Você está na página 1de 29

METODOLOGIA CIENTÍFICA

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 1


Prof. Doutor Estêvão Sumburane 2
Prof. Doutor Estêvão Sumburane 3
O método científico apresenta fundamentos:
A Ciência apóia-se em duas colunas (em sentido figurado)
¾ observação controlada – corresponde à parte experimental,
prática, da Ciência. É nesta fase que ocorrem pesquisas em
laboratórios, pesquisas de campo, etc.

¾Sistematização formal – é a parte teórica da Ciência, na qual


comparamos dados, elaboramos teorias, comparamos e testamos
idéias, tiramos conclusões, enfim, procuramos aproveitar ao
máximo as informações obtidas pela observação controlada

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 4


Prof. Doutor Estêvão Sumburane 5
Prof. Doutor Estêvão Sumburane 6
Prof. Doutor Estêvão Sumburane 7
Prof. Doutor Estêvão Sumburane 8
Prof. Doutor Estêvão Sumburane 9
Prof. Doutor Estêvão Sumburane 10
Prof. Doutor Estêvão Sumburane 11
Prof. Doutor Estêvão Sumburane 12
Qual a grande diferença entre a Geologia e outras Ciências?

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 13


Prof. Doutor Estêvão Sumburane 14
Prof. Doutor Estêvão Sumburane 15
As hipóteses...
Definições
Formulação
Utilidade

As Hipóteses... Definição

É uma proposição enunciada para responder tentativamente a um


problema.
É uma tentativa de explicação mediante uma suposição (ou
conjectura verossímil), destinada a ser provada pela
comprovação dos fatos.
Resposta hipotética a um problema para cuja solução se realiza
toda investigação.

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 16


Tema, Problema e Hipótese

Tema é o assunto que se deseja provar ou desenvolver.


Problema indica exatamente qual a dificuldade que se
quer resolver.

Ex. TEMA: Redes comunitárias na modelagem de usuários


Problema: Construção de um modelo de usuário baseado em Redes
comunitárias para um ambiente de reforço à aprendizagem de

Probabilidade e Estatística.

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 17


Requisitos...
A hipótese deve ser formalmente correta e não ser
vazia...

Deve estar fundamentada em conhecimento anterior.


Tem que ser empiricamente constatável.
Através de métodos!!

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 18


Importância das Hipóteses

¾São “instrumentos de trabalho” da teoria.


¾Podem ser testadas e julgadas .
¾São instrumentos para o avanço da Ciência.
¾Dirigem a Investigação.
¾Permitem a dedução de manifestações mais específicas.
¾Incorporam a teoria em forma quase testável.

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 19


Função das Hipóteses

São necessárias quando:


¾Tentamos resumir e generalizar resultados
¾Tentamos interpretar generalizações
¾Tentamos justificar opiniões
¾Planejamos experimento
¾Pretendemos corroborar uma conjectura.

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 20


Tipos...
¾ Quanto ao conhecimento
‰ Moisés era egípcio
‰ Se a temperatura de um gás aumenta, à pressão constante, seu

volume aumenta.

¾Quanto à freqüência
‰ 20% das pessoas que fumam têm câncer
‰ Quanto mais coeso um grupo, maior a influência sobre os membros.
‰ É freqüente a correlação entre doença mental e crime.

¾Quanto à ligação causal.


‰ Se frustração então agressão.

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 21


Fontes de Elaboração de Hipóteses

• Conhecimento pessoal

• Observação

• Comparação com outros estudos

• Dedução Lógica de uma teoria

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 22


Fontes de Elaboração das Hipóteses

• A cultura geral na qual a ciência está inserida

• Analogias

• Experiência Pessoal

• Casos discrepantes na teoria

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 23


Características

• Consistência Lógica

• Verificabilidade

• Simplicidade

• Relevância

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 24


• Apoio teórico

• Especificidade

• Plausibilidade e Clareza

• Profundidade, Fertilidade e Originalidade

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 25


TEORIA
A palavra “teoria” é praticamente um sinônimo da palavra
“modelo”
A diferença é que normalmente usamos a palavra “teoria”
para significar modelos que descrevem muitas coisas.
P.ex.,
a “Teoria Electromagnética” descreve os fenômenos
electromagnéticos. Podemos , por exemplo, usar esta teoria
para fazer um modelo (que é mais simplificado) que
represente um circuito de rádio, TV ou computador.
Prof. Doutor Estêvão Sumburane 26
Lei
A palavra “lei”pode ser usada com mais de um significado.
1.Lei pode significar uma regularidade da Natureza, isto é,
algo que sempre acontece de determinada maneira em
determinadas circunstâncias. Geralmente, tais leis devem ser
encontradas por cientistas experimentais (que fazem
medições, experiências, observações, etc).
2.Às vezes, também usamos esta palavra para significar certas
equações de teorias que funcionam bem.

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 27


Modelo
Um modelo é uma forma de representar características de alguma coisa.
Por exemplo, um texto que descreve algo pode ser considerado um modelo.
Uma maquete também é um modelo
Um automóvel de brinquedo é um modelo que pode representar um carro de
verdade
Podemos classificar os modelos em duas categorias:
¾ Modelos formais ou científicos: são representações que usam
rigorosamente uma linguagem e uma metodologia da Matemática. Modelos
formais também são chamados de modelos matemáticos.
¾ Não-formais ou não-científicos: todos os modelos que não encaixam na
categoria formal

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 28


Fundamento Maior
a Matemática é o que sustenta o método científico tanto na
parte experimental, por meio da Estatística, quanto na parte
teórica, isto é, no processo de elaboração e uso de modelos
matemáticos.

Prof. Doutor Estêvão Sumburane 29

Você também pode gostar