Você está na página 1de 7

Classificação das Redes Automotivas

Redes de Comunicação Automotiva


Fernando Cesar Miranda
Versão 0.1 – 09/08/2012
Classificação
 As redes automotivas são classificadas de acordo com o
grau de criticidade associado as informações que
trafegam por ela.

 O SAE define 3 categorias para as redes automotivas:


Classe A, Classe B e Classe C.

 As novas demandas de aplicações fazem surgir novas


categorizações tais com redes voltadas ao
Entretenimento ou redes sem fio.
Classe A
 As redes classe A são redes com baixa taxa de
transmissão e voltadas as aplicações de conforto e
diagnóstico.

 São redes classe A:


 I2C (Inter-Integrated Circuit)

 SPI (Serial Peripheral Interface)

 UART

 LIN
Classe B
 Redes voltadas as aplicações dinâmicas do veículo (Controle e
diagnóstico).

 Taxas de transmissão intermediárias.

 Utilizadas para interconexão de ECUs.

 São redes classe B:


 CAN

 VAN

 KWP 2000
Classe C
 Redes voltadas as aplicações criticas com severas
restrições com relação ao tempo e tolerância a falhas.

 Aplicações X-by-Wire.

 Altas taxas de transferência.

 São redes classe C:


 FlexRay

 ByteFlight
Classe Entretenimento
 Aplicações de entretenimento automotivo tais como:
navegação, vídeo, áudio e telefonia.

 Integração de sistemas.

 São redes classe Entretenimento:


 MOST.

 USB.
Redes sem fio
 Aplicações automotivas dentro do veículo e fora dele.
 Interação do sistema automotivo com outros sistemas
externos ao veículo.

 São redes classe Redes sem Fio:


 Wi-Fi

 Bluetooth

 ZigBee.