Você está na página 1de 20

CAMPEONATOS

ESPORTIVOS E
REDES SOCIAIS:
uma oportunidade
para as marcas

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 1
EDITORIAL
Thayane Veiga índice
DESIGN
Bruno Alves
3 INTRODUÇÃO: OLHO NA BOLA, OLHO NAS REDES

5 O QUE ISSO SIGNIFICA PARA AS MARCAS?

6 MARCAS QUE JÁ USARAM AS REDES SOCIAIS EM CAMPEONATOS ESPORTIVOS

13 JOGOS DE 2016

17 NA PRÁTICA: DOS AND DON’TS

19 CONCLUSÃO: QUAL O LEGADO DEIXADO PARA AS MARCAS?


introdução
OLHO NA BOLA, OLHO NAS REDES
Pense em como você normalmente acompanha A tradicional final do campeonato de futebol retrato dos Estados Unidos frente a um campeo-
os jogos do seu time de coração ou seu esporte americano nos Estados Unidos, o Superbowl, foi nato esportivo. O primeiro grande evento mun-
preferido. Dentro de casa conversando com a te- um dos primeiros grandes eventos a despontar dial que provaria se as redes sociais realmente
levisão sobre o que você acha que deve ser feito nas redes sociais. Em 2012 a partida foi nomeada seriam uma forma de acompanhar campeonatos
dentro das quatro linhas ou em um bar comen- como a mais conectada da história, com iniciati- esportivos seria a Copa do Mundo de 2014 rea-
tando com seus amigos, o debate sobre o que vas conectando o offline ao online e incentivando lizada no Brasil. E o nível social de interações foi
está acontecendo naquele momento para você os torcedores a se engajarem por meio desses recorde.
fica restrito àquela situação e àquelas pessoas. canais. No entanto, matérias sobre a grande re-
Certo? Só se não levarmos em conta as redes so- percussão do evento consideravam como métri- A “Copa das redes”, como foi chamada, foi a maior
ciais. ca, ainda, apenas a audiência dos canais televisi- conversação em torno de um evento até então.
vos e a audiência do site da NFL. Foram 3 bilhões de interações no Facebook em
Toda a conversação que acontece pré, durante torno do assunto durante todo o campeonato e
e pós-jogo, passou a ser pauta dentro das redes Porém, a partir daí, o Superbowl não parou de somente a partida final rendeu 618,725 tweets
sociais. Dentro desses canais, você compartilha a crescer no digital e apresenta resultados signifi- por minuto no Twitter e 280 milhões de intera-
sua opinião com todos seus amigos e com outros cativos desde então. Na edição 50, realizada em ções no Facebook.
usuários falando sobre o mesmo assunto que 2016, foram contabilizados 200 milhões de posts
você. Com a diferença que a escala de pessoas feitos no Facebook mencionando o evento, mais
atingidas com as suas opiniões muda completa- de 60 milhões de pessoas interagindo com o as-
mente. sunto e 27 milhões de mensagens publicadas no
Twitter somente no dia da partida. Entre os as-
Alguns dados para se ter em mente suntos de maior engajamento para os usuários
estavam os destaque da partida, o show do inter-
O movimento não é recente, mas a penetração valo que é sempre realizado por grandes artistas
das redes sociais em campeonatos e eventos es- e as interações de marcas durante o evento.
portivos aumenta cada vez mais. Pode parecer
repetitivo e óbvio falarmos agora da integração Apesar de o futebol americano ganhar mais re-
do online e offline, mas vamos recapitular e en- levância ao redor do mundo nos últimos anos,
tender como esse processo ocorreu. os resultados do Superbowl mostram apenas o

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 3
88 milhões de usuários
no Facebook geraram 280 milhões de interações (posts, comentários Depois desse cenário grandioso dentro das
e likes) relacionadas à final da Copa do Mundo entre Alemanha e redes sociais, a expectativa é que os próximos
Argentina em 13 de Julho de 2014. campeonatos esportivos - sejam eles torneios
locais ou mundiais como o que acontece este
ano no Brasil - tenham esses canais como mais
uma fonte informação e espaço de comunicação
sobre o tema. E, se o público passa a acompa-
Estados Unidos Homens 18-24 nhar e interagir sobre o jogo dentro das redes
sociais, é natural que marcas e anunciantes que
querem atingir o espectador façam o mesmo
Brasil Homens 25-34 movimento e se posicionem fortemente nestes
canais.
Argentina Mulheres 18-24

Alemanha Mulheres 25-34

Indonésia Homens 35-44


Fonte: Sports on Facebook

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 4
o que isso significa Muitas empresas já usam campeonatos e atletas
de destaque para fazer ativações de marca. Algu-
menor, proporciona a oportunidade de trabalhar
diferentes tipos de conteúdo para diferentes au-
mas das ações que estamos mais acostumadas a diências, se tornando assim um espaço mais de-
para as marcas? ver são os logos de patrocinadores nas camisas
dos times, detalhes do vestuário de atletas for-
mocrático e eficaz.

necidos por marcas, brindes distribuídos para a A expectativa dentro das redes sociais continua
torcida e propaganda de anunciantes durante a sendo a mesma, mas depois de grandes campeo-
exibição do jogo nas emissoras de televisão ou natos como o Superbowl e a Copa do mundo, as
nas rádios. marcas perceberam que todo o burburinho que
acontece nesses canais em torno do assunto é
Tudo isso é feito para aproveitar o clima esporti- uma grande chance de se conectar com seus pú-
vo para se conectar com o consumidor, divulgar blicos. Além disso, as redes sociais são provavel-
produtos ou serviços e fixar a marca no imagi- mente a única chance de mostrar algum envolvi-
nário de quem está vivenciando a experiência do mento com esses eventos mesmo não sendo um
jogo ao vivo ou acompanhando a transmissão. patrocinador oficial.

Mas, quando o espectador faz o movimento de As marcas que já se deram conta dessa oportuni-
começar a acompanhar seu esporte preferido dade e conseguiram criar um conteúdo relevante
dentro das redes sociais ou no formato de duas para o espectador já conseguem mostrar cases
telas, todo esse planejamento de marca passa a de sucesso envolvendo campeonatos esportivos
ganhar um novo espaço de comunicação. E esse e redes sociais. A seguir, você verá alguns desses
espaço é mais dinâmico, requer um investimento exemplos.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 5
marcas que já usaram as redes sociais em campeonatos esportivos
OREO NO SUPERBOWL
Com os 30 segundos mais caros da televisão nos E, após o evento, a marca também parabenizou os Rangers,
Estados Unidos, o intervalo do Superbowl é um campeões da noite.
momento de destaque para as grandes marcas.
Aproveitando esse espaço, em 2013, a Oreo lan-
çou a propaganda que mostrava uma briga entre
quem preferia a parte do biscoito ou do creme
que constituem o produto.

Com uma chamada para participar da discussão


em seu canal oficial no Instagram no final do ví-
deo, a marca conseguiu levar o debate para as
redes sociais e teve como resultado uma base de
fãs 13 vezes maior no canal social. Mas, o grande
destaque da marca e o reconhecimento vieram
após o trabalho em real time no Twitter, com in-
terações aliando os acontecimentos da partida
no momento e com o produto.

Já preparada para o que iria acontecer durante a


final do campeonato, a Oreo preparou publica-
ções usando como referência as cantoras Beyon-
cé e Alicia Keys que se apresentaram no evento.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 6
Mas, a surpresa aconteceu mesmo quando a O inesperado fez sucesso e a marca atingiu resul-
marca conseguiu reagir a um imprevisto. En- tados como 15 mil retweets e 20 mil curtidas
quanto um apagão no estádio paralisou a parti- no Facebook. Grandes números para a época e
da - definitivamente algo que ninguém esperava com certeza um dos primeiros grandes cases de
-, a marca conseguiu agir em poucos minutos e marcas com conteúdo em real time.
publicar um tweet com a frase “You can still dunk
in the dark” (você ainda pode mergulhar o seu
PARA RESUMIR: O QUE PODEMOS APRENDER COM A OREO?
biscoito no escuro).
Planejamento de conteúdo Agilidade para o real time
Os posts lançados no Twitter mostram que a A ideia do “You can still dunk in the dark” funcio-
Oreo já tinha se preparado para interagir apro- nou, principalmente, porque a Oreo acertou no
veitando os grandes acontecimentos da partida, timing de publicação. Para conseguir lançar con-
sempre deixando o seu produto em evidência. teúdos em real time, a marca seguiu alguns pas-
Por isso, em caso de conteúdo para campeona- sos essenciais: ter profissionais de social de olho
tos ou jogos esportivos, é importante fazer um na partida e nas redes sociais - em entrevista à
mapeamento dos assuntos que já estão se des- Forbes, a VP de Cookies na Mondelez Internatio-
tacando entre a audiência e pensar em como in- nal, revelou que uma central de comando de re-
serir a marca dentro desse universo. des sociais foi usada pela equipe -, um designer
para criação da arte e alinhamento diretamente
Integração de online e offline com a diretoria que teve pouco tempo para apro-
A propaganda “Cookies vs Cream” passada na var a ideia e a publicação.
transmissão televisiva do Superbowl uniu o offli-
ne ao online, convidando os usuários a entrarem
no seu perfil do Instagram e participarem de uma
discussão. Com isso, a marca soube aproveitar
bem as vantagens de cada ambiente, chamando
a atenção dos espectadores nos poucos segun-
dos de divulgação que tinha no comercial e enga-
jando-o dentro das redes sociais.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 7
GAROTO NA COPA DO MUNDO
Aproveitando a visibilidade trazida pela Copa de
2014 no Brasil, a Garoto, patrocinadora oficial
de chocolates e sorvetes da Nestlé, fez o maior
investimento em marketing feito pela marca até
então. Foram mais de R$ 200 milhões destinados Campanha “A Copa
a ações de mídia, redes sociais e ao desenvolvi- do Mundo é nossa e
mento de novos produtos para o evento. o chocolate é seu” da
Garoto
Aproveitando o campeonato que aconteceria no
país, a Garoto quis se posicionar como uma mar-
ca de chocolate 100% brasileira. Por isso, apostou
em ações colaborativas através das redes sociais,
fazendo com que os brasileiros fizessem parte
das decisões da marca e, consequentemente, do cantada por Michel Teló e Claudia Leitte. Segun-
mundial. do a marca, foram mais de 700 músicas enviadas
e mais de 207 mil fãs ajudando a escolher os ven-
Uma das principais campanhas lançadas foi a “A cedores.
Copa do Mundo é nossa e o chocolate é seu”, que
envolvia o desenvolvimento de um novo produto Quando o campeonato começou, a marca seguiu
a partir de opiniões deixadas nas redes sociais. a linha de focar no Brasil e trabalhou conteúdos
Para isso, a Garoto convidou os brasileiros a par- envolvendo os dias de jogos da seleção brasilei-
ticiparem da criação de um chocolate especial ra, principalmente. O chocolate, a música e ou-
para o mundial de futebol pelo canal oficial no tras ações feitas antes do campeonato também
Facebook, podendo selecionar alguns elementos apareceram entre os posts publicados.
essenciais como escolha do sabor e o modelo da
embalagem. Como resultado direto dessa ação, O uso de campanhas realizadas antes do cam-
a marca revelou que o novo chocolate tinha sido peonato nas redes sociais para gerar expectativa
feito por mais de 200 mil fãs. e os conteúdos conversando com as etapas da
seleção brasileira na Copa, fez com que a Garoto
Além da escolha de um novo produto, os fãs tam- atingisse a marca de 11 milhões de fãs em 2014,
bém conseguiram participar via redes sociais da tornando-se a maior página de alimentos do Bra-
campanha “Todos Garotos”, escolhendo o final sil no Facebook.
de um comercial e da “Música da Torcida Garoto”

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 8
PARA RESUMIR: O QUE PODEMOS APRENDER COM A GAROTO
Aproximação e participação Conteúdo nichado
Desde o começo de sua estratégia a Garoto apro- A marca de chocolates entendeu que a sua au-
veitou a possibilidade de participação que as re- diência poderia não ser tão ligada a futebol e, por
des sociais trazem para dar voz aos seus consu- isso, não fez uma cobertura de todo o campeo-
midores. Com campanhas colaborativas, a marca nato em real time, resolveu focar em um conteú-
conseguiu conhecer melhor seu consumidor e do que interessava boa parte dos brasileiros: a
transmitir a ideia de pertencimento deixando o seleção do Brasil e tudo o que a envolvia, apro-
brasileiro definir, por exemplo, qual seria o cho- veitando os dias e de jogo e momentos de desta-
colate oficial da Copa em seu país. que da partida.

No relacionamento entre consumidor e marca Por isso, dentro de um cenário de campeonato


esse convite a participar de um conteúdo ou pro- esportivo no qual muitas pessoas estão com os
duto é uma grande chance de se aproximar e ge- olhos voltados para o assunto, é importante en-
rar engajamento. A partir de ações como essa, o tender o quanto a audiência está conectada com
consumidor se sente como parte da marca e par- esse ambiente e como aproveitar o tema sem
te do campeonato que é o tema da campanha. cansar ou desinteressar o público-alvo.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 9
O BOTICÁRIO NA COPA DAS CONFEDERAÇÕES E NA COPA DO MUNDO
À primeira vista, você pode até pensar que uma
marca de maquiagem não tem muita relação
com um campeonato esportivo, mas O Boticário
conseguiu unir esses dois universos em uma só
campanha durante os grandes jogos de futebol
no Brasil em 2013 e 2014.

Aproveitando um cenário não tão competitivo do


ponto de vista de marca, O Boticário usou a Copa
das Confederações para lançar a campanha #tor-
cidalinda. Com conteúdos pré-jogos no Facebook
e no Twitter, a marca conseguiu trabalhar su-
gestões de maquiagem para deixar as torcedo-
ras preparadas para as partidas. Nesta primeira
etapa, a marca também apostou nos influencia-
dores, convidando algumas blogueiras a usarem
algumas maquiagens criadas pela marca.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 10
Já deixando uma lembrança no imaginário da sua
audiência com a Copa das Confederações, a mar-
ca deu continuidade a sua campanha e trabalhou
ainda mais forte no engajamento para o mundial
em 2014.

Para a segunda fase da #torcidalinda, a marca


apostou no poder de redes sociais mais visuais
como o Instagram, produzindo conteúdos práti-
cos com dicas de maquiagem tanto em imagem
como em vídeo e, aproveitou o poder real time
do Twitter para conversar com sua audiência
antes do jogo com dicas de produção usando a
hashtag #seráquedájogo.

Mantendo a ideia de se conectar com a audiência


por meio de influenciadores, a marca convidou
quatro blogueiras a criarem maquiagens usan-
do seus produtos e convocando a audiência a
escolher a melhor. Além de vídeos postados nos
canais da marca e no portal Viva linda com o Bo-
ticário, as influenciadoras também fizeram suas
campanhas próprias em seus perfis e blogs.

Para engajar ainda mais a sua audiência, O Bo-


ticário ainda apostou em conteúdo gerado pelo
usuário (CGU), divulgando o resultado das ma-
quiagens feitas pelas fãs da marca em seus ca-
nais oficiais e em um painel no portal Viva Linda.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 11
PARA RESUMIR: O QUE PODEMOS APRENDER COM O BOTICÁRIO
Estratégia pensada para cada rede social com suas seguidoras e que gerava identificação.
Principalmente na segunda fase da campanha Por isso, no trabalho com influenciadores, além
#torcidalinda, O Boticário conseguiu trabalhar de alinhar o conteúdo gerado por ele com a mar-
cada rede social de uma forma diferente. No ca, também é importante considerar a personali-
Twitter, a marca explorou o real time e o conteú- dade e a legitimidade do conteúdo.
do direcionado para cada usuário, para dar dicas
e falar sobre maquiagem de forma mais próxi- Conteúdo gerado pelo usuário
ma. Já no Instagram, a marca aproveitou os ví- O Boticário conseguiu a participação da sua au-
deos curtos para ensinar como fazer os makes diência na campanha #torcidalinda e aproveitou
em alguns passos. esse conteúdo ao máximo. Ao divulgar o con-
teúdo gerado espontaneamente pelos próprios
Ao entender a especificidade de cada rede so- usuários em seus canais oficiais, a marca conse-
cial, a marca conseguiu explorar e aproveitar ao guiu mostrar o engajamento do usuário e torná-
máximo o potencial de cada canal. A adaptação -los um influenciador para outros clientes.
da campanha por rede social proporcionou uma
criação de conteúdo direcionada e rendeu publi-
cações que engajassem mais a audiência naque-
le ponto de contato.

Poder dos influenciadores


Nas duas fases da campanha a marca conseguiu
trabalhar com influenciadoras, criando uma ba-
talha de maquiagens. A intenção nos dois mo-
mentos era a mesma: mostrar a produção de
uma blogueira construída com os produtos da
marca. A principal diferença entre a ação feita
para a Copa das Confederações e para a Copa do
Mundo era que, na segunda, a própria blogueira
criou e fez a sua própria maquiagem.

O resultado disso é uma maior conexão e engaja-


mento por parte da audiência, já que as bloguei-
ras criaram conteúdos que conversavam mais

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 12
jogos de 2016
Este ano o Brasil recebe mais um grande evento Até mesmo redes sociais e emissoras de TV es-
esportivo: os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. tão de olho nesse movimento. A rede Globo, por
Segundo a Confederação Nacional de Comér- exemplo, já fechou uma parceria com o Snapchat números das
cio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), para este para a cobertura dos Jogos, mostrando os basti-
evento são esperados 909,4 mil turistas entre dores e também o conteúdo que será transmiti- olimpíadas
brasileiros e estrangeiros e 10 mil atletas. O do na TV. O mesmo vai acontecer nos EUA com
evento, tão grande como a Copa do Mundo de a NBC, transmissora oficial dos jogos no país, di-
2014, irá envolver mais de 205 países e terá mais vulgando conteúdos exclusivos para o Facebook
19 dias de competição
de 42 modalidades. e Instagram.

Com esse cenário grandioso, tudo indica que as Todo esse movimento, da mesma forma como R$ 10 bilhões em investimentos
Olimpíadas devem manter o mesmo padrão de já vimos anteriormente neste paper, deve levar no turismo
acompanhar campeonatos esportivos pelas re- as marcas a planejar grandes ativações para os
des sociais - provavelmente sendo ainda maior jogos olímpicos. E algumas já até deram início a 36 mil quartos de hotel no Rio
do que a Copa de 2014. Um estudo divulgado esse processo.
pelo instituto de pesquisa Ipsos em abril já re-
velou que boa parte dos brasileiros irão acom- 10 mil atletas
panhar os jogos olímpicos por canais digitais. O
Olympic Eye levantou que 61% dos entrevistados
irão acompanhar os jogos pela televisão, 36% por
205 países participantes
jornais online e 29% pelo Facebook.
243,1 mil turistas estrangeiros

Fonte: CNC

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 13
GE GATORADE CAIXA ECONÔMICA
Patrocinadora oficial dos Jogos Olímpicos e Pa- Mesmo não sendo uma patrocinadora oficial, a Com patrocínio para alguns atletas olímpicos, a
ralímpicos Rio 2016, a GE já começou a mostrar Gatorade aparece como uma das marcas mais ci- Caixa Econômica lançou a campanha #Sonsda-
como uma empresa B2B também consegue usar tadas no Twitter quando o tema é Olimpíadas. A Conquista. Usando rappers famosos, a marca
as redes sociais e campeonatos esportivos para marca vem trabalhando conteúdos envolvendo a desenvolveu uma série de músicas contando a
divulgação de sua marca. Para isso, lançou uma temática esportiva, com histórias de superação e história de atletas como Fabiana Murer, Fernan-
série de vídeos com os personagens Tíbio e Perô- sempre usando a hashtag #UmaVidaDeSuor. do Fernandes e Joice Silva.
nio, que ficaram famosos com um quadro dentro
do programa infantil nos anos 90.

Em cinco vídeos que serão lançados ao longo do


campeonato, a dupla mostrará soluções de in-
fraestrutura criadas pela G&E para os Jogos de
2016. Um jeito lúdico de abordar temas como
iluminação e equipamentos de diagnóstico por
imagem.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 14
BRADESCO SKOL
Aproveitando os meses pré-jogos, o Bradesco A marca de cerveja está construindo suas campa-
acompanhou todos os passos da tocha olímpi- nhas focando na torcida dos jogos olímpicos. A
ca desde a viagem da Suíça para o Brasil e em divulgação do espaço Vila Skol - ambiente de fes-
sua passagem pelas cidades. A campanha #cha- ta durante o Rio 2016 - e da #HowToTorcer, apro-
maquetransforma mostrou uma cobertura dos ximam a marca do público jovem que vai acom-
primeiros passos da tocha rumo ao Brasil pelo panhar e ficar na torcida durante o campeonato.
Snapchat da influenciadora Thaynara OG.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 15
COCA-COLA AIRBNB
A Coca-Cola já começou a mostrar o investimen- Para o início dos jogos, a marca do #IssoÉOuro A marca que já tem 55 mil reservas na cidade
to em conteúdo real time. O #DeCaronaComA- também já está preparada para trabalhar real olímpica decidiu criar uma campanha focada no
Tocha já mostrou os bastidores da passagem da time marketing dentro do espaço Parada Coca- Rio de Janeiro, já que é o 4º destino mais procu-
tocha olímpica pelas cidades brasileiras e ainda -Cola. O espaço no centro do Rio de Janeiro, que rado no Airbnb e aproveitou as Olimpíadas para
aliou o trabalho com influenciadores que foram será aberto ao público, também concentrará o isso. Focando em quem estava buscando uma
convidados a conduzir a tocha em nome da Co- time global de marketing para a produção de acomodação para o Rio de Janeiro durante os
ca-Cola. conteúdo. jogos, o Airbnb já começou a trabalhar. Com a
campanha #SejaMeuHóspede (ou #StayWithMe),
a marca mostrou a realidade de três anfitriões
cariocas convidando os turistas a ficarem hospe-
dados em suas casas.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 16
na prática: dos and don’ts
Dos Don’ts
Você já viu como as marcas estão se engajando • Antes de começar o seu plano de ação, faça • Tome cuidado com o timing de conteúdos real
através de campeonatos esportivos nas redes so- um mapeamento do que estão falando sobre o time. Caso o assunto já tenha passado, talvez
ciais e certamente deve estar pensando em como campeonato e monte um cronograma do que seja melhor mudar a ideia e pensar em novos
aproveitar essa onda para destacar a sua marca. vai acontecer e como sua marca pode se apro- conteúdos.
veitar disso. • Não monitore somente no que estão falando
Veja a seguir uma lista prática de Dos and Don’ts • Aproveite a conexão que os influenciadores já sobre a marca. Dentro de um campeonato es-
para os campeonatos esportivos. tem com as suas audiências para inserir sua portivo, muitas coisas podem acontecer e sua
marca. marca precisa ficar de olho nelas.
• Não considere que a sua audiência é uniforme.
• Conte com a ajuda de dashboards e centrais Em eventos com várias modalidades, os segui-
de comando de redes sociais para tomada de dores da sua marca podem ter interesse em
decisão em tempo real. diferentes esportes e atletas.
• Como o resultado de campeonatos esportivos • Nunca ignore a possibilidade de uma crise apa-
são imprevisíveis, esteja preparado para todos recer e esteja preparado para ela.
os cenários e crie conteúdos específicos para • Para marcas que não são patrocinadoras ofi-
cada possível resultado. ciais, é preciso tomar cuidado com regras de-
• Tenha um monitoramento sobre o campeo- terminadas para as marcas em campeonatos
nato esportivo para acompanhar tendências e esportivos.
oportunidades para a marca se conectar com
o tema.
• Faça um alinhamento prévio com o cliente ou
com a diretoria sobre como agir em casos de
real time marketing, criando um fluxo de apro-
vações para demandas urgentes.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 17
Olimpíadas 2016: No caso do evento que acon-
tece no Brasil este ano, algumas regras definidas
pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) já fo-
ram divulgadas.

• Termos banidos: Olimpíada, Olimpíadas, Olím-


pico, “Citius. Altius. Fortius.”, Rio 2016, Rio de
Janeiro 2016, #Rio2016
• Termos banidos quando se referem aos jo-
gos: esforço, vitória, performance, jogos, ouro,
prata, bronze, medalha, patrocinadores.
• Regra 40: Entre os dias 27/07 e 24/08, os es-
portistas que competirão no Rio 2016 só po-
derão participar de campanhas de marcas que
são patrocinadoras oficiais do evento.

*Os termos foram retirados da Exame.com

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 18
conclusão: qual é Com os exemplos mostrado acima, você deve
ter percebido como eventos esportivos são uma
Hoje podemos perceber que a linha que existe
entre o online e o offline está deixando de apare-
grande oportunidade de conexão com o consu- cer. Ao mesmo tempo em que as pessoas estão
o legado deixado midor, construção de marca, inovação em pro-
dutos e serviços, relacionamento com clientes e
assistindo a jogos, pela televisão ou pessoalmen-
te, elas estão comentando sobre a partida no
para as marcas? colaboradores e geração de negócios. Twitter, postando fotos da torcida no Instagram
e criando conteúdo para a sua história no Snap-
As marcas que já iniciaram esse processo dentro chat. Tudo ao mesmo tempo, tudo conectado e
das redes sociais já colheram os resultados com encarando a experiência como uma só.
o crescimento do número de fãs, maior engaja-
mento e aumento do brand awareness. É impor- Por isso, a conexão com as marcas deve passar
tante também fazer uma avalição sobre a forma pela mesma lógica, não diferenciando mais o que
como os espectadores vêm unindo campeonatos a empresa faz em apenas um canal, mas sim na
esportivos e redes sociais antes de criar ações experiência vivenciada em diferentes pontos de
para esses eventos. contato. Mantenha esse pensamento em mente
e aproveite o clima esportivo que está no ar.

© Sprinklr 2016 - Todos os direitos reservados Campeonatos esportivos e redes sociais: uma oportunidade para as marcas 19
NOVA YORK (MATRIZ) WASHINGTON, D.C. SÃO FR ANCISCO AUSTIN SÃO PAULO LONDRES PARIS HAMBURGO DELI BANGALORE TÓQUIO

AV. DAS NAÇÕES UNIDAS, 8.501 SPRINKLR


24º ANDAR - LADO B Sprinklr é a empresa que possui as soluções mais completas em tecnologia social
CEP 05425-070 - SÃO PAULO SP - BRASIL criadas para impulsionar resultados de negócios e gerenciar experiências do
cliente em todos os pontos de contato. Reconhecida pela Forrester como a mais
poderosa tecnologia no mercado, seu software totalmente integrado de gestão
de experiência social empodera mais de quatro bilhões de conexões sociais em
77 países. Com sede em Nova York, a empresa conta com 1.100 funcionários
no mundo todo. A Sprinklr está revolucionando o engajamento dos clientes de
quase 1000 marcas, que fazem parte do ranking de top enterprises da Fortune,
incluindo IHG, Starwood, Microsoft, Samsung, e Nasdaq, além de parceiros como
Delloite Digital, Accenture, Havas e Razorfish. A empresa norte-americana adquiriu
recentemente o Scup, ferramenta líder no mercado brasileiro em monitoramento,
gerenciamento e análise de social media.

Para obter mais informações, visite www.sprinklr.com.br.