Você está na página 1de 1

Sinta o experiência de ser pequeno, sinta a experiência de ser grande, sinta a experiência

de ser pleno…de estar em tudo e em todos, no silêncio, na gratidão pela jornada proposta,
e mesmo no barulho de cada um é possível encontrar-se em seu interior...dividindo com
semelhantes, e reconhecendo no olhar, confirmando o pura visão de alma em um decreto
sincero ....eu te vejo!... Que alegria em estarmos aqui neste tempo único dividindo nossas
experiências, lágrimas e sorrisos, nesta estrada da existência, pois quando voltarmos pra
casa e nos revermos novamente será possível olhar nos olhos e dizer…chegamos inteiros e
completos de terras estranhas, seguimos em frente, e quase desistimos da grande jornada
que nós mesmos propusemos, nos poluímos e nos limpamos, reconhecendo
profundamente que neste m não fugimos as leis da contrução, leis universais , onde até
mesmo a linda borboleta precisa rastejar pra alcançar o voo, brilhar ao sol.
Buscamos interiormente nossa força e nos juntamos a fonte, as cegas recuperamos o
caminho e vencemos os egos de diversos tamanhos. Meditamos, compartilhamos, sorrimos
e choramos de alegria ou tristeza…com fé.
Em muitos lugares existimos e nascemos…, aos pés dos picos elevados, nas matas e cidades
de pedras.
Cumprimos nosso proposito, muitas vezes solitários, incompreendidos, e outras de mãos
dadas, dividindo, compartilhado. Sabendo no mais profundo do ser que de maneira
nenhuma poderíamos sucumbir as nossas fraquezas, pois a fonte esta dentro de nós, Além
das ilusões…Gratidão! Lissauer