Você está na página 1de 33

PARÓQUIA DE SANTO ANTÓNIO DA POLANA

COMUNIDADE SEDE
MINISTÉRIO DA LITURGIA
SECTOR DOS ACÓLITOS
SECÇÃO DE FORMAÇÃO E EVANGELIZAÇÃO

Formação Bíblica
Formador: Dércio R. B. Romão

Maputo, 03 de Fevereiro de 2018


“Deus quer que todos se salvem e cheguem
ao conhecimento da verdade”
(1Tm 2, 4)
Origem da Bíblia
 Grego
 biblos (Livro)
 biblíon (livrinho) - Plural = Bíblia
 Livro por excelência
 Livro feito de muitos livros

 Antes de ser escrita era uma tradição oral (Vida)

 Surge no meio de um povo do Oriente: povo de Israel – hebreus (descendem de Abraão)

 Colecção de escritos sagrados que surgiram num período de mais de mil anos e constituem o
documento da sua fé

 Línguas da Bíblia na História: Hebraíco, Aramaíco e Grego

 Mensagem Central: Nome de Deus


Definição
 É um livro sagrado que contém a Palavra de Deus

 Registro do que Deus disse ao seu povo ao longo das gerações

 É o conjunto de 73 livros sagrados escritos por homens inspirados por Deus

 Conjunto de livros canônicos: inspirados e orientados pelo Espírito Santo para o ensino pela
Igreja

 Livro da Humanidade; Livro da Caminhada do Povo de Deus

 Carta de amor de Deus dirigida a nós

 Palavra de Deus
“Os livros da Sagrada Escritura ensinam com
certeza, fielmente e sem erro a verdade de Deus,
porque são inspirados, ou seja, foram escritos por
inspiração do Espírito Santo e têm Deus por autor”
(Concílio Vaticano II, Dei verbum, nº 11)
Partes da Bíblia
 Bíblia (73 Livros)

 Antigo Testamento (AT)

 Antiga Aliança (antes de Jesus)

 46 Livros

 Novo Testamento (NT)

 Nova Aliança (a partir de Jesus)

 27 Livros
Antigo Testamento (1)
 É a primeira parte de toda a Bíblia.

 Deus mostra-Se como:


 O Criador
 O sustento do mundo
 O guia
 O educador da humanidade

 Começa uma história didática da fé:


 Mandamentos
 Profecias do Povo da Antiga Aliança
 Promessas para toda a humanidade

 Preparo da Encarnação de Jesus Cristo


Antigo Testamento (2)
 Poesias (Salmos)

 Leis (Levítico)

 Profecias (Isaías, Jeremias e Ezequiel)

 História (Gênesis, Josué, Reis)

 Provérbios (Provérbios)

 Cânticos (Cânticos dos Cânticos)


Antigo Testamento - Divisão

 Pentateuco

 Livros Históricos

 Livros Sapienciais ou Poéticos

 Livros Proféticos
Pentateuco

 Génesis (Gn): Origens

 Êxodo (Ex): Saída

 Levítico (Lv): Leis e normas do culto

 Números (Nm): Dois recenseamentos do Povo de Israel

 Deuteronómio (Dt): Nova promulgação da Lei da Aliança


Livros Históricos

 16 Livros: narram a história do Povo e seus chefes

 Josué (Js)  2 Crónicas (2Cr)


 Juízes (Jz)  Esdras (Esd)
 Rute (Rt)  Neemias (Ne)
 1 Samuel (1Sm)  Tobias (Tb)
 2 Samuel (2Sm)  Judite (Jt)
 1 Reis (1Rs)  Ester (Est)
 2 Reis (2 Rs)  1 Macabeus (1Mc)
 1 Crónicas (1Cr)  2 Macabeus (2Mc)
Livros Sapienciais

 7 livros: expressão da sabedoria e dos sentimentos do Povo

 Job (Job)
 Salmos (Sl)
 Provérbios (Pr)
 Eclesiastes ou Qohélet/Coélet (Ecl)
 Cântico dos Cânticos (Ct)
 Sabedoria (Sb)
 Ben Sirá (Eclo)
Livros Proféticos

 18 Livros: trazem a mensagem dos Profetas

 Isaías (Is)  Abdias (Ab)


 Jeremias (Jr)  Jonas (Jn)
 Lamentações (Lm)  Miqueias (Mq)
 Baruc (Br)  Naum (Na)
 Ezequiel (Ez)  Habacuc (Hab)
 Daniel (Dn)  Sofonias (Sf)
 Oseias (Os)  Ageu (Ag)
 Joel (Jl)  Zacarias (Zc)
 Amós (Am)  Malaquias (Ml)
Antigo Testamento – Bíblia da Edição Católica Vs Protestante
 Deutero – segundo; Proto – primeiro; Canon - lista

 Livros Protocanónicos (39): Livros da Primeira Lista


 Livros deuterocanónicos (7): Livros da Segunda Lista
 Tobite
 Judite
 1 e 2 Macabeus
 Sabedoria
 Eclesiástico (Ben Sirá)
 Baruc
 Alguns fragmentos de Ester e Daniel
 No início foram aceites pelos judeus e pelos primeiros cristãos
 Mais tarde foram rejeitados pelos judeus e protestantes
“A Sagrada Escritura não é algo que pertence
ao passado. O Senhor não fala no passado, mas
no presente; Ele fala connosco hoje, dá-nos a
Luz, mostra-nos o caminho da Vida, concede-
nos a comunhão, e, assim, prepara-nos e abre-
nos para a Paz”
(Papa Bento XVI, 2006)
Novo Testamento

 É a segunda parte de toda a Bíblia.

 Consuma-se a Revelação de Deus

 Cumprimento das promessas de Deus em Jesus Cristo


Novo Testamento - Divisão

 Evangelhos – registos variados da vida de Cristo

 Actos – relato da vida das primeiras comunidades da Igreja

 Cartas – registo dos ensinamentos a essas comunidades

 Apocalipse - revelação
Evangelhos

 São 4:
 São Mateus
 São Marcos
 São Lucas
 São João

 Coração da Sagrada Escritura

 Mostra-Se o Filho de Deus como Ele é e como vem ao nosso encontro

 Boa Nova: Jesus Cristo – Salvador

 Acções e palavras de Jesus

 Reflexões das comunidades cristãs


Actos dos Apóstolos

 Escrita por São Lucas, considerado companheiro de São Paulo

 Primórdios da Igreja e acção do Espírito Santo

 Narrativa da vida dos Apóstolos Pedro e Paulo


Cartas Apostólicas

 Cartas de São Paulo (14)

 9 a Comunidades

 3 a pastores ou chefes (cartas pastorais)

 1 a um cristão

 1 aos hebreus em geral

 Cartas Católicas (7)


Cartas Apostólicas – Epístolas de São Paulo

 Carta aos Romanos (Rm)  1 Carta aos Tessalonicenses (1Ts)

 1 Carta aos Coríntios (1Cor)  2 Carta aos Tessalonicenses (2Ts)

 2 Carta aos Coríntios (2Cor)  1 Carta a Timóteo (1Tm)

 Carta aos Gálatas (Gl)  2 Carta a Timóteo (2Tm)

 Carta aos Efésios (Ef)  Carta a Tito (Tt)

 Carta aos Filipenses (Fl)  Carta a Filémon (Fm)

 Carta aos Colossenses (Cl)  Carta aos Hebreus (Hb)


Cartas Apostólicas – Epístolas Católicas

 Carta de São Tiago (Tg)

 1 Carta de São Pedro (1Pd)

 2 Carta de São Pedro (2Pd)

 1 Carta de São João (1Jo)

 2 Carta de São João (2Jo)

 3 Carta de São João (3Jo)

 Carta de São Judas (Jd)


Apocalipse

 Atribuído a São João

 Apocalipse = Revelação

 Linguagem simbólica identificada pelos cristãos.

 Descreve a derrota dos perseguidores e a vitória final de Cristo

 É um livro que conforta e dá coragem


“Desconher a Sagrada Escritura é
desconhecer a Cristo Jesus”
(São Jerónimo)
Pode aprender-se a orar com a Bíblia?

 A Bíblia é como uma fonte de oração

 Pode ser, no entanto, entendida como sinal da nossa Fé – Escudo do Cristão

 Orar com a Palavra de Deus

 Utilizar as palavras e os acontecimentos bíblicos na própria oração

 Sagrada Escritura

 Salmos

 Evangelhos

 Orações mais belas e fortes

 Ligação da Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica e com Cristo


Compreensão das Alianças

 Antigo Testamento

 Novo Testamento
Cristo na Nova Aliança

 Com Jesus inicia-se um novo Reino: um Reino de justiça e de amor

 Cristo é o novo Rei, o novo David

 Surge um novo povo: todos os que seguem Jesus Cristo e se congregam na sua Igreja

 A antiga Lei tem a sua plenitude na nova Lei do Amor

 Jesus é o novo Moisés que liberta o seu Povo do pecado e que caminha com Ele rumo a
uma nova Terra de justiça e paz

 A história do Povo de Deus, o novo Israel, continua

 Cristo veio renovar, aperfeiçoar e levar tudo a sua plenitude


Como entender as citações biblícas

1) Gn 1,1

2) Gn 1,1a

3) Gn 1,1s

4) Gn 1,1-10

5) Gn 1,1-10.14

6) Gn 1,1-10.14-18

7) Gn 1,1-2,3

8) Gn 1,1; 2,3

9) Gn 1-2
“Ler a Sagrada Escritura significa pedir o
conselho de Cristo”
São Francisco de Assís (o maior cristão depois de Cristo)
Como ler a Sagrada Escritura?
“A Sagrada Escritura lê-se correctamente se for lida em atitude orante, ou seja, com a
ajuda do Espírito Santo, sob cujo influxo ela surgiu. Ela contém a Palavra de Deus, isto
é, a decisiva mensagem de Deus para nós” (Youcat, 2011)

 A Bíblia é como uma longa carta de Deus dirigida a cada um de nós


 Devemos acolher as Sagradas Escrituras com amor e respeito
Primeiro
 Devemos realmente ler a carta de Deus
 Não isolar os pormenores sem atender ao todo
Depois
 Devemos orientar esse todo para o seu coração e mistério – Jesus Cristo

 Devemos ler as Sagradas escrituras com fé viva da Igreja em que elas surgiram
Ler Salmo 42. Explicar sobre a leitura dos diferentes Livros, Cartas e Evangelhos
Qual é o papel da Sagrada Escritura na Igreja?

 A Igreja busca a sua vida e a sua força na Sagrada Escritura

 Além da presença de Cristo na Sagrada Escritura, a Igreja nada honra com mais veneração
que a presença de Deus na Sagrada Escritura

 Acolhemos, por este motivo, o Evangelho em pé porque é o próprio Cristo que é Deus que
nos fala com palavras humanas
“Se hoje ouvirdes a voz do Senhor
Não fecheis os vossos corações”
Sl 94 (95)
Eu sou Acólito, sirvo ao Senhor
Com alegria no Altar da Eucaristia
Espalho a Paz, o Bem e o Amor
Na melodia do Senhor

Dércio Ricardo Baptista Romão


Acólito de Deus

Dercio.Romao@outlook.com
Agradece a atenção dispensada!

Você também pode gostar