Você está na página 1de 2

Pastoral Série em Romanos

Auto Julgamento

(Romanos 2)

1. v. 12 “... Sem lei... com lei...” – A Consciência é o nosso juiz.

Seremos julgados conforme nossas convicções. A verdade de Deus está impressa em nossos corações. Será
impossível fugir do justo julgamento de Deus, pois as provas a favor ou contra nós estão impressas
profundamente em nossos corações.

Seremos responsabilizados por aquilo que cremos.

2. v. 13 “... Simples ouvidores...” – Aqueles que tem acesso ao conhecimento de Deus não podem ser simples
ouvidores, devem ser assíduos praticantes!

A hipocrisia e o Farisaismo sempre foram fortemente atacados por Jesus. A hipocrisia conhecida também
como ATUAÇÃO. E o Farisaismo por RELIGIOSIDADE. Tanto um quanto outro são profundamente
“espirituais” na teoria (como ouvidores), mas na prática são uma vergonha.

3. v. 14 “... por natureza...” – Já os gentios (que somos nós!), citados por Paulo como aqueles que não tem a
lei, ou o conhecimento das verdades de Deus, servem a Deus por natureza (esse é o “tal de” nascer de novo).

O que Paulo está querendo dizer? Podemos viver de qualquer jeito, mas se estiver de consciência tranquila
está de boa? De maneira nenhuma!

Veja o que Paulo diz: “... procedem, por natureza, de conformidade com a lei, servem eles de lei para si
mesmos”. A natureza (os impulsos naturais) daqueles que nada aprenderam sobre Deus os impulsiona a
Deus por um caminho simples: Eles fazem exatamente o que está na Lei de Deus, sem ter lei. Eles obedecem
a Deus sem saber que devem obedecer.

Fazendo assim, eles se tornam “lei para si mesmos”.

Isso bate exatamente com o que vimos no inicio do Capitulo 1 quando Deus nos mostra o caminho de
salvação pela consciência de Deus revelada na natureza.

4. “... a lei gravada no coração...” – Essa foi a salvação que chegou a nós! Nós somos os gentios. Não temos a
Lei como os judeus. Mas temos a oportunidade de viver com a lei gravada no coração. E qual o testemunho
desse fenômeno? Qual a prova de que a lei está gravada no coração?

a. A Consciência (Suneidesis) – Alma como diferenciadora entre o que é moralmente bom e mal,
impulsionando para fazer o primeiro e evitar o ultimo, glorificando a um, e condenando o outro.

b. Os Pensamentos (Logismos) – Julgamento, decisão: como expresso pela Consciência.

Everton Luis de Moraes Carvalho


Pastoral Série em Romanos

São os pensamentos e a consciência que testemunham a Lei de Deus gravada no coração. Como diz Paulo:
“mutuamente acusando-se ou defendendo-se”. A consciência e os pensamentos entram num acordo de paz
ou não neste processo.

Não precisamos da Lei pois em nosso intimo temos a capacidade de fazer este auto julgamento.

5. “no dia em que Deus... julgar os segredos dos homens” – Deus julgará os segredos dos homens! Sim! O que
mais valerá no julgamento de Deus é o que se passou no homem interior.

Neste dia do grande julgamento, o pensamento e a consciência serão posto em prova, para defesa ou para
acusação. Ninguém fugirá!

Neste exato momento, seus pensamentos e sua consciência te acusa ou te defende. Como você
permanecerá diante de Deus, o justo juiz?

Everton Luis de Moraes Carvalho

Você também pode gostar