Você está na página 1de 48

Geometria Analítica

Prof° Marcelo Maraschin de Souza


Vetor Definido por dois pontos

Seja o vetor 𝐴𝐵 de origem no ponto A(𝑥1, 𝑦1 ) e extremidade


no ponto B(𝑥2, 𝑦2 ) .

Qual é a expressão algébrica que representa 𝐴𝐵?


Vetor Definido por dois pontos

𝑂𝐴 + 𝐴𝐵 = 𝑂𝐵

𝐴𝐵 =(𝑥2 − 𝑥1, 𝑦2 − 𝑦1 )

Tarefa: obter expressão algébrica para 𝐵𝐴.

Exemplo: Dados os pontos A(-1,2), B(3,-1) e C(-2,4),


1
determinar o ponto D de modo que 𝐶𝐷 = 𝐴𝐵.
2
Ponto Médio

Seja o segmento de extremos A(𝑥1, 𝑦1 ) e B(𝑥2, 𝑦2 ),

Sendo M(x,y) o ponto médio de AB, podemos expressar


que 𝐴𝑀 = 𝑀𝐵 ou (𝑥 − 𝑥1 , 𝑦 − 𝑦1 ) = (𝑥2, −𝑥, 𝑦2 − 𝑦), ou seja
𝑥 +𝑥 𝑦 +𝑦
M( 1 2 , 1 2)
2 2

Exemplo: o ponto médio do segmento de extremos A(-2,3)


e B(6,2) é?
Paralelismos de Vetores

Vimos que se dois vetores 𝑢 = (𝑥1, 𝑦1 ) e 𝑣 = (𝑥2, 𝑦2 ) são


paralelos, existe um número real α tal que 𝑢 = α𝑣, ou seja

(𝑥1, 𝑦1 )= α(𝑥2, 𝑦2 )

Donde temos,

𝑥1 𝑦1
= =α
𝑥2 𝑦2

Exemplo: mostre que 𝑢 = (−2,3) e 𝑣 = (−4,6) são


paralelos.
Módulo de um vetor

Seja o vetor 𝑣 = (𝑥, y),

o módulo de 𝑣 é dado por,


𝑣 = 𝑥 2 + 𝑦²

Exemplo: calcule o módulo de 𝑣 = (2, −3).


Distância entre dois pontos

A distância entre dois pontos A( 𝑥1, 𝑦1 ) e B( 𝑥2, 𝑦2 ) é o


comprimento (módulo) do vetor 𝐴𝐵, ou seja,

d(A,B)=|𝐴𝐵|

mas 𝐴𝐵= B – A = (𝑥2 − 𝑥1 , 𝑦2 − 𝑦1 ), então,

d(A,B)= 𝑥2 − 𝑥1 2 + (𝑦2 − 𝑦1 )²
Vetor Unitário

Para cada vetor 𝑣 não nulo é possível associar dois


vetores unitários paralelos: 𝑣/|𝑣| (versor) e seu oposto
− 𝑣/|𝑣| .

Exemplo: calcule um vetor unitário de 𝑣 = 3, −4 .

𝑣 3 −4
𝑢= =( , ).
|𝑣| 𝟓 𝟓

Tarefa: mostre que 𝑢 é de fato um vetor unitário.


Exercícios
Vetor no Espaço

Da mesma forma que para vetores na reta,


consideraremos que a base canônica {𝑖, 𝑗, 𝑘} irá determinar
o sistema cartesiano ortogonal Oxyz, onde estes três
vetores unitários e ortogonais dois a dois estão
representados com origem no ponto O.
Vetor no Espaço

Cada ponto P(x,y,z) do espaço corresponde o vetor


𝑂𝑃 = 𝑥𝑖 + 𝑦𝑗 + 𝑧𝑘
isto é, as próprias coordenadas x,y,z do ponto P são as
componentes do vetor 𝑂𝑃 na base canônica.
Vetor no Espaço

Defina as coordenadas de cada ponto no espaço:


Vetor no Espaço
• Igualdade;
• Soma;
• Multiplicação por escalar;
• Vetor definidos por dois pontos;
• Ponto médio;
• Paralelismo;
• Módulo.

As definições de cada uma delas para o espaço são


análogas às do plano.
Vetor no Espaço

Obs: como o sistema tem solução única, o conjunto


{𝐴𝐵, 𝑢, 𝑣} é uma base deste espaço e, portanto, estes três
vetores são não-coplanares.
Vetor no Espaço
Vetor no Espaço
Produto Escalar
Chama-se produto escalar de dois vetores 𝑢 = (𝑥1 , 𝑦1 , 𝑧1 )
e 𝑣 = (𝑥2 , 𝑦2 , 𝑧2 ), e se representa 𝑢 ⋅ 𝑣, ao número real,

𝑢 ⋅ 𝑣 = 𝑥1 𝑥2 + 𝑦1 𝑦2 + 𝑧1 𝑧2

Também indicamos o produto escalar por < 𝑢, 𝑣 >.

Exemplo:
Produto Escalar
Exercício:
Produto Escalar
Propriedades: para quaisquer 𝑢, 𝑣 e 𝑤 e α número real,
temos que:

• 𝑢⋅𝑣 =𝑣⋅𝑢
• 𝑢⋅ 𝑣+𝑤 =𝑢⋅𝑣+𝑢⋅𝑤
• α(𝑢 ⋅ 𝑣)= (α𝑢) ⋅ 𝑣
• 𝑢 ⋅ 𝑢 > 0 se 𝑢 ≠ 0 e 𝑢 ⋅ 𝑢 = 0 se 𝑢 = 0
• 𝑢 ⋅ 𝑢 = |𝑢|²

Considere um vetor no espaço, e prove a última


proposição.
Exercícios

e
Produto Escalar
Definição geométrica: se 𝑢 e 𝑣 são vetores não nulos e θ
o ângulo entre eles, então

𝑢 ⋅ 𝑣 = 𝑢 𝑣 cos(θ), 0º ≤ θ ≤ 180º

Demonstre!
Dica: aplicar a lei dos cossenos no seguinte triângulo:
Exemplo
Desigualdades

• Desigualdade de Schwarz:

|𝑢 ⋅ 𝑣| ≤ |𝑢||𝑣|

• Desigualdade Triangular:

𝑢 + 𝑣 ≤ 𝑢 + |𝑣|
Produto escalar

Em cada um dos casos, julgue o sinal de 𝑢 escalar 𝑣.


Ortogonalidade
Dois vetores 𝑢 𝑒 𝑣 são ortogonais se, e somente se,

𝑢⋅𝑣 =0
Exemplos:
Ângulo entre dois vetores
Da definição de produto escalar, temos

𝑢⋅𝑣
𝒄𝒐𝒔 𝜽 =
𝑢 |𝑣|

Exemplos:
Ângulo Diretos e Cossenos Diretores

Consideramos o vetor 𝑣 = 𝑥𝑖 + 𝑦𝑗 + 𝑧𝑘 , seus ângulos


diretores são os ângulos α, β e γ que ele forma com os
vetores 𝑖, 𝑗 e 𝑘.
Ângulo Diretos e Cossenos Diretores

Os cossenos diretores de 𝑣 são cos α , cos β 𝑒 cos(γ):

Exemplo: calcule os ângulos diretores de 𝑣 = 1, −1,0 .


Projeção de um vetor sobre outro
Sejam 𝑢 𝑒 𝑣 não nulos e θ o ângulo entre eles. Suponha
que 𝑣 = 𝑣1 + 𝑣2 , sendo 𝑣1 // 𝑢 e 𝑣2 ⊥ 𝑢 .

O vetor 𝑣1 é chamado projeção ortogonal de 𝑣 sobre


𝑢 e indicado por
𝑣1 = 𝑝𝑟𝑜𝑗𝑢 𝑣
Projeção de um vetor sobre outro
Além disso, sendo 𝑣1 = α𝑢 , conclui-se que,

𝑣⋅𝑢
𝑝𝑟𝑜𝑗𝑢 𝑣 = 𝑢.
𝑢⋅𝑢
Demonstração:
Sendo 𝑣1 // 𝑢, temos 𝑣1 = α𝑢 e como 𝑣2 = 𝑣 − 𝑣1 = 𝑣 − α𝑢 é
ortogonal a 𝑢, vem
(𝑣 −α𝑢 ) ⋅ 𝑢 = 0 ou 𝑢 ⋅ 𝑣 − α𝑢 ⋅ 𝑢 = 0
e
𝑣⋅𝑢
α=
𝑢⋅𝑢

Portanto, sendo 𝑣1 = α𝑢 , o resultado segue da equação do slide


anterior.
Projeção de um vetor sobre outro
Exemplos:
Produto Vetorial
Chama-se produto vetorial de dois vetores 𝑢 = 𝑥1 𝑖 +
𝑦1 𝑗 + 𝑧1 𝑘 e 𝑣 = 𝑥2 𝑖 + 𝑦2 𝑗 + 𝑧2 𝑘, se representa por 𝑢 × 𝑣, ao
vetor

𝑖 𝑗 𝑘
𝑢 × 𝑣 = 𝑥1 𝑦1 𝑧1
𝑥2 𝑦2 𝑧2

Obs: o produto vetorial é um vetor, diferentemente do


produto escalar, no qual tínhamos um numero real.
Produto Vetorial
Exemplo:
Produto Vetorial
Observações:

• 𝑢 × 𝑣 = −(𝑣 × 𝑢) , logo o produto vetorial não é


comutativo, assim, a ordem dos fatores é importante.

• 𝑢 × 𝑣 = 0 se, e somente se, 𝑢//𝑣.


Características do Produto Vetorial
Considere os vetores 𝑢 = (𝑥1 , 𝑦1 , 𝑧1 ) e 𝑣 = 𝑥2 , 𝑦2 , 𝑧2 .

Direção de 𝑢 × 𝑣 : o vetor 𝑢 × 𝑣 é simultaneamente


ortogonal a 𝑢 e 𝑣.

Para provar isso basta mostrar que

• (𝑢 × 𝑣) ⋅ 𝑢 = 0
e
• (𝑢 × 𝑣) ⋅ 𝑣 = 0
Características do Produto Vetorial
Sentido de 𝑢 × 𝑣 : o sentido do vetor 𝑢 × 𝑣 pode ser
determinado utilizando a “regra da mão direita”. Sendo θ o
ângulo entre os vetores, suponha que 𝑢 sofra rotação de
ângulo até 𝑣.
Características do Produto Vetorial

Comprimento de 𝑢 × 𝑣: se θ é o ângulo entre os vetores


𝑢 𝑒 𝑣 não nulos, então

𝑢 × 𝑣 = 𝑢 𝑣 𝑠𝑒𝑛 𝜃

A área desse paralelogramo é A=(base)(altura), ou seja

A= 𝑢 𝑣 𝑠𝑒𝑛 𝜃 = 𝑢 × 𝑣
Características do Produto Vetorial

Exemplo: seja 𝑢 = (2,0,0) e 𝑣 = (0,3,0), calcule a área.

Solução:
𝑖 𝑗 𝑘
𝑢 × 𝑣 = 2 0 0 = (0,0,6)
0 3 0

|𝑢 × 𝑣| = 6
Propriedades do Produto Vetorial
• O produto vetorial, em geral, não é associativo:
𝑢 × 𝑣 × 𝑤 ≠ 𝑢 × (𝑣 × 𝑤)

Propriedades válidas:
• 𝑢 × 𝑣 + 𝑤 = 𝑢 × 𝑣 + (𝑢 × 𝑤)

• 𝛼 𝑢 × 𝑣 = 𝛼𝑢 × 𝑣

• 𝑢⋅ 𝑣×𝑤 = 𝑢×𝑣 ⋅𝑤
Exercícios

3)
Exercícios
4)

5)
Produto Misto
Chama-se produto misto dos vetores 𝑢 = (𝑥1 , 𝑦1 , 𝑧1 ) e 𝑣 =
𝑥2 , 𝑦2 , 𝑧2 𝑒 𝑤 = 𝑥3 , 𝑦3 , 𝑧3 , o número real 𝑢 ⋅ 𝑣 × 𝑤 . É
também indicado por 𝑢, 𝑣, 𝑤 .

𝑥1 𝑦1 𝑧1
𝑢 ⋅ 𝑣 × 𝑤 = 𝑥2 𝑦2 𝑧2
𝑥3 𝑦3 𝑧3
Propriedades de Produto Misto
• 𝑢, 𝑣, 𝑤 =0, se um dos vetores for nulo, ou dois deles
são colineares, ou se os três são coplanares.

• 𝑢, 𝑣, 𝑤 = − 𝑣, 𝑤, 𝑢 = − 𝑤, 𝑢, 𝑣
• 𝑢, 𝑣, 𝑤 + 𝑎 = 𝑢, 𝑣, 𝑤 + 𝑢, 𝑣, 𝑎
• 𝛼𝑢, 𝑣, 𝑤 = 𝑢, 𝛼𝑣, 𝑤 = 𝑢, 𝑣, 𝛼𝑤 = 𝛼 𝑢, 𝑣, 𝑤
Exercício
Interpretação Geométrica deProduto Misto

O produto misto 𝑢 ⋅ 𝑣 × 𝑤 é igual, em módulo, ao volume


do paralelepípedo de arestas determinadas pelos vetores
não coplanares 𝑢, 𝑣 e 𝑤.
Interpretação Geométrica de Produto Misto

Pois, o volume de um paralelepípedo é dado por

𝑉 = á𝑟𝑒𝑎 𝑑𝑎 𝑏𝑎𝑠𝑒 𝑎𝑙𝑡𝑢𝑟𝑎


Ou seja,

𝑉 = |𝑣 × 𝑤| 𝑢 |cos(𝜃)|

𝑉 = | 𝑢 |𝑣 × 𝑤|cos(𝜃)|

𝑉 = 𝑢 ⋅ (𝑣 × 𝑤)
Interpretação Geométrica de Produto Misto

Volume do prisma:

1
𝑉𝑝 = 𝑉
2

Volume do tetraedro:

1 1
𝑉𝑡 = 𝑉𝑝 = 𝑉
3 6
Exemplo

Você também pode gostar