisas.
No Brasil, nunca os grupos ou os indivíduos 4. Na frase No Brasil, nunca os grupos ou indivíduos
encontraram efetivamente tais formas; nunca tiveram a encontraram efetivamente tais formas, o segmento
obsessão da ordem senão como princípio abstrato, nem da sublinhado está-se referindo
liberdade senão como capricho. As formas espontâneas de
sociabilidade atuaram com maior desafogo e por isso (A) ao modo pelo qual se apresentam os não eleitos, os
abrandaram os choques entre a norma e a conduta, tornando outros.
menos dramáticos os conflitos de consciência. (B) às marcas do maior desafogo da nossa sociabilidade.
As duas situações diversas se ligam ao mecanismo (C) às formas espontâneas de sociabilidade.
das respectivas sociedades: uma que, sob alegação de (D) às manifestações de endurecimento do grupo e da
enganadora fraternidade, visava a criar e manter um grupo sociedade.
idealmente monorracial e monorreligioso; outra que incorpora (E) a abrandamentos de choques entre a norma e a conduta.
de fato o pluralismo étnico e depois religioso à sua natureza
mais íntima. Não querendo constituir um grupo homogêneo 5. Atente para as seguintes afirmações:
e, em consequência, não precisando defendê-lo
asperamente, a sociedade brasileira se abriu com maior I. No 2° parágrafo, a desumanização das relações com os
largueza à penetração de grupos dominados ou estranhos. E estranhos é dada como causa da rigidez na formação
ganhou em flexibilidade o que perdeu em inteireza e dos grupos sociais dos EUA.
coerência. II. No 3° parágrafo, a menor dramaticidade dos conflitos
de consciência, no Brasil, é atribuída a nossas formas
(Adaptado de Antonio Candido, Dialética da espontâneas de sociabilidade.
malandragem)

13
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

III. No 4° parágrafo, há referência ao caráter ilusório do (E) Não se permitem juízos e comportamentos mais flexíveis
tipo de fraternidade que se estabelece entre grupos e quem se formou na mais rigorosa ordem legal e
indivíduos brasileiros. religiosa.

Em relação ao texto, está correto APENAS o que se 9. Está clara e correta a redação deste livre comentário
afirma em sobre o texto:
(A) II. (A) Não há dúvida de que, a despeito de nossas mazelas
(B) III. sociais, a sociedade brasileira se apresenta mais
(C) II e III. pluralista que a dos Estados Unidos.
(D) I. (B) Implacável, a lei religiosa e a lei civil exercem,
(E) I e II. simultaneamente, um imponderável poder de arbítrio
junto aos não eleitos americanos.
6. Resulta inadequada e inaceitável a inclusão de (C) O fato de as duas sociedades serem tão diferentes não
vírgulas no seguinte trecho do texto: implica de que sejam mais ou menos justas entre si.
(D) Sugere-se no texto que a adoção do povo eleito,
(A) No Brasil, nunca os grupos ou indivíduos encontraram, segundo a Bíblia, faz com que a sociedade dos EUA
efetivamente, tais formas (...) (3º parágrafo) distile certa má vontade contra outros povos.
(B) (...) a sociedade brasileira se abriu, com maior largueza, (E) Por ter sido plasmado em meio ao castigo exterior e à
à penetração de grupos dominados ou estranhos. (4º punição íntima do pecado, os Estados Unidos adquiriram
parágrafo) muito pouca elasticidade social.
(C) Na formação histórica dos Estados Unidos, houve, desde
cedo, uma presença constritora da lei (...) (1º parágrafo) 10. Está correto o emprego de AMBOS os elementos
(D) Esse endurecimento do grupo e do indivíduo, confere, a sublinhados na frase:
ambos, grande força de identidade e resistência (....) (2º
parágrafo) (A) A formação histórica dos Estados Unidos, de cujo
(E) A alienação torna-se, ao mesmo tempo, marca de endurecimento é sabido de todos, deu-se em
reprovação e castigo do réprobo (...) (2º parágrafo) consonância com leis duras, de cujas nos livramos.
(B) Há formas espontâneas de convívio, nas quais somos
7. (...) nunca tiveram a obsessão da ordem senão como um exemplo, assim como há formas rígidas, por onde os
princípio abstrato Estados Unidos se notabilizam.
(C) São desumanas as relações aonde existem preconceitos,
Uma outra redação, igualmente clara e correta para a assim como são odiosas aquelas em cujo processo é
frase acima, será: movido por falso moralismo.
(D) Nas sociedades mais inflexíveis, das quais o autor não
(A) nunca se fixaram demais em alguma ordem, a despeito deixa de criticar, os estranhos são vistos como
da abstração. indesejáveis, os quais cabe desprezar.
(B) jamais se permitiram o excesso de ordem, tendo em vista (E) A flexibilidade com que nos comportamos talvez
sua abstração. compense a inteireza e a coerência de que somos
(C) jamais ambicionaram diferente ordem, a não ser carentes.
enquanto abstração.
(D) em tempo algum obsedaram-se por tal ordem, haja vista FCC/2010 - TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO
a abstração. ESTADO DO PARÁ – Técnico em Informática
(E) jamais se deixaram obcecar pela ordem, vista apenas
como abstração. Atenção: As questões de números 1 a 10 referem-se ao texto
seguinte.
8. As normas de concordância verbal estão plenamente
observadas na frase: Informática e educação

(A) Vejam-se que os intentos de formação de uma sociedade O termo informática resulta da aglutinação dos
monorracial redundam em sentimento de intolerância vocábulos informação e automática, traduzindo-se
com a diversidade étnica. conceitualmente como “conjunto de conhecimentos e
(B) Devem-se à rigidez da formação histórica dos Estados técnicas ligados ao tratamento racional e automático de
Unidos os conflitos dramáticos de consciência dos informação, o qual se encontra associado à utilização de
indivíduos. computadores e respectivos programas”. Como ferramenta
(C) Nos Estados Unidos, conferem-se aos grupos e aos de trabalho, a informática contribui inequivocamente para a
indivíduos o intolerável arbítrio das discriminações elevação da produtividade, diminuição de custos e
sociais. otimização da qualidade dos serviços. Já como ferramenta
(D) Corresponde ao duro modelo bíblico do povo eleito as cultural ou de entretenimento, suas possibilidades são quase
brutalidades com que são tratados os estranhos. infinitas.
14
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

Não há como deixar de usar os recursos da II. Assim como ocorre com todos os tipos de ferramenta,
informática nos processos educativos. Ela coloca à o uso da informática é em si mesmo neutro,
disposição dos interessados um sem-número de opções e independente da finalidade.
campos de pesquisa, para muito além de um simples III. A divisão dos educadores quanto aos recursos da
adestramento tecnológico. Ela já está configurando os Internet espelha diferentes posições diante do material
paradigmas de um novo tempo e de um novo universo a ser já “acabado” e facilmente acessível.
explorado. Entre outras vantagens, ressalte-se a rápida e
efetiva troca de informações entre especialistas e não Em relação ao texto, está correto o que se afirma em
especialistas, a transação de experiências em tempo real, a
abertura de um diálogo imediato entre pontos distanciados (A) III, apenas.
no espaço. Para além da simples estupefação tecnológica, (B) I e III, apenas.
que toma de assalto aos mais ingênuos, a informática (C) I, II e III.
oferece uma transposição jamais vista dos limites físicos (D) I e II, apenas.
convencionais. (E) II e III, apenas.
Mas essa nova maravilha não deixa de ser uma
ferramenta que, por maior alcance que tenha, estará sempre 3. Representa-se, no contexto, uma relação de oposição
associada ao uso que dela se faça. Dependendo de seu entre os segmentos:
emprego, tanto pode tornar-se a expressão da mais alta
criação humana como a do nosso gênio destrutivo. Assim, há (A) abundância de material e novo desafio para os critérios
que capacitar os educandos em geral não apenas no que diz de seleção. (4º parágrafo)
respeito à competência técnica, como também à preservação (B) aglutinação dos vocábulos e traduzindo-se
da crítica e da ética. conceitualmente. (1º parágrafo)
Os educadores costumam dividir-se, diante dos (C) recursos de informática e processos educativos. (2º
recursos da Internet: há quem considere abominável a parágrafo)
facilidade das “pesquisas prontas”, que dispensam o jovem (D) experiências em tempo real e abertura de um diálogo
de um maior esforço; mas há quem julgue essa abundância imediato. (2º parágrafo)
de material um oportuno e novo desafio para os critérios de (E) simples estupefação tecnológica e transposição jamais
seleção do que seja ou não relevante. É bom lembrar a vista. (2º parágrafo)
advertência de um velho professor: quem acredita que o
computador efetivamente “pensa”, ao menos certifique-se de 4. Considerando-se o contexto, traduz-se corretamente o
que ele o faz para nós, e não por nós. sentido de um segmento em:
(Baseado em matéria da Revista Espaço Acadêmico, n. 85,
junho/2008) (A) preservação da crítica e da ética (3º parágrafo) =
retificação dos atributos morais e intelectuais.
1. De forma sucinta e correta, indica-se a função (B) simples adestramento tecnológico (2º parágrafo) = mera
desempenhada por um ou mais parágrafos na prerrogativa funcional.
estruturação do texto em: (C) configurando os paradigmas (2º parágrafo) =
estabelecendo os padrões.
(A) os dois últimos parágrafos são contraditórios entre si, já (D) transação de experiências (2º parágrafo) = correlação de
que representam, respectivamente, aprovação e alternâncias.
reprovação da Internet. (E) nosso gênio destrutivo (3º parágrafo) = nosso ímpeto
(B) o 1º parágrafo limita-se a esclarecer a formação e o energético.
significado de uma palavra-chave do texto.
(C) o 2º parágrafo indica a importância ainda relativa da 5. No contexto em que se apresenta o segmento
informática no que diz respeito a barreiras físicas certifique-se de que ele o faz para nós e não por nós (4°
tradicionais. parágrafo), os elementos grifados chamam a atenção
(D) o 3º parágrafo lembra que os recursos da informática não para a diferença entre as operações de
têm valor em si mesmos, valor este condicionado que
está pela utilização deles. (A) assumir e omitir.
(E) o 4º parágrafo não deixa de desencorajar quem julgue a (B) subsidiar e substituir.
informática uma poderosa ferramenta de pesquisa (C) antecipar e prorrogar.
educacional. (D) interpor e excluir.
(E) colaborar e superar.
2. Atente para as seguintes afirmações:

I. A maior vantagem, nos domínios da informática,


consiste no aprimoramento do desempenho e do
raciocínio técnico do usuário.

15
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

6. Está clara e correta a redação deste livre comentário (A) Mas essa nova maravilha não deixa de ser uma
sobre o texto: ferramenta (...) (é ainda)
(B) Dependendo de seu emprego, pode tornar-se a
(A) Toda e qualquer discriminação contra a Internet precisa expressão do nosso gênio destrutivo. (Em que pese a
de se precaver, haja visto que os benefícios podem seu emprego)
perfeitamente compensá-la. (C) Entre outras vantagens, ressalte-se a rápida e efetiva
(B) A despeito das vantagens da informática, há um troca de informações entre especialistas e não
inequívoco aperfeiçoamento dos meios de exploração especialistas. (Malgrado essas vantagens)
dos limites até então físicos. (D) Assim, há que capacitar os educando em geral (...)
(C) O que está sendo hoje assistido é uma reversão de (Entretanto, é possível)
paradigmas, a tal ponto que a informática faz seu (E) Para além da simples estupefação tecnológica (...) (Muito
universo nos parecer algo desconhecido. embora a)
(D) Tendo em vista seu aproveitamento pedagógico, o
investimento crítico de um seu assessor avalia as 10. Transpondo-se para a voz passiva a frase Ela já está
vantagens da Internet que lhe são inerentes. configurando os paradigmas de uma nova época, a
(E) A abundância de material disponível na Internet, longe de forma verbal resultante será
desanimar o usuário, deve estimulá-lo a se valer de seu
discernimento crítico. (A) configuraram-se.
(B) estão sendo configurados.
7. As normas de concordância verbal estão plenamente (C) têm sido configurados.
respeitadas na frase: (D) está sendo configurada.
(E) foram configurados.
(A) Deveria caber ao governo de cada país os
encaminhamentos para o uso responsável da FCC/2010 - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE
informática na área da educação fundamental. ALAGOAS - Técnico Judiciário - Área Administrativa
(B) Não se peçam às ferramentas que decidam por nós o
tipo de emprego que faremos delas. Atenção: As questões de números 1 a 10 baseiam-se no
(C) Não importam os excessos que houverem: a Internet texto apresentado abaixo.
sempre nos desafiará a sermos criteriosos no uso de
seus recursos. O século XX escolheu a democracia como forma
(D) Ultrapassa em muito os fáceis benefícios das novidades predominante de governo e, para legitimá-la, as eleições
tecnológicas a consciência de entendê-las como pelo voto da maioria. O momento eleitoral passou a mobilizar
simples ferramentas. as energias da política e trazer ao debate as questões
(E) Não fossem pelas advertências dos mais experientes, públicas relevantes. No entanto, demagogias de campanha e
muita gente deixaria de se acautelar diante das magias mandatos mal cumpridos foram aos poucos empanando a
da Internet. festa de cidadania do sufrágio universal.
Pierre Rosanvallon propõe como um dos critérios
8. Está correto o emprego de ambos os elementos para avaliar o grau de legitimidade de uma instituição a sua
sublinhados na frase: capacidade de encarnar valores e princípios que sejam
percebidos pela sociedade como tais. Assim como a
(A) Ele acha preferível gastar o pouco tempo em que dispõe confiança entre pessoas, legitimidade é uma entidade
com lições de informática do que reservá-lo para invisível. Mas ela contribui para a formação da própria
operações inteiramente inúteis. essência da democracia, levando à adesão dos cidadãos.
(B) A palavra informática resulta de uma aglutinação de Afinal, a democracia repousa sobre a ficção de transformar a
vocábulos, na qual nos leva ao esclarecimento do maioria em unanimidade, gerando uma legitimidade sempre
conceito que a corresponde. imperfeita. O consentimento de todos seria a única garantia
(C) Os recursos da informática, com os quais se deve contar indiscutível do respeito a cada um.
na área da educação, representam uma ferramenta cujo Mas a unanimidade dos votos é irrealizável. Por isso
valor é inestimável. a regra majoritária foi introduzida como uma prática
(D) Alguns educadores consideram que um computador, de necessária. Na democracia os conflitos são inevitáveis,
cujo emprego pouca gente dispensa, leva a uma porque governar é cada vez mais administrar os desejos das
facilitação onde o aluno se prejudica. várias minorias em busca de consensos que formem
(E) As vantagens de cujas nem todos reconhecem na maiorias sempre provisórias. Há, assim, uma contradição
informática superam em muito os eventuais prejuízos de inevitável entre a legitimidade dos conflitos e a necessidade
que todos temem. de buscar consensos. Fazer política na democracia implica
escolher um campo, tomar partido.
9. Sem prejuízo para a correção e o sentido, pode-se Quanto mais marcadas por divisões sociais e por
substituir o elemento sublinhado pelo indicado entre incertezas, mais as sociedades produzem conflitos e
parênteses em: necessitam de lideranças que busquem consensos. Como o
16
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

papel do Poder Executivo é agir com prontidão, não lhe é (C) à existência de conflitos e à ausência de unanimidade
possível gerir a democracia sem praticar arbitragens e fazer que exigem até mesmo a tomada de decisões
escolhas. Mas também não há democracia sem o Poder arbitrárias, dentro do processo democrático.
Judiciário, encarregado de nos lembrar e impor um sistema (D) à necessidade de legitimação de uma democracia pelo
legal que deve expressar o interesse geral momentâneo; consenso obtido na representação das minorias.
igualmente ela não existe sem as burocracias públicas (E) à importância de um debate público sobre questões
encarregadas de fazer com que as rotinas administrativas políticas relevantes e ao inevitável surgimento de
essenciais à vida em comum sejam realizadas com certa conflitos entre opiniões divergentes.
eficiência e autonomia.
(Gilberto Dupas. O Estado de S. Paulo, A2, 17 de janeiro de 4. O desenvolvimento do texto apresenta-se como
2009, com adaptações)
(A) defesa apaixonada dos regimes democráticos
1. De acordo com o texto, estabelecidos no século XX, essenciais para garantir o
consenso absoluto entre a maioria dos cidadãos.
(A) a autonomia de uma rotina administrativa é um dos (B) descrença, apoiada na opinião de outro especialista, na
fundamentos essenciais à existência de uma verdadeira legitimidade de regimes democráticos que não
democracia. conseguem estabelecer consensos entre os cidadãos.
(B) o regime democrático, apesar de sua validade no (C) discussão aprofundada sobre a ineficácia de certos
momento eleitoral, torna-se ilegítimo por não conseguir o regimes democráticos, apesar da legitimidade conferida
pleno consenso da maioria da população. pelos votos da maioria.
(C) a democracia constitui a legítima forma de governo, (D) crítica velada à superposição de atribuições aos Poderes,
apesar do abuso demagógico de alguns políticos. especialmente quanto ao Executivo e ao Judiciário, nos
(D) os mandatos conferidos pelo sufrágio universal devem regimes democráticos do século XX.
ser integralmente cumpridos pelos políticos eleitos. (E) explanação lógica e coerente, a partir de conceitos sobre
(E) a legitimidade de uma democracia só estará garantida se o assunto, de elementos inerentes à prática dos Poderes
houver um consenso entre a maioria das pessoas. num regime democrático.

2. Segundo o autor, 5. Identifica-se relação de causa e consequência,


respectivamente, no segmento:
I. basear-se em opiniões alheias para a tomada de certas
decisões pode originar conflitos que ponham em risco (A) O século XX escolheu a democracia como forma
a ordem pública essencial em regimes democráticos. predominante de governo e, para legitimá-la, as eleições
II. respeitar a vontade da maioria é uma prática pelo voto da maioria.
democrática que se impôs pela impossibilidade de (B) Assim como a confiança entre pessoas, legitimidade é
haver unanimidade no trato de questões de ordem uma entidade invisível. Mas ela contribui para a
pública. formação da própria essência da democracia...
III. estabelecer um consenso entre as mais variadas (C) Quanto mais marcadas por divisões sociais e por
opiniões existentes em grupos minoritários coloca em incertezas, mais as sociedades produzem conflitos e
risco a legitimidade de uma democracia. necessitam de lideranças que busquem consensos.
(D) Mas também não há democracia sem o Poder Judiciário,
Está correto o que se afirma em encarregado de nos lembrar e impor um sistema legal...
(E) Como o papel do Poder Executivo é agir com prontidão,
(A) I, somente. não lhe é possível gerir a democracia sem praticar
(B) II, somente. arbitragens e fazer escolhas.
(C) I e III, somente.
(D) II e III, somente. 6. ... a sua capacidade de encarnar valores e princípios...
(E) I, II e III. (2º parágrafo)

3. A contradição inevitável a que o autor alude, no 3º A frase cujo verbo exige o mesmo tipo de complemento
parágrafo, refere-se que o grifado acima é:

(A) à definição do momento eleitoral mais apropriado e à (A) Mas ela contribui para a formação da própria essência da
legitimação desse pleito com a escolha determinada democracia ...
pela maioria dos eleitores. (B) Afinal, a democracia repousa sobre a ficção ...
(B) ao verdadeiro grau de legitimidade de uma instituição e à (C) O consentimento de todos seria a única garantia
confiança nessa instituição depositada pela maioria de indiscutível ...
seus representantes. (D) ... mais as sociedades produzem conflitos ...
(E) ... e necessitam de lideranças ...

17
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

7. ... valores e princípios que sejam percebidos pela (A) Foi bem-vinda a voz de um poder administrativo
sociedade como tais. (2º parágrafo) independente, cuja a voz encarna o interesse geral, na
atenuação da legitimidade imperfeita da democracia.
Transpondo para a voz ativa a frase acima, o verbo (B) A voz de um poder administrativo independente de que
passará a ser, corretamente, está encarnando o interesse geral, está também
atenuando a legitimidade imperfeita da democracia.
(A) perceba. (C) Atenuando a legitimidade imperfeita da democracia, e
(B) foi percebido. sendo bem-vinda a voz de um poder administrativo
(C) tenham percebido. independente, de onde se encarna o interesse geral.
(D) devam perceber. (D) A voz de um poder administrativo independente, que
(E) estava percebendo. encarna o interesse geral, foi bem-vinda para atenuar a
legitimidade imperfeita da democracia.
8. ... encarregadas de fazer com que as rotinas (E) Como o poder administrativo independente atenua a
administrativas essenciais à vida em comum sejam legitimidade imperfeita da democracia, deve ser bem-
realizadas com certa eficiência e autonomia. (final do vinda a voz desse poder encarnando o interesse geral.
texto)
GABARITO
A expressão grifada acima preenche corretamente a
lacuna da frase: PROVA 1

(A) Muitos políticos duvidavam ...... fosse possível chegar a 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10


um consenso naquela questão. C B C D A D E B A E
(B) A prática política ...... os idealistas sonhavam mostrou-se
ineficaz diante de tantos conflitos. PROVA 2
(C) O regime democrático, ...... são respeitadas as liberdades
individuais, foi finalmente restabelecido naquele país. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
(D) Esperava-se apenas a publicação oficial das normas ....... D A E C B E D C A B
se marcasse a data das eleições.
(E) Nem sempre, em um regime democrático, são tomadas PROVA 3
as decisões ...... a maioria espera.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
9. A concordância verbal e nominal está inteiramente E B C E E D A B A D
correta na frase:

(A) A sociedade deve reconhecer os princípios e valores que PERÍODO COMPOSTO


determinam as escolhas dos governantes, para conferir
legitimidade a suas decisões. RELAÇÕES DE COORDENAÇÃO E SUBORDINAÇÃO
(B) A confiança dos cidadãos em seus dirigentes devem ser
embasados na percepção dos valores e princípios que
Período composto é aquele formado por mais de uma
regem a prática política.
oração.
(C) Eleições livres e diretas é garantia de um verdadeiro O período pode ser composto por coordenação,
regime democrático, em que se respeita tanto as subordinação e ainda por coordenação e subordinação.
liberdades individuais quanto as coletivas.
(D) As instituições fundamentais de um regime democrático PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO
não pode estar subordinado às ordens indiscriminadas
de um único poder central. É aquele formado por orações independentes quanto
(E) O interesse de todos os cidadãos estão voltados para o às funções sintáticas. Exemplo:
momento eleitoral, que expõem as diferentes opiniões
existentes na sociedade.
Arthur não teve medo e venceu os adversários.
10. Foi bem-vinda a voz de um poder administrativo
PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO
independente.
A voz de um poder administrativo independente encarna
É aquele formado por orações que denotam entre si
o interesse geral.
relação de dependência. Exemplo:
O poder administrativo independente atenua a
legitimidade imperfeita da democracia.
Ela disse que me amava.
As frases acima articulam-se em um único período, com
clareza, lógica e correção, em:
18
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

ELA DISSE QUE ME AMAVA ALTERNATIVAS


↓ ↓ (exprimem exclusão, alternância)
VERBO OBJETO
TRANSITIVO DIRETO Exemplos de conjunções alternativas: ou...ou, ora...ora
DIRETO
Exemplo:
Observe que a oração “que me amava” (subordinada)
funciona como termo da oração “Ela disse” (principal), visto Fique em casa ou vá para a escola logo.
que complementa o sentido da ação verbal “disse”. ↓ ↓
oração coordenada oração coordenada
ORAÇÕES COORDENADAS assindética sindética alternativa

As orações coordenadas dividem-se em dois grupos: EXPLICATIVAS


(indicam uma explicação ao que foi
01. Sindéticas: são aquelas que apresentam conjunção enunciado na outra oração)
coordenativa.
02. Assindéticas: são aquelas que não apresentam Exemplos de conjunções explicativas: porque, que, pois
conjunção coordenativa. (antes do verbo)

Veja: Exemplo:
A campainha batia, MAS o velhinho não ouvia.
Não façam barulho, que estou estudando.
1ª ORAÇÃO: “A CAMPAINHA BATIA”: oração coordenada ↓ ↓
assindética. oração coordenada oração coordenada
2ª ORAÇÃO: “MAS O VELHINHO NÃO OUVIA”: oração assindética sindética explicativa
coordenada sindética.
CONCLUSIVAS
As orações coordenadas sindéticas recebem o nome (estabelecem uma idéia de conclusão
da conjunção coordenativa que as inicia. Classificam-se, em relação à outra oração)
portanto, em:
Exemplos de conjunções conclusivas: portanto, por isso,
ADITIVAS logo, pois (depois do verbo)
(expressam adição, seqüência de pensamentos)
Exemplo:
Exemplos de conjunções aditivas: e, nem, mas também.
O carro é teu, logo deves cuidar bem dele.
Exemplo: ↓ ↓
oração coordenada oração coordenada
Nosso amigo não veio nem telefonou. assindética sindética conclusão
↓ ↓
oração coordenada oração coordenada
assindética sindética aditiva ORAÇÕES SUBORDINADAS

ADVERSATIVAS O período composto por subordinação é formado


(exprimem oposição, contraste) por uma oração principal e uma ou mais subordinadas.

Exemplos de conjunções adversativas: mas, porém, Oração principal é aquela a que se subordina outra
contudo, todavia, entretanto, no entanto. oração.
Oração subordinada é aquela que se relaciona a
Exemplo: outra (principal), desempenhando, no período, função
sintática.
Nosso time jogou bem, mas não conseguiu vencer.
↓ ↓ CLASSIFICAÇÃO DAS
oração coordenada oração coordenada ORAÇÕES SUBORDINADAS
assindética sindética adversativa
As orações subordinadas classificam-se de acordo
com sua função em: substantivas, adjetivas e adverbiais.

19
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS COMPLETIVAS NOMINAIS

As orações subordinadas substantivas vêm Oração subordinada substantiva completiva nominal é


normalmente introduzidas pelas conjunções integrantes que aquela que exerce função de complemento nominal de um
e se. Segundo seu valor sintático, elas podem ser: nome da oração principal. Exemplo:

SUBJETIVAS Nós estávamos desconfiados de que você não viria.


↓ ↓
Oração subordinada substantiva subjetiva é aquela oração principal oração subordinada
que tem função de sujeito da oração principal. substantiva
completiva nominal
Exemplos:
PREDICATIVAS
Seria conveniente que todos nos ajudassem.
↓ ↓ Oração subordinada substantiva predicativa é aquela
oração principal oração subordinada que exerce função de predicativo do sujeito da oração
substantiva subjetiva principal.

Comentava-se que ele era o juiz. Exemplo:


↓ ↓
oração principal oração subordinada Nosso medo era que a casa caísse.
(verbo na voz substantiva subjetiva ↓ ↓
passiva) oração principal oração subordinada
substantiva
OBSERVAÇÀO predicativa

Quando a oração subordinada substantiva é subjetiva, APOSITIVAS


o verbo da oração principal está sempre na 3ª pessoa do
singular. Oração subordinada substantiva apositiva é aquela
que exerce função de aposto da oração principal.
OBJETIVAS DIRETAS
Exemplo:
Oração subordinada substantiva objetiva direta é Todos tinham um sonho: que o time vencesse.
aquela que exerce função de objeto direto do verbo da ↓ ↓
oração principal. oração principal oração subordinada
substantiva
Exemplo: apositiva

O guarda garantiu-lhe que não havia perigo. COM FUNÇÃO DE AGENTE DA PASSIVA
↓ ↓
oração principal oração subordinada Oração subordinada substantiva com função de
substantiva agente da passiva é aquela que funciona como agente da
objetiva direta passiva do verbo da oração principal.
Exemplo:
A garota foi beijada por quem apagou a luz.
OBJETIVAS INDIRETAS ↓ ↓
oração principal oração subordinada
Oração subordinada substantiva objetiva indireta é substantiva
aquela que exerce função de objeto indireto do verbo da agente da passiva
oração principal.

Exemplo: ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS

Ninguém o convencerá de que não havia perigo. As orações subordinadas adverbiais exercem a
↓ ↓ função de adjunto adverbial da oração principal. Existem
oração principal oração subordinada nove tipos de orações subordinadas adverbiais.
substantiva
objetiva indireta

20
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

CAUSAIS COMPARATIVAS

Oração subordinada adverbial causal é aquela que Oração subordinada adverbial comparativa é aquela
exprime o motivo, a causa do fato expresso na oração que representa o segundo termo de uma comparação.
principal. Exemplos: Exemplos:

Como tinha melhores jogadores nosso time venceu. A preguiça gasta a vida como a ferrugem consome o
↓ ↓ ferro.
oração subordinada oração principal ↓ ↓
adverbial oração principal oração subordinada adverbial
causal comparativa

CONDICIONAIS Nossos problemas são mais graves que os seus.


↓ ↓
Oração subordinada adverbial condicional é aquela oração principal oração subordinada
que exprime condição à ocorrência do fato expresso na adverbial
oração principal. Exemplo: comparativa

Tudo vale a pena se a alma não é pequena. OBSERVAÇÃO: nesse exemplo, o verbo da oração
↓ ↓ subordinada, por ser o mesmo da oração principal, ficou
oração principal oração subordinada adverbial subentendido.
condicional
TEMPORAIS
CONFORMATIVAS
Oração subordinada adverbial temporal é aquela
Oração subordinada adverbial conformativa é que indica o tempo da realização do fato declarado na
aquela que indica conformidade com a declaração contida na oração principal. Exemplos:
oração principal. Exemplos:
Mal você saiu, começou a briga.
O torneio será realizado como exige a federação. ↓ ↓
↓ ↓ oração subordinada oração principal
oração principal oração subordinada adverbial adverbial
conformativa temporal

CONCESSIVAS FINAIS

Oração subordinada adverbial concessiva é aquela Oração subordinada adverbial final é aquela que
que, apesar de indicar uma circunstância adversa à indica a finalidade do fato expresso na oração principal.
declaração da oração principal, não a modifica.
Exemplo: Exemplos:

Ainda que sejamos torturados, não confessaremos. Para que tudo ocorra bem, precisamos estar atentos.
↓ ↓ ↓ ↓
oração subordinada oração principal oração subordinada oração principal
adverbial adverbial
concessiva final

CONSECUTIVAS PROPORCIONAIS

Oração subordinada adverbial consecutiva é aquela Oração subordinada adverbial proporcional é aquela
que indica a conseqüência do fato expresso na oração que indica uma relação de proporcionalidade com o fato
principal. Exemplos: expresso na oração principal. Exemplo:

A prova foi tão difícil que ninguém foi aprovado. À medida que envelhecia, aumentava seu remorso.
↓ ↓ ↓ ↓
oração principal oração subordinada adverbial oração subordinada oração principal
consecutiva adverbial
proporcional

21
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS Os vizinhos que não gostam de música reclamam muito.

As orações subordinadas adjetivas exercem função de oração subordinada adjetiva restritiva
adjunto adnominal de um substantivo ou pronome da oração
principal. São introduzidas por pronome relativo: que (o qual, Nesse caso, alguns dos vizinhos gostam de música e
a qual, os quais, as quais), quem, cujo, onde etc. outros não. Os que não gostam reclama muito.

Observe: EMPREGO DE PRONOMES RELATIVOS & PONTUAÇÃO

PERÍODO SIMPLES 01. “Os brasileiros, que acreditam na possibilidade de um


governo sério, exigem medidas imediatas contra os políticos
O deputado revelou coisas impressionantes. corruptos.”
↓ ↓
substantivo adjetivo Sobre a frase acima, marque a correta:
(adjunto adnominal) a) Medidas imediatas contra os políticos corruptos são
exigidas somente pelos brasileiros que acreditam na
PERÍODO COMPOSTO possibilidade de um governo sério.
b) Alguns brasileiros acreditam na possibilidade de um
pronome relativo governo sério.
↑ c) Alguns brasileiros exigem medidas imediatas contra os
O deputado revelou coisas que impressionam. políticos corruptos.
↓ ↓ d) Os brasileiros acreditam na possibilidade de um governo
substantivo oração subordinada sério e exigem medidas imediatas contra os políticos
adjetiva corruptos.
e) Aqueles brasileiros que acreditam na possibilidade de um
As orações subordinadas adjetivas podem ser governo sério exigem medidas imediatas contra os políticos
explicativas e restritivas. corruptos.

EXPLICATIVAS 02. “Os petroleiros que resistem às pressões do governo


fizeram um apelo aos sindicatos, que os apóiam, para que se
Encerram uma afirmação adicional de um ser que já convoque uma reunião, na qual se buscariam alternativas
se acha suficientemente definido. As explicativas são para o impasse. Concomitantemente, o governo busca
emolduradas por vírgulas. Exemplos: adesões no Congresso para as medidas que está tomando
em relação à greve.”
Os balões, que subiam lentamente, eram muito admirados. Em relação a esse trecho, é correto afirmar:
↓ a) Os petroleiros fizeram um apelo aos sindicatos, que os
oração subordinada adjetiva explicativa apóiam.
b) Todos os petroleiros resistem às pressões do governo.
RESTRITIVAS c) Apenas alguns sindicatos apóiam a greve dos petroleiros.
d) Antes que os petroleiros falassem em fazer reunião, o
As orações adjetivas restritivas restringem, limitam a Governo já buscava a aprovação do Congresso para as suas
significação de um termo antecedente (substantivo ou medidas em relação à greve.
pronome). Não se separam por vírgula. Exemplo: e) Os sindicatos apóiam os petroleiros que resistem às
pressões do governo.

Eu já li o livro que você me trouxe. 03. Assinale a alternativa em que a oração entre colchetes
↓ ↓ deve ser necessariamente separada por vírgulas.
oração principal oração subordinada adjetiva a) Os integrantes da comissão [que se mostrarem contrários
restritiva ao que foi decidido] devem ser substituídos.
b) O candidato [que não concordar com a divulgação das
Observe: pesquisas de opinião] poderá entrar com processo na justiça.
c) O funcionário público [que for contratado depois da
Os vizinhos, que não gostam de música, reclamam muito. alteração da lei da aposentadoria] não terá mais salário
↓ integral quando se aposentar.
oração subordinada adjetiva explicativa d) O eleitor [que se sentir ultrajado pelas campanhas
eleitorais] poderá dar uma resposta a esses abusos nas
Nesse caso, nenhum dos vizinhos gosta de música e, urnas.
portanto, todos eles reclamam.

22
NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS

CURSO TRIBUNAL PLENO/CONCURSOS


MATERIAL N. 01
PROF. FELIPE OBERG

e) O presidente da República [que parte para mais uma


viagem ao exterior na próxima semana] reuniu os ministros
para definir estratégias a fim de combater a fome no Brasil.

GABARITO (EMPREGO DE PRONOMES RELATIVOS & PONTUAÇÃO)


01. D
02. E
03. E

ORAÇÕES SUBORDINADAS REDUZIDAS

As orações reduzidas não são introduzidas por


conjunção e apresentam o verbo numa das formas nominais:
infinitivo (terminação ar, er, ir), gerúndio (terminação ndo) ou
particípio (terminação ado, ido).

Geralmente as orações reduzidas podem ser


desdobradas numa equivalente, com conectivo. Veja:

Seria bom eu estudar mais.



verbo no infinitivo

Seria bom que eu estudasse mais.



conjunção (conectivo)

Exemplos de orações reduzidas:

Todos afirmam ser ele o ladrão.


↓ ↓
oração principal oração subordinada
substantiva
objetiva direta
reduzida de infinitivo

Já recebemos os livros chegados de Paris.


↓ ↓
oração principal oração subordinada adjetiva
restritiva
reduzida de particípio

“Quem não luta pelos seus objetivos não é digno deles.”

Rui Barbosa

23