Você está na página 1de 6

Hugo Goes - Direito Previdenciário

INSS – Aula 067 – 074

Direito Previdenciário

Prof. Hugo Goes

www.hugogoes.com.br

Financiamento da Seguridade Social

1 http://www.soinss.com.br/
CONSTITUIÇÃO FEDERAL

Art. 167. São vedados:

(...)

XI – a utilização dos recursos provenientes das contribuições sociais de


que trata o art. 195, I, “a” e II, para a realização de despesas distintas do
pagamento de benefícios do regime geral de previdência social de que
trata o art. 201.

CONTRIBUIÇÃO DA UNIÃO

Lei 8.212/91

Art. 16. A contribuição da União é constituída de recursos adicionais do


Orçamento Fiscal, fixados obrigatoriamente na Lei Orçamentária anual.

Parágrafo único. A União é responsável pela cobertura de eventuais


insuficiências financeiras da seguridade social, quando decorrentes do
pagamento de benefícios de prestação continuada da previdência social,
na forma da Lei Orçamentária anual.

2 http://www.soinss.com.br/
BASE DE CÁLCULO

EMPREGADO, TRABALHADOR AVULSO E EMPREGADO DOMÉSTICO


(Lei 8.212/91, art. 20)

3 http://www.soinss.com.br/
Contribuinte individual e segurado facultativo

Art. 21. A alíquota de contribuição dos segurados CI e facultativo será de


20% sobre o respectivo SC. [...]

§ 2o No caso de opção pela exclusão do direito ao benefício de


aposentadoria por tempo de contribuição ...

I – 11% p/ CI sem relação de trabalho com empresas e p/ segurado


facultativo;

II – 5% p/ MEI e para segurado facultativo sem renda própria que se


dedique exclusivamente ao trabalho doméstico no âmbito de sua
residência, desde que pertencente a família de baixa renda.

§ 4º Família inscrita no CadÚnico, renda mensal de até 2 SM.

Art. 30, § 4o - Na hipótese de o CI prestar serviço a uma ou mais empresas,


poderá deduzir, da sua contribuição mensal, 45% da contribuição da
empresa, efetivamente recolhida ou declarada, incidente sobre a
remuneração que esta lhe tenha pago ou creditado, limitada a dedução a
9%do respectivo SC.

1. Facultativo

A) 20% X SC

B) 11% X SM

C) 5% x SM

(C) sem renda própria que se dedique exclusivamente ao trabalho


doméstico no âmbito de sua residência, desde que pertencente a família
de baixa renda.

4 http://www.soinss.com.br/
2. CI que trabalhe por conta própria, sem relação de trabalho com
empresa

A) 20% X SC

B) 11% X SM

C) 5% X SM

(C) Se for MEI

3. CI com relação de trabalho com empresa

(20% X SC) - dedução

A dedução é igual a 45% da contribuição da empresa, limitada a 9%do SC.

SEGURADO ESPECIAL (Lei 8.212/91, art. 25)

5 http://www.soinss.com.br/
Contribuição da empresa (Lei 8.212/91, art. 22)

I – 20% (ou 22,5%) sobre remuneração de empregado e trabalhador avulso.

II – 1%, 2% ou 3% sobre remuneração de empregado e trabalhador avulso.

III - 20% (ou 22,5%) sobre remuneração de CI.

IV – 15% sobre o valor bruto da NFS prestados por cooperados por


intermédio de cooperativas de trabalho. (Vide STF, RE 595838 / SP)

Aposentadoria Especial

II: RAT + 12%, 9% ou 6%.

III: + 12%, 9% ou 6% (cooperativa de produção).

IV: + 9%, 7% ou 5%.

6 http://www.soinss.com.br/