Você está na página 1de 1

Os amantes de relógio, em sua maioria, prestam muita atenção no designer da joia, na qualidade designada pela

fabricante da marca e esquecem de um dos detalhes mais importantes de um relógio: os movimentos quartz e mecânico.
A vida de qualquer relógio depende exclusivamente desses movimentos.

Vamos entender como funciona cada um deles:

Movimento de quartz

Os movimentos de quartzo são muito precisos e requerem manutenção mínima, além das substituições de bateria. Eles
tendem a ser de baixo custo, pois são alimentados por bateria e têm poucas peças móveis. Os relógios de quartzo não
são tão desejáveis para a maioria dos entusiastas, porque eles não têm artesanato técnico e engenharia que os relógios
mecânicos têm. Porém nos últimos anos Grandes marcas tem utilizado este movimento em seus produtos. Movimentos
de quartzo em marcas finas de relógios suíços, como a Patek Philippe, são projetados para cumprir seus rigorosos padrões
de qualidade.

Como funciona um movimento de quartze:

Um movimento de quartzo utiliza uma bateria como fonte primária de energia e, normalmente, é o tipo de movimento
que você encontrará em seu relógio padrão, do mais simples ao mais sofisticado. Para criar energia nos movimentos do
relógio de quartzo, uma bateria envia uma corrente elétrica através de um pequeno cristal de quartzo, eletrificando o
cristal para criar vibrações. Essas vibrações mantêm o movimento oscilando e dirigindo o motor para mover os ponteiros
do relógio.
Uma maneira fácil de diferenciar um quartzo de um movimento mecânico é olhando para o ponteiro que marca os
segundos. Em um relógio de quartzo, o ponteiro que marca os segundos tem o movimento “tick-tick” que se move
uma vez por segundo, enquanto os relógios mecânicos têm um movimento suave e contínuo.

CLICK NA IMAGEM ABAIXO para entender melhor.

Movimento Mecânico

Os movimentos mecânicos são frequentemente escolhidos quando se trata de relógios de luxo devido ao nível de
qualidade e artesanato dos movimentos mecânicos. Experientemente criados por relojoeiros especialistas, esses
movimentos contêm uma intrincada série de pequenos componentes que trabalham juntos para alimentar o relógio.
Embora o design geral de relógios mecânicos não tenha mudado muito nos séculos, a tecnologia permitiu uma engenharia
mais precisa e uma maior atenção aos detalhes.

Como funciona um movimento mecânico:

Ao contrário dos movimentos de quartzo, um movimento mecânico usa energia de uma mola de ferida, em vez de uma
bateria, para alimentar o relógio. Esta mola armazena energia e transfere-a através de uma série de engrenagens e molas,
regulando a liberação de energia para alimentar o relógio.