Você está na página 1de 11

QUÍMICA

COMENTÁRIO DA PROVA

A prova estava muito melhor que a do ano passado, não só no que diz respeito ao nível das questões, mas
principalmente em obedecer ao edital e só contemplar assuntos do Ensino Médio.
Merece elogio o enfoque mais conceitual, menosprezando os cálculos muito trabalhosos. Também é interessante
perceber que as questões, de maneira geral, estão em ordem crescente de dificuldade, o que auxilia psicologicamente o
candidato.
Quanto à abrangência, também houve progressos. Entende-se que, com este número de questões, não se
consegue abordar todo o conteúdo e, assim, alguns assuntos importantes (como Tabela Periódica, Hibridização,
Propriedades Coligativas, Gases entre outros) não foram contemplados.
Devem ser elogiadas especialmente a elaboração das questões 5, 6, 7, 9 e 10 pelo enfoque e pela pertinência.
Nossa torcida é para que a prova de Química da UFPR continue apresentando sucessivos progressos.
Professores de Química do Curso Positivo.

1
QUÍMICA

Resolução:
Na Acetona – Força dipolo-dipolo (ou dipolos permanentes).
No isopropanol – ligações de hidrogênio intermoleculares.

Resolução:
A intensidade das forças intermoleculares no isopropanol (ligações de hidrogênio) é maior do que as forças do tipo
dipolo – dipolo existentes na acetona.

Resolução:
NaHCO3(aq) + HCl(aq) ¾¾® NaCl(aq) + CO2(g) + H2O(l)

Resolução:
O produto responsável pelos efeitos indesejáveis é o gás carbônico (CO2). Os antiácidos baseados no Al(OH)3 não
produzem CO2 e, portanto, não provocam tais efeitos, como pode ser comprovado pela equação da reação represen-
tada a seguir:
3 HCl(aq) + 1 Al(OH)3(s) ¾¾® 3 H2O(l) + 1 AlCl3(aq)

2
QUÍMICA

Resolução:
O “cloro ativo” é germicida.

Resolução:
Em uma colher de 10 mL (d = 1g/mL) a massa é de 10 g, dos quais 2% é do hipoclorito de sódio.
NaClO = 74,5g/mol
10 g ——— 100%
x = 0,2 g NaClO
x ——— 2%

Esses 0,2 g NaClO serão diluídos em 1,0 L de água.


(O volume final é bem próximo a 1,0 L)
Logo, temos:

–3 –1
A concentração é aproximadamente 2,7 . 10 mol . L

3
QUÍMICA

Resolução:

Resolução:

4
QUÍMICA

Resolução:
– COOH (grupo carboxila)

Resolução:
Concentração do Ácido:
–3
1 mL solução –––––– 2 . 10 g ácido
2. 10– 3 g/mL
0,1 mL solução –––––– m
–4
m = 2 . 10 g ácido

1 mL Ácido –––––– 0,85 g ácido


dácido = 0,85 g/mL –4
V –––––– 2 . 10 g ácido
–4 3
V = 2,35 . 10 mL (cm )

2 ép = 3,14
V=p.R .t ê
ëR = 20 cm
–4 3 2
2,35 . 10 cm = 3,14 . (20 cm) . t
–7
t = 1,87 . 10 cm portanto t = 1,87 nm

5
QUÍMICA

Resolução:

Resolução:

6
QUÍMICA

Resolução:
Etapa 1 – Nitração (reação de substituição eletrófila)
Etapa 2 – Redução
Etapa 3 – Oxidação
Etapa 4 – Esterificação

Resolução:
Reagente – Etanol (C2H5OH)
Catalisador – Ácido Sulfúrico (H2SO4)

7
QUÍMICA

Resolução:
Sistemas tampão são aqueles que resistem a variação do pH quando ácidos ou bases são adicionados a eles ou
quando ocorre uma diluição.

Resolução:
O tampão sugerido é entre o ácido H2PO4– e sua base conjugada HPO42–
– + 2–
H2PO4(aq) + H2O(l) H3O(aq) + HPO4(aq)

1ª Resolução: pela fórmula


[HPO42– ]
pH = pKa + log
[H2PO4– ]

[HPO42– ]
para o pH = pKa = 7,2 temos: 7,2 = 7,2 + log
[H2PO4– ]

[HPO42– ] = [H2PO4– ]

Outra resolução:
[H3O + ] . [HPO42– ]
Usando a expressão da constante Ka. Ka =
[H2PO4– ]

como pH = pKa = 7,2


¯ ¯
+ –7,2
[H ] = Ka = 10

Substituindo

–7,2 –7,2 [HPO42– ]


10 = 10 .
[H2PO4– ]
ß
[HPO42– ] = [H2PO4– ]

A condição é que as concentrações do ácido e da base conjugada sejam iguais.

8
QUÍMICA

Resolução:
Após, aproximadamente, 2,5 minutos do início da reação houve consumo de 0,3 mol de A , e nesse mesmo Dt há
produção de menos de 0,1 mol de B . Isso sugere a formação de substância(s) intermediária(s), o que está
representado no mecanismo 2 .

Resolução:
Em 2 , pois, como a reação ocorre em mais de uma etapa, a lei da velocidade leva em conta apenas a etapa lenta.
Nesse caso seria.
A ¾¾® I.

9
QUÍMICA

Resolução:

10
QUÍMICA

Resolução:

11