Você está na página 1de 5

Figuras de linguagem musical) para designar a própria partícula ( a obra causada

Ocorre figura de linguagem sempre que um pela autor).


vocábulo, desviado do seu sentido normal, adquire um
sentido novo. 4-Antítese: Figura que consiste em confrontar idéias opostas
Exemplo: “Eu sem você entre si.
Sou só desamor Exemplo: “Tristeza não tem fim
um barco sem mar Felicidade sim (...)” (Vinícius de Morais)
um campo sem flor”
(Vinícius de Morais) 5-Paradoxo: Figura que engloba simultaneamente duas
idéias opostas.
Como se pode notar, as palavras barco e Exemplo: “Eu fujo ou não sei não, mas é tão duro este
campo estão usadas em sentido figurado, pois estão infinito espaço ultra Fechado.”
assumindo um significado que normalmente não possuem. (Carlos Drummond de Andrade)
As figuras de palavras, dependendo dos
mecanismos que seguem, dividem-se em vários tipos. Veja: 6-Ironia: Em sentido estrito, ironia é a expressão que adquire
no contexto significado habitual. Em sentido amplo, qualquer
1-Metáfora: Figura que consiste em usar uma palavra com expressão que visa à ridicularização ou à sátira.
significado de outra em vista de uma relação de semelhança Exemplo: “Uma moça nossa vizinha dedilhava
entre o que elas representam. admiravelmente mal ao
Exemplo: “ Sua boca é um cadeado Piano alguns estudos de Lizt.” (Murilo Mendes)
E meu corpo é uma fogueira.”
(Chico Buarque) 7- Eufemismo: Figura que consiste em atenuar uma
expressão chocante.
2-Comparação: É uma figura que, como a metáfora, baseia- Exemplo: “Roga a Deus, que teus anos encurtou,
se numa relação de semelhança. Distingue-se da metáfora Que tão cedo de cá me leve a ver-te
pelo simples fato de que, na comparação, ocorre Quão cedo de meus olhos te levou.” (Camões)
explicitamente uma partícula comparativa entre os dois Encurtar os anos é uma atenuação da ideia de morte.
elementos postos em confronto. O mesmo exemplo anterior
seria comparação e não metáfora se o autor optasse por: 8-Hipérbole: É o oposto do eufemismo. Consiste na
Sua boca é como um cadeado expressão exagerada de uma ideia.
E meu corpo é como uma fogueira. Exemplo: “Rios te correrão dos olhos, se chorares (...)”
(Olavo Bilac)
3-Metomínia: Figura que consiste em usar uma palavra com
o significado de outra em vista de uma relação de 9-Gradação: Figura que consiste em dispor as idéias em
casualidade (ou de implicação mútua) entre o que elas ordem gradativa. Se a gradação é descendente, configura-se o
representam. anticlímax.
Exemplo: “Trabalhava ao piano, não só Chopin como ainda Exemplo: "Aqui... além... mais longe por onde eu movo o
os estudos de Czerny.” (Murilo Mendes) passo." (Castro Alves)

Como se vê, uma relação de causa-efeito permitiu que o 10-Prosopopeia ou personificação: Atribuição de
poeta usasse a palavra Chopin (autor de uma partícula qualidades animadas a seres inanimados.
Exemplo: “Os prédios são altos e se espreitam
traiçoeiramente com binóculos na sombra.” (Rubem Braga)
EXERCÍCIOS: 1 - Aponte as figuras de linguagem presentes nos quadrinhos:

a)

b)
2 – Leia os trechos das músicas ou poemas abaixo e (Luan Santana)
identifique as figuras de linguagem presentes nos
versos. j) “Entre o bem e o mal a linha é tênue meu bem
Entre o amor e o ódio a linha é tênue também
a)Para a florista Quando o desprezo a gente muito preza
as flores são como beijos, Na vera o que despreza é o que se dá valor
são como filhas, Falta descobrir a qual desses dois lados convém
são como fadas disfarçadas. Sua tremenda energia para tanto desdém
(Roseana Murray) Ou me odeia descaradamente
Ou disfarçadamente me tem amor”
b) "Eu nunca mais vou respirar (Maria Gadu)
Se você não me notar
Eu posso até morrer de fome l) “Como se eu fosse flor, você me cheira
Se você não me amar." Como se eu fosse flor, você me rega...”
(Cazuza - Exagerado) (Ivete Sangalo)

c) “Todos os dias quando acordo m)“O trigo... nasceu, cresceu, espigou,


Não tenho mais amadureceu, colheu-se.”
O tempo que passou (Padre Vieira)
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo... n) “A explosiva descoberta
(Legião Urbana) Ainda me atordoa.
Estou cego e vejo.
Arranco os olhos e vejo”
d) "Não se afobe, não (Carlos Drummond de Andrade)
Que nada é pra já
O amor não tem pressa o) “Vai passar nesta avenida
Ele pode esperar em silêncio um samba popular
Num fundo de armário cada paralelepípedo desta rua
Na posta-restante esta noite vai se arrepiar”
Milênios, milênios (Chico Buarque)
No ar”
(Ivan Lins) p) “Eu faço versos como quem chora
De desalento... de desencanto...
e) "Teus lábios são um labirinto... Fecha o meu livro, se por agora
...que atraem os meus instintos mais sacanas Não tens motivo nenhum de pranto.”
e o seu olhar sempre me engana (Manuel Bandeira)
é o fim do mundo”
(Engenheiros do Havaí) q) “Terceiro mundo, se for
Piada no exterior
f) “Vou caçar mais de um milhão de vagalumes por aí, Mas o Brasil vai ficar rico
Pra te ver sorrir eu posso colorir o céu de outra cor Vamos faturar um milhão
Eu só quero amar você, Quando vendermos
E quando amanhecer eu quero acordar Todas as almas
Do seu lado.” Dos nossos índios num leilão
(Pollo) Que país é esse?
(Legião Urbana)
g) “ Como uma abelha pousa numa flor
Mansa, você chegou me dando amor r)” Não existiria som se não
Como uma abelha ferroou meu coração Houvesse o silêncio
Deixou saudades e o veneno da paixão” Não haveria luz se não
(João Bosco & Vinicius) Fosse a escuridão
A vida é mesmo assim
h) “Se eu puder me controlar ganhar seu coração Dia e noite, não e sim ...”
Viajaria o mundo inteiro para te ter nas mãos.” (Lulu Santos)
(João Neto e Frederico)
s) “De repente do riso fez-se o pranto
i)Se for preciso eu dou Silencioso e branco como a bruma
Um giro no planeta E das bocas unidas fez-se a espuma
Nas asas de um avião E das mãos espalmadas fez-se o espanto”
Na cauda de um cometa (Vinícius de Moraes)
Faço de tudo pra sair
Da solidão, e ter você de novo
No meu coração.
3- Coloque:
(1) Comparação; (3) Antítese; (5) Metonímia; (7) Prosopopeia;
(2) Metáfora; (4) Paradoxo; (6) Hipérbole; (8) Eufemismo.

1. ( ) "...dão um jeito de mudar o mínimo para continuar mandando o máximo"


2. ( ) "O pavão é um arco-íris de plumas"
3. ( ) "...o essencial é achar-se as palavras que o violão pede e deseja"
4. ( ) "Um dia hei de ir embora / Adormecer no derradeiro sono."
5. ( ) "A neblina, roçando o chão, cicia, em prece.”
6. ( ) "O bonde passa cheio de pernas."
7. ( ) "É como mergulhar num rio e não se molhar."
8. ( ) “No tempo de meu Pai, sob estes galhos,/Como uma vela fúnebre de cera,/Chorei bilhões de vezes com a canseira /
De inexorabilíssimos trabalhos!”
9. ( ) “Quando a Indesejada das gentes chegar / (Não sei se dura ou caroável) /Talvez eu tenha medo. / Talvez sorria, ou
diga: / - Alô, iniludível!”
10. ( ) Eles morreram de rir daquela cena
11. ( ) Aqueles olhos eram como dois faróis acesos.
12. ( ) Às sete horas da manhã, a rua acordava.
13. ( ) Aquelas crianças que choravam rios de lágrimas.
14. ( ) Não tenho mais Maizena em casa.
15. ( ) “A explosiva descoberta / Ainda me atordoa./ Estou cego e vejo./Arranco os olhos e vejo”.
16. ( ) "O meu amor, paralisado, pula."

4 - Leia o poema e responda ao que se pede

Os poemas são pássaros que chegam


Não se sabe de onde e pousam
No livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
Como de um alçapão
Eles não têm pouso
Nem porto
Alimentam-se um instante em cada par de mãos
E partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
No maravilhado espanto de saberes
Que o alimento deles já estava em ti...
Mário Quintana

a) No poema acima há duas figuras de linguagem predominantes. Quais são elas?


b) Copie um verso do poema para exemplificar cada uma delas.
5 – Leia a tirinha e responda:

a)O que significa (o que quer dizer) a expressão “oitocentas cabeças de gado”?
b)Como Chico Bento entendeu o que lhe disse o garoto no primeiro quadrinho?
c)Que figura de linguagem está presente nesta expressão?

a) 3 e) 7 i) 8 m) 6

b) 2 f) 5 j) 6 n) 5

c) 7 g) 4 k) 1 o) 4

d) 8 h) 6 l) 7 p) 7 e 4